Brasil vai ganhar filial do famoso museu Pompidou de Paris

O museu pode ser erguido nas imediações da entrada do Parque Nacional do Iguaçu

Kamilly Carvalho
Por Kamilly Carvalho
Museu Pompidou em Paris
Fachada do Centro Georges Pompidou, em Paris (foto:reprodução/internet)

O município do Paraná, que abriga as famosas Cataratas do Iguaçu, receberá a primeira unidade da América Latina do famoso e prestigiado Museu Pompidou, de Paris. O tratado feito para trazer uma filial para Foz do Iguaçu foi formalizado por meio de um acordo entre o Governo do Paraná e a instituição francesa. O contrato foi assinado no dia 06 de maio em Paris, pelo governador do Estado Carlos Massa Ratinho Júnior e por Laurent Le Bon, presidente do Centro Georges Pompidou.

O projeto de arquitetura será financiado pela CCR Aeroportos, empresa responsável pela gestão do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. A companhia cedeu um terreno próximo ao terminal para a construção do centro cultural.

Estima-se que o museu seja erguido nas imediações da entrada do Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as famosas Cataratas, e do Parque das Aves, duas das principais atrações turísticas da região. A proposta é que a nova atração de Foz do Iguaçu incorpore elementos da cultura brasileira. 

Museu Pompidou

Centre Pompidou (foto:reprodução/internet)

O Centro Georges Pompidou, em Paris, é mais do que um simples museu de arte, é um complexo cultural dinâmico, ele abriga diversos pontos espetaculares para você se encher de arte e formas de aprendizado. É o principal espaço de Paris dedicado à arte moderna e contemporânea. Lá dentro ainda possui:

  1. Biblioteca; 
  2. Estúdio de escultura;
  3. Cinema;
  4. Espaços para dança e música;
  5.  Áreas para estudos acústicos;
  6. Museu Nacional de Arte Moderna;
  7. Acervo com grandes nomes da arte visual.

Ainda não foi confirmado se a filial brasileira terá todas essas áreas como a original de Paris. 

Projetado pelos renomados arquitetos Renzo Piano e Richard Rogers, o Centro Pompidou foi inaugurado em 1977. A instituição detém um vasto acervo de arte moderna e contemporânea, contando com cerca de 140 mil obras. Dessas, 3 mil estão em exposição permanente, além delas o Pompidou recebe também exposições temporárias.

O museu fechará suas portas a partir de 2025 para um processo de restauração, com duração prevista de cinco anos. Durante esse período, parte da coleção permanente será exibida no Grand Palais, localizado na Avenida Champs-Élysées, que também está passando por obras de restauração.

Além da sede na França, o Pompidou possui filiais em outros países, incluindo Bélgica, Espanha, China e logo terá uma no Brasil.

 

FONTE: Melhores Destinos/ Catraca Livre/ Centre Pompidou

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? Basta clicar aqui e entrar no canal do WhatsApp do Curta Mais.