10/12/2019 18:02
Notícias / Conteúdo

Grupo terrorista revela plano para matar Bolsonaro, diz revista

Em entrevista a Veja, representante do SSS ameaça presidente, seus familiares e dois ministros

Bianca
por Bianca Stephania

Um grupo terrorista no Brasil está sendo investigado pela Polícia Federal por planejar um atentado para matar o presidente Jair Bolsonaro. Pelo menos é o que afirma a Veja, nesta sexta-feira (19) em um artigo publicado na revista, com uma entrevista com o líder do grupo. Além do presidente, a ministra Damares e o Ricardo Salles também estariam recebendo ameaças. Bolsonaro confirmou as informações.

O grupo seria um braço brasileiro dos Individualistas que Tendem ao Selvagem (ITS), organização responsável por cometer diversos ataques a políticos e empresários ao redor do mundo. Detalhes e uma entrevista com o líder da SSS foram divulgados pela revista Veja nesta sexta-feira (19). No Brasil, eles se denominam A Sociedade Secreta Silvestre (SSS).

Os diálogos entre a PF e a SSS foram feitos com o líder do grupo, autointitulado como Anhagá, através da deep web, a camada da internet muitas vezes associadas à conteúdos ilegais, que não pode ser acessada através de meios tradicionais de busca. O líder afirma ser um homem, ter entre 20 e 30 anos, e revela ser um defensor da natureza. Seu nome fictício quer dizer “espírito que protege os animais, em tupi-guarani”. Anhangá diz que motivação para o ataque é porque “Bolsonaro e sua administração tem declarado guerra ao meio ambiente.”

A Polícia Federal revela em inquérito que o grupo continua cometendo ataques extremamente graves e mostrando “profusão de ideias violentas e extremistas, além de divulgar ameaças contra a vida do Bolsonaro”.

Anhangá afirmou para a Polícia que o plano era pra ter sido executado na posse do presidente, mas que por conta do forte esquema de segurança, não foi possível executar. Na ação seriam usados explosivos e armas. “A finalidade máxima seriam disparos contra Bolsonaro ou sua família, seus filhos, sua esposa.” contou o líder em entrevista à Revista Veja.

O terrorista ainda faz menções a Damares e ao Ricardo Salles, ministros do governo: “Salles é um cínico, e não descansará em paz, quando menos esperar, mesmo que saia do ministério que ocupa, a vez dele chegará. [Damares] se tornou a cristã branca evangelizadora que prega o progresso e condena toda a ancestralidade."

O grupo é acusado de colocar uma bomba em frente a uma igreja católica a 50 quilômetros do Palácio do Planalto, em dezembro, e em abril, por explodir dois carros do Ibama em um posto do órgão em Brasília. O grupo exibiu os materiais utilizados na web e assumiu a responsabilidade pelos ataques.

Informações retiradas da Veja | Capa: Pixabay

Notícias sobre:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Notícias

Procon em Goiás aplica multa de R$: 145 mil à UBER por não querer transportar cadeirante

A multa foi aplicada por má prestação de serviço da empresa


+ Notícias

Marie Fredriksson, vocalista do Roxette, morre aos 61 anos

A cantora foi diagnosticada com câncer em 2002


+ Notícias

Enel abre inscrições para desconto de 65% na conta de luz em Goiás

As inscrições estão abertas a moradores de Goiânia, Senador Canedo e Aparecida de Goiânia, até 12 de dezembro.


+ Notícias

Estudos mostram que o ato de ajudar o outro aumenta o tempo e a qualidade de vida

A caridade como propósito beneficia mutuamente quem ajuda e quem recebe


+ Notícias

Seu Waldomiro, criador da Matula e ícone da Chapada dos Veadeiros, morre aos 77 anos

Fundador de restaurante que leva o seu nome, ele se tornou conhecido pela simplicidade e jeitinho hospitaleiro


+ Notícias

Michael, atacante do Goiás, ganha prêmio de revelação do Campeonato Brasileiro 2019

'Sou grato pelo clube, sou grato pela torcida e à Deus por ter me dado esse prêmio'


+ Notícias

Michael Bublé anuncia três shows no Brasil em 2020

Venda de ingressos começa dia 17 de dezembro


+ Notícias

Goiânia ganha painel gigante em prédio com grafite de Jorge e Mateus

O painel ainda está sendo pintado, e já chamou a atenção de curiosos


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.