22/05/2019 22:41
Notícias / Conteúdo

Museu Nacional mostra parte do acervo ao público depois de incêndio

Foi exibida a coleção didática, que era usada em mostras itinerantes

Bianca
por Bianca Stephania

O Museu Nacional exibiu hoje (16) uma pequena parte de seu acervo ao público na Quinta da Boa Vista, em tendas montadas em frente ao prédio centenário que foi parcialmente destruído por um grande incêndio há duas semanas.

A exibição envolveu a chamada coleção didática, que antes do incêndio era usada em mostras itinerantes do museu e emprestada para escolas.

Essa foi a primeira vez que o Museu Nacional exibiu sua coleção didática ao público desde o incêndio ocorrido em 2 de setembro. Visitantes da Quinta da Boa Vista, parque municipal onde se localiza o museu, tiveram a oportunidade de ver e tocar em animais empalhados, ossos de animais, amostras de rochas e insetos.

“Nosso objetivo é estar aqui todo domingo e manter essa relação com a população, em permanente contato com o público que frequenta a Quinta da Boa Vista”, disse a educadora museal Andrea Costa.

“O Museu Nacional está vivo e, dentro das circunstâncias que vivemos, estamos nos adaptando para mostrar à população o que estamos fazendo e trazer a população para junto da instituição neste momento tão difícil”, disse o diretor do Museu Nacional, Alexander Kellner. Ele informou que pretende instalar um contêiner em frente ao prédio para dar informações à população sobre a reconstrução da instituição.

55aeb94ff04f775602b9e3a4baa7ab8c.jpg
f1f6eb69043fe7f10c6a62c0bdce7f14.jpg
Imagens: Márcia Foletto/Agência O Globo

Recuperação do museu

Alexander Kellner afirmou também é preciso esperar a conclusão da estabilização estrutural do edifício atingido pelas chamas no último dia 2 para iniciar o trabalho de resgate do acervo que ainda está dentro do prédio. A garantia da estabilização das estruturas é importante também para que a Polícia Federal conclua sua perícia, segundo Kellner.

Segundo o diretor, museus e governos de outros países têm entrado em contato com o Museu Nacional para oferecer ajuda. “O que a gente pede enquanto museu é: não nos deem dinheiro, nos deem acervos. Só que nós temos que merecer esse acervo, ter as condições não só dignas mas excepcionais para cuidar desse acervo e nunca mais uma tragédia dessa aconteça”, disse.

Fonte: Vitor Abdala/Agência Brasil

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Notícias

Dia do abraço é comemorado nesta quarta-feira em todo o mundo

Nascido em 22 de maio de 2004 com a 'Free Hugs Campaign' a data se tornou parte do calendário mundial


+ Notícias

Filme de Tarantino com Brad Pitt e Leonardo DiCaprio recebe seis minutos de aplausos no Cannes

O filme 'Era uma vez em Hollywood' vai lançar dia 15 de agosto deste ano


+ Notícias

Miss Plus Eco Goiás 2019 está com inscrições abertas

O concurso tem como principal objetivo resgatar a autoestima feminina, além da preocupação com a ecologia


+ Notícias

Miriam Leitão publica texto com fortes críticas ao Governo Bolsonaro

A colunista do O Globo afirma que Bolsonaro não sabe governar


+ Notícias

Governo recua e publica novo decreto vetando porte de fuzis a cidadãos comuns

O novo decreto (nº 9.797, de 21 de maio 2019) está publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (22)


+ Notícias

IFG auxilia moradores de bairro em Aparecida na construção de filtro sustentável para água de cisterna

Projeto envolve vários interessados da área de química do instituto, além dos moradores do local


+ Notícias

Chico Buarque ganha maior prêmio literário da língua portuguesa

O prêmio Camões foi anunciado nesta terça-feira (21/05) e pagará a Chico 452 mil reais


+ Notícias

Uber Juntos pega carona no meme e vira 'Shallow Now'

Aplicativo de mobilidade urbana entra na onda do sucesso da nova música de Paula Fernandes "Juntos", versão brasileira do "Shallow Now" da Lady Gaga


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.