Conheça o Papai Noel Uber que vem iluminando as ruas da Grande Goiânia

Então é natal, e o que você fez? Esse motorista de aplicativo fez uma decoração super criativa no seu carro no natal. Gleidson Campos tem 28 anos, mora no Setor Madre Germana, em Aparecida de Goiânia, e trabalha como motorista de aplicativo há cinco anos. Desde 2021, decora seu carro para o natal, e chama a atenção por onde passa.

A cada ano, o ‘trenó’ do motorista, vem ganhando mais destaque, e a decoração recebe mais atenção. Todos os anos novos adereços e objetos completam o visual do carro, que atende diversos passageiros todos os dias.

Gleidson já trabalhava como taxista desde 2014, por influência do pai.  “Meu pai tinha um táxi em Goiânia, quando chegou o Uber, ele se mudou e vendeu o táxi”, comentou. Gleidson viajou para Bahia, para morar com sua mãe, e entre erros e acertos, abriu um restaurante, que infelizmente não deu muito certo.

“Eu morei três anos com minha mãe, então voltei e virei motorista de aplicativo. Já estava acostumada com isso, por conta do táxi”, completou. Gleidson contou que sempre gostou de dirigir, sempre viajou muito, e isso nunca foi um fardo para ele. “Eu sou feliz como motorista de aplicativo, apesar de que hoje os ganhos não são como antigamente”.

518ec21643a049e5e46b6354dc647df4.jpg
Foto: Acervo Pessoal

Em um mundo movido a redes sociais — e a rodas — o jovem motorista sempre atualizava suas redes sociais. “Eu comecei a mostrar meu dia-a-dia como motorista de aplicativo, expondo minha vida pessoal mesmo, nada a trabalho, apenas mostrando meu dia.” Mas foi com a chegada do natal, e das primeiras decorações que o até então, motorista convencional, começou a chamar a atenção.

“Alguns passageiros começaram a filmar o carro e me marcar no Instagram. Foi quando eu decidi: ‘Vou virar um influenciador, né?’ Comecei a ganhar seguidores, comecei a crescer na internet, por causa da decoração natalina mesmo”

Atualmente, Gleidson conta com mais de 12 mil seguidores em suas redes sociais, e seus vídeos somam mais de 250 mil visualizações. Que contam histórias da vida pessoal do jovem aparecidense, do dia-a-dia como motorista, e até mesmo memes e conteúdos no geral.

Gleidson é atualmente um dos maiores influenciadores do nicho de motorista de aplicativo do estado. Além de contar com diversas parcerias com outros influenciadores do ramo.

Representatividade
Motorista de aplicativo, com origens nordestinas, Gleidson é assumidamente gay e também é presidente da Associação de Cidadania, Cultura e Direitos Humanos Aparecidense.

Em suas redes sociais, temas como a diversidade LGBT são abordados, ora com descontração e memes, ora com seriedade para assuntos importantes. Gleidson faz de suas redes sociais, uma grande porta de entrada para diversos públicos, e usa este local para debater diversos tópicos.

 

Conheça o ‘ChatGPT do Whatsapp’ que já está disponível no Brasil

O chatbot de inteligência artificial da OpenAI, o ChatGPT, tornou-se uma sensação mundial devido à sua habilidade incrivelmente humana em responder a perguntas complexas. Atualmente, a IA está presente em todos os lugares, desde o nosso feed do Facebook, as pesquisas de notícias e até mesmo em relógios de pulso da Apple. A novidade é que agora também é possível utilizar o recurso do ChatGPT no WhatsApp.

No último dia 19 de julho, a LuzIA chegou à plataforma do WhatsApp dos brasileiros e já está fazendo sucesso no país com segundo maior uso do aplicativo no mundo.

O chatbot utiliza as mesmas funções do ChatGPT, da OpenAI, e ainda adiciona funções incríveis como a conversão de áudios em textos, sendo possível dar comandos até por mensagens de voz.

Além disso, a IA é capaz de responder perguntas com prontidão e fluidez, simulando uma conversa normal. Também é possível gerar imagens pedindo que a LuzIA imagine algo de sua escolha.

Além de transcrever áudios e traduzir textos, IA também pode responder a questões comuns e gerar imagens baseadas na descrição fornecida pelo usuário. Isso abre portas para um mundo de possibilidades que vão desde a utilização apenas por diversão, até a geração de conteúdo para trabalhos e apresentações.

Como usar a LuzIA?

Para acessar os serviços da assistente do WhatsApp em português, basta adicionar aos contatos o número de celular do Brasil: (+55) 11 97255-3036.

Em seguida, é preciso procurá-lo no aplicativo, ou você também pode iniciar a conversa através do site divulgado pela empresa, no endereço www.soyluzia.com.

Vale ressaltar que, como o sistema funciona a partir do ChatGPT, toda informação contida nele é datada até 2021, ou seja, dados recentes e mais precisos não estão disponíveis.

Além disso, o criador do chatbot, Álvaro Higes, explica que a geração de imagens ainda precisa de melhorias. Mesmo assim, vale a pena adicioná-la aos seus contatos, aproveitando o máximo possível de seus recursos.

Inclusive, é bom desfrutar agora, pois o serviço é gratuito por enquanto. Até o próximo ano, planos com funções melhoradas e novos recursos serão lançados para WhatsApp, podendo se tornar uma opção paga.

 

Veja também:

Goianos criam startup de Inteligência Artificial para produtores de conteúdo

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

eFreela: a solução gratuita para contratar freelancers sem burocracia

O eFreela se destaca como a solução ideal e gratuita para empresas do ramo de alimentação que enfrentam o desafio de encontrar freelancers qualificados para suas demandas pontuais, como finais de semana e datas sazonais. Com mais de 25 mil freelancers cadastrados e mais de 500 empresas usuárias, o eFreela se consolidou como uma plataforma indispensável para encontrar os melhores profissionais nas principais regiões atendidas, incluindo Goiânia, Rio de Janeiro, Imperatriz, Uberlândia, São Paulo e Maceió.

Keven Vidda, fundador do eFreela junto com o também empresário Juliano Carvalho, compartilha que a ideia do aplicativo surgiu da necessidade pessoal como sócio do Tema Café Bistrô. Ele percebeu a dificuldade em encontrar bons freelancers e o processo ineficaz de contratação. “Assim, surgiu a ideia de profissionalizar a categoria, trazendo segurança e praticidade ao processo de contratação”, compartilha Vidda.

O empresário também conta que uma pesquisa realizada com as empresas cadastradas no app mostrou muitas delas já contratavam freelancers, mas passaram a usar a plataforma para fazer a gestão das contratações, justamente pela funcionalidade do app de avaliar os profissionais e garantir a segurança no processo, facilitando o pagamento dos contratados.

Desde sua fundação em outubro de 2022, o eFreela tem sido um sucesso e recentemente conquistou um investimento de R$ 500 mil, o que resultou na avaliação da empresa em R$5 milhões, permitindo a contratação de novos profissionais e aprimoramento constante da plataforma, isso em menos de um ano de operação.

A gameficação é um dos diferenciais do eFreela, com a eFreela Academy oferecendo cursos e treinamentos técnicos em parceria com o Sesc/Senac. Os freelancers que participam desses cursos são recompensados com medalhas que melhoram seu posicionamento e os destacam para os contratantes. A equipe do eFreela está empenhada em desenvolver uma nova jornada de gameficação, trazendo bônus e benefícios que poderão ser trocados por moedas virtuais.

“A receptividade do público goiano tem sido extremamente positiva”, afirma Vidda. “Tanto freelancers quanto empresas têm expressado sua gratidão pelo eFreela, que democratizou o acesso às oportunidades de trabalho. Mães que buscam uma renda flexível para melhorar a qualidade de vida de suas famílias e empresários que valorizam a responsabilidade e o comprometimento dos freelancers encontraram no eFreela uma solução confiável”, compartilha o empresário.

Murilo Santos Marinho, proprietário de um complexo que inclui um pub e um restaurante, compartilha sua experiência como usuário do eFreela há aproximadamente 3 meses. Ele destaca que o aplicativo facilitou significativamente a operação de contratação de freelancers, principalmente devido à gestão de pagamentos realizada pela plataforma. “Facilitou bastante nossa operação para contratar freela. O principal benefício para a casa foi a gestão de pagamentos toda e feita pela plataforma. Hoje quase nenhum cliente paga com dinheiro, ficando impossível realizar os pagamentos no final da noite”, compartilha.

“Seja para substituir um funcionário ausente, reforçar a equipe nos finais de semana ou em eventos pontuais, ou até mesmo para reduzir os custos operacionais fixos, o eFreela está pronto para trazer paz e confiança ao processo de contratação”, afirma Vidda.

Para mais informações sobre o eFreela, acesse efreela.app.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

WhatsApp lança recurso que protege conversas com senha

O WhatsApp revelou hoje uma nova funcionalidade que permite aos usuários protegerem conversas específicas dentro do aplicativo. Com essa atualização, os usuários agora têm a capacidade de remover determinadas conversas da caixa de entrada e transferi-las para uma pasta segura, que só pode ser acessada através de senha do dispositivo ou autenticação biométrica.

Além disso, o recurso também oculta automaticamente o conteúdo dessas conversas nas notificações, garantindo maior privacidade aos usuários. A empresa ressaltou que essa funcionalidade é especialmente útil para aqueles momentos em que se precisa compartilhar o telefone com um familiar ou quando outra pessoa está segurando o dispositivo no exato momento em que chega uma mensagem importante.

Como utilizar

Para utilizar o recurso, basta tocar no nome de uma pessoa ou grupo e selecionar a opção de bloqueio para proteger a conversa desejada. Para desbloquear e revelar as conversas, o usuário deverá deslizar a caixa de entrada para baixo e inserir a senha do telefone ou utilizar a autenticação biométrica.

O WhatsApp também anunciou que planeja adicionar mais opções à ferramenta nos próximos meses, incluindo a possibilidade de proteger dispositivos adicionais e criar senhas personalizadas para as conversas.

Com essa nova atualização, o WhatsApp reforça seu compromisso em fornecer recursos de segurança e privacidade cada vez mais robustos, visando garantir a proteção das informações dos usuários.

 

 Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Meliva.ai: conheça a primeira (e incrível) plataforma de Inteligência Artificial feita para criadores de conteúdo

Embora a Inteligência Artificial (IA) já esteja em constante evolução há alguns anos, é verdade que o ano de 2023 pode ser considerado um marco importante no seu desenvolvimento e aplicação. Isso se deve ao fato de que as tecnologias de IA estão cada vez mais maduras, e as empresas estão investindo cada vez mais em soluções baseadas em IA para otimizar processos, melhorar a eficiência e oferecer melhores experiências aos usuários.

Além disso, a IA está se tornando cada vez mais presente em nossa vida cotidiana, seja através de assistentes virtuais, sistemas de recomendação, chatbots, veículos autônomos e muitas outras aplicações.

Existem muitos aplicativos de Inteligência Artificial disponíveis atualmente, que ajudam em diversas áreas e tarefas. Eles utilizam diferentes técnicas de aprendizado de máquina e processamento de linguagem natural para realizar suas funções.

IA e o pioneirismo no Brasil

Agora, imagine um único lugar onde você economiza até 95% do seu tempo na hora de produzir textos incríveis, locuções com voz natural, vídeos apresentados por avatares e imagens exclusivas. Esse lugar já existe: a Meliva.ai. Uma excelente plataforma, 100% em Português, para produtores de conteúdo, prometendo otimização no trabalho com criatividade e assertividade.

meliva.ai

A empresa oferece uma solução para produtores de conteúdo que buscam otimizar seu tempo e recursos ao produzir textos, locuções, vídeos e imagens. Ao utilizar os motores de IA avançados, a plataforma pode fornecer sugestões de palavras-chave, resumos, títulos, imagens e vídeos para complementar o conteúdo produzido, além de gerar locuções com vozes naturais e avatares para apresentação de vídeos.

A Meliva.ai integra os motores de IA mais avançados da atualidade para que você resolva tudo em um único lugar. É uma caixa de ferramentas super poderosa que cria textos autorais, locuções com voz natural, vídeos apresentados por avatares e imagens exclusivas. Tudo gerado pela fusão das inteligências artificiais mais poderosas do mundo.

Avatares, HyperApps e o Metaverso

O Metaverso é um universo virtual infinito, onde você pode viver experiências que não podem ser vividas na vida real. Você pode desenvolver novas habilidades e conhecer pessoas de todas as partes do mundo. 

E uma das principais finalidades da Meliva.ai são as criações de avatares personalizados. Gerados com base em uma série de características que permitem que o usuário seja único e se destaque entre os demais usuários da plataforma. Uma das novidades é a criação do Avatar em 3D a partir de uma Selfie do usuário.

meliva

Além disso, os HyperApps são aplicativos desenvolvidos pela Meliva.ai e treinados para oferecer o melhor resultado esperado para cada necessidade de conteúdo. 

Cada HyperApp pode ser entendido como uma AI ultra especializada em uma tarefa específica como criar imagens a partir de um texto, vídeos curtos com avatares animados, narração em voz para as redes sociais, narrações de promoções em produtos e ofertas, resumo de artigos de blogs por URL, dentre outros. Assim, os resultados serão muito mais confiáveis e assertivos.

 

 

Planos

Para se integrar à Meliva.ai é necessário um plano de assinaturas. O valor da mensalidade é de R$ 199,00 exclusivos para pessoas físicas, e dá direito a 400 créditos por mês e avatares gratuitos. Já o Plano Advanced que sai por R$ 399,00 ao mês, com 1.600 créditos. No plano anual o valor mensal sai por R$ 332,50 com 16% de desconto. Além disso, há o plano exclusivo para empresas com e-mail corporativo, que sai a R$ 999,00 ao mês, ou no plano anual o valor mensal sai por R$ 832,50 com  16% de desconto, e dá direito a créditos ilimitados.

Para mais informações sobre a Meliva, acesse: www.meliva.ai/

 

Veja também:

10 ferramentas surpreendentes além do ChatGPT

Função mais aguardada do WhatsApp já está disponível; saiba como usar

Os usuários do WhatsApp agora podem utilizar a ferramenta de criar enquetes, que pode ser utilizada tanto nas conversas privadas quanto nas conversas em grupo, com um máximo de 10 opções e mínimo de duas opções.

Dentre algumas das funcionalidades estão votar em mais de uma opção, cancelar o voto caso necessário, visualização de votos, e quais e quantos contatos votaram nas opções disponíveis. A ferramenta não está disponível para o WhatsApp Web, mas ainda será possível votar na enquete pelo computador.

O criador da função voltada para votação terá acesso às informações e saberá quem decidiu por cada item. Veja como fica simples criar uma enquete:

·         >Abra o WhatsApp e selecione o chat ou grupo para o qual deseja enviá-la:

·         >Selecione o ícone ao lado da barra de ferramentas;

·        > Encontre a opção “Enquete”

É nela que você deverá clicar para então escolher o título da pergunta e formular o recurso que será enviado logo depois. Escreva as opções de resposta e compartilhe com os contatos que devem participar da votação.

Elon Musk anuncia oficialmente a compra do Twitter

Elon Musk acaba de anunciar que comprou oficialmente o Twitter. Em carta divulgada nesta quinta-feira (27), o bilionário expôs seus planos com a transação ‘’A razão pela qual adquiri o Twitter é porque é importante para o futuro da civilização ter uma praça comum digital, em que uma ampla gama de crenças pode ser debatida de forma saudável, sem recorrer à violência”, escreveu o empresário.

A notícia pegou os investidores logo nos primeiros minutos da abertura dos mercados nos Estados Unidos. Por volta das 10h50, os papéis do Twitter subiam 1,11%, cotados a US$ 53,94 na bolsa de Nasdaq.

O CEO da Tesla tinha até às 18h de amanhã (28/10) para fechar o acordo de compra com a rede social. Quem estipulou o prazo para finalmente encerrar a novela entre o bilionário e a empresa de mídia social foi um juiz do Tribunal de Equidade de Delaware, nos Estados Unidos.

O valor da aquisição, no entanto, não foi revelado. Anteriormente, o dono da Tesla havia oferecido cerca de U$ 44 bilhões pela plataforma.

WhatsApp vai deixar de ser compatível com iPhone; entenda

O fim do suporte ao WhatsApp para alguns modelos antigos do iPhone está próximo. Telefones com a versão do sistema operacional abaixo do iOS 12 deixarão de receber recursos novos e atualizações de segurança.

O processo deve acontecer a partir de 24 de outubro e só será possível contornar a incompatibilidade se o usuário atualizar seu telefone, o que é impossível para quem tem modelos antigos da Apple, como iPhone 5 (2012) e o iPhone 5c (2013).

Já quem tem o iPhone 5S, iPhone 6 e iPhone 6S com o iOS abaixo do 12 deve atualizar os aparelhos assim que possível. De acordo com o site WABetaInfo, dono de iPhones com essas versões receberão uma notificação do WhatsApp sugerindo a atualização do sistema.

App gratuito promete encontrar cães e gatos perdidos

Perder o animal de estimação é um dos maiores pesadelos de quem se considera “pai (ou mãe) de pet” e, por mais cuidadoso que seja o tutor, é algo que pode acontecer. Os gatos que saem para dar uma volta, cachorros que não podem ver um portão aberto que já fogem por ele, são ocasiões em que os animais ficam sujeitos a diversos perigos pelo caminho. Isso sem mencionar épocas em que o uso de fogos de artifício é comum e os animais ficam assustados e se perdem com maior facilidade.

Pensando em situações como essas, uma empresa especializada em produtos para pets criou um aplicativo gratuito de reconhecimento facial, a plataforma Pupz, disponível para Android e IOS. As informações são do portal IG.

De acordo com um levantamento realizado pela União Internacional Protetora dos Animais (UIPA), somente nos primeiros meses da crise sanitária, a adoção de animais cresceu 400%. Com o crescimento do número de animais nos lares brasileiros, a preocupação pela segurança dos pets também aumenta e a tecnologia proporciona diversas soluções para quem não quer perder os passos dos pets. 

Foi pensando nisso que o especialista em tecnologia Carlos Fabbro, teve a ideia incrível de criar o app e ajudar muitos tutores em momento de desespero, e também, surgiu do amor e cuidado que Carlos tem com a Chanel, uma Golden Retriever que ele ama de paixão. O tutor conta que a cachorrinha é o amor da vida dele, e sabe o quão importante é a criação de produtos de segurança para animais de estimação.

 

Como funciona o app

Com uma precisão de 94%, o Pupz coleta diversos pontos da face e do focinho do animal para criar o reconhecimento. Caso o tutor tenha cadastrado o pet anteriormente, imediatamente o aplicativo buscará o perfil dos responsáveis e liberará um chat para que haja uma comunicação.

Segundo Carlos, foram anos de desenvolvimento para chegar ao aplicativo: “Para isso, nós utilizamos três redes neurais convolucionais, uma classe aplicada com sucesso no processamento e análise de imagens digitais, e que é a base para o reconhecimento facial dos pets em nosso sistema”, explica.

Quem quiser já testar o app, ele já se encontra disponível para download gratuito nas lojas de aplicativos de seu sistema operacional – Android e IOS. Após a instalação basta seguir com o cadastro na plataforma com os dados do tutor e do pet, utilizando a câmera do celular para fazer o reconhecimento facial do pet, que ficará arquivado na plataforma.

Carlos contou que, inicialmente, a plataforma está disponível apenas para cães e gatos, mas não descarta a possibilidade de incluir novas espécies no futuro.

Outras funcionalidades

Dentro do aplicativo o tutor poderá encontrar listas com canis e gatis, ONGs e abrigos para adoções, passeadores, locais para festas e buffets, veterinários, pet shops, adestradores, crematórios, achados e perdidos entre outros – desde que estes estejam cadastrados no banco de dados da empresa.

Além de contratar e controlar serviços – como adestradores, passeadores e outros – o tutor ainda tem disponível uma lista de produtos de lojas parceiras e pode efetuar compra e pagamento dentro do próprio app.

app

 

*Com informações do portal Só Notícia Boa

Imagem: pixabay – ilustrativa

Veja também:

10 hotéis de cachorro em Goiânia para você hospedar seu ‘aumigo’

Shopee se torna o app mais popular do Brasil

Após um enorme crescimento em apenas dois anos, a Shopee superou o iFood e agora é líder no ranking de apps de compras mais populares no Brasil. Os dados são da pesquisa do Mobile Time sobre pagamentos e comércio móvel (m-commerce) no país, referentes a março de 2022.

O marketplace bastante conhecido por sua variedade de produtos, se tornou o mais novo ‘’queridinho’’ dos consumidores brasileiros adeptos ao varejo digital. As estatísticas revelam que, após sete anos de realização da pesquisa, os mesmo três aplicativos se revezavam nas primeiras posições do ranking. Mercado Livre, Americanas e iFood sempre foram os mais populares no Brasil, sendo que o último liderava no ano passado, segundo os dados do Mobile Time.

No entanto, o cenário começou a mudar rapidamente, ainda em 2021, com a chegada da Shopee. Entretanto, houve uma mudança na metologia da pesquisa entre 2021 e 2022. Desde que os dados começaram a ser compilados pelo site de notícias especializado na cobertura da indústria móvel, a elaboração do questionário nunca havia sido alterada.

Até então, os entrevistados listavam até três aplicativos que mais usavam para compras de mercadorias físicas. O Mobile Time informou que, como o comércio móvel “ainda estava engatinhando” sete anos atrás, os pesquisadores acreditavam que o mercado estaria muito “fragmentado”, por isso seria melhor dar a oportunidade para que as pessoas ouvidas informassem mais de um app.

Por outro lado, em 2022 o mercado brasileiro já apresenta bastante maturidade no m-commerce. Por isso, no novo relatório a Mobile Time optou por afunilar a pergunta para apenas um app, reforçando assim a liderança da Shopee na nova pesquisa.

O aplicativo de compras foi citado por 21% dos consumidores móveis brasileiros entrevistados, tomando o primeiro lugar do ranking. A posição era do iFood até então, que neste ano ficou com 15% das respostas, enquanto o Mercado Livre e Americanas acabaram no terceiro e quarto lugar, respectivamente com 14% e 9% dos votos.

 

*Com informações Mobile Time

Veja também:

As 20 lojas virtuais mais acessadas por brasileiros

PIX completa um ano e ganha nova funcionalidade

No aniversário de um ano, o Pix, sistema de pagamento instantâneo do Banco Central (BC), ganha nova funcionalidade. Entra em vigor hoje (16) o Mecanismo Especial de Devolução, que agilizará o ressarcimento ao usuário vítima de fraude ou de falha operacional das instituições financeiras.

O mecanismo está regulamentado por uma resolução editada pelo BC em junho. Desde então, as instituições financeiras estavam se adaptando aos procedimentos.

Até agora, em uma eventual fraude ou falha operacional, as instituições envolvidas precisavam estabelecer procedimentos operacionais bilaterais para devolver o dinheiro. Segundo o BC, isso dificultava o processo e aumentava o tempo necessário para que o caso fosse analisado e finalizado. Com o Mecanismo Especial de Devolução, as regras e os procedimentos serão padronizados.

Pix Saque e Troco

Outras novidades para o Pix virão em breve. A partir do dia 29 estarão disponíveis o Pix Saque e o Pix Troco, que permitem o saque em espécie e a obtenção de troco em estabelecimentos comerciais e outros lugares de circulação pública.

No Pix Saque, o cliente poderá fazer saques em qualquer ponto que ofertar o serviço, como comércios e caixas eletrônicos, tanto em terminais compartilhados quanto da própria instituição financeira. Nessa modalidade, o correntista apontará a câmera do celular para um código QR (versão avançada do código de barras), fará um Pix para o estabelecimento ou para a instituição financeira e retirará o dinheiro na boca do caixa.

O Pix Troco permite o saque durante o pagamento de uma compra. O cliente fará um Pix equivalente à soma da compra e do saque e receberá a diferença como troco em espécie. O extrato do cliente especificará a parcela destinada à compra e a quantia sacada como troco.

Open banking

Ainda neste trimestre, o BC pretende estender o iniciador de pagamentos ao Pix. Por meio dessa ferramenta, existente para pagamentos por redes sociais e por aplicativos de compras e de mensagens, o cliente recebe um link com os dados da transação e confirma o pagamento.

Atualmente, o iniciador de pagamentos existe para compras com cartões de crédito e de débito. O BC pretende ampliar a ferramenta para o Pix, o que só será possível por causa da terceira fase do open banking (compartilhamento de dados entre instituições financeiras), que entrou em vigor no fim de outubro.

Com a troca de informações, o cliente poderá fazer transações Pix sem abrir o aplicativo da instituição financeira, como ocorre hoje. O usuário apenas clicará no link e informa a senha ou a biometria da conta corrente para concluir a transação. Tudo sem sair do site de compras, do aplicativo de entregas ou da rede social.

Estatísticas

Até o fim de outubro, segundo os dados mais recentes do BC, o Pix tinha 348,1 milhões de chaves cadastradas por 112,65 milhões de usuários. Desse total, 105,24 milhões são pessoas físicas e 7,41, pessoas jurídicas. Cada pessoa física pode cadastrar até cinco chaves Pix e cada pessoa jurídica, até 20. As chaves podem ser distribuídas em um ou mais bancos.

Em um ano de funcionamento, o volume de transações pelo Pix deu um salto. Em outubro, o sistema de pagamentos instantâneos movimentou R$ 502 bilhões, contra R$ 25,1 bilhões liquidados em novembro do ano passado. Segundo o Banco Central, 75% das transações do Pix em outubro ocorreram entre pessoas físicas, contra 87% no primeiro mês de funcionamento. Os pagamentos de pessoa física para empresa saltaram de 5% para 16% no mesmo período.

Empresas e governo

O aumento nos pagamentos a empresas decorre de funcionalidades adicionadas ao longo deste ano para estimular o recebimento de Pix por empresas e prestadores de serviço. Em maio, começou a funcionar o Pix Cobrança, que substitui o boleto bancário e permite o pagamento instantâneo por meio de um código QR (versão avançada do código de barras) fotografado com a câmera do celular.

Em julho, começou a ser ofertado o Pix Agendado, que permite o agendamento de cobranças, com a definição de uma data futura para a transação. Em setembro, o oferecimento da funcionalidade por todas as instituições financeiras passou a ser obrigatório.

As transações entre pessoas físicas e o governo aumentaram de R$ 2,25 milhões em novembro de 2020 para R$ 409,83 milhões em outubro deste ano. Apesar de pequenas em relação ao total movimentado, essas operações estão subindo graças a medidas como o pagamento de alguns tributos por grandes, micro e pequenas empresas e à quitação de taxas federais por meio do Pix.

Segurança

O Pix completa um ano em meio a preocupações com a segurança do sistema. Por causa do aumento de sequestros-relâmpago e de fraudes relacionadas ao Pix, o BC limitou, em outubro, as transferências a R$ 1 mil entre as 20h e as 6h. Medidas adicionais de segurança foram adotadas, como o bloqueio, por até 72 horas, do recebimento de recursos por pessoas físicas em caso de suspeita de fraude.

Em setembro, ocorreu o incidente mais sério com o Pix registrado até agora. Uma brecha de segurança no Banco Estadual de Sergipe permitiu o vazamento de 395 mil chaves Pix do tipo telefone. Na ocasião, não foram expostos dados sensíveis, como senhas, valores movimentados e saldos nas contas, mas os números de telefone de clientes capturados por pessoas de fora da instituição, que foi punida pelo BC.

Se casos semelhantes ocorrerem, as próximas punições poderão ser mais duras. No fim da semana passada, o BC acelerou as notificações às instituições financeiras que violarem os regulamentos do Pix e diminuiu as situações em que as multas serão isentas.

*Agência Brasil

Imagem: Reprodução

Veja também:

Pagamentos com PIX poderão ser utilizados em aplicativos de mensagens e compras online

WhatsApp deixa de funcionar em celulares antigos a partir desta segunda (1º/11)

Conforme divulgado anteriormente pela empresa, a partir desta segunda-feira, 1º de Novembro, o aplicativo de mensagens WhatsApp vai parar de funcionar em celulares antigos. O motivo é que, os celulares Android e iOS considerados mais antigos, não conseguem mais suportar as versões atualizadsa do sistema operacional. 

A empresa declarou que ”não será mais compatível com aparelhos Android com o sistema operacional 4.0.4 e versões anteriores”, assim, somente os celulares com Androi 4.1 ou acima vão continuar com o app.

Confira a lista abaixo com os modelos que perderão o acesso ao WhatsApp:

 

Samsung

  • Samsung Galaxy Trend Lite
  • Galaxy Trend II
  • Galaxy SII
  • Galaxy S3 mini
  • Galaxy Xcover 2
  • Galaxy Core
  • Galaxy Ace 2 

LG

  • LG Lucid 2
  • LG Optimus F7
  • LG Optimus F5
  • LG Optimus L3 II Dual
  • LG Optimus F5
  • LG Optimus L5
  • LG Optimus L5 II
  • LG Optimus L5 Dual
  • LG Optimus L3 II
  • LG Optimus L7
  • LG Optimus L7 II Dual
  • LG Optimus L7 II
  • LG Optimus F6
  • LG Enact
  • LG Optimus L4 II Dual
  • LG Optimus F3
  • LG Optimus L4 II
  • LG Optimus L2 II
  • LG Optimus Nitro HD
  • LG 4X HD
  • LG Optimus F3Q

ZTE

  • ZTE Grand S Flex
  • ZTE V956
  • ZTE Grand X Quad V987
  • ZTE Grand Memo

Huawei

  • Huawei Ascend G740
  • Ascend Mate
  • Ascend D Quad XL
  • Ascend D1 Quad XL
  • Ascend P1 S
  • Ascend D2

Sony

  • Xperia Miro
  • Sony Xperia Neo L
  • Xperia Arc S

 

No caso dos dispositivos da Apple, o WhatsApp será compatível apenas com a versão iOS 10 ou mais recente, assim como modelos com sistema  KaiOS 2.5.1.

Confira a lista dos modelos que perderão o acesso:

  • iPhone
  • iPhone 3G
  • iPhone 3GS
  • iPhone 4
  • iPhone 4s
  • iPhone SE (1ª geração)
  • iPhone 6S
  • iPhone 6S Plus.

 

Imagem: Reprodução

Veja também:

Novo aplicativo ajuda a encontrar doadores de medula óssea no Brasil

Pesquisa revela que sotaque mineiro é o mais atraente do Brasil

De acordo com uma pesquisa realizada com aproximadamente 2 mil pessoas pelo aplicativo de paquera Happn, 35% dos participantes se sentem atraídos pelo sotaque mineiro, e com isso, o sotaque foi considerado o mais atraente do Brasil. As informações são do G1 MG.

Em segundo lugar, aparece o sotaque gaúcho, com preferência de 33% dos entrevistados. O terceiro, quarto e quinto lugar ficaram com o sotaque paulista (27%), carioca (25%) e pernambucano (17%), respectivamente. Os entrevistados podiam escolher até três opções.

A pesquisa ainda revela que 55% dos brasileiros solteiros acham que a voz é uma característica importante na hora de escolher alguém para paquerar. Além disso, outros 86% dos ouvidos pelo aplicativo disseram que é possível se apaixonar apenas ao ouvir a voz alguém.

A matéria do G1 explica que os dados foram coletados como parte de um estudo realizado para novas funcionalidades de voz do dispositivo, como notas de áudio e chamdas de voz. A CEO da empresa que criou o app Happn, disse que esse experimento é um novo processo para oferecer mais emoções em experiências para os solteiros: ”Os encontros continuam se reinventando a cada dia e estamos certos de que o próximo grande desenvolvimento será oferecer aos solteiros mais emoções em sua experiência, permitindo-lhes recriar verdadeiramente o sentimento de um encontro da vida real. Estas características de voz são mais um passo do processo”, finalizou.

 

Imagem: Pixabay

Veja também:

10 lugares em Goiânia para conhecer o Crush perfeito e fugir da carreira solo

IFood sofre apagão na noite deste sábado e clientes ficam no prejuízo

Usuários do IFood, empresa no ramo de delivery de comida pela internet, relataram na noite deste sábado (30), problemas na confirmação de seus pedidos por meio do aplicativo. Segundo relatos, a plataforma chegou a cobrar pela comida, mas não confirmou o recebimento do pedido pelo estabelecimento escolhido, e os clientes também não conseguiram realizar o cancelamento do produto.

Em reportagem do portal UOL, um cliente relatou que enfrentou dificuldades em seu pedido mas chegou a receber uma resposta da central de atendimento do Ifood com a confirmação da instabilidade e problema técnico do sistema. ”Estamos trabalhando para ser normalizado o quanto antes”, dizia a mensagem da empresa. 

Na internet, os clientes fizeram muitas reclamações, mas até o momento, ainda não se sabe qual foi o verdadeiro motivo do suposto ”apagão”.

 

 

 

 

 

 

*Com informações UOL

Imagem: Reprodução

Veja também:

10 deliveries de pit-dogs em Goiânia pra te salvar a qualquer hora do dia ou da noite

Instagram libera figurinha de Links para todos os usuários

Nesta quarta-feira (27), o Instagram anunciou que a “figurinha de link” nos Stories, substituta do “arrasta para cima”, será disponibilizada para todas as contas da plataforma. A novidade vem sendo testada desde meados de julho, mas deverá ser distribuída aos poucos para todos os usuários em breve.

De acordo com o Instagram, a figurinha de link nos Stories tem o objetivo de oferecer à comunidade “mais maneiras de compartilharem o que amam”. E com a liberação do link para todos deve favorecer criadores de conteúdo menores, que ainda não tinham direito à facilidade para abordar temas de seu interesse.

Por enquanto, é possível que nem todos os usuários tenham acesso imediato à figurinha, que deve ser disponibilizada aos poucos para toda a base. Além disso, o Instagram reforça, ainda, que o compartilhamento de link via Stories também pode ser removido de contas que violarem as políticas de uso.

 

Imagem: Reprodução

Veja também:

Instituição de Lewis Hamilton investe na formação de professores negros na área da ciência e tecnologia