23/10/2019 18:36
Notícias / Curiosidades

Juíza testa suco de uva para facilitar audiências de conciliação em Goiás

A ideia é fazer com que as pessoas envolvidas em uma ação tomem decisões mais lúcidas e racionais

Kariny
por Kariny Bianca

Para evitar que ações se arrastem por anos, os acordos de conciliação são usados pelo judiciário brasileiro para a resolução de conflitos e contribuir para uma justiça mais rápida e eficaz. Foi pensando na importância desse instrumento que a juíza Aline Vieira Tomás, da 2ª Vara de Família e Sucessões da Comarca de Anápolis (GO), decidiu pesquisar uma forma de fazer com que as pessoas envolvidas em uma ação tomassem decisões mais lúcidas e racionais. O resultado chegou a um método simples e barato: o suco de uva.

A hipótese foi testada no mestrado em Direito e Políticas Públicas da Universidade Federal de Goiás (UFG), concluído por Aline no último mês de agosto. A pesquisa ocorreu entre abril e dezembro de 2018 e envolveu 659 audiências de conciliação realizadas no 2º Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), em Anápolis. Em 354 dessas audiências foi oferecido suco de uva para os participantes. Nas outras 305 havia disponível apenas água. Metodologicamente, esses grupos são denominados “experimental” (suco) e “de controle” (água), respectivamente.

Ao fim do experimento, 270 audiências do grupo experimental (com suco) resultaram em acordo de conciliação, o que representa uma taxa de 76% em relação ao total. Já no grupo de controle (sem suco) foram 138 acordos, ou 45% do total. Ou seja, em nove meses de pesquisa, concluiu-se que a prática de oferecer a bebida pode ter contribuído para quase dobrar o índice de conciliação.

4433bc86db88e79aaa6e19a97ca778ee.jpgFoto: Tribunal de Justiça de Goiás/divulgação

Por que suco de uva?

Aline explica que o “segredo” do suco de uva está em um de seus componentes: a glicose. Ela se amparou em estudos de glicobiologia que demonstram que a substância atua no sistema límbico, responsável pelas emoções e pelos comportamentos sociais.

“A glicose é o principal combustível do cérebro humano e uma das formas possíveis de se acionar o sistema de recompensa cerebral, desencadeando sensações de bem-estar e satisfação. É comum as partes comparecerem às audiências com o sistema de punição ativo, caracterizado por comportamentos combativos e de conflito. De sorte que a glicose pode propiciar a transição do sistema de punição para o de recompensa, permitindo que o sentimento de raiva dê lugar à abertura para comunicação, facilidade de negociação e melhor aptidão para ouvir o outro, que é justamente o que precisamos para que uma conciliação seja efetivada”, afirma a juíza.

A validação dos dados está garantida pelo método científico. Além da amostra significativa, as audiências analisadas tinham o mesmo teor, sempre relacionadas ao direito de família, como divórcio, pensão alimentícia, guarda de filhos, união estável, entre outras. Elas foram realizadas por um grupo de quatro conciliadores experientes que não sabiam que a pesquisa estava sendo realizada, justamente para não interferir no resultado. A disposição das salas também foi idêntica tanto no grupo de controle quanto no experimental e a oferta de suco limitou-se a um copo (cerca de 200 ml).

Capa:Tribunal de Justiça de Goiás/divulgação

2f60fe1a65beeb3c57293c9c1194f409.png

Siga Curta Mais nas redes sociais:

Curta Mais no Facebook

Curta Mais no Instagram

Curta Mais no Twitter

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Notícias

Nasce Flor, filha do sertanejo Mateus, da dupla com Jorge

Cantor sertanejo é casado com Marcella Barra, com quem também tem Dom, de 2 anos


+ Notícias

O que abre e fecha no feriado do aniversário de Goiânia

Confira os lugares, serviços e passeios para você aproveitar o feriadão


+ Notícias

Nasce filha de Tatá Werneck e Rafael Vitti: 'Ela é linda', diz a apresentadora

Menina nasceu na manhã desta quarta (23) e nome ainda não foi revelado


+ Notícias

Acabou o amor: Netflix estuda bloquear o compartilhamento de contas

Segundo muitos, a maior prova de amor é compartilhar a senha da Netflix, mas e agora que o serviço pode bloquear seu ‘crush’, é o fim do relacionamento compartilhado?


+ Notícias

Cadastro antecipado para matrículas 2020 em escolas e Cmeis de Goiânia começam em novembro

O cadastro facilita as matrículas que tem início no dia 03/12 para escolas e 17/12 para Cmei


+ Notícias

MC Gui pede perdão por rir de menina na Disney: 'Foi um momento infeliz'

O cantor perdeu vários contratos e vem recebendo críticas dos próprios fãs


+ Notícias

Feira de empregos oferece mais de 500 oportunidades de trabalho em Goiânia

O evento conta com orientações aos visitantes na análise e na elaboração de currículos


+ Notícias

Milton Nascimento faz nota de repúdio de uso indevido da música 'Coração de Estudante'

O músico escreveu nas redes sociais e reivindicou a autoria da canção


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.