Relembre os tempos de ouro da Praça Tamandaré em fotos antigas diretas do túnel do tempo em Goiânia

Quem tem mais de 40 anos de Goiânia, sabe bem o que foi a Praça Tamandaré na década de 1970. Ponto de encontro da juventude goianiense da época, o local era eclético e reunia desde os boêmios que disputavam as mesas nos bares, até os amantes da velocidade que exibiam seus carros e motos para chamar a atenção das mocinhas com disputas de modelos de veículos mais esportivos como o Maverick, Corcel, Variant, Opala e fuscas, muitos fuscas. Os mais radicais faziam rachas no local para euforia do público. Naquela época, a praça tinha contorno mais oval, formato sob medida para fazer os pneus cantarem. Os mais ousados, empinavam suas motos com mulheres em trajes mínimos (e até nuas) na garupa. 

Relembrar ícones gastronômicos e do entretenimento goianiense como Zero Grau, Tots, Churrascaria do Gaúcho e os primeiros pitdogs da capital é fazer uma verdadeira viagem ao tempo na era de ouro da Praça Tamandaré. O point do Setor Oeste viveu seu apogeu em boa parte da década de 1970 e depois acabou migrando para outros locais como a Avenida Portugal, no mesmo bairro, e na Alameda Ricardo Paranhos, no Setor Marista (quem aí se lembra do Voice Karaokê e do bar e restaurante em forma de barco da Ricardo Paranhos?).

As imagens que ilustram este conteúdo chegaram até a redação do Curta Mais mas não tem autoria conhecida. Se você, leitor e frequentador da época, tiver mais fotos, entre em contato conosco (WhatsApp 99608-9001) para incluirmos mais imagens destes tempos históricos de uma Goiânia que faz parte do imaginário de muita gente e da memória de alguns sortudos que viveram os primórdios da capital do boteco.

praça

praça

praça

praça

Acervo de Carlos Wiliam (autor desconhecido)

 

 

 

Projeto reúne acervo de fotos antigas de Goiânia contando histórias que vão te surpreender

Que (quase) todo goiano é apaixonado pela história do seu estado e também de sua cidade. Um deles é o Ney de Oliveira Cotrim, de 31 anos, que criou o projeto “Gyn do Passado” ou “Goiânia do Passado“, reunindo um acervo incrível de fotos e histórias de uma Goiânia que você não conheceu.

Goianiense nato, Ney nasceu no hospital Coração de Jesus, na Jaraguá com a Rio Grande do Sul, Campinas, “Amo falar o endereço, completo valoriza mais“, reflete.

Ele conta que realiza muitas pesquisas e dedica horas do seu tempo dividido entre seu trabalho fixo, para poder presentear a população com histórias surpreendentes da capital: “A cada post é um livro muitas pesquisas muitas horas de estudos. Como diz o meu mestre José Pereira Lopes Junior é um livro a cada postagem“.

Ney tem o intuito de resgatar memória afetiva da população e também trazer conhecimento sobre nossa história: “Sempre amei histórias goianas, resolvi tentar resgata-las.

Muitas coisas aconteceram desde que Bartolomeu Bueno da Silva esteve aqui e essas histórias ficaram perdidas“, justifica.

Nos perfis administrados por Ney, é possível ver fatos como o assassinato de Adib Shishakli, líder militar e ex-presidente da Síria, na cidade de Ceres, interior de Goiás. A história do colégio José Carlos de Almeida, o primeiro clube da cidade “Automóvel Clube”, a construção do Clube Jaó, histórias de alguns pioneiros da capital goiana e muito, mas muito mais! Confira:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

CONHEÇA UMA DAS 7 MARAVILHAS GOIANAS! O motorista que for passar pela GO-070, no distrito de Vilas Boas, mais precisamente no entroncamento de Taquaral de Goiás, município de Itauçu, tem parada obrigatória no Kiosque Sabor Da Terra, lá tem a melhor Geleia de Mocotó do mundo! Dona Simone está lá há 27 anos, de segunda a segunda. A família é que faz as geleias, todos têm função no preparo dessas maravilhas, que é feito com muito cuidado e carinho. Motivos que conquistou uma vasta clientela fiel. O @kiosquesabordaterra fica aproximadamente 70 quilômetros de Goiânia, está aberto todos os dias. Além de nós do “Goiânia do Passado ”, ela tem o @leonardo como cliente e garoto propaganda. Dona Simone tem moral! NEGÓCIO GOIANO DE SUCESSO! #itauçu #taquaral #itaberai #go070 #geleiasartesanais

Uma publicação compartilhada por Goiânia do Passado (@goianiadopassado) em

Receba notícias do Curta Mais diretamente no seu WhatsApp (clique aqui)

SIGA O CURTA MAIS NAS REDES SOCIAIS

Facebook | Instagram | Twitter 

Descobrimos o menor bar (e livraria) de Goiânia e ele vai te surpreender

Em meio a nova Rua do Lazer tem uma porta para um bequinho, de menos de 10 metros quadrados, que pode ser facilmente confundido com um corredor e que, quando fechado, quase some em meio as lojas.

Alí Joachim Nadar resolveu abrir o seu negócio, o VHS Livraria Bar.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Amigos prestigiando a VHS – Livraria & Bar!

Uma publicação compartilhada por VHS – Livraria & Bar (@vhslivrariabar) em

Ele nos conta que abrir um negócio naquela rua histórica era um sonho antigo e, ao buscar um imóvel na Rua do Lazer, o corretor comentou sobre um bequinho abandonado, que por anos foi uma relojoaria, mas que era muito pequeno (quase um corredor). Ao ver aquele minúsculo imóvel Joaquim lembrou dos bares de rua europeus e decidiu na hora que alí seria o seu bar.

O VHS tem o retrô até no nome. Dentro do minúsculo espaço o cliente encontra quadros, canecas, posteres, discos e, de vez em quando, até show de rock, rola.

0bf1ed7261e9fe0de33bc8f808153de3.jpeg

De dia o espaço é uma livraria.

São dezenas de títulos (todos lidos por Joachim) de história, filosofia e curiosidades. Ele conta que dificilmente o cliente encontrará algo “ruim” ali, já que ele mesmo faz a seleção dos livros e gibis. Sim, no espaço tem muito, mas muito gibi e de todos os cantos do mundo. Tem Gibi europeu, japonês, argentino, brasileiros e tem até gibi goiano. 

A noite o espaço vira bar. Mesas são espalhadas na rua e decoradas à luz de velas e a chopeira é montada na porta do VHS.

Mas fica o aviso do dono: “aqui ninguém é garçom. Somos amigos servindo amigos”

bccf63ad1f7e2a638a33b06f215a9519.jpeg

ae7b4ac728d9291f6ecfde148b1501f0.jpeg

O VHS Livraria Bar também oferece um cardápio exclusivo (limitado por enquanto) de culinária goiana, preparado pela mãe de Joachim, dona Dalila Maria. Paçoca de torresmo e pamonha recheada assada, receitas da família.

“No começo até oferecia amendoin e outros tira-gostos, mas o que fez sucesso mesmo foi a paçoca e a pamonha”.

93309231fb59d64a776217c8ff2c250f.jpeg

O bar de Joachim não é pensado para ser chique ou glamuroso, mas um ambiente onde amigos se encontram para falar de cultura, ouvir uma boa música e tomar uma cerveja (ou chopp)

Como ele mesmo diz: “O VHS Livraria Bar é uma venda de experiências e nostalgia”.

Acompanhe a gente nas redes sociais e descubra esse e outros tantos novos locais na cidade e… Curta Mais Goiânia!

2f60fe1a65beeb3c57293c9c1194f409.png

Siga Curta Mais nas redes sociais:

Curta Mais no Facebook

Curta Mais no Instagram

Curta Mais no Twitter 

Capelinha São José, igreja mais antiga de Goiânia é restaurada e ganha uma estação de via sacra

A Capelinha São José foi construída há mais de 100 anos em Goiânia e continua firme e forte na região de Campinas, mais precisamente no Setor Aeroviário. Um dos grandes achados do Curta Mais, a Capelinha é um grande tesouro escondido na cidade. Ela é nada mais nada menos que a igreja mais antiga de Goiânia e foi totalmente reformada, restaurada e entregue para a cidade. 

Olha só como ela era:

Capelinha

E agora veja como ela ficou:

83812bf600a141ca0b2dd3ddb63ed063.jpgFotos: Marcos Aleotti 

A revitalização foi completa e atingiu toda a estrutura da capelinh. Ela teve o telhado restaurado, ganhou novas pinturas externas e internas, uma linda placa de inauguração, um sino que veio da Alemanha, um novo altar que foi doado pela Matriz de Campinas e também um altar antigo de madeira que foi entalhado pelo irmão Simão (um sacerdote alemão redentorista que era também um grande marceneiro).

a7bfd4ee35418bd00e59f9fffd5753fe.jpg

f4f9c4415cb6f2b25fe2464e1fd4f52e.jpgFotos: Marcos Aleotti 

A melhor novidade ficou para a área externa no pátio. A Capela ganhou uma estação de vias sacras, que consiste em uma representação que do trajeto que foi percorrido por Jesu, carregando a cruz desde Pretório até ao Calvário. Rntende-se um exercício de piedade segundo o qual os fiéis percorrem mentalmente com Cristo esse caminho por via de orações.

f66e800351e25203d2b01d1409bb3875.jpgFoto: Marcos Aleotti 

“O motivo pela qual a Capelinha São José foi restaurada, além da preservação do patrimônio histórico, foi também uma necessidade que surgiu com a restauração do rito romano na sua forma extraordinária, que também é conhecido como rito romano tradicional que é a santa missa celebrada em latim e também no rito antigo antes do conselho do vaticano ll, com isso foi possível congregar todas as pessoas que apreciam e venerado rito.” relata o Pe. Bráulio Maria Pereira, Missionário Redentorista que é o atual responsável pela conservação desse patrimônio.

ad766402c58c35b9cb4daef7776d36d0.jpgFoto: Marcos Aleotti 

História Capelinha São José

A capelinha São José conserva os traços originais desde sua construção. Ela era ponto de parada dos romeiros que vinham com seus carros de bois rumo à festa do Divino Pai Eterno em Trindade. O templo foi erguido às margens da antiga Estrada Carreira, hoje conhecida como avenida Padre Wendell, uma das vias mais movimentadas da região.

A história deste patrimônio histórico começa com a chegada dos padres Redentorista em 1869, que vieram de uma região rural da Alemanha, e chegando aqui compraram uma fazenda que ia das margens do Córrego Cascavel até o Morro do Mendanha. O grupo veio com a missão de assumir o cuidado pastoral da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, cujo território abrangia o arraial do Barro Preto, onde se realizava todos os anos a Festa do Divino Pai Eterno, hoje a famosa Festa de Trindade.

O templo foi inaugurado somente em 11 de agosto de 1901 e batizado de Capela de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro. Uma das novidades foi o alicerce da construção todo feito em pedra, estrutura inédita até então por aqui. Na época só se se faziam construções de esteios de aroeira e a novidade causou admiração e inspiração para novas obras do tipo.

Fotos & Pauta: Marcos Aleotti / Curta Mais

8a2a6008dd0634d74860fea3f2abb7c2.jpg

ad766402c58c35b9cb4daef7776d36d0.jpg

418c385272c713a587c917662ab7b98c.jpg

813cf93daa7b3aa7c48e15b934bb85ec.jpg

974822a94ebceb5d88b8060b22fdd5cd.jpg

42937caa09e91e51625eecfd381cddeb.jpg

Museu da Imagem e Som recebe exposição de fotos antigas de Goiânia com entrada gratuita

Na terça-feira, 23 de fevereiro, o Museu da Imagem e Som (MIS) de Goiás lança o catálogo Praça Dr. Pedro Ludovico Teixeira Através da Imagem. O evento acontece na calçada e no hall de entrada do Museu, no Centro Cultural Marieta Telles Machado, na Praça Cívica, a partir das 20h, e a participação é gratuita. 

Além do lançamento do catálogo, o MIS recebe também a exposição de mesmo nome, com mais de quarenta imagens da Praça no período de 1930 a 1980, produzidas por fotógrafos que registraram a construção e o crescimento de Goiânia, como Alois Feichtenberger, Sílvio Berto, Antônio Pereira da Silva, Hélio de Oliveira, Anníbal Machado, Eduardo Bilemjian, ColonVist. A exposição fica em cartaz até o dia 30 de maio, com horário de visitação das 09h às 17h30 com entrada gratuita.

 

Exposição Praça Dr. Pedro Ludovico Teixeira Através da Imagem

Período de visitação: de 23 de fevereiro a 30 de maio

Horário: terça a sexta das 09h às 17h30

Onde: Sala de Exposições Alois Feichtenberger do MIS|GO

Endereço: Praça Cívica, Centro Cultural Marieta Teles Machado

Mais informações: 3201-3004

Entrada gratuita

Velha infância: 140 imagens que revelam que havia vida antes da internet e do celular

Demorou mas consguimos reunir aqui imagens históricas que revelam como era a vida antes da internet, do celular e dos Whatsapps da vida. Sim, existia vida antes disso e os maiores de 30 garantem que era muito mais divertida. A turminha de hoje, acostumada com os tablets e video games de última geração, podem questionar se isso realmente era vida. A sugestão é “perder” alguns minutinhos, desligar o celular e deixar a internet de lado para contar um pouco dessas histórias ou quem sabe até reinventar alguns desses programas e mostrar, na prática, como era a velha e boa infância da geração anos 80. Curta Mais alerta: quem viveu isso, pode se emocionar ao rever as imagens abaixo. Aproveitem!

 

carrinho

carrinho

adedonha

telefone

 

bolinha

papeis

jarra

pao

frango

matador

limonada

bolo

pente

cisterna

abacate

pamonhada

pe

linguiça

vai

brasilia

comida

vida

curso

sorte

coleçao

pe

pamonhada

linguiça

vida

porta

tia

colheita

ponte

roça

 lampião

caminho

criaças

produtos

docinho

pilão

pamonha

tirar

vida

flor

vacinação

vida

pinguela

balança

gibi

sementeira

porta

baleiro

leiteiro

passar

 

agua

brincadeira

lavar

decoração

pe

dançar

onibus

maquina

caminhão

 lamparina

pão

sitio

estudar

guerra

vendinha

jurubeba

gambiarra

marmita

cruzeiro

peteca

conga

medidor

pasta

luz

carro

boneco

fogao

ferro

bete

roça

roça

boneca

boneca

galinha

batom

pasta

alf

chico

maquina

maquina

jogo

refrigerante

fogao

Fogao

gibi

bucha

sitio

caneta

radio

radio

radio

sorvete

sorvete

biscoito

biscoito

balinha

pular

jogo

moedor

moedor

Cafe8

orelhão

colcha

monareta

bicicleta

gordini

mala

tv

vó

kombi

carroça

plantinha

limonada

refrigerante

cana

lancheira

cera

tomada

panela

perfume

 

borracha

enceradeira

cafe

Exposição de bicicletas antigas no Portal Shopping

O Portal Shopping, em parceria com a Liga Goiana de Ciclismo, dá início a uma exposição de bicicletas antigas e contemporâneas. A exibição é aberta ao público e conta a história da bicicleta, do surgimento aos dias atuais – a bike mais antiga da exposição é datada de 1892. A exposição é um ótimo programa para os amantes de bicicletas da capital.

 

Programe-se

Exposição de Bicicletas Antigas no Portal Shopping

Quando: 28 de julho a 09 de agosto

Horário: das 10h às 22h

Local: Portal Shopping

Endereço: Av. Anhanguera, N 14.404, Bairro Capuava

Evento gratuito

Informações: 3299-8533