16/09/2019 19:38
Curiosidades / Inovação e Tecnologia

Eclipse Solar x Eclipse Lunar: Conheça as diferenças

Sabemos que eclipse é um fenômeno raro que acontece poucas vezes durante o ano, mas você sabe quais as diferenças entre um eclipse solar e um eclipse lunar? A gente te explica

Tainá Luíza
por Tainá Luíza Barreto Marques

No final de tarde desta terça-feira (16/07) seremos agraciados com um Eclipse Lunar Parcial que pode ser visto em todo o Brasil a partir das 17h01. Sabemos que é um fenômeno raro que acontece poucas vezes durante o ano, mas você sabe quais as diferenças entre um eclipse solar e um eclipse lunar? A gente te explica!

O eclipse acontece quando a Lua ou o Sol é encoberto um pelo outro, é possível acompanhar dois eclipses solares e de quatro a seis eclipses lunares anualmente. A origem da palavra eclipse vem do grego antigo e significa “deixar para trás”. Confira as particularidades de cada fenômeno:

 

Eclipse Lunar

O eclipse lunar acontece sempre na fase da Lua Cheia, e ocorre quando a Terra fica entre o Sol e a Lua, fazendo com que a luz solar não ilumine o satélite. A sombra ocasiona o fenômeno conhecido como Lua de Sangue porque a atmosfera terrestre absorve a luz do Sol ao mesmo tempo que cobre a Lua. Além disso, este tipo de eclipse pode ser observado a olho nu sem afetar negativamente os seus olhos. Existem, por classificação, três diferentes tipos de eclipse lunar: o total , o parcial e o penumbral.

Total

O eclipse total ocorre quando toda a lua é encoberta pela sombra da Terra. Nesses casos, a lua fica por cerca de uma hora na escuridão, e o processo do eclipse como um todo pode levar várias horas. Para isso acontecer, a lua precisa estar completamente posicionada na região da umbra.

 

Parcial

O eclipse parcial, como o nome sugere, é quando apenas uma parte da lua é encoberta pela sombra, não completando um eclipse total.

 

Penumbral

O eclipse penumbral acontece quando a lua é encoberta pela sombra da Terra, mas com uma sombra um pouco mais “fraca”. Isso ocorre quando a lua se posiciona na faixa da penumbra, não chegando a alcançar a umbra. Em muitos desses casos, o eclipse nem é notado pelas pessoas, apenas por especialistas, pois a lua não chega a ser encoberta, mas apenas diminui o seu brilho.

 

Eclipse Solar

No solar, as posições se invertem, a Lua fica em um ponto entre o Sol e a Terra, lançando sombra sobre o nosso planeta e bloqueando a chegada de raios solares. Não é recomendado olhar diretamente para um eclipse solar, pois pode machucar os olhos, o ideal é utilizar óculos de proteção ou telescópios para observá-lo. Há quatro tipos de eclipses solares: total, parcial, anular e híbrido.

Total

O eclipse total ocorre quando a Lua encobre totalmente a luz solar. Dessa forma, o dia transforma-se em noite durante a duração do fenômeno.

 

Parcial

O eclipse parcial acontece quando apenas uma parte do Sol é encoberta pela Lua. Nesse caso, praticamente não há alteração da luminosidade do dia.

 

Anular

O eclipse anular ocorre quando a Lua está a uma distância maior da Terra e o seu tamanho aparente não é o suficiente para recobrir toda a projeção solar. Por essa razão, forma-se um anel em torno da sombra da Lua.

 

Híbrido

 O eclipse híbrido é quando o eclipse é total em algumas áreas e parcial em outras.

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Curiosidades

Governo da Itália oferece mais de 3 salários mínimos por mês pra você se mudar pra lá

A oferta é paga durante 3 anos e, em contrapartida, é preciso abrir um negócio em uma cidade italiana


+ Curiosidades

Tá quente né? Pois é, em Goiás até o vento tá 'pegando fogo'

'Tá muito quente em Goiás, né. Mas pelo menos tá ventando? Tá também'


+ Curiosidades

9 dicas de como tirar ótimas fotos usando apenas o celular

Aprenda com profissionais e não erre mais, usando dicas super simples


+ Curiosidades

20 motivos para não perder a Campus Party em Goiânia

Uso o código #CurtaMaisnaCPGOIAS e ganhe R$ 40,00 de desconto no ingresso



+ Curiosidades

Descubra todos os rios de Goiás e do Brasil em um mapa interativo e super educativo

Rios, riachos, cachoeiras... tenha o nome que for, nós amamos água e ela é essencial para a nossa vida


+ Curiosidades

Jardineiro da Comurg troca a enxada pelo diploma de jornalismo em Goiânia

Uniformizado, Luciano Magalhães apresentou TCC de jornalismo sobre mulheres garis e ganhou nota 10 de excelência


+ Curiosidades

Tape Arte: artistas de Goiânia transformam fita isolante em obras de arte

O material colante pode assumir diferentes formas e, dependendo da criatividade e das inspirações, verdadeiras obras de arte são criadas apenas com o uso de fitas adesivas


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.