20/10/2018 22:32
Turismo / Turismo em Minas Gerais

4 bate e volta obrigatórios, saindo de Uberlândia, para quem não quer ficar em casa no fim de semana

Os destinos contemplam cidades próximas, com diversos atrativos turísticos

img
Adelina
por Adelina Lima

'Viajar mais' é uma das promessas presente nas listas de projetos que fazemos para o novo ano. Mas depois que a rotina de compromissos pessoais e profissionais diminui o nosso tempo, a promessa acaba sendo adiada. Para você não prolongar os planos de viagem e colocar logo o pé na estrada, selecionamos 4 lugares para curtir no fim de semana. A ideia é aproveitar os destinos nos arredores que permitam curtir um final de semana diferente pelo menos uma vez por mês.

Em Minas Gerais
1. Uberaba (Peirópolis) (a 134km de Uberlândia via BR-050)

O que era para ser apenas um local de exploração de calcário, tornou-se um dos cartões postais de Uberaba, no Triângulo Mineiro. A descoberta de fósseis no vilarejo de Peirópolis, conseguiu elevar o lugar a um dos principais centros paleontológicos do país. Em Peirópolis foram encontrados diversos tipos de fósseis desde moluscos e vegetais aos vertebrados, com data estipulada de aproximadamente 72 milhões de anos e em excelente estado de conservação.

Entre os vestígios encontrados há uma carapaça quase completa de uma pequena tartaruga, além de pequenos lagartos, iguanas e crocodilos. Por isso, sua maior atração é  o museu com um rico acervo de fósseis de dinossauros. Seu interior conta com painéis explicativos sobre a evolução da vida e dioramas que reconstituem os cenários da vida e dos animais e vegetais que habitaram a região de Uberaba há milhões de anos. A instalação fica no prédio da antiga estação ferroviária, construída em 1889, em estilo inglês.

O passeio é ideal para adultos e crianças que encontram num lugar histórico muito conhecimento, lazer e diversão.

Horário de visitação: terça a sexta das 8h as 17h e sábado, domingo e feriados das 8h as 18h.

Localização: BR 262 km 784, Uberaba, Bairro de Peirópolis.

Contato: (34)3338-1526.



2. Conceição das Alagoas ( a 167km de Uberlândia via BR-050)

A cidade de Concei­ção das Alagoas vem se destacando como op­ção de turismo rural do Triângulo Mineiro. O município recebeu esse nome devido à Nossa Senhora da Conceição e ao grande núme­ro de lagoas existentes no local. O município também é repleto de pontos turísticos que guardam a história do lugar. Quem visita Concei­ção das Alagoas tem oportunidade de co­nhecer antigas cons­truções e artesanatos além do garimpo das artes, Ubatã Thermas, Casa da Cultura e do Artesão, chácara José Borges da Silva, Igre­ja Santa Rita e Usina Volta Grande. Dentre as cachoeiras, os des­taques são as do Coe­lho e Nelfim.

Cachoeira do coelho/Foto reprodução internet 

Em Goiás:
3. Caldas Novas ( a 174km de Uberlândia via GO-139)
O conjunto formado pelas águas quentes e a ampla infraestrutura de lazer tornaram Caldas Novas e Rio Quente, em um dos principais polos turísticos do Brasil. Hotéis, parques temáticos e resorts de ambas as cidades exploram piscinas e fontes de águas naturalmente aquecidas (37°C), reforçadas por atividades recreativas, que atraem milhões de turistas todos os anos. Entre os pontos mais conhecidos está o parque aquático Hot Park, que fica no complexo de diversão do Rio Quente Resorts e tem atrações como toboáguas radicais e até uma praia artificial – na qual é possível, inclusive, aprender a surfar. Tudo isso em pleno Cerrado, a mil quilômetros do oceano. É um destino único, capaz de encantar crianças e entreter os adultos.

Existem três principais parques aquáticos em Caldas Novas: Water Park, Di Roma Acqua Park e Lagoa Termas Parque. Outro atrativo é o Parque Estadual da Serra de Caldas Novas, com duas trilhas que levam a pequenas quedas-d’água boas para um banho frio – para quebrar a rotina das águas quentes. Lá, placas identificam as espécies vegetais típicas do Cerrado.

Foto: Lagoa Quente de Pirapitinga (Lagoa Thermas Clube)

Veja também: O que fazer em Caldas Novas em 48 horas

4. Morrinhos  ( a 217km de Uberlândia via BR-452 e BR-153)
Morrinhos é uma cidade centenária, mas guarda pouco de sua arquitetura colonial com alguns casarões e outros edifícios representativos do seu patrimônio histórico (parte velha da cidade), com destaque para a velha Cadeia Pública tombada recentemente pelo IPHAN, e que foi transformada no ano de 2004 em museu municipal (Museu Antônio Corrêa Bueno).

Nos arredores da cidade, a Prefeitura de Morrinhos mantém o Parque Ecológico Jatobá Centenário (o nome do parque foi escolhido através de um concurso realizado, onde a ideia surgiu devido a existência de uma árvore de jatobá, que segundo pesquisadores, possui mais de 100 anos), com 18 alqueires de área, cerca de 2.100 metros de trilhas, pequena cachoeira, animais e árvores classificadas e identificadas com seu nome científico. Em média, o parque recebe 10 mil visitantes todo semestre, que vão ao local a fim de conhecerem mais sobre o cerrado nativo da região (Tropical Savana), preservado no parque.

Morrinhos também possui várias praças e áreas de lazer, como a Praça do Cristo Redentor (estátua de 27 metros que fica um dos mirantes da cidade, o Morro da Cruz), que tem a sua volta excelente espaço para a prática de cooper e outros exercícios físicos. Recentemente foi construída na praça, uma cascata artificial, que tem chamado ainda mais a atenção dos visitantes. Todos os Domingos, a partir das 16 horas, funciona na praça do Cristo a Feira do Artesanato, onde os visitantes podem conhecer um pouco do trabalho dos artistas morrinhenses. A cidade ainda possui outras importantes praças como a Praça Walter Aquino (W.A.), a Praça Dr. Raul Nunes ou Praça da Fonte Luminosa, a Praça Padre Primo Scussolino (onde se localiza a Biblioteca Municipal e o Parquinho), a praça Rui Barbosa ou Praça da Rodoviária e a Praça Monte Castelo ou Praça do Mercado.

Veja também: 10 razões para você se apaixonar por Morrinhos (GO)

Foto capa: PMCA

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Turismo

Conheça um complexo com quedas d’água, piscinas naturais e trilhas a poucas horas de Uberlândia

O espaço é ideal para quem busca tranquilidade, mas não dispensa uma aventura


+ Turismo

15 lugares para explorar e se sentir um turista no Triângulo Mineiro

A região é um expoente para o ecoturismo e turismo de aventura


+ Turismo

Cachoeiras, trilhas e conexão com a natureza em um rancho ideal para descansar próximo a Uberlândia

Lugar oferece aconchego e tranquilidade para quem deseja fugir da rotina


+ Turismo

Conheça a 'Capadócia Mineira' e curta incríveis vôos de balão a poucas horas de Uberlândia

Dona de uma beleza de tirar o fôlego, a Serra da Canastra é um destino fascinante em Minas Gerais


+ Turismo

Cachoeira da Argenita atrai quem busca tranquilidade e aventura a pouco mais de 200 km de Uberlândia

A belíssima cascata tornou-se Patrimônio Cultural de Ibiá e sinônimo de preservação


+ Turismo

5 motivos para conhecer a Cachoeira de Mandaguari a 51 km de Uberlândia

O local também é um dos mais procurados por quem curte tirolesa e outros esportes de aventura


+ Turismo

5 bate e volta, nos arredores de Uberlândia, super indicados para quem curte natureza e aventura

Um roteiro para sair do comum e aproveitar sem ter que ir muito longe


+ Turismo

Conheça um santuário natural a poucas horas de Uberlândia, destino é ideal para quem curte aventura

Paraíso Perdido reúne cânions, piscinas naturais e cachoeiras


MAIS LIDAS DE HOJE

+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2018. Todos os direitos reservados.