Distopia de sucesso vai ganhar novo filme para recomeçar a franquia

Estrelada por Dylan O’Brien e Kaya Scodelario, a trilogia distópica que fez sucesso entre 2014 e 2018, promete ganhar um reboot

Luca Sprung
Por Luca Sprung
filme
Reprodução/Internet

Maze Runner, lançado em 2014, é um filme de ficção científica baseado nos livros de mesmo nome, do autor James Dashner. Feito para um público jovem, o longa-metragem mistura ação com uma pitada de romance. Em resumo, em um mundo distópico e pós-apocalíptico, um grupo de jovens é mantido preso por uma empresa em um labirinto mortal, enquanto serve de base para testes que buscam descobrir a cura para um vírus que dizimou a população. 

Suas sequências, Maze Runner: Prova de Fogo, lançado em 2015, e Maze Runner: A Cura Mortal, lançado em 2018, concluíram a trilogia, que apesar de ter perdido um pouco a qualidade, ainda fez muito sucesso com seu público. O final da saga deixou os fãs com um gostinho de quero mais e com a dúvida se a história iria ou não continuar, porque a empresa responsável pelos filmes, a 20th Century Fox, foi comprada pela Disney. 

Apesar dessa mudança, a Disney prometeu continuar algumas franquias da Fox, como Planeta dos Macacos, Alien, Kingsman, Avatar e o próprio Maze Runner. Esse pronunciamento aconteceu em 2019, no evento chamado Cinema Con. Desde então, com exceção de Maze Runner, todas as outras franquias tiveram novos filmes lançados ou, pelo menos, anunciados e com trailers já revelados.

Pelo “andar da carruagem”, como nós goianos gostamos de falar, um novo filme de Maze Runner estaria nos planos da Disney, mas não como uma continuação da trilogia e sim como um reboot (que consiste em reiniciar a história). Segundo as fontes internas, a trama seria apenas ambientada no universo original e manteria alguns aspectos que fizeram sucesso na trilogia de origem, mas seria independente dos filmes antigos. A estratégia é similar à adotada pelo próximo filme de Planeta dos Macacos, “Planeta dos Macacos: O Reinado”, que pretende reiniciar a franquia, conectando-a aos filmes anteriores por meio de uma história com novos personagens situados gerações após os eventos do filme anterior.

Os boatos ainda dizem que Jack Paglen, conhecido por escrever a ficção científica estrelada por Johnny Depp, “Transcendence”, estaria cotado para escrever o roteiro do novo longa. Ellen Goldsmith-Vein e Lee Stollman, da Gotham Group, e Wyck Godfrey e Marty Bowen, da Temple Hill, que produziram os filmes de Maze Runner, estariam de volta para produzir o novo filme. Wes Ball, que dirigiu a trilogia original, também estaria envolvido como produtor.

Agora cabe aos fãs apenas esperar e acreditar na promessa da empresa que, apesar do declínio entre o primeiro e o último filme da distopia, enxergou potencial para uma continuação.

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? Basta clicar aqui e entrar no canal do WhatsApp do Curta Mais.