17/06/2019 18:41
Notícias / Conteúdo

Aparelho que detecta embriaguez por sensor chega ao Distrito Federal

Objetivo é o auxílio nas fiscalizações regionais da Lei Seca

Rafael
por Rafael Braga

A Polícia Rodoviária Federal adquiriu um equipamento que ganhou a atenção dos agentes por trabalhar com agilidade e eficácia, detectando se o motorista fez a ingestão de bebidas alcoólicas antes de assumir a direção do veículo por apenas um sensor.

Batizado de iBlow, o equipamento já está presente nas ruas do DF desde o dia 18 de maio e tem auxiliado a Polícia Rodoviária Federal (PRF) a flagrar pessoas que ainda insistem em dirigir embriagadas.

Cada aparelho custa aos cofres públicos cerca de R$2,7 mil. O Distrito Federal já conta com seis equipamentos e pretende adquirir outros. Mesmo assim, a nova tecnologia não veio para substituir o bafômetro tradicional.

O iBlow funciona com um sensor eletroquímico que identifica células etílicas. Seu uso é apenas com o objetivo de agilizar o trabalho das autoridades de trânsito no combate à alcoolemia.

Justamente pelo sistema que o aparelho funciona, o governador Ibaneis Rocha (MDB) tem uma ressalva no que diz respeito à legalidade das operações, já que ninguém pode ser obrigado a criar provas que o incrimine direta ou indiretamente. Contudo, segundo a própria PRF, o equipamento só será usado quando autorizado pelo condutor.

Com informações de Metrópoles
Foto: Metrópoles

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Notícias

Show do Megadeth em Brasília é cancelado

Dave Mustaine, vocalista da banda, anunciou estar com câncer na garganta






+ Notícias

Bombeiros do DF fazem simulação de incêndio no Congresso e fumaça causa reações diversas no brasiliense

Pessoas compartilharam a notícia nas redes sociais acusando suposto incêndio


+ Notícias

Escola de Música de Brasília abre inscrições para vários cursos

Processo seletivo vai até o dia 18 de junho


+ Notícias

Governo do DF libera faixa exclusiva da EPTG nesta sexta-feira

Com a greve geral, número de veículos transitando nas ruas será maior


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.