Descubra os mitos sobre café e vinho que você (provavelmente) ainda acredita

Fique por dentro dos mitos sobre café e vinho que muita gente ainda acredita que são verdadeiros

rodrigosouza
Por rodrigosouza
mitos sobre café e vinho ciência
Foto: Reprodução/ novamulher

Costumamos ser bombardeados com uma enxurrada de informações sobre alimentos e bebidas que supostamente fazem bem à saúde. No entanto, as opiniões dos especialistas mudam o tempo todo. O café e o vinho tinto são duas dessas bebidas que geram muitas discussões.

Café com ou sem açúcar?

Uma pesquisa publicada na revista Annals of Internal Medicine revelou que tanto o café com açúcar quanto o café puro estavam associados a um menor risco de morte. Quem tomava café sem açúcar tinha um risco de morte entre 16% e 21% menor. A melhor notícia foi para aqueles que bebiam três xícaras de café por dia.

Mudança de perspectiva

No passado, muita gente achava que o café fazia mal à saúde. Contudo, essa visão mudou. Esther López-García, especialista em medicina preventiva, explica que desde 2003, estudos em larga escala mostraram que o consumo regular de café não é prejudicial e pode até prevenir doenças como diabetes tipo 2 e acidentes vasculares cerebrais.

Café e longevidade

Aquela fumegante xícara de café pela manhã pode fazer mais do que apenas te acordar. O recente estudo publicado na Annals of Internal Medicine mostrou que beber café regularmente pode estar ligado a uma vida mais longa. Pesquisadores acompanharam quase 200 mil pessoas por 10 anos e descobriram que aqueles que bebiam de 1,5 a 3,5 xícaras de café por dia tinham até 30% menos chances de morrer durante o período do estudo.

Benefícios além da cafeína

Especialistas também sugerem benefícios no consumo de café, incluindo os descafeinados, sugerindo que outros compostos presentes no café e não apenas a cafeína, podem ser benéficos. Esses compostos incluem agentes antioxidantes, como o ácido clorogênico, que ajudam a proteger nossas células contra danos.

Outros benefícios do café

O café também pode ajudar a proteger contra a doença de Parkinson e a Deterioração Cognitiva, além de ser benéfico para a saúde cardiovascular. No entanto, a evidência mais forte é para a prevenção do Diabetes tipo 2.

Vinho tinto e saúde cardiovascular

O vinho tinto sempre foi visto como “a face saudável” do álcool, com muitas pessoas acreditando que um copo de vinho ocasional faz bem ao coração. Estudos anteriores sugeriram que os polifenóis no vinho tinto podem reduzir o risco de doenças cardíacas.

Mas quando o vinho é realmente benéfico?

Miguel Marcos Martín, pesquisador em saúde de Salamanca (Espanha), afirma que, embora alguns estudos sugiram benefícios do álcool para a saúde, muitos outros mostram os efeitos prejudiciais do álcool, mesmo em pequenas quantidades. O vinho contém resveratrol, um antioxidante que pode ter efeitos benéficos, mas seria necessário consumir quantidades muito grandes para ver esses benefícios na prática.

Novas descobertas sobre o álcool

Apesar dessas crenças, um relatório recente da Federação Mundial do Coração (WHF) mostrou que o álcool, na verdade, não faz bem para a saúde cardiovascular. Segundo o documento, o consumo de álcool está relacionado ao aumento do risco de várias doenças cardiovasculares.

Riscos do consumo de vinho

Mesmo beber moderadamente, como uma taça de vinho tinto por dia, por exemplo, pode aumentar o risco de desenvolver câncer e problemas cardíacos, de acordo com um estudo publicado na Revista Científica UNILAGO. Portanto, a recomendação atual é consumir a menor quantidade de álcool possível para proteger sua saúde.

É fácil se deixar levar por mitos sobre alimentos e bebidas, especialmente quando ouvimos que algo que gostamos pode ser bom para nós. No entanto, é importante basear nossas escolhas em informações científicas confiáveis.

Conclusões:

Café: um amigo para a saúde

Beber café regularmente pode ser benéfico para a saúde, desde que sem exageros e sem adição de muito açúcar. Ele é rico em antioxidantes que ajudam a prevenir diversas doenças.

Vinho: cuidado com o excesso

O vinho tinto, embora tenha alguns compostos benéficos, deve ser consumido com muito cuidado. O álcool, em qualquer forma, pode ser prejudicial, e a moderação é essencial.

Em resumo, aproveite seu café da manhã sabendo que ele pode te ajudar a viver mais, mas pense duas vezes antes de abrir aquela garrafa de vinho diariamente. Sua saúde agradece escolhas informadas e moderadas.

Veja também:

Lata, garrafa ou copo? Descubra a melhor forma de beber cerveja

20 curiosidades sobre o vinho que você provavelmente não fazia ideia

Descubra qual é o vinho preferido do brasileiro

Quer receber nossas notícias e dicas de turismo, gastronomia e entretenimento em primeira mão? Siga o Curta Mais no Instagram: @guiacurtamais e nas outras redes sociais, você também pode entrar em nosso canal do WhatsApp clicando aqui.