Setembro Amarelo: entenda o que significa o movimento

Quer saber tudo sobre o Setembro Amarelo? Então veio ao lugar certo. Nesta matéria, você vai entender a importância e quais são os principais objetivos desta campanha. Acompanhe!

Setembro Amarelo é uma campanha dedicada à prevenção do suicídio e à conscientização da importância da saúde mental. No Brasil, existe desde 2015 e foi desenvolvida pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

As primeiras ações relativas à campanha ocorreram em Brasília e, no ano seguinte, outras cidades de todo o país passaram a aderir o movimento e promover eventos, palestras e discussões sobre o tema. Acesse o site oficial da campanha clicando aqui.

De acordo com dados levantados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 800 mil pessoas tiram a própria vida todos anos no mundo, sendo que 75% são provenientes de países de baixa e média renda. O Brasil, por exemplo, apresenta ao menos 32 casos diariamente. Além disso, o suicídio é a segunda principal causa de morte entre jovens com idades entre 15 e 29 anos.

Todos esses números trazem a percepção de que o suicídio é um problema grave de saúde pública, que poderia ser evitado ou reduzido consideravelmente por meio de políticas eficazes de prevenção.

Felizmente, especialmente por conta do Setembro Amarelo, cada vez mais esse tema tem sido debatido e esclarecido para a população de forma menos estigmatizante e mais educativa, mobilizando a sociedade para conscientização sobre o tema, falando sobre como identificar sinais da ideação suicida e como ajudar ou buscar ajuda.

A Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio (IASP) estimula a divulgação da causa em todo o mundo no dia 10 de setembro, data na qual comemora-se o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, criada em 2003 pela IASP e OMS com a finalidade de prevenir o suicídio através ações fomentadas pelos governos de todo o mundo.

Ao longo dos últimos anos, escolas, universidades, entidades do setor público e privado e a sociedade de forma geral se envolveram neste movimento. Como símbolo de apoio, monumentos como o Cristo Redentor (RJ), o Congresso Nacional e o Palácio do Itamaraty (DF), o Estádio Beira Rio (RS) e o Elevador Lacerda (BA), participam da campanha trazendo iluminação amarela durante o mês de setembro.

Em resumo, o Setembro Amarelo é um movimento que busca conscientizar a população sobre a prevenção do suicídio e a importância da saúde mental. É uma oportunidade para debater sobre um assunto tão delicado, desmistificando tabus e oferecendo informações valiosas para identificar sinais de alerta e fornecer apoio adequado.

Participar dessa campanha faz toda diferença na vida das pessoas!

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Fotos: Divulgação

McDonald’s vai dar batata frita extra para quem cantar no drive-thru; saiba onde e como ganhar

Com o objetivo de valorizar daqueles que amam cantar, o McDonald’s vai realizar a ação “cantando no drive”, que vai oferecer uma batata frita média extra àqueles que pedirem uma oferta de Big Mac, bebida e batata no Drive-thru. Mas, para participar da promoção, os clientes vão precisar realizar o pedido cantando. A ação fica disponível até o próximo dia 26 de março, a promoção é limitada a uma compra por usuário, a cada dia.

 

Além de soltar a voz, para ganhar o brinde, é preciso apresentar um cupom que ficará disponível no aplicativo do McDonald’s. A música escolhida pode ser de qualquer ritmo e não importa a afinação, basta cantar.

 

“O drive é um aliado na rotina das pessoas e queremos tornar esse momento de conveniência e praticidade ainda mais divertido. Soltar a voz na hora do pedido é mais uma forma de nos conectarmos com o público convidando o cliente a reinventar sua relação com a marca e criar momentos memoráveis e ainda mais saborosos com seus amigos e família”, diz, Lariane Duarte, Head de Brand Growth do McDonald’s no Brasil.

 

Confira onde participar 

 

Anápolis – AV. Brasil, 390

Aparecida de Goiânia – Avenida Rio Verde, S/N

Goiânia – AV. Dep. Jamel Cecilio, 3160 – QD.B-34, LT 01

Goiânia – Avenida T 10, S/N

Goiânia – Avenida T63, N 1404

Goiânia – Avenida T7, 649

Goiânia – Rua CP 15, N S/N

Foto: Divulgação/McDonald’s

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Goiânia prorroga campanha contra Poliomielite e Multivacinação

A Prefeitura de Goiânia prorrogou a Campanha Nacional contra a Poliomielite e Multivacinação até o dia 08 de setembro, quando será realizado o segundo Dia D de Vacinação. A capital segue Resolução nº 232/2022 da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) do Estado de Goiás. 

O encerramento estava previsto para este sábado (01/10), mas com a baixa cobertura vacinal no Estado para poliomielite e para outras vacinas de rotina do Calendário Nacional de Imunizações, a CIB optou pela prorrogação por mais oito dias. A meta do Ministério da Saúde é que  95% das crianças com idades abaixo de cinco anos, sejam vacinadas. 

Goiânia vacinou, até esta quinta-feira (29/09), 24.632 crianças com menos de cinco anos contra a poliomielite. O total equivale a 32,04% do público alvo estimado, 76.884 crianças. 

O secretário municipal de Saúde, Durval Pedroso, chama a atenção para a importância da vacina contra a pólio. “De acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), risco de reintrocução da poliomielite no Brasil é altíssima. Não podemos permitir que isso ocorra, uma vez que muitas crianças e até adultos podem ficar com paralisia ou até morrer”, alerta.

Durante a semana, a Secretaria Municipal de Saúde segue disponibilizando a vacina contra poliomielite e as demais de rotina em 72 salas. Nos finais de semana e feriados, a vacinação ocorre no Centro Municipal de Vacinação (CMV) e no Ciams Urias Magalhães, portanto, há doses disponíveis todos os dias.

Poliomielite

No Brasil, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferta duas vacinas diferentes contra a pólio: a inativada e a atenuada. A vacina inativada deve ser aplicada, via injeção intramuscular, em bebês de dois, quatro e seis meses de idade. Após o esquema primário, feito com a vacina inativada, são necessários dois reforços, feitos com a vacina atenuada, em forma de gotinhas. O primeiro reforço é feito aos 15 meses e o segundo reforço, aos 4 anos de idade.

Multivacinação

A campanha busca incentivar a atualização da caderneta de vacinação das crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade. Estão disponíveis 18 vacinas que compõem o calendário nacional de vacinação.

 

Foto: SMS

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Campanha do Governo de Goiás alerta sobre o tráfico de pessoas

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), lançou a campanha “Coração Azul”, que tem como principal objetivo conscientizar a população sobre a importância da prevenção ao tráfico de pessoas. “Todos precisam saber que é possível realizar uma denúncia diante de propostas suspeitas”, explica a superintendente de Direitos Humanos da Seds, Ana Luísa Freire.

As ações da campanha envolvem distribuição de materiais informativos e instalação de estrutura audiovisual, semelhante a uma caixa gigante, com relatos de vítimas do tráfico de pessoas e do trabalho escravo. 

Programação
Nesta quinta-feira (28/07), a estrutura está montada no Aeroporto de Goiânia. Amanhã, dia 30, a campanha será levada para a Rodoviária de Goiânia. Nos dois locais, são prestados esclarecimentos sobre o assunto. 

Vale lembrar que no próximo sábado (30), é o Dia Mundial do Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) e tem como objetivo dar visibilidade às ações desenvolvidas contra o tráfico de pessoas.

Na palma da mão
Acesse https://linktr.ee/curtamaisdf e fique por dentro do que há de melhor em conteúdo. O Curta Mais é a multiplataforma mais completa e confiável de cultura, gastronomia, entretenimento, política e negócios.

Foto: Seds

 

Goiás intensifica campanha de doação de sangue durante o Carnaval

O Governo de Goiás intensificou a coleta de sangue durante o feriado de carnaval. Ao todo, são dez locais para realizar a doação, sendo duas em Goiânia, o Hemocentro Estadual Coordenador Professor Nion Albernaz (Hemogo) e o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). As outras opções estão situadas nos municípios de Catalão, Ceres, Formosa, Iporá, Jataí, Porangatu, Quirinópolis e Rio Verde. 

“Muitas pessoas aproveitam o feriado prolongado para descansar e visitar familiares em outras cidades. Com esse aumento do fluxo de carros nas estradas, há também, infelizmente, maior número de acidentes”, observa Denyse Goulart, Diretora-geral do Hemogo. Além disso, os casos de covid-19 e dengue seguem altos no Estado, o que também reflete no aumento da demanda por sangue e outros hemocomponentes.

Funcionamento

Em Goiânia, o Hemocentro Coordenador funcionará nesta segunda-feira (28/02), das 8h às 18h. O local estará fechado apenas na terça-feira (1º/03), sendo retomado ao atendimento normal a partir de quarta-feira (02/03). Antes de sair de casa, é essencial que o voluntário faça o agendamento da doação de sangue pelo site ou pelo telefone 0800 642 0457. 

Ainda na capital, o banco de sangue do Hugol continuará com funcionamento normal na segunda (28/02), terça (1º/03) e quarta-feira (02/03), das 7h às 18h30. No sábado (26/02) atenderá das 7h às 12h. A unidade organiza o agendamento prévio, para evitar aglomerações e agilizar a doação, por meio dos telefones (62) 3270-6661 e (62) 3270-6662 ou pelo site hugol.org.br.

Já no interior, os pontos de coleta localizados nos municípios de Catalão, Ceres, Formosa, Iporá, Jataí, Porangatu, Quirinópolis e Rio Verde estarão fechados no sábado (26/02) e na terça-feira (1º/03), funcionando normalmente na segunda-feira (28/02), das 8h às 18h. A partir de quarta-feira (02/03), o atendimento segue normal em todas as unidades, das 8h às 18h.

O Governo de Goiás prioriza o serviço de agendamento realizado pelos bancos estaduais. Essa é uma medida para evitar aglomerações, como ação de segurança para o doador diante da pandemia de Covid-19, além de ser uma forma de garantir mais agilidade no atendimento nas unidades de Goiânia e também no interior.

Quem pode doar

É necessário estar saudável, ter peso acima de 50 kg, apresentar documento com foto válido em todo o território nacional e ter idade entre 16 e 69 anos – antes de completar 18 anos, é necessária uma autorização dos pais ou responsáveis.

Quem tomou a vacina da febre amarela deve aguardar 30 dias para fazer uma doação. Já para a vacina contra a gripe, o prazo é de 48 horas. No caso da vacina contra o coronavírus, é preciso esperar 48 horas após a dose da Coronavac, do Instituto Butantan, e sete dias após a aplicação das demais vacinas.

Pessoas candidatas à doação de sangue com diagnóstico ou suspeita de Covid-19 e que apresentaram doença sintomática poderão efetuar a doação dez dias após a completa recuperação. Para quem teve diagnóstico confirmado, mas permaneceu sem sintomas, a doação está permitida após dez dias da data da coleta do exame. 

Já quem teve contato com um caso confirmado de Covid-19 durante o período de transmissibilidade poderá doar sangue sete dias após o último contato.

Onde doar

– Hemocentro Coordenador Estadual Professor Nion Albernaz, na Avenida Anhanguera, nº 5.195, setor Coimbra, Goiânia (GO).

– Unidade de Coleta e Transfusão do Hugol, na Avenida Anhanguera, 14.527, setor Santos Dumont, Goiânia (GO).

– Rede de Hemocentros Regionais no interior em Catalão, Ceres, Formosa, Iporá, Jataí, Porangatu, Quirinópolis e Rio Verde.


Confira aqui a lista de endereços

Horário especial de Carnaval

– Hemocentro Goiânia: segunda-feira (28/02), das 8h às 18h; terça-feira (1°/03), fechado, com retorno na quarta-feira (02/03).

– Banco de sangue do Hugol: De segunda (28/02) a quarta-feira (02/03) segue com funcionamento normal, das 7h às 18h30. 

– Unidades do interior: Segunda-feira (28/02), das 8h às 18h. Na terça-feira (1º/03), locais fecham novamente e, a partir, de quarta-feira (02/03), retomam o aatendimento de rotina, das 8h às 18h.

 

Imagem: Pixabay

Imagem: Pixabay

Goiano que sofre com doença rara de ouvido realiza Rifa Solidária para custear tratamento no exterior

O jovem Rafael Regis Azevedo, morador de Goiânia e de apenas 26 anos, realiza uma campanha na internet a fim de arrecadar uma quantia em dinheiro para custear com o tratamento de uma série de doenças raras no ouvido, a chamada síndrome de Eagle e a neuralgia do nervo intermédio.  As condições da doença são responsáveis por um dos piores incômodos catalogados pela medicina: zumbido alto e dores fortes no ouvido 24 horas por dia. Por conta dessa conjuntura de doenças, Rafael mal consegue dormir, além de ser incapaz de estudar e trabalhar.

A neuralgia do nervo intermédio, uma doença raríssima, com apenas 150 casos registrados em todo o mundo, cujo o nervo atingido tem a espessura que equivale a aproximadamente dois fios de cabelo. Ela caracteriza-se como uma dor unilateral, profunda, em choque elétrico, com sensação de queimação e compressão e é localizada no ouvido médio e no tímpano, causando para o rapaz ‘’a pior dor do mundo’’. De acordo com alguns médicos brasileiros, onde Rafael já visitou, todos os recursos possíveis encontrados no Brasil já foram esgotados para o seu caso.

Recentemente, ele passou por junta médica no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (UFG), que emitiu o laudo atestando que o quadro do Rafael é considerado doença crônica, incapacitante, e com dificuldade para a identificação de diagnóstico, os médicos consideram que não existem tratamentos no Brasil devido à sua raridade e por ser considerado um caso tão complexo.

O que foi constatado é que o goiano precisa passar por exames mais assertivos e complexos para poder ser encaminhado a um possível tratamento que seria a produção de uma medicação específica, que é produzida baseando-se no resultado da coleta de DNA do paciente.

O único local que pode oferecer um exame com tamanha complexidade no Brasil, fica na Universidade de São Paulo (USP), em uma máquina chamada 7 Tesla, a única existente na América Latina. Entretanto, a equipe médica negou a realização do exame, sob argumento de que ele só poderia usufruir dessa estrutura na instituição se entrasse para um projeto de pesquisa, mas ainda não há nenhum pesquisador disponível no momento que esteja interessado em desenvolver algo na área na patologia de Rafael. 

A síndrome de Eagle

Em abril de 2021, após encontrar, na Alemanha, um único otorrinolaringologista que mostrou conhecimento sobre o caso, o médico Holger Sudhoff, considerado um dos melhores do mundo, Rafael também foi diagnosticado com a síndrome de Eagle. Pelas mãos do profissional, ele passou por duas cirurgias: a primeira foi a dilatação da tuba auditiva com o objetivo de diminuir a pressão e a dor no ouvido direito, a segunda foi a retirada de 1 cm de parte de uma estrutura no começo da mandíbula. Segundo o especialista, a síndrome de Eagle não identificada precocemente provavelmente desencadeou a neuralgia do nervo intermédio.

rafael

Agora para o tratamento da neuralgia, e com o objetivo de custear todos os exames e a viagem internacional para coletar o material necessário a fim de produzir o remédio, amigos e familiares de Rafael se uniram e criaram uma vaquinha online com a Rifa Solidária: ‘’Rafael Você Vai Voar’’. No site da Rifa, está acumulado mais de 30 mil reais em prêmios de inúmeras empresas em todo o Brasil que se uniram para a ajudar o goiano para, enfim, curar a ‘’pior dor do mundo’’.

Acesse os links abaixo e saiba como ajudar na campanha solidária:

Site para adquirir a Rifa: rafaelvocevaivoar.criesuarifa.com/

Conheça todos os prêmios: rafaelvocevaivoar.com/rifa/

Acompanhe a história do Rafael: rafaelvocevaivoar.com 

Veja todas as atualizações no Instagram: @rafaelvocevaivoar

rafael

 

Imagens: Arquivo Pessoal

*Com informações Portal Metrópoles

Doe sangue em Goiânia ao som de Rock

O Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG, em parceria com o Hemocentro Estadual Coordenador Prof. Nion Albernaz, realiza no dia 27 de novembro, a 8ª edição da campanha Doe Sangue ao Som do Rock. O evento, que celebra a semana do Doador Voluntário de Sangue, contará com o apoio de cerca de 30 motoclubes do Estado. Estabelecimentos voltados a esse público também são apoiadores da campanha, que contará apresentação das bandas America Boulevard e Cida Araújo e Banda, com uma seleção das mais tradicionais músicas do rocknroll internacional e nacional.

Na edição de 2020, apesar da pandemia de Covid-19, foram arrecadadas cerca de 73 bolsas de sangue e realizados 31 cadastros de medula óssea. Assim como nas edições anteriores, a intenção da campanha é contribuir para aumentar o estoque de sangue da Rede Estadual de Hemocentros – Rede Hemo para o mês de dezembro, período que se inicia as férias escolares, no qual tradicionalmente há uma queda no número de doações e aumento da demanda por sangue

De acordo com a diretora técnica do Hemocentro Coordenador, Ana Cristina Mendes, atualmente, o déficit atual no estoque da Rede Hemo representa 20%. “Esta parceria é importante, pois os estoques já estão sendo preparados para o final do ano e sabemos que no mês de dezembro, durante o período de férias, sempre há uma queda no número de doações e há uma tendência de aumento do consumo de hemocomponentes nas unidades de saúde atendidas pela rede”, ressalta a diretora.

som

Para a diretora de Enfermagem do HGG, Natalie Alves, a parceria com o Hemocentro e com todos os apoiadores do evento representa a união de todos por um bem maior, que é salvar vidas. “Já estamos na oitava edição e o evento cresce a cada ano que passa. Esperamos que as doações salvem diversas vidas. Agradecemos a todos, que direta ou indiretamente, nos apoiam nesta ação”, finaliza Natalie.

Segundo um dos organizadores do evento, o Coordenador do Núcleo de Inovação Tecnológica do Idtech, Adonai Andrade – que também é motociclista – , o evento foi abraçado pelos motoclubes e motociclistas, que se sentem tão parte dele tanto como a própria instituição. “O evento começou pequeno e vem crescendo a cada ano. Quando estamos em outubro, os clubes já começam a nos questionar quando será o evento e como eles podem participar. É gratificante poder participar e receber todos nesse dia de solidariedade ao som de rock.”

som

 

Serviço:

Doe Sangue ao som do Rock

Data: 27 de novembro, sábado

Horário: das 8 às 14 horas

Local: Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG

Entrada gratuita

doe

 

Imagens: Divulgação

Veja também:

Onde doar sangue em Goiânia

Adultos entre 30 e 39 anos de idade já podem receber a dose de reforço em Goiânia

A partir desta segunda-feira, 22, começa a vacinação da terceira dose para adultos entre 30 a 39 anos em Goiânia. O pré-requisito é que a pessoa já tenha tomado a segunda dose há cinco meses, aproxidamente até o dia 22 de Junho de 2021. 

Na semana passada, o Ministério da Saúde anunciou a necessidade do reforço vacinal para todas as pessoas acima de 18 anos. E em Goiânia, a nova etapa da vacinação é dividido por faixa etária. Os imunizantes estão disponíveis em todas as 61 salas de vacinas, além do drive-thru do Shopping Passeio das Águas.

Nos dias 25 e 26 de Novembro, a capital pretende vacinar adultos entre 18 a 29 anos. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) recomenda que quem ainda não completou os cinco meses dentro do cronograma apresentado, só deve comparecer aos postos assim que o prazo for atingido.

A campanha contra a Covid-19 segue aplicando a primeira dose em jovens a partir de 12 anos e que ainda não iniciaram o processo de imunização.

Para dúvidas e mais informações, acesse: goiania.go.gov.br/imunizagyn

 

Imagem: Geovana Albuquerque

Veja também:

Goiânia é a primeira cidade do país a incorporar vacina contra Covid-19 na rotina dos postos de saúde

Farmacêutica inicia testes de vacina única contra a Covid-19 e a gripe

Campanha Nacional de Multivacinação começa nesta sexta-feira em Goiânia

O Ministério da Saúde anunciou, nesta quinta-feira (30), o início da Campanha Nacional de Multivacinação, que disponibilizará, em 45 mil postos de vacinação localizados em todas as 27 unidades federativas e seus respectivos municípios, 18 tipos de vacinas que protegem crianças e adolescentes de doenças como poliomielite, sarampo, catapora e caxumba.

Durante a cerimônia de lançamento da campanha, que se inicia hoje, 1º de outubro, e segue até o dia 29, as autoridades destacam o papel importante que pais e responsáveis têm para o sucesso da campanha com público-alvo de crianças e adolescentes até 15 anos.

De acordo com o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério, Arnaldo Medeiros, a campanha deste ano é “mais relevante” porque o governo vem identificando, desde 2015, uma “tendência de queda nos índices de vacinação”. Segundo ele, essa queda tem, entre suas causas, o “desconhecimento sobre a importância da vacina, as fake news, os grupos antivacinas e o medo de eventos adversos”. Aponta também como causa os horários de funcionamento das unidades de saúde que, às vezes, são incompatíveis com as novas rotinas da população.

O ministro da Saúde substituto, Rodrigo Cruz, reiterou que a pandemia mostrou a importância do Sistema Único de Saúde (SUS), e acrescentou que seu sucesso tem por base a unicidade que abrange os âmbitos federal, estadual e municipal.

“O Brasil tem cultura de vacinação, e isso tem se mostrados nos números da covid-19, em um patamar de 60% vacinados com as duas doses. Temos agora 30 dias para vacinar nossas crianças com idade de até 15 anos. São vacinas seguras, e a gente incentiva que os pais levem as crianças para que possamos erradicar essas doenças”, disse.

 

*Agência Brasil

Imagem: Arquivo / GDF

Veja também:

Governo de Goiás recebe mais de 188.030 doses de vacinas contra a Covid-19

Cientista brasileira encontra proteína chave para tratamento da Covid

Goiânia recebe exposição de carros antigos com drive thru solidário, neste domingo

Neste domingo, 26 de Setembro, Goiânia recebe o Drive Thru Solidário, uma exposição de carros antigos, com mais de 60 exemplares de época como o Opala, Fusca, Maverick, Calhambeques e veículos preparados, que prometem encantar a todos que passarem pelo local. Entretanto, o objetivo do evento, é a arrecadação de alimentos não perecíveis que serão distribuídos à famílias em situação de vulnerabilidade social e instituições filantrópicas de Goiânia.

 

A exposição acontece no estacionamento do Clube dos Oficiais da Polícia Militar e Bombeiros de Goiás, no setor Sul, a partir das 10h, com entrada gratuita. Para participar, o visitante só precisa levar o mínimo de dois (2) kg de alimentos não perecíveis, como arroz, feijão e macarrão.

 

A iniciativa é uma ação em parceria com a Associação dos Oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Goiás (Assof), Clube do Bem e o Retrô Car Club, e será realizada com todos os protocolos de segurança contra a disseminação da Covid-19, e com o uso de máscara sendo obrigatório.

 

 

SERVIÇO:

 

Evento: DRIVE THRU SOLIDÁRIO – Exposição de veículos antigos e preparados

Local: Estacionamento do CLUBE DOS OFICIAIS DA POLÍCIA MILITAR E BOMBEIROS DE GOIÁS, situada na Rua 132 250-294 – Setor Sul, Goiânia – Go.


Data: Domingo, 26 de setembro


Horário: das 10h às 18h


Entrada: doação de 2kg de alimento não perecível

 

Mais informações: (62) 99285-3025

 

drive

 

 

Imagem: Divulgação

 

Veja também:

 

Aparecida de Goiânia recebe 14ª Exposição de Orquídeas e Rosas do Deserto

 

OVG distribui mais de mil cestas básicas para famílias carentes ao longo do Caminho de Cora

Ronaldo Caiado inicia entrega de 250 mil cestas básicas para famílias impactadas pela pandemia

Campanha de vacinação contra a raiva canina e felina em Aparecida de Goiânia segue até novembro

A Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida de Goiânia (SMS), iniciou neste sábado (11), no Centro de Zoonoses, a campanha de Vacinação contra a Raiva Canina e Felina que vai seguir até o dia 27 de novembro. Este ano, devido às restrições impostas pela pandemia da Covid-19, a imunização será descentralizada para facilitar, com segurança e eficiência, o acesso das pessoas às vacinas para seus animais. Para tanto, a SMS deve informar, ainda nesta semana, os endereços de mais postos de vacinação.

A meta da superintendência de Vigilância em Saúde da SMS é a de vacinar cerca de 72 mil animais na cidade que possuem mais de três meses de idade, incluindo fêmeas prenhas ou que acabaram de ter filhotes e estejam amamentando. O Secretário de Saúde, Alessandro Magalhães, explica que a raiva é uma doença infecciosa aguda que pode ser transmitida do animal para o homem através de mordidas, arranhões ou lambidas de animais contaminados. “Levar seu cachorro ou gato para vacinar é uma demonstração de responsabilidade social e de afeto e respeito pelos animais. Se contaminados, esses bichos podem apresentar sinais como agressividade, medo, depressão, ansiedade e demência, podendo falecer em até uma semana após a apresentação dos sintomas,” acrescenta o gestor.

O Centro de Controle de Zoonoses de Aparecida também oferecerá vacinação em domicílio, via agendamento, para quem tem mais de cinco animais. A solicitação deve ser feita pelos números 3545-5921 e 3545-5922 de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h30.

 

Imagem: Prefeitura de Aparecida de Goiânia

Veja também:

Conheça os 12 pets que se adaptam melhor em apartamentos

Na melhor companhia: lugares em Goiânia que aceitam a entrada de pets

Jornal Nacional lança campanha emocionante “Fatos e Pessoas” mostrando a intimidade dos jornalistas

Na noite desta última quinta-feira, 10, William Bonner e Renata Vasconcellos anunciaram no Jornal Nacional uma nova campanha da TV Globo, que será exibida nos intervalos da programação, chamada “Fatos e Pessoas” e irá mostrar um pouco da vida e da intimidade dos jornalistas enquanto realizam seus trabalhos.

 

O objetivo é humanizar os profissionais da imprensa e mostrar um pouco da rotina além das reportagens. Após inúmeros ataques à categoria jornalística, principalmente, nesse último ano de pandemia, o quadro mostra mensagens dos jornalistas com as famílias e as dificuldades enfrentadas. 

 

“O motivo dessa iniciativa é desfazer uma ideia equivocada, que esses dias tão difíceis ajudaram a criar na imaginação de muita gente, porque, desde o início da pandemia, nós, jornalistas, nunca deixamos de trabalhar. Assim, como outras categorias, a da saúde em primeiro lugar, mas nós também tivemos que fazer isso. Nós tivemos que tomar todo cuidado para manter vocês informados sobre os fatos e protegido das Fake News”, declarou o apresentador. 

 

Bonner ressaltou a importância do profissional de jornalismo, que trabalha firme, em meio a uma pandemia e Renata emocionada disse que essa é a missão dos jornalistas, informar. Após a exibição de alguns áudios dos profissionais com seus entes queridos, os apresentadores se levantaram em conjunto com o restante da equipe, que foi exibida por uma câmera que “caminhava” pelo estúdio.

 

Confira o momento no vídeo abaixo:

 




Foto: Divulgação/ Rede Globo

Campanha da Prefeitura de Goiânia auxilia pessoas surdas na vacinação contra a Covid-19

A Prefeitura de Goiânia, através da Central de Interpretação de Libras (CIL), criou uma campanha para auxiliar pessoas surdas na vacinação contra a Covid-19. O órgão disponibilizou um link de atendimentos por videochamada, para dar orientações e facilitar a comunicação ao vivo dos surdos com as equipes de vacinação, além de intérpretes de Libras para acompanharem a pessoa no momento da imunização.

O atendimento pelo link está disponível de segunda à sexta-feira, das 8 horas às 17 horas. A iniciativa é uma parceria da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e Secretaria de Direitos Humanos e Politicas Afirmativas (SMSHPA).

“Essa ação visa apoiar os surdos no processo de vacinação contra a Covid-19”, esclarece o prefeito Rogério Cruz. Segundo ele, esta é mais uma inovação na capital, que oferece acolhimento aos que mais precisam. 

Lembrando que para se vacinar, é preciso se cadastrar pelo aplicativo “Prefeitura 24horas” e agendar o local, dia e horário da aplicação. O app está disponível para smartphones Android e iOS.

Assista ao vídeo da campanha: 

Goiânia inicia vacinação contra Influenza H1N1 em idosos e professores nesta segunda-feira

De acordo com o Calendário Nacional de Vacinação, a partir da próxima segunda-feira (10), a capital goiana vai iniciar a imunização em idosos acima de 60 anos e professores contra a gripe Influenza H1N1.

 

Para a vacinação, mais de 50 salas de postos de saúde estarão disponíveis, incluindo o Sesc Faiçalville e a Área I da PUC Goiás (localizado no Setor Universitário), na modalidade pedestre. Durante a campanha, o Shopping Passeio das Águas e o estádio Serra Dourada também estarão funcionando na modalidade drive-thru. O funcionamento destes pontos será das 8h às 17h.

 

É válido lembrar, que o Ministério da Saúde orienta aos idosos que pertencem ao prioritário de vacinação da Covid-19 e já tomaram a vacina, aguardem 14 dias para que sejam imunizados contra a gripe H1N1.

 

Para conferir a listagem das salas disponíveis para a vacinação, clique aqui.

 

Foto: Divulgação

Artistas de Pirenópolis pedem apoio com campanha na internet

Hoje alguns músicos de Pirenópolis se reuniram para levantarem forças na internet. Os artistas pedem mais apoio das autoridades, durante esse período de pandemia. Em um vídeo, eles manifestaram sobre serem a única classe na cidade que está sem trabalhar, sem justificativas e sem auxílio, há 3 meses já.

 

A cidade que vive do turismo, possui muitos bares, onde esses músicos se apresentavam e mantinham o salário. Os artistas pedem para viralizar a hashtag RetornoDosMusicosPiri, a fim de valorizar o trabalho deles, para retornarem às atividades, como em algumas cidades já acontece.

 

Eles argumentam que possuem consciência da pandemia, mas acham injusto todas as áreas estarem trabalhando e eles restritos. Os artistas explicaram que as autoridades liberaram o trabalho deles com algumas restrições, como não usar percussão, banda com muitos integrantes, caixa de som, entre outras coisas. “É como colocar um policial em um tiroteio sem arma”, afirmou uma das cantora.

 

Veja o vídeo:

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Guia Curta Mais (@guiacurtamais)