Em entrevista com Pedro Bial, Gusttavo Lima revela história curiosa que passou em sauna de Goiânia

O cantor sertanejo, Gusttavo Lima, voltou a chamar a atenção das redes sociais recentemente, graças à uma curiosa revelação durante sua participação no programa Conversa com Bial. Embora a entrevista tenha ocorrido em 2018, um trecho engraçado ressurgiu no TikTok, provocando risadas pelos usuários na Web.

Naquela ocasião, o apresentador abordou um tópico peculiar: a preferência dos goianienses por frequentar saunas e questionou Gusttavo sobre suas próprias experiências nesse contexto.

Com sua característica descontração, o “embaixador” compartilhou uma história que aconteceu enquanto ele estava no banheiro de uma academia local. “Inacreditavelmente, a sauna ficava dentro do banheiro, com uma porta de vidro. Eu estava lá, lavando as mãos e arrumando o cabelo, quando um sujeito passou nu atrás de mim”, relatou, enquanto a plateia já estava em gargalhadas.

Ele continuou: “Eu fiquei olhando através do espelho, pensando ‘será que isso está acontecendo de verdade?’ Então, é incrível a liberdade que as pessoas têm nessas academias, mas hoje em dia, eu evito ao máximo esses banheiros. As pessoas conversam normalmente, como se fossem da mesma família, enquanto estão completamente à vontade”, concluiu, entre risos.

Nas redes sociais, a revelação de Gusttavo Lima gerou diversão entre os internautas, muitos dos quais concordaram com sua observação sobre o costume dos goianienses de frequentar saunas.

‘’Pior que hoje em dia isso é normal mesmo’’, afirmou um usuário.

Confira o vídeo abaixo:

 

No programa ‘Conversa com Bial’ jornalista veterano Boris Casoy diz que não perdoa Bolsonaro

O jornalista Boris Casoy foi o entrevistado da noite de ontem, 19 de julho, do programa da Tv Globo ‘Conversa com Bial’. A entrevista polêmica, como a maior parte dos posicionamentos do jornalista que celebra 65 anos de carreira, logo foi parar nos assuntos mais comentados do twitter. Entre os motivos está a declaração de Casoy sobre o posicionamento do presidente da república Jair Bolsonaro sobre o combate a pandemia de Covid-19 e aquisição de vacinas. 

 

‘Apareceu essa bobagem, essa besteira muito estimulada pelo presidente da República. Eu não perdoo Bolsonaro, ele pode ter as virtudes que tiver,  mas isso anula as virtudes’, disse o jornalista ao comentar que as vacinas são importantes e que as fake news estão prejudicando a vacinação contra a Covid-19 no Brasil.

 

Casoy recordou ainda que ele e a irmã gêmea foram vítimas da poliomielite quando crianças e que só sobreviveram porque os pais tiveram condições financeiras de levá-los para os Estados Unidos para realizar operação e tratamento. ‘ Se houvesse vacina, eu e minha irmã gêmea não teríamos sido vítimas da poliomielite. Cada criança salva é um cidadão lá na frente’, destacou o jornalista

 

Na entrevista, Casoy explicou também o apoio dado por ele ao Golpe de 1964.  De acordo com ele, o que o levou, de fato a apoiar o golpe que acabou com implantação de anos de ditadura no Brasil foi o medo do comunismo. ‘ Já tinha acontecido em Cuba, tinha sinais, muita gente que queria aquilo, certamente iludida, imaginando que era igualdade e fraternidade, uma tremenda ilusão. Tinha pânico daquilo”, continuou Boris.

 

Ele disse ainda que, na sua cabeça, o apoio a 64 representava ‘uma limpeza, uma revolução contra a corrupção e a favor da democracia”. Coisas que, segundo ele, foram sendo abandonadas.’Havia uma promessa de realização de eleições, apareceram os candidatos e as coisas foram se complicando, a gente ficou sabendo da tortura. Você passa a não concordar com uma série de fatores que foram levados a efeito por esse golpe e ficou mais de 20 anos. Não era isso que a gente imaginava’, explicou. 

 

Sobre o momento político recente do país, o apresentador também elogiou a Operação Lava Jato e criticou a soltura do ex-presidente Lula. Segundo Casoy, a realização da Lava Jato foi o momento em que mais sentiu esperança de que as coisas poderiam mudar no Brasil, mas que houve erros e destacou que, na sua opinião,  a soltura de Lula foi um erro. 

 

Polêmico, Casoy também recordou a pergunta histórica ao presidente Fernando Henrique Cardoso, em 1985. Na ocasião, o jornalista  questionou FHC se ele acreditava em Deus e o futuro presidente da república se enrolou, sem conseguir responder claramente. Para muitos, esta pergunta fez o candidato perder a eleição da prefeitura para Jânio Quadros. 

 

Boris contou que esteve em um jantar com FHC antes do debate e o mesmo havia deixado claro o quanto a pergunta lhe complicaria. Segundo Casoy, ele ainda tentou avisar de forma discreta ao político sua intenção, mas não conseguiu se fazer entender 100%. 

Pedro Bial diz que só entrevistaria Lula com detector de mentiras; veja o vídeo

O jornalista e apresentador Pedro Bial, que atualmente comanda o programa de entrevistas Conversa com Bial nas madrugadas da TV Globo, disse que só entrevistaria o ex-presidente Lula se pudesse usar um polígrafo (detector de mentiras).

“O Lula já disse que gostaria de fazer o programa comigo, mas teria que ser ao vivo”, revelou Pedro Bial no Manhattan Connection, da TV Cultura, após ser questionado sobre quais personalidades não aceitariam participar de seu programa de entrevistas. “Pode até ser ao vivo, mas teria que ter um polígrafo acompanhando todas as falas dele”, completou sobre o ex-presidente.

Sucessor de Jô Soares, nas madrugadas da Globo, Bial rapidamente ficou entre os assuntos mais comentados da web após a fala. No Twitter, internautas subiram a tag “Jô Soares”, pedindo a volta do “Programa do Jô”.  “O Bial é o típico falso intelectual. Fala umas abobrinhas e tem gente que já o coloca como “culto”. Dizer que já tivemos Jô Soares em programas de entrevistas, esse sim inteligentíssimo, para um forçado Bial, que tem capacidade pra ficar no máximo num BBB da vida”, escreveu uma pessoa. “Quem nasceu Pedro Bial nunca vai chegar a Jô Soares”, disse outro.

Após a polêmica, Bial ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Assista ao trecho da entrevista:

Médium goiano João de Deus é acusado de abuso sexual em atendimentos espirituais

Conhecido no mundo inteiro como João de Deus ou “John of God”, João Teixeira de Faria, de 76 anos, foi alvo de denúncias no programa Conversa com Bial, exibido pela Globo nesta sexta-feira (7). Dez mulheres relataram terem sofrido abusos sexuais do médium durante atendimentos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, na cidade de Abadiânia, em Goiás – a 90 quilômetros de Goiânia. Em nota enviada por sua assessoria de imprensa, João de Deus afirma que “rechaça veementemente qualquer prática imprópria em seus atendimentos”. Ele chegou a se defender sobre as acusações em suas redes sociais que amanheceram fora do ar neste sábado (8). O assunto ficou entre os mais comentados em todo Brasil no Twitter.

Apenas uma das mulheres ouvidas aceitou se identificar. Zahira Leeneke Maus, uma coreógrafa holandesa, conheceu a Casa em 2014, quando buscava a cura espiritual para traumas passados com abuso sexual. As outras, todas brasileiras, preferiram não mostrar o rosto, por sentirem medo e vergonha.

De acordo com os relatos, João de Deus agiu de forma similar em todos os casos. Durante os atendimentos espirituais coletivos, o médium disse para as mulheres que, segundo a entidade, elas deveriam procurá-lo posteriormente em sua sala, porque tinham sido escolhidas para receber a cura. As entrevistadas dizem que, uma vez que elas estavam sozinhas com ele, eram violentadas sexualmente.

“Pegava na minha mão para eu pegar no pênis dele. (…) Ele falava: ‘Põe a mão, isso é limpeza. Você precisa dessa limpeza, é o único jeito de fazer isso'”, disse mulher que procurou João de Deus para cura espiritual.

De acordo com Zahira, ao ouvir os relatos de outras mulheres, ela percebeu que “existe um sistema. A primeira coisa é vire de costas, eu vou te curar. Existe um padrão (…) Você é manipulada a acreditar na cura”. A coreógrafa fez um relato no Facebook, neste ano, e a partir dali começou a ter contato com outras mulheres que diziam ter passado pela mesma situação.

Amy Biank, coach espiritual e autora americana que levava pessoas em peregrinação para a Casa Dom Inácio de Loyola desde 2002, disse que as pessoas que trabalham com o médium sabem do que acontece e que quem tenta denunciar acaba saindo da Casa por medo, já que ele é um “homem muito poderoso”. Amy diz ter sofrido ameaças de morte.

“Uma delas [pessoa que trabalhava para João de Deus] disse que tinha limpado a boca de uma menina. Disseram que era ectoplasma e ela estava tão doutrinada que não percebeu que era sêmen”, disse Amy Biank.

Uma das mulheres relatou que João de Deus disse que fazia parte do processo de cura não contar para ninguém o que havia acontecido. Outra disse que as entidades que ele recebia falavam que ela deveria ficar em silêncio. “Todas as entidades que vinham, umas três, falavam que não era para eu contar o que tinha acontecido ali.”

Neste domingo (9), o Fantástico fez uma reportagem especial sobre o assunto trazendo novas denúncias de abuso sexual com outras mulheres. Desde que o assunto veio a tona, o Ministério Público de Goiás já recebeu mais de 200 denúncias contra o médium.

Assessoria de imprensa do médium enviou uma nota ao programa, afirmando: “Há 44 anos, João de Deus atende milhares de pessoas em Abadiânia, praticando o bem por meio de tratamentos espirituais. Apesar de não ter sido informado dos detalhes da reportagem, ele rechaça veementemente qualquer prática imprópria em seus atendimentos”.

Natural de Cachoeira de Goiás, o médium ganhou projeção internacional ao receber políticos como os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, além de artistas como Xuxa e Oprah Winfrey, entre tantos outros.

Desde 1976 ele faz atendimentos espirituais na pequena cidade goiana de 19 mil habitantes. A Casa Dom Inácio de Loyola recebe até 10 mil pessoas por mês para atendimentos, boa parte delas estrangeiras. Os relatos de cirurgias espirituais de cura se espalharam pelo mundo.

Assista a um trecho do programa:

Zezé Di Camargo ensina truques de nudes e Luciano confessa fazer sexo por 24h no ‘Conversa com Bial’

No programa ‘Conversa Com Bial’ desta quinta-feira (30), que teve a participação da dupla Zeze Di Camargo & Luciano e uma escritora erótica, o assunto inevitavelmente acabou descambando para as áreas do sexo e erotismo.

Sem papas na língua, a dupla acabou fazendo confissões bastantes indiscretas para o público do programa.

“Tem dias que a mulher quer receber flores na cama. Tem dias que ela quer puxão de cabelo”, disse Zezê, arrancando risos da plateia.

Luciano confessou que “o sexo entra somente nos momentos mais apaixonados que o casal está vivendo”, e completa: “e eu vivo completamente apaixonado 24h por dia”.

A segunda voz da dupla ainda disse usar alguns truques para mandar fotos do próprio corpo para a esposa: “eu travo a barriga para ficar aparecendo os ‘gominhos’ e pego o celular”.

“A tática é colocar o telefone de baixo para cima”, disse Zezé, seguido de aplausos.

Assista:

 

Pedro Bial deixa o BBB e Tiago Leifert assume o programa

Após 14 anos, a próxima edição do Big Brother Brasil terá mais Pedro Bial como apresentador. A Globo decidiu que Tiago Leifert, atualmente no “É de Casa”, comandará o reality global. Bial será o sucessor de Jô Soares em um novo talk show que entrará no lugar do “Programa do Jô”. 

Com essa decisão, a Globo também enterra os supostos planos de Marcelo Adnet em assumir o horário de Jô Soares. Leifert vai anunciar a novidade no próximo sábado (27/8) no começo do programa “É de Casa”. Ainda não se sabe se ele vai continuar à frente do “The Voice Brasil”.

Pedro Bial pode ser o substituto de Jô Soares nas madrugadas da Globo

O jornalista e apresentador do BBB, Pedro Bial pode ser o substituto de Jô Soares nas madrugadas da TV Globo. A informação ainda não foi confirmada oficialmente pela emissora, mas nos bastidores a troca é dada como certa. Bial poderá acumular o comando do “Big Brother Brasil” e ainda um novo progrma no GNT.

O humorista Marcelo Adnet chegou a ser cotado para o lugar de Jô mas ele deve se dedicar a um programa semanal, o “Adnight”, previsto para ir ao ar às quintas-feiras.

.

Wesley Safadão, Ludmilla e a polêmica Ana Paula estarão na final do BBB 16

Na próxima terça-feira (05/04), o BBB 16 chegará ao fim.

Segundo a Central Globo de Comunicação, a polêmica Ana Paula, desclassificada do programa por agressão, é presença confirmada. Será a primeira vez que a jornalista encontrará os rivais Renan, Adélia, Juliana, Daniel e Tamiel, ao vivo, desde que saíram da casa mais vigiada do país. O professor Alan, que pediu pra sair do confinamento também estará na final.

Os cantores Wesley Safadão e Ludmilla ficarão por conta das apresentações musicais ao vivo da final do reality show.