Lady Gaga, Eddie Vedder, Paul McCartney, Billie Eilish e outros artistas fazem live neste sábado

A Organização Mundial da Saúde anunciou uma parceria com a Global Citizen e a cantora Lady Gaga na realização da “One World Together At Home” (Um Mundo Juntos em Casa) cujo objetivo é arrecadar fundos que auxiliarão no combate ao coronavírus.

De acordo com Lady Gaga, o valor arrecadado será distribuído entre entidades locais e regionais que fornecem abrigo, alimentação e assistência médica aqueles que precisam de ajuda. Além disso, parte das doações serão destinadas aos profissionais de saúde que estão atuando diretamente com a covid-19.

O evento será realizado sob curadoria da cantora Lady Gaga e contará com a presença de artistas internacionais. Além da Mother Monster, o evento conta com a presença de Alanis Morissette, Andrea Bocelli, Billie Eilish e Finneas, Billie Joe Armstrong (Vocalista do Green Day), Burna Boy, Chris Martin (vocalista do Coldplay), Eddie Vedder, Elton John, J Balvin, John Legend, Kacey Musgraves, Keith Urban, Lang Lang, Lizzo, Maluma, Paul McCartney e Stevie Wonder.

“A pandemia da covid-19 continua afetando pesadamente famílias, comunidades e nações do mundo inteiro. Mas também está dando origem a atos incríveis de generosidade, solidariedade e cooperação” ressaltou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A programação vai ao ar no dia 18 de abril, será feita 100% online e poderá ser assistida em diversas plataformas, dentre elas no Facebook, Youtube, Instagram e Twitter.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Global Citizen (@glblctzn) em

Serviço:

One World: #TogetherAtHome

Quando: Sábado, 18 de abril

Onde assistir: On-line, nas plataformas de streaming: Alibaba, Amazon Prime Video, Apple, Facebook, Globoplay, Instagram, LiveXLive, Multishow, Tencent, Tencent Music Entertainment Group, TIDAL, TuneIn, Twitch, Twitter, Yahoo e YouTube.

Horário: A partir das 16h de Brasília começará a transmissão (o horário está sendo ajustado e a organização não divulgará a ordem de apresentação, que conta com mais de 20 shows).

Sugestão: Sintonize no final da tarde de 18 de abril para acompanhar a programação.

Pearl Jam faz show ao vivo com o vocalista Eddie Vedder e arrecada doações para o combate à covid-19

Os fãs de Pearl Jam tem um motivo para comemorar, pois a banda anunciou uma live show com o vocalista Eddie Vedder.

A live integra uma programação extensa de shows, provenientes de uma parceria entre a Global Citizen e a Organização Mundial da Saúde, intitulada One World: #TogetherAtHome (Um mundo: #JuntosEmCasa), que está sob curadoria da cantora Lady Gaga, e objetiva arrecadar doações para auxiliar no combate à covid-19.

As apresentações ocorrerão no dia 18 de Abril e o show do cantor está programado para às 21h, horário de Brasília.

Saiba mais aqui: Lady Gaga e OMS organizam shows virtuais com diversos artistas para arrecadar fundos contra a covid-19.

 

Serviço:

Pearl Jam/Eddie Vedder live Show – One World: #TogetherAtHome

Quando: Sábado, 18 de abril

Onde assistir: On-line, nas plataformas de streaming: Alibaba, Amazon Prime Video, Apple, Facebook, Instagram, LiveXLive, Tencent, Tencent Music Entertainment Group, TIDAL, TuneIn, Twitch, Twitter, Yahoo e YouTube.

Horário: 21:00-23:00 horário de Brasília (o horário está sendo ajustado e a organização não divulgará a ordem de apresentação, que conta com mais de 20 shows, já o cantor recomendou que comecem a acompanhar desde as 18:00).

Sugestão: Acompanhar o Instagram da banda @pearljam para saber mais informações até o dia 18/04. 

Em show no Rio de Janeiro Eddie Vedder diz que Só os homens fracos não apoiam as mulheres

Na última quarta-feira (21) a banda Pearl Jam se apresentou no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro. Durante o show, o vocalista, Eddie Vedder, chamou a atenção do público ao bradar por igualdade de gênero.

Com um pedaço de papel na mão, servindo de ‘cola’ para falar em português, Eddie disse: “Só os homens fracos não apoiam as mulheres. Essa é para os homens fortes o bastante que ajudam na luta por igualdade” concluiu antes de tocar um de seus grandes hits.

Como vimos há pouco, a banda está constantemente engajada em causas sociais. A exemplo do pôster, para este mesmo show, que fora uma homenagem às favelas do Rio

O show também teve participação especial de Chad Smith, o baterista da banda Red Hot Chilli Peppers, que se juntou ao Pearl Jam para tocar a [nova] música Can’t Deny Me, enquanto o guitarrista Josh Klinghoffer, também da Red Hot, participou de Alive.

A banda ainda faz parte da lineup de hoje no festival Lollapalooza, que começou ontem e dura o final de semana.

Veja um trechinho do show que aconteceu na última quarta, no Rio:

Imagem: Mundo Livre FM / reprodução

Pearl Jam protesta contra desastre em Mariana e promete doar cachê às vítimas

O show da banda norte-americana foi nesta sexta-feira (20) no Mineirão, Belo Horizonte, capital de Minas Gerais onde ocorreu o desastre, em Mariana. Os fãs lotaram o estádio, mesmo debaixo de chuva.

No meio do show, o vocalista Eddie Vedder disse que os responsáveis pelo desastre em Mariana, após o rompimento da Barragem de Fundão, devem ser “duramente punidos e cada vez mais punidos”. Ele interrompeu o show e discursou em português contra empresas que exploram o meio ambiente. “Acidentes tiram vidas e destróem rios. E ainda assim eles conseguiram lucrar. Esperamos que eles sejam punidos, duramente punidos e cada vez mais punidos. Para que nunca esqueçam o triste desastre causado por eles”, disse Vedder, sendo ovacionado pelo público.

Eddie Vedder disse, no palco, que o cachê da banda será doado às vítimas de Mariana. A banda também disse que tem planos de criar um fundo de assistência aos atingidos pelo desastre. Logo após o manifesto, a banda tocou “Do the evolution”, uma música que fala da ganância humana pela evolução da espécie. Em uma das estrofes, a letra diz “Esta terra é minha / esta terra é livre / Eu faço o que eu quiser, mas irresponsavelmente / É a evolução, querida”.

Ao site G1, a prefeitura de Mariana disse que ainda não recebeu contato da banda a respeito desta doação. A Samarco, cujas donas são a Vale e a anglo-australiana BHP, disse que respeita o direito à manifestação.

A barragem de Fundão, da mineradora Samarco, foi rompida no dia 5 de novembro, destruindo o distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, e afetando Águas Claras, Ponte do Gama, Paracatu e Pedras, além das cidades de Barra Longa e Rio Doce. Os rejeitos também atingiram dezenas de cidades na Região Leste de Minas Gerais e no Espírito Santo. Oito corpos foram identificados e quatro aguardam reconhecimento. Onze pessoas estão desaparecidas, dentre elas oito trabalhadores e três moradores da região.

Atentados em Paris

O show ainda falou sobre os atentados em Paris, no dia 13 de novembro. Pearl Jam tocou “I want you so hard”, da banda Eagles of Death Metal, que se apresentava na casa de shows Bataclan, um dos alvos dos terroristas na capital francesa. Mais de 80 pessoas foram mortas por atiradores neste local. O show foi interrompido e a banda decidiu cancelar sua turnê europeia, segundo informou a organizadora de seus shows na Alemanha. Ao todo, 130 pessoas morreram nos atentados de Paris. (Com informações do G1)