11 bandas goianas para conhecer sob um olhar diferente

Foto: Tatiane de Assis (Episódio Kaloni Kaapu)

São 11 bandas e artistas que fazem parte de um projeto de valorização à produção musical goiana: Som de Lugar! Confira:

1. Boogarins

É uma banda nova, tem feito sucesso no cenário independente nacional e internacional.

2. Carne Doce

É uma banda nova, tem feito sucesso no cenário independente nacional

3. Vida Seca

É um grupo bem legal, seus instrumentos são feitos com material reciclável.

4. Brasil in Trio
É instrumental, mas como é MPB, não fica algo distante.

5. Maia

Tem uma levada pop.

6. Terroristas da Palavra

É um grupo de músicos e poetas.

7. Ton Mus

Também tem uma levada mais pop, o vídeo ficou muito bonito.

8. Fernando Simplista

Simplista não é nova na cena musical goiana, é meio difícil rotular.

9. Kaloni Kaapu

É uma cantora nova, participou de vários grupos da cidade.

10. Calango Nego

Mistura rap com samba, é bem bacana.

11. Diego Moraes

Também não é novo na cena. É bem interessante.

 

Websérie Som de Lugar: quando a música ocupa a cidade – é um projeto que descortina a cena musical goiana e entra em sua segunda temporada. O coletivo Saraivada Produções Culturais é o responsável por este projeto: ao todo, 19 episódios foram veiculados e podem ser vistos pelo SITE.

A fórmula da primeira temporada – diversidade musical e investigação do cenário local – se repete na segunda. Nesta nova leva de vídeos, o experimentalista da banda Luziluzia – formada por integrantes de Boogarins e Carne Doce – divide, assim, espaço com o samba da cantora Grace Carvalho e o canto quase cordélico de Juraíldes da Cruz.

PROCESSO DE PRODUÇÃO

Se na primeira temporada, o clichê “cara e coragem” financiaram a produção da websérie, a segunda contou com a captação de recursos via Lei Goyazes. O modus operandi da equipe, porém, não foi alterado. Longe da hierarquia usual do audiovisual, os vídeos foram produzidos.

“O projeto começou com uma forma de unir paixões, o audiovisual, a música e Goiás, estado que nos encontramos (equipe do projeto). Este espírito se mantém agora. O mais importante do Som de Lugar são os vínculos que são estabelecidos”, sintetiza Maiara Dourado, uma das integrantes do Saraiva.

Lei Goyazes abre inscrições para novos projetos nesta segunda

A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) recebe a partir desta segunda-feira, dia 6 de julho de 2015, a inscrição de novos projetos para o Programa Estadual de Incentivo à Cultura – Lei Goyazes. Os critérios de participação são baseados na Resolução nº6, de dezembro de 2014, do Conselho Estadual de Cultura (Disponível em (http://www.agecom.go.gov.br/PDF/2015/05/08/999.pdf). Podem se inscrever pessoas de todos os municípios de Goiás, exceto funcionários da Seduce, de todas as áreas – Educação, Cultura e Esporte – conforme a Lei 13.613, de 11 de maio de 2000. 

Procedimento

As inscrições são feitas exclusivamente por meio físico, pessoalmente ou via Correios, no setor de Protocolo do Centro Cultural Marieta Telles Machado, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8 horas às 17h30, na Praça Cívica, nº2, Centro de Goiânia. Como funciona – O Governo de Goiás financia projetos culturais por meio de renúncia fiscal do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Se aprovado na Lei Goyazes, o produtor recebe uma carta de crédito.

Com isso, ele pode procurar empresas interessadas em financiar seu projeto. O valor investido pela empresa será descontado no ICMS pago ao governo. O programa é mantido pelo Governo do Estado e gerido pela Seduce. Os projetos são avaliados e aprovados pelo Conselho Estadual de Cultura.

Mais informações:

(62) 3201 4638 e por email: [email protected]

Legislação: http://www.secult.go.gov.br/post/ver/140813