Após problema com alvará, Cine Ritz volta a funcionar em Goiânia

O Cine Ritz, cinema de rua que fica no centro de Goiânia, já está em funcionamento. Nesta sexta-feira, (4) o estabelecimento foi desinterditado pela Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh) da Prefeitura de Goiânia. O local foi fechado por falta de alvará de localização.

Em nota, a Prefeitura de Goiânia afirmou que “as providências foram tomadas como medida emergencial dada a importância cultural do espaço. A administração do Cine Ritz agradeceu a prontidão das secretarias municipais em ajudar a resolver a questão com tamanha agilidade”.

Pelas redes sociais, o Cine Ritz informou o retorno de suas atividades e agradeceu a comoção feita pelo público goianiense. Na publicação, o estabelecimento disse que “é um cinema que preza pela qualidade, pela acessibilidade, pela diversidade, pela família, pela alegria e beleza. Pela arte e diversão, valores estes fundamentais e legítimos a todo cidadão. Valores estes, que acreditamos, deveriam e devem ser apoiados’’.

Além disso, o Cine Ritz revelou as dificuldades para se manter como um dos principais cinemas de Goiânia: ‘’Desde a pandemia sofre com os altos gastos gerados por aluguel, impostos, pagamentos de várias contas mensais, funcionários, distribuidoras e lutando para sobreviver”, informou a publicação.

Programação

Neste sábado (5), o Cine Ritz já conta com uma super estreia em sua programação de filmes. MEGATUBARÃO 2 em 3D, continuação de Barbie em diversas sessões, Oppenheimer em sessões especiais, a animação Elementos e, ainda, sessão especial de Missão Impossível – Acerto de Contas.

Confira:

SALA 1
11h – OPPENHEIMER – DUBLADO
14h -BARBIE – DUBLADO
16h15 – MEGA TUBARÃO 2 – 3D DUBLADO
18h30- BARBIE – LEGENDADO
21h – MEGA TUBARÃO 2 – 3D DUBLADO

SALA 2
11h – MISSÃO IMPOSSÍVEL 7 – DUBLADO
13h30 – ELEMENTOS 2D DUBLADO
15h45 – BARBIE 2D DUBLADO
18h -OPPENHEIMER 2D – LEGENDADO
21h – BARBIE 2D DUBLADO

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

FOTO: LETÍCIA COQUEIRO

Confirmado: O Chorinho volta em julho com Dona da Roda e Bruno Rejan Trio toca Jacob do Bandolim

O Grande Hotel Vive o Choro, carinhosamente chamado de Chorinho, está voltando.

O mais badalado projeto cultural da cidade retorna dia 5 de julho com temporada 2019 confirmada até 22 de novembro.

Fora do ar desde janeiro, o Chorinho retorna com algumas mudanças definidas pela Secretaria de Cultura de
Goiânia: Nesta temporada o evento será quinzenal e serão duas atrações por noite, sempre com choro na primeira atração e revezando mpb e samba no segundo show.

A temporada 2019 abre em grande estilo.
Dia 5 o baixista Bruno Rejan traz seu trio para tocar Jacob do Bandolim e logo depois tem o projeto Dona da Roda. Uma roda de samba só de mulheres que prometem botar pra quebrar.

Então já agende aí que na sexta-feira, dia 5, tem Chorinho!

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Oi, voltei!

Uma publicação compartilhada por Grande hotel vive o Choro (@chorinhogyn) em

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por donadaroda (@donadaroda) em

SERVIÇO

Grande Hotel Vive o Choro
19:30h – Bruno Rejan Trio toca Jacob do Bandolim
20:45h – Dona da Roda
Onde: Grande Hotel (rua 3 com av Goiás, centro, Goiânia)
Quando: Sexta-feira, 5 de julho)
Entrada Franca

Whatsapp volta a funcionar depois de ficar duas horas fora do ar

Após ficar por mais de duas horas fora do ar no final da tarde desta quarta-feira (3/5), o Whatsapp voltou a funcionar por volta das 19h20.

Durante o problema de conexão, a empresa responsável pelo aplicativo comunicou que estava “ciente do problema e trabalhando para corrigi-lo o mais rápido possível”.

A causa da queda ainda não foi informada.

Ele voltou! WhatsApp está liberado

Após cerca de 4 horas de bloqueio, o WhatsApp voltou a funcionar em todo o país. Graças ao Supremo Tribunal Federal, que decidiu na tarde desta terça-feira, 19, derrubar a decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Na decisão, O presidente do STF, ministro RicardoLewandowski analisou ação impetrada pelo Partido Popular Socialista (PPS), que recorreu ao Supremo para que fosse suspensa imediatamente a ordem judicial da 2ª Vara Criminal da Comarca de Duque de Caxias, do Rio de Janeiro. Na ação, o partido argumenta que a decisão fere a liberdade de expressão e a liberdade de manifestação. 

Nesta terça, 19, empresas de telefonia receberam uma notificação para bloquear o aplicativo depois que o Facebook, empresa proprietária do WhatsApp, se recusou a cumprir uma decisão judicial e fornecer informações para uma investigação policial. Para o presidente do Supremo, o bloqueio foi uma medida desproporcional porque o WhatsApp é usado de forma abrangente, inclusive para intimações judiciais, e fere a segurança jurídica.

Esta é a terceira vez que o WhatsApp é bloqueado pela Justiça no Brasil. Em todos os casos, a suspensão foi uma represália da Justiça por a empresa ter se recusado a cumprir determinação de quebrar o sigilo de dados trocados entre investigados criminais.

Em dezembro do ano passado, o aplicativo de troca de mensagens foi bloqueado a pedido da Justiça. A determinação afetou também usuários na Argentina e no Chile. Na ocasião, o serviço voltou ao ar graças a uma liminar da Justiça.

No início de maio deste ano, o app foi bloqueado mais uma vez e foi liberado após liminar. Nas duas ocasiões anteriores, o motivo foram investigações criminais que queriam acesso a mensagens trocadas por pessoas dentro do app.

Desde fevereiro, a Apple enfrenta uma batalha judicial contra o FBI, que tenta desbloquear o sistema operacional de um iPhone recuperado de um dos atiradores da chacina em San Bernardino, na Califórnia, no final do ano passado. A empresa se opôs ao objetivo da polícia com os argumento de ameaça à segurança dos usuários.

Ele voltou! Por determinação da justiça WhatsApp está online novamente

Xavier de Souza, desembargador da 11a. Câmara do Tribunal de Justiça de São Paulo, determinou na manhã desta quinta, 17 de dezembro, o desbloqueio do WhatsApp em todo o Brasil, segundo informações do jornal O Globo. O desembargador já tinha precedente favorável ao desbloqueio. Além de um recurso do WhatsApp, o advogado Rodrigo Mudrovitsch também entrou com um pedido de impugnação. As operadoras serão comunicadas e o serviço de comunicação já está voltando ao normal.

O aplicativo havia sido bloqueado às 00h de 17 de dezembro, em virtude de uma investigação comandada pela polícia de São Paulo. No entanto, após a determinação da justiça, o aplicativo já voltou à ativa. É recomendado que os usuários que instalaram aplicativos de VPN para burlar o bloqueio desinstalem os mesmos, já que eles podem deixar os aparelhos vulneráveis a ataques.