Famosos que faleceram em 2023

O ano de 2023 foi um período marcante e repleto de acontecimentos notáveis, e com isso, muitas coisas boas aconteceram. Ascensão de avanços significativos e mudanças revolucionárias que impactaram positivamente o mundo. Tecnologias inovadoras, como a inteligência artificial, nos ensinaram uma nova maneira como interagirmos e trabalhar na internet. Além disso, a Copa do Mundo Feminina de Futebol atingiu níveis inéditos de visibilidade e reconhecimento, destacando o talento e a excelência das atletas femininas neste esporte que é cheio de preconceito e machismo.

Apesar disso, nem só de notícias boas o ano de 2023 foi marcado. Personalidades icônicas da mídia faleceram e nos deixaram com um enorme vazio, e uma legião de fãs desolados. Mesmo com notícias tristes, o legado e as contribuições que deixaram para o mundo permaneçam marcados, os tornando eternos.

Pensando nisso, o Guia Curta Mais, criou uma lista como tributo aos grandes nomes que nos deixaram ao longo do ano de 2023. Nunca é tarde para homenagear pessoas que fizeram tanto para a sociedade.

Olivia Newton-John, estrela de ‘Grease’, morre aos 73 anos

A atriz e cantora Olivia Newton-John, mais conhecida pelo seu papel em “Grease – Nos Tempos da Brilhantina”, morreu aos 73 anos. 

A informação foi confirmada pelo TMZ. Ao portal, o marido de Olivia, John Easterling, contou que ela morreu em paz, em seu rancho no sul da Califórnia na manhã desta segunda-feira (8), cercada por familiares e amigos.

Olivia lutava contra o câncer de mama há mais de 30 anos. A causa da morte não foi confirmada pelo marido, mas de acordo com uma fonte do TMZ, “depois de uma jornada de 30 anos contra o câncer, ela perdeu sua batalha contra o câncer de mama metastático”.

Olivia começou sua carreira em 1971, mas estourou mundialmente em 1978, ao estrelar “Grease – Nos Tempos da Brilhantina”, ao lado de John Travolta.

Pelo papel da protagonista Sandy, ela foi alçada ao status de estrela e deu voz ainda aos hits “You’re the One that I Want”, “Summer Nights” e “Hopelessly Devoted to You”.

Como cantora, Olivia levantou dois Grammy e teve como maior sucesso “Physical” em 1981, que ficou em primeiro lugar por 10 semanas, quebrando todos os recordes nos anos 80. Olivia Newton-John Imagem: Reprodução Ela foi diagnosticada com câncer de mama em 1992, mas entrou em remissão. A doença, contudo, voltaria ainda mais duas vezes: em 2013 e 2017.

A atriz também dedicou uma parte de sua vida como ativista ambiental e dos direitos dos animais.

*com informações de Splash UOL

Morre aos 98 anos a escritora Lygia Fagundes Telles

Morreu na manhã deste domingo (3), de causas naturais, a escritora Lygia Fagundes Telles (1923-2022). Ela tinha 98 anos e estava em sua casa, de acordo com o site G1. Membro da Academia Brasileira de Letras, Lygia foi uma das escritoras mais importantes do Brasil. 

 

Entre as dezenas de livros que publicou está Ciranda de Pedra, obra que foi adaptada para a teledramaturgia da Globo.  Lygia nasceu em São Paulo em 1923 e publicou seu primeiro livro de contos aos 15 anos. A escritora se formou em Direito pela USP (Universidade de São Paulo), mas dedicou sua carreira e sua paixão à literatura.

 

A autora considerava que o livro Ciranda de Pedra, de 1954, havia sido o marco inicial de sua obra literária. O romance virou novela na Globo. A primeira versão foi ao ar em 1981, com Eva Wilma (1933-2021), e a segunda em 2008, com Eva Wilma (1933-2021), e a segunda em 2008, com Ana Paula Arósio no elenco. 

 

Na história, que se passa em São Paulo nos anos 1940 e 1950, a protagonista é Virgínia, uma jovem que precisa lidar com a mãe, Laura, que dá sinais de loucura após se separar do marido. As duas se mudam para a casa de um médico,com quem Laura tem um caso. Enquanto isso, as outras duas filhas da mulher ficam morando com o pai.

 

Os conflitos da família são o plano central da trama, mas outros personagens foram criados para as versões televisivas da obra. Ciranda de Pedra foi adaptada nos anos 1980 por Teixeira Filho e nos 2000 por Alcides Nogueira.  

 

“Eu ficava muito interessada, porque não sabia o que ia acontecer, não sabia nada. Eu não tive a menor participação nessa telenovela. No entanto, entendo que Ciranda de Pedra é uma novela feita com muita dignidade”, disse Lygia em entrevista.

 

 

Foto: Reprodução/Carta Capital

‘Quando a Marília saiu de casa hoje ninguém sabia que ela não voltaria mais’

Assim que soube da morte da cantora Marília Mendonça, a jornalista Mariana Brito compartilhou uma bela reflexão sobre a fragilidade da vida. O textou tem alcançado enorme repercussão.

Confira a mensagem na íntegra:

 

Você já parou para pensar nisso?

Sério mesmo. Você já pensou?

Que quando alguém que você ama sair pela porta pode nunca mais voltar?

Seu marido quando vai cedo para o trabalho;

Seus filhos quando vão para a escola;

Sua mãe quando vai ao mercado do outro lado da rua.

Pode ser que eles voltem em poucas horas, como é o esperado. Mas pode ser que não retornem nunca mais.

Como estava a relação de vocês antes da porta fechar? Você disse o quanto amava aquela pessoa? Ou você brigou, xingou porque a toalha estava molhada em cima da cama, a tarefa de casa não foi feita ou a louça estava suja na pia?

Quando soube da notícia da morte da Marília, há pouco, pensei bastante nisso. Lembrei de quantas vezes o Bruno saiu chateado comigo depois de ter ouvido tanta coisa ruim, de quantas vezes fiquei dias sem falar com minha mãe em consequência de uma discussão banal. De quando fiquei meses — muitos — sem falar com o meu pai por birra.

Graças a Deus, todos eles estão aqui.

E se não estivessem? E se eles não tivessem voltado nunca mais? Como eu estaria? Que sentimento estaria carregando comigo agora?

Sei lá. Pensa nisso.

 

Não quero te dar “lição” alguma. Só quero que você pense nisso como eu também estou pensando. E aí, se você achar que algo precisa ser feito depois de ter pensado bastante, faça. Afinal, um dia eles realmente vão sair pela porta… e não vão abri-la mais uma vez.

 




‘Nos veremos no céu’ diz Paulo José a Tarcísio Meira em cena emocionante; veja o vídeo

A vida imita a arte e a internet está aí pra provar. Na mesma semana em que dois dos maiores ícones da história da TV brasileira morreram, uma cena começou a ganhar as redes sociais para emoção de muita gente. O trecho da novela ‘Um anjo caiu do céu’, exibida pela Globo em 2001, traz os atores Paulo José e Tarcísio Meira mostra um momento comovente entre os dois quando Paulo fala ao amigo: “Um dia nos veremos no céu”, disse Alceu, vivido por Paulo José. “Mais perto do que você pensa”, respondeu João Medeiros, vivido por Tarcísio Meira.

Ele atuaram juntos em outras novelas como “O homem que deve morrer”, em 1971, “O tempo e o vento”, em 1985 e “Roda de fogo”, em 1986.

Assista:

MC Kevin lançou o single ‘Minha Última Música’ um mês antes de morrer

O funkeiro, MC Kevin, lançou no mês de abril o single “Minha Última Música”. A letra sobre superação por meio do funk e do preconceito. “Larguei o crime, bom samaro, inteligente. Que vê o melhor da vida sempre andando pra frente. Já que MC é criminoso vou assassinar sua mente”, diz um trecho da música.

Outras passagens falam sobre “dar um tempo”.  “Eu tô cansado de cantar, vou dar um tempo, eu posso parar. Depois eu volto pro funk.” No YouTube, o vídeoclipe da música soma quase 2 milhões de visualizações.

“Eu vou ficar um tempo distante, paz. Na minha vida que eu tô cansado de inveja. Eu vou aproveitar pra gastar meus milhão bem longe, tô só pedindo um tempo pra minha vida repensar. É hora do descanso do gigante”, escreveu o funkeiro.

Nas redes sociais, onde MC Kevin tinha quase 10 milhões de seguidores, o cantor se preparava para mais um lançamento chamado “Passado e Presente”, que estava programado para acontecer no próximo dia 21. A última publicação do cantor no Instagram foi um story ao lado da esposa, a advogada Deolane Bezerra.

Kevin Nascimento Bueno, conhecido como MC Kevin, morreu na noite deste domingo (16), aos 23 anos, após cair do 5º andar de um hotel na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O artista chegou a ser internado com vida no Hospital Municipal Miguel Couto, mas não sobreviveu. A informação foi confirmada à CNN pela Secretaria Municipal da Saúde. A Polícia Civil vai investigar as causas do acidente.

Nas plataformas digitais, o artista possuía números expressivos. No Spotify, tinha cerca de 1,8 milhão de ouvintes mensais. MC Kevin ainda era seguido por quase 9 milhões de pessoas no Instagram.

Vídeo mostra MC Kevin na sacada do prédio antes de cair

Um vídeo gravado por uma mulher que estava em frente ao prédio em que estava o funkeiro MC Kevin, momentos antes de o artista cair e falecer, viralizou nas redes sociais.

Nas imagens, MC Kevin aparece sem camisa conversando com um amigo na varanda do prédio. No vídeo, foi escrito uma frase dizendo que o artista se jogou do quinto andar, contrariando a versão contada pelos Bombeiros, e depois de um corte, o vídeo mostra a movimentação dos Bombeiros na porta do hotel.

A assessoria do artista ainda não confirmou se as imagens em que o artista aparece na varanda do prédio são de fato de momentos antes do acidente, ou se são antigas. A polícia investiga o caso e não descarta nenhuma hipótese.

Meses atrás, o cantor disse que iria larga a carreira e avisou que tinha voltado a usar drogas.

“Não espere posts meus mais, não espere mais músicas, não espere mais p*rra nenhuma de mim. Tô saindo das redes, não vou mais lançar álbum, música… se lançarem alguma coisa minha [da produtora], não foi com minha permissão. Me esquece… esquece o MC Kevin, não existe mais na cena do funk”, afirmou.

Veja o vídeo:

Morre o radialista e cantor Fábio Cunha, o Fabinho da rádio e TV Serra Dourada em Goiânia

O radialista Fábio Cunha, mais conhecido como Fabinho morreu nesta terça-feira (16) aos 47 anos. Ele estava internado no Hospital Santa Maria onde lutava havia oito dias contra a Covid-19. Sem comorbidades e adepto a atividades físicas, ele ia trabalhar diariamente de bicicleta.

Muito querido pelos colegas, Fábio dividia a paixão pela música (era cantor religioso) com a produção e apresentação na rádio 99,5 FM e na TV Serra Dourada onde tinha entradas ao vivo no programa Sandes Junior.

“Hoje perdi a minha alma gêmea, meu irmão querido. Servo de Deus que lutou contra está doença maldita”, escreveu nas redes sociais o irmão Anderson Araketu.

O grupo Serra Dourada também fez homenagem pelas redes sociais. “Depois de oito dias lutando contra a Covid na UTI, nosso colega Fábio Cunha nos deixou. Durante quase 18 anos, ele faz parte da história da 99,5 FM e da TV Serra Dourada atuando como operador de áudio. Fábio, nosso Fabinho, deixa esposa, três filhas e muita saudade. Vá com Deus, Fabinho”.

Fábio também deixa esposa e três filhas.

Cantora Cláudia Garcia morre vítima de Covid-19 aos 49 anos em Goiânia

Foram mais de 30 anos dedicados a arte, interrompidos pela Covid-19 na manhã desta sexta-feira (26). A cantora Cláudia Garcia, um dos nomes mais notáveis e promissores do cenário musical regional, testou positivo na última quinta-feira (18) e dois dias depois já estava entubada. Sem doenças preexistentes e tomando todos os cuidados, a artista não resistiu às complicações causadas pelo vírus, mesmo internada no HCamp – Hospital de Campanha, principal referência no tratamento de pacientes com Coronavírus. “Mesmo com certo sobrepeso, ela não tinha nenhum problema de saúde e estava toda animada para retomar o trabalho após a pandemia”, conta a produtora artística Rejane Neves.

Cláudia tinha finalizado a gravação do novo disco, faltando apenas mixagem para o lançamento. “Vou honrar sua memória e vou lançar esse disco assim que possível”, promete Rejane. 

A sambista que também amava soul music era um dos nomes mais requisitados dos palcos goianienses e tinha público cativo por onde passava. Em 2015, foi o nome escolhido pelo Curta Mais para abrir o show de Diogo Nogueira, no Centro Cultural Oscar Niemeyer. “Cláudia deixa um legado na música e uma saudade de quem teve o privilégio de vê-la ao vivo num palco. Foi uma honra tê-la em nossos eventos”, diz Marcelo Albuquerque, produtor de eventos e fundador do Curta Mais.

Nascida em São Paulo e radicada em Goiânia há mais de uma década, Cláudia iria completar 50 anos na próxima quinta-feira (4). Além de amigos, fãs e família, ela deixa um filho de 16 anos com quem aparece na última foto publicada em suas redes sociais com um trecho da música Canteiros, de Fagner. “Quando penso em você, fecho os olhos de saudade”.

Foto de capa: Angelo Henrike / Divulgação

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Cláudia Garcia (@cantoraclaudiagarcia)

Maguito Vilela morre aos 71 anos

O ex-governador de Goiás e prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), morreu aos 71 anos, nesta quarta-feira (13). A informação foi confirmada pelo secretário de Comunicação da capital, Bruno Rocha Lima. O político estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, lutando contra uma infecção pulmonar, em decorrência da Covid-19, da qual já havia se recuperado.

A nota divulgada pela Secretaria de Comunicação da capital informou que “a família está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal”.

Confira na íntegra o comunicado enviado pela assessoria do político:

É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do prefeito de Goiânia, Maguito Vilela, ocorrido nesta madrugada de 13 de janeiro. Internado desde o dia 22 de outubro para tratar da Covid-19, Maguito lutava contra uma infecção pulmonar diagnosticada na semana passada. A família está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal. Assim que tivermos mais informações repassaremos à imprensa.

Genival Lacerda morre aos 89 anos

O cantor e compositor Genival Lacerda morreu nesta quinta-feira (7), aos 89 anos, em Recife. Ele estava internado em um hospital de Recife desde 30 de novembro de 2020 e sofria de complicações causadas pela Covid-19.

A informação foi confirmada pelo filho do cantor, João Lacerda. “Hoje perdi um dos maiores amigos de minha vida, amigo da música, de ensinamentos, amigo que na hora de brigar, sempre brigava e minutos depois nem lembrava que brigava, porque não guardava mágua de ninguém”, disse ele, em sua publicação.

“Meu Anjo da guarda, minha Luz, minha vida, hoje ele fez sua última viagem para ficar ao lado do Senhor Deus.”

Paulinho, a voz inconfundível do Roupa Nova, morre aos 68 anos, vítima do coronavírus

Paulo César dos Santos, o Paulinho do grupo Roupa Nova, faleceu na noite desta segunda-feira (14), em decorrência do coronavírus. Ele tinha 68 anos e estava internado na UTI de um hospital no Rio. No final da tarde de hoje, seu estado de saúde piorou e o artista necessitou de maiores cuidados, mas não resistiu.

Paulinho estava se recuperando de um transplante bem-sucedido de medula óssea, quando contraiu o covid-19.

“As luzes do palco se apagaram. Infelizmente o nosso querido Paulinho não resistiu. Acabamos de receber a notícia que ele veio a falecer de falência de múltiplos órgãos após ser acometido pela infecção do vírus COVID 19. Paciente decorrente de outras co-morbidades, entre elas um transplante de medula óssea devido a um linfoma, ele teve uma parada cardiorrespiratória hoje, que levou à parada dos órgãos. Nossos agradecimentos à todos que oraram e pediram por ele. Deus o receba de braços abertos!”, escreveu a banda em uma nota publicada no Instagram.

O cantor entrou no Roupa Nova ainda no fim dos anos 1970, quando o grupo se chamava Os Famks, juntamente com o tecladista Cléberson Horsth, o baixista Nando e o guitarrista Kiko. Em 1980, a banda mudou o nome para Roupa Nova e, com esta mudança, vieram os sucessos que se tornaram clássicos que foram eternizados na voz inconfundível de Paulinho como Whisky a Go-Go, Linda Demais, Volta pra Mim, Canção de Verão e A Metade da Maçã.

Morre Joseph Safra, o homem mais rico do Brasil

O banqueiro e fundador do Banco Safra, Joseph Safra, morreu na manhã desta quinta-feira (10) em São Paulo. Safra tinha 82 anos e, segundo comunicado, morreu de causas naturais.

Em 2019, Joseph assumiu o posto de homem mais rico do Brasil, quebrando a hegemonia de Jorge Paulo Lemann até então. Com uma fortuna estimada em US$ 25,2 bilhões, Safra ocupa a 31ª posição no ranking global e foi considerado o banqueiro mais rico do mundo.

O Banco Safra é um dos maiores bancos privados do país, com patrimônio líquido de mais de R$ 12 bilhões e uma carteira de crédito de R$ 110 bilhões. Os recursos de terceiros sob gestão totalizam cerca de R$ 250 bilhões (os números são referentes ao final do primeiro trimestre).

Zezé Di Camargo faz homenagem ao pai nas redes sociais

O cantor Zezé Di Camargo (58) postou uma foto de mãos dadas com o pai e fez uma homenagem a Seu Francisco, que morreu em Goiânia nesta terça-feira (24), aos 83 anos.

“Nenhuma tristeza é pra sempre, como nenhuma felicidade é eterna. Prepara-te para aprender com a dor e viva intensamente o que Deus te deu de presente: “a vida”.

A lágrima que vem da alegria, é a mesma que vem da dor. O que muda, é o contexto! Com sabedoria e numa conversa franca com Deus, não divirja, apenas aceite!

Peço perdão pela tristeza que estou sentindo agora, porque sei que minha dor também é sua. Me perdoe pelo egoísmo de insistir que fique aqui, mas meu amor é tão grande, que me tira a sensatez, a lucidez e o entendimento, que a vida é assim!! Mais uma vez me perdoe, por insistir que fique aqui. Te amo meu pai!”

Francisco José de Camargo, pai da dupla Zezé di Camargo e Luciano, faleceu em um hospital particular onde estava internado desde o dia 10 de novembro, com dores no intestino. No dia 14, foi submetido a uma cirurgia de emergência para conter um sangramento no órgão. Seu Francisco ficou conhecido nacionalmente por ser a figura central da cinebiografia “2 Filhos de Francisco”, produção de 2005 que contou a história do senhor e de sua família. “Foi embora um homem simples, que deixou um grande exemplo de superação com um legado de honestidade!”, disse em nota a assessoria de Zezé di Camargo e Luciano. Francisco deixa a esposa, Dona Helena, oito filhos, dez netos, dois bisnetos e uma história de superação.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Zezé Di Camargo (@zezedicamargo)

Silvio Santos não morreu! Entenda porque o assunto está entre os mais comentados da internet

Após uma brincadeira (de mau gosto, diga-se de passagem), sobre a suposta morte de Silvio Santos, o nome do mais popular apresentador da televisçao brasileira foi parar entre os assuntos mais procurados da internet nesta terça-feira (17). Não é a primeira vez que acontece. 

O nome do ícone da comunicação brasileira, Silvio Santos foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter e um dos mais buscados no Google nesta terça-feira (17), após uma Fake News sobre sua morte circular nas redes sociais.

A mensagem ganhou força após a sua biografia no Wikipédia ser alterada por algum usuário, que adicionou que o dono do SBT (Sistema Brasileiro de Televisão) teria morrido por causa de uma “fimose”.

Perto de completar 90 anos de idade, no próximo dia 12 de dezembro, Silvio Santos esbanja saúde e continua à frente dos seus programas de auditório no SBT.

Vida longa ao rei da televisão!