25/04/2019 18:56
Notícias / Conteúdo

O impressionante documentário 'Data Limite' e as previsões de Chico Xavier para 2019

A sequência de tragédias neste começo de ano trouxe à tona previsões feitas há 50 anos pelo maior médium do país.

Marcelo
por Curta Mais

A sequência de tragédias e perdas que abalam o Brasil nesses primeiros dias de 2019, trouxeram à tona previsões feitas há 50 anos pelo maior médium do país, Chico Xavier.

No dia em que o país perdeu um dos seus mais queridos jornalistas, Ricardo Boechat, o nome de Chico Xavier figurou entre os trends (dez assuntos mais comentados) do Twitter. Usuários das redes sociais, associam tragédias como Brumadinho e o incêndio no CT do Flamengo, com previsões feitas pelo médium registradas no documentário Data Limite.

As previsões de Chico Xavier ficaram mundialmente conhecidas pelo grande público no programa da extinta TV Tupi, Pinga Fogo, gravado em 1971. “Se não entrarmos numa guerra de extermínio, nos próximos 50 anos, então nós podemos esperar realizações extraordinárias da ciência humana partindo da lua. Porque se não entrarmos em conflito de proporções imensas, é possível que o homem construa cidades de vidro, as cidades estufas, ou que os cientistas possam estabelecer pontos de apoio na nossa galáxia. Vamos compreender que fazermos parte de uma família universal. Jesus disse que ‘há muitas moradas na casa de meu pai’”.

Na época, Chico revelou que o mundo teria um conflito armado após 50 anos. O que intriga é que esse prazo coincide exatamente com o ano de 2019.

“Nosso Senhor deliberou conceder uma moratória de 50 anos à sociedade terrena, a iniciar-se em 20 de julho de 1969 e findar-se em julho de 2019”. Nesse período, “as nações mais desenvolvidas e responsáveis da Terra deveriam aprender a se suportarem umas às outras, respeitando as diferenças entre si, abstendo-se de se lançarem a uma guerra de extermínio nuclear. A face da terra deveria evitar a todo custo a chamada 3ª Guerra Mundial”.

Ele continuou sua avaliação dizendo que as consequências de uma guerra serão desastrosas para o planeta. “Seríamos defrontados então com terremotos gigantescos; maremotos e ondas (tsunamis) consequentes. Veríamos a explosão de vulcões há muito tempo extintos; enfrentaríamos degelos arrasadores que avassalariam os polos do globo com trágicos resultados para as zonas costeiras, devido à elevação dos mares. E, neste caso, as cinzas vulcânicas associadas às irradiações nucleares nefastas acabariam por tornar totalmente inabitável o Hemisfério Norte de nosso globo terrestre”.

Chico continua: “Se a humanidade encarnada decidir seguir o infeliz caminho da 3ª Guerra, uma guerra nuclear de consequências imprevisíveis e desastrosas, aí então a própria Mãe Terra, sob os auspícios da Vida Maior, reagirá com violência imprevista. O homem começaria a 3ª Guerra, mas quem iria terminá-la seriam as forças telúricas da natureza, da própria Terra cansada dos desmandos humanos”.

No entanto, se o conflito for evitado, viveremos um período de grande evolução terrestre. “Se os países mais cultos do globo puderem suportar a pressão de seus próprios problemas, se entrarem em choques destrutivos, como por exemplo, guerras de extermínio que deixarão possíveis consequências imprevisíveis para todos no planeta, então veremos uma era extraordinariamente maravilhosa. Mas isso terá um preço. O preço da paz. O terceiro milênio nos promete maravilhas”, observou Chico, no Pinga Fogo.

Assista abaixo ao documentário "Data Limite" na íntegra:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Notícias

Vídeo de campanha do Banco do Brasil marcado pela diversidade é vetado por Bolsonaro

O vídeo proibido mostra a diversidade com a presença de negros e pessoas tatuadas. Diretor de marketing foi exonerado.


+ Notícias

DJ Rennan da Penha é preso no Rio de Janeiro

O funkeiro é criador do Baile da Gaiola, maior baile funk do Rio


+ Notícias

Sem álcool: Janaina Paschoal quer proibir festas 'Open Bar' em universidades

A deputada estadual teve 2 milhões de votos em São Paulo e pretende vetar toda e qualquer ação que envolva bebidas alcoólicas nas universidades paulistas


+ Notícias

Bolsonaro da sinal verde para análise de privatização dos Correios

A estatal tem mais de 100 mil funcionários e acumulou prejuízos nos últimos anos


+ Notícias

Bolsonaro assina decreto que acaba com horário de verão em todo o Brasil

De acordo com o presidente, o horário de verão atrapalha o relógio biológico da população


+ Notícias

Depois de 10 anos, Otaviano Costa deixa a Globo

De acordo com a emissora, a não renovação do contrato foi decidida em "comum acordo"


+ Notícias

Dólar atinge o maior valor do ano nesta quarta-feira

A moeda teve um aumento de 1,81%, nesta tarde e chegou a R$3,99


+ Notícias

Brasileira de 17 anos é medalha de ouro em Olimpíada Europeia de Matemática

A adolescente acumula 28 medalhas também em astronomia, informática, química e física


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.