Conheça a primeira estudante de Goiás a representar o Brasil em conferências da ONU em Harvard

Hellora Beatriz Lima de 17 anos, estuda em Aparecida de Goiânia, e se destaca como ativista e líder nas questões sociais

Mariane Faz
Por Mariane Faz
Conheça primeira estudante de Goiás escolhida para representar o Brasil em conferências da ONU em Harvard
Foto: Arquivo Pessoal/@thehellora

Hellora Beatriz Lima, uma estudante de 17 anos, está prestes a viver um capítulo marcante em sua trajetória educacional. Ela foi a primeira estudante de Goiás escolhida para representar o Brasil em simulações de conferências da Organização das Nações Unidas (ONU).

Os eventos acontecem nas prestigiadas universidades de Harvard e Yale, nos Estados Unidos.

Hellora se destaca não apenas por sua dedicação aos estudos, mas também por seu comprometimento como ativista e líder em causas sociais.

Aluna do Colégio Araguaia, em Aparecida de Goiânia, desde o 6º ano, ela compartilha seu entusiasmo ao realizar um sonho que vai além de suas próprias aspirações.

“Acho que mais do que um sonho meu, é um sonho de todas as pessoas ao meu redor. Depois que comecei essa mobilização, todo mundo começou comigo também. E isso se tornou o sonho dos meus pais, dos meus amigos, das minhas irmãs”, comemora a estudante.

 

Conheça primeira estudante de Goiás escolhida para representar o Brasil em conferências da ONU em Harvard

Foto: Arquivo Pessoal/@thehellora

Hellora Lima embarcará para os Estados Unidos pela primeira vez na sexta-feira (12), uma experiência que marca não apenas sua participação nas simulações da ONU, mas também seu primeiro voo de avião.

“O que a gente faz dentro dessas simulações é representar uma nação, e a gente faz o que um diplomata faz quando ele vai para a ONU representando o Brasil. Ele debate uma questão, expõe o ponto de vista do seu país, baseado nas relações internacionais”, explica Hellora.

 

Mais sobre a primeira estudante de Goiás a representar o Brasil em conferências da ONU

A jovem estudante, autodidata no inglês, aprimorou suas habilidades de crítica e liderança por meio de projetos sociais e voluntariado. Hellora é reconhecida por seu engajamento em diversas questões sociais.

Em 2022, fundou a ONG “Nós Por Elas” para combater a pobreza menstrual em comunidades carentes. Além disso, preside o clube Girl Up no Brasil, movimento que capacita, inspira e conecta meninas para serem líderes e ativistas pela igualdade de gênero.

Nas últimas eleições, Hellora mobilizou 90 mil jovens para tirarem o título de eleitor por meio do projeto “Seu Voto Importa”.

Nas simulações em Harvard e Yale, ela abordará temas cruciais: mulheres em situação de crise climática e a desigualdade salarial para mulheres no mercado de trabalho.

Hellora foi aprovada nos programas Harvard Model United Nations e Yale Model United Nations, sendo selecionada em ambas as categorias.

Os programas são umas das conferências mais exclusivas do circuito universitário. Todos os anos, delegados de todo o mundo vão a Boston para discutir questões internacionais urgentes e defender as suas posições com paixão.

Eles aprendem a negociar com outras pessoas de opiniões diferentes e a colaborar com representantes que pensam da mesma forma. Eles trabalham juntos em propostas políticas e programas detalhados, a fim de resolver questões globais importantes e urgentes sobre uma ampla gama de tópicos.

Esses programas proporcionam simulações de atividades de relações internacionais, onde estudantes do ensino médio assumem os papéis de líderes mundiais e decisores internacionais, adquirindo conhecimentos sobre o funcionamento das Nações Unidas.

Hellora Lima, ao falar sobre seus objetivos, destaca:

“Meu objetivo é ocupar lugares de decisão e inspirar mais garotas a fazerem o mesmo.” A jornada dela, marcada pelo compromisso com a transformação social, promete inspirar jovens em todo o Brasil a buscarem oportunidades e acreditarem no impacto positivo que cada um pode causar no mundo.

Harvard

Fundada em 1636 na cidade de Cambridge, Harvard é a mais antiga e conhecida universidade dos Estados Unidos e uma das instituições que foram a famosa Ivy League. Inicialmente chamada de New College, ganhou seu nome icônico três anos após a fundação, em uma homenagem a John Harvard, um de seus primeiros benfeitores.

A instituição está localizada em uma área de forte presença universitária nos arredores de Boston, onde também ficam o MIT, a Tufts University e a Boston University. Com tantas universidades, a região conta com muitos estudantes estrangeiros vindos de todo o mundo e uma vida social agitada. Afinal, só em Harvard são mais de 25 mil alunos.

Com foco na promoção do ensino universal, Harvard é uma das criadoras da plataforma de ensino online edX, junto ao MIT. Atualmente, a iniciativa conta com aulas e cursos gratuitos de mais de 71 áreas do conhecimento.

 

Yale

A Universidade Yale — a 3ª instituição de ensino superior mais antiga dos Estados Unidos — está constantemente entre as 20 melhores do mundo, segundo os principais rankings universitários em 2022. A sua origem remonta à década de 1640, quando clérigos coloniais queriam criar uma faculdade para preservar a tradição da educação liberal europeia.

Sua fundação, de fato, aconteceu em 1701. A instituição hoje integra a Ivy League (grupo que reúne as oito universidades de mais prestígio dos EUA) e se localiza na cidade de New Haven, no estado de Conneticut, no nordeste dos Estados Unidos.

Passaram pela universidade cinco ex-presidentes americanos (dentre eles George Bush pai e filho, e Bill Clinton), além de dezenas de líderes mundiais e mais de 60 ganhadores do prêmio Nobel.

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? Basta clicar aqui e entrar no canal do WhatsApp do Curta Mais.