18/08/2017 22:42
Turismo / Turismo em Goiás

Dicas, passeios e paisagens numa jornada pela Chapada dos Veadeiros

Confira 11 motivos para conhecer esse paraíso recheado de paisagens de calendário!

17264    22

Yasmim
por Yasmim Fleury

Comprometido em fazer uma imersão no turismo de Goiás, Curta Mais enviou nosso fotógrafo Marcos Aleotti até a região da Chapada dos Veadeiros para trazer todas as informações, dicas e fotos para que você possa se organizar e planejar uma visita è esse paraíso que é motivo de orgulho para todos os goianos.

Como já mostramos anteriormente, várias atrações fazem da região uma das mais queridas dos fãs de ecoturismo. Agora é a vez de conhecer de perto um dos maiores cartões postais do Estado, então aproveite para anotar todas as informações e dicas para fazer uma viagem incrível sem deixar a segurança de lado. Prepare a mochila e vem ver 11 motivos para marcar esse destino no mapa:

 

1. Comunidade Kalunga

Além de contar com belas atrações naturais, a pequena cidade de Cavalcante é berço dos Kalunga - a maior comunidade de remanescentes quilombolas do Brasil. É interessante ressaltar que essa é uma comunidade que construiu a sua cultura ao longo de quase 300 anos de isolamento (que foi uma maneira do povo Kalunga de encontrar a liberdade). Até 1982 não havia um levantamento sobre sua sociedade – que só teve seu valor reconhecido pela antropóloga Mari Baiocchi. Na língua banto, de origem africana, Kalunga significa lugar sagrado, de proteção.

6c2f265fefb42f6ba003cd7a18dd180d.jpg

5907b3073004c249ca87ecd41a93cb85.jpg

Situada na zona rural do município de Cavalcante, ao norte da Chapada dos Veadeiros, a Comunidade Kalunga do Engenho II vem se destacando na região devido ao grande potencial turístico, tanto étnico quanto de aventura.

Os pontos atrativos do local variam entre cachoeiras, cannyions, trilhas, festas populares e religiosas, músicas, dança e artesanato. O turismo é a principal renda da comunidade e garante a preservação e conservação do meio ambiente e da cultura local.

No Centro de Atendimento ao Turismo você pode, além de pegar as informações básicas, provar lanches e doces deliciosos além de um caldo de cana com limão maravilhoso. Lá você também pode incentivar o mercado local comprando artesanatos, temperos e comidinhas produzidas pelas mulheres da comunidade.

1f2e7dd75bac17e66334a3db28fd879c.jpg

Tradições Culturais

Na comunidade, as festas são rituais de grande expressão cultural. Mais do que uma mera comemoração, elas representam a cultura local e têm um papel social, de união, alegria e tradição. Através das festas, os Kalungas se reencontram com sua identidade cultural e expressam seus costumes através da dança - que tem um forte simbolismo para a cultura:

- Sussa: de origem africana, essa dança é considerada sagrada. A participação feminina é predominante, e as mulheres dançam girando e equilibrando garrafas na cabeça. O momento é marcado pelo som de violas, pandeiros e sanfonas.

- Bolé: voltada para as crianças da comunidade. É feita uma grande roda e a dança é marcada pelo ritmo acelerado e muitos giros. A manifestação chegou a se perder da tradição e vem sendo resgatada pelos Kalunga.

b227ae35c345042810aca898019b8c08.jpg

e049c1b623c591a8d03207c4917c7ca7.jpg

Cirilo conta que algum tempo atrás a comunidade vivia isolada e sem nenhuma estrutura. No entanto, hoje o desenvolvimento chegou até lá com estruturas como luz elétrica, bares, restaurantes e até mesmo uma escola do pré-escolar ao terceiro ano do ensino fundamental.

Para saber mais sobre a comunidade Kalunga veja a matéria completa no site do Curta Mais.

 

2. Vila de São Jorge

Com menos de mil habitantes, a Vila de São Jorge fica no município de Alto Paraíso de Goiás. O vilarejo super charmoso e com clima esotérico é o principal destino para quem deseja conhecer a Chapada dos Veadeiros, e reserva um ar de simplicidade de vila interiorana para os visitantes. Ideal para quem está a procura de paz, a Vila tem harmonia e aventura de sobra.

1662021dca6562a303fbea873a5097c0.jpg

42ab242f7ecbf182b08cb4bc52da1d6e.jpg

922bee540589f904c482ee1961beab32.jpg

Criado em 1961, o vilarejo tem paisagens de rara beleza e possui formações vegetais únicas. Por lá você poderá ver uma das formações geológicas mais antigas do planeta, rochas com mais de um bilhão de anos, além da reserva ecológica do cerrado com belíssimas cachoeiras, canyons, minas de cristal e flora e fauna que foram declaradas como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO, em 2001. Cercada por vários atrativos naturais, a Vila é o portão de entrada para o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

O local virou um destino místico para mochileiros, artistas, aventureiros, hippies e intelectuais. Não importa a tribo, porque o ambiente proporciona uma convivência pacífica e harmônica entre pessoas de todos os cantos do mundo. O encantador refúgio une todos com um só objetivo: a procura de descansar e relaxar a mente em um exuberante vilarejo multicultural. Seja pela busca de espiritualidade, novas aventuras ou um momento para esfriar a cabeça, a energia especial do destino turístico te deixará renovado.

Para saber mais sobre o vilarejo de São Jorge veja a matéria completa no site do Curta Mais.

 

3. Mirante da Janela

Agora é a vez de conhecer o Mirante da Janela, um dos maiores cartões postais da Chapada dos Veadeiros. 

Partindo da Vila de São Jorge, pela estrada de chão que leva ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, há uma bifurcação sinalizada. Na placa que indica “Mirante e Abismo” é só entrar à esquerda e seguir até o estacionamento no final da estrada (sem custos). Este trajeto tem em média 2 km.

Para os fãs de grandes aventuras e trilhas longas e cheias de obstáculos, esse é o trajeto ideal para se fazer na Chapada! Considerado por muitos como o trajeto mais pesado da região, a caminhada é dificultada com descidas e subidas nas pedras, além de muito desnível - o que torna seu grau de dificuldade alto nos seus 2km de extensão. A trilha também tem diferenças de altitudes consideráveis, e é indicado passar por ela durante a manhã para evitar o sol forte. Não se esqueça de protetor solar, óculos escuros e chapéu.

A trilha é recheada por uma variedade de cenários belos e ricos em natureza. Áreas de campos rupestres, rochas milenares típicas do Cerrado, árvores retorcidas, jardins surreais e diversas espécies de flores, buritis e pequenos riachos com bicas de águas cristalinas.

6958f46a0944dd0220591f6ad6bf7165.jpg

0067daebe2ac8497885422eb39962530.jpg

9ef87e2d4e55a786214cc8e3ec6baa4e.jpg

542ce5419fa9ad43f468b05d55fe5637.jpg

Para saber mais sobre o Mirante da Janela confira a matéria completa no site do Curta Mais.

 

4. Mirante da Nova Aurora

Localizado no topo da Serra da Nova Aurora, você pode chegar até o mirante pela estrada que liga Cavalcante à Comunidade Kalunga. O lugar é bem sinalizado e há placas indicativas para chegar até lá.

Com a visão panorâmica que o local proporciona é possível ver (e entender) a dimensão dos morros, depressões e veredas que formam a Chapada dos Veadeiros. Aproveite o momento para contemplar o horizonte que só o Cerrado tem. <3

87971690a31543bdc6090d1f0b3f3969.jpg

A dica de ouro é ir no final da tarde para presenciar um pôr-do-sol digno de cinema! Também vale a pena dar uma pausa para sentir o ar puro e tirar fotos incríveis.

076413252369fcb6b0580beb234b61aa.jpg

Para conferir mais sobre o Mirante da Nova Aurora confira a matéria completa no site do Curta Mais.

 

5. Mirante da Cachoeira Ave Maria

Dizem que seu nome se deve à cachoeira ter a forma da Santíssima Trindade e à expressão que as pessoas soltam ao ver aquela queda d'água encantadora: "Ave Maria!". :’D

f434ec51fde57379e7d51018a26d6bbc.jpg

Dentro do território Kalunga, o Mirante se localiza no topo da primeira serra à 14km da cidade. O lugar é fácil de ser encontrado (a estrada de terra tem placas que indicam a entrada) e é possível ter acesso com carro, sendo a trilha bem pequena e de dificuldade baixa. O caminho é cercado por árvores do cerrado, que estão devidamente identificadas com plaquinhas que levam o nome e a espécie de cada uma.

o final do passeio, o grande momento: um mirante que fica bem em frente à cachoeira. A visão é incrível, e o contato com a natureza transmite uma energia positiva de impressionar! O belo despenhadeiro serve como palco para ter momentos especiais contemplando a grandiosidade da natureza e a visão deslumbrante que ela proporciona.

9c23cbbd38039d68dec765f00e88dbc1.jpg

25be4ec62cc2ee52b0ac92d80238e2db.jpg

Para saber mais sobre o Mirante da Cachoeira Ave Maria confira a matéria completa no site do Curta Mais.

 

6. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é uma Unidade de Conservação Federal de Proteção Integral. Ele foi criado em 1961 e protege uma área de 65.514ha do Cerrado de altitude.

O local possui diversas formações vegetais, centenas de nascentes e cursos d’água, rochas com mais de um bilhão de anos e paisagens de beleza rara, com feições que se alteram ao longo do ano. O Parque ressalta parte da história local através da preservação de áreas de antigos garimpos.

Declarado como Patrimônio Mundial Natural em 2001 pela UNESCO, a Chapada tem como objetivos, além de conservar o ambiente, fazer pesquisas científicas e promover a educação ambiental e visitação pública.

Tendo como cenário o cerrado brasileiro, o passeio no parque é uma viagem através de antigas rotas de garimpeiros que levam à cachoeiras de beleza única. A experiência é extraordinária em sua totalidade; a vista, as trilhas e as quedas d’água traduzem um passeio que não decepciona.

78853b2953ae386bdc0ec22bbc1fc853.jpg

 

7. Cachoeira das Cariocas

De beleza única e imponente, a cachoeira se destaca pelas quedas d’água em um imenso paredão de rocha. O caminho até lá é considerado ‘puxado’, mas para aqueles que gostam de aventura e querem algo a mais, a caminhada vale a pena! São 12km (ida e volta) de uma trilha cercada de flores exuberantes, plantas e árvores nativas do cerrado. Vale a visita e a foto!

2c3bcd9e00246b40d29362eaf9f3beeb.jpg

A cachoeira é fantástica e possui um poço enorme propício para banhos. Também existem quedas menores que formam deliciosas piscinas naturais espalhadas por todo o lugar.

Considerada por muitos como a mais relaxante e bonita cachoeira do parque, a Cachoeira das Cariocas tem um visual impressionante e é realmente um lugar que merece ficar na memória. Vale a pena encarar a trilha para ser recompensado com essa obra de arte da natureza.

Para saber mais sobre a Cachoeira das Cariocas confira a matéria completa no site do Curta Mais.

 

8. Cachoeira do Abismo

Imagine se desligar da correria do cotidiano com uma cachoeira que possui águas na cor de ouro. Isso é uma das atrações da Cachoeira do Abismo. A beleza natural possui uma queda d'água que desce por um grande paredão de rocha e despencando num enorme abismo. As quedas d’água formam uma incrível piscina de borda infinita (natural) em um poço com águas transparentes na tonalidade dourada, de encantar nossos olhos. A cachoeira tem esse nome graças à sua localização, que fica à beira de um abismo. A atração se trata de uma cachoeira de época, que é formada nos períodos de chuvas.

a25b57824df67c223362db6a7242a610.jpg

1786adcf7ab0cf9df11c815c43ae5370.jpg

Para saber mais sobre a Cachoeira do Abismo confira a matéria completa no site do Curta Mais.

 

9. Cachoeira do Candaru

A  Cachoeira do Candaru reserva belas paisagens com vários poços para banhos e vegetação muito preservada. 

ae2946e6df2fc3d68cbedfec632c24b3.jpg

Essa cachoeira não costuma fazer parte do roteiro básico dos turistas - já que a maioria tem como objetivo conhecer a Cachoeira Santa Bárbara. No entanto, para aqueles que gostam de aventura e querem algo a mais, a caminhada até a Cachoeira do Candaru vale a pena! São 6km (ida e volta) de uma trilha cercada de flores exuberantes, plantas e árvores nativas do cerrado, além de um trecho entre plantações de arroz e milho que tornam o trajeto ainda mais curioso. A caminhada leva em torno de 40 minutos, e exige maior preparo físico, já que há alguns pontos bem íngremes.

Ao final da trilha e na parte baixa da cachoeira você vai se deparar com um visual incrível! A imponência de 70 metros de queda d’água é de encantar qualquer um:

 

10130f6fe2a7aaeb32a0eda80e1a3f57.jpg

Para saber mais sobre a Cachoeira do Candaru confira a matéria completa no site do Curta Mais.

 

10. Cachoeira da Capivara

Ofuscada pela cachoeira vizinha, Santa Bárbara - que é o foco da maioria dos turistas, a Capivara também tem acesso pela comunidade Kalunga e, apesar de não ser claro para todos que visitam a área, está inclusa na diária paga aos guias. Portanto, atente-se para a dica: o pacote inclui os dois passeios! 

Para chegar à trilha da cachoeira é necessário seguir um percurso de aproximadamente 1 km (que pode ser feito de carro). Chegando ao local, começa a trilha com uma caminhada de 800 metros. Grande parte do percurso é de nível fácil, porém uma parte mais íngreme da trilha é entre pedras - exigindo uma atenção maior. Para facilitar o trânsito de pessoas, foi construída uma estrutura de madeira que facilita a chegada à cachoeira.

19a8dc1f1dcd7a6d5692d25031d00fc9.jpg

Para saber mais sobre a Cachoeira da Capivara confira a matéria completa no site do Curta Mais.

 

11. Cachoeira Santa Bárbara

Através de uma pesquisa feita no Instagram o Curta Mais levantou, através do voto dos leitores, as cachoeiras mais bonitas do estado. No topo da lista ficou a Cachoeira Santa Bárbara.

4a1192e329ff984ba61c2c4eb03af1bf.jpg

Ao chegar na Cachoeira Santa Bárbara você estará de frente a uma das cachoeiras mais lindas do Brasil. Famosa por suas águas cor de turquesa, a queda d’água forma uma piscina natural que parece uma miragem!

fbba14ec83850457a58e3042e761b581.jpg

de60ad18239dc538b79a576d3cc554b5.jpg

Para saber mais sobre a Cachoeira Santa Bárbara confira a matéria completa no site do Curta Mais.

 

Dicas importantes:

- Se programe para fazer as trilhas na parte da manhã;

- Use sapatos e roupas apropriadas;

- Leve água, repelente, chapéu e filtro solar;

- Beba muita água! A desidratação é uma causa comum de mal estar nas trilhas;

- Leve pequenos lanches para poder ficar um tempo maior nos passeios;

- Obedeça as normas do Parque Nacional: mantenha-se na trilha e não colete flores, animais ou pedras;

- Seja consciente e carregue todo o seu lixo, inclusive restos de comida;

- Nos meses de verão as chuvas são comuns, lembre-se de garantir uma capa de chuv a;

- Os passeios não são indicado para crianças e idosos;

- Uma pequena mochila é suficiente para os passeios. Evite pesos desnecessários.

 

Quando ir:

O Parque pode ser visitado durante o ano todo. Normalmente, o período de seca vai de maio a outubro e as chuvas se estendem de novembro a abril

 

Informações úteis:

CAT Alto Paraíso: (62) 3446-1159

CAT Cavalcante: (62) 3494-1507

CAT Comunidade Kalunga: (62) 99802-4122

 

Distância:

Goiânia - 400km

Brasília - 230km

 

Fotos: Marcos Aleotti

NOTÍCIAS RELACIONADAS

2537   

Achamos uma cachoeira incrível, com uma piscina natural cercada por paredões de pedras

+ Turismo

Achamos uma cachoeira incrível, com uma piscina natural cercada por paredões de pedras

Imagine se desligar da correria do cotidiano com uma cachoeira que possui uma piscina natural com águas esverdeadas


698   

34 novos municípios entram para o Mapa Turístico de Goiás

+ Turismo

34 novos municípios entram para o Mapa Turístico de Goiás

Mapa 2017-2019 já está ratificado pelo Ministério do Turismo


19552   

Município goiano é um verdadeiro (e incrível) paraíso das cachoeiras perdidas

+ Turismo

Município goiano é um verdadeiro (e incrível) paraíso das cachoeiras perdidas

Lugar apresenta paisagens exuberantes e é um cantinho escondido no interior de Goiás


5480   

Vale da lua: um pedaço de Goiás que se assemelha à superfície lunar

+ Turismo

Vale da lua: um pedaço de Goiás que se assemelha à superfície lunar

Uma das belezas naturais mais impactantes do Brasil fica bem ali na Chapada dos Veadeiros!


10174   

Cachoeira com queda de 96 metros é um verdadeiro paraíso perdido em Goiás

+ Turismo

Cachoeira com queda de 96 metros é um verdadeiro paraíso perdido em Goiás

O Salto São Domingos é perfeito para quem deseja conhecer novas paisagens e sair do óbvio. Paisagem é de tirar o fôlego


2864   

O que fazer na histórica Cidade de Goiás em 48 horas

+ Turismo

O que fazer na histórica Cidade de Goiás em 48 horas

Os melhores cantinhos para você curtir a cidade que é patrimônio da UNESCO e do coração dos goianos


10002   

6 cachoeiras surreais em Cavalcante que todo goiano precisa visitar

+ Turismo

6 cachoeiras surreais em Cavalcante que todo goiano precisa visitar

Além da conhecida Santa Bárbara, uma das mais procuradas do Brasil, listamos outros achados maravilhosos de encher os olhos, incluindo lugares com entrada gratuita


29736   

Poço Encantado: um lugar mágico na Chapada dos Veadeiros que vale a viagem

+ Turismo

Poço Encantado: um lugar mágico na Chapada dos Veadeiros que vale a viagem

Localizado em Teresina de Goiás, o local é um cantinho incrível, encantado não só no nome


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2017. Todos os direitos reservados.