Escola de dança oferece 30 bolsas de estudo em Goiânia com inscrições gratuitas

Para os apaixonados em dança, essa é a oportunidade de aprender ou melhorar a sua performance. A Escola de Breaking de Goiânia está oferecendo 30 bolsas de estudo para jovens e adolescentes entre 13 e 29 anos. Para se inscrever é necessário estar cursando ou ter concluído os estudos em escola pública. As inscrições podem ser feitas até o dia 9 de março pelo telefone (62) 3932-3905 ou pelo WhatsApp (62) 98416-5395.

Os bolsistas selecionados serão registrados junto à Federação Goiana de Breaking e Danças Desportivas (FGBD) e receberão todos os itens necessários para participar do projeto, como materiais esportivos, uniformes e lanche, além de acompanhamento psicossocial, de saúde e jurídico.

O breaking é uma modalidade esportiva que entrou para as olimpíadas em 2020, que já passa a valer para a competição em Paris deste ano. No curso, o bolsista vai aprender sobre os fundamentos da dança e aulas práticas com os movimentos de popping, locking, power move, toprock e footwork. 

dança-inscrições

Foto: divulgação

Segundo Aluísio Black, idealizador do projeto e presidente do Centro de Referência da Juventude (CRJ-GO), a iniciativa busca novos talentos para o breaking e a capacitação daqueles que sonham em ser atletas nas próximas olimpíadas. 

“Os jovens necessitam de meios que ofereçam um espaço para interação entre os mundos, vislumbrados por suas percepções, concepções e a realidade sociocultural a qual estão inseridos e para qual estão sendo preparados, além do desenvolvimento de suas habilidades esportivas”, destaca Aluísio. 

O projeto é uma iniciativa do CRJ em parceria com a Artes Urbanas Produções e apoio do Programa Goyazes/Governo de Goiás e Patrocínio do Grupo Equatorial.

Como serão as aulas?

As aulas serão ministradas pelo período de seis meses, às segundas, quartas e sextas-feiras, na sede social do Centro de Referência da Juventude (CRJ-Goiás), que fica na Avenida Independência, nº 41, no Setor Morais. 

Ao todo, serão formadas duas turmas, sendo uma de iniciantes e outra para avançados, com 15 alunos cada. 

A programação ainda contará com três encontros competitivos, que ocorrerão aos sábados, a cada dois meses, com a proposta de formar um ranking entre os bolsistas. As atividades serão conduzidas por uma equipe multidisciplinar formada por arte-educadores, educadores físicos, pedagogos e psicólogos

Bailarino goiano do Basileu França conquista “Oscar” do balé mundial

O jovem bailarino goiano João Pedro dos Santos Silva conquistou o primeiro lugar no Prix de Lausanne, uma competição de renome global no mundo do balé, realizada anualmente na cidade de Lausanne, na Suíça. A final ocorreu no sábado, dia 3 de fevereiro.

Com apenas 15 anos de idade, João Pedro é aluno da Escola do Futuro de Goiás em Artes Basileu França e foi o único representante brasileiro na final da competição. Carinhosamente conhecido como JP pelos amigos e na comunidade da dança, ele também recebeu o prêmio de Melhor do Público, sendo o mais votado entre os 20 finalistas de 12 países diferentes.

Ao saber do resultado, o bailarino expressou sua emoção: “Eu ainda não consigo acreditar que é real, porque sonhei em chegar aqui desde que era criança, e esse dia finalmente chegou. Quero expressar minha gratidão a todos que me apoiaram, meus professores, minha família e o Governo de Goiás, por proporcionar essa experiência incrível. Estou extremamente feliz!”

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, José Frederico Lyra Netto, ressaltou o investimento do Governo de Goiás no Basileu França, que ultrapassou os R$ 50 milhões no ano anterior, e expressou orgulho pela conquista de João Pedro: “Estamos muito orgulhosos do João Pedro, que representou os goianos com excelência na Suíça.”

Para a coordenadora de Dança do Basileu França, Simone Malta, o prêmio é um reconhecimento da dedicação e talento de João Pedro, destacando os sacrifícios e horas de treinamento que ele dedicou para alcançar esse sucesso.

João Pedro iniciou seus estudos na Escola do Futuro em Artes de Goiás Basileu França em 2020, com o objetivo de se tornar um bailarino profissional. Desde então, tem acumulado uma série de prêmios em competições de balé de prestígio internacional, demonstrando sua habilidade excepcional e sua paixão pela arte da dança.

 

Capoeirista de Goiânia conquista medalha na mais importante modalidade da categoria

A capoeira é uma representação cultural afro-brasileira que mistura esporte, luta, dança, cultura popular, música e brincadeira. Ela é caracterizada por movimentos ágeis e complexos, nos quais são utilizados os pés, as mãos e elementos ginástico-acrobáticos. Uma das principais diferenças da capoeira em relação a outras lutas é o uso da música em sua execução.

Andressa Thiemy Shiraishi, mais conhecida como Professora Manhosa, brilhou intensamente, encontrou na capoeira não apenas uma arte marcial, mas sim uma estrela guia que a acompanha desde os seus dias no Japão, onde iniciou sua jornada em 2000.

Andressa Thiemy Shiraishi campeã da luta casada / foto: divulgação

Competindo no VMB4, evento realizado no Rio de Janeiro, Andressa enfrenta sua adversária, representante do Rio de Janeiro, em uma batalha emocionante e cheia de técnica. Com sua habilidade única e dedicação inabalável, emerge como a campeã na categoria de luta casada, demonstrando não apenas sua destreza física, mas também sua profunda conexão com a essência da capoeira.

Para Andressa, a capoeira é muito mais do que uma simples prática esportiva; é uma filosofia de vida, uma forma de honrar suas raízes e fazer amigos ao redor do mundo. Sob a orientação do Mestre Guerreiro, da Capoeira Luanda, ela tem se destacado não apenas como uma atleta excepcional, mas também como uma embaixadora da cultura e tradição da capoeira.

Com mais uma conquista em seu currículo, a atleta agora volta seus olhos para o próximo desafio: uma competição em Goiânia, seguida por um evento ainda maior em Brasília, no mês de agosto. 

Itumbiara recebe espetáculo de dança neste domingo com entrada gratuita

A renomada Quasar Cia de Dança, celebrando seus 35 anos de contribuição à cultura brasileira, apresentará gratuitamente o espetáculo “Menos da Metade” no Teatro Municipal Maria Pires Perillo, em Itumbiara, no domingo, 07/01, às 19h. O evento marca o início da temporada de 2024 e é uma oportunidade única para o público do sul do estado vivenciar a expressividade artística da companhia.

O coreógrafo Henrique Rodovalho, diretor artístico da Quasar, desafia sua própria trajetória ao abordar, neste espetáculo inédito, uma temática urgente e relevante: a destruição do bioma Cerrado. Rompendo com suas abordagens habituais, Rodovalho busca, por meio da dança, sensibilizar o público sobre a relação crítica entre a humanidade e o meio ambiente.

Fotos: Layza Vasconcelos

“Menos da Metade” trata da urgência da sobrevivência e da importância da preservação ambiental. O espetáculo reflete sobre a devastação do Cerrado, destacando como a degradação desse ecossistema impacta diretamente a existência humana. Segundo Rodovalho, menos da metade da flora característica do estado ainda subsiste.

No palco, dez bailarinos se transformam em uma ponte entre a audiência e a natureza do Cerrado, tecendo uma narrativa que busca envolver e fazer sentir a grandiosidade e fragilidade desse bioma ameaçado. Através de movimentos e expressões corporais, eles evocam a beleza, a contorção, as temperaturas, as texturas e as fragrâncias desse ambiente tão rico.

Fotos: Layza Vasconcelos

Rodovalho compartilha sua motivação para essa obra singular: “Tenho pensado nesse trabalho há bastante tempo, e cada vez mais percebo a necessidade dele. Este ano, estamos vivendo condições climáticas extremas em todo o Brasil, com secas devastadoras e chuvas destruidoras. A ideia é levantar questões sobre a real necessidade de desmatar mais terras, em um estado que está perdendo seus biomas.”

A Quasar Cia de Dança acredita no poder transformador da arte e, por meio de “Menos da Metade”, busca despertar a consciência do público e estimular ações em prol da preservação do Cerrado. A destruição se converte em esperança, e a indiferença se transforma em ação. O espetáculo conta com o patrocínio da Belcar Caminhões, por meio do Programa Estadual de Incentivo à Cultura – Goyazes, evidenciando a parceria entre a cultura e o setor privado na promoção de diálogos fundamentais para o futuro sustentável.

 

Aparecida de Goiânia recebe mostra artística com entrada gratuita

Nos dias 10 a 13 de janeiro, Aparecida de Goiânia irá receber diversas mostras artísticas pertencentes ao Festival Rhema, com o tema “Vem pra Mesa”, que acontece no Shopping Aparecida.  Será palco da Mostra Menorah no dia 10 de janeiro, e também da Exposição de Artes Plásticas do festival, O evento reunirá artistas, companhias participantes e convidados em um intercâmbio único de informações e apresentações. A entrada é gratuita.

O Festival é considerado um dos maiores eventos artísticos do Brasil, e tem como objetivo ampliar a visão dos artistas e reciclar conhecimentos a respeito da arte em suas diversas aplicações. Milhares de artistas nacionais e internacionais já participaram dessa iniciativa cultural.

Mostra Menorah 

Durante o festival Rhema irá acontecer a Mostra Menorah, onde artistas, companhias participantes e convidados apresentam seus trabalhos artísticos. A Mostra Menorah acontece durante os 6 dias do festival e tem como finalidade o aperfeiçoamento dos talentos através do intercâmbio de informações e apresentações. A mostra acontecerá no auditório da Igreja Luz para os Povos Serrinha no Parque Amazônia, exceto dia 10 de janeiro. 

Por meio de uma parceria firmada com o centro comercial ‘Aparecida Shopping’, o local será palco da Mostra Menorah no dia 10 de janeiro. Dessa forma, a programação do Festival Rhema amplia o alcance de suas ações fomentando suas atividades culturais a um público ainda maior, além de promover novas experiências aos artistas participantes do festival.

Exposição de Artes Plásticas

Além da Mostra Menorah, as artes plásticas e a literatura também se unem em uma exposição com pré-lançamento literário no Aparecida Shopping. A artista Mirian Arceno Rocha, de Santa Catarina, apresenta seu projeto “Arte que Denuncia, Combate e Previne”, com 14 obras em óleo sobre tela que visa sensibilizar e conscientizar o público sobre questões como violência doméstica e abuso sexual. O projeto busca encorajar as vítimas a denunciar tais abusos e procurar apoio psicológico e terapêutico. O projeto já percorreu diversas cidades brasileiras e da América Latina, incluindo a Argentina. A exposição fica aberta ao público de 10 a 13 de janeiro, com entrada gratuita.

Festival Rhema 

O Festival Rhema 2024 também acontecerá entre os dias 8 a 13 de janeiro, no auditório da Igreja Luz para os Povos, no Parque Amazônia, em Goiânia. Centenas de bailarinos, atores e artistas de diversos segmentos se reúnem para aprimorar talentos através das mais de 40 oficinas, que vão desde montagem de coreografia, jazz, moderno, danças urbanas, circo, teatro, roteiro teatral, cinema, artes plásticas, preparação física para bailarinos, dentre outros.

As oficinas serão ministradas por professores renomados vindos de várias partes do país, dentre eles, o ator, dramaturgo e diretor Guilherme Moliaqua, de São Paulo, integrante do elenco da série ‘Onisciente’, da Netflix. Na área circense, o bailarino, coreógrafo e produtor cultural Felipe Toddy, de Brasília. A bailarina e coreógrafa do Rio Grande do Sul, Gisela Mendonça e a Youtuber Luciana Rios (Luvidança), de São Paulo, são alguns dos mais de 20 professores que ministrarão no Festival Rhema.

Lançamento do Livro “O Rio que Flui em Mim”

Na ocasião também acontecerá o pré-lançamento do livro “O Rio que Flui em Mim”, em que a artista fala sobre a experiência transformadora de se ouvir e obedecer a voz do Espírito Santo. O livro busca despertar os artistas a serem voz profética por meio do seu fazer artístico, edificando, consolando e exortando, em amor, um bairro, cidade, estado e nações. O pré-lançamento acontece no dia 10 de janeiro.

Dia Social

Além da importância cultural, há 25 anos o Festival Rhema vem modificando a sociedade através da arte – poderoso agente de transformação social. Por esse motivo, durante o evento acontecerá o ‘Dia Social’, onde as equipes de teatro, dança e circo, que participam do festival, vão se apresentar em locais como: parques, praças, escolas, hospitais, presídios, ruas e em asilos.

De acordo com a diretora da Cia Rhema, Adriana Pinheiro, “a missão do Festival Rhema é contribuir para a expansão do reino de Deus na terra por meio das apresentações artísticas, influenciando artistas cristãos para viverem a mesma missão em seus próprios ministérios. O “Dia Social” tem como objetivo levar as artes para além das quatro paredes a fim de promover o contato dos artistas com os mais diversos públicos”.

Sobre a Cia Rhema 

Com uma história de 31 anos de existência, a Companhia Rhema – Teatro, Musical e Dança ao longo desse período, desenvolveu ações artísticas de apoio a vários segmentos como Igrejas, Casas de Ressocialização e ONG’s. Levando as mais diversas formas de artes como ferramenta de conscientização e valorização da vida humana.

A Companhia já percorreu todo o território nacional visitando os mais longínquos vilarejos e tribos indígenas, pisou em todas as capitais brasileiras, além de realizar apresentações em mais de 16 países.

Para informações sobre valores, relação das oficinas, horário das programações e inscrições basta acessar o site www.festivalrhema.art.br/.

Goiânia recebe espetáculo natalino com entrada gratuita

Em uma noite mágica de 25 de dezembro, às 19h30min, a Igreja Metodista Central em Goiânia convida a comunidade para o seu espetáculo natalino inesquecível, “A Luz do Natal”. Com entrada gratuita, este evento extraordinário promete encantar corações com música, teatro e dança, celebrando a época mais especial do ano.

Sob a direção da talentosa musicista Priscilla Shiozawa, o coral irá entoar 11 canções que narram a história de Jesus. Em um espetáculo visualmente deslumbrante, a apresentação contará com coreografias envolventes, teatro de sombras, presépio vivo e elementos cênicos que transportarão o público para o cenário da natividade.

“Embora o foco esteja no nascimento de Jesus, queremos proporcionar uma experiência completa, abordando também algumas passagens de Sua vida adulta e o significado mais profundo de Sua vinda”, explica Priscila. O teatro, coordenado por Judinete Cardoso e Vivian Silveira, e as coreografias, criadas pela talentosa dançarina Raissa Cristina da Silva Oliveira, garantem uma apresentação única e emocionante.

Mais de 60 artistas voluntários, incluindo crianças e adultos, compõem o elenco dedicado deste espetáculo. Os ensaios, iniciados em setembro, prometem uma performance impecável que certamente tocará os corações de todos os presentes.

Companhia de Dança encanta Goiânia com espetáculos gratuitos

Nos dias 22 (quarta-feira) e 30 (quinta-feira), às 20h, a renomada Nalini Cia. de Dança se apresentará no Centro Cultural da UFG, na Praça Universitária, trazendo os espetáculos “Titiksha” e “Nega Lilu”. Após passagens por cidades do Mato Grosso, São Paulo e a Cidade de Goiás, a companhia oferecerá ingressos gratuitos para o público apreciar a dança contemporânea com temáticas profundas e atuais.

 

Sobre os Espetáculos

 

Titiksha narra a jornada de uma guerreira mística que atravessa o tempo humano, enfrentando os desafios existenciais da nossa espécie, inclusive as dores dos povos obrigados a abandonar suas raízes. Nega Lilu aborda as afetividades humanas, sendo um comentário sobre o amor e a busca pela plenitude em nossa época, inspirado no livro “Sem Palavras” de Larissa Mundim e Valentina Prado. Após cada apresentação, haverá um enriquecedor bate-papo com o público sobre o processo de criação e os temas abordados.

 

Oficina de Contato e Improvisação

 

Além das apresentações, a Cia. Nalini oferecerá uma oficina inclusiva e gratuita de “Dança e Movimento para Todos” no dia 25/11 (sábado), das 10h às 12h, ministrada pela diretora, coreógrafa e bailarina Valeska Vaishnavi. A oficina, acessível com intérprete de Libras, destina-se a participantes com mais de 14 anos. Não é necessária inscrição prévia; basta comparecer à sede da Nalini Cia. de Dança no dia e horário indicados.

 

Quem é a Nalini e a Visão de sua Criadora

A Nalini Cia. de Dança, destacando-se desde 2016 no cenário nacional, apresenta “Titiksha”, primeiro solo criado e interpretado por Valeska, e “Nega Lilu”, o espetáculo pioneiro da artista em 2011. Valeska, diretora e intérprete, destaca a importância desse momento de interação com novos públicos, explicando que a circulação permite um retorno ao contato presencial com o público, a essência do trabalho da companhia. 

 

A criadora expressa entusiasmo em levar suas obras a diversas cidades, promovendo conversas após os espetáculos e interações nas oficinas. A dança, segundo Valeska, é uma expressão artística que tem muito a dizer no Brasil, literalmente. A intenção é que todos saiam do teatro com algo novo para recordar e refletir, pois assim é a dança da Nalini.

 

Serviço:

– 22 de novembro: Titiksha às 20h

– 30 de novembro: Nega Lilu às 20h

Local: Centro Cultural UFG (Goiânia/GO)

 

Oficina dança contemporânea – Contato Improvisação 

Dia 24/11 (sexta-feira) 

Local: Sede da Nalini Cia. de Dança – 

Pré-requisito: idade acima 14 anos 

Entrada gratuita

Foto: Divulgação

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolhe

 

Goiás conquista quatro das cinco vagas do Brasil no ‘Oscar’ do balé mundial

A escola de artes Basileu França, mantida pelo Governo de Goiás, é a grande notícia do dia no mundo do balé: conquistou quatro das cinco vagas brasileiras para o Prix de Lausanne, a prestigiada competição internacional conhecida como o “Oscar” do balé, que terá sua próxima edição em fevereiro de 2024, na Suíça.

O anúncio, que veio nesta quinta-feira (2/11), coloca a escola pública goiana em um lugar de destaque no cenário da dança, ao lado de grandes escolas internacionais. Os 88 bailarinos selecionados representam a crème de la crème de 19 países, com os jovens goianos garantindo presença forte entre eles.

Em plena sintonia com a música e o palco, um bailarino da Basileu França captura a essência da dança em um movimento perfeito, representando o Brasil no prestigiado Prix de Lausanne.

João Pedro Silva, aluno da Basileu França, já estava entre os classificados desde outubro, após brilhar na pré-seletiva em Córdoba, Argentina. Acompanham-no Antônia Manrique, André Rozano e Yasmim Sabag, que com apenas 15 anos, veem na competição a chance de uma carreira em terras europeias.

O esplendor do balé goiano no caminho para o Prix de Lausanne: os bailarinos da escola Basileu França que representarão o Brasil na competição global. Foto: Governo de Goiás

 

A Basileu França está se consolidando como um centro de excelência em artes, com resultados que falam por si: somente neste ano, cinco alunos foram contratados por companhias internacionais e quatro receberam bolsas integrais de estudo. “O balé goiano é hoje um símbolo de qualidade e dedicação que nos enche de orgulho”, afirma José Frederico Lyra Netto, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Além dos triunfos em Lausanne, alunos da escola têm colecionado prêmios e contratos com as mais renomadas companhias de balé do mundo, mostrando que a arte e o talento florescem com investimento e apoio.

Leia também:

Apostador de Goiânia fatura sozinho premio de quase R$ 105 milhões da Mega-Sena – Curta Mais

Fantástica região turística de Goiás é destaque no globo repórter – Curta Mais

 

Bailarino goiano vence competição conhecida como o Oscar da Dança

O renomado coreógrafo e bailarino goiano, Duda Paiva, de 52 anos, alcançou um feito extraordinário ao vencer o prestigiado prêmio Zwan, considerado o “Oscar da dança”, na Holanda. A consagração veio na categoria de melhor espetáculo, com sua obra magistral intitulada AVATARA. A banca julgadora, impressionada com a apresentação, a descreveu como “comovente, opressiva, excitante e bem-humorada”.

AVATARA, uma colaboração entre Duda Paiva e a Illusionary Rockaz Company, uma companhia de hip hop que aborda a colonização holandesa no Suriname, é uma fusão inovadora de dança e bonecos de espuma habilmente criados por Duda. Esta combinação única de elementos artísticos cativou não apenas os jurados, mas também o público presente.

 

Duda Paiva

8183a925c6fbc8c4c1a074eb2b8e728d.jpeg

Foto: Reprodução/Instagram @dudapaivacompany

Nascido em Goiânia, Duda Paiva reside na Holanda desde 1996 e se destaca como um dos nomes mais talentosos e criativos no mundo da dança contemporânea. Além de protagonizar a coreografia de AVATARA, ele também foi o responsável pela direção do espetáculo, demonstrando sua habilidade multifacetada e dedicação à arte.

Em uma declaração emocionada, Duda Paiva compartilhou que ainda está processando a magnitude de sua conquista e agradeceu a todos que apoiaram e acreditaram em seu trabalho ao longo dos anos. Sua vitória no prêmio Zwan é não apenas um triunfo pessoal, mas também um motivo de orgulho para a comunidade artística brasileira.

 

Com informações do G1GO

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Reprodução/Instagram @dudapaivacompany

10 fazendas no AIRbnb em Goiás para viver dias em campo

Em meio ao caos urbano, o estresse do cotidiano e as constantes demandas da vida moderna, todos nós ansiamos por momentos de pausa e rejuvenescimento. Imagina-se sob a sombra refrescante de uma frondosa árvore ou absorvendo a calma que só a vida rural pode oferecer. Tais experiências, por mais simples que pareçam, têm o poder de renovar nossas energias, nos permitindo refletir, espairecer e, acima de tudo, nos reconectar com o nosso interior.

Fugir para o campo não é apenas uma pausa física, mas também uma oportunidade de mergulhar na simplicidade da vida rural. Ao se afastar do ritmo frenético das metrópoles, encontramos abrigo em paisagens pastorais, onde vastos campos verdes se estendem até onde os olhos podem ver e o canto melodioso dos pássaros toma o lugar do incessante barulho das cidades.

É neste cenário idílico que nos redescobrimos, seja na companhia de entes queridos ou em momentos de introspecção solitária. Ali, a vida segue um ritmo mais lento, dando-nos a chance de apreciar cada momento, cada suspiro da natureza e cada sorriso compartilhado.

Reconhecendo essa busca crescente por refúgios rurais, o Guia Curta Mais selecionou para você algumas casas de campo exclusivas, perfeitas para uma escapadela de fim de semana ou, para os mais aventureiros, uma estadia prolongada. Descubra esses oásis, reconecte-se consigo mesmo e experimente a magia revigorante do campo.

 

Fazenda Iluminada

1e0d94e5875421eba114332a03573078.png

Situado em Alto Paraíso de Goiás, a Fazenda Iluminada oferece total privacidade e sensação de estar em seu próprio lar. A propriedade inclui uma casa principal, uma casa de campo, um parque infantil e um espaço para refeições ao ar livre. 

Além de contar com uma vista exuberante do cerrado, jardins, campos, colinas, florestas ribeirinhas, nascentes, lago e uma cachoeira particular, completam a experiência dos hóspedes. Localizado a apenas 5,6 km da cidade e de fácil acesso pela GO-118, este refúgio privilegiado permite acesso conveniente a restaurantes e cafés locais.

Fazenda Iluminada – House – Casas para Alugar em Alto Paraíso de Goiás, Goiás, Brasil – Airbnb

 

Casa da Lolô

ac63df0f9d622f5766d649df8cbeb0a2.png

Que São Jorge tem uma natureza exuberante, aos pés da Serra do Segredo, com muitas cachoeiras e um ambiente perfeito para relaxar, todo mundo sabe!

Com essa casa, você desfrutará de conforto, com tudo que você precisa: cozinha, sala, quartos e banheiros à disposição dos hóspedes. A caseira está disponível para assistência. A proximidade com a Vila de São Jorge, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e inúmeras cachoeiras tornam a estadia uma garantia de momentos incríveis.

Casa da Lolô – Casas de campo para Alugar em Chapada dos Veadeiros, Alto Paraiso – São Jorge, Brasil – Airbnb

 

Fazenda Reserva Paraíso

91f5b2e9f88cc1e060ba1b653157624a.png

Alto Paraíso de Goiás é um refúgio natural incrível, e a Fazenda Reserva Paraíso fica a apenas 3,5 km da cidade. Rodeada por uma reserva ambiental com rios e cachoeiras, oferece tranquilidade e privacidade. 

A propriedade inclui uma casa principal e dois chalés suítes, uma cozinha completa e serviços como arrumadeira e cozinheira. Há também um guia para explorar as cachoeiras da região. Esta jóia escondida proporciona luxo e contato com a natureza, sendo uma escapada única em Alto Paraíso.

Fazenda Reserva Paraíso com rios e cachoeiras – Casas de campo para Alugar em Alto Paraíso de Goiás, State of Goiás, Brasil – Airbnb

 

Chácara Meu Pé de Manacá

f426fc58fda85f2f8e0e403575e4fbff.png

Esta casa aconchegante oferece conforto e tranquilidade em um cenário deslumbrante. Com seis quartos, incluindo quatro suítes, a casa proporciona uma experiência acolhedora e relaxante. Os espaços incluem uma sala com TV, cozinha completa, ampla varanda com churrasqueira, sauna e piscina. Wi-Fi grátis e ar-condicionado nas suítes disponíveis. A casa é ideal para grupos menores em busca de um refúgio íntimo.

Chácara Meu Pé de Manacá – conforto e natureza – Casas de campo para Alugar em Pirenópolis, State of Goiás, Brasil – Airbnb

 

Chalé Guapuruvu

a032232a71fd041a4cb8450584758992.png

Um chalé rústico em Pirenópolis, localizado em uma área rural preservada por mais de 27 anos, você terá experiência única em meio à natureza do cerrado brasileiro. Com suíte privativa, cozinha e trilha pela floresta, os hóspedes podem apreciar a biodiversidade local. 

O chalé está equipado com comodidades, e uma piscina compartilhada que te permite conhecer outros viajantes. A localização proporciona a oportunidade de relaxar, sentir a natureza e contemplar o pôr-do-sol. É um refúgio perfeito para aqueles que buscam uma conexão próxima com a natureza.

Chalé Guapuruvu Seu espaço para relaxar – Chalés para Alugar em Centro, Goiás, Brasil – Airbnb

 

Lindo e aconchegante rancho no campo

2abe342de721a445c3a4def77dc4ddf2.png

Um rancho de 4.000 metros quadrados, a poucos quilômetros de Goiânia, oferece uma experiência tranquila na natureza. A propriedade, recém-reformada, possui uma vista deslumbrante do pôr do sol e todas as comodidades para uma estadia confortável, incluindo dois quartos, dois banheiros, Wi-Fi e uma jacuzzi. 

Próximo à Fazenda Santa Branca, é o lugar perfeito para relaxar e desfrutar da natureza. Os anfitriões caninos, Nacho e Lua, são amigáveis e acrescentam alegria à experiência. Este rancho é o refúgio ideal para quem busca paz e serenidade nas proximidades de Goiânia.

Lindo e aconchegante rancho no campo. – Casas de campo para Alugar em Nerópolis, Goiás, Brasil – Airbnb

 

Chalé Rústico

054987b3396e9ab2e4d1602c136ad8eb.png

Chalé Rústico, a 2km de Pirenópolis, oferece uma experiência sustentável em meio à natureza. Construído com técnicas ecológicas, incluindo captação de água da chuva e tratamento de águas, o chalé proporciona conforto e harmonia com a natureza. Os visitantes podem desfrutar do silêncio, aprender sobre plantas orgânicas e descansar em um ambiente sustentável. É um convite para vivenciar a ecologia prática e a conexão com a natureza.

Chalé Rústico – Casas de campo para Alugar em Pirenópolis, Goiás, Brasil – Airbnb

 

Casa da Mata

9bf52820b3b3374651e8b64814584306.png

A “Casa da Mata” é uma fazenda localizada a 6 km do centro histórico de Pirenópolis, rodeada por belas montanhas e matas nativas, com dois córregos e um poço de banho na propriedade. A casa tem 2 quartos para até 6 pessoas, uma sala espaçosa, cozinha gourmet bem equipada e uma piscina aquecida com vista para o vale. 

O acesso é por um túnel de árvores nativas, e há espaço para fogueira e uma trilha até o rio, onde os hóspedes podem desfrutar da natureza e uma massagem na “Bica da Nascente”.

Casa da Mata: Uma piscina aquecida eletricamente – Casas de campo para Alugar em zona rural, Goiás, Brasil – Airbnb

 

Rancho Baru

9ede447fddc3bb1465f0a461e60a6d45.png

O Rancho Baru é um refúgio encantador cercado pela natureza, com acesso direto ao lago a apenas 50 metros da casa. A propriedade possui uma arquitetura rústica em madeira e oferece um ambiente perfeito para relaxamento e diversão em família. É um local ideal para vivenciar momentos inesquecíveis em meio à natureza.

Rancho Baru: lago e spa em um só lugar – Casas de campo para Alugar em 1, Goiás, Brasil – Airbnb

 

Chácara pequena e aconchegante

2e3d4ab824577bf911bc1158f354d024.png

Acomodação espaçosa, perfeita para grupos grandes. Com 16 camas confortáveis, esta propriedade é ideal para reuniões de família, retiros corporativos ou escapadas com amigos. Desfrute de amplos espaços compartilhados, comodidades modernas e uma localização conveniente para explorar a área. 

Chácara pequena e aconchegante- novinha. – Casas de campo para Alugar em Hidrolândia, Goiás, Brasil – Airbnb

 

Todas as fotos foram fornecidas pelo AIRBNB.

Bailarino de Goiânia é finalista em concurso internacional de dança

O aluno da Escola do Futuro de Goiás (EFG) em Artes Basileu França, João Pedro Silva, de 14 anos, ficou com uma das três vagas destinadas à América Latina pelo Prix de Lausanne, um dos principais festivais de dança do mundo, e estará na competição que vai ocorrer em fevereiro do ano que vem, na cidade de Lausanne, na Suíça. Ele garantiu a vaga ao conquistar o prêmio principal na pré-seletiva que ocorreu em Córdoba, na Argentina.

A dança do Basileu França teve outros três bailarinos que concorreram a uma vaga na final da pré-seletiva: Antônia Manrique, André Marra e Yasmin Sabag. Embora não tenham sido aprovados para o Prix de Lausanne, eles ainda têm uma chance, já que todos aqueles que concorrem nas finais das pré-seletivas (que são divididas por regiões), podem enviar vídeos ao Prix e concorrer a vagas, que variam de cinco a dez, destinadas a bailarinos de todo o mundo.

A coordenadora de Dança da EFG Basileu França, Simone Malta comemorou o resultado alcançado. “João começou pequeno aqui no Basileu França e vê-lo tornar-se um homem bailarino é encantador. Isso é fruto de muita dedicação e da equipe de direção e professores do balé. São mais de 10 anos consecutivos indo à Suíça para uma das maiores competições de dança do mundo. Viva a dança em Goiânia! Viva o investimento do Governo do Estado no Basileu França! Viva Basileu França!”, se entusiasma Simone, que, além de coordenadora, é também coreógrafa de vários espetáculos.

Destaque da pré-seletiva da América Latina, João Pedro diz que ter participado do certame em Córdoba já foi uma grande conquista. “Ser selecionado entre os melhores da América Latina me surpreendeu”, assegura. “Só tenho a agradecer aos meus professores do Basileu França, pois sem eles isso não seria possível. Me ensaiaram e me capacitaram. Sou fruto da dança do estado de Goiás e espero poder orgulhar a todos na Suíça em 2024”, diz.

A instituição se firma, cada vez mais, como uma das maiores escolas públicas de artes da América Latina. Apenas neste ano, alunos da escola conquistaram 15 prêmios em festivais de dança internacionais, além de muitos terem conseguido contratos e bolsas nas principais companhias de balé do mundo. Um dos prêmios foi justamente no Prix Lausanne, obtido por Ana Luísa Negrão, na categoria Melhor Dança Contemporânea. 

A EFG em Artes Basileu França é uma escola do Governo de Goiás, ligada à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), e gerida pelo Centro de Educação, Trabalho e Tecnologia (CETT) da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Sobre o Prix de Lausanne

Trata-se de uma prestigiosa competição internacional de balé realizada anualmente na cidade de Lausanne, na Suíça. Fundado em 1973, o evento tem como objetivo descobrir jovens talentos na área da dança clássica e proporcionar-lhes oportunidades para avançar em suas carreiras profissionais.

Durante o concurso, jovens bailarinos de todo o mundo apresentam variações de balé perante um painel de jurados renomados, representando algumas das principais companhias de balé do mundo. Os participantes são avaliados não apenas pela sua habilidade técnica, mas também pelo seu talento artístico, expressão emocional e potencial de crescimento na área da dança.

O Prix de Lausanne oferece bolsas de estudo e oportunidades de treinamento em algumas das melhores escolas e companhias de balé do mundo, tornando-se um trampolim crucial para jovens bailarinos que desejam seguir carreira profissional no mundo da dança clássica. Além disso, o evento proporciona aos participantes a chance de se apresentar em um palco internacional, ganhando visibilidade e reconhecimento no cenário global da dança.

 

 

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Imagem de capa: Secti

Muito além do sertanejo: Goiás também é referência de música e dança clássicas

Engana-se quem acredita que Goiás é terra só do sertanejo. Nos últimos anos o estado se consolidou como eixo nacional da música e dança clássicas. Artistas de várias regiões do Brasil e de outros países buscam formação na Escola do Futuro de Goiás em Artes Basileu França, no Instituto de Educação em Artes Professor Gustav Ritter e na Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG).

Os esforços dos bailarinos e bailarinas da escola têm se refletido nos vários prêmios e oportunidades que a cia conquistou. Só neste ano foram: um prêmio do Prix Lausanne, na Suíça; dois prêmios no festival de dança Youth America Grand Prix (YAGP), realizado nos Estados Unidos; e 12 prêmios no Festival de Dança de Joinville, considerado o maior do mundo. Além disso, os alunos conseguiram três contratos e nove bolsas com companhias internacionais de balé.

Pensando em expandir ainda mais a qualificação não apenas dos alunos do balé, mas de todos os outros cursos, o Governo de Goiás investirá mais de R$ 41 milhões na ampliação e reforma do Basileu França. A área construída passará de 8,6 mil m² para 13,8 mil m². O Basileu conta atualmente com quase 3 mil alunos matriculados em vários cursos de arte, dos quais 71,3% são da rede pública de ensino.

Mais investimento cultural

O fomento conta com Leis de Incentivo, como Fundo de Arte e Cultura (FAC), Programa Goyazes e Aldir Blanc. Além do calendário cultural com festivais e eventos em todas as regiões goianas, com público cada vez maior e diversificado.

Nos últimos cinco anos foram mais de R$ 450 milhões destinados ao setor cultural. Só em 2023, são R$ 14,2 milhões em recursos para editais do FAC e mais de R$ 20 milhões pelo Programa Goyazes, além da Lei Aldir Blanc.

Orquestra reconhecida

A Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG) é uma das responsáveis pela projeção do estado no cenário nacional e internacional, no setor da cultura. Prova disso, é o reconhecimento da crítica especializada. O diretor-editor da Revista Concerto, Nelson Rubens Kunze, afirmou recentemente: “Já tem mesmo alguns anos que o centro de gravidade da atividade sinfônica brasileira pende lá para os lados de Goiânia”, relatou o crítico.

Segundo ele, “a Filarmônica de Goiás sob a regência de Neil Thomson tem todas as razões para ficar orgulhosa de seu desempenho”. Além disso, a qualidade da música de concerto em Goiás, em seus lançamentos anteriores, venceu o Prêmio Concerto 2022 CD/DVD/Livros e figura no top 10 do ranking mundial de música clássica.

escola

Alunos da Escola do Futuro de Goiás em Artes Basileu França se destacam em competições nacionais e internacionais. Orquestra Filarmônica de Goiás está no Top 10 do ranking mundial de música clássica. (Imagem: divulgação)

 

Publieditorial:

logo

Goiânia recebe espetáculo premiado inspirado em obra de Franz Kafka

Com uma mistura de dança, teatro e conteúdo audiovisual, Goiânia recebe na próxima sexta-feira (11), o contemplado espetáculo inspirado na obra “Metamorfose” de Franz Kafka, diretamente do Teatro da IFG.

A entrada é gratuita, basta apenas retirar os ingressos antecipadamente pela plataforma Sympla. Não se preocupe em relação aos horários, pois o espetáculo acontecerá em duas sessões diferentes: às 16h e às 20h.

Considerado uma das obras mais conhecidas do autor, o artista multilinguagem Gustavo Silvestre em parceria com o diretor teatral João Bosco Amaral em co-produção internacional, criou o espetáculo com o objetivo de misturar os movimentos de dança com o audiovisual e teatro, relacionando com experiências sensoriais e contemporâneas.

Além disso, a peça foi premiada pelo júri popular no Festival Imaginarius em Portugal, passou por diversas cidades brasileiras como Anápolis, Brasília, Palmas, Gurupi e irá encerrar suas atividades na capital goiana. 

espetaculo

Créditos: Rubens Neto

 

Sobre o artista:

Gustavo Silvestre é um artista multilinguagens das áreas de teatro, dança e audiovisual. Graduado em Artes Cênicas e Cinema, atuou como intérprete por mais de 15 anos em algumas companhias de grande representatividade no cenário nacional, como Cia Mário Nascimento, Cia de Dança Palácio das Artes e Quasar Cia de Dança. Com uma carreira solo, tem participado de importantes festivais internacionais e recentemente recebeu o prêmio especial do júri popular no festival Imaginarius em Portugal por seu solo Metamorfose. 

 

Serviços: 

Espetáculo Metamorfose

Dia: 11 de Agosto

Horário: 16h e 20h

Local: Teatro IFG – R. 75, 2-186 – St. Central, Goiânia – GO, 74055-110 

 

Créditos da imagem de capa: Rubens Neto

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

 

>Veja Também<

https://www.curtamais.com.br/goiania/goiania-recebe-festival-internacional-de-danca-com-curso-gratuito-de-christian-moyano

https://www.curtamais.com.br/goiania/goiania-recebe-exposicao-sobre-clemens-holzmeister-e-otto-wagner-com-entrada-gratuita

https://www.curtamais.com.br/goiania/o-teatro-magico-desembarca-em-goiania-para-nova-apresentacao

https://www.curtamais.com.br/goiania/filme-de-diretor-premiado-estreia-com-exclusividade-no-cinex-em-goiania

5 lugares em Goiânia para curtir uma noite de forró agarradinho

Na última terça-feira (02/08) foi dada a largada oficial da Semana da Cultura Nordestina. A data marca o dia da morte do Rei do Baião, o saudoso Luiz Gonzaga, no ano de 1889.

Por essa razão, a primeira semana do mês de agosto é dedicada à celebração da Cultura Nordestina. Homenageando o cantor e compositor pernambucano Luiz Gonzaga, uma das mais completas, importantes e criativas personalidades da música popular brasileira.

Através de suas apresentações, Gonzaga apresentou ao mundo a cultura musical de seu Nordeste. Baião, xaxado, xote e forró pé de serra, eram levados pelo músico através de sua sanfona, zambumba e triângulo.

Sem dúvidas, o forró foi o ritmo que mais encantou os brasileiros, de Norte à Sul. Ou, no caso, do Nordeste ao Centro-Oeste.

Goiânia pode até ser a terra do sertanejo, mas tem muitos goianienses que não resistem à um convite do tipo “bora pro forró?”. E foi pensando nisso, e na Semana da Cultura Nordestina, que o Curta Mais listou para você 5 lugares para dançar agarradinho em Goiânia e aquecer o corpo.

 

Confira a lista:

Coronel 1889

O Coronel 1889 é o lugar ideal em Goiânia para quem deseja curtir o verdadeiro forró! Na sexta-feira, a partir das 21h, Junior Santos dita o ritmo da dança. Já no sábado, no mesmo horário, o show com Trio Aristides promete colocar todo mundo pra sacudir o esqueleto.

Onde: Rua 89, 110 – St. Sul

Mais informações: (62) 3594 8648

 

Sport Dance

Nos dias 4 e 5 de agosto, sexta-feira e sábado, a Academia funciona com a Semana do Passe Livre. São dois dias de aula experimental para quem deseja conhecer as aulas de dança oferecidas ao longo do semestre que variam entre Dança do Ventre, Samba Iniciante, Forró Iniciante, Forró Intermediário, Zouk Iniciante, Samba e Zouk Intermediário.

É para ficar craque no forró!

Onde: Conectar Studio de Dança e Arte – R. S-5, 457 – Sobreloja (1° e 2° andar) – St. Bela Vista

Mais informações: (62) 9 8161 4129 ou (62) 9 8116 9687

 

Tabernas

Forró de Domingo

No domingo (06/08), o Tabernas recebe forró em dose dupla, a partir das 20h. Com os grupos Forró Jirrar e Zabumba Beach, o evento promete colocar todo mundo pra dançar.

Onde: Av. Laudelino Gomes, 226 – St. Bela Vista

Mais informações: (62) 9 9692 0505

 

Clube de Engenharia de Goiás – CENG

Na sexta-feira (04/08) o Clube de Engenharia coloca o público para dançar em uma noite de “Brasilidades” ao som da banda Forró Gyn.

Com couvert artístico de R$ 22 para não associados, e R$ 18 para os associados, o evento contará com mesa de frios, caldos, petiscos, drinks, vinhos e cervejas.

Onde: R. 132, 500 – St. Sul

Mais informações: (62) 3281 0000

 

Piry Cozinha Nordestina

Semana da Cultura Nordestina

A Cozinha Nordestina mais famosa de Goiânia enaltece a Semana de sua Cultura com muita comida típica, decoração e, claro, programação musical pra lá de especial.

Durante o mês de agosto, as noites de quinta-feira ganham pratos especiais. O cardápio volta a oferecer o Jerimum Elétrico + Parrillada Nordestina no jantar. Já aos sábados, a partir das 20h, a programação musical chega com muitas surpresas como Anne e Raquel, Trio Maiero, Walter Carvalho e muito mais!

Onde: Av. C-1, 510 – Jardim América

Mais informações: (62) 3251 5697

Imagem: Reprodução Carol Caminha – GShow 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

>Veja Também<

Mambaí: Conheça o paraíso escondido na Região Nordeste de Goiás

Conheça a cidade que é considerada um pedaço do Nordeste em Goiás

Nordeste brasileiro tem roteiros fantásticos que conquistam o coração dos goianos

Bailarinos de Goiânia conquistam 12 prêmios no maior festival de dança do mundo

As bailarinas e os bailarinos do balé da Escola do Futuro de Goiás (EFG) em Artes Basileu França levaram 12 prêmios no 40º Festival de Dança de Joinville, considerado o maior do mundo. Foram sete conquistas de primeiro lugar, duas de segundo, uma de terceiro e uma na categoria prêmio especial, além do principal prêmio do evento, o de Melhor Grupo. O festival ocorreu de 17 a 29 de julho, na cidade catarinense, com a participação de 13 mil dançarinos. 

A equipe goiana participa do festival desde 2010 e sempre trouxe prêmios para casa. “Goiás produz balé de primeiro mundo, tanto que nossos bailarinos e bailarinas são reconhecidos internacionalmente e ganham prêmios por todos os festivais pelos quais passam. Não existe futuro sem arte e o Governo de Goiás, sob orientação do governador Ronaldo Caiado, continua investindo para que o Estado traga mais alegrias como essa para o povo goiano”, afirma o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, José Frederico Lyra Netto. O Basileu França é ligado à pasta.

Este foi o melhor desempenho do grupo no festival. Em 2022, foram dez prêmios. “Durante todo este tempo, foi investido muito suor e dedicação dos bailarinos, coreógrafos, professores e demais apoiadores. Valeu a pena. Fomos aplaudidos de pé muitas vezes. Agradecemos ao Governo de Goiás e à organização do Festival por mais essa oportunidade”, diz a coordenadora de Dança da EFG Basileu França, Simone Malta.

O balé do Basileu França já venceu prêmios internacionais neste ano, como no Youth America Grand Prix (YAGP), festival realizado nos Estados Unidos, em abril. Tanto que três alunos da Cia Jovem da EFG conseguiram contratos profissionais com companhias de dança na Holanda e na Estônia, e outros nove ganharam bolsas de estudos em tradicionais escolas de balé da Alemanha, França, Inglaterra e dos Estados Unidos. Os 12 começam a viajar para seus destinos já neste segundo semestre.

A EFG em Artes Basileu França é uma instituição ligada à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e, desde 2021, é gerida pelo Centro de Educação, Trabalho e Tecnologia (CETT) da Universidade Federal de Goiás (UFG). 

premios

Confira a lista de premiados:

– 1º lugar Repertório Júnior Conjunto

– 1º lugar Repertório Infantil Conjunto

– 1º lugar Variação de Repertório Sênior Grand Pas Classique: Ana Luísa Negrão 

– 1º lugar Grand Pas de Deux: Ana Luísa Negrão e Caio Baratelli 

– 1º lugar Solo Neoclássico Masculino Júnior: João Pedro Santos Silva 

– 1º lugar Solo Neoclássico Feminino Júnior: Antonia Manrique 

– 1º lugar Pas de Deux Júnior: Antonia Manrique e João Pedro Santos Silva 

– 2º lugar Solo Neoclássico Feminino Sênior: Abril Marcucci 

– 2º lugar Balé Clássico de Repertório Sênior Conjunto

– 3º lugar Solo Neoclássico Masculino Sênior: André Marra 

– Prêmio Especial Daniel Camargo: João Pedro Santos Silva

– Melhor Grupo

 

Veja também:

Escolas de dança em Goiânia: 10 locais para quem quer aprender algo novo e se divertir dançando

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Fotos: Isaque Cordeiro