20/06/2019 20:49
Notícias / Conteúdo

Após acusações de assédio sexual feitas contra R. Kelly, Lady Gaga se desculpa e remove parceria de streamings

R. Kelly é acusado de ter cometido inúmeros crimes sexuais contra jovens mulheres e meninas menores de idade ao longo dos últimos 20 anos.

Gabriela
por Gabriela Tavares

R. Kelly, um dos maiores nomes do R&B norte-americano, é acusado de ter cometido inúmeros crimes sexuais contra jovens mulheres e meninas menores de idade ao longo dos últimos 20 anos.

Gravada no ano passado, uma nova produção da Lifetime reuniu relatos exclusivos de supostas vítimas do cantor. Com o título "Surviving R. Kelly", o documentário foi ao ar entre os dias 3 e 5 de janeiro, mostrando mulheres que relataram suas experiências, com acusações de estupro, abuso sexual, cárcere privado, posse de pornografia infantil, dentre outros crimes.

Confira o trailer abaixo. É bem triste.

A polêmica em volta da produção aumentou ao envolver o nome de outras celebridades, que se recusaram a participar do projeto, por medo de se posicionarem sobre o caso.

Nomes como Lady Gaga, Jay-Z, Eryka Badu e Dave Chappelle, que já tiveram projetos colaborativos com Kelly, não quiseram se envolver, porque a "situação é complicada e difícil", como explicou a produtora executiva do documentário, Dream Hampton.

Em 2013, Lady Gaga fez uma parceria com R. Kelly na música Do Want U Want (With My Body), do álbum ARTPOP. Colaboração que gerou muita polêmica à época e ainda mais agora, com o estopim das denúncias e o documentário.

Gaga, que já relatou ter sido vítima de agressão sexual, levantou muitas questões ao não se pronunciar sobre sua música com o cantor, depois da repercussão das denúncias e outras mais ao anúncio de Hampton sobre sua recusa de participar do documentário.

Hoje de manhã, Gaga lançou em suas contas nas redes sociais, um comunicado oficial se desculpando pela parceria feita com Kelly há 6 anos.

Eu apoio essas mulheres 1000%, acredito nelas, sei que elas estão sofrendo, e sinto que suas vozes devem ser ouvidas e levadas a sério. O que tenho ouvido das alegações contra R. Kelly é absolutamente horrível e impossível de defender.

Como vítima de agressão sexual, eu fiz a música e o vídeo em um momento sombrio da minha vida, minha intenção era criar algo extremamente desafiador e provocante, porque eu estava com raiva e ainda não havia processado o trauma ocorrido na minha própria vida

Se eu pudesse voltar e ter uma conversa comigo mesma mais nova, diria a ela para fazer a terapia como tenho feito desde então, para que pudesse entender o estado pós-traumático confuso em que estava – ou se a terapia não estivesse disponível para mim ou para qualquer pessoa na minha situação – para procurar ajuda, e falar honestamente sobre o que nós passamos

“Não posso voltar atrás, mas posso ir adiante e apoiar mulheres, homens e pessoas de todas as identidades sexuais e de todas as raças, que são vítimas de abuso sexual. Demonstrei minha posição sobre esta questão em muitos momentos ao longo da minha carreira. Compartilho isso não para dar desculpas a mim mesma, mas para explicar. Até que aconteça contigo, você não sabe como se sente. Mas sei como me sinto agora

 “Removerei a música das plataformas e não voltarei a trabalhar com ele de novo. Me desculpe, tanto pelo meu pobre julgamento quando eu era jovem, e por não falar mais cedo. Eu amo vocês

Ela prometeu retirar Do Want You Want (With My Body) de todas as plataformas de streaming.

Informações de Hugo Gloss e Uol

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Notícias

Crítico de cinema Rubens Ewald Filho morre aos 74 anos em São Paulo

Jornalista estava internado em estado grave desde o dia 23 de maio no Hospital Samaritano, em São Paulo


+ Notícias

Facebook lança oficialmente a sua própria criptomoeda

Fechando parceria com a Mastercard, PayPal, Uber e Spotify, a moeda digital está prevista para 2020


+ Notícias

Homem escala estrutura metálica do viaduto da 85 em Goiânia; veja vídeo

O rapaz foi resgatado pelo corpo de bombeiros e foi encaminhado para o Pronto Socorro Psiquiátrico Wassily Chuc


+ Notícias

Ministra Damares lança campanha contra suicídio e automutilação de crianças e adolescentes em Goiânia

A partir deste ano, toda tentativa de suicídio ou automutilação terá que ser notificada pelas unidades de saúde e educação


+ Notícias

Jair Bolsonaro reage à derrota do decreto das armas nas redes sociais

Descontente, o presidente afirmou que o direito à legítima defesa não pode continuar sendo violado


+ Notícias

Professoras são aplaudidas de pé por alunos no último dia de trabalho em vídeo emocionante

A homenagem surpresa aconteceu no Colégio Estadual Jardim America, em Goiânia


+ Notícias

Restaurante Coralina: gastronomia contemporânea com um toque dos sabores de goiás no coração de Goiânia

Assinantes premium Clube Curta Mais tem 30% de desconto em todo o cardápio, exceto bebidas


+ Notícias

Marta ultrapassa Klose e se torna a maior artilheira da história das Copas do Mundo

Craque do Brasil se torna a primeira, entre homens e mulheres em goleadas na história das Copas do Mundo


MAIS LIDAS DE HOJE

+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.