Obra do Contorno Oeste de Pires do Rio avança para etapa de pavimentação

Contorno Oeste de Pires do Rio chega a fase de revestimento asfáltico. Quando finalizada, obra vai desviar o tráfego pesado das rodovias estaduais para fora da cidade

A obra do Contorno Oeste, que liga todos os sentidos das GO-020, GO-139 e GO-330, está 50% finalizada. Ao ser entregue, facilitará a conexão de Goiânia, Caldas Novas, Catalão e Orizona com Pires do Rio. A execução é do Governo de Goiás por meio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), num investimento superior a R$ 70 milhões. 

Com 12,44 quilômetros de extensão, o contorno possibilitará que o tráfego intenso das rodovias estaduais da região, principalmente os veículos de carga, seja desviado para fora da cidade, resultando em mais segurança, ganho de tempo e de combustível para os usuários.

Iniciada em 2022, a construção é emblemática para Pires do Rio. “É uma infraestrutura que transforma a vida do cidadão, permitindo mais segurança, mais facilidade de acesso e conforto para a população, além de atrair novos investimentos para a região, que ganha uma rota facilitada do escoamento da produção local”, aponta o secretário da Infraestrutura, Pedro Sales.

A próxima etapa, que é a aplicação do revestimento, contará com camadas de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ). O material apresenta resistência superior para suportar as tensões do tráfego de longa distância, proporcionando maior vida útil ao pavimento e maior economia.

 pires

Cidades e trechos contemplados com o Contorno Oeste de Pires do Rio:

•     GO-020 (Goiânia/Pires do Rio);

•     GO-020 (Pires do Rio/Catalão);

•     GO-139 (Pires do Rio/Caldas Novas);

•     GO-330 (Pires do Rio/Orizona).

Fotos: Goinfra

Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes – Governo de Goiás

nova

Saiba quais são as cidades mais ricas de Goiás

Goiás é um Estado com uma economia diversificada e em constante crescimento, abrigando diversas cidades que contribuem significativamente para sua prosperidade. O estado é a 9ª economia brasileira com um PIB de R$ 208,7 bilhões, representando 2,8% do PIB nacional. Sua renda per capita é R$ 29.732,40.

Em março de 2023, Goiás atingiu o maior patamar de atividade econômica da série histórica mensurada pelo Índice de Atividade Econômica (IBCR), divulgado pelo Banco Central (BC). Considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB), esse máximo histórico é resultado do crescimento de 7,3% no primeiro trimestre de 2023, em comparação com os últimos três meses de 2022, na análise com ajuste sazonal.

O aumento superou a média nacional no mesmo período, que foi de 2,4%, segundo análise do Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (IMB). 

Mas quais são as cidades mais ricas de Goiás? Você sabe? Nós vamos te contar e falar um pouquinho sobre cada uma delas…

Segundo IBGE, que leva em conta vários aspectos das cidades, as 5 cidades mais ricas de Goiás são: Goiânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Rio Verde e Catalão. 

 

Agora segue o fio e saiba um pouco sobre cada uma delas:

 

Goiânia (PIB R$ 51.961.311,27)

Goiânia: Capital Verde do Brasil – Prefeitura de Goiânia

Foto: Prefeitura de Goiânia

Goiânia, a capital de Goiás, é indiscutivelmente uma das cidades mais ricas do Estado. Com uma economia vibrante e diversificada, Goiânia destaca-se nos setores de serviços, indústria e comércio. Além disso, a cidade possui um forte mercado imobiliário e uma infraestrutura desenvolvida, o que atrai investidores e empreendedores de várias partes do país.

 

Anápolis (PIB R$ 15.286.792,21)

Prefeitura de Anápolis lança o maior plano de investimentos da história da  cidade | Notícias | Governo e Administração | Prefeitura de AnápolisFoto: Prefeitura de Anápolis

Outra cidade que merece destaque quando falamos de riqueza em Goiás é Anápolis. Reconhecida como um importante polo industrial, Anápolis abriga diversas indústrias farmacêuticas e automobilísticas, impulsionando o desenvolvimento econômico local. Além disso, sua localização estratégica próxima à capital e aos principais centros logísticos contribui para o crescimento e a prosperidade da cidade.

 

Aparecida de Goiânia (PIB R$ 14.856.018,57)

Prefeitura Municipal de Aparecida de Goiânia | Aparecida de Goiânia está  entre as cidades mais populosas do Brasil, segundo IBGE

Foto: Prefeitura de Aparecida de Goiânia

Em seus aspectos econômicos, a pecuária, com a criação de gado bovino com a finalidade de corte e leite é uma das atividades na sua pequena extensão rural. No município onde predomina a indústria extrativa de areia para construções, pedras, barro comum para fabricação de tijolos, a agricultura não é expressiva, tendo-se em vista que são atividades conflitantes, dentro de uma pequena área territorial rural, visto que 70% do seu território encontra-se hoje ocupado por grande proliferação imobiliária, cujos lotes e áreas diversas estão ocupadas por moradias e setores industriais.

 

Rio Verde (PIB R$ 11.872.210,70)

Rio Verde 167 anos de progresso e desenvolvimento - Prefeitura Municipal de Rio  Verde

Foto: Prefeitura de Rio Verde

No cenário do agronegócio, Rio Verde desponta como uma das cidades mais ricas do Estado de Goiás. Com solo fértil e clima favorável, a região se destaca na produção de grãos, como soja e milho, além de possuir um setor pecuário forte. O agronegócio é responsável por impulsionar a economia local, gerando empregos e renda para a cidade.

 

Catalão (PIB R$ 7.269.176,11)

Ranking 2022: Catalão é a melhor cidade para se investir no setor  industrial em Goiás e está entre as melhores do país para fazer negócios -  Prefeitura Municipal de Catalão

Foto: Prefeitura de Catalão

Catalão é reconhecida por sua atividade no setor de mineração e metalurgia, o que contribui para sua posição entre as cidades mais ricas de Goiás. Com a extração e o beneficiamento de minerais como nióbio, fosfato e zinco, a cidade se destaca no cenário nacional, atraindo investimentos e gerando oportunidades de trabalho.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Prefeitura de Catalão

Estudantes de Goiás vencem prêmio nacional de Robótica

Estudantes do Colégio Estadual da Polícia Militar do Estado de Goiás Integral (CEPMGI) Doutor Tharsis Campos, de Catalão, venceram duas categorias na etapa estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) 2023. Dentre as 22 equipes premiadas, duas são da unidade escolar, que se destacaram pelos melhores projetos. 

Participaram, ao todo, 14 alunos da escola, dos quais sete, divididos em duas equipes, foram premiados. A equipe Wizards of the World, se classificou como melhor Design, que é destinado à equipe que produziu um robô com melhor projeto mecânico e melhor acabamento.

Já a equipe Stars OBR, foi classificada como melhor Programação, destinada à equipe que programou o robô com código mais bem avaliado, apropriado e documentado pelos juízes. Ambas participaram da competição de nível 2, que é realizada entre os alunos do 9° ano do Ensino Fundamental a 3ª série do Ensino Médio.

O aluno da 1ª série do Ensino Médio, Kaio Alves Botelho, da equipe ‘Wizard’, que participou pela primeira vez da OBR. “Essa experiência foi inesquecível para toda a equipe. Participamos pela primeira vez e já trouxemos uma medalha para casa”, comemora o estudante.

Já a integrante da equipe ‘Stars’, Nicole Carolina, também da 1° série, contou que foi gratificante receber o resultado: “Estamos muito felizes em trazer o prêmio para a escola, porque nós pensamos em desistir várias vezes. Então foi bom para termos a lição que não devemos desistir dos nossos sonhos, mesmo que apareçam dificuldades.” 

A competição foi realizada no último sábado (12/08), no Centro de Eventos da Universidade Federal de Goiás (UFG), em Goiânia. Neste ano, participaram 126 equipes, sendo que 78 competiram, 22 foram premiadas e duas foram selecionadas para a etapa nacional, que será realizada em outubro.

Destaques em competições

 Não é a primeira vez que alunos do CEPMGI Doutor Tharsis Campos se destacam em competições de Robótica. Desde 2018, a escola participa do Torneio de Robótica FIRST LEGO LEAGUE, onde já conquistou diversos prêmios, entre eles, nas categorias superação, solução inovadora, design do robô e técnico destaque. Eles já foram classificados duas vezes para a fase internacional, uma em São Paulo e, em março de 2023, em Brasília.

O CEPMGI Doutor Tharsis Campos é uma das escolas da rede pública estadual de ensino que contam com laboratório de Robótica. As aulas são extracurriculares.  “Este projeto entrega uma ampla possibilidade de competências, uma vez que os jovens conseguem vislumbrar e perceber que o conhecimento adquirido pode ser utilizado na realidade, contemplando o trabalho em equipe”, conclui o gestor da escola, coronel Renner Rodrigues. 

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto: Seduc

Leo Santana é atração confirmada no Carnaval fora de época em Catalão

Para quem curte uma boa folia, já anota na agenda: o Bloco da Gravata, a maior folia de carnaval fora de época em Goiás, chega à cidade de Catalão, localizada a cerca de 216 Km de Goiânia e 313 Km de Brasília, no dia 28 de outubro.

O evento que traz O Gigante, Leo Santana, como atração principal tem previsão de 12 horas de duração, com início marcada para as 14h e previsão de término às 2h.

Com valores a partir de R$ 72.50, os ingressos de primeiro lote já estão disponíveis para venda através da plataforma Bloco do Gravata, site oficial do evento.

Dono de hits como “Posturado e Calmo”, “Zona de Perigo” e “Santinha”, Leo Santana chega à cidade para comandar a folia que como promessa ser “o maior bloco do interior do Brasil”, e colocar a galera pra dançar com o contagiante ritmo do axé.

Pedro Gravata, criador e produtor do evento, anunciou em uma rede social que esse é só o começo. Outras personalidades artísticas importantes devem ser anunciadas em breve para garantir uma experiência ainda mais emocionante e memorável aos participantes.

 

Bloco da Gravata

O evento ganhou até um tema para deixar as coisas ainda mais inesquecíveis: “Festa Tropical”. A entrada de menores de idade só é permitida mediante acompanhamento de pais ou responsável legal.

Imagem: Divulgação

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Catalão recebe Festival da Costela e Chopp com entrada gratuita

O fim de semana em Catalão promete ser agitado com a chegada do Festival da Costela e Chopp. Com entrada gratuita, o evento acontecerá entre os dias 22 e 25 de julho e oferecerá diversas opções gastronômicas para os visitantes.

Entre as delícias que poderão ser encontradas no festival estão a costela de chão, costela no bafo, costela cozida, lanche de costela, pastel de costela, chopp artesanal, diversos rótulos de cervejas, drinks, espeto, burguer na parrila, baião de dois, feijão tropeiro, torresmo, arroz carreteiro, búfalo no rolete, galinhada, crepe de costela e doces diversos.

Além disso, o evento contará com atrações musicais para animar o público presente. Entre os destaques estão as duplas sertanejas Victor e André e Léo e Adriano.

E não é só isso! Quem puder colaborar com 1 kg de alimento não perecível poderá deixar sua doação em um ponto de arrecadação que será destinado para instituições assistenciais da região.

 

SERVIÇO

FESTIVAL DA COSTELA E CHOPP EM CATALÃO

Quando: Quinta (22/06), Sexta (23/06), Sábado (24/06) e Domingo (25/06).  

Horários: Quinta e Sexta das 17h às 22h, sábado e domingo das 12h às 22h. 

Onde:   Anexo ao estacionamento do Catalão Shopping (R. Jocelim, R. Juscelino Gomes Píres, 2300 – Nossa Senhora de Fátima, Catalão – GO).

Entrada gratuita

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Divulgação

Cidade com a terceira maior economia de Goiás tem agropecuária como fonte de renda, um lago apaixonante e um morro que deixa saudade

Está afim de um role super cultural? Então acompanhe essa matéria…

Catalão está situada a 260 km de Goiânia e 310 km de Brasília e possui população estimada em 113 091 habitantes (IBGE 2021). Seu PIB é de mais de 4 bilhões de reais, o que destaca a cidade como a terceira maior economia de Goiás.

Tradicionalmente, Catalão originou-se da penetração das entradas e bandeiras, organizadas em comitivas compostas por homens de armas, cavaleiros e padres, que adentravam pelos sertões para a captura de mão-de-obra indígena a ser escravizada e em busca de riquezas minerais.

O município dispõe de uma rede de infraestrutura e produção cultural bastante significativa (tendo em vista o pequeno porte de sua população), contando com vários centros e fundações culturais. Além de ser terra natal de várias personalidades culturais, que vão da música popular (Amado Batista) às artes plásticas (Goiandira de Couto), passando por um dos maiores latinólogos do Brasil, o diplomata William Agel de Mello, autor de onze dicionários bilíngues entre o português e línguas neolatinas, como sardo, catalão, galego e rético. 

É também berço de cineastas e dramaturgos, ainda que estes tenham menor expressão. Por tudo isso, junto com sua vasta e antiga produção cultural, é considerada a “Atenas de Goiás”.

Catalão também possui um acervo histórico, com alguns tombamentos, que merece ser visitado. O Morro da Saudade, de onde é possível avistar a cidade toda, a Igreja de São João e a Rede Ferroviária Municipal são algumas peças do patrimônio histórico e cultural da cidade.

O cidade goiana encontra-se quase que exclusivamente no complexo dos cerrados: vegetação de cerrado típico, campo cerrado, cerradão, veredas, além de manchas eventuais de mata atlântica. Os animais são em sua maioria aqueles dos cerrados, com alguns tipos comuns em áreas de mata atlântica, incluindo animais quase extintos em Goiás, como a anta e a piracanjuba.

Os principais rios que cortam o município são os rios Paranaíba, São Marcos, Veríssimo e São Bento. Além destes há um sem número de cursos d’água de menor monta, merecendo algum destaque o ribeirão Pirapitinga, que corta o sítio urbano e o ribeirão da Custódia, que atravessa importante região agrícola.

Para você ficar com vontade de conhecer Catalão, nós separamos as principais atrações que tem por lá. Confira:

 

Morro da Saudade

31ca2fc8c05fc5ab916ef390a740b2f7.jpg

Foto: Trip Advisor

Localizado ao norte de Catalão, no perímetro urbano, conhecido como Colina dos Poetas ou Morro da Saudade, é uma elevação de grande importância histórica e sentimental para o catalano, que o tem como ponto de referência. Do alto do morro, pode-se visualizar a cidade inteira em seus mínimos detalhes, a uma altitude de 800m. O Morro foi tombado em 1994. Foi o primeiro processo de tombamento do patrimônio histórico de Catalão. No Morro se encontra o túmulo do poeta Ricardo Paranhos, conhecido nacionalmente, e a Igreja de São João, que também foi tombada, juntamente com o Morro.

 

Igreja de São João

a5defaa69b9ad75d7045ddadae3c819c.jpg

Foto: Prefeitura de Catalão

A pequena igreja pertence à Paróquia Nossa Senhora Mãe de Deus de Catalão. A capela ainda é usada para cerimônias religiosas.

 

Numa foto de 1919, a construção se mostra em estilo rústico mineiro. Essas características continuaram as mesmas, mesmo depois da construção da segunda capela em 1940. Hoje, ela está restaurada.

 

Congadas de Catalão

fec7f831fde1985595993fb7e9d74db2.jpg

Foto: Click News

As congadas são parte de uma manifestação folclórica e religiosa bastante antiga em Catalão. Desde 1820, em toda última sexta-feira do mês de setembro, estendendo-se por parte da primeira quinzena de outubro, acontecem as congadas em Catalão. As congadas são festas religiosas de sincretismo afro-católico em homenagem a Nossa Senhora do Rosário dos Pretos (um avatar de Maria, mãe de Jesus), e uma das mais antigas manifestações folclóricas e religiosas de todo o Centro-Oeste.

Cerca de 4.500 pessoas, agrupadas em dezenas de grupos chamados “ternos”, dançam pelas ruas do município em homenagem a referidas Senhora do Rosário. Estes grupos de pessoas, que ao mesmo tempo dançam, também tocam instrumentos de percussão e entoam cânticos tradicionais, podem ser de várias denominações, como “moçambiques”, “congos”, “catupés-cacunda”, “pajés”, cada qual com seus uniformes e ritos específicos.

A festa atrai a cada ano cerca de 100 mil visitantes a Catalão.

 

Estação Ferroviária de Catalão

e72b90fb42c5ebebb89192ac68b3edd6.jpg

Foto: Gláucio Henrique Chaves

Já existia uma estação em Catalão desde o ano de 1913, no ramal Goiandira-Catalão-Ouvidor, da E. F. Goiaz. Essa estação foi desativada quando a linha da RMV chegou à cidade em 1942, para fazer a ligação Monte Carmelo-Patrocínio-Ouvidor e ligar Goiandira a Angra dos Reis através da linha-tronco da RMV.

A estação está muito bem conservada e é utilizada pela Prefeitura. Dela, ponta do ramal, sai um desvio industrial que vai às indústrias de fertilizantes da região.

 

Represa Clube do Povo

c390e3602dceceac8db7de871799a7a6.jpg

Foto: Trip Advisor

Local agradável para uma caminhada, ler um livro ou apenas apreciar a vista fazendo um pic nic.

 

Mais informações

Secretaria de Turismo de Catalão

Telefone: 3441-5063 / 3441-5063

E-mail: [email protected]

Endereço: Nassin Agel, 505, Setor Centro

Horário de Funcionamento: 08h as 11h – 13h as 16h

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de capa: Trip Advisor

Tradicionais Congadas em Catalão retornam em formato presencial neste fim de semana

Após dois anos de pandemia, o município de Catalão, promove presencialmente, as Congadas neste fim de semana até segunda-feira (10/10). A festa é uma das mais tradicionais e significativas manifestações populares do calendário cultural de Goiás e terá com missas, novenas e cortejos.  

Realizado pela Irmandade Nossa Senhora do Rosário, o evento conta com apoio do Governo de Goiás, por meio do Programa Goyazes da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), e com o patrocínio da Mitsubishi Motors, Novo Mundo e Enel Distribuição Goiás. 

A prefeitura de Catalão também é parceira da ação, apoiando com a doação de toda estrutura e alimentação aos 26 grupos das congadas. A celebração, que foi paralisada por dois anos devido à pandemia, retorna este ano e faz parte da 146ª edição da festa em louvor à Nossa Senhora do Rosário, cuja programação teve início no dia 30 de setembro e segue até o dia 10 deste mês.

Missas, terços e novenas, alvoradas, cortejos e procissões compõem o roteiro que ocorre durante todos os dias. O ponto alto da festa será nos dias 9 e 10, com os cortejos com os andores de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, Reinado, e entrega da coroa. Confira a programação completa do evento, abaixo:

 

Programação

Sábado (8/10)

17h: Cortejo com as bandeiras saindo da casa que leva o nome de Dorivan Duarte e família “in memorian” até a Praça do Rosário, onde serão hasteados os mastros

18h: Missa na Igreja Nossa Senhora do Rosário

 

Domingo (9/10)

9h: Cortejo com os andores de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, Reinado e coroa saindo do Salão Paroquial de São Francisco até a Praça do Rosário

10h: Missa na Igreja Nossa Senhora do Rosário

19h: Missa de encerramento na Igreja Nossa Senhora do Rosário

 

Segunda (10/10)

15h: Cortejo seguido de entrega da coroa saindo da Igreja Matriz São Francisco até a praça do Rosário

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

 

Foto de capa: Reprodução/Visite o Brasil

Estudante de Goiás participa de programa feito em parceria com a Nasa e descobre asteroide

A estudante Mariana Milena, de apenas 18 anos, detectou um asteroide em um programa feito em parceria com a Administração Nacional do Espaço e da Aeronáutica dos Estados Unidos, a Nasa. As informações são do Portal G1 Goiás.

Milena, que é natural da cidade de Catalão, sudoeste goiano, e contou para o G1 sobre a descoberta, feita em fevereiro deste ano: “A gente acha que a ciência é uma coisa distante que está com os cientistas e dentro das universidades, mas não, a ciência está dentro das nossas casas e a gente pode contribuir com cientistas por meio de um computador, como eu fiz”.

A detecção foi registrada no site do projeto no dia 26 de fevereiro e concluiu os estudos no último dia 24 de março. Se trata do “Caça Asteroides”, um programa feito pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), em parceria com a Nasa e com o International Astronomical Search Collaboration (IASC).

“O programa envia pacotes de imagens para nós de um telescópio do Havaí e nós usamos um software para transformar essas fotos em um vídeo e procurar os asteroides. Eles são pontinhos mínimos e nós temos que prestar atenção em cada pixel da imagem”, explicou Mariana.

Conforme Silvana Copceski, coordenadora geral de popularização da ciência, tecnologia e inovação, do MCTI, os estudantes fazem uma primeira detecção, com imagens da maior lente de um observatório no mundo. Após essa etapa, pesquisadores analisam e levam entre 6 a 8 anos para o asteroide ser catalogado e nomeado.

A coordenadora explicou que durante a pesquisa, cada participante faz um relatório da detecção, que passa por análise até por Harward, nos Estados Unidos. Por último, é reconhecido no International Astronomical Union, em Paris, na França.

Por enquanto, asteroide detectado por Mariana se chama “MMS003”, as iniciais do nome dela. Mas a jovem já tem planos para renomear a possível descoberta, ela quer colocar o nome da mãe, Walkiria Prado, que foi uma das incentivadoras do seu sonho na astronomia.

“Minha mãe é formada em biologia e dá aula de ciências, então ela sempre me incentivou. Sobre a astronomia, eu lembro da minha infância quando tinha aulas e tinham imagens do sistema solar na apostila, eram as aulas que eu mais gostava e achava mais interessantes”, contou a jovem.

Mas a paixão pela astronomia ganhou mais força durante a pandemia, sempre antenada na internet, Mariana descobriu um curso na Universidade de São Paulo (USP), onde começou os estudos espaciais.

“O ‘AstroMinas’, foi voltado para empoderar mulheres na ciência. A primeira aula foi de uma professora da USP de astronomia, naquela aula eu fiquei sorrindo igual criança que ganha doce, e pensei: ‘Eu realmente gosto disso’”, falou Mariana.

Com o ensino médio finalizado, Mariana alçou voos para seguir no sonho da astronomia. No momento, não tão longe quanto o asteroide que ela encontrou, mas a cerca de 100 km de sua cidade, na Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Relevância mundial

Silvana explicou que um dos objetivos do programa é formar cidadãos e engajar jovens com a ciência. Contudo, a participação não se limita a isso, segundo ela, pode até salvar vidas.

“Essas detecções podem salvar o planeta, porque a Nasa não tem tantas pessoas, por isso espalhou no mundo. Vamos supor que um asteroide nunca foi visto e pode estar na órbita da Terra, então a Nasa com toda sua tecnologia, pode desviá-lo”, ponderou a coordenadora.

Definido como um programa que abre portas, o Caça Asteroides fornece certificados. O documento é assinado pela Nasa, pelo IASC e pelo Ministro Marcos Pontes, do MCTI.

 

Imagem: Arquivo Pessoal

Orquestra e Coro Sinfônico de Goiânia se preparam para apresentar a primeira ópera na capital

Olhares fixos, corações cheios de expectativa e um público esperando um grande espetáculo. “A décima quarta estação”, primeira ópera de produção totalmente goiana, é uma apresentação inédita da Orquestra e o Coro Sinfônico de Goiânia. O concerto marca a abertura das comemorações do aniversário de 86 anos da capital, entre os dias 1 e 2 de outubro no Teatro Goiânia, a partir das 20h. Os ingressos custam apenas R$20, como preço único e promocional.

A ópera é baseada em fatos reais, que aconteceram no interior de Goiás há muito tempo. A narrativa conta o destino triste do bondoso farmacêutico Antero, que doava remédios a quem precisasse. Porém, tal atitude despertou o ciúme e a ganância do Coronel Rufino, o manda-chuva da cidade, que, pelo temor de perder o poder político, mandou prender e açoitar o farmacêutico pelas ruas até a última estação, a décima quarta. O escritor Miguel Jorge conta que criou a história na década de 1930, quando viajou para Catalão (GO) com um grupo de jovens amigos escritores. “Eu vi essa história, que ficou gravada no meu subconsciente e, passado um tempo, escrevi o conto para mais tarde virar ainda um libreto”, disse. 

Cerca de 100 pessoas estão envolvidas no elenco deste espetáculo produzido pela cultural Laila Santoro, sob direção cênica de Jonas Tavares e regência do maestro Eliseu Ferreira. Segundo Jonas Tavares, produzir a primeira ópera é uma grande oportunidade e ela acompanha o estilo e o clima da capital. “É interessante o fato de ser uma obra contemporânea, pois Goiânia é uma cidade muito jovem, e nossa ópera tem uma linguagem bastante contemporânea, afirma Jonas.

O maestro Eliseu Ferreira garante que será uma grande estreia: “A história foi escrita há mais de dez anos e, agora, vamos reproduzir em ópera, com músicas clássicas universais com influências regionais, relatando tradições goianas como os antigos coronéis. Tenho certeza que será um marco na cultura de Goiás. É muita gente trabalhando e dando o seu melhor. Será uma experiência estética bacana para quem for prestigiar, podem ter certeza disso”, pontua o maestro Eliseu.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Prefeitura de Goiânia (@prefeituradegoiania) em

Serviço

Primeira ópera de produção goiana abre comemorações do aniversário da Capital

Onde: Teatro Goiânia – Rua 23, n° 252 – Setor Central

Quando: Terça e Quarta (01/10 e 02/10)

Horário: 20h

Entrada: R$ 20 (Único e promocional) 

2f60fe1a65beeb3c57293c9c1194f409.png

Siga Curta Mais nas redes sociais:

Curta Mais no Facebook

Curta Mais no Instagram

Curta Mais no Twitter

Idoso de 89 anos ganha festa de aniversário surpresa de enfermeiras de UBS que cuidam dele todos os dias em Catalão, interior de Goiás

Seu Arlindo vai à Unidade Básica de Saúde aferir sua pressão e jogar conversa fora todos os dias na UBS de Catalão, interior de Goiás. Uma não tão pacata cidade, se não fosse os 100 mil habitantes (Senso IBGE 2018) e grande parte universitários, mas que não deixa de conter uma população típica de interior que ainda preza pela prosa, o contato e a simplicidade.

Seu Arlindo possui 89 anos, é viúvo e vive sozinho em Catalão. Idoso típico de interior, sua única companhia do dia é quando ele vai todos os dias à Unidade de Saúde e é recebido pelas enfermeiras.

No dia 11 de junho de 2019, o idoso caminhou até o seu local favorito da cidade e, ao chegar na enfermaria, revelou que aquele era o dia do seu aniversário e que gostaria de comemorar, mas não tinha ninguém pra fazer isso com ele. Não deu outra: as enfermeiras se reviraram e compraram tudo o que ele mais gosta e fizeram a festinha ali mesmo. Segundo o post no Instagram da Julliane Scalia, uma das enfermeiras da UBS, Seu Arlindo vai todos os dias lá para se “curar”, mas que naquele dia quem saiu “curada” foi ela!

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Curta Mais® (@guiacurtamais) em

Com informações do Razões Para Acreditar

‘Homem-Aranha’ assiste pré-estreia de ‘Vingadores: Guerra infinita’ em cinema de Goiás

Uma pessoa fantasiada de Homem-Aranha, roubou a cena na concorrida sessão de pré-estreia do filme ‘Vingadores: Guerra infinita’ na noite desta quarta-feira (25). A sala do Cinema Lumière de Catalão (GO), a 261 km de Goiânia, ficou lotada mas o aranha goiano, que não teve sua identidade revelada, dividiu as atenções do público com o novo filme da Marvel.

O maior encontro de heróis da editora de quadrinhos também marca 10 anos do universo cinematográfico da Marvel e já na sua pré-estreia conquistou os fãs com a produção cheia de ação e humor.

O filme é o principal destaque entre as estreias de cinema em todas salas de cinema do Brasil e do mundo.

Confira o trailer:

Lima Duarte fala de cidades goianas em novela da 9 e repercute nas redes sociais

O ator Lima Duarte, com seu personagem Josafá, na novela “O Outro Lado do Paraíso”, surpreendeu muitos goianos ao citar cidades tradicionais do estado na novela. O conhecido ator, que está fazendo sucesso na produção global, citou cidades como Catalão, Goiânia e a histórica cidade da estrada de ferro e da conhecida Cachoeira do Maratá, Pires do Rio!
Não demorou muito e internautas destas cidades começaram a citar o ocorrido em grupos das respectivas cidades. Uma internauta de Pires do Rio, Juju Alves, afirmou “olha só! Pires do Rio está famoso, está sendo falado até na novela das 9!” Rapidamente a postagem ganhou mais de 100 curtidas e vários piresinos se mostraram impressionados.
Na cena, a protagonista da novela chamada Clara, pergunta se deu trabalho para o personagem de Lima Duarte para criar um carrinho de rolimã e ele responde que não, complementando a resposta afirmando que quando andava de carreta, ele ia para Goiânia, passando por cidades como Catalão e Pires do Rio, parando em um posto e “proseando” com um peão da cidade.
Confira o vídeo clicando no link abaixo.

VÍDEO

O vídeo acima é apenas ilustrativo e o conteúdo pertence única e exclusivamente aos seus produtores originais.

E por falar em cidades queridas, você já participou de nossa enquete que elegerá as melhores cidades turísticas de Goiás? Pires do Rio e Catalão estão participando! Entre e vote!

 

Foto de Capa: Lima Duarte em seu personagem Josafá, em O Outro Lado do Paraíso/Reprodução/Globo.

UFG abre 118 vagas em concurso de nível médio e superior com salários até R$ 4.180,66

Começam nesta sexta-feira (9) as inscrições para o concurso público que irá preencher 118 vagas em níveis médio e superior na Universidade Federal de Goiás.

Segundo o edital, as vagas abrangem os cargos de Assistente em Administração, Técnico de Laboratório, Técnico em Anatomia e Necrópsia, Técnico em Artes Gráficas, Técnico em Audiovisual, Assistente Social, Bibliotecário/Documentalista, Contador e Engenheiro, entre outros.

O regime de trabalho varia entre 20 e 40 horas semanais e os salários previstos vão de R$ 2.446,95 a R$ 4.180,66. As vagas são para Goiânia, Aparecida de Goiânia, Jataí, Catalão e Cidade de Goiás.

As inscrições podem ser feitas pelo site do Centro de Seleção da UFG até o dia 2 de março deste ano.

Homem joga sabão em pó em fonte de Catalão

Um fato curioso ocorreu na cidade de Catalão. A reinauguração da Praça Aguiar de Paula, no centro da cidade, foi alvo de um vândalo que jogou sabão em pó na fonte do local.

De acordo com a Prefeitura de Catalão, o ato foi registrado pelas câmeras de monitoramento e serão analisadas pelas autoridades para que o autor seja identificado.

O evento ocorria com a presença de personalidades políticas locais. A atitude aconteceu logo após a placa de inauguração ter sido descerrada.

611346fb9646a1682e44733b21e775bb.jpg

Rede Bretas de supermercados vende ingresso de cinema mais barato que meia entrada em Goiânia e Catalão

O projeto é inédito no Brasil e, o que talvez muita gente não saiba, já funciona há alguns anos exclusivamente em Goiânia e Catalão. Desde 2010 a rede Lumière de Cinemas, tem uma parceria com os supermercados Bretas e disponibiliza em todas as 20 lojas dessas duas cidades, ingressos com valores diferenciados, mais barato que meia entrada e não precisa da carteirinha de estudante.

A promoção é válida para qualquer dia da semana e inclui feriados. A compra é feita diretamente no caixa de qualquer unidade Bretas. O ingresso 2D é vendido no Bretas por R$10,50. Já o 3D sai por R$13,75. Além disso, o ingresso é valido para Goiânia, Catalão e cidades que contam com salas do Lumière. Confira aqui a loja Bretas mais perto de você.

Onde: Qualquer supermecado da rede Bretas de Goiânia e Catalão.

Quanto: 2D R$10,50 e 3D R$13,75

Validade: 1 ano

ce6091984c49268c6b36bc8fd68e577e.JPG