Descubra qual é a minissérie da Netflix que dividiu opiniões

Fique por dentro da minissérie da Netflix que comoveu alguns e irritou outros

rodrigosouza
Por rodrigosouza
toda luz que nao podemos ver netflix minissérie
Foto: Reprodução/ techtudo

Imagine uma série que, ao mesmo tempo, emociona profundamente algumas pessoas e decepciona totalmente outras. É o caso da minissérie da Netflix “Toda Luz que Não Podemos Ver” (2023).

A ascensão e queda da minissérie

No começo de novembro de 2023, a Netflix lançou uma minissérie de quatro episódios baseada no romance “Toda Luz que Não Podemos Ver”, de Anthony Doerr. A adaptação foi realizada por Steven Knight, roteirista de “Peaky Blinders”(2013), e Shawn Levy, um dos responsáveis por “Stranger Things”(2016). Com nomes tão importantes por trás do projeto, a expectativa era enorme.

Nos primeiros dias após a estreia, a série rapidamente chegou ao topo das paradas da Netflix, atraindo muitos espectadores. No entanto, apesar da popularidade inicial, a crítica não foi tão favorável. Segundo o site Rotten Tomatoes, a série obteve apenas 27% de aprovação dos críticos. Isso foi uma surpresa, considerando o sucesso anterior de Knight e Levy.

A história de “Toda Luz que Não Podemos Ver”

A trama da série se passa durante a Segunda Guerra Mundial e gira em torno de dois jovens cujas vidas se entrelaçam em um cenário de luta pela sobrevivência. Marie-Laure é uma garota cega que foge de Paris com seu pai e se esconde na casa de seu tio. Werner Pfennig, por outro lado, é um jovem alemão que aprendeu tudo o que sabe sobre rádio com o pai de Marie.

Werner precisa usar todo o seu conhecimento contra a Resistência Francesa, mudando completamente seu destino. Com um elenco de peso que inclui Mark Ruffalo e Hugh Laurie, baseado em um romance vencedor do Prêmio Pulitzer em 2015, a série prometia ser um grande sucesso. No entanto, a adaptação acabou decepcionando muitos críticos e espectadores.

Reações mistas

A crítica internacional não poupou a série. Helen Trinca, do The Australian, comentou que a série tenta forçar emoções através de melodramas e uma trilha sonora exagerada. Neely Swanson, do Easy Reader, criticou a narrativa, dizendo que Knight e Levy tornaram a história monótona. Já Andrew Murray, do The Upcoming, elogiou os visuais e os atores, mas considerou a adaptação decepcionante e sem aquele brilho esperado.

Apesar das críticas negativas, muitos espectadores gostaram da série da Netflix. No Rotten Tomatoes, a aprovação do público é de 81%, com muitos descrevendo-a como uma história emocionante, repleta de tragédia e inspiração. Comentários positivos são comuns entre os fãs, apesar de tudo.

“Toda Luz que Não Podemos Ver” é um exemplo perfeito de como uma série pode dividir opiniões. Enquanto a crítica não foi generosa, muitos espectadores encontraram valor na história e na produção. A melhor maneira de formar sua própria opinião é assistir e decidir por si mesmo. Com apenas quatro episódios, é uma série que pode ser facilmente vista em uma tarde.

Confira também:

Conheça o novo reality musical da Netflix

Esse filme de faroeste com Kevin Costner é considerado um dos melhores de todos os tempos

Este filme de roer as unhas é o mais assistido do momento na Netflix

Quer receber nossas notícias e dicas de turismo, gastronomia e entretenimento em primeira mão? Siga o Curta Mais no Instagram: @guiacurtamais e nas outras redes sociais, você também pode entrar em nosso canal do WhatsApp clicando aqui.