Orquestra Filarmônica de Goiás é elogiada pela Revista Inglesa Gramophone

A revista Gramophone, uma das mais conceituadas no mundo da música clássica, exaltou a performance e a qualidade de gravação da Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG) em sua mais recente crítica. O CD, que apresenta sinfonias de Claudio Santoro interpretadas pela talentosa violoncelista Marina Martins, foi lançado pelo renomado selo europeu Naxos, como parte do projeto Brazilian Concert.

 

A crítica da Gramophone elogia as apresentações da OFG sob a batuta do maestro titular Neil Thomson, descrevendo-as como de “primeira linha”, e destaca a excelência da qualidade de gravação. O álbum conquistou a impressionante segunda posição no ranking mundial de CDs de música orquestral mais ouvidos.

Orquestra Filarmônica de Goiás é destaque positivo em crítica da revista inglesa Gramophone

 

A violoncelista Marina Martins é elogiada pela sua interpretação poderosa e técnica delicada, enquanto a Filarmônica de Goiás recebe aclamação pelo brilhantismo de sua execução, guiada pela direção magistral de Neil Thomson ao longo deste desafiador programa musical.

 

Para Neil Thomson, maestro titular da OFG, o projeto Brazilian Concert representa um marco crucial para a música orquestral brasileira. Ele destaca a importância de ter as grandes obras devidamente registradas e disponibilizadas pelo Naxos, a principal distribuidora de discos do mundo, permitindo que pessoas de todo o planeta apreciem a riqueza musical do Brasil.

 

O reconhecimento internacional da Filarmônica de Goiás não é novidade. O sucesso da orquestra, associada à Escola do Futuro em Artes Basileu França, foi previamente celebrado pelo renomado crítico de música clássica brasileiro, Nelson Rubens Kunze, diretor-editor da Revista Concerto. Ele afirmou que o epicentro da atividade sinfônica no Brasil tem se inclinado cada vez mais em direção a Goiânia.

 

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, José Frederico Lyra Netto, expressou seu orgulho pelo reconhecimento internacional da Filarmônica de Goiás e ressaltou o compromisso do governo de Goiás em investir não apenas na Filarmônica, mas também na Sinfônica Jovem, reconhecendo a importância vital da arte para o futuro da sociedade.

 

Foto: Cinthia Oliveira

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

>Veja também<

https://www.curtamais.com.br/goiania/goiania-recebe-concerto-gratuito-da-orquestra-filarmonica-de-goias

 

https://www.curtamais.com.br/goiania/orquestra-filarmonica-faz-apresentacao-gratuita-de-beethoven-e-schoenberg-em-goiania

 

Teatro Goiânia será palco para Concerto da Orquestra Filarmônica com entrada gratuita

O Teatro Goiânia recebe, nesta quinta-feira (24), concerto da Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG), a partir das 20h. O ingresso para o espetáculo é gratuito e deve ser retirado antecipadamente no site Sympla, sujeito a lotação.

Sob a regência do maestro titular Neil Thomson, os músicos apresentarão no repertório as composições  Rei Christian II, Sinfonia de Londres n.º 104  e Froissart, op.19, obras dos compositores Jean Sibelius, Joseph Haydn e Edward Elgar, artistas que se popularizaram entre os séculos XIX, XX e início do XXI.

O Teatro Goiânia é uma unidade da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), e fuica na Rua 23, no centro da cidade.

 

SERVIÇO:

Concerto da Orquestra Filarmônica de Goiás

Quando: Quinta-feira (24/08)

Onde: Teatro Goiânia

Entrada gratuita

Retirada de Ingressos: Sympla

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

8 razões que fazem da Orquestra Filarmônica de Goiás um orgulho goiano e patrimônio brasileiro

Nem só de sertanejo vive o público goiano de música. Nos últimos anos, a Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG) passou a ser reconhecida nacionalmente pelas suas apresentações. Uma plateia fiel e cada vez maior tem acompanhado os concertos nos principais palcos do estado, além disso, a crítica especializada respalda a qualidade do corpo sinfônico. Entenda por que:

1) A Orquestra Filarmônica de Goiás possui 43 anos de história e tem se destacado no cenário brasileiro, com investimento tanto no repertório nacional quanto em obras contemporâneas.

2) A OFG criou diversas séries de concertos, como o projeto Raízes, com apresentações em diferentes cidades do estado.

3) A Filarmônica lançou, neste ano, dois novos álbuns com obras do renomado compositor brasileiro Claudio Santoro, sob regência do diretor artístico e maestro titular Neil Thomson. Estes são o quarto e quinto cds do corpo sinfônico.

4) Os lançamentos anteriores venceram o Prêmio Concerto 2022 CD/DVD/Livros e figuram no top 10 do ranking mundial de música clássica.

5) A Orquestra se apresentou, também este ano, durante o Festival de Inverno de Campos do Jordão, na melhor sala de concerto da América Latina, a Sala São Paulo.

6) A qualidade da música de concerto feita em Goiás é reconhecida nacionalmente. O diretor-editor da Revista Concerto, Nelson Rubens Kunze, afirmou: “Já tem mesmo alguns anos que o centro de gravidade da atividade sinfônica brasileira pende lá para os lados de Goiânia”. “A Filarmônica de Goiás sob a regência de Neil Thomson tem todas as razões para ficar orgulhosa de seu desempenho”, anotou o crítico da revista Classics Today. 

7) A OFG é de todos e para todos, mantida pelo Governo de Goiás. Os 56 músicos são contratados pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação.

8) A formação de músicos tem sido ampliada com cursos oferecidos na Escola do Futuro de Goiás em Artes Basileu França e no Instituto de Educação em Artes Professor Gustav Ritter, localizadas em Goiânia.

Filarmônica de Goiás se apresenta em Goiânia nesta quinta-feira com entrada gratuita

Nesta quinta-feira, em Goiânia, acontece um concerto da Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG), às 20h, com entrada gratuita. O concerto, que faz parte da série “Terra Nova”, será no Teatro Goiânia e vai apresentar as obras: “D’un matin de printemps (1918)”, de Lili Boulanger, “Suite pastorale”, de Emmanuel Chabrier e Sinfonia No. 2, de Sergei Rachmaninoff.

A Temporada 2023 da OFG tem o objetivo de ampliar a difusão da música de concerto em Goiás. Ao lado dos mestres Beethoven, Brahms, Mozart, Haydn e Tchaikovsky, serão apresentadas músicas de compositores pioneiros, muitos dos quais mulheres, cujas obras foram ignoradas durante a vida, a exemplo de Lili Boulanger, figura trágica e extremamente talentosa, que morreu de tuberculose com apenas 24 anos. 

Sob regência do diretor artístico e maestro titular Neil Thomson, a Filarmônica apresentará um concerto com repertório, que promete impressionar a plateia. 

 

Serviço

Concerto da Filarmônica de Goiás série “Terra Nova” em Goiânia

Quando: 6 de abril (quinta-feira)

Onde: Teatro Goiânia, Rua 23, 252, Esquina c/Av. Tocantins, Setor Central, Goiânia (GO) 

Que horas: 20h

Entrada Gratuita

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Divulgação

Orquestra Filarmônica de Goiás promove concerto gratuito para celebrar pessoas com Síndrome de Down em Goiânia

O Dia Internacional da Síndrome de Down é comemorado no dia 21 de março, desde 2006. A data foi escolhida para sensibilizar a sociedade sobre a importância da inclusão e da valorização das pessoas com a síndrome e garantir que elas tenham as mesmas liberdades e oportunidades que todos os indivíduos.

Foi com essa ideia que a Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG) vai promover, nesta quinta-feira (23/3), no Centro Cultural da UFG, uma apresentação especial para as pessoas com Síndrome de Down.

O evento, batizado de ‘’Concerto Sentir a Música’’, foi organizado com ajuda dos alunos do curso de Musicoterapia da Universidade Federal de Goiás (UFG), e conta com apoio da Associação Down de Goiás. A entrada é gratuita e o concerto está marcado para às 20 horas.

Sob regência da maestra Mariana Menezes (foto), a Filarmônica apresentará um concerto sensorial, com música e dança. “Será uma experimentação acústica, que envolve uma disposição não-convencional dos instrumentos dentro e fora do palco. Também uniremos forças com os bailarinos do Núcleo de Dança da Escola do Futuro de Goiás”, explica a maestra. 

Para Mariana Menezes, a música desperta muitos sentimentos, emoções e também comunica. “Queremos, por meio do Projeto Raízes, gerar oportunidades de escuta, de esperança e de acolhimento para esse e para tantos outros públicos. Queremos recebê-los neste momento do Dia Internacional da Síndrome de Down para celebrá-los e para mostrar que somos parte da mesma comunidade, para nos acolhermos uns aos outros”, pondera.

 orquestra

 

SERVIÇO:

Concerto Sentir a Música, com Orquestra Filarmônica de Goiás – Dia Internacional da Síndrome de Down

Quando: quinta-feira, 23 de Março

Onde: Centro Cultural UFG – Av. Universitária, nº 1533, Setor Universitário

Entrada franca

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Orquestra Filarmônica de Goiás abre temporada 2023 com concerto gratuito nesta sexta em Goiânia

A Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG) realiza, nesta sexta-feira (3), o primeiro concerto da temporada 2023. Sob regência do maestro Neil Thomson, o espetáculo, que começa às 20 horas, será apresentado no Palácio da Música do Centro Cultural Oscar Niemeyer e terá a participação especial da pianista indicada ao Grammy Latino, Erika Ribeiro. A entrada é gratuita.

“Terra Nova” é o nome escolhido para a nova temporada da Filarmônica de Goiás, que tem como objetivo principal ampliar a difusão da música de concerto. “Queremos apresentar uma temporada forte e ousada para todos. Misturar música familiar e desconhecida”, afirma o maestro Neil Thomson, que também é diretor artístico da orquestra. 

Diversos artistas convidados estão agendados para participarem da temporada Terra Nova, como os maestros José Luis Castilho, Gianna Fratta, Noam Zur e Marechal Gaioso Pinto. Entre os solistas, vão participar Jean Louis Steuermann, Sônia Rubinsky, Fábio Zanon, Vlad Maistorovici, Marina Martins e Denise de Freitas.

Em 2023, os projetos voltados à inclusão serão expandidos para outros públicos e outras regiões do Estado de Goiás. Além disso, a Filarmônica de Goiás gravará mais dois CDs com obras do compositor Claudio Santoro, dentro do projeto Brasil em Concerto, do Ministério das Relações Exteriores. Também está previsto o lançamento de outros três álbuns. 

Primeiro concerto da temporada

Para esta primeira apresentação da Filarmônica de Goiás, o programa contempla obras como “Romanian Rhapsody No. 1 in A major” de Enescu; “Choros No. 6 (1926)” do compositor brasileiro Villa-Lobos; e “Petrushka Revised 1911” de Stravinsky. As três obras são de grandes mestres do século XX, que têm em comum composições folclóricas e populares.

A Orquestra Filarmônica de Goiás é mantida pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), e gerida pelo Centro de Educação, Trabalho e Tecnologia (CETT) da Universidade Federal de Goiás (UFG).

 

SERVIÇO

Assunto: Filarmônica de Goiás faz concerto de abertura da Temporada 2023 

Quando: Sexta-feira, 3 de Março

Horário: 20 horas

Onde: Palácio da Música do CCON, Av. Dep. Jamel Cecílio, Km 01 – Jardim Goiás

Entrada franca

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Orquestra Filarmônica de Goiás apresenta concerto nesta quinta-feira; entrada gratuita

A temporada da Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG) deste ano tem sido um grande sucesso, trazendo diversidade, inclusão e comprometimento para a comunidade goiana. O concerto desta quinta-feira (24) promete encantar e emocionar a plateia. O espetáculo, no Teatro do Instituto Federal de Goiás, tem entrada gratuita e o acesso do público é por ordem de chegada.

No concerto, a plateia pode conferir a Sinfonia nº 60, “Il Distrato”, de Haydn e a Sinfonia nº 6, op. 68, “Pastoral” de Beethoven. Conforme o diretor artístico e maestro titular, Neil Thomson, a Filarmônica vem fazendo um dos projetos mais importantes, que é Haydn no Cerrado. “Nos próximos anos tocaremos todas as 104 sinfonias do grande compositor austríaco.  Esta é a primeira vez que isso é feito na América do Sul”, destaca.

Neil Thomson contextualiza que Haydn era conhecido como o “pai da sinfonia” e sua música é cheia de drama, alegria e, acima de tudo, humor! “O público vai ouvir muito isso nesta sinfonia.O concerto desta quinta-feira é uma continuação deste projeto, de apresentar o trabalho desse compositor para os goianos”. 

A 6ª Sinfonia de Beethoven é uma das obras mais populares e queridas do compositor. É também conhecida como Sinfonia “Pastoral”. As “impressões campestres” são, na Pastoral, impressões do próprio compositor, que as transfigura e elabora em realidades musicais. “É uma bela e profunda evocação da natureza”, destaca Neil Thomson. 

Raízes 

A Temporada “Raízes”, de 2022, vem levando ao público uma variedade de músicas. Muitas delas com inspiração folclórica de Bartok, Guerra-Peixe, Kodaly e Stravinsky, até a música popular de Gershwin, Duke Ellington e Jonny Greenwood. Grandes nomes já foram homenageados como Frank Sinatra e Pixinguinha. Tudo isso cercado pelas composições dos grandes compositores: Bach, Mozart, Haydn, Beethoven, Brahms e Tchaikovsky.

“Para a próxima temporada, o desejo é de expandir esse trabalho trazendo  novo repertório e artistas para o público. Anunciaremos os detalhes em breve, mas posso garantir que será uma temporada emocionante!”, finaliza o maestro da Filarmônica de Goiás. 

A OFG é ligada à Secretaria de Estado Desenvolvimento e Inovação (Sedi) e vem sendo gerida desde 2021, pelo Centro de Educação, Trabalho e Tecnologia (CETT) da Universidade Federal de Goiás (UFG).

 

Serviço

Assunto: Filarmônica de Goiás apresenta mais um concerto da Temporada Raízes 

Quando: quinta-feira (24/11), às 20h 

Onde: Teatro do IFG, Rua 75,  2-186, Setor Central – Goiânia (GO)  

Entrada Franca!

 

Foto: Cinthia Oliveira

Com balões nas mãos, surdos sentem a vibração da Orquestra Filarmônica de Goiás

Com balões nas mãos, surdos assistiram e sentiram a vibração do concerto da Orquestra Filarmônica de Goiás realizado em Goiânia, na noite desta quinta-feira (13). Esse foi o primeiro concerto da orquestra para o público surdo, e foi aberto também ao público geral.

O concerto foi no teatro do Instituto Federal de Goiás, no Setor Central da capital goiana e muitas pessoas se emocionaram com a apresentação. A maestra associada Mariana Menezes estava acompanhada de uma intérprete de libras e para cada pessoa do público foi entregue um balão. O balão possibilitou aos presentes, sentirem a vibração da música.

O concerto foi dividido em duas partes. Na primeira, a plateia se manteve sentada, com os balões na mão, sentindo a vibração das músicas por ele. Já na segunda parte, o público pôde ir até o palco para sentir a vibração ao tocar nos próprios instrumentos.

b07c10f69adede233e15a1f0643574aa.jpeg

Foto: Reprodução/Instagram Marcio César Pereira

A escolha do repertório a ser tocado, que contou com Giuseppe Verdi, Franz von Suppé,Ludwig van Beethoven e Johannes Brahms, também foi pensado nos mínimos detalhes, para garantir que o público surdo pudesse sentir as vibrações das músicas da forma mais impactante possível.

Assim como trechos específicos das melodias que foram escolhidos, a prioridade foi utilizar instrumentos mais graves ou os “ataques” dos instrumentos de percussão (como o prato), para que o efeito sentido através dos balões fosse ainda mais potente.

O concerto foi mais uma ação especial dos concertos inclusivos do Projeto Raízes e idealizado pelo Maestro Titular Neil Thomson.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

 

Foto de capa: Reprodução/Instagram Márcio Cesár Pereira

 

Orquestra Filarmônica de Goiás faz concerto no Palácio da Música com entrada gratuita

A Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG) se apresenta nesta quinta-feira (29), a partir das 20 horas, no Palácio da Música, no Centro Cultural Oscar Niemeyer. O concerto é aberto à comunidade e a entrada é por ordem de chegada. No programa, “Suíte Orquestral No.3” de  Johann Sebastian Bach; “Sinfonia Mathis der Maler”, de Paul Hindemith e “Sinfonia No.2 Londres”, de Ralph Vaughan Williams.

Segundo o diretor artístico e maestro Neil Thomson, o concerto apresenta três  grandes mestres, muito diferentes estilisticamente. “Vamos das danças sublimes de Bach ao mundo visionário de Vaughan Williams. E ainda com a obra de Hindemith, inspirada nas pinturas do  precursor do expressionismo, Matthias Grünewald”, explica.

Hindemith foi um dos compositores mais importantes do século XX, que influenciou outros artistas de todo o mundo. Dentre eles, Claudio Santoro e César Guerra-Peixe. “A Sinfonia ‘Mathis Der Maler’ (Matthias, o Pintor) é retirada da ópera de mesmo nome.  Essa ópera foi proibida pelos nazistas, porque a consideraram subversiva”, contextualiza Neil Thomson. 

O concerto termina com uma das melhores sinfonias britânicas.  A evocação visionária e atmosférica de Vaughan Williams, de Londres, às vésperas da Primeira Guerra Mundial. “A música captura a alma da minha cidade natal e é cheia de cor, humor e vitalidade.  Vaughan Williams, como tantos artistas, sentiu que um apocalipse estava por vir e retrata isso na obra. Tanto é que o último movimento tem um clímax dramático trágico, para só depois voltar para a calmaria”.

Temporada 2022

Foram lançados os dois primeiros CDs, a aclamação internacional da crítica, o merecido aumento salarial e o sucesso de nossos concertos  em São Paulo e Campos do Jordão.  Além disso, gravamos mais dois CDs e apresentamos uma temporada muito satisfatória com um repertório variado, desde clássicos conhecidos até uma estreia mundial e um compromisso contínuo com a música brasileira.  Lançamos uma nova série de concertos em parceria com o departamento de Musicoterapia da UFG, que tem sido um grande sucesso”, explica o maestro titular.

Atualmente, a Orquestra Filarmônica de Goiás é gerida pelo Centro de Educação Trabalho e Tecnologia da Universidade Federal de Goiás (CETT/UFG), mediante convênio firmado com a Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi). 

 

Serviço

O que: Concerto da Orquestra Filarmônica de Goiás

Quando: quinta-feira (29/09) às 20h 

Onde: Palácio da Música do CCON, Av. Dep. Jamel Cecílio, Km 01 – Goiânia  (GO) 

 

Entrada franca!

 

Foto: Cinthia Oliveira

Orquestra Filarmônica de Goiás realiza concerto gratuito em comemoração da Independência do Brasil

Em comemoração ao bicentenário da Independência do Brasil, a Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG), jurisdicionada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), realiza, na próxima quarta-feira (7), um concerto no Palácio da Música, no Centro Cultural Oscar Niemeyer.

O início do evento, às 20h, será marcado pela execução do Hino Nacional e Hino da Independência – este último, composto por Dom Pedro I. Na sequência, “Miudinho”, de Francisco Mignone, uma obra curta e impactante que protagoniza as cordas da orquestra, mostrando a beleza e a simplicidade do ritmo brasileiro.

A regência do espetáculo será da maestrina Mariana Menezes. O público goiano poderá apreciar Bachianas nº 9, rica em belas melodias e momentos de puro êxtase, de Villa Lobos. Outro protagonista da noite é Camargo Guarnieri, com o Concerto para Orquestra de Cordas e Percussão. Nessa obra, a percussão da OFG, em especial tímpanos e caixa, é destaque e apresenta uma complexidade contagiante de ritmos.

Para finalizar, a Filarmônica apresentará a Suíte Folclórica nº 1 “Villa Boa de Goiaz”, do compositor Cyro Delvizio. A obra tem envolventes ritmos folclóricos do cerrado brasileiro inspirados na escrita de Cora Coralina.

Serviço

Assunto: Orquestra Filarmônica de Goiás realiza concerto comemorativo de Independência do Brasil

Quando: 07/09 (quarta-feira), às 20h

Onde: Centro Cultural Oscar Niemeyer

Entrada franca

 

Foto: Gabriel Ribeiro

Filarmônica de Goiás faz concerto em Goiânia nesta quinta-feira

O concerto desta quinta-feira (02/06),  é uma rara oportunidade de ouvir ao vivo dois dos mais importantes balés do século XX. Ambas as peças foram gravadas muitas vezes, mas raramente são tocadas em concertos. Alegria e perfeição é o que promete a Orquestra Filarmônica de Goiás ao público, que for prestigiar o espetáculo.

 

De acordo com o diretor artístico e maestro Neil Thomson, essa semana vão ser apresentadas duas das obras mais brilhantes do século passado. “Ravel e De Falla são compositores muito diferentes estilisticamente, mas compartilham de uma orquestração virtuosa. Não consigo pensar em uma peça mais espanhola do que ‘The Three Cornered Hat!’ Já o Ravel tem um caráter mais gentil, representado por um mundo cheio de maravilhas e magia infantil”, explica.

 

Para quem já viu a Orquestra Filarmônica de Goiás em ação, sabe o quanto é bonito e envolvente, do momento em que começam a tocar até o final. Não importa a ocasião, sempre vale a pena separar um pouco de tempo para apreciar uma boa música e, desta vez, pouco antes, às 19h terá a “Conversa de Plateia” com a maestra associada, Mariana Menezes em um bate-papo sobre o repertório e a solista convidada (mezzo-soprano), Denise de Freitas.

 

 

Serviço

Concerto da Orquestra Filarmônica de Goiás

Quando: quinta-feira (02/06)

Onde: Palácio da Música do CCON (Centro Cultural Oscar Niemeyer)

Horário: 20h

Dúvidas: (62) 3524-2862

Ingressos: entrada gratuita

 

FOTO: Reprodução Governo de Goiás

 

Na palma da mão

Acesse https://linktr.ee/guiacurtamais e fique por dentro do que há de melhor em conteúdo. O Curta Mais é a multiplataforma mais completa e confiável de cultura, gastronomia, entretenimento, política e negócios de Goiás.

Filarmônica de Goiás faz concerto em Goiânia com obras de Beethoven e mais; confira

Aos amantes de música clássica, a capital goiana receberá uma noite cheia de ritmos dançantes e melodias românticas. A Filarmônica de Goiás sobe ao palco do Teatro Goiânia e será regida por uma referência da música de concerto, Jean Louis Steuerman. Na programação: “Concerto para Piano e Orquestra” de Robert Schumann; “Abertura de As Náiades”, obra de William Sterndale Bennett e a “Sinfonia nº 7” de Beethoven.

 filarmonicaFOTO: Reprodução / Victor Ferreira

Fundada em 1980 pelo maestro pirenopolino Braz de Pina, a OFG tem conduzido seu trabalho primando pelo acesso popular a concertos gratuitos. E, desta vez, não será diferente! A Filarmônica promete um concerto histórico, em Goiânia. A apresentação é gratuita e tem como regente e solista, Jean Louis Steuerman, que é considerado um dos maiores pianistas do mundo.

filarmonicaFOTO: Reprodução / Victor Ferreira

Serviço

 Quando: quinta-feira (26/05)

 Onde: Teatro Goiânia

 Horário: 20h

 Dúvidas: @orquestrafilarmonicadegoias

 Ingressos: gratuitos

FOTO CAPA: Reprodução / Victor Ferreira

Na palma da mão

Acesse https://linktr.ee/guiacurtamais e fique por dentro do que há de melhor em conteúdo. O Curta Mais é a multiplataforma mais completa e confiável de cultura, gastronomia, entretenimento, política e negócios de Goiás.

 

Filarmônica de Goiás faz concerto gratuito no feriado de Tiradentes

A Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG) sobe ao palco do Teatro Escola Basileu França nesta quinta (21), às 20h. O concerto aberto para toda a comunidade apresenta a obra do compositor brasileiro, Claudio Santoro. O espetáculo terá a participação do solista Pedro Bittencourt e do Coro Sinfônico de Goiânia. O programa da noite será debatido com o público a partir das 19h, com a maestra Mariana Menezes. A entrada é franca e o acesso será por ordem de chegada.

Quem for ao concerto vai poder ouvir as Sinfonias nº 4, 11 e 12 de Santoro. Além da obra “Choro para Sax Tenor”, com o solista Pedro Bittencourt. “É sempre bom ter um solista e o saxofone é um visitante relativamente raro num concerto de música clássica”, destaca o maestro Neil Thomson.

É na Quarta Sinfonia que o Coro Sinfônico de Goiânia se junta a Filarmônica. O momento promete ser o ápice da noite, justamente, por ser um canto alegre de paz. “As pessoas podem esperar uma noite cheia de emoções diferentes.  Sentimentos que vão desde o otimismo da Sinfonia nº 4 até a intensa angústia da Sinfonia 11. No meio temos o Choro com infusão de música popular e a virtuosa Sinfonia nº 12 com nove solistas da OFG”, explica o maestro.

 

 

SERVIÇO:

Filarmônica de Goiás realiza concerto no feriado de Tiradentes

Data: 21/04

Horário: 20h

Local: Teatro Escola Basileu França  

Endereço: Av. Universitária, 1.750, Setor Leste Universitário

 

Entrada Franca!

 

Foto: Victor Ferreira 

 

Músicos da orquestra Sinfônica e Filarmônica se apresentam nesta terça-feira

Nesta terça-feira (19) os músicos da Orquestra Filarmônica, Orquestra Sinfônica e da Orquestra da Universidade Federal de Goiás irão se apresentar no Teatro Sesi, a partir das 20h.

 

Os músicos irão apresentar “Pedro e o Lobo: uma fábula sinfônica” que mistura contação de história, fantoches e música ao vivo.

 

A apresentação irá ocorrer em formato híbrido, ou seja, você pode assistir de casa através do canal do YouTube do Teatro Sesi e também presencialmente na avenida João Leite, n° 1013 no setor Santa Genoveva.

 

Para assistir a apresentação ao vivo, o ingresso é 1kg de alimento não perecível.

Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás se apresenta no Terça no Teatro em Goiânia

Na próxima terça-feira (31), a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás, irá se apresentar no projeto Terça no Teatro com o concerto “Beethoven e Mozart”. O evento tem início às 20h e acontecerá em formato híbrido (online e presencial). 

A apresentação presencial vai acontecer no teatro Sesi e terá participação especial do maestro Cláudio Cruz, um dos nomes mais conhecidos da música de concerto no Brasil.

Para o público presencial, serão distribuídos 150 ingressos solidários. O ticket poderá ser trocado por 1 Kg de alimento não perecível na bilheteria do Teatro SESI. Os alimentos arrecadados vão para a doação.

 

É obrigatório o uso de máscara e o evento segue todas as recomendações de distanciamento e cuidados contra a covid-19.

Serviço

Dia: 31/08 e 01/09

Horário: 20h

Onde: YouTube do Teatro SESI