20/01/2019 23:31
Gastronomia / Roteiros Gastronômicos

Saiba como preparar seu restaurante para um bom faturamento extra na Ceia de Natal

Os ganhos na data pode ser 70% maior que o de uma boa noite de movimento

Marcelo
por Marcelo Albuquerque

O Natal é a data da família, quando os parentes aproveitam as comemorações para os bons encontros ao redor da mesa. A ocasião também é uma oportunidade de receita extra para os empresários da gastronomia fora do lar, uma vez que tem aumentado o número de pessoas dispostas a pagar pela terceirização da Ceia de Natal para fugir das louças e da trabalheira de preparar toda comilança. Praticidade para uns e faturamento superior a 70% em comparação com uma boa noite de movimento no ano.

Comer bem no Natal é uma necessidade do brasileiro, mas nem todo mundo sabe ou quer cozinhar. É o seu momento de fazer a festa e fechar o ano em alta.

Confira as dicas de como tirar o melhor proveito para o seu caixa e garantir uma boa experiência para seus clientes:

Pagamento antecipado mediante reserva

Como a mesa gira só uma vez nessa noite, o foco é garantir a melhor experiência possível no atendimento e, claro, cobrar por isso um valor justo. Para cada casa, um caso. Tudo depende dos custos operacionais de cada estabelecimento e dos insumos utilizados.

A reserva e pagamento antecipados são fundamental para se precaver de furos e prejuízos. Quando a reserva é feita, garanta o pagamento antecipado. Isso evita uma questão comum de acontecer: pessoas diferentes da mesma família, sem se falar, reservarem mesas em restaurantes distintos na mesma data comemorativa. E aí não telefonam para cancelar.

Menu fechado

A Ceia de Natal é tradicionalmente conhecida pela fartura e... desperdício! Nesse sentido, a orientação é buscar o equilíbrio e apostar no formato do menu fechado, oferecendo ao cliente no mínimo três tipos de opções de pratos principais, além de entradinhas e sobremesas mais variadas e típicas da temporada. O serviço tem quatro tempos, com entrada, primeiro prato, segundo prato e sobremesa – tudo utilizando matérias primas típicas de Natal, mas preparadas de uma forma diferente. Além disso, o menu fechado é uma grande vantagem logística. Além disso, o menu fechado é uma grande vantagem logística.

Logística

Uma vez que as reservas já estão todas confirmadas (e o pagamento feito), o restaurante evitará surpresas e contratempos, podendo deixar tudo praticamente pronto. Então é bem mais fácil de organizar, não tem a pauleira conforme os pedidos são feitos. Já é possível saber quantas mesas são, quantas pessoas por mesa e quais têm adaptação no prato. Dica: quando o cliente confirmar a reserva, não esqueça de anotar as possíveis observações. Por exemplo: se o cliente não come peixe ou frutos do mar, se tem alguma alergia ou intolerância a algum ingrediente ou tipo de comida.

Decoração e experiência

Vale a pena o esforço de criar um menu exclusivo para a noite, caprichar na decoração e até na trilha sonora, afim de garantir uma experiência completa aos clientes. O investimento compensa. Segundo vários empresários do ramo, o faturamento da Ceia de Natal é de 50% a 70% superior a uma boa noite de movimento no ano. Além de posicionar o estabelecimento como endereço de boas experiências, cada vez um ativo mais valorizado pela clientela de bom gosto.

Harmonização

Já que a palavra da vez é experiência, outra ideia é sugerir a harmonização das bebidas de acordo com cada tipo de comida, em que cada prato vem com uma bebida pensada especificamente para acompanhá-lo. Fique atento para adaptar aquelas pessoas com restrições alimentares, como os vegetarianos.

Capriche no menu e nos detalhes da experiência

Outra forma de manter o restaurante cheio na Ceia de Natal é respeitar a tradição da data nos ingredientes típicos, mas variando as receitas. Nunca repita o menu. Todo ano, inove com pratos autorais e detalhes inéditos. Afinal, quem não curte uma boa surpresa? Um mimo no final da noite, como um presente, uma lembrança customizada da própria casa, pode ser aquele algo mais.

Motivação dos funcionários

E como fazer para tirar um sorriso do rosto dos funcionários e fazer com que a equipe trabalhe de bem com a vida em plena noite de Natal? A compensação de data ou até mesmo um dinheirinho extra, podem ser uma boa saída, ao trocar a data por outra menos relevantes como Carnaval e Ano Novo, respeitando, é claro, a legislação trabalhista. Além disso, invista na festa de fim de ano da firma e na troca de presentes em uma cerimônia de amigo secreto. Ações que podem estimular a motivação por meio do envolvimento e da valorização.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Gastronomia

Bares, Restaurantes e Boates para curtir no sábado à noite em Goiânia

Larga o Netflix e vai se divertir com os amigos


+ Gastronomia

Bares em Goiânia que reúnem feijoada, cerveja e samba

A feijoada é uma paixão e prato quase obrigatório para o almoço de sábado dos goianienses


+ Gastronomia

10 lugares para tomar caldo e se aquecer nos dias frios em Goiânia

Faça chuva ou faça sol: caldo é bom e gostoso a todo momento e em qualquer lugar


+ Gastronomia

10 cafeterias em Goiânia para você se sentir na Europa

Uma listinha com achadinhos para que nos dias frios você se sinta em Londres



+ Gastronomia

Goiânia ganha novo espaço inspirado nos 'inferninhos' de São Paulo

A casa não é boate, bar ou lounge: com pegada urbana, Esconderijo é diferente de tudo o que você já viu em Goiânia


+ Gastronomia

3 receitas de panetones caseiros e econômicos para explorar a criatividade neste natal

Pare economizar neste natal, o panetone caseiro é a melhor opção de aproveitar essa comida sem gastar muito


+ Gastronomia

Confraria das Republikahs

O casarão no alto do Setor Bueno reúne bistrô, café e espaço para eventos no mesmo lugar


MAIS LIDAS DE HOJE

+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.