16/12/2017 01:27
Mais Cultura / Concertos

Neto de Astor Piazzolla e cantora da Broadway se apresentam em Goiânia. Confira entrevista exclusiva

Show internacional percorrerá cinco cidades brasileiras e começa por Goiânia. Espetáculo terá temporadas em Brasília e São Paulo

5419    22

Ingrid
por Ingrid Reis

Goiânia recebe na quarta-feira, 14 de junho, o espetáculo “3001 — Proyecto Piazzolla”, com o grupo Escalandrum. O elenco do show internacional conta com artistas conceituados como o Daniel “Pipi” Piazzolla, conceituado baterista do cenário do Jazz mundial e neto da lenda Astor Piazzolla, e a atriz e cantora Elena Roger, que já protagonizou papéis como “Piaf” e “Evita”, na Broadway, onde contracenou com cantor Rick Martin.

O espetáculo é parte de uma série de homenagens a Astor Piazzolla, o inventor do tango moderno, que morreu há 25 anos. O Escalandrum já se apresentou em mais de 40 países e nos principais festivais de Jazz do mundo. O grupo é composto por Daniel Pipi Piazzolla na bateria e direção musical, Nicolás Guerschberg (piano e arranjos), Mariano Sivori (contrabaixo), Damián Fogiel (sax tenor), Guastavo Musso (sax alto e soprano) e Martin Pantyrer (clarinete). No repertório, interpretam clássicos de Astor Piazzola como “Balada para un loco”, “Los pájaros perdidos”, “Milonga de la anunciación” e “Oblivion”.

Curta Mais entrevistou Daniel Piazzolla e Elena Roger durante um pequeno intervalo em sua turnê pela Argentina. Vem conferir!

ENTREVISTA COM DANIEL PIAZZOLA

Curta Mais: Daniel, existe uma grande expectativa do público brasileiro em relação ao espetáculo “3001 Proyecto Piazzolla” que circulará o Brasil no mês de junho.  Parte dessa expectativa se deve ao fato de você ser neto de uma lenda, Astor Piazzolla. Como foi a sua convivência com ele e de que forma sua música influenciou o seu trabalho?

Daniel Piazzolla: Minha convivência com ele era excelente. Sempre acompanhava seus shows em Buenos Aires. Esteve presente em meus primeiros passos como músico, me aconselhando e ensinando, também me presenteou com a minha primeira bateria. Sua música influenciou-me em todos os níveis. Sua dedicação, a sua capacidade criativa e a sua busca incessante pela excelência são os grandes exemplos que procuro seguir.

 

Curta Mais: Além de Astor Piazzolla, quais são suas principais referências musicais?

Daniel Piazzolla: Chick Corea, Miles Davis, John Coltrane e Charlie Parker.

 

Curta Mais: Quais são os grandes nomes do jazz da atualidade?

Daniel Piazzolla: Mark Turner (Saxofonista), Vijay Iyer (pianista), Gilad Hekselman (guitarrista), Avishai Cohen (contrabaixista), Brad Mehldau (pianista), Steve Coleman (Saxofonista), Ravi Coltrane  (Saxofonista e clarinetista), Chris Potter (Saxofonista), entre outros.

 

Curta Mais: O Escalandrum é um grupo de Jazz com um vasto repertório autoral. Vocês já se apresentaram em mais de 40 países e nos principais festivais de Jazz do mundo. Já foram indicados ao Grammy, tem dois prêmios Gardel, e recentemente, foram novamente indicados para a edição 2017 do Prêmio Gardel, com o álbum “ 3001 – Proyecto Piazzolla”, gostaria que falasse um pouco sobre a repercussão desse álbum na cena do Jazz.

Daniel Piazzolla: A resposta tem sido extraordinária. Alguns críticos e revistas de jazz apontam o trabalho como um dos melhores álbuns do ano. Os teatros estão sempre cheios, em alguns casos, com sessões extras. É um trabalho profundo — sem nenhuma modéstia —, que toca o coração de quem ouve.

 

Curta Mais: Qual a relação do Tango Argentino no repertório jazzístico do Escalandrum?

Daniel Piazzolla: É a base do nosso trabalho, especialmente do tango argentino moderno criado pelo meu avô.

 

Curta Mais: Elena quais são suas principais influências musicais?

Elena Roger: Em minha vida tenho ouvido de “ tudo um pouco”. Mozart, Schubert, Tchaikovsky, Charly Garcia, Queen, Kurt Weill e o repertório de cantoras como Piaf, Mina Mazzini, Barbra Streisand, bem como óperas e musicais.

 

ENTREVISTA COM ELENA ROGER

 

Curta Mais: O que acompanha e conhece da música brasileira?

Elena Roger: A voz de Caetano Veloso me encanta sempre. Tenho ouvido bastante bossa nova, embora tenha cantado somente uma vez alguns temas desse estilo. É uma pendência, uma lacuna em minha carreira, um estilo que espero abordar brevemente.

 

Curta Mais: Quais os nomes promissores da música argentina atual?

Elena Roger: Diego Schissi Quinteto, Lautaro Greco (Bandoneonista), Nicolás Guerschberg (Escalandrum), Nicolás Sorin, Marilina Bertoldi(cantora e compositora), Lula Bertoldi (cantora e guitarrista), entre outros.

 

Curta Mais: Você interpretou “Piaf” e “Evita”, na Broadway, além de vários outros papéis na Argentina e no Reino Unido. Tanto você quanto o Escalandrum têm uma sólida formação profissional e uma renomada carreira internacional. Como surgiu a ideia de montarem um espetáculo juntos?

Elena Roger: Ouvi o Escalandrum quando tocaram pela primeira vez na casa de Jazz Bird Land, em Nova York. Eu estava interpretando a Eva Perón, no musical “Evita” junto a Ricky Martin. Eles tocaram as músicas do álbum “Piazzolla plays Piazzolla” e a cantora Ute Lemper cantou “Los pajaros perdidos”, como convidada.

Fiquei enlouquecida com a música e a magia que acontece quando tocam, e veio a mim o desejo de interpretar Piazzolla com eles em algum momento. Este repertório sempre me chamou a atenção, mas não havia encontrado a banda ideal para fazê-lo.

Após o primeiro encontro, em que eles também conheceram meu trabalho, tivemos a oportunidade de nos apresentarmos juntos durante a abertura do Museu Mar, de Mar del Plata. Foi ao ar livre para cerca de 5 mil pessoas. Eu havia sido convidada para apresentar o repertório de Mina Mazzini, mas minha banda já tinha compromissos previamente assumidos em Buenos Aires. O produtor do evento sugeriu que eu me apresentasse com Escalandrum, que já tinha uma apresentação agendada. Eu amei a ideia e iniciamos escolhendo vários temas de Piazzolla e alguns de Mina Mazzini.

Nós encontramos pela primeira vez no dia do concerto. Tínhamos ensaiado separadamente. A passagem de som foi incrível. Muito fácil, sem problemas musicais ou pessoais. Uma Glória. E o concerto foi incrível também.  Ali nos demos conta que tínhamos um lindo projeto nas mãos, e agora com a gravação deste álbum e essa grande turnê que estamos fazendo, percebemos que não estávamos enganados.

 

Curta Mais: O que espera do público brasileiro, na turnê que percorrerá várias capitais?

Elena Roger: É a primeira vez que estarei em cena no Brasil, e sinto uma grande emoção. Acredito que será inesquecível e o público brasileiro vai amar o repertório.

 

Curta Mais: Quais são os seus projetos para o futuro?

Elena Roger: Além de continuar a turnê pelo mundo, tenho dois filmes para fazer no próximo ano, e um convite para me aventurar no teatro.

 

SERVIÇO:

ELENA ROGER E ESCALANDRUM apresentam 3001 — PROYECTO PIAZZOLLA (ARG)

Quando: 14 de junho, quarta-feira

Que horas: 20h

Onde: Teatro Sesi - Av. João Leite, nº 1.013, Setor Santa Genoveva, ao lado do Clube Antônio Ferreira Pacheco — Informações: (62) 4002-6213

Quanto: De R$ 120,00 — plateia inferior (centro) a R$ 40,00 — plateia superior — meia entrada

Ingressos: No site da EventBrite: migre.me/wxdEe

Mais Informações: (62) 3210-3634 / 9 9933-7522 — [email protected]

 

Veja vídeo: 

 

Veja fotos:

a447026d5e6fc54e8c79059b8a9e41ef.jpg

68a52f0325bddebf662a2d5bbce72edc.jpg

NOTÍCIAS RELACIONADAS

3648   

Vila do Papai Noel na Praça Cívica tem programação cultural todos os dias em Goiânia

+ Mais Cultura

Vila do Papai Noel na Praça Cívica tem programação cultural todos os dias em Goiânia

Confira também imagens belíssimas da decoração natalina da Aldeia


705   

Pela primeira vez, Orquestra Sinfônica de Goiânia se apresenta no Mercado Popular da 74

+ Mais Cultura

Pela primeira vez, Orquestra Sinfônica de Goiânia se apresenta no Mercado Popular da 74

Concerto clássico dá início às comemorações natalinas através do projeto Sons do Mercado Instrumental


857   

Cantata de Natal abre comemorações de fim de ano em Goiânia

+ Mais Cultura

Cantata de Natal abre comemorações de fim de ano em Goiânia

A musicista Elen Lara comanda o concerto com grandes clássicos do cancioneiro internacional


3596   

Sinfônica de Goiânia e Toni Garrido se reúnem para show 'Noites de Orfeu'

+ Mais Cultura

Sinfônica de Goiânia e Toni Garrido se reúnem para show 'Noites de Orfeu'

No repertório, arranjos exclusivos das grandes composições de Tom Jobim e Vinícius de Moraes


4701   

As 9 escritoras goianas mais importantes da literatura brasileira

+ Mais Cultura

As 9 escritoras goianas mais importantes da literatura brasileira

Conheça mais sobre as escritoras pioneiras em Goiás e sua representação histórica e literária para o estado


4399   

Vila Cultural Cora Coralina divulga programação gratuita de novembro

+ Mais Cultura

Vila Cultural Cora Coralina divulga programação gratuita de novembro

Entre festivais e exposições, o espaço terá atrações para todos os gostos e estará aberto todos os dias deste mês


1462   

Com proposta 'diferentona', Filarmônica de Goiás faz apresentações gratuitas em Goiânia

+ Mais Cultura

Com proposta 'diferentona', Filarmônica de Goiás faz apresentações gratuitas em Goiânia

Depois do sucesso da primeira edição, o 'Música Impopular' está voltando


1119   

Com sinfonia de brinquedos e convidados especias, Sinfônica de Goiânia se apresenta para as crianças

+ Mais Cultura

Com sinfonia de brinquedos e convidados especias, Sinfônica de Goiânia se apresenta para as crianças

Palhaço e contadora de histórias completam uma programação rica para crianças de idade e coração na cidade


MAIS LIDAS DE HOJE

+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2017. Todos os direitos reservados.