Como fazer a manobra de Heimlich em adultos, crianças e bebês (com vídeo)

O engasgo é uma manifestação do organismo para expelir alimento ou objeto que toma um “caminho errado”, durante a deglutição (ato de engolir). Na parte superior da laringe localiza-se a epiglote, uma estrutura composta de tecido cartilaginoso, localizada atrás da língua. Funciona como uma válvula que permanece aberta para permitir a chegada do ar aos pulmões e se fecha quando engolimos algo, isso para bloquear a passagem do alimento para os pulmões e encaminhá-lo ao estômago. O engasgo é considerado uma emergência, e em casos graves, pode levar a pessoa à morte por asfixia ou deixá-la inconsciente por um tempo. Sendo assim, agir rapidamente evita complicações.

Manobra de Heimlich em adultos ou crianças

Posicione-se por trás e enlace a vítima com os braços ao redor do abdome (se for uma criança, ajoelhe-se primeiro), caso ela esteja consciente. Uma das mãos permanece fechada sobre a chamada “boca do estômago” (região epigástrica). A outra mão comprime a primeira, ao mesmo tempo em que empurra a “boca do estômago” para dentro e para cima, como se quisesse levantar a vítima do chão. Faça movimentos de compressão para dentro e para cima (como uma letra “J”), até que a vítima elimine o corpo estranho.

Como agir em caso de engasgo em bebês:

Coloque o bebê de bruços em cima do seu braço e faça cinco compressões entre as escápulas (no meio das costas). Vire o bebê de barriga para cima em seu braço e efetue mais cinco compressões sobre o esterno (osso que divide o peito ao meio), na altura dos mamilos. Tente visualizar o corpo estranho e retirá-lo da boca delicadamente. Se não conseguir, repita as compressões até a chegada a um serviço de emergência (pronto socorro ou hospital). Esses procedimentos são válidos somente se a criança ou o adulto engasgado estiverem conscientes. Vítimas inconscientes precisam de atendimento hospitalar rapidamente. Os primeiros socorros para asfixia ou engasgo devem ser tomados até que seja possível o atendimento especializado.

Manobra de Heimlich em adultos:

Manobra de Heimlich em crianças:

Manobra de Heimlich em bebês:

Saiba como fazer uma deliciosa Pasta de Alho (receita prática)

Sabe aquela receitinha pra guardar e usar a qualquer momento e deixar (quase) qualquer prato simplesmente perfeito? É essa! Aprenda como preparar uma maravilhosa pasta de alho para usar em pães, torradas, saladas e até no churrasco de fim de semana. Tudo muito prático, barato e gostoso. Bom proveito!

 

Ingredientes:

7 colheres (sopa) de maionese

2 colheres (sopa) de azeite

Salsinha bem picadinha a gosto

Sal a gosto

1 dente de alho fresco raladinho (pode ser a gosto, pois tem quem goste mais forte e outros mais leve.

Orégano (opcional)

 

Modo de Preparo:

Em uma vasilha, misture a maionese e o azeite, e depois coloque a salsinha, o sal e o orégano, misture bem e por último coloque o alho e mexa bem. Guarde na geladeira e use em torradas, pão, saladas ou onde gostar.

Como fazer torresmo na panela de pressão crocante, sequinho e sem sujar o fogão

Num país tão polarizado como o nosso está pelo menos uma coisa é (quase) unanimidade nacional: o torresmo ou “torrêis” pros mais íntimos. Um dos aperitivos preferidos dos brasileiros, o toucinho de porco crocante é bom, barato e relativamente fácil de fazer. Cada um faz a clássica pancetinha conforme sua tradição mas vai aqui uma receita super prática, rápida, segura e, de quebra, não faz aquela sujeira toda no fogão. Aproveita pra comentar aí qual sua forma de preparar essa delícia genuinamente nacional. Mais uma da série Curta Mais em Casa:

 

Ingredientes:

-1 kg de barriga suína em pedaços

-10 dentes de alho espremidos

-Suco de 1 limão

-Sal

-¾ de xícara (chá) de óleo (150 ml)

-Sachê de tempero de carne (à gosto).

 

Modo de preparo:

Tempere a barriga com o alho, o limão e sal a gosto e deixe em repouso por 15 minutos.

Despeje o óleo na panela de pressão, gire-a para untar a lateral e acrescente a carne.

Retire a borracha da tampa (para não pegar pressão), feche e leve ao fogo por uns 15 minutos ou até parar de pipocar.

Deixe escorrer sobre papel absorvente e sirva. Sirva puro, com um limãozinho, ou como preferir.

Receita de Frango Assado em Pé da Ana Maria Braga no Mais Você

Saiba como preparar a receita de Frango Assado em Pé, ensinada por Ana Maria Braga e exibida no “Mais Você” desta sexta-feira, dia 07/05.

 

Ingredientes Frango Assado em Pé

50 mililitros de vinho branco seco

1 colher de sopa de sal

1 maço de salsinha ou 1 xícara de chá

5 folhas de louro picadas

1 cebola média em picada ou meia xícara de chá

1 colher de café de colorau

Meia cabeça de alho. Mais ou menos 8 dentes

1 tablete de caldo de frango

Meio pimentão verde pequeno pedaços ou 40 gramas

1 frango limpo com mais ou menos 2 quilos e meio

1 batatas grandes com casca e cortadas em rodelas

Modo de preparo

Em um liquidificador, coloque o vinho branco seco, sal, pimentão verde pequeno em pedaços, salsinha, meia cabeça de alho, folhas de louro picadas, cebola média picada, colorau, o tablete de caldo de frango e bata bem até formar uma mistura homogênea.

Despeje a mistura feita acima sobre 1 frango limpo com mais ou menos 2 quilos e passe a mistura por dentro e por fora. Deixe o frango marinando neste tempero na geladeira de um dia para o outro.

Em uma fôrma com furo no centro, tipo para pudim, coloque as batatas grandes com casca e cortadas em rodelas, espalhando pelo fundo da fôrma. Encaixe o pescoço do frango no furo central, de modo que ele fique em pé e leve ao forno alto a 200 graus Celsius por mais ou menos 50 minutos.

Depois deste tempo, retire o frango do forno, escorra o excesso de óleo da fôrma e vire-o com o pescoço para cima, encaixando-o pelo o outro lado.

Leve novamente ao forno por mais ou menos 1 hora ou até dourar.

Retire do forno e sirva em seguida com as batatas que ficaram cozinhando no fundo da fôrma.

Culinária baiana: aprenda a receita de moqueca de peixe com camarão do Rio Bahia

Se você pensou em prato saboroso, pensou em moqueca de peixe. Este prato típico da culinária baiana conquistou o Brasil inteiro e já existe várias adaptações. Tem temperado e feito no azeite de dendê, o Rio Bahia Restaurante abriu sua cozinha para mostrar uma moqueca de peixe e camarão que faz o maior sucesso por lá para você levar este gostinho baiano pra casa.

Ah, lembrando que você pode pedir este mesmo prato direto no Restaurante. Assinantes do Clube Curta Mais ganham 30% de desconto no cardápio alimentício. 

Ingredientes:

– 500gr de filé de surubim
– 200gr de camarão cinza médio
– 80ml de azeite de dendê
– 400ml de leite de coco
– 150ml de molho de tomate
– 1 pimentão amarelo
– 1 pimentão vermelho
– 1 cebola roxa
– Coentro a gosto
– Sal a gosto
– Pimenta do reino a gosto
– Pimenta de cheiro a gosto

Modo de preparo:

Em uma frigideira refogue o alho, cebola, pimentão amarelo e o pimentão vermelho no azeite de dendê. Feito isso, coloque as postas de peixe e temperare com sal e pimenta. Adicione o molho de tomate, leite de coco e um pouco de água. Deixe tudo ferver até formar um caldo espesso, quando estiver quase pronto adicione os camarões. Deixe por mais 5 minutos e, após isso, finalize com coentro.

Acompanhe o vídeo: 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Curta Mais® (@guiacurtamais) em

 

Como fazer Petit Gâteau em 5 minutos com 5 ingredientes que você tem em casa

Também conhecido como fondant de chocolate, o petit gâteau é perfeito para fazer no microondas, pois o ideal é que não cozinhe demais! Além disso a receita é gostosa, rápida e dá pra fazer com ingredientes que você tem em casa.

Aqui vamos ensinar uma que não leva nem cinco minutos e você vai decorar rapidinho:

Ingredientes:

– 2 colheres de chá de manteiga derretida;

– 4 colheres de chá de açúcar;

– 2 colheres de spá de chocolate em pó;

– 4 colheres de sopa de farinha de trigo;

– 6 colheres de sopa de leite;

Extra:

– 1 tablet de chocolate, se tiver.

Como fazer:

Coloque todos os ingredientes na ordem que foram apresentados a cima, misturando sem parar. Misture até criar uma massa, parecida com a de bolo. Após isso, coloque dentro de uma caneca ou um pote de mais ou menos 200ml. Leve ao microondas por apenas 1 minuto na potência máxima. Prontinho!

Para ficar ainda mais gostoso, acrescente um tablet pequeno de chocolate no meio da massa dentro do pote. O chocolate irá derreter e deixar seu Petit Gateâu ainda mais molhado e delicioso.

Bon Appetit!

Foto: cuisine.journaldesfemmes

Detran Goiás lança nova CNH Digital

O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO), em conjunto com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), lança nesta terça-feira (10) a Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e), a CNH Digital.

O documento virtual poderá substituir a versão impressa por meio de um aplicativo para celular. Goiás será o primeiro Estado do país a contar com o novo recurso.

Segundo o próprio órgão, a escolha de Goiás como Estado piloto na CNH-e pelo governo federal foi em virtude do avanço no processo de digitalização por que vem passando o Detran-GO.

A nova versão do documento poderá ser apresentada no lugar da carteira física, e será identificada pela leitura do QRCode ou certificado digital. A carteira digital terá a mesma validade que o documento impresso. A ativação deverá ser feita no mesmo celular em que a CNH for salva, que será protegida por um PIN. Essa senha será exigida todas as vezes em que o acesso ao documento for requerido.

“Já iniciamos o projeto de digitalização dos processos de habilitação. Quando for concluído e não utilizarmos mais o processo físico, passaremos a cumprir esse mesmo prazo nos processo, ou seja, o candidato terminará a prova e terá a Permissão para Dirigir em 12 horas”, explica o presidente do Detran-GO, Manoel Xavier Ferreira Filho.“

Como ter a nova CNH Digital

Para pedir a CNH-e, o motorista já deve ter uma habilitação impressa com QR Code e se cadastrar no portal de serviços do Denatran. Caso o condutor já tenha cadastro no Sistema de Notificação Eletrônica (SNE), opção que possibilita o pagamento de multas de trânsito com 40% de desconto, não será precio fazer novo cadastro. A solicitação deve ser feita pelo portal com a mesma senha de cadastro do SNE.

Além disso, os motoristas devem informar ou atualizar seus e-mails e telefones nos departamentos de trânsito estaduais (Detrans). Caso a pessoa possua certificado digital, pode fazer as atualizações de e-mail e telefone diretamente no portal do Denatran, sem a necessidade de se dirigir aos Detrans.

O cadastro será ativado com o envio de um link para o e-mail informado, solicitando que o usuário realize login no aplicativo pelo aparelho que deseja ter a CNH digital. O motorista deverá criar um Número de Identificação Pessoal (PIN), com quatro dígitos, que deverá ser memorizado para acesso posterior ao documento digital.

Caso o usuário encontre dificuldade ao fazer fazer o procedimento, basta ir pessoalmente ao Detran.

Harvard oferece curso on-line de arquitetura totalmente gratuito

A universidade americana Harvard, uma das mais respeitadas instituições de ensino do mundo, acaba de abrir um curso online gratuito de arquitetura. O conteúdo do material trata da importância da atividade como expressão cultural, para além da realização técnica.

O The Architectural Imagination será ministrado por Antoine Picon, Erika Naginski, K. Michael Hays e Lisa Haber-Thomson, e faz parte da parceria acadêmica online, fundada em 2012, entre Harvard e o MIT.

Conforme descrito no próprio programa da universidade americana, a “arquitetura é uma das práticas culturais mais complexas e tem como forma de expressão o material e as suas possíveis formas”.

Os professores irão abordar nos 10 módulos, os exemplos mais importantes da história da arquitetura e como esses se tornaram fonte de engajamento sócio-cultural.

A primeira parte do The Architectural Imagination tará aos alunos a ideia da arquitetura como imaginação, como aptidão que media a experiência sensorial e a compreensão conceitual. Já a segunda parte será mais focada no auxílio que a tecnologia propõe tanto para a realização dos projetos quanto para o seu entendimento.

As inscrições podem ser feitas diretamente neste link.

Café com óleo de coco emagrece e dá energia

A novidade que virou febre entre atletas e celebridades. Fernanda Souza, Yasmin Brunet, Bruna Marquezine são algumas das famosas que aderiram à mistura.

A combinação café com óleo de coco, promete emagrecer e acelerar o metabolismo. A receita foi criada por um investidor em tecnologia do Vale do Silício (EUA), Dave Asprey, depois de quinze anos de estudos.

Ele afirma ter criado um blend perfeito, chamado de bulletproof coffee: A receita para perder peso mistura café, manteiga e óleo de coco. Nutricionistas garantem que a cafeína aliada ao óleo de coco (extra virgem), que tem triglicerídeos de cadeia média, estimularia atividades antioxidantes, anti-inflamatórias e melhoraria índices de colesterol, além de aumentar as enzimas de saciedade, inibindo a fome.

Essa receita para perder peso exótica e turbinada desembarcou no Brasil adaptada, sem a adição da manteiga. Para o criador do bulletproof coffee, o consumo regular da mistura estimularia o organismo a usar o óleo e a proteína do coco como fontes de saciedade, além de ajudar na melhoria de níveis de atenção e energia. Para Alessandra, a bebida é mais indicada antes do treino ou no café da manhã. “A perda de peso acontece por causa da cetose, processo em que o corpo usa gordura em vez de glicose para produzir energia, mas cuidado, o óleo de coco incentiva a atividade intestinal, então não deve ser consumido em excesso”.

PROPRIEDADES DO ÓLEO DE COCO
Segundo especialistas, o óleo de coco extra virgem favorece o emagrecimento pela presença dos triglicerídeos de cadeia média, estimula atividades antioxidantes e anti-inflamatórias, além de melhorar o perfil lipídico [índices de colesterol]. Além disso, ele é responsável por aumentar as enzimas de saciedade que inibem a fome.

PROPRIEDADES DO CAFÉ
Rico em cafeína, substância estimuladora do sistema nervoso central, o café melhora o estado de alerta e também o desempenho em exercícios de força e aeróbicos. Ele pode, inclusive, reduzir a percepção da dor durante a atividade física. Como o efeito da redução é leve, não acarreta risco quando o exercício é executado corretamente.”

A COMBINAÇÃO…
Juntos, os dois ingredientes somam propriedades termogênicas e, por isso, funcionam como excelente pré-treino. Mas a bebida também pode ser consumida como lanche, para saciar a fome e melhorar o estado de alerta durante o trabalho ou estudo.

Yasmin Brunet e Fernanda Souza são adeptas do café com óleo de coco (Foto: Reprodução Instagram/Divulgação TV Globo)

Yasmin Brunet e Fernanda Souza são adeptas do café com óleo de coco (Foto: Reprodução Instagram/Divulgação TV Globo)

Receita de café com óleo de coco

  •  200ml de café forte e quente
  •  Uma ou duas colheres (sopa) de óleo de coco extra virgem

(na receita original americana, adiciona-se também 2 colheres de sopa de manteiga)

Modo de preparo: Use um mixer ou liquidificador para diluir e misturar bem e os ingredientes. Não use açúcar, nem adoçante. E consuma a bebida uma vez ao dia, de preferência pela manhã.

Receita: aprenda a fazer um Ovo de Páscoa recheado com Bolo de Cenoura

Se você adora essa data tão especial, mas anda um pouco chateado já que terá que vender um dos seus rins (ou os dois) para comprar seu ovo de páscoa, pode começar a abrir um sorrisinho nesse rosto!

Aprenda agora como fazer um ovo de páscoa com recheio de bolo de cenoura! A receita que viralizou nas redes sociais foi compartilhada pelo Edu, do canal Menino Prendado. Confira:

Brigadeiro de Ovomaltine: fácil, barato e bom demais da conta

O raio gourmetizador caiu na redação do Curta Mais e resolvemos dar um “tchan” no bom e velho brigadeiro. A boa notícia é que nem vamos cobrar por isso. Da série “faça você mesmo”, sugerimos dar um pulo num supermercado mais próximo (de preferência o mais barateiro pra amenizar a crise) e comprar os ingredientes. É tão fácil que até quem nunca pilotou um fogão vai tirar de letra essa receitinha. Chame os amigos para uma jantinha em casa com direito à surpresinha da noite. Garantimos que todo mundo vai adorar o Brigadeiro de Ovomaltine. Ah! Não esquece de trazer uma porção pra gente provar aqui na redação (estamos no piso G1 do Shopping Bougainville). Beijo do gordo!

 

Nível: fácil

Tempo de preparo: 30 minutos

Rendimento: até 30 unidades generosas

 

INGREDIENTES

1 lata de leite condensado

1 colher (sopa) de manteiga sem sal

3 colheres (sopa) de Ovomaltine

Ovomaltine para finalizar

 

MODO DE PREPARO

Misture todos os ingredientes na panela desligada. Leve ao fogo até desgrudar do fundo da panela. Deixe esfriar, unte as mãos com manteiga e enrole os brigadeiros.

Passe no Ovomaltine para finalizar.

10 brincadeiras antigas que as crianças de hoje precisam aprender

Era uma vez… Um tempo em que todo mundo brincava junto, suava, corria e curtia muito a vida real até dar a hora de voltar pra casa antes que a mãe ou o pai viessem atrás da gente com um chinelo na mão. Uma época que ninguém fazia a menor ideia do que era bullying e tablet era o chão da rua do bairro. Se você tem mais de 30 anos, vai se lembrar desse tempo e, provavelmente, vai ficar doido pra relembrar e brincar de novo alguns dos jogos relacionados logo abaixo. Se você é de uma geração mais nova, não estranhe o papo até aqui. Deixe de lado todo e qualquer (pré) conceito e, tenha certeza, que as dicas deste post são verdadeiros tesouros que podem deixar seus dias de folga e noites entre amigos bem mais divertidos do que qualquer programa virtual.

 

CARRINHO DE ROLIMÃ

rolima

Você que é da década de 80, quando vê uma ladeira o que vem na lembrança? Pensou no velho e bom carrinho de rolimã? Rolimã, rolemã ou rolamentos é o nome dado a um carrinho, geralmente construído de madeira e rodas de aço, feito por crianças para a disputa de corridas ladeira abaixo. A construção de um carrinho geralmente é artesanal, isto é, feita com ferramentas simples tais como martelo e serrote. O carrinho pode conter três ou quatro rolimãs (rolamentos). Dica: vá a uma oficina mecânica que, provavelmente, você vai encontrar alguns usados e de graça! A estrutura inclui um  corpo de madeira com um eixo móvel na frente, utilizado para controlar o carrinho enquanto este desce pela rua. Alguns colocam um volante pregado no eixo através do prego o freio deve ser um pouco maior que a distância do carrinho até o chão. O freio deve ficar em posição diagonal, e para diminuir a velocidade deve puxar-se o pedaço de madeira para uma posição em que encoste no chão. 

carrinho

 

ADEDONHA

adedonha

Quantas noites deliciosamente mal dormidas com toda a galera empolgada com as rodadas de adedonha! Do tipo de diversão garantida pra brincar com a família e juntar a turma de amigos. Experimente e relembre aqui como fazer. A princípio devem ser escolhidos temas, que posteriormente servirão como base para a dinâmica do jogo. Exemplos de temas são: Nome, Cor, Animal, dentre outros. Uma vez com os temas definidos, será sorteada uma letra entre os jogadores e inicia-se uma rodada. Todos devem responder cada tema com a letra sorteada no início da resposta. Aquele que responder todos os temas primeiro, grita “Adedonha!”, fazendo com que todos os outros jogadores parem de responder no exato momento. A validade da resposta para cada tema é conferida, atribuindo-se 0 pontos para uma resposta inválida, 5 para uma resposta válida repetida e 10 para uma resposta válida única. O processo é repetido até atingir um número de rodadas específico.

 

BOLINHA DE GUDE

bolinha

Bolita, bolica, berlinde, bila, bola de gude – não importa o nome, o fato é que ela sobreviveu ao avanço do tempo e dos jogos eletrônicos.

Aqui, vamos aprender algumas formas de jogar bolinha de gude, uma brincadeira ainda tão popular entre as crianças.

Há diversas formas de jogar, mas os objetivos não mudam muito.

Com um impulso do polegar, atira-se uma bolinha tentando atingir um alvo marcado previamente (triângulo, buraco, etc) ou tomar as bolinhas dos adversários, acertando-as.

As modalidades com buracos requerem chão de terra, mas as em que se usa um desenho, como o círculo, podem ser jogadas num chão de pedra ou cimento:  basta desenhar com giz. São várias formas de jogar, tipo mata-mata, triângulo, mas vamos explicar como funciona o Jogo do Círculo. Como diz o nome, joga-se com um círculo riscado no chão, onde se coloca um número de bolinhas de acordo com combinação prévia entre os jogadores.

O modo de jogar é basicamente o mesmo do triângulo: tentar acertar as bolinhas dentro do círculo a partir de certa distância (perto ou longe, dependendo da região onde acontece o jogo). Como no triângulo, o jogador perde a vez quando errar. Se a bolinha atirada ficar dentro do círculo, ele não pode apanhá-la; quando for de novo sua vez, terá de usar uma substituta.

 

FINCA

jogo

Como não achamos uma foto, vale essa ilustração da artistas Rosângela Borges.

Para a brincadeira, é preciso ter uma chave de fenda ou outro objeto com ponta. Os participantes desenham dois triângulos no chão (de preferência de barro ou areia da praia molhada), um de cada lado.

Depois, eles têm que tentar fincar a chave de fenda no chão, na direção do triângulo do adversário. Em seguida, os jogadores ligam cada ponto em que conseguiram fincar a chave ao outro, formando uma linha.

Essa linha tem de se fechar no lugar onde o jogador começou. Além disso, as chaves não podem ser fincadas em cima da linha do adversário e as linhas não podem se tocar.

Ganha quem conseguir fazer isso primeiro.

 

PIPA

soltar

Feche os olhos e lembre da farra que era juntar a galera pra soltar pipa! Antes disso, toda preparação que a brincadeira envolve, desde escolher o bambu sob medida até o plástico ou papel ideal para fazer a rabiola.

Este artesanato é bem simples, e com certeza é uma brincadeira que toda criança adora. Não perca esta chance de fazer uma pipa em 10 minutos e com um custo bem baixo.

Materiais: 1 papel de seda, 2 galhos de árvore (de preferência bambu), fita adesiva, linha, tesoura e cola.

Passo-a-passo: o primeiro é cortar o papel de seda em forma romboide. Esta é a forma típica das pipas. Depois coloque as varetas de bambu para medi-las.

Corte ambos galhos nas medidas correspondentes e coloque-os sobre a pipa. Segure-os com bastante fita adesiva pelas suas pontas.

Agora você terá que segurar a pipa com corda, o primeiro é cortar 2 porções de corda que sejam um pouco mais compridas do que os galhos, e colar seus extremos sobre os galhos, amarrando-as no meio. Você pode ver como elas estão numa das fotos da galeria de imagens.

Faça a rabiola cortando uns 6 ou 7 pedacinhos de cartolina e colando-os em 1mt de corda, deixando um espaço entre eles. Cole a rabiola na ponta inferior da pipa.

O toque final é amarrar a corda à pipa, para poder brincar com ela. Lembra que as cordas da pipa estavam amarradas no meio da pipa? Então, amarre ali a corda principal da pipa.

Um lembrete, para que a pipa possa voar bem alto, o importante é que a corda principal seja comprida; por isso, ela deve ter uns 10 a 20 metros.

como

 

QUEIMADA

queimada

Quem não se lembra do “jogo de menininha” que os meninos amavam jogar? Numa época que ninguém falava de bullying, a queimada era a certeza de unir meninos e meninos e se divertir enquanto um “sapecava” a bolinha de borracha no adversário. O jogo tem origem na Colômbia com inspiração norte americana. Muito praticado em escolas e como brincadeira infantil, o jogo de queimada é a certeza de queimar muitas calorias e fazer odo mundo querer ir pra cama mais cedo. A regra é clara (e simples):cada time se coloca num campo, sendo que apenas um jogador de cada lado deverá se colocar atrás da linha de fundo do campo adversário sendo denominado de “cruzar”, que não pode “queimar” enquanto está nesta função. Para decidir sobre a posse da bola e do campo, no início do jogo, esses dois jogadores virão colocar-se ao centro, entre os dois campos. Ocorre uma disputa de bola. Feito isso, voltam os jogadores aos seus lugares, entregando-se a bola para o cruzar do time que a obteve, para começar a partida, que é iniciada ao apito do instrutor. O objetivo é fazer o maior número possível de prisioneiros em cada campo. Será vencedor, o grupo que, no fim de um tempo previamente determinado, fizer maior número de prisioneiros, ou então, aquele que aprisionar todos os adversários.

 

BETE

bete

Triste é a pessoa que nunca experimentou a sensação maravilhosa de jogar bete, como é conhecido o jogo aqui no Centro-Oeste. Uns dizem que foi criado por jangadeiros brasileiros no século 19. Outros sugerem que “bete” derivou da palavra inglesa “bet”, cujo significado é aposta, termo muito utilizado nas partidas de críquete, na Inglaterra. Há ainda uma terceira hipótese que diz que o taco deriva do beisebol – embora os adeptos do esporte afirmem o contrário, que foi o beisebol que derivou do taco. Bete ou Taco – como é conhecido o jogo no Sul do Brasil, o fato é que o jogo já foi muito popular no Brasil principalmente na década de 1980. No Paraná, usa-se muito a expressão “largar os betes”, que significa desistir de algo.

O objetivo do jogo é trocar de base cruzando os tacos no meio do campo, o que equivale a 1 ponto. Ganha quem acumular 12 pontos primeiro. Iniciar a partida com a posse do taco é uma grande vantagem. A outra dupla, da bolinha, tem de primeiro conquistar o taco – derrubando a casinha (usávamos a lata usada do óleo de soja, hoje vai de garrafa pet de refri 2 litros que serve) do adversário – para somente depois buscar o acúmulo de pontos. O campo pode ser na rua mais tranquila do bairro ou em um campo aberto. Tem aproximadamente 15 metros de comprimento, sendo que as “latinhas” ficam posicionadas nas extremidades. No entorno das casinhas desenha-se um círculo, configurando as “bases”. Além de defender a lata, o jogador deve rebater a bola para longe e correr para trocar de base cruzando os tacos no meio do campo. Quem tem a posse da bolinha se posicionam logo atrás das bases (latas). Um deles irá iniciar o jogo, tentando acertar a lata – o objetivo é derrubá-la e, com isso, obter a posse do taco.

bete

Cuidado para não ser “queimado”: queimar o adversário consiste em atingir o oponente com a bolinha (os mais empolgados “sapecavam” a bola de borracha com força), quando este se encontra fora da base. Isto ocorre, na maioria das vezes, quando a bolinha não é rebatida longe o suficiente para permitir que os jogadores cheguem novamente às bases após o cruzamento dos tacos no meio do campo. Não pense que seu adversário, que foi queimado ou cuja latinha foi derrubada, resolveu ser gentil e lhe ceder gentilmente o taco: trata-se de uma farsa, um teatro. Há uma regra que estabelece que deve-se pedir licença para pegar o taco. Em outras palavras, perde-se o direito de posse do taco se o mesmo é pego sem o devido pedido de licença. Portanto, fique atento e nunca aceite gentilezas dos adversários.

 

ESTILINGUE

 estilingue

Quem tem mais de 30 e nunca teve um estilingue, que atire a primeira pedra! Mas antes que a turma do politicamente correto reclame, já vamos avisando: estilingues não são meros brinquedos. Com a estrutura e munição certas, essa antiga invenção pode ser também uma arma letal apropriada para caça de animais pequenos. Esse artigo fornece instruções para fazer um estilingue em Y e outro que pode ser usado em ambientes fechados. Nossa sugestão é que você apenas mostre à molecada como era um dos seus brinquedos antigamente ou, no máximo, faça um para acertar latinhas (tiro ao alvo mesmo). 

Procure o galho certo (o de goiabeira é perfeito). É preciso usar um pedaço de galho em forma de Y e que seja o mais resistente possível com 20 a 30cm de comprimento e com uma espessura razoavelmente uniforme de 3 a 5 cm formará um estilingue forte e fácil de usar. Se houver caroços ou pequenas partes mais tortas, você pode cortá-las ou lixá-las (uma boa faquinha resolve). Remova a casca da árvore. Assim você vai poder segurar o estilingue com mais conforto. Use uma faca afiada para talhar cortes na parte de cima de cada ramificação do Y. Essas marcas devem ser feitas a onde você vai segurar o estilingue. Procure fazê-las a uma distância de cerca de 2,5 cm da ponta de cada dente. Você vai precisar da borracha (aquela usada em fisoterapia ou para amarrar o braço enquanto tira sangue – pode ser encontrada em farmácias). Use um pedaço de couro, pode ser uma sobra de alguma sapataria (será a bolsinha onde as pedras serão atiradas)

 

AMARELINHA

amarelinha

Alguém pode até dizer que essa brincadeira é de criançamuito pequena e não deveria estar aqui. Mas o fato que ninguém sabe é que a tradicional amarelinha é começou como coisa de gente grande. Riscar o chão para sair pulando é uma brincadeira que vem dos tempos do Império Romano. A amarelinha original tinha mais de cem metros e era usada como exercício de treinamento militar. Os soldados corriam sobre a amarelinha para melhorar as habilidades com os pés. As crianças romanas, então, fizeram imitações reduzidas do campo utilizado pelos soldados. E acrescentaram numeração nos quadrados que deveriam ser pulados. Hoje as amarelinhas têm formatos de caracol, quadrado e geométricos, que lembram o corpo de um boneco. A quantidade de casas pode também variar bastante. As palavras céu e inferno podem ser escritas no começo e no final do desenho, que é marcado no chão com giz, tinta ou graveto. Mas as crianças também escrevem palavras como mundo, sol e lua nessas áreas, geralmente de descanso. Usando pedra, caco, saquinho, casca de banana ou “alguma coisa pesadinha” (como dizem as crianças), os participantes pulam amarelinha saltando (com um e dois pés) ou chutando.

 

CABO DE GUERRA

cabo

Pense num jogo antigo! O Cabo de Guerra (Tug of War em inglês) não tem um local ou ano específico que comprove de maneira exata a sua origem. Tudo leva a crer que este esporte tenha aparecido através de cerimônias e cultos antigos que eram realizados pelos povos egípcios (foto acima), há mais ou menos 4.000 anos atrás. Também os gregos tinham cerimônias que imitavam o cabo de guerra, assim como povos da Ásia, América do Norte e América do Sul. O cabo de guerra, nesta época, tinha várias formas e estilos de provas, diferentemente de hoje, no qual, o esporte é oficial e regulado pela Federação Internacional de Cabo de Guerra (Tug of War International Federation – TWIF), fundada em 1960. O Cabo de Guerra já foi um esporte olímpico e esteve presente nas Olimpíadas de 1900, em Atenas, na Grécia (foto acima); 1904, em Paris, na França; 1908, em Londres, na Inglaterra; 1912, em Estocolmo, na Suécia; e 1920, em Antuérpia, na Bélgica. As equipes podem ser formadas apenas por homens, mulheres ou então podem ser mistas (4 homens e 4 mulheres). Cada competidor é alinhado ao longo de um cabo, que tem aproximadamente 10 centímetros de diâmetro. Bem no centro entre os dois grupos existe uma linha central. A partir desta linha, o cabo é marcado bem no seu centro e também em outros dois pontos distantes com 4 metros a partir de seu centro. As duas equipes começam a competição com a linha central coincidindo com a marca central do cabo. Dado o comando de início, cada equipe tem o objetivo de puxar o time adversário de modo que ele passe a linha central a partir de sua marca de 4 metros do cabo. 

cabo

 Cabo de guerra já foi esporte olímpico.