20/06/2019 02:08
Curiosidades / Notícias

Ostentação nas redes sociais vira prova em processos contra 'caloteiros'

Devedores alegam não ter dinheiro para quitar suas dívidas, mas ostentam um alto padrão de vida na internet

Gabriela
por Gabriela Tavares

Um réu de um processo no Espírito Santo mora em São Paulo, alegou que não tinha dinheiro suficiente para pagar suas contas e disse que tinha sofrido um infarto e, portanto, não poderia acompanhar seu processo na capital capixaba. Nas suas postagens, no entanto, ele mostrava viagens internacionais, passeios de avião, trilhas e idas à academia.

Um representante comercial de Vitória, estava devendo o pagamento de pensão alimentícia, mas explicava dizendo não ter carteira assinada, nem bens em seu nome. Um tempo depois, ele foi flagrado com duas viagens internacionais, passeios de lancha e um carro novo. Tudo pelo Facebook.

Em um caso de uma empresa carioca, uma funcionária faltou ao trabalho usando a desculpa de que estava passando mal. No mesmo dia, pela noite, ela postou em seu mural uma mensagem dizendo que ia para uma festa curtir, se embebedar e se divertir.

Se tornou parte da nossa essência compartilhar tudo o que fazemos, ou temos a intenção de fazer, nas redes sociais. As crises existenciais que mais atingiam nossos ancestrais foi substituída pela conectividade dos Millennials. A grande questão do século é "se algo não foi postado na internet, será que aquilo realmente aconteceu?"

Bom, essa febre por compartilhar e ostentar cada detalhe da vida de todo mundo tem, por um lado, prejudicado muitos malandros por aí. Por outro, tornou-se uma mão na roda para a justiça.

As redes sociais estão ajudando juízes a julgarem processos envolvendo devedores que alegam não ter dinheiro para quitar suas dívidas e cumprir seus compromissos, mas ostentam um alto padrão de vida na internet.

Existem até mesmo vários casos em que algumas provas são obtidas sem nem precisar de uma investigação profunda, só fazendo um check-up do Facebook, Twitter, e-mail, ou WhatsApp.

O juiz Jorge Vaccari Filho, titular do 1º Juizado Especial Cível de Colatina, destaca que em muitos casos, a prova obtida online é até mais relevante do que uma prova testemunhal ou documental. “Não é incomum nos processos sujeitos que alegam pobreza serem flagrados em situações de ostentação de riqueza, com carros de luxo, em cruzeiros e viagens internacionais”.

Por isso, é sempre bom tomar cuidado com o que você fala na vida real e o que você propaga nas redes sociais - isso pode e será usado contra você!

Informações de Gazeta Online

Capa: Paramount Pictures | Universal Pictures

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Curiosidades

Moradores da ilha de Sommar na Noruega decidiram eliminar o tempo

Eles consideram um contratempo serem reguladas pelos relógios.


+ Curiosidades

Pesquisa da UFG aponta tentativa de esquecer o acidente com Césio-137 em Goiânia

A mestranda apresentou uma dissertação que investiga os apagamentos na mídia goianiense do maior acidente radiológico da história


+ Curiosidades

Conheça Adriel Vinícius o cantor goiano que faz do Eixo Anhanguera o seu palco

O cantor e compositor leva a música por onde passa. De dia toca no Eixo, a noite nos teatros da capital


+ Curiosidades

Pesquisadores descobrem fósseis de dinossauros com mais de 80 milhões de anos em Goiás

Dentre os vestígios encontrados, estão fragmentos atribuídos ao titanossauro, um dos maiores dinossauros brasileiros da história


+ Curiosidades

Messi ajuda a construir o maior hospital de câncer infantil da Europa

Através da fundação que leva o nome do jogador, o SJD Pediatric Cancer Center de Barcelona poderá ser construído; craque foi o primeiro a doar


+ Curiosidades

Professora de teatro distribui 200 flores durante manifestação desta quinta-feira em Goiânia

Ana Cristina é atriz e arte educadora do Grupo Zabriskie e se manifestou contra o desmonte da cultura em Goiás e no Brasil


+ Curiosidades

Adolescentes encontram R$ 12 mil, devolvem o dinheiro e ganham recompensa em Santa Rosa de Goiás

Atitude comoveu Paulo Trabalho que doou R$ 3 mil para as famílias dos garotos como forma de recompensa pela honestidade


+ Curiosidades

Teoria da Relatividade de Einstein completa 100 anos e foi comprovada em Sobral no Ceará

Em 1919 cientistas britânicos, estadunidenses e brasileiros vieram a Sobral para observar o fenômeno durante um eclipse solar


MAIS LIDAS DE HOJE

+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.