Eric Clapton confirma retorno ao Brasil em 2024

Conhecido como o “Deus da Guitarra”, Clapton ficou cerca de uma década longe dos palcos brasileiros

Julia Macedo
Por Julia Macedo
Snapinsta.app 399944380 860532688873791 5604755700512132853 n 1080

Dono de hits como “Let It Rain” e “Layla”, o guitarrista britânico Eric Clapton anunciou na segunda-feira (4) que retornará ao Brasil no próximo ano, em 2024, dessa vez com sua turnê em comemoração aos 60 anos de carreira. Após mais de uma década longe do caloroso público brasileiro, Clapton desembarca em cidades como Curitiba (24 de setembro), Rio de Janeiro (26) e São Paulo (29). 

Suas apresentações contarão ainda com a abertura de Gary Clark Jr, guitarrista vencedor do Grammy. A pré-venda, exclusiva para clientes Santander, começa já na próxima segunda-feira, 11 de dezembro. Para o público geral, os ingressos serão vendidos no dia 13 de dezembro, por meio da plataforma Live Pass.

Os valores variam entre as cidades. O show em Curitiba, que ocorre na Ligga Arena, tem ingressos que vão de R$225 a R$1,2 mil. No Rio, a apresentação marcada na Jeunesse Arena é vendida por preços que variam de R$230 a R$1,5 mil. Já os ingressos de São Paulo são vendidos por valores entre R$215 a R$1,2 mil, para show no Allianz Parque.

 

Sobre o Eric Clapton

Com 78 anos de talento nas costas, Eric Clapton já foi chamado de tudo. De “Melhor guitarrista de todos os tempos” a “Deus da Guitarra”. Apesar da idolatria aparente dos fãs, sua carreira singular se desenha tanto pela quantidade extensa de produções à qualidade inegável. Clapton é referência para grandes músicos, como Eddie Van Halen.

Seu nome já estampou concertos importantíssimos ao lado de ícones do blues e rock’n’roll. Participou ainda de imponentes festivais de música ao redor do mundo, o que lhe rendeu bons frutos: nome e carreira de sucesso. 

Para ele, o grande lance sempre fora o blues. Se espelhando em artistas como Robert Johnson e MuddyWatters, estudou guitarra sozinho até o ano de 1962, quando se apresentou pela primeira vez em público. De início, tentou a sorte em pequenas bandas até o ano de 1963, quando passou a integrar o Yardbirds, ao lado de Jeff Beck e Jimmy Page, outros dois nomes imponentes no mundo da guitarra.

A banda tinha tudo para ser a carreira de Clapton, mas a mudança do blues para o pop fez com o que o músico deixasse o grupo. No ano de 1965, se mudou oficialmente para o John Mayall & The Bluesbreakers. Mas Clapton também os deixou cedo para formar sua principal banda: Cream, que durou pouco mais de dois anos. 

 

Carreira Solo

Era 1970 quando Eric Clapton mostrou ao mundo seu primeiro trabalho solo, quando lançou a faixa “Layla”, música conhecida por sua beleza e história. A letra carrega uma verdadeira declaração de amor de Clapton à mulher do ex-Beatle George Harrison, Pattie Boyd. 

“Layla significou muito para mim, pois era sobre uma experiência emocional, sobre uma mulher pela qual tive um sentimento muito profundo, mas que não me deu bola”, pontuou Clapton em entrevista à Rolling Stone, no ano de 1974. Depois dos apelos do guitarrista britânico, Pattie cedeu aos seus encantos e os dois viveram um romance. 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar aqui e escolher.