Menino de 14 anos chora ao ganhar celular da mãe: ‘ele sempre me pediu’

Mariana Silva, de 33 anos, resolveu fazer uma surpresa para o filho Paulo Henrique, de 14 anos. Ele sempre pedia um celular de presente, mas a mãe não tinha condições de comprar.

“Ele é tão humilde que escolheu o modelo mais barato do que eu que disse que podia comprar. Eu disse que ainda tinha mais duzentos reais, mas ele quis o mais barato. Então aproveitamos, tomamos um sorvetinho, e ele comprou um joguinho de roupa que ele queria”, relatou a mãe em entrevista ao Razões para Acreditar.

Mary, como é conhecida, é auxiliar de serviços gerais e compartilhou o vídeo no tik tok. A simplicidade da mãe e a emoção filho comoveram os internautas. Mariana mora com três filhos em Osasco, São Paulo.

Assista o vídeo:







Menino de 6 anos salva irmã de ataque de cachorro e leva 90 pontos no rosto

Bridger Walker, de 6 anos, entrou na frente da irmã para protegê-la de um ataque de um cachorro na quinta-feira (9) nos Estados Unidos. O ato heroico foi publicado nas redes sociais pela tia do menino, Nikki Walker, que informou que Bridger ficou entre o cachorro e sua irmã mais nova, sendo mordido no rosto e na cabeça até conseguir pegar na mão da irmã e correr para bem longe.

Bridger foi levado ao hospital e passou por uma cirurgia, em que recebeu 90 pontos no rosto. A criança se recupera em casa. “Nós amamos nosso menino corajoso, e queremos que outros super-heróis saibam sobre o mais recente super-herói que se juntou ao grupo”, disse Nikki na publicação.

Quando Nikki perguntou ao sobrinho por que ele entrou na frente do cachorro, o menino respondeu: “se alguém tivesse que morrer, eu pensei que deveria ser eu”.

dc86c6ff89f357d89f20a106b0759342.jpg

ac43ca9f6a53f1e5220c201d2b4195ab.jpg

Fotos:Nikki Walker/arquivo pessoal

A tia explicou que os donos do cachorro são ótimas pessoas e conhecidos da família, e que estão prestando toda ajuda para o menino. “Não sentimos nenhum ressentimento em relação a eles, e o amor entre nossas famílias apenas aumentou depois do acidente”, disse ela. 

Os atores Mark Ruffalo, Chris Evans e Octavia Spencer enviaram mensagens para o menino Bridger engrandecendo sua atitude.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Have y’all noticed that I have no idea what I’m doing yet? #UmmmIAccidentallyWentViral? When I first posted for Bridger, I expected maybe 500 likes at most and maybe a couple dozen reshares. But here we are. So much love from all walks of life (including a few celebs)! And we just got off a call with a friendly neighborhood idol. (Pic is of Bridger’s reaction right after the call.) Bridger is over the moon! Can’t wait to show him what’s next: a message from some guy who doesn’t like bullies. Gotta wait for the stardust to clear from his eyes first, though. Mission accomplished, everyone! We can’t thank you enough. #BridgerStrong EDIT: I feel like I should also mention that Bridger has also loved all of the other videos and messages I’ve shown him from all of you. We might not be able to get to everyone right away, but your messages are no less appreciated.

Uma publicação compartilhada por Nikki Walker (@nicolenoelwalker) em

Menino comemora aniversário dividindo bolo e refrigerante com moradores de rua em Goiânia

Davi Tolentino tem apenas 9 anos e desde cedo aprendeu o valor das boas ações. Ele pediu para a mãe que seu aniversário fosse comemorado com os moradores de rua que ele ajuda e, com bastante cuidado, a mãe realizou uma surpresa para o garoto.

Com máscaras de proteção e distânciamento social, a mãe do garoto, Carla Borges, organizou toda a festa para que ele comemorasse como gostaria com os moradores da região da Avenida Paranaíba, Centro de Goiânia.

8f6cbfd04d471cc73396164dff638b01.jpeg

Segundo Carla, o próprio Davi foi quem teve a ideia, porém ela já havia falado para o garoto que não iria fazer a festa por conta da pandemia, mas na verdade organizou uma surpresa para ele. No início, foi feito uma oração entre todos que estavam ali.

“Eu quis passar meu aniversário aqui com eles, doando alguns bolos, refrigerantes e máscaras para ser um dia diferente para mim e para eles”, disse Davi ao g1.

E não parou por aí! Mais tarde, o Davi ainda ajudou a Associação Tio Cleobaldo entregando marmitas e cobertores.

827b0e89b5fa0871fbe0b3a09736c3f4.jpg

Davi também é o primeiro voluntário mirim da Central Única das Favelas de Goiás e auxilia nas ações nas favelas.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Para estender a mão ou ser solidário não precisa de idade, e sim de motivação e amor em ajudar o próximo. O Davi é líder do voluntariado mirim, e sabe bem como estampar o carisma, alegria e empatia nas ações da Cufa Goiás. Todos os voluntários seguem as normas de saúde e proteção da OMS. ⠀ Faça já sua doação para a CUFA GO através do site: cufago.com.br ⠀ Telefone para arrecadação: (62) 99106-4437 ⠀ Nossa Conta: ⠀ CUFA GO SICOOB CREDI SGPA Ag.: 3333 C/C: 158237-2 CNPJ:36.194.718/0001-03 ⠀ Link para doações mães da favela: bit.ly/maesdafavelapicpay ⠀ #esperança #solidariedade #cufa #cufabrasil #cufago #cufacontraovirus #maesdafavela #trabalhovoluntario #voluntariado #boaacao #caridade #goiania #goias

Uma publicação compartilhada por CUFA Goiás (@cufago) em

Há cerca de dois anos, Davi faz ações comunitárias com sua mãe, levando assistência aos mais necessitados. Ele tem um perfil no Instagram onde ele mostra as ações que ele faz com sua mãe e também detalhes de sua vida como atleta de karatê.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Davi Goiano (@davi.tolentino) em

Foto de capa: TV Anhanguera / Reprodução

Menino de 13 anos usa wifi de açougue para estudar em Hidrolândia (GO)

William é um verdadeiro exemplo de dedicação aos estudos. O garoto de apenas 13 anos senta todos os dias no banco de uma praça, em Hidrolândia, interior de Goiás, para poder utilizar o Wifi do açougue que tem ali próximo. Ele precisa estudar durante a pandemia, mas não possui computador e internet em casa.

O garoto está no oitavo ano do ensino fundamental e, durante a quarentena, as aulas acontecem à distância e ele não tem mais acesso à escola. Mas William deu um jeito, pediu autorização do dono do açougue e ele deixou na mesma hora, pois ficou admirado com o empenho do menino para estudar.

Willian deseja estudar numa escola particular e ser um engenheiro, físico ou jogador de futebol, e aparentemente não vai desistir fácil destes sonhos.

De família humilde, William também não tinha condições de ter um celular. Ele passou seis longos meses catando latinha para poder comprar um smartphone. Ele mora com sua avó, que vive apenas de sua aposentadoria em uma casa simples, em Hidrolândia, com mais três netos e uma filha dela.

Uma empresa ofereceu internet de graça para William, mas ele continua sem computador para estudar. Com isso, o Razões Para Acreditar criou uma vaquinha para ele poder comprar um computador e investir nos seus estudos. Você pode doar aqui.

William é o retrato de muitos adolescentes no país que, com a pandemia, não podem ir à escola e realizam aulas à distância. É fato que muitos não possuem internet muito menos computadores para efetivar os estudos. Que a história deste garoto sirva de exemplo não somente para os alunos não perderem a dedicação, mas para que ‘abra os olhos’ de diversos projetos sociais e administrações municipais para levar ensino a quem não possui as ferramentas necessárias durante a pandemia.

Menino de 5 anos deixa a internet louca com bilhete que escreveu para a mãe

O garoto de cinco anos está dando o que falar depois de ter escrito um bilhete para a mãe para ele poder faltar aula.

Gabriel Lucca entregou à mãe um “recado” se passando pela professora Paula.

A estratégia deu errado já no momento em que o garoto entregou o bilhete com um sorriso no rosto já sabendo que não ia dar certo.

Mas mesmo assim, a mãe mandou a foto do bilhete para a professora perguntando -mesmo já sabendo da resposta- para saber se realmente o bilhete vinha dela.

Quando viu a mensagem, a professora Paula Renata,  colocou a imagem do bilhete no Facebook encabulada “Quando seu aluno Gabriel Lucca de 5 anos, já leitor e escritor resolve trollar sua mãe Geovana Santos e sua professora… Eita geração das espertas.”

9603cd8049ff62c5eb44300ac59d5ebf.jpg

Gabriel já tinha pedido para a mãe para ficar em casa assistindo séries, como a mãe não autorizou, ele chegou com um bilhete que dizia: ” Senhores paes. Amanhã não vai ter aula porque pode ser feriado. Assinado: tia Paulinha. É verdade esse bilete”

Segundo Geovana Santos, Gabriel gosta de estudar e ir à escola, mas dessa vez não queria ir à aula. Ainda afirma que o garoto é bastante precoce, aprendeu a ler aos 3 anos de forma espontânea. É ativo, gosta de brincar e adora ajudar os colegas com mais dificuldades.

Ela ainda se pronunciou no Facebook contando sobre o ocorrido

Menino de 5 anos pede ‘comida para crianças carentes’ de aniversário

Qual o tamanho do privilégio de ter uma família? Imensurável? Sabemos que família é aquela que acolhe, que cuida, que está junto nos melhores e piores momentos. E tem, absolutamente, nada a ver com sangue.

Por n motivos, diversas famílias praticam um dos maiores atos de altruísmo, a adoção. Receber, acolher, querer, cuidar, se doar de corpo e alma a alguém, amar sem medidas, raça ou classe social.

Uma linda história de amor e retribuição é a do menino Pedro, de Balneário Camboriú (SC). Filho adotivo de Marta Brancher, o garoto de apenas 5 anos, foi questionado sobre o que gostaria de ganhar em seu aniversário.

Para a surpresa da mãe, Pedro disse: “Levar comida para as crianças, que ainda moram em um abrigo”, pois conhece e sabe como é a realidade para elas.

Pedro tem uma irmã, Cecília (8), também adotiva. Há dois anos, ela também começou sau prática de ajudar a tornar o mundo um lugar melhor, colaborando com uma instituição que treina cães guia e outra que cuida de animais abandonados.

A mãe se diz bastante orgulhosa da atitude dos filhos: “Achamos essa ideia linda vindo de uns serzinhos tão pequeninos, a percepção que eles têm do mundo, realmente nos supera. Agora vamos ajudar para que mais crianças possam receber comida, algo que para nós pode ser simples, para elas que são privadas de tantas coisas, ter a fome saciada, é o que pode fazer a diferença no dia desses pequenos”.

Pedro tinha 1 ano e 10 meses quando foi adotado, já Cecília faltava apenas uma semana para completar 5 anos. A educação que recebem em casa, também, faz toda a diferença. Além da retribuição de amor e cuidado que recebem todos os dias, os pais sempre conversam sobre a importância de ajudar os mais necessitados e dão o exemplo, apoiando cada atitude se seus pequenos.

b9f34bfdbcc6ae2f4015a03116118a12.jpg
Imagem: Pedro e a Coordenadora de uma das instituições que ajudou / Marta Brancher

Com a campanha a família arrecadou cestas básicas, engradados de leite e achocolatado e diversas cestas de Páscoa. Aos poucos uma verdadeira rede de solidariedade foi se criando, ainda mais com a ajuda de empresas.

Sobre o aniversário do garoto, com uma atitude tão linda, é claro que os pais não iam deixar a data passar em branco e fizeram uma festinha para comemorar mais um lindo ano de vida dessa estrelinha tão especial. 

Via Razões Para Acreditar

Criança é flagrada brincando em janela no nono andar de prédio em Goiânia

Um fragrante feito em Goiânia tem circulado pelas redes sociais e causado agonia em milhares de pessoas. No vídeo, feito na tarde da última terça-feira (20), uma criança aparece brincando em uma janela no nono andar de um prédio localizado na Rua T-12, no Setor Bueno.

Segundo a publicação Mais Goiás, a criança só não caiu porque estava impedida por uma tela de proteção. Momentos após a filmagem, graças ao aviso de pessoas que viram a cena, a criança foi retirada por alguém que estava no apartamento.

Confira:

‘Maluco’ pelo caminhão de lixo, menino de um ano dá presentes de Natal a lixeiros e vídeo viraliza

Um vídeo que circula pelas redes sociais tem emocionado milhões de internautas desde a noite da última quinta-feira (21).

Nele, o menino Murilo, de apenas um ano e seis meses, espera a passagem do caminhão de lixo em sua rua. Quando o veículo para em frente à sua casa, o garoto entrega a cada um dos coletores de lixo um presente de Natal.

Assista:

Segundo Michele Moura, a mãe do garoto, Murilo é ‘maluco’ pelo caminhão de lixo e pelos rapazes, que são muito carinhosos com ele sempre que passam. Toda segunda, quarta e sexta, o menino espera no portão eles passarem e só volta para dentro de casa quando o caminhão vira a esquina.

Em apenas 17 horas, a postagem já soma mais de 7 milhões de visualizações e já superou os 270 mil compartilhamentos.

Vídeo de criança resgatada em bombardeio na Síria comove a web

O vídeo de um menino de 5 anos sendo resgatado após bombardeio na cidade de Aleppo, no norte da Síria, está correndo a timeline das redes sociais e comovendo pessoas do mundo inteiro. O garotinho Omran Daqneesh aparece sentado sentado em uma ambulância com o rosto coberto de poeira e sangue. 

A casa de Omran, que fica em um bairro controlado por rebeldes opositores ao ditador Bashar al Assad, foi atingida por um bombardeio aéreo na noite de quarta-feira (17). Segundo o jornal americano The New York Times, o médico que atendeu o menino, Osama Abu al-Ezz, disse que ele passa bem e teve apenas ferimentos leves. 

Na sequência das imagens, outras crianças e um idoso são trazidos para a mesma ambulância pelo grupo de resgate. De acordo com o New York Times, se trata dos irmãos de Omran, com idades de 1, 6 e 11 anos. O prédio desabou com o bombardeio.   

 

Garotinho interrompe Fátima Bernardes no ‘Encontro’ para fazer ‘propaganda gratuita’ da Netflix na TV Globo; veja o vídeo

Durante o programa Encontro desta sexta-feira (8), um garotinho interrompeu Fátima Bernardes e acabou fazendo “propaganda” da Netflix.

Fátima e a mãe do menino conversavam sobre como ela convenceu o pequeno Diogo, de 4 anos, a pedir desculpas para uma coleguinha que ele havia agredido na escola. Quietinho ao lado da mãe até então, ele resolveu também participar do papo: “Eu levei flores [para a amiguinha], tiramos fotos. Aí fiquei feliz. Vi Netflix, vídeo e joguei videogame, contou, arrancando gargalhadas da plateia, convidados e até da própria Fátima, que não conseguiu segurar o riso.

Assista:

Após empurrar menina, garoto de 4 anos pede desculpa com flores

Um caso que poderia passar despercebido, acabou se tornando viral nas redes sociais pelo desfecho fofo.

O incidente, corriqueiro em uma escola infantil, aconteceu em uma instituição de Porto Alegre. O garotinho Diogo, de 5 anos, acabou empurrando a colega Isabelle, que também tem quatro anos e recebeu um castigo inusitado. O assunto ganhou as redes sociais e a história ganhou repercussão na imprensa, como conta o jornal Zero Hora, de Porto Alegre.

A foto de Diogo, de quatro anos, segurando um pote com pequenas violetas brancas virou uma sensação no Facebook durante a semana. As flores foram compradas a caminho da escola, em um supermercado, como um presente para a colega Isabelle, que voltou para a casa, numa quinta-feira à tardinha, com o joelho direito ralado.

Em meio à enxurrada de curtidas que ganhou Diogo — cerca de 58 mil —, que na foto publicada aparecia com uma expressão arrependida, o rostinho de Isabelle ainda era desconhecido. Nos comentários da rede social, perguntavam: mas afinal, quem é a destinatária da gentileza?

Isabelle e Diogo são amigos. Escolheram um ao outro para formarem um par na apresentação de São João, sábado passado. Quando se encontram, não param de brincar. No pátio da escolinha no bairro Partenon, os dois ficam felizes, agitados. “Ele é ligado no 220”, “Ela também”, comentavam as mães, que até o episódio não se conheciam. É preciso fôlego para acompanhá-los: “Calma, Diogo, espera a tua vez”. “Isabelle, deixa o Diogo sentar aí”.
Um é mais encantador que o outro.
Foi na semana passada que houve o incidente que escancarou o gesto sensível entre dois colegas de escola. Em fila, um atrás do outro, prontos para uma atividade escolar, Isabelle parou no meio de uma das escadas que havia no caminho. Diogo, o próximo da fila, a empurrou.
— Ele disse que queria que a fila andasse mais rapidamente — explica a professora da turma de Jardim, Shaiany de Almeida, de 29 anos.
O menino foi chamado pacientemente pelas professoras da turma. Houve a conversa amigável, a repreensão necessária. “Não se pode fazer isso,” “agora temos que pedir desculpas, né?” e o famoso “vamos contar para a mãe, Diogo?”

Em casa, novamente houve a conversa com a mãe. Diogo é o único menino em uma residência comandada por mulheres. Tavane Carvalho, de 27 anos, mais conhecida como Tatá, viu na situação uma forma de ensinar o filho sobre a violência.
— Foi a primeira vez que aconteceu um caso assim. Não se pode agredir meninos e nem meninas, falei isso para ele. Mas também falei sobre agressividade especialmente com as mulheres. Não queremos que ele seja um homem machista — relata.


No dia seguinte ao acontecimento, ela pediu conselho a outras mulheres da família pelo WhatsApp. Ficou decidido: comprariam um agrado para a colega para assim deixar o pedido de desculpas ainda mais sensível.
— A ideia veio de maneira muito espontânea. Passamos no supermercado antes da escola e ele que escolheu as flores— conta.
Ao chegar na escola com Isabelle, naquela sexta-feira, Janira Heisler, de 37 anos, foi surpreendida pelo gesto do colega.  “Aceita, filha”, disse para a menina, que estava tão surpreendida quanto ela. Hoje, as violetas decoram a mesa da sala da casa.
— Quem tem filhos sabe que isso é normal entre crianças. Mas foi um gesto sincero da parte dele, eu vi nos olhinhos do Diogo — conta.
Tatá publicou a foto no Facebook. Dois dias depois, se assustou com a repercussão. Ficou triste com as críticas que recebeu, ressaltou que além das flores, conversou muito com o menino sobre gentileza.

— As flores foram parte de algo maior que ensinei para ele — disse Tatá. 

 Isabelle e Diogo entendem pouco da situação, nem sabem o que é a rede social.

— É uma coisa que a minha mãe faz enquanto eu durmo — diz a menina.
Janira ri da resposta.
Diogo avisa:
— Estou famoso. 
Mal sabem eles, que durante a semana, o pedido sincero serviu de exemplo para gente muito maior que os dois.

Foto: Félix Zucco / Agencia RBS
Matéria original de Paula Minozzo via Zero Hora.

Corpo de menino arrastado por jacaré na Disney é encontrado

Socorristas da Flórida resgataram o corpo de um menino de dois anos atacado por um jacaré às margens de um lago artificial de um resort da Disney. A informação foi divulgada pela agência de notícias AFP, no final da tarde desta quarta-feira (15).

“Seu corpo estava completamente intacto. O cadáver foi entregue ao instituto médico legal do condado de Orange para uma necropsia”, anunciou à imprensa o xerife Jerry Demings. O menino foi arrastado pelo animal na tarde de terça-feira (14), apesar das tentativas desesperadas do pai para salvá-lo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Repodução do Facebook)

Segundo o xerife, não há relatos recentes de incidentes envolvendo jacarés na região. Ainda segundo ele, o animal deve ter entre um e dois metros de comprimento. Tanto pai quanto a mãe do menino entraram na água para tentar salvar o menino. 

As autoridades capturaram e mataram cinco jacarés na tentativa de resgatar os restos mortais do menino. 

Complexo da Disney em Orlando

A Disney está fazendo tudo que pode para confortar a família. Orlando é a cidade mais populosa de Orange, um dos 67 condados do estado americano da Flórida, onde fica o complexo turístico da Disney World. Para ajudar nas buscas, que foram feitas por equipes de mergulhadores, barcos e aviões, a Disney determinou nesta quarta o fechamento das sete praias frequentadas pelos turistas na área.

 

Fonte: Correio 24 Horas

Gorila é morto após menino de 4 anos cair em jaula; assista ao vídeo

Um gorila foi morto após um menino de 4 anos entrar na jaula onde ele era mantido num zoológico em Cincinatti, no Ohio, nos Estados Unidos.

Segundo a agência de notícias Reuters, o menino, que não foi identificado, teria engatinhado e passado sob a barreira, caindo em seguida cerca de 3,5 metros até o chão da área onde são mantidos os gorilas no Jardim Zoológico e Botânico de Cincinatti.

O menino não teria se ferido na queda, mas, já no chão, foi puxado por Harembe, um gorila de 17 anos e 180 quilos, que o arrastou pelo chão por cerca de 10 minutos. Em entrevista coletiva, o diretor do zoo, Thayne Maynard, disse que não teve escolha.

“Tomaram uma decisão difícil e fizeram o certo, porque salvaram o menino. Podia ter sido muito pior”, disse ele. A criança foi ferida ao ser arrastada e está internada. As primeiras informações são de que ele não corre risco de morrer.

O diretor lamentou a morte de Harembe, que estava em Cincinatti há cerca de dois anos, vindo de um zoológico no Texas, onde nasceu.

“Estamos todos devastados com esse acidente trágico que resultou na morte de um animal em risco de extinção. É uma grande perda para a família do zoolígico e para população de gorilas no mundo”, disse em um comunicado.

Maynard disse que não parecia que o gorila estava atacando a criança, mas afirmou que se tratava de um animal “extremamente forte em situação agitada” e que o tranqulizante demoraria muito para fazer efeito, e que, geralmente, os animais se agitam antes de fazer efeito.

“É um dia muito triste aqui, mas mão havia escolha, tivemos que atirar”, disse Maynard aos repórteres. Estão ilesas duas gorilas fêmeas que também estavam na área fechada.

O episódio gerou revolta em grupos ativistas de defesa de animais que acusam os pais da criança de negligência.

Assista ao vídeo:

Foto de policiais militares ajudando menino a fazer a lição de casa conquista a internet

Apesar da imagem pejorativa associada aos policiais, alguns deles provam todos os dias que não é um uniforme que determina um comportamento – é o que uma série de fotos da Polícia Militar da cidade de São Vicente, litoral de São Paulo, tem provado. Publicadas na página oficial da Polícia Militar do Estado de São Paulo na tarde de 29 de março, as imagens mostram um grupo de policiais ajudando um garotinho a fazer sua tarefa escolar.

Segundo a postagem, os policiais foram surpreendidos pelo menino, que disse ter um grande problema para resolver – o problema era, na verdade, uma tarefa da escola que a criança estava com dificuldade em responder. “Vocês são a Polícia Militar e sei que resolvem todos os problemas, por isso procurei vocês”, o menino teria dito aos policiais, que prontamente o ajudaram, resultando nas fotos do post.

Em pouco mais de 24 horas o post foi compartilhado mais de 6300 vezes, teve mais de 22 mil reações e mais de 1,3 mil comentários.

 

 

MENINO PROCURA A POLÍCIA MILITAR PARA RESOLVER SEU GRANDE PROBLEMA E FOTO DA AÇÃO VIRALIZA NA INTERNET.Na noite do dia…

Publicado por Polícia Militar do Estado de São Paulo em Terça, 29 de março de 2016

Menino de 5 anos pede ao pai para se fantasiar de princesa e a reação dele surpreende

Em um mundo onde cada vez mais as pessoas lutam pelo direito da diversidade, muitos ainda esbarram em certos tabus que aparentemente podem ser coisas normais ou simplesmente encaradas como uma brincadeira.

Foi o caso de Caiden, o filho de Paul Henson que pediu ao pai para se fantasiar de princesa Elsa, do desenho Frozen. Muitas matérias circulam pela internet em que meninas querem se vestir de super-heróis e a maioria dos pais acham legal e as apoiam, mas aparentemente poucos pais tem a mesma reação ao ouvir que um filho quer se vestir com um personagem feminino. Mas a reação que paul teve ou ouvir o pedido de seu filho foi emocionante.

Embora ele tenha oferecido anteriormente outras opções ao garoto de 5 anos, ele estada irredutível, queria ser a princesa Elsa, e então vem o comentário do pai em uma postagem nas redes sociais.

Qualquer um que nos conhece, sabe que nós geralmente permitimos que Caiden faça suas próprias escolhas, até um ponto. Bem, ele decidiu sua fantasia de Halloween. Ele quer ser a Elsa. Ele também quer que eu seja a Anna. Vamos lá. Fique com as suas bobagens sobre masculinidade e fantasias infantis, o Halloween é sobre crianças fingindo ser seus personagens favoritos. Então é isso, esta semana ele é uma princesa“. 

Confira o resultado do pedido de Caiden ao pai, e outras fotos do da rotina dos dois.

 

Elsa

Elsa

Elsa

Elsa