Marcelo Albuquerque recebe título de cidadão goiano nesta terça-feira (27)

O jornalista e empresário Marcelo Albuquerque recebe nesta terça-feira (27/02), às 19 horas, na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), o Título Honorífico de Cidadania Goiana. A homenagem será concedida em razão dos relevantes serviços prestados por Marcelo à comunicação, ao empreendedorismo, ao entretenimento e à gastronomia. Trata-se da mais alta honraria concedida pelo Legislativo goiano.

CEO do Curta Mais – que é considerada a mais completa multiplataforma de cultura, gastronomia, entretenimento e negócios do Centro-Oeste -, Marcelo nasceu em Vitória (ES) e se mudou para Goiás quando tinha apenas 10 anos. Casado com Andréia Spessatto e pai de dois filhos, o comunicador mora em Goiânia, onde construiu sua trajetória profissional. “Goiás é terra fértil para quem planta a boa semente e trabalha muito. Sou testemunha disso”, afirma.

Marcelo é formado em Administração e Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) e tem MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e em Ciências Políticas pela Universidade Estadual de Goiás (UEG). Sua carreira teve início como apresentador de programas jornalísticos e de entretenimento nas principais emissoras de rádio do Estado.

Por dez anos, Marcelo se destacou como repórter da TV Globo, Record e SBT. Também foi responsável pela coordenação de marketing de diversas campanhas políticas vitoriosas em Goiás. É considerado referência na criação de campanhas de conteúdo para grandes marcas, setor público e entidades de classe.

Para o jornalista, a honraria concedida pela Alego é motivo de alegria, mas, sobretudo, de responsabilidade. “É um momento marcante na minha jornada. Tenho muito amor e gratidão por essa terra que me deu tudo que tenho na vida pessoal e profissional. Só tenho a agradecer por tudo, em especial ao deputado Virmondes e todo o parlamento goiano pela aprovação unanime da minha cidadania goiana. Agora sou, de fato e de direito, goiano do pé rachado”, comemora.

Ao propor a homenagem, o deputado Virmondes Cruvinel ressaltou que Marcelo foi responsável pela fundação de uma das principais plataformas de comunicação em Goiás. “O portal Curta Mais é importantíssimo para a interação de empreendedores dos mais diversos segmentos com o público goiano e, também, de outras partes do País. Marcelo é um comunicador e empreendedor que revolucionou o mercado de negócios em Goiás, especialmente quando se trata de entretenimento e gastronomia”, destacou.

O Curta Mais
Marcelo Albuquerque fundou o portal Curta Mais em 2007. Três anos depois, o jornalista decidiu deixar a promissora carreira na televisão e passou a se dedicar ao negócio. Atualmente, a plataforma reúne mais de 10 milhões de leitores por mês e, além de Goiânia, está presente em Brasília (DF), Gramado (RS), Uberlândia (MG), Uberaba (MG), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ). O portal é, ainda, considerado um dos 20 mais influentes e criativos do Brasil.

Uma das empresas mais inovadoras do mercado, lançou em 2019 a startup Clube Curta Mais, o primeiro clube de benefícios do Brasil especializado em experiência e baseado em curadoria com mais de 50 mil associados. Marcelo realizou missões de trabalho nos lugares mais inovadores do mundo como Vale do Silício, Califórnia (EUA); China em cidades como Hong Kong, Shenzhen, Guangzhou, Hangzhou e Shanghai, além de Dubai durante a Expodubai.

Como forma de fomentar a inovação regional e gerar novas oportunidades de negócios, ele acaba de abrir as portas do Hub Curta Mais. Com investimentos de mais de R$ 5 milhões, o moderno prédio conta com coworking, estúdio de podcast e fotografia, espaço para eventos e cafeteria.

Marcelo Albuquerque, fundador do guia Curta Mais, recebe Título de Cidadão Goiano

No próximo dia 27 de fevereiro, o jornalista e empresário Marcelo Albuquerque será agraciado com o Título de Cidadão Goiano, em uma coincidência marcante, já que a cerimônia ocorre na data de seu aniversário.

A homenagem, proposta pelo deputado Virmondes Cruvinel (União Brasil), foi aprovada por unanimidade na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) e destaca a influência de Marcelo no panorama empresarial goiano, especialmente nas áreas de entretenimento, gastronomia, turismo e cultura.

 

Contribuição de Marcelo Albuquerque e cerimônia do Título de Cidadão Goiano

Marcelo Albuquerque recebe título de cidadão goiano

Foto: Acervo Pessoal/Marcelo Albuquerquer

O deputado Virmondes Cruvinel ressalta que Marcelo Albuquerque desempenha um papel fundamental na revolução do mercado de negócios em Goiás. Ele é fundador do Portal Curta Mais e do HUB Curta Mais, ambos em Goiânia.

“O portal Curta Mais é uma importante ferramenta de interação dos empreendedores desses segmentos com o público goiano e de outras partes do país”, completou o parlamentar.

A cerimônia de concessão do título ocorrerá em uma sessão especial no Plenário do Palácio Maguito Vilela, na sede da Alego, a partir das 19 horas, marcando um reconhecimento público à trajetória de sucesso de Albuquerque.

 

Trajetória profissional de Marcelo Albuquerque em Goiás

Nascido no Espírito Santo, Marcelo Albuquerque veio para Goiás aos 10 anos, onde construiu sua carreira e família.

Antes de se tornar um profissional da área da comunicação, ele engraxou sapatos, vendeu picolé e foi oficce boy em uma rádio de Goiânia.

A partir daí, Marcelo, virou locutor de rádio e a carreira estava só começando…

Graduado em Administração e Jornalismo pela PUC-GO, ele possui MBA em Marketing (FGV) e Ciência Política (UEG).

Sua trajetória incluiu atuação como apresentador de programas jornalísticos e de entretenimento em rádios goianas, além de 10 anos como repórter em grandes emissoras de televisão.

O jornalista também se destacou como consultor de marketing, coordenando campanhas políticas bem-sucedidas e tornando-se referência na criação de campanhas de conteúdo para diversas instituições.

 

Curta Mais e Inovação no Mercado

Em 2007, Marcelo fundou o Curta Mais, consolidando-se como uma das maiores plataformas de entretenimento do Centro-Oeste, com mais de 10 milhões de leitores mensais. Além de ser o guia mais longevo da história de Goiás.

O sucesso ultrapassou as fronteiras de Goiânia, alcançando outras cidades brasileiras. Como Pirenópolis, Brasília, Gramado e Uberlândia.

Além disso, em 2019, Albuquerque lançou a startup Clube Curta Mais, o primeiro clube de benefícios do Brasil especializado em experiências, contando com mais de 50 mil associados.

Recentemente, investiu mais de R$ 5 milhões na criação do Hub Curta Mais, um moderno espaço que abriga coworking, estúdio de podcast e fotografia, espaço para eventos e cafeteria, com o intuito de fomentar a inovação regional e oportunidades de negócios.

O Portal Curta Mais tem relevantes serviços prestados a promoção e qualificação do Turismo em Goiás.

Além disso, o Prêmio Curta Mais de gastronomia e o Festival Gastronômico realizados pela empresa nos meses de janeiro e julho, são responsáveis por movimentar a economia local. Além de divulgar o melhor da gastronomia goianiense.

 

Reconhecimento internacional e atuação

Com uma visão global, Marcelo realizou missões de trabalho em locais inovadores como o Vale do Silício, Califórnia (EUA), China e Dubai.

Atualmente, ele concilia suas atividades como CEO do Curta Mais, CMO da Meliva.ai e realiza palestras sobre inovação, empreendedorismo e marketing.

A concessão do Título de Cidadão Goiano a Marcelo de Albuquerque Mello é mais que uma homenagem. Representa o reconhecimento oficial do impacto positivo de sua trajetória e contribuições significativas para o desenvolvimento de Goiás.

 

Mais sobre Curta Mais e Marcelo Albuquerque

Em 2007 um comunicador capixaba radicado em Goiânia, em viagem pelo Brasil, percebeu que ao mencionar a capital goiana, algumas pessoas de outras regiões demonstravam visões equivocadas, simplistas e até preconceituosas sobre a cidade, que hoje é uma capital próspera em constante desenvolvimento, com relevância nacional, estrutura para receber os mais variados tipos de eventos e um acervo cultural amplo, porém pouco aproveitado/conhecido pela população.

Aí veio a constatação do problema: a falta de uma identidade própria de Goiânia.

Com um projeto de viabilidade em mãos, o idealizador do Curta Mais conseguiu encantar empresas e órgãos governamentais e não-governamentais com a promessa de ser uma injeção de ânimo para a auto-estima do goianiense, e ao mesmo tempo mostrar para quem vinha de fora que, sim, Goiânia pode ser tudo que se espera de uma metrópole (e muito mais!).

Começando com a distribuição da revista Curta Mais – de periodicidade mensal – em pontos estratégicos para os turistas (aeroporto, táxis, Centro de Atendimento ao Turista, rede hoteleira e outros estabelecimentos parceiros), o Curta Mais passou a movimentar o comércio da cidade.

Estimulou a injeção de dinheiro novo todos os dias, fazendo com que os visitantes saíssem dos quartos de hotel para curtir a cidade e garantindo, em parceria com empresas selecionadas cuidadosamente, que sua experiência fosse inesquecível.

Com o “boom” das mídias sociais, passamos a dialogar com o público diariamente, sempre com conteúdo factual, imediato e surpreendente.

Mais recentemente veio o aplicativo Curta Mais, que os deixa ainda mais próximos dos seguidores e possibilita que cumpramos com ainda mais assertividade da missão principal: promover boas experiências todos os dias, seja para quem vem a passeio, trabalho ou mora em Goiânia, e carece de novidades e entretenimento.

Um grupo de comunicação especializado em desenvolver soluções criativas e inovadoras para facilitar a vida das pessoas. Curta Mais é serviço de utilidade para quem mora e para quem visita a cidade. Uma plataforma multicanais que conecta pessoas, cidades e marcas!

 

Para conhecer mais sobre o Curta Mais, entre em contato:

Endereço: Rua 9, n° 1855, Setor Marista, Shopping Bougainville, Piso G1.

Telefones: (62) 33091-3399 | 3091-0505

Horário de atendimento: das 10h às 19h

Comercial: [email protected]

Editorial: [email protected]

Goiás terá concurso público com salário de até R$16 mil

O estado de Goiás está preparando um concurso público com 300 vagas para o cargo de analista técnico de infraestrutura na Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), com salários de até R$ 16 mil. A previsão é que o edital seja lançado ainda este ano, conforme anunciado pelo governador Ronaldo Caiado.

O novo cargo foi estabelecido pela Lei Estadual n° 22.448, sancionada pelo governador, e tem como objetivo garantir a continuidade e a qualidade das políticas públicas de infraestrutura em Goiás. Segundo a Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), o cargo contará com um plano de carreira que definirá as regras para ingresso, desempenho, desenvolvimento e evolução funcional dos servidores.

Requisitos e remuneração

Para participar do processo seletivo, será necessário possuir graduação em curso superior. A remuneração para o cargo varia entre R$ 5.646,35 e R$ 16.392,48, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, que poderá incluir dias úteis, sábados, domingos e feriados, em períodos diurnos e noturnos.

Andamento do concurso

A Secretaria de Estado da Administração de Goiás informou que, embora ainda não haja uma data definida para o concurso, a comissão organizadora já está constituída e o processo encontra-se na etapa de contratação da banca que realizará a seleção. A previsão é que o resultado seja homologado até o final de 2024, com convocações escalonadas ao longo dos próximos dois anos.

 

Novidade! Goiás lança passaporte para turistas documentarem suas viagens no estado

No próximo dia 22 de novembro, das 8h às 13h, a Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (ALEGO), apresenta uma novidade empolgante para os amantes de viagens. O “Passaporte do Turismo Goiano” permite aos viajantes documentar suas viagens no estado.

O documento é ilustrado com fotos dos atrativos turísticos das onze regiões que abrangem os 95 municípios do Mapa do Turismo Goiano. No formato padrão de um passaporte, o documento oferece espaços para anotações das visitas, incluindo data e assinatura da pessoa que recebe o turista.

3e262c9df12264a9295b474818687288.jpg

Capa do Passaporte do Turismo Goiano. Foto: divulgação/ALEGO

Além de ser uma lembrança personalizada de cada visita, as informações registradas nas visitações serão compiladas para gerar dados estatísticos. Esses dados serão essenciais para orientar futuras ações de promoção do turismo em Goiás.

Se você é um entusiasta de viagens e está em busca de uma forma única de documentar suas aventuras em Goiás, o “Passaporte do Turismo Goiano” promete ser um companheiro inseparável em suas futuras explorações pelo estado.

 

Lançamento do Passaporte

O evento de lançamento contará com a participação de instituições públicas e privadas, empresários do setor turístico e profissionais ligados à cadeia de serviços, incluindo representantes da hotelaria, agentes de viagens e guias turísticos. 

O Fórum, com o tema “A Força das Parcerias nas Entregas do Turismo Goiano”, tem como objetivo apresentar um balanço das atividades de 2023, destacando a parceria entre a Comissão de Turismo, Goiás Turismo, Sebrae, CETUR e as Regiões Turísticas que compõem o Mapa do Turismo Goiano.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Agência de Notícias Cora Coralina

Conheça João, o cachorro que trabalha na Assembleia Legislativa de Goiás

A Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) surpreendeu a todos ao contar com um novo funcionário bastante especial. João, um simpático cachorrinho vira-lata, conquistou o coração do presidente da Alego, deputado Bruno Peixoto, e se tornou um servidor exemplar na casa legislativa.

De acordo com o deputado Bruno Peixoto, João é o símbolo da política pet friendly da Alego e possui um crachá como identificação. O cãozinho está sempre presente nas dependências do parlamento e agora foi oficialmente adotado. Além disso, João recebeu todas as vacinas necessárias, além de vermífugo, anti-pulgas e anti-carrapatos.

Bruno Peixoto expressou sua honra em ter João como parte da equipe da Alego, destacando que não há limites para a participação e engajamento, independentemente da espécie. Como servidor exemplar, a missão de João é alegrar os dias de todos que passam pela Casa de Leis com carinho, companhia e alguns latidinhos.

A iniciativa de adotar um cão como funcionário exemplar na Assembleia Legislativa de Goiás reflete uma postura mais inclusiva e acolhedora por parte do legislativo. A política pet friendly promove o bem-estar animal e demonstra a importância de tratar os animais com respeito e dignidade.

Nos comentários das postagens sobre João nas redes sociais, é possível notar uma grande quantidade de mensagens de incentivo e elogios. A presença do cachorrinho na Alego tem sido muito bem recebida por todos, mostrando que essa iniciativa vai além de apenas um gesto simbólico.

 

Confira:

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Reprodução/@brunopeixotooficial

Morre o ex-deputado goiano Francisco Gedda aos 71 anos

Francisco Antônio de Carvalho Gedda, renomado ex-parlamentar que serviu a região sudoeste do estado de Goiás, faleceu na madrugada desta segunda-feira, aos 71 anos. Gedda, que fez parte da 17ª Legislatura na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), deixa um legado inestimável marcado por sua devoção à comunidade goiana. Nascido em Jataí em 15 de setembro de 1951, Francisco Gedda tornou-se uma figura icônica da política regional.

Filho de Antônio Soares Gedda e Doralice Carvalho Gedda, Francisco Gedda era casado com Cyl Miquelina Batista Carvalho Gedda e deixa três filhos: Juliana, Antônio e Francisco. Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), Gedda era advogado de profissão antes de abraçar a carreira política.

Nas eleições estaduais de 2010, Gedda obteve uma expressiva marca de 14.730 votos, assegurando seu mandato na Alego de 2011 a 2015. Membro do então Partido Trabalhista Nacional (PTN), hoje Podemos, Gedda teve uma atuação decisiva na representação de sua região e na articulação política, com participação ativa nos governos de Marconi Perillo (PSDB) e de Alcides Rodrigues (PP).

Antes de se tornar legislador na Alego, Gedda exerceu vários cargos importantes no serviço público, como assessor da Reitoria da Universidade Federal de Goiás (UFG) e da Secretaria de Educação do Estado. Entre 1999 e 2001, foi superintendente de Administração e Finanças da Secretaria de Cidadania e Trabalho. Em 2002, assumiu como superintendente administrativo da Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Habitação.

Um dos maiores destaques de sua carreira foi a melhoria no transporte público durante seu mandato como presidente da Metrobus Transporte Coletivo S/A (2008-2010). Gedda impulsionou a aquisição de seis novos ônibus para o Eixo Anhanguera, modernizou terminais, reformou o piso das plataformas, e priorizou o bem-estar dos funcionários com a construção de um refeitório e a implantação de um consultório odontológico.

Gedda também teve papel de liderança no antigo PFL/DEM em Jataí, presidindo por três mandatos consecutivos, e no PTN em Goiás, hoje Podemos. Deixou um legado de compromisso e dedicação à comunidade goiana.

Nos últimos anos, Gedda lutava contra complicações de um traumatismo craniano após cair de uma escada em novembro de 2014. Nas últimas semanas, uma infecção bacteriana agravou seu estado de saúde, levando a constantes convulsões e, na madrugada de segunda-feira, a três paradas cardíacas que culminaram em seu falecimento.

Em cumprimento a seu desejo expresso, o velório de Francisco Gedda está sendo realizado em Jataí, sua cidade natal, e o sepultamento ocorrerá amanhã, terça-feira, 27, às 10 horas, no Cemitério Municipal da cidade. A Alego e seus parlamentares expressam solidariedade à família e amigos neste momento de luto e prestam suas homenagens a Francisco Gedda. Bruno Peixoto (UB), presidente da Assembleia, assinou uma nota de pesar decretando luto oficial de três dias, conforme consta no Decreto Administrativo nº 3.468, publicado em 26 de junho no Diário da Assembleia.

Maguito Vilela: político transformou Aparecida de Goiânia em referência e deixou legado histórico

Maguito Vilela é uma figura bastante conhecida no cenário político brasileiro. Sua atuação como ex-governador de Goiás e ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, deixou um legado importante para seus habitantes.

Luiz Alberto Maguito Vilela nasceu em 24 de janeiro de 1949 na Fazenda Mateiro, em Jataí. Filho de Nazime Martins Vilela e Joaquim Morais Vilela, foi criado em uma família de sete filhos.

Apaixonado por futebol, aos 17 anos Maguito decidiu tentar a vida de jogador profissional. Em sua terra natal, atuou pelo Jataiense. Foi ali, no campinho de uma pequena cidade do Sudoeste goiano, que seu nome mudou de “Luiz Alberto” para “Maguito Vilela”.

Maguito

Maguito

Em um documentário sobre sua trajetória, desenvolvido pela jornalista Ana Paula Moreira, Maguito contou que era muito magrinho. A torcida gritava por ele como “magrinho, magrin, e até maguin”.

Foi a partir dessas variações linguísticas, inventadas pelo goiano, que ele passou a ser chamado oficialmente de Maguito.

Pouco depois, ingressou na Faculdade de Direito de Anápolis, onde se formou aos 25 anos. Frequentemente, o então advogado escutava da população jataiense que era um bom orador, com talento para a política.

 

Primeiros passos na política

Maguito

Movido pela voz do povo, Maguito se elegeu vereador de Jataí pelo partido Aliança Renovadora Nacional (Arena). Assumiu seu cargo em 1977, no Legislativo municipal, onde permaneceu por seis anos.

Nesse meio tempo, operou funções que passavam até pela presidência da Câmara Municipal de Jataí.

No ano de 1979, Maguito decidiu se distanciar do Partido que sustentava a política da ditadura militar. Filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), foi eleito deputado estadual de Goiás, com posse em 1983.

 

Deputado estadual

Maguito

Com forte influência na política, Maguito chegou à Assembleia Legislativa como vice-líder do PMDB. Pouco depois, foi eleito líder do Governo na Casa. Na ocasião, Iris Rezende atuava como governador pelo estado de Goiás.

“Grande parte da minha caminhada política se entrelaçou com a caminha de Maguito Vilela. […] Eu não tive dificuldade em enxergar nele um potencial político importante”, contou Iris Rezende em um documentário.

 

Deputado Federal

Maguito

Maguito foi eleito deputado federal constituinte por Goiás em 1986. No ano seguinte, tomou posse na Assembleia Nacional Constituinte (ANC).

Naquela ocasião, Maguito assumiu o caro como titular frente à Subcomissão dos Direitos e Garantias Individuais, da Comissão da Soberania e dos Direitos e Garantias do Homem e da Mulher.

Como suplente, assumiu frente à Subcomissão de Garantia da Constituição, Reformas e Emendas, da Comissão da Organização Eleitoral, Partidária e Garantia das Instituições.

Para Maguito, diante daquele processo de redemocratização era importante aderir a propostas mais progressistas e mais avançadas.

Como deputado federal, votou contra a pena de morte, a jornada semanal de 40 horas, a pluralidade sindical, o presidencialismo, a anistia aos micros e pequenos empresários e a desapropriação da propriedade produtiva.

Votou a favor da limitação do direito de propriedade privada, mandado de segurança coletivo, proteção ao emprego contra demissões sem justa causa, turno ininterrupto de seis horas, aviso prévio proporcional, unicidade sindical, direito ao voto aos 16 anos, à soberania popular e nacionalização do subsolo.

Defendeu a estatização do sistema financeiro, com limite de 12% ao ano para juros reais, a legalização do jogo do bicho e o mandato de cinco anos para o então presidente José Sarney.

 

Governo de Goiás

maguito

Ao longo da década de 1990, Maguito foi eleito vice-governador na chapa liderada por Iris. Em 1994, foi eleito governador no segundo turno, contabilizando 1.013.025 votos.

Naquele mandato, investiu na infraestrutura do estado com a pavimentação de rodovias, construção de ginásios de esportes em cidades do interior, e iluminação de propriedades rurais.

Na agricultura, Goiás teve alta nos índices de desenvolvimento durante o mandato de Maguito. O estado passou a ser responsável por 10% de toda a produção nacional de grãos.

Com o objetivo de distribuir cestas básicas para famílias que recebiam até um salário mínimo, desenvolveu o Programa de Apoio às Famílias Carentes em 1995.

Em abril de 1996, seu governo foi colocado à prova quando aconteceu uma rebelião no Centro Penitenciário Agroindustrial de Goiás.

O presidente do Tribunal de Justiça goiano, o desembargador Homero Sabino, foi mantido como refém pelos presidiários.

Segundo dados dos institutos DataFolha (Folha de S. Paulo) e Brasmarket (revista IstoÉ), Maguito Vilela foi eleito o governador mais popular do país, por seis vezes consecutivas.

Em 1998, Maguito decidiu a tentar candidatura no Senado. Apenas em 2002 o político voltou a se candidatar ao Governo de Goiás, mas não foi reeleito.

 

Prefeitura de Aparecida

“O nosso saudoso Maguito foi um líder político gigantesco. Seu legado é incomparável e inspira a muitos, inclusive a mim”, ressaltou o prefeito Vilmar Mariano, durante evento em homenagem a Maguito, em janeiro de 2023.

No ano de 2008, Maguito foi eleito prefeito de Aparecida de Goiânia no primeiro turno, com 81.8% dos votos. Com posse em janeiro de 2009, se manteve no cargo até dezembro de 2016.

Enquanto muitos viam Aparecida como um espaço morto na região metropolitana, ele fazia investimentos em pavimentação, unidades de saúde, e polos industriais e logísticos.

A cidade experimentou um grande salto de desenvolvimento, com um aumento de 500% no número de empresas ativas. Aparecida ganhou destaque nacional na gestão dos recursos públicos.

Maguito

O Índice da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) de Gestão Fiscal apontou a Prefeitura de Aparecida de Goiânia como a 1° no ranking estadual e a 21° no ranking nacional.

Aquele desenvolvimento imponente do município colocou Maguito como vice-presidente da Frente Nacional de Prefeitos.

A força política de Maguito ajudou outras cidades do país que precisavam lidar com a alta vulnerabilidade social. Com sua coordenação frente ao G100, ajudou essas cidades a serem priorizadas nos programas do Governo Federal.

Naquela ocasião, Aparecida recebeu inúmeros benefícios importantes, como a Universidade e o Instituto Federal de Goiás.

Maguito concluiu o segundo mandato com alta aprovação popular, 70%. Muitos aparecidenses clamaram por sua reeleição.

 

Morre Maguito

Maguito

Maguito morreu como prefeito de Goiânia no dia 13 de janeiro de 2021, no Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo. O político havia sido internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em luta contra uma infecção pulmonar, em decorrência do coronavírus.

Imagens: Governo de Goiás

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Hospitais e postos de saúde de Goiás vão distribuir gratuitamente medicamento à base de Canadibiol

Na última terça-feira (14), o Diário Oficial do Estado de Goiás publicou sobre a parceria inédita entre a Indústria Química do Estado de Goiás (Iquego) e a empresa norte-americana Golden CBD+, que comercializa os medicamentos no Brasil e tem uma oferta variada de combinações de canabinóides raros em suas formulações. O acordo envolve a transferência de tecnologia, que vai produzir produtos à base de cannabis medicinal para distribuição pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no estado.

No estado, já tramita um projeto de lei na Assembleia Legislativa de Goiás (ALEGO), para a distribuição gratuita de medicamentos, fitofármacos e fitoterápicos prescritos a base da planta inteira ou isolada, que contenham na composição, fitocanabinóides, como Canabidiol (CBD), Cannabigerol (CBG), Tetrahidrocanabinol (THC), nas unidades de saúde pública estaduais e privadas conveniadas ao SUS. Em Goiânia, já é realidade, a capital possui uma legislação própria aprovada.

Segundo Diony Melo, médico especialista em cannabis medicinal, o intuito é fazer com que a população do estado de Goiás e dos outros órgãos públicos, seja de esfera estadual, municipal ou federal, possam ter os medicamentos à base de canabidiol via SUS.

“Inicialmente, serão disponibilizados de imediato para comercialização os seguintes produtos: Full Spectrum Canabidiol 100mg/ml (3000mg/30ml) – Solução Oral e Full Spectrum Canabidiol 200mg/ml (6000mg/30ml) – Solução Oral. A previsão é de que a produção seja iniciada em junho, pois depende de questões sanitárias e de importação”, destaca o médico.

Qual a importância da cannabis medicinal?

O canabidiol é um medicamento derivado da Cannabis, a planta da maconha, que é capaz de atuar no tratamento de doenças que atingem o Sistema Nervoso Central do ser humano. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mais de 100 mil pacientes realizam algum tipo de tratamento que necessita do uso do canabidiol, também conhecido como CBD.

No ano de 2021, mais de 66 mil medicamentos à base de Cannabis foram importados para o Brasil e o uso medicinal e industrial do canabidiol já é regulamentado em aproximadamente 50 países.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Mulheres de Goiás: Almerinda Arantes a mulher que fez a diferença na Alego

Almerinda Arantes é natural de Posse, Goiás. Nascida em 3 de janeiro de 1906, foi educadora, política conselheira e combatente. Sua trajetória no estado de Goiás é marcada por lutas pelos direitos das mulheres. O nome de Almerinda Arantes desenhou as primeiras páginas da história política moderna de Goiás como a segunda deputada eleita. 

A senhora Almerinda nasceu de uma família tradicional de goianos. Desde muito nova, a jovem mulher mostrava seu interesse inusitado pelo mundo da literatura, até mesmo com os jornais. Ela se preocupava em estar conectada aos temas e decisões mais recentes do cotidiano político. No auge de seus 19 anos, enquanto tantos adolescentes frequentavam festas e curtiam a juventude, Almerinda ocupava-se com os ideais políticos.

Quando formada, iniciou seu trabalho como professora em Formosa a 235km de Posse. Pouco depois, é transferida para uma escola em Planaltina onde Joaquim Câmara Filho exercia a função de diretor. Em sua luta contra a ideologia da masculinidade como superioridade a todas as coisas, Almerinda fundou escola na Fazenda do Torto no Distrito Federal. Foi a única mulher goiana da época a se unir ao movimento liderado por Bertha Lutz, conquistando seu espaço junto às fileiras da Federação Brasileira pelo Progresso Feminino.

Seu próximo passo foi seguir a função de diretora de escolas públicas em cidades como Buriti Alegre, Ipameri, Jataí, Posse, Trindade, Vianópolis e Uruaçu. Envolta pelo amor ao seu trabalho, ela foi professora em quase todo o território goiano. Tendo em vista seu trabalho de dedicação ao magistério, Pedro Ludovico a convidou para assumir o cargo de Diretora do Ensino Primário na gestão do Cônego Trindade, na Secretaria da Educação Estadual. Almerinda exerceu o papel de fundadora e presidente da Associação das Professoras Primárias de Goiás (APPGO).

A professora seria uma das primeiras mulheres em Goiás a obter o Título Eleitoral em uma época que as mulheres sofriam tanto com a desigualdade. No ano de 1954, foi eleita Deputada Estadual para seu primeiro mandato. Em 1959 foi reeleita para mais dois mandatos seguidos. Teve atuação simbólica na Assembléia Legislativa de Goiás com sua comunicação inigualável que exibia a coragem em ir contra as imposições de um Governo, muitas vezes autoritários, para defender suas idéias e convicções políticas. 

Como mebro atuante e fundador da Academia Feminina de Letras de Goiás, Almerinda tomou posse em 9 de novembro de 1970. A professora e ex-deputada atuou na área literária tendo sua apresentação como Acadêmica publicada no Anuário 1970. Descrita como uma pessoa alegre e participativa, Almerinda vivenciava e exercia suas funções sempre que requisitada pela Presidência. Nas décas de 1970 e 1980, publicou ainda muitos trabalhos em vários Anuários e em periódicos do interior de Goiás. 

Ao completar 80 anos, foi diplomada como Sócia Emérita da AFLAG. Em 1986 recebeu o título de Cidadã Goianiense pelo Poder Lesgislativo de Goiás. Atuou como membro da União Brasileira de Escritores na Seção de Goiás. Com a morte de seu filo, passou a dedicar-se a criação dos dois netos. Finalizava, assim, sua atuação na política. Deixava ali o legado de Deputada mais atuante com vários projetos de sua autoria aprovados, muitos destes em benefício de professores estaduais e mulheres.

No dia 1° de julho de 1996, Goiânia dizia adeus ao símbolo de perseverança, luta e trabalho político. Almerinda Arantes dizia adeus a uma vida de muitas atuações importantes, da criação de dez filhos e da crença em caridade com base em seu próprio lema “Viver e lutar”. Hoje seu nome ecoa pela Câmara dos Deputados como exmplo a ser seguido.

O Clube Curta Mais seleciona o que há de melhor na cidade e negocia benefícios exclusivos para você não perder tempo e ter uma experiência incrível. Faça sua assinatura por apenas 9,90 por mês e tenha acesso aos melhores lugares e programas de Goiânia! – cashback

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Pauta desenvolvida pela estagiária de jornalismo Julia Macedo com a supervisão da jornalista Fernanda Cappellesso.

 

 

Conheça o Cora, novo restaurante em Goiânia e que será palco da festa dos vencedores do 1º Prêmio Curta Mais – o melhor da cidade

O Guia Curta Mais completa 15 anos agora em 2022 e essa data não poderia passar em branco. Ou melhor, de pratos vazios. Por isso, em um momento de arrefecimento da pandemia e de retomada das atividades presenciais nos setores de gastronomia, entretenimento, hotelaria e Turismo, nada melhor que quem tem autoridade e reconhecimento nas áreas fazer um guia prestigiando e premiando os melhores de Goiânia. Daí que nasceu o 1º Prêmio Curta Mais – o melhor da cidade 2022.

 

A divulgação dos melhores da gastronomia, entretenimento, hotelaria e turismo de Goiânia acontece no dia 22 de novembro, em uma festa exclusiva para convidados e premiados, no Cora Restaurante – Escola do Senac, na nova sede da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). O 1º Prêmio Curta Mais – o melhor da cidade 2022 conta com o reconhecimento e apoio do Sicob-Secovicred, do Sebrae e do Sistema Fecomércio, Sesc e Senac.

 

A Gastronomia é um setor que avança para além das ações da cozinha, e impacta de forma crescente e positiva o mercado brasileiro, transformando não só profissionais que atuam nos ramos de alimentos, hotelaria e eventos como amplia possibilidades de empreendedorismo e transformação social por meio da educação profissional. Para o Presidente da Fecomércio Goiás, Marcelo Baiocchi inegável o poder transformador da gastronomia, pois a alimentação é uma das atividades humanas mais importantes, não só por óbvias razões biológicas, mas também porque envolve aspectos econômicos, sociais, científicos, políticos, psicológicos e culturais cruciais para a dinâmica do desenvolvimento social. Este segmento é de grande importância para o Senac Goiás e, no que tange a visibilidade de seus resultados e ações regionais e nacionais.

 

Em um Restaurante Escola, acontecem as rotinas operacionais de um restaurante comum e vinculado a essa operação funciona um polo de aprendizagem para os estudantes de cursos de Gastronomia. O espaço tem uma grande importância para o cotidiano de ensino, sobretudo para os alunos que desejam ter uma primeira experiência profissional. No Restaurante Escola, é possível desenvolver habilidades e competências que fazem parte da rotina da profissão. Isso porque os alunos irão atuar com técnica e criatividade, sendo sempre orientados pelos instrutores especialistas do Senac Goiás e pela equipe do próprio restaurante, facilitadores de aprendizado.

 

O Cora Restante Escola contará com um design moderno e arrojado, com traços de Art Déco mesclado com modernidade, grandes espaços verdes e na cozinha espaço subdivididos com equipamento modernos e tecnológicos. 

 

Para escolha do nome da primeira empresa pedagógica do Senac Goiás, o mesmo teria que conjugar com a gestão atual da Fecomércio/ GO e Senac Goiás, que vem trazendo inovação a entidades tradicionais, também teria que ser forte e, em simultâneo, simples. Além de representativo para o estado, e assim surgiu o CORA RESTAURANTE ESCOLA.

 

Cora Coralina é personalidade goiana famosa, poetisa e doceira por quase toda a vida, conta com inúmeros livros publicados de poesia e receitas. Com isso, considerando o conceito do restaurante de tecnologia e modernidade, foi escolhido apenas o Cora para mostrar a valorização da cultura e tradição goiana.

 

O Cora Restaurante Escola, contara com portfólio de capacitações exclusivo, com previsão de cursos comerciais e pelo programa de gratuidade Senac. Ao todo serão realizados mais de 20 cursos tanto técnicas básicas, gastronomia internacional, gestão de bares e restaurantes e outros. Como destaque; os cursos de auxiliar de cozinha e garçom, cursos de capacitação profissional do Programa de Gratuidade Senac, onde poderão participar pessoas cuja renda familiar mensal per capita não ultrapasse dois salários-mínimos federais. Esses cursos têm o foco de atender as demandas constantes de bares e restaurantes desses profissionais.

 

Cora Restaurante Escola Assembleia Legislativa de Goiás

 

Localizado nas dependências da Alego, na avenida PL1 e AV. PL2 esquina com AV Olinda, Qd G, LT 01, Park Lozandes, Goiânia – GO. CEP: 74884-120

 

Foto: Divulgação

Aulão gratuito de preparação para o Enem acontece em Goiânia

Os estudantes que farão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 poderão participar de um aulão com Carlos André, um dos mais renomados professores de redação do estado. Estão sendo oferecidas 150 vagas para o aulão, que acontece nesta quinta-feira, 10, entre as 16 horas e as 18 horas, no auditório 2 da sede da Assembleia Legislativa, o Palácio Maguito Vilela.

A iniciativa é da Diretoria de Assuntos Institucionais da Alego em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc), o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e o Instituto Carlos André.

Carlos André Pereira Nunes é formado em Direito, tem MBA em Formação de professores em didática e gestão educacional e mestrado em crítica literária. É fundador do Instituto Carlos André, especializado em Língua Portuguesa. O professor abordará, entre outros pontos, os cinco possíveis temas que cairão na prova de redação do Enem.

A prova de redação é uma das mais temidas pelos alunos, pois um desempenho ruim pode refletir negativamente no resultado geral do exame, podendo fazer a diferença para a aprovação no curso desejado. Na situação inversa, a elaboração de um texto bem estruturado pode dar ao aluno uma boa nota (a máxima é 1.000 pontos), o que, na hora de somar a pontuação com as das outras provas, pode alavancar o resultado final no exame.

De acordo com a gestora de educação do Sesc/Senac Goiás, Luciana Carniello, o principal objetivo do aulão é oportunizar aos estudantes o acesso a um conteúdo de alta qualidade, às vésperas do Enem. “A prova de redação já será neste domingo. Então, o Sesc, em parceria com a Alego, está ofertando esse momento, de forma totalmente gratuita, com um dos melhores professores de redação do estado de Goiás, para que todos os inscritos tenham essa oportunidade”, resume.  

A única exigência para a participação é a inscrição prévia pelo link: https://bit.ly/prelecao_2022

Alego aprova a emenda PIX

A Assembleia Legislativa de Goiás aprovou nesta quarta-feira (08/06), em definitivo, a criação de transferência direta e sem carimbo de emendas parlamentares para os municípios. A modalidade foi incluída pelo deputado estadual Henrique Arantes em uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC. Chamada de “pix orçamentário” ou “emenda pix”, a medida, segundo defenderam os deputados, tem como objetivo acelerar a chegada de recursos aos municípios. 

A proposta prevê que os recursos sejam repassados “diretamente ao ente federado beneficiado, independente de celebração de convênio ou de instrumento congênere”. Na prática, os deputados poderão indicar até 30% de suas emendas por meio da modalidade. A proposta já foi criticada por especialistas e órgãos de controle nacionais por questões de transparência.

Na palma da mão
Acesse https://linktr.ee/curtamaisdf e fique por dentro do que há de melhor em conteúdo. O Curta Mais é a multiplataforma mais completa e confiável de cultura, gastronomia, entretenimento, política e negócios.

Foto: Ascom / Alego

Assembleia Legislativa concede título de cidadão goiano ao empresário Luciano Hang

A Assembleia Legislativa do Estado de Goiás concedeu título de cidadão goiano ao empresário Luciano Hang, conhecido nas redes sociais como “Véio da Havan”. O projeto, cuja autoria é do deputado estadual Humberto Teófilo (Patriota), foi promulgado como lei na última semana.

Para justificar a concessão do título, o parlamentar argumentou que o empresário “tem desempenhado brilhantemente a defesa dos direitos do cidadão empreendedor”. Apoiador fervoroso do presidente Jair Bolsonaro (PL), Hang chegou a ser cotado para disputar vaga no Senado por Santa Catarina, mas acabou desistindo de concorrer ao cargo. O empresário é conhecido por ter se envolvido em diversas polêmicas nos últimos anos.

Na palma da mão
Acesse https://linktr.ee/curtamaisdf e fique por dentro do que há de melhor em conteúdo. O Curta Mais é a multiplataforma mais completa e confiável de cultura, gastronomia, entretenimento, política e negócios.

Foto: Dida Sampaio / Estadão

 

Entenda como a janela partidária tem mudado a composição política da Assembleia Legislativa de Goiás

Está aberta a temporada de troca-troca de partidos entre parlamentares. Trata-se da chamada “janela partidária”, que tem duração de 30 dias em anos eleitorais e permite a troca de legenda sem perda de mandato. Em Goiás, as mudanças já têm alterado a composição política da Assembleia Legislativa. Em 2022, o prazo termina em 1º de abril. 

Nesta semana, o PRTB ganhou dois deputados: Coronel Adaílton, que era do PP, e Wagner Neto, até então filiado ao PROS. A articulação em busca de um partido que possibilitasse a reeleição de ambos teve início no ano passado. 

Humberto Teófilo e Major Araújo, ambos eleitos pelo PSL, já pediram desfiliação por não concordarem com a fusão da sigla com o DEM, que resultou na criação do União Brasil. Os dois ainda estão sem partido, mas devem buscar abrigo em siglas aliadas ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

Virmondes Cruvinel, por sua vez, anunciou desfiliação do Cidadania para disputar a reeleição, uma vez que o partido não deve conseguir montar uma chapa competitiva para disputar vagas no Legislativo. Além disso, o parlamentar retornou à base do governador Ronaldo Caiado e o Cidadania deve formar federação partidária com o PSDB do ex-governador Marconi Perillo, que faz oposição ao chefe do Executivo.

O PSDB deve perder dois deputados: Talles Barreto e Francisco Oliveira, que eram aliados de Marconi, mas ingressaram na base de Caiado. Talles deve ir para o PP, ao passo que Francisco é cotado para ingressar no MDB.

Fotos: Reprodução / Facebook dos citados 

 

Alego pode votar título de cidadão goiano ao empresário Luciano Hang nesta terça-feira (15)

A Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) pode votar nesta terça-feira (15/03), o projeto que concede título de cidadão goiano ao empresário Luciano Hang, conhecido nas redes sociais como “Véio da Havan”. A proposta é do deputado estadual Humberto Teófilo (sem partido).

Como justificativa, o parlamentar afirma que o empresário “tem desempenhado brilhantemente a defesa dos direitos do cidadão empreendedor”. Teófilo garante, ainda, que Luciano Hang é responsável pela geração de 400 empregos diretos em Goiás. No portal Opine Cidadão, a proposta para conceder título de cidadão goiano ao empresário contabiliza 44 votos contrários e somente quatro favoráveis. 

Apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), Hang negocia com políticos para concorrer ao Senado por Santa Catarina. Luciano Hang já teve o nome envolvido em diversas polêmicas. Ele chegou a prestar depoimento na CPI da Covid-19 por causa de investigações sobre a Prevent Senior.

(Imagem: Pedro Ladeira/Folhapress)