20/10/2019 12:00
Notícias / Conteúdo

Jair Bolsonaro reage à derrota do decreto das armas nas redes sociais

Descontente, o presidente afirmou que o direito à legítima defesa não pode continuar sendo violado

Isabela
por Isabela Albuquerque

O presidente Jair Bolsonaro utilizou de suas redes sociais para demonstrar descontentamento com os 47 votos contrários aos decretos editados por ele que permitiram a posse, o porte e a comercialização de armas no Brasil.

Inconformado, o presidente escreveu que “o direito à legitima defesa não pode continuar sendo violado”. Ele ainda questionou que quem deixa de ter acesso legal a armas de fogo é o cidadão que quer se proteger do criminoso, uma vez que este não precisa de leis para conseguir as armas.

Os sete projetos de decreto legislativo (PDL nº 233/2019), que foram apreciados pela Casa e pedem a suspensão do documento presidencial, seguem para a Câmara dos Deputados. Se a matéria ser apreciada pelos deputados federais, o PDL poderá sustar os efeitos da medida tomada pelo presidente. Os efeitos do decreto do presidente continuam valendo.

Antes da sessão, Bolsonaro fez diversos apelos públicos pelo decreto. Pedindo para que não deixassem o decreto morrer na Câmara ou no Senado, o presidente admite que quem perde em caso da derrota não é o governo, e sim o “cidadão de bem” que precisa se defender.

A posse de armas é uma das prioridades do governo de Bolsonaro, sendo uma promessa de campanha durante os meses que antecederam as eleições de 2018.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Notícias

Mesmo sem horário de verão, celulares adiantam relógio em uma hora

Horário de verão brasileiro deveria acontecer entre este sábado (19) e domingo (20)


+ Notícias

Site faz saldão de pacotes de viagens com preços a partir de R$ 549

Os pacotes podem ser parcelados em até 3 vezes no boleto ou em 12 vezes sem juros no cartão de crédito


+ Notícias

Tradicional 'Festa de Halloween LGBTQI+' celebra 20 anos em Goiânia

Érica Lins idealizou festa no final dos anos 1990, quando faltavam opções de lazer para o público LGBTQI+ na Capital


+ Notícias

Paciente internado em hospital de Goiânia não via o céu há mais de sete anos

Cássio ficou tomado por um olhar de encantamento e com os olhos marejados de emoção


+ Notícias

Após 23 anos, Glenda Kozlowski deixa a Globo:'Indo embora com o coração apertado'

A jornalista escreveu uma despedida em suas redes sociais


+ Notícias

IFG abre inscrições para cursos de especialização em Goiânia

As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 10 de novembro


+ Notícias

Goiana entrou de penetra em festa de Luciano Huck: 'Foi a melhor festa que já fui'

Marina Ozorio contou que ela e duas amigas iam para uma festa, mas erraram o caminho e foram parar na casa do apresentador


+ Notícias

Inmet prevê chuva em Goiânia no fim de semana, mas temperatura continua alta

Até a chuva resolveu sextar, vamos aguardar essa previsão maravilhosa


MAIS LIDAS DE HOJE

+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.