Filmaço com Al Pacino e Johnny Depp é um tesouro (escondido) no catálogo da Netflix

Donnie Brasco é um clássico do cinema que aborda temas relacionados a máfia italiana. O longa-metragem protagonizado pelos geniais Johnny Depp e Al Pacino fala sobre traição, quebra de confiança e trabalho policial infiltrado.

Esse filmaço, de tirar o fôlego, está meio perdidão no extenso catálogo da Netflix. Um tesouro escondido que merece avaliação máxima. Na plataforma Rotten Tomato – famoso termômetro de avaliação cinematográfica, a produção de 1997, tem 90% de avalição pública!

Sobre a história de Donnie Brasco

Já no início se percebe a caracterização típica de cinebiografias, com uma série de fotos dos personagens centrais, em distintos momentos de suas vidas, acompanhados da música instrumental emotiva de Patrick Doyle, profissional experiente de obras épicas como Henrique V (1989), que empresta seu prestígio aqui para ajudar a narrar essa mini ópera sobre traição e criminalidade.

A obra se baseia no livro Donnie Brasco: My Undercover Life in the Mafia, livro escrito por Joseph D. Pistone e Richard Woodley, e já na primeira cena depois da introdução, antes de mostrar do “joalheiro Don” que Depp interpretaria, se nota o apelo ao estereótipo xenófobo, do italiano que se comunica quase gritando.

Essa cena tem no divertido Nicky (Bruno Kirby), um sujeito de voz fina e discurso efusivo o maior exemplar dessa caracterização do gangster moderno, do homem feito, que é visto como um carcamano bandido nos idos da década de 1970, o homem que grita e gesticula demais para se fazer entender, e que guarda seus métodos violentos de maneira meio secreta.

Johnny Depp interpreta Joe Pistone, fazendo por sua vez um papel até caricatural, de tão arquetípico que ele é. Ao fazer Donnie “Don” Brasco, ele usa um cabelo oleoso e cheio de gel, jogado para trás, e um bigode terrivelmente engraçado, de tão tosco que é. Ao longo do filme, ele simplesmente tira a penugem, demonstrando o incômodo que causava.

Don é abordado por Lefty, alcunha de Benjamin Ruggiero (Pacino), um wiseguy, um sujeito de contatos que o estranha em um bar italiano. Ele cerca o rapaz, tenta intimidá-lo, tenta vencer a confiança de Don, na base da sugestão.

O roteiro brinca com paranoias típicas de histórias de máfia, como o receio de ser emboscado justamente pelo melhor amigo, como Lefty pensa que ocorrerá perto da metade da duração do filme.

Também lida com a frustração de uma vida sem promoção, com o homem já velho, reclamando que mesmo tendo matado 26 pessoas, jamais subiu na hierarquia da família. É uma trama de vaidades e ciúmes.

O filme tem nas atuações o seu maior mérito, tanto no elenco já citado, como também na química entre Depp e Pacino. A câmera ama a ambos, e eles tem uma sintonia inegável, são muito bons juntos, e conseguem sustentar bem todo o conjunto de emoções conflitantes dos dois personagens.

Donnie Brasco é um baita filme, e é assim por fazer correr em paralelo sensações como tensão, paranoia e melancolia sem freio algum. É agressivo, violento, tem uma grande dose de diversão e é capaz de fazer o espectador torcer por seus anti-heróis, e isso é algo poucas vezes visto em tela dentro desse gênero. (Com informações de Cine Alerta)

donnie brasco

Sinopse Oficial de Donnie Brasco

`Lefty’ Ruggerio, um dos maiores mafiosos americanos, tem como novo protegido um jovem de Miami chamado Donnie Brasco. A relação entre ambos os faz cúmplices inseparáveis, fazendo com que Lefty o torne membro ativo e conhecedor do mundo criminoso da família Bonano. Durante os sete anos seguintes, a vida de Donnie tem apenas um objetivo: desmascarar o obscuro e sangrento mundo da máfia.

Leia também:

Filme com 98% de aprovação por crianças (de todas as idades) está bombando na Netflix

Filmaço com Denzel Washington tem 98% de aprovação e está bombado na Netflix

O melhor filme de Tom Hanks está escondido no catálogo da Netflix

Filme Twisters estreia nos cinemas de Goiânia em nova versão com ação, aventura e suspense

Um grande sucesso do cinema, lançado em 1996, ganha continuação quase 30 anos depois. Twisters é uma nova aventura do longa de mesmo nome e estreia nos cinemas de Goiânia nesta quinta-feira, 11.

O filme foca em uma dupla de caçadores de tempestade. Kate Cooper, interpretada por Daisy Edgar-Jones, é uma ex-caçadora, que acaba sendo atraída de volta às planícies pelo amigo Javi, personagem de Anthony Ramos, para testar um novo sistema experimental de rastreamento meteorológico.

Nessa missão, ela conhece com Tyler Owens, estrelado por Glen Powell, um ícone das redes sociais que compartilha aventuras de caça à tempestade. Kate e Tyler, que são concorrentes, se encontram em meio a uma situação nunca vista antes, colocando as vidas deles em risco.

Confira a programação nos cinemas de Goiânia e região:

Flamboyant (XD Leg) [Sala 1] – 19h15| 22h10

Flamboyant (XD Dub) [Sala 1] – 13h45| 16h30

Flamboyant (XD Dub) [Sala 1] – somente sábado e domingo 11h

Flamboyant (Leg) [Sala 5] – 21h15

Passeio das Águas (Dub) [Sala 2] – 18h| 20h40

Passeio das Águas (XD Dub) [Sala 4] – 19h| 21h40

Passeio das Águas (XD Dub) [Sala 4] – somente sábado e domingo 11h| 13h40| 16h20

Passeio das Águas (XD Dub) [Sala 4] – menos sábado e domingo 13h30| 16h10

Goiânia Shopping (Leg) [Sala 1] – 15h40

Goiânia Shopping (Dub) [Sala 2] – 18h50

Goiânia Shopping (Leg) [Sala 2] – 21h30

Goiânia Shopping (Dub) [Sala 3] – 14h15

Shopping Cerrado (Macro XE Dub) – 14h30| 17h30| 20h15

Centro Cultural Oscar Niemeyer (2D Leg) [Sala 1] – 21h20

Aparecida Shopping:

11/07 – Sala 4 DUB: 14:00
Sala 4 DUB: 16:40
Sala 4 DUB: 19:20
Sala 4 DUB: 22:00

Buriti Shopping:

Sala S4 – 16:30 DUB – 19:00 – 21:30

 

 

O Curta Mais não se responsabiliza por eventuais mudanças. Consulte sempre antes de sair de casa!

 

 

Veja também:

Gusttavo Lima curte cinema com família em Goiânia

 

Filme com 98% de aprovação por crianças (de todas as idades) está bombando na Netflix

O filme “Como Treinar o Seu Dragão 3”, sucesso de bilheteria nos cinemas, com 524,6 milhões de dólares de arrecadação, chegou no catálogo da Netflix e está bombando de audiência, ocupando o top 3 entres os títulos mais assistidos do streaming.

Não por acaso. A combinação férias escolares com um título tão aguardado fazem parte do sucesso desse ótimo programa caseiro.

A excelente produção da DreamWorks é um prato cheio para as férias escolares com uma história cheia de ação e uma mensagem positiva para a garotada de todas as idades.

como treinar seu dragao 3 cenas

Imagem: divulgação

As aventuras de Soluço e Banguela é concluída com muito louvor pelo seu criador Dean DuBlois. A saga conta a história do jovem viking que não gosta de matar dragões e consegue ao longo dos dois primeiros capítulos e faz com que vikings e dragões vivam em harmonia.

Banguela é um dos personagens mais carismáticos das animações recentes e não teria como dar muito errado a conclusão épica dessa saga que agrada a toda a família. Ameaçados por um vilão que tem como prazer caçar dragões, os vikings procuram um novo lar e um santuário para os dragões.

Somos apresentados a Fúria da Luz, um dragão fêmea da mesma espécie de Banguela. Juntos descobrem o mundo secreto dos iguais e temos assim, uma tocante história de despedida. Ainda assim, o filme é fácil demais. O vilão não parece ser o maior dos problemas e muito menos o foco da história. E alguns pontos ficam sem muita explicação

Não que isso comprometa o longa mas, é de se notar. O interessante é ver que Soluço se tornou um grande líder de sua aldeia e está mais maduro e inteligente. Os vikings agora tem mais recursos e estão bem preparados, mas, da mesma forma o inimigo é igualmente poderoso.

Não tem como não se emocionar ao final do filme. O longa é um tiro praticamente certeiro em todos os aspectos e muitas cenas de ação são de tirar o fôlego assim como sequencia de Banguela e Fúria da Luz voando no céu noturno. O filme deixa claro que é a conclusão definitiva da história de amizade entre o menino e seu dragão e deixará todos com saudades.

Sinopse Oficial de “Como Treinar o Seu Dragão 3”

Soluço busca realizar seu grande sonho de encontrar um lar pacífico onde os dragões possam viver em segurança. Lá, Banguela descobre uma companheira, assim como ele, mas um tanto selvagem. Mas é quando o perigo começa a rondar o lar, que a dupla Banguela e Soluço é testada e precisa tomar decisões difíceis para salvar suas espécies.

 

Leia também:

Filmaço com Denzel Washington tem 98% de aprovação e está bombado na Netflix

O melhor filme de Tom Hanks está escondido no catálogo da Netflix

Um dos filmes mais emocionantes de todos os tempos está (escondido) na Netflix

Filmaço com Denzel Washington tem 98% de aprovação e está bombado na Netflix

Afim de um filmaço para hoje? Pega essa dica!

Que Denzel Washington é o cara não temos dúvidas. Dentro e fora das telas, o ator norte americano se consolidou com ícone e só tem filmaço no currículo. Um deles está bombando na Netflix e é um dos melhores filmes de ação de todos os tempos. Estamos falando de “O Protetor”, que entrou recentemente no catálogo e rapidamente alcançou o top 10.

Iniciada em 2014, a série O Protetor (The Equalizer) mostra Denzel Washington em um dos papéis mais marcantes e brutais de sua carreira. Assumindo a identidade do agente especial aposentado Robert McCall, o ator embarca em várias aventuras nos quais as habilidades que ele decidiu deixar de lado precisam ser usadas para proteger os inocentes.

Baseada na série de mesmo nome que foi ao ar entre 1985 e 1989, a trilogia de filmes sempre mostra o protagonista surgindo como uma espécie de “anjo salvador” de pessoas oprimidas. Marcada pelas cenas de ação intensas, a série também inspirou um reboot estrelado por Queen Latifah iniciado em 2021 e que está no ar até hoje.

Denzel Washington

Sinopse oficial “O Protetor”

O ex-agente secreto Robert McCall acredita que seu passado ficou para trás e tenta viver uma nova vida. Ele conhece Alina, uma jovem que está sob poder de uma quadrilha russa, e simplesmente não consegue ignorá-la. Munido de suas extraordinárias habilidades, ele ressurge como um verdadeiro anjo vingador. Longe da aposentadoria e com um novo desejo de fazer justiça, McCall decide ajudar quem foi brutalizado e oprimido.

Leia também:

O melhor filme de Tom Hanks está escondido no catálogo da Netflix

Um dos filmes mais emocionantes de todos os tempos está (escondido) na Netflix

Netflix revela os 20 filmes mais assistidos de sua história

O melhor filme de Tom Hanks está escondido no catálogo da Netflix

Seria Tom Hanks o ator mais completo de sua geração? A julgar pela lista de filmões do cara, no mínimo, ele figura no top 5 dos melhores atores das últimas décadas.

Protagonista de clássicos e blockbusters como O Resgate do Soldado Ryan (1998), À Espera de um Milagre (1999), Náufrago (2000), Filadélfia (1993), Apollo 13: Do Desastre ao Triunfo (1995), entre outras pérolas, esse craque não erra quando o assunto é filme bom.

Mas afinal, qual é o melhor filme da carreira de Hanks? Aqui na redação do Curta Mais a escolha foi quase unânime. Pra gente, Forrest Gump é o melhor trabalho do ator. O melhor filme do ator traz também seu personagem mais querido e o que vem instantaneamente na cabeça dos cinéfilos quando falamos em Tom Hanks. Forrest Gump realmente marcou uma época, e ainda se mantém como o filme de número 12 dentre os melhores de todos os tempos na opinião do grande público do IMDB.

forrest gump tom hanks

Imagem: Divulgação

O clássico está disponível no catálogo da Netflix e passa despercebido pela maioria dos assinantes devido à extensa lista de opções do serviço de streaming.

“A Vida é como uma caixa de chocolates, nunca sabemos o que iremos encontrar”, a frase tema cantarolada pelo protagonista, como dizia sua mãe, ainda é repetida à exaustão, mas a surpresa contida na caixa de chocolates foi que o restaurante proposto no filme, Bubba Gump Shrimp, realmente se tornou realidade pelos EUA. Forrest Gump foi o grande filme de 1994, e da década de 1990, recebendo nada menos que 13 indicações ao Oscar, incluindo 6 vitórias – entre elas: melhor filme, ator para Hanks e diretor para Robert Zemeckis.

Leia também:

Um dos filmes mais emocionantes de todos os tempos está (escondido) na Netflix

Confira os 10 melhores filmes do momento na Netflix

Netflix revela os 20 filmes mais assistidos de sua história

O Diabo Veste Prada 2 é confirmado pela Disney

Após 18 anos desde seu lançamento original, a Disney oficializou o desenvolvimento de “O Diabo Veste Prada 2”.

Aline Brosh McKenna (Vestida para Casar e Uma Manhã Gloriosa) foi escolhida para escrever o roteiro de uma sequência em desenvolvimento inicial na Disney, conforme relatado pelo Deadline. A continuação explorará a trajetória de Miranda (Meryl Streep), cuja carreira enfrenta um declínio, enquanto ela confronta Emily (Emily Blunt), agora uma executiva influente em um grupo de luxo, cujo apoio publicitário Miranda necessita desesperadamente.

“O Diabo Veste Prada”, adaptado do livro de 2003, segue Andy (Anne Hathaway), uma recém-formada com grandes ambições que se torna assistente na prestigiosa revista de moda Runway, sob a liderança exigente de Miranda Priestly (Meryl Streep).

O filme, dirigido por David Frankel e também estrelado por  Stanley Tucci, Adrian Grenier, Tracie Thoms e Rich Sommer, foi um sucesso estrondoso com um orçamento de US$35 milhões, arrecadando mais de US$326 milhões nas bilheterias globais.

Ainda não há mais informações sobre a continuação de “O Diabo Veste Prada”, e nem data da previsão de estreia nos cinemas.

No Brasil, o primeiro filme está disponível no catálogo do Star+.

Goiânia terá programação cultural gratuita para crianças nas férias

Goiânia, e outras cidades no Estado, terão uma programação cultural gratuita para as crianças e adolescentes durante as férias no mês de julho. As atividades começam na próxima terça-feira (2/7), no Centro Cultural Marietta Telles. Entre as atividades, terão oficinas, sessões de cinema, teatro, contação de histórias, baladinhas literárias e jogos educativos.

A programação especial começa com “Férias Literárias”, promovido pela Gibiteca Jorge Braga em parceria com o Museu da Imagem e do Som (Mis) e com o Cine Cultura. O projeto exibe quatro curtas-metragens animados e promove oficinas criativas, teatro, contação de histórias, jogos educativos e Baladinhas Literárias.

Já o Cine Cultura promove o “Férias Animadas” entre os dias 8 e 12 de julho. Serão exibidos clássicos de animação com sessões gratuitas sempre às 10h.

“Nosso objetivo é estimular o contato das crianças e adolescentes com as mais diversas expressões artísticas. Esse intercâmbio de formatos culturais mostra que que os livros podem sim combinar e influenciar todas as artes”, explica Yara Nunes, a secretária de Estado da Cultura.

Exposições

Outras opções gratuitas são as exposições artísticas na Vila Cultural Cora Coralina e no Centro Cultural Octo Marques, unidades abertas de segunda-feira a domingo, das 9h às 17h. No Centro de Goiânia também há a opção de visitar a mostra fotográfica “Belezas em Foco”, no Museu da Imagem e do Som (MIS), aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Museus

Para quem gosta de história e cultura, a dica é visitar os museus geridos pela Secult Goiás. Na capital, há a opção de visitar o Museu Pedro Ludovico, antiga moradia do fundador de Goiânia. O local realiza passeios orientados de terça-feira a domingo. O tour é feito sob agendamento via e-mail: [email protected].

Dentro da Praça Cívica, o Museu da Imagem e do Som disponibiliza acervo de imagens e som para o público fazer consulta. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e o agendamento é realizado por e-mail: [email protected] ou telefone (62) 3201-4625.

Na Cidade de Goiás, o Palácio Conde dos Arcos, residência oficial do primeiro governador de Goiás, também recebe visitantes interessados na história do lugar. O museu abre de terça-feira a sábado, das 8h às 17h, e aos domingos e feriados, das 8h às 13h.

Em Pires do Rio, o Museu Ferroviário segue atendendo curiosos de todos os cantos do Brasil. O espaço abriga uma coleção valiosa de locomotivas a vapor, balanças, máquinas e outros objetos dos séculos XIX e XX. O horário de funcionamento é segunda-feira, das 13h às 17h; terça e sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 17h; e aos sábados, domingos e feriados, sob agendamento prévio pelo telefone (64) 3461-7970.

Confira programação completa:

Férias Animadas

Quando: dias 8/7 a 12/07, às 10h

Onde: Cine Cultura

Férias Literárias

Troca de livro infantil e infanto-juvenil entre leitores

Quando: dias 2/7 a 31/07, das 9h às 16h

Onde: Gibiteca Jorge Braga

Curtas no Cine Cultura

Quando: dias 2, 5, 9 e 12/07, às 11h

Onde: Cine Cultura

Contação de histórias e registro da história contada com Vitória Alencar + Baladinha Literária

Quando: dias 2 e 26/07, das 14h às 16h

Onde: Gibiteca Jorge Braga

Oficinas criativas e dinâmicas de grupo com a artista e escritora Inês + Baladinha Literária

Quando: dias 5 e 19/07, das 14h às 16h

Onde: Gibiteca Jorge Braga

Oficina de origami e contação de histórias com a pedagoga e psicopedagoga Tia Cristina

Quando: dias 9 e 11/07, das 14h às 16h

Onde: Gibiteca Jorge Braga

Teatro e contação de história com o ator Guilherme Franco

Quando: dia 10/07, das 9 às 11h

Onde: Gibiteca Jorge Braga

Contação de histórias com Tia Sapo

Quando: dia 12/07, das 9h às 11h

Onde: Gibiteca Jorge Braga

Contação de histórias e registro da história contada com Adriana Lima Costa + Baladinha Literária

Quando: dia 12/07, das 14h às 16h

Onde: Gibiteca Jorge Braga

Contação de histórias e registro da história contada com Geovana Ribeiro

Quando: dias 16 e 23/07, das 14h às 16h

Onde: Gibiteca Jorge Braga

Contação de histórias e registro da história contada com Ana Cristina

Quando: dia 18/07, das 9h às 11h

Onde: Gibiteca Jorge Braga

Contação de histórias e registro da história contada com Andressa Moura

Quando: dias 29 e 31/07, das 9h às 11h

Onde: Gibiteca Jorge Braga

Contação de histórias e registro da história contada com Liliane Costa

Quando: dia 30/07, das 9h às 11h e das 14h às 16h

Onde: Gibiteca Jorge Braga

 

 

 

Veja também:

Sexta-feira Muito Louca 2 é oficialmente confirmado pela Disney

Os fãs podem celebrar depois de anos de expectativa, pois uma continuação do filme Sexta-feira Muito Louca (2003) está em andamento. A Disney confirmou que as filmagens do segundo capítulo da franquia começaram nesta segunda-feira (24/6) e, além das estrelas Lindsay Lohan e Jamie Lee Curtis, eles confirmaram a volta de outros atores do elenco principal. A previsão de estreia da sequência é em 2025.

A história gira em torno de uma mãe, Tess, e uma filha, Anna, que trocam de corpos misteriosamente e precisam aprender a viver na “pele” uma da outra. Ainda não foi confirmada a história da sequência.

Do elenco original, foram confirmados que retornam: Mark Harmon (Ryan), Chad Michael Murray (Jake), Christina Vidal Mitchell (Maddie), Haley Hudson (Peg), Stephen Tobolowsky (Sr. Bates) e Rosalind Chao (Pei-Pei), Lucille Soong (Mãe de Pei-Pei).

Além disso foram confirmados no elenco os atores: Maitreyi Ramakrishnan, Julia Butters, Manny Jacinto e Sophia Hammons.

O longa original está disponível no catálogo da Disney+.

 

Assista ao trailer abaixo:

Filme ”Coraline e o Mundo Secreto” ganha reexibição nos cinemas de Goiânia em comemoração aos 15 anos de lançamento

Clássico do cinema infantil e dos amantes de stop motion, o filme “Coraline e o Mundo Secreto” será reexibido nos cinemas brasileiros nos dias 15 e 17 de agosto. A novidade faz parte da comemoração aos 15 anos de seu lançamento.

O filme já está em pré-venda no site oficial da Ingresso.com. Ainda não há informações se terá outras sessões além dessas já programadas.

Sessões em Goiânia

Por enquanto, apenas as redes Cinemark do Passeio das Águas Shopping, e Kinoplex do Goiânia Shopping exibirão o filme, nas sessões:

Dia 15: às 18h30 no Kinoplex; às 19h no Cinemark

Dia 17: às 14h00 no Kinoplex; e às 14h20 no Cinemark.

Todos os horários são sessões dubladas.

Sobre o filme

‘’Coraline e o Mundo Secreto’’ é uma animação baseada em uma obra homônima do autor Neil Gailman (“Sandman”), lançada em 2002, e foi todo construído usando a técnica stop motion, que consiste em tirar diversas fotos de objetos inanimados para montar as cenas.

Na trama, a pequena Coraline descobre uma porta secreta que contém um mundo parecido com o dela, porém “melhor” em muitas maneiras. Todos têm botões no lugar dos olhos, os pais são carinhosos e os sonhos de Coraline viram realidade por lá. Ela se encanta com essa descoberta, mas logo percebe que segredos estranhos estão em ação.

Assista ao trailer abaixo:

Filme que deu o primeiro Oscar a Leonardo Di Caprio está de saída da Netflix

O filme “O Regresso” marca a incrível jornada de sobrevivência do personagem Hugh Glass, interpretado magistralmente por Leonardo DiCaprio que rendeu ao astro seu primeiro Oscar de Melhor Ator da carreira.

 

A Atuação Impressionante de DiCaprio

Poucas vezes se viu investimento tão pleno em um papel quanto o de Leonardo DiCaprio em “O Regresso”. Portanto, é justo iniciar esta análise prestando tributo à sua notável performance. Afinal, é a genuinidade e intensidade desse ator que conduz o público pelas paisagens geladas. Aliás a fotografia do filme também garantiu outra estatueta.

No total, a  produção inspirada no livro homônimo de Michael Punke, foi indicada em 12 categorias e foi premiada em três: melhor fotografia, diretor e ator. Leonardo DiCaprio foi aplaudido de pé após mais de vinte anos de sua primeira indicação, encerrando uma das maiores piadas da internet sobre os constantes insucessos do ator.

O filme que faturou 533 milhões de dólares nos cinemas em todo o mundo, está com os dias contados no catálogo da Netflix.

di caprio oscar

A Trama da Sobrevivência e Vingança

O roteiro do filme baseia-se na resiliência humana frente às adversidades mais extremas. Glass é brutalmente atacado por um urso e traído por seus companheiros. Embora tenha chegado perto da morte várias vezes durante essa história verdadeira, ele busca sobreviver a todo custo para reencontrar seu filho e saciar seu desejo de vingança.

 

Inarritu e sua Visão Diretiva

Alejandro González Iñárritu demonstra sua inegável capacidade de capturar a essência mais visceral da experiência humana, algo notável no modo como dirige “O Regresso”. Sobretudo, Iñárritu ilumina a tela com uma combinação pungente de violência e beleza natural, contrastando o lado sombrio do homem contra a indiferença majestosa da natureza.

 

A Fotografia Realista e Estética

A magnífica obra de Emmanuel Lubezki merece uma menção especial. Por meio das lentes deste aclamado diretor de fotografia, somos imersos em cenários de tirar o fôlego que elevam ainda mais a potente narrativa contada.

 

Um Elenco que Complementa

Embora DiCaprio receba grande parte dos holofotes – merecidamente – é essencial mencionar Tom Hardy como John Fitzgerald. Seu papel carrega profundidade e antagonismo habilmente balanceados, criando um vilão credível perturbadoramente humano.

 

Lições Trazidas pelo Filme

“O Regresso” não é apenas entretenimento crú; ele apresenta lições sobre resistência humana, paternidade, respeito indígena e ambientalismo. E embora seja ambientado no passado longínquo, os temas abordados continuam ecoando no presente.

 

Em outras palavras, “O Regresso” é um épico soberbamente realizado que combina atuações poderosas com uma história crua sobre sobrevivência e vingança humanas. Leonardo DiCaprio nos presenteia com um dos momentos mais memoráveis ​​de sua carreira. O filme reserva-se o direito de ser chamado uma obra-prima cinematográfica do século 21.

 

Sinopse 

Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) parte para o oeste americano disposto a ganhar dinheiro caçando. Atacado por um urso, fica seriamente ferido e é abandonado à própria sorte pelo parceiro John Fitzgerald (Tom Hardy), que ainda rouba seus pertences. Entretanto, mesmo com toda adversidade, Glass consegue sobreviver e inicia uma árdua jornada em busca de vingança.

 

Leia também:

Filme mais perturbador de 2023 chega ao top 10 da Netflix

Filme mais caro da carreira de Tom Cruise está bombando na Netflix

Este drama disponível na Netflix é o melhor filme da carreira de Will Smith, de acordo com o próprio ator

Quase duas décadas após o lançamento de “À Procura da Felicidade”, Will Smith continua a considerar este filme como o ponto alto de sua carreira cinematográfica.

O longa de 2006, aclamado pela crítica, é baseado na história verídica de um pai solteiro em São Francisco que, enfrentando a falta de moradia, ascende na hierarquia de uma empresa de tecnologia a partir de vendas de porta em porta.

Em uma recente entrevista ao programa “Hot Ones” no YouTube, Smith afirmou que “À Procura da Felicidade” é o melhor filme que já fez.

“Acho que o melhor filme que já fiz foi ‘À Procura da Felicidade’, logo atrás está o primeiro ‘Homens de Preto’. A direção, fotografia e música foram impecáveis’’, disse.

Favoritos

Além de elogiar “À Procura da Felicidade”, o ator, vencedor do Oscar por “King Richard”, revelou que tem uma forte conexão com alguns de seus filmes de franquia. Ele mencionou “Bad Boys” e “Aladdin” como alguns dos projetos mais divertidos de sua carreira.

“Se eu tivesse que colocar quatro deles em uma cápsula do tempo, seria ‘À Procura da Felicidade’, o primeiro ‘Homens de Preto’, ‘Eu Sou a Lenda’ e provavelmente ‘King Richard’,” disse Smith.

Atualmente, o astro está em cartaz nos cinemas com “Bad Boys Até o Fim”, o quarto filme da popular franquia de ação e comédia.

Sobre o filme

“À Procura da Felicidade” narra a inspiradora trajetória de Chris Gardner, um pai solteiro que enfrenta inúmeras dificuldades financeiras e pessoais. Morando nas ruas com seu filho pequeno, Gardner se empenha para alcançar um emprego estável e seguro. Através de sua perseverança e trabalho árduo, ele consegue uma oportunidade como estagiário em uma corretora de valores, iniciando um caminho desafiador rumo ao sucesso e à estabilidade.

Com uma mensagem poderosa sobre resiliência e determinação, “À Procura da Felicidade” emociona e inspira ao retratar a realidade difícil Gardner e sua luta por uma vida melhor. A atuação de Will Smith é excepcional, capturando com profundidade as nuances de um homem determinado a superar obstáculos que parecem insuperáveis.

A direção de Gabriele Muccino é sensível e eficaz, destacando os momentos de tensão e esperança de maneira equilibrada. A fotografia e a trilha sonora completam a narrativa, criando uma atmosfera que conecta o público com a jornada de Gardner.

O longa está disponível na Netflix, e se você ainda não assistiu, prepare o lenço!

Assista ao trailer abaixo:

O filme com Daniel Day-Lewis que todo homem deve ver está (escondido) na Netflix

“O Último dos Moicanos”, filme épico de 1992 dirigido por Michael Mann, conquistou audiências e críticos com seu poderoso drama e majestosas paisagens. São vários motivos que fazem deste longa-metragem um clássico inesquecível. Um deles é uma verdadeira aula sobre hombridade, honra e palavra empenhada. Hawkeye (Daniel Day-Lewis), é um homem da fronteira de origem europeia criado pelo moicano Chingachgook e seu filho Uncas.

O único homem a ter vencido três vezes o Oscar de Melhor Ator (por Meu Pé Esquerdo, Sangue Negro e Lincoln), o genial Daniel Day-Lewis não conseguiu ganhar o prêmio por sua atuação em O Último dos Moicanos. Sequer foi indicado – uma injustiça, já que ele está incrível no filme de Michael Mann.

A produção está disponível para assinante da Netflix e é uma verdadeira pérola escondida no extenso catálogo do serviço de streaming.

O filme é uma adaptação do romance homônimo de James Fenimore Cooper e se passa durante a Guerra Franco-Indígena no século XVIII. Ele acompanha as aventuras de Hawkeye, interpretado pelo carismático Daniel Day-Lewis, adotado pelos nativos Mohicanos e envolvido na turbulenta relação entre britânicos, franceses e diferentes tribos indígenas.

o ultimo dos moicanso netflix

Trilha Sonora Marcante

A música é um elemento vital em “O Último dos Moicanos”, intensificando o ambiente tenso do conflito e ampliando as emoções das cenas. Trevor Jones e Randy Edelman criaram uma trilha que capta a essência do período histórico com perfeição, tanto que a produção ganhou o Oscar na categoria de melhor mixagem de som em 1993.

 

Desempenhos Notáveis

Day-Lewis dá vida ao protagonista com entrega total. Sua performance captura tanto o espírito indomável quanto o coração apaixonado de Hawkeye. O elenco de suporte, incluindo Madeleine Stowe e Russell Means, também fornece atuações elegantes que merecem menção.

 

O que significa ser o último dos moicanos?

Trata-se do título de um filme em que o protagonista representa a última esperança. Em 1757, franceses e ingleses, na Guerra dos 7 Anos (1756-1763), lutam pela posse de terras na América do Norte, usando como soldados índios de diferentes tribos. Hawkeye, filho adoptivo de Chingachgook e pertencente à tribo dos Moicanos, consegue salvar as duas filhas de um oficial britânico do ataque dos índios Huronos e as acompanha até o forte William Henry, tomado pelos franceses. Cora, uma das jovens, se apaixona por Hawkeye, que, junto da sua tribo, representa a última esperança também para os ingleses. Os Moicanos eram um grupo indígena, hoje considerado extinto, que habitava a área de Connecticut (Estados Unidos da América).

Portanto, o último dos Moicanos não era uma pessoa que ainda está agarrada a uma determinada posição apesar de todos os seus companheiros já terem adoptado uma outra, mas representava, sim, a última esperança para a sua tribo e, mesmo, para os ingleses que lutavam com os franceses. Estaria agarrado a uma determinada posição, é verdade, contudo essa seria a posição da esperança, da luta a favor do seu povo — os Moicanos.’

 

Linguagem Visual Vivida

Mann é conhecido por sua habilidade em criar imagens marcantes, e este filme não é exceção. Os cenários da América selvagem são tão expressivos quanto qualquer personagem, graças à excepcional cinematografia de Dante Spinotti.

 

Reflexões Sobre Humanidade e Cultura

A narrativa vai além da ação para questionar conceitos culturais enraizados e a luta pela humanidade em tempos de guerra. Esses temas mais profundos conferem uma riqueza particular ao filme que perdura após o fim dos créditos.

 

Luta pela Sobrevivência

Uma reflexão subjacente abordada é a técnica antecedendo a ciência como uma manifestação do instinto de sobrevivência, o que pode ser observado nas estratégias dos personagens frente aos conflitos e adversidades enfrentadas durante o filme.

 

O Casamento Entre Épico e Poesia

“O Último dos Moicanos” combina espetáculo visual com profundidade emocional para oferecer uma experiência cinematográfica memorável. Esta obra confirma-se como um épico dramático que se destaca muitos anos após seu lançamento inicial. Portanto, o filme se solidifica não apenas como entretenimento superior, mas também como uma fonte valiosa de reflexão sobre questões culturais perenes.

 

Leia também:

Filme mais caro da carreira de Tom Cruise está bombando na Netflix

Filme mais perturbador de 2023 chega ao top 10 da Netflix

Filme mais perturbador de 2023 chega ao top 10 da Netflix

É raro encontrar um filme de terror classificado como “o mais assustador do ano” que realmente faça jus ao seu status. Felizmente, esse é o caso de “O Mal que Nos Habita”, que depois de uma longa espera pode finalmente ser visto em streaming na Netflix. Trata-se do um dos filmes de terror mais elogiados de 2023.

Dirigida por Demián Rugna (aterrorizados), a trama se passa em uma pacata cidade rural da Argentina. Quando dois irmãos (Ezequiel Rodríguez e Demián Salomón) encontram um corpo mutilado, a investigação acaba revelando uma infestação demoníaca na comunidade e o nascimento de um ser maligno. Desesperados, os moradores tentam escapar, mas logo o caos se instala. “O Mal que Nos Habita” tem inspiração em eventos reais no interior da Argentina e, de certa forma, funciona como um protesto.

A arte como protesto

Ao participar do Fantastic Fest, no Texas, Demián explicou que ficou intrigado ao ler uma notícia sobre pessoas que moram em regiões de plantações na Argentina e tiveram problemas de saúde.

“Os proprietários dessas terras contaminam as terras com glifosato para matar pragas, são pesticidas. Muitas pessoas que trabalham nos campos acabam sendo diagnosticadas com câncer. Você provavelmente verá uma criança com câncer, porque eles são trabalhadores. Ninguém fala sobre isso”, disse ele.

Ao Horror Buzz ele voltou a falar sobre o tópico quando perguntado sobre o que o inspirou: “É do meu país. Muitas terras estão contaminadas por pesticidas. Está causando câncer nos trabalhadores daquela terra. Há pessoas pobres que vivem nesses territórios. Essa situação gerou a ideia: ‘Que tal, em vez de doença, dar-lhes um demônio?’ Essa ideia começou a crescer e o roteiro veio depois. Mudei-me da cidade para a cidade rural. E a paisagem me inspirou e eu disse: ‘Preciso fazer um filme neste lugar e com esses elementos’, destacou o diretor.

filme o mal que nos habita

Ficção

Ele também disse querer fazer um filme sobre exorcismo que se passa num local isolado, o que representaria um obstáculo para essas pessoas.

“Quando eu decidi fazer um filme com um tipo de exorcismo, pensei: ‘Ok, mas o que acontece se as pessoas não conseguirem encontrar um padre? Todos os filmes de exorcismo acontecem em uma cidade grande, um casarão. Mas o que acontece se e eles estiverem no meio do nada, em uma casa pobre, onde ninguém se importa? Mesmo o dono das terras quer se livrar deles. Isso acontece no meu país o tempo todo. Os demônios não, mas todo o resto”, disse ele.

Sinopse de O Mal que Nos Habita

Em uma área rural da Argentina, os irmãos Pedro (Rodríguez) e Jimi (Salomón) são chamados para auxiliar uma senhora cujo filho foi possuído por demônios parasitas. Contrariando as regras impostas pelas autoridades, que decretaram que só exorcistas capacitados podem cuidar de casos como esse, os dois levam o corpo imenso e putrefato junto com outro vizinho fazendeiro em uma caminhonete.

No entanto, o corpo escapuliu do carro onde era transportado e se perdeu durante o trajeto. Tal como uma epidemia, as forças demoníacas que habitavam o hospedeiro se espalham pela cidade para possuir outras pessoas. Sem saber o que fazer, Pedro e Jimi tentam salvar seus familiares para fugir o mais rápido que podem.

O Mal que nos Habita terá uma continuação?

Em entrevistas recentes, o diretor do filme, Demián Rugna, afirmou que há sim um desejo dele para que O Mal que nos Habita tenha uma continuação. Entretanto, até o momento, segundo ele, não há nenhuma negociação em curso, e tão pouco um roteiro para uma sequência do aclamado filme de terror.

Leia também:

Filme mais caro da carreira de Tom Cruise está bombando na Netflix

Filme de maior bilheteria de Tarantino está (perdido) na Netflix

Um dos filmes mais emocionantes de todos os tempos está (escondido) na Netflix

Filme mais caro da carreira de Tom Cruise está bombando na Netflix

O filme Missão Impossível 7: Acerto de Contas Parte 1 se tornou um dos filmes mais caros de todos os tempos. Seu orçamento já passa de US$ 290 milhões, a produção mais cara já protagonizada por Tom Cruise.

As cifras colocam Missão: Impossível 7 como o sexto filme mais caro de todos os tempos, logo atrás de Liga da Justiça e Piratas do Caribe 3. Se ele superar US$ 300 milhões, MI7 já subiria para a quarta posição, atrás de Vingadores: Guerra Infinita, Vingadores: Era de Ultron e Piratas do Caribe 4. De acordo com o Hollywood Reporter, Missão: Impossível 8 deve ser ainda mais caro.

O filme que fez sucesso nos cinemas, estreou recentemente no catálogo da Netflix, causando verdadeiro frisson entre assinantes que rapidamente o colocaram no top 10 entre os mais assistidos. Atualmente, o filme ocupa a segunda colocação disputando o topo com Transformers: O Despertar das Feras.

missao impossivel 7 elenco

Sinopse:

Missão Impossível 7: Acerto de Contas Parte 1 é o sétimo capítulo da franquia de ação e espionagem iniciada em 1996, que acompanha o agente norte-americano Ethan Hunt (Tom Cruise) em missões altamente secretas e perigosas. Agora, no novo filme, Ethan e a equipe do IMF formada por Ilsa Faust (Rebecca Ferguson), Benji Dunn (Simon Pegg) e Luther Stickell (Ving Rhames) recebem outra importante missão: eles devem rastrear uma nova e aterrorizante arma que, se cair nas mãos erradas, pode representar uma ameaça para toda a humanidade. Com o controle do futuro e o destino de todo o mundo em jogo, a equipe precisa partir em uma corrida frenética e mortal ao redor do planeta. Além disso, Ethan ainda é confrontado por um novo inimigo misterioso e muito perigoso, e é forçado a aceitar que, para completar o desafio, nada pode importar mais do que a missão – nem mesmo sua própria vida.

Christopher McQuarrie, diretor do filme, revelou, em entrevista ao podcast Empire Spoiler Specials (via Screen Rant), ter escolhido a garagem do ator para algumas gravações do filme. As cenas envolveram revelações sobre Marie, interpretada por Mariela Garriga, uma mulher que fez parte do passado do protagonista, Ethan Hunt.

Segundo McQuarrie, ele estava enfrentando desafios para explicar a história de Marie durante a montagem do longa. “Toda aquela cena [do briefing da missão] aconteceu no decorrer de uma semana e foi filmada em um dia. Exceto pelas inserções, que filmamos na garagem de Tom na Flórida porque faltava um elemento”, contou o cineasta.

Ao perceber que mais cenas teriam de ser filmadas, o diretor imediatamente ligou para Cruise. “Levamos uma mesa, aquela bolsa, algumas fotos e uma arma, todos os adereços básicos, e fomos para a garagem de Tom na Flórida. […] Refizemos tudo”, disse.

Salto com moto de penhasco em Missão: Impossível – Acerto de Contas Parte Um

Ainda que este capítulo da franquia tenha algumas outras cenas realmente impressionantes, como a perseguição de motos nas ruas da Itália, é evidente que a mais impactante é também a mais perigosa: quando Ethan Hunt (Tom Cruise, novamente sem dublês) salta de um penhasco com sua moto. Depois, já em queda-livre, ele pratica o “Speedflying”, esporte radical que utiliza um mini parapente capaz de alcançar altas velocidades. Para a cena, Cruise treinou por mais de três anos, aterrissando a velocidades superiores a 80 km/h durante as filmagens em Lake Valley, Reino Unido.

Covid-19

Durante as filmagens na Itália, doze pessoas no set testaram positivo para Covid-19. Como resultado, quando as filmagens recomeçaram no Reino Unido, Tom Cruise pagou pessoalmente £ 500.000 por um cruzeiro para o elenco e a equipe se isolarem.

A primeira missão

Programado para ser lançado 27 anos após o filme original, Missão: Impossível (1996).

Orçamento

Custando $ 290 milhões, este é o filme Missão: Impossível mais caro e o filme mais caro da carreira de Tom Cruise.

 

Leia também:

Filme de maior bilheteria de Tarantino está (perdido) na Netflix

Um dos filmes mais emocionantes de todos os tempos está (escondido) na Netflix

Descubra o envolvente filme da Netflix que todo mundo está assistindo

Confira o trailer inédito do filme ”Chico Bento e a Goiabeira Maraviosa”

É muita fofura, sô! A mais nova aventura baseada no universo criado por Mauricio de Sousa, “Chico Bento e a goiabeira maraviosa” acaba de ganhar cartaz e trailer oficial. Dirigido por Fernando Fraiha, o live-action traz o ator e influenciador mirim Isaac Amendoim na pele de Chico Bento.

Na trama, Chico precisará contar com a ajuda dos amigos da Vila da Abobrinha para tentar salvar a goiabeira do rabugento Nhô Lau (Luis Lobianco), que é ameaçadas pelo coronel Dotô Agripino (Augusto Madeira) e seu filho Genesinho (Enzo Henrique).

Diretor de “Turma da Mônica: Laços” e “Turma da Mônica: Lições”, além da série do Globoplay, Daniel Rezende é produtor de “Chico Bento” ao lado de Fraiha, Bianca Villar, Karen Castanho, Marcio Fraccaroli e Marcos Saraiva.

O longa chega aos cinemas brasileiros em 9 de janeiro de 2025.

Assista o trailer abaixo: