20/03/2019 22:44
Bem-Estar / Exercícios

Aprenda a automassagem para alívio de dores e stress

Descubra como seu próprio toque pode te salvar das dores musculares

Redação
por Redação Curta Mais


Após um dia longo de trabalho, é possível que dores musculares apareceram por diferentes regiões do corpo, especialmente nas áreas do pescoço e dos pés. Contra esses incômodos, existem inúmeros remédios à venda em farmácias, porém uma das técnicas mais antigas e eficazes para o alívio da dor é a massagem. Apesar de nem sempre ser possível receber o atendimento de um massagista profissional, há uma luz no fim do túnel (e que ainda é pouco conhecida): a automassagem.

Assim como o próprio nome diz, trata-se de uma massagem realizada em si mesmo, visando o relaxamento instantâneo de dores específicas. Segundo Rubens de Oliveira Frade, professor de Massoterapia, Saúde e Bem-estar do Senac Vila Prudente (São Paulo - SP), a automassagem "ajuda a soltar o corpo, liberando as tensões acumuladas, melhora a circulação sanguínea, ajudando a recobrar o ânimo, e estimula a produção de serotonina, hormônio que proporciona a sensação de bem-estar". Se você quer aprender algumas destas técnicas, acompanhe nossa matéria e aprenda a relaxar por conta própria!

PASSO 1: O local

Encontre um lugar em que você se sinta à vontade para entrar em contato consigo mesmo e que, de preferência, seja silencioso ou possua uma música ambiente relaxante. Você também pode praticar em locais públicos, como parques e florestas, mas lembre-se de cuidar para que fatores externos como insetos e poluição sonora não lhe atrapalhem.

PASSO 2: Alongamento

O alongamento é essencial, mesmo para aqueles que não irão praticar a automassagem. Ele deve ser realizado antes e depois da prática, pois ajuda seu corpo a relaxar ainda mais, além de prevenir dores musculares causadas por possíveis lesões. Estique-se bem e segure sua posição por cerca de 15~30 segundos. Relaxe e repita o processo, caso julgue necessário.

PASSO 3: A automassagem

3 pontos do corpo são os enfoques principais da automassagem, sendo eles a nuca e a parte superior dos ombros, as mãos e os pés. Para cada um deles há um movimento diferente que pode ser usado durante o processo.

Nuca e ombros: nessa região, aconselha-se o uso de cremes hidratantes ou óleos aromatizados, pois ajudam o toque dos dedos a deslizar melhor sobre a pele. Aplique o produto hidratante sobre as mãos e então comece a se tocar com as pontas dos dedos, suavemente, indo do topo dos ombros, passando pela nuca e chegando até o início do couro cabeludo. Suba e desça deslizando os dedos e aumento progressivamente a força utilizada. Repita o processo, intercalando as idas e vindas das mãos, com movimentos circulares dos dedos.

Mãos: uma mão massageia a outra. O uso de cremes é opcional. Deite a mão esquerda sobre uma superfície macia e com o dedão da mão direta aperte a palma da mão a ser massageada. Fixe um ponto e aperte por cerca de 5 segundos. Faça isso por toda área da palma das mãos. Logo após, aperte dedo por dedo, com calma. Ao fim, faça o relaxamento, apertando uma mão sobre a outra, indo dos pulsos em direção à ponta dos dedos. Repita o processo na mão direta.

Pés: os pés são um dos pontos mais importantes na massagem, pois por meio dele pode-se relaxar todo corpo. No caso da automassagem, os pés também ganham atenção especial. Utilize um creme hidratante para melhorar o toque e então feche os dedos, como se fosse dar um soco. Com a parte frontal da mão fechada, deslize pela sola dos pés, aumentando a intensidade da força aos poucos. Após isso, utilize os dedões das mãos para apertar delicadamente seus pés, em movimentos circulares. Para finalizar, coloque toalhas úmidas e quentes envolvidas nos pés por um minuto.

A automassagem atua também como uma forma de meditação, em que o praticante pode, por alguns momentos, focar toda sua atenção nos cuidados com si próprio. É importante dar esse tempo para si mesmo. Gostou? Pratique e compartilhe sua experiência!

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Bem-Estar

Em 2050 o infarto será 30% maior nas mulheres

Falta de ar, desmaio e vômito estão entre sintomas apontados pelo Encore de Goiânia


+ Bem-Estar

Salões de beleza investem em experiência para fidelizar clientela em Goiânia

Técnicas exclusivas, profissionais renomados e luxo fazem parte do roteiro perfeito para que, nos dias atuais, salões não se percam no meio da concorrência acirrada que os profissionais da beleza itinerantes estão construindo


+ Bem-Estar

População indígena é mais propensa a transtornos mentais, segundo pesquisa da UFG

Estudo realizado com o povo Karajá revela que a prevalência em indígenas é 22,1%, enquanto que o índice observado na população não indígena fica em torno de 13%


+ Bem-Estar

Shopping de Goiânia promove ações em homenagem ao Dia Internacional da Mulher

Comemorações especiais agitam a cidade com atrações gratuitas


+ Bem-Estar

Meditação, yoga e alimentação saudável num só lugar em Goiânia

Retiro ideal para quem quer sossego


+ Bem-Estar

Goiás tem mais 21 mil casos de sífilis em cinco anos

Sífilis tem crescido de forma silenciosa entre a população; veja as causas, sintomas e forma de tratamento


+ Bem-Estar

Crianças são principais vítimas da meningite meningocócica: conheça causas, sintomas, tratamentos e a vacina

Vinte em cada 100 pessoas morrem ao contrair a doença e 40% ficam com sequelas. Vacina existe para alguns tipos da bactéria


+ Bem-Estar

Parque Bernardo Élis recebe dia ecológico em Goiânia

Em pauta o bem-estar da humanidade e do meio ambiente


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.