Conheça 3 dicas essenciais para se proteger dos robôs do Jogo do Tigrinho

Saiba como se proteger dos bots do Jogo do Tigrinho nas suas redes sociais

Kamilly Carvalho
Por Kamilly Carvalho
Jogo do Tigrinho e seus bots nas redes socais como no instagram enfurece usuários
Jogo do Tigrinho (foto:reprodução/internet)

Atualmente, têm surgido inúmeras reclamações nas redes sociais por conta da divulgação de um jogo que se apresenta como uma excelente ferramenta para obter rendimentos adicionais, conhecido como Jogo do Tigrinho ou Jogo do 10. Ele promete multiplicar o valor depositado na conta do participante, mas, além da perigosa diversão, a disseminação do mesmo nas redes sociais tem gerado irritação e até revolta entre alguns usuários. Essa insatisfação não é recente, ainda no final de 2023, o programa de telejornalismo Fantástico exibiu uma reportagem que revelou toda a verdade por trás do, até então, popular e apreciado jogo.

A mecânica que gera essa situação incômoda é simples e rápida, um jogador envia uma mensagem para outro e assim por diante para ganhar bônus dentro do jogo. Dessa forma, esse spam de mensagens se tornar uma corrente viral, mesmo o Jogo do Tigrinho sendo considerado ilegal no Brasil. Essa situação tem enfurecido muitas pessoas, que a todo momento recebem inúmeras mensagens de bots de usuários de fora do Brasil. Os bots são criados por programas automatizados usados para se envolver em redes sociais, eles se comportam de maneira parcial ou totalmente autônoma e costumam ser projetados para imitar usuários humanos.

Essas contas pedem para seguir perfis no Instagram e até mesmo mandam solicitações de mensagens com links do jogo, juntamente com anúncios do mesmo no X (antigo twitter).  Para te ajudar a combater esse inconveniente, o Curta Mais listou alguns meios que contribuem para diminuir a quantidade de bots nas suas redes sociais.

 Medidas de combate:

Para proteger-se e reduzir a irritação causada pela divulgação feita pelos bots do Jogo do Tigrinho, os usuários podem tomar algumas medidas, como:

  1. Bloquear contatos:

Bloqueie os contatos que enviam constantemente a mensagem do jogo nas redes sociais, se eles te incomodam não há porque mantê-los por perto;

     2.Silenciar notificações:

Silencie as notificações das redes sociais para não ver as mensagens e os usuários relacionados ao jogo; 

     3. Denunciar como spam:

Denuncie os usuários e as mensagens recebidas como spam nas plataformas sociais se achar que há intenções prejudiciais.

Esse tipo de jogo de azar traz consequências inimagináveis. Além disso, o envio incessante de mensagens pode ser considerado spam e invasivo por muitos usuários, que se sentem assediados e incomodados com a quantidade de notificações indesejadas recebidas. 

Por mais que essa divulgação pareça inofensiva, algumas pessoas se sentem pressionadas a participar do jogo por conta dela. Mesmo sabendo que isso pode trazer sérios problemas, tanto legais, quanto de segurança e privacidade. Essa situação pode ser causada por medo de não participarem do viral ou parecerem antiquados e fora de época. 

É importante que os usuários estejam sempre atentos aos riscos e tomem medidas necessárias para se protegerem, além de ajudarem a combater a disseminação desse tipo de conteúdo nas redes sociais. Isso é o que os internautas Geovana Gonçalves e Gustavo fazem para melhorar a sua navegação pelas redes. 

Em entrevista, Geovana Gonçalves diz como se sente e se protege ao ser bombardeada pelas mensagens dos bots:

    “Tenho um sentimento de insegurança, já que nunca vou saber se pode ser um hacker tentando ter acesso a minha conta pessoal, querendo coletar os meus dados. Com esse medo, optei nos últimos dias por deixar minha conta no Instagram privada, assim apenas quem eu aceitasse teria acesso a ela, mas mesmo assim continuam me enviando solicitações. Quando enviam bloqueio essas contas que me enviam solicitações e denuncio como spam também.” 

Já o usuário Gustavo critica a má conduta da empresa Meta na falta de intervenção nessa situação.

Acho frustrante não haver nenhum tipo de movimentação por parte das redes sociais para bloquear esses spams, principalmente da Meta, pois atualmente há um movimento gigante de contas pedindo solicitação de amizade no Instagram e também adicionando em grupos no WhatsApp. O usuário precisa passar tempo bloqueando as contas e tentando mexer nas configurações para diminuir esse incômodo.”

Em nota oficial enviada a veículos de imprensa, nesta semana, a Meta, empresa responsável pelo Facebook, Instagram e WhatsApp, alegou que existe um esforço interno para impedir a reprodução de conteúdos que enganem os usuários de suas plataformas. Disseram ainda que sabem que o conteúdo que está sendo bombardeado, cria uma experiência negativa e prejudica a interação das pessoas em suas comunidades. A empresa ainda reforça que é essencial fazer a denúncia de perfis que podem estar violando as políticas da plataforma.

Entre todas as dicas dadas ao longo dessa matéria, talvez a principal seja: Evite participar do jogo! A melhor forma de não gerar problemas é simplesmente não participar do jogo, além dele ser ilegal, é fato que prejudica a vida financeira e saúde mental dos usuários.

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? Basta clicar aqui e entrar no canal do WhatsApp do Curta Mais.