20/10/2018 22:32
Notícias / Conteúdo

Goiano ganha fama internacional ao criar réplica que voa do avião 14 Bis

Existem três réplicas no mundo e apenas a de Caldas Novas levanta voos

img
por Curta Mais

Filho do sapateiro José Calassa e da porteira-servente Onofra, Allan dividia a casa com quatro irmãos: Munir, Almir, Maria José e Simone Beatriz, quando criança, Allan Calassa viu uma nota de 10 mil cruzeiros, na qual havia o rosto de Santos Dumont de um lado e do outro, a imagem do avião 14 Bis.

Com uma mente inquietante, o garoto não se fascinou pelo dinheiro, mas pelos desenhos que a ela pertenciam. Allan pesquisou até descobrir que aquela feição pertencia a um dos maiores inventores do mundo. E tudo vingou a seu favor, como o costume que seu pai tinha de juntar livros para formar uma biblioteca pública. Uma dessas obras ensinava a construir um avião em casa.


E foi no Sudeste de Goiás, na cidade de Corumbaíba, que Allan, então com 7 anos, reuniu os irmãos e amigos para saírem pela cidade em busca de qualquer coisa que os ajudasse a construir um avião. Com hélice de trator abandonado e motor do cinema da cidade, aconteceu o esperado, a 'coisa' desmoronou inteira.


Algumas coincidências nos fazem crer que a aviação realmente era o destino do jovem: uma de suas músicas preferidas pertence à banda 14 Bis; seu pai o batizou Allan em homenagem a um amigo piloto que morreu enquanto pilotava.

ed34100ff16d21e4bec56b77f6a82c2b.jpg


Além disso, antes mesmo de o Brasil saber do que se tratava, criou uma Asa-Delta, que até planou, mas teve suas asas caídas, assim como o amigo que se propôs a pilotá-la. Com o tempo, tornou-se piloto autodidata.


Mas, seu sonho supremo era construir uma réplica perfeita do 14 Bis, mesmo sem Santos Dumont ter deixado projetos do avião.


Então, com fotos e relatos da época, o projeto 14 Bis - 100 Anos Depois, foi colocado em prática e realizado com sucesso. Com as mesmas medidas, mesmos materiais, mesmas vitórias, Allan tornou realidade o que muitos consideram impossível, até mesmo para sua época.

Allan viaja o mundo expondo sua obra, em cidade como Paris (FR) [ na qual Santos Dumont realizou o primeiro voo do mundo]. Assim como nos Estados Unidos, país que nega a paternidade da aviação a Dumont, em uma das maiores feiras do setor, com 26 mil aviões, na qual o 14 Bis de Allan foi destaque absoluto.

Calaça construiu duas réplicas perfeitas, uma está no Museu do Ar em Portugal e outra no Museu do Ar da França. Uma outra réplica percorre exposições nos cinco continentes. Esta fica em Caldas Novas (GO), onde Allan mora atualmente.

Imagem: Juliano Damasio / Airliners

NOTÍCIAS RELACIONADAS


+ Notícias

Bienna Sunset promete animar as tardes de domingo em Goiânia

O novo restaurante conta com 48 tipos de carnes e cortes, agora mais especial


+ Notícias

Goiânia recebe o I Circuito Integrado de Artes do Basileu França

Apresentações de dança, teatro, música, circenses e muito mais!


+ Notícias

Jovem inova vendendo pasteis de desenho e faz sucesso em feira de Goiânia

Johnatan Tafarel é pioneiro na iguaria que chama a atenção por quem passa na Feira da Lua


+ Notícias

Goiânia entra em clima de campanha e a cidade fica rosa

Estabelecimentos pela cidade entram em campanha com iluminação especial em homenagem ao outubro rosa


+ Notícias

Goiânia recebe desfile de motos lendárias neste sábado

As ruas da capital serão preenchidas de motos Harley Davidsona partir do meio dia


+ Notícias

Grupo de anunciantes processa Facebook e Zuckerberg pode ser afastado da presidência

A moção já está em andamento e a próxima reunião do conselho é no ano que vem


+ Notícias

Lisboa dentro de Goiânia: conheça Quinta do Minho, restaurante português que te leva além mar

O restaurante te faz ter uma experiência portuguesa com as "Noites de Fados"


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2018. Todos os direitos reservados.