10/12/2019 18:32
Curiosidades / Histórias

Violinista de Goiás é selecionada para participar de festivais internacionais de música

Vida Altoé é a primeira instrumentista, tanto da Escola de Música e Artes Cênicas (EMAC) da UFG quanto da OSJGO, a ter a oportunidade de participar desses renomados festivais

Bianca
por Bianca Stephania

A violinista da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJGO), Vida Altoé, tem se destacado na sua carreira profissional. Recentemente ela foi selecionada para participar de dois festivais internacionais de música nos Estados Unidos: o POI Invoice (Premier Orchestral Institute) do Programa Master Camerata, que acontece de 03 a 08 de junho 2019, em Jackson, no Mississipi (EUA) e o Summer Music Institute, em Albuquerque, na Universidade do Novo México (UNM), também nos EUA, de 25 de maio a 01 de junho deste ano.

Vida Altoé Pimenta tem 21 anos de idade e começou a estudar música aos 4 com o pai. A partir dos 13 anos descobriu sua paixão e habilidade com o violino e começou a estudar o instrumento. Desde 2017 atua como violinista da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJGO) do Itego em Artes Basileu França. Atualmente está concluindo o curso de Bacharelado em Instrumento Musical (Violino) na Escola de Música e Artes Cênicas (EMAC) da Universidade Federal de Goiás (UFG), na classe do professor Luciano Pontes.

f18b48671afa5857dc3cb6d962c06310.jpegFotos: Alexandre Guimarães

Segundo ela, o artista no Brasil enfrenta muitos desafios no dia a dia, como a falta de incentivo do governo, por exemplo, mas o amor pela arte precisa prevalecer. “Quando a gente consegue alcançar um objetivo almejado, mesmo com todas as dificuldades, é uma superação muito grande chegar onde você sempre sonhou e alcançar o que poucos alcançam”, enfatiza.

“Quero muito ir para esses festivais, aproveitar e aprender muito porque os professores de lá são muito bons, além de ser uma oportunidade para fazer contatos e abrir portas para o futuro. Assim que terminar minha graduação em música pretendo fazer um mestrado nos Estados Unidos ou na Europa”, observa a violinista Vida Altoé.

Para custear as despesas com visto, hospedagem, alimentação, passagens e outras taxas para participação nos festivais, a aluna criou um canal (vaquinha online) para que as pessoas possam contribuir e ajudá-la a realizar este sonho. Acesse e ajude clicando aqui.

Fotos: Alexandre Guimarães

Notícias sobre:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Curiosidades

17 maiores salários das estrelas de Hollywood em 2019

Inegavelmente, a sétima arte foi uma das maiores locomotivas econômicas desse ano


+ Curiosidades

Sabrina Sato mostra o lado real da maternidade e admite: 'Não é tudo maravilhoso'

Sabrina fala da perda de apetite sexual após maternidade mas garante que o relacionamento vai bem


+ Curiosidades

Ouvir música pode reduzir estresse de quem está começando a dirigir, diz estudo

Estudo brasileiro, conduzido por pesquisadores da Unesp, incluiu apenas mulheres recém-habilitadas


+ Curiosidades

Pessoas que mais te irritam são as que mais se parecem com você, revela estudo

‘Tudo que incomoda você sobre outros seres é apenas uma projeção do que você não resolveu em si mesmo’


+ Curiosidades

Zeca Pagodinho pode substituir Roberto Carlos no especial de fim de ano da Globo: Será?

A sugestão foi dada no Twitter e até o próprio Zeca se animou com a ideia


+ Curiosidades

HaTuna ou HaKuna Matata: Qual é a expressão correta Pumba?

Entenda o que significa a frase africana que nasceu muito antes do filme O Rei Leão


+ Curiosidades

Goiano cria a nova febre do WhatsApp: os grupos de imitação

Só podia ser de Goiânia, né!


+ Curiosidades

Do tráfico ao time do Goiás: Conheça a história de Michael, o atacante destaque do Brasileirão

'Passa um filme na minha cabeça, eu não era nada', diz o jovem


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.