Cantor Milton Nascimento anuncia aposentadoria e última turnê pelo país

O cantor Milton Nascimento anunciou sua aposentaria através de suas redes-sociais, neste domingo (15). Prestes a completar 80 anos, o artista revelou que até o final de 2022 ele fará sua última turnê, intitulada “A última Sessão de Música”.

Ao longo de seis décadas dedicadas á música, o cantor declarou que sua despedida será dos palcos, mas o artista pretende continuar trabalhando com música. 

Sua turnê já conta com um site próprio. Na quarta-feira (18), começará a venda de ingressos para as noites já confirmadas: 5 e 6 de agosto no Rio; 26 e 27 de agosto em São Paulo; 13 de novembro em Belo Horizonte.

“Eu jamais poderia encerrar essa parte da minha vida de tantos anos na estrada sem homenagear aqueles que me acompanham esse tempo todo: os fãs. E essa turnê foi pensada especialmente pra vocês!” -, explica Milton em seu site.

Na palma da mão

 

Acesse https://linktr.ee/guiacurtamais e fique por dentro do que há de melhor em conteúdo. O Curta Mais é a multiplataforma mais completa e confiável de cultura, gastronomia, entretenimento, política e negócios de Goiás.

Foto:João Couto/Divulgação

Milton Nascimento anuncia sua primeira live show; veja dia e horário

Num domingo qualquer, qualquer hora. Foi assim que o cantor, compositor e multi-instrumentista brasileiro anunciou sua primeira live.

A apresentação virtual vai acontecer no próximo dia 28 de junho(domingo) a partir das 18h30, em seu canal no Youtube.

“A música é sempre um caminho para acalmar o coração. Estou com saudade de cantar para vocês, por isso no dia 28 de junho vou fazer minha primeira live no canal no YouTube”, escreveu.

Milton Nascimento é reconhecido mundialmente como um dos mais influentes e talentosos músicos da Música Popular Brasileira.

Após polêmica, Milton Nascimento explica: ‘A tendência da música brasileira é uma merda’

“Maria, Maria…É um dom, uma certa magia, uma força que nos alertaaa. Uma mulher que merece viver e amar como outra qualquer do planeta”. Esse trecho é para ler cantando mesmo! 

Reconhecido mundialmente como um dos mais influentes e talentosos cantores e compositores da Música Popular Brasileira, Milton Nascimento concedeu entrevista à jornalista Mônica Bergamo e criticou a tendência da música no Brasil: “uma merda”. A Assessoria de Imprensa do cantor, afirmou que o título da matéria que dizia: “Milton Nascimento – A música brasileira está uma merda” feita pela jornalista causou conclusões equivocadas entre os leitores. 

“A frase escolhida para a manchete da entrevista se refere exclusivamente à música feita no mainstream do mercado nacional, consumida pela massa. E só a ela. Justamente por isso, os únicos citados por ele como contra-exemplo foram Maria Gadú e Tiago Iorc, dois dos raros artistas talentosos que transitam nesse universo industrial. Bituca jamais se referiu à nova geração brasileira que, à parte do mainstream musical, tem construído a melhor música desse novo tempo”, afirmou a Assessoria de Imprensa do cantor na redes sociais.

Milton Nascimento criticou alguns estilos musicais, especificamente, ao que podemos entender ao dizer a seguinte frase: “Não sei se o pessoal ficou mais burro, se não tem vontade (de cantar) sobre amizade ou algo que seja. Só sabem falar de bebida e a namorada que traiu. Sempre traição”, explica o cantor. 

Confira um dos sucessos de Milton: 

2f60fe1a65beeb3c57293c9c1194f409.png

Siga Curta Mais nas redes sociais:

Curta Mais no Facebook

Curta Mais no Instagram

Curta Mais no Twitter

Confirmado novo show de Milton Nascimento em Goiânia

2017 ainda não acabou, mas os amantes de boa música em Goiânia já podem preparando a programação para o ano que vem. Milton Nascimento é a primeira atração confirmada do projeto Flamboyant em Concert.

O show acontece no mês de marcço.

A última vez em que o músico se apresentou na cidade foi há quatro anos. Na ocasião, Milton subiu ao palco do Música no Campus com Lô Borges.

Goiânia recebe musical sobre Milton Nascimento com entrada gratuita

Goiânia recebe a turnê do musical “Milton Nascimento – Nada Será Como Antes” com apresentação gratuita, no dia 19 de novembro (sábado), às 20h. Com mais de 300 mil espectadores em temporadas de sucesso por diversas cidades, o espetáculo será apresentado na Praça Dr. Pedro Ludovico Teixeira (Praça Cívica).

Dirigido por Charles Möeller & Claudio Botelho, o espetáculo musical presta uma homenagem aos 50 anos de carreira de Milton Nascimento, um dos maiores ícones da música brasileira, que produziu um imenso repertório de clássicos atemporais.

No palco, um grupo de oito atores e cinco músicos dá voz a temas fundamentais da música do homenageado, como amor, amizade, criação artística, negritude, brasilidade e solidão. “Milton fala de temas fundamentais com um despojamento sem igual. A ideia central do musical é colocar os atores como se fizessem parte de um grupo antigo, uma espécie de ‘clube da esquina’ que ficou esquecido no interior”, resume Charles Möeller.

O roteiro do musical se divide em quatro atos correspondentes às estações do ano. Enquanto composições que remetem a um solar imaginário interiorano (‘Bola de Meia, Bola de Gude‘, ‘Aqui é o País do Futebol’) compõem o Verão, ‘A Cigarra’, ‘Um Girassol da Cor do seu Cabelo‘ e ‘Nuvem Cigana’ dão colorido à Primavera. Clássicos que atravessaram gerações (‘Cais’, ‘Caçador de Mim’,‘Encontros e Despedidas‘ e ‘Faca Amolada’) moldam o Outono e continuam pelo Inverno, com ‘Nada Será como Antes‘ e ‘O que foi Feito Devera’.

Ficha Técnica:
Milton Nascimento – Nada Será Como Antes – O Musical
Criação e Direção
: Charles Möeller & Claudio Botelho

Elenco: Malu Rodrigues, Marya Bravo, Jules Vandystadt, Bruno Tessele, Cássia Raquel, Estrela Blanco, Lui Coimbra, Pedro Aune, Pedro Sol, Rodrigo Cirne, Sérgio Dalcin, Tony Lucchesi, Whatson Cardozo.

Arranjos musicais: Délia Fischer
Arranjos musicais: Adicionais: Tony Lucchesi
Arranjos vocais: Jules Vandystadt
Cenografia: Rogério Falcão
Figurinos: Charles Möeller
Iluminação: Paulo Cesar Medeiros
Design de som: Marcelo Claret
Coordenação técnica: Carla Reis
Produção executiva: Edson Lopes
Coordenação artística: Tina Salles
Direção musical: Claudio Botelho
Direção: Charles Möeller
Realização: Alacre RIO / Möeller & Botelho

Serviço:
Data: 19 de novembro (Sábado)
Local: Praça Dr. Pedro Ludovico Teixeira (Praça Cívica)
Horário: 20h
Entrada Gratuita

Tem goiano na lista! Saiba quem são as celebridades homenageadas no Carnaval de 2016

Os Carnavais do Rio e de São Paulo são famosos por prestar homenagens a personalidades do Brasil e do mundo, mas este ano eles se superaram. Reverenciar celebridades sempre foi costume das escolas de samba, sejam elas do mundo da televisão, da música, dos esportes etc. Em 2016 vai ter muitas estrelas na avenida, envaidecidas com a reverência em torno de seus nomes. Confira a lista – tem goiano famoso também – de quem vai brilhar na avenida:

 

Claudia Raia, Nenê de Vila Matilde

O tema do samba-enredo da escola paulistana Nenê de Vila Matilde vai ser “Nenê Apresenta o Musical: Rainha Raia nas Asas do Carnaval”. A homenagem vem em boa hora: em 2016 a atriz completa 30 anos de carreira. Claudia Raia ficou muito conhecida não apenas por suas participações em novelas, mas também por seus musicais no estilo Broadway.

 

José Wilker, Império da Tijuca

O ator, que faleceu em 2014, é a grande estrela do desfile da escola carioca Império da Tijuca. O samba enredo é “O Tempo Ruge, a Sapucaí É grande e o Império Aplaude o Felomenal!”, e promete emocionar o público na Sapucaí. Lembrando que “felomenal” era o bordão do personagem Giovani Improtta, defendido por Wilker na novela “Senhora do Destino”. Além de Improtta, outros personagens do ator serão reverenciados na avenida.

 

Zezé Di Camargo & Luciano, Imperatriz Leopoldinense

E tem espaço para os goianos também! Este ano, a Imperatriz Leopoldinense presta uma homenagem aos dois filhos de Francisco com o samba-enredo “É o Amor… Que Mexe com Minha Cabeça e me Deixa Assim… – Do Sonho de um Caipira Nascem os Filhos do Brasil”. O samba conta a trajetória vitoriosa da dupla, que saiu de Pirenópolis e conquistaram o país no início dos anos 90. Zezé e Luciano fecharão o desfile ao lado dos pais no último carro do cortejo. Lembrando que Zilu Camargo, ex-mulher de Zezé, também será um dos destaques na avenida.

 

Maria Bethânia, Mangueira

A diva Maria Bethânia é a homenageada do samba-enredo da Mangueira. O samba-enredo foi batizado de “A Menina dos Olhos de Oyá” e ao som do qual Bethânia, uma das maiores cantoras da MPB, entrará na Sapucaí. A música “Carcará”, de 1965, será representado por uma ala própria. O sertão nordestino e orixás também inspiram o desfile. Justa homenagem.

 

Milton Nascimento, Tom Maior

Para fechar a lista dos homenageados, a grande voz da música brasileira, Milton Nascimento, será o tema do samba-enredo da escola paulista Tom Maior. Com “Travessias de Milton Nascimento – Todo Artista Tem de Ir Aonde o Povo Está”, a escola homenageia os 50 anos de carreira de Milton Nascimento (completados em 2012) . O Clube da Esquina será retratado em uma das alas, assim como o sucesso “Coração de Estudante”, de 1983.