Goiânia recebe espetáculo inspirado em ”O Mágico de Oz” com entrada acessível

No próximo domingo, dia 25 de fevereiro, o projeto “Domingo Tem Teatro” retorna em colaboração com a Secult, em Goiânia. A obra literária “O MÁGICO DE OZ” será encenada no Teatro Carlos Moreira, a partir das 9h.

A programação do evento oferece atividades para crianças, das 09h às 10h30, como pintura facial, brincadeiras, algodão doce e pipoca. Às 10h30, será apresentada a peça teatral infantil.

A história de “O MÁGICO DE OZ” acompanha Dorothy, que, após ser levada por um ciclone para a Terra de Oz, busca o Mágico para retornar para casa. No caminho, faz amigos como o Espantalho, o Homem de Lata e o Leão Covarde, cada um em busca de algo que acreditam não possuir. Juntos, enfrentam desafios e descobrem que a solução para seus problemas está dentro de si mesmos.

Ingressos

A entrada para o evento é mediante doação de 1 kg de alimento não perecível. As vagas são limitadas.

O Teatro Carlos Moreira fica na Rua 8, Centro.

Ícone da Art Déco em Goiânia, Museu Zoroastro Artiaga será restaurado

O Museu Zoroastro Artiaga, situado na Praça Cívica, no centro de Goiânia, possui uma história fascinante e desempenha um papel significativo na preservação da cultura e história da região. O edifício que abriga o museu foi originalmente construído entre 1942 e 1943 pelo engenheiro polonês Kazimiers Bartoszevsky, em um impressionante estilo Art Déco. Inicialmente, a estrutura foi destinada a sediar o Departamento de Imprensa e Propaganda.

Em 1946, o local foi convertido em um museu e recebeu o nome de ”Zoroastro Artiaga”, em homenagem a uma figura multifacetada que desempenhou papéis importantes na educação, advocacia, geologia e história. Zoroastro Artiaga foi o primeiro diretor da instituição, conferindo-lhe uma conexão direta com o surgimento do museu na capital.

Revitalização

O projeto de restauração do Museu Zoroastro Artiaga foi aprovado pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A obra será realizada pelo Governo de Goiás, por meio de recursos da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), e foi orçada em R$ 6,5 milhões. “Estamos fazendo diversas adequações para que o prédio seja acessível a toda a população. Vamos entregar todos os prédios da Praça Cívica requalificados até 2026”, adianta a secretária de Estado da Cultura, Yara Nunes.

Desenvolvido pelas equipes da Secult, o projeto contempla a recuperação das características originais do prédio e a valorização das qualidades arquitetônicas do acervo Art Déco da capital. Também serão realizadas intervenções de acessibilidade e segurança estrutural com o objetivo de conservar a edificação e requalificar o espaço. A restauração ainda vai contemplar a elaboração de nova proposta museográfica para o espaço.

O museu também vai passar por processo de desinfestação e higienização de seu acervo para poder receber novos desenhos de exposições de coleções de peças arqueológicas, mineralógicas, de etnologia indígena, arte sacra e arte popular que contam a trajetória do estado e da cidade de Goiânia, desde sua fundação até os dias atuais.

A obra será executada pela Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra). O projeto segue para o processo licitatório e a previsão é de iniciar os trabalhos no primeiro semestre de 2024.

O museu faz parte do Circuito Cultural, um ambicioso projeto do Governo de Goiás, que visa revitalizar a Praça Cívica e valorizar a importância de todos os sete prédios do local que carregam a memória e a cultura de Goiás (foto: reprodução Goiás Total)

História e tradição

O Museu Zoroastro Artiaga é de importância singular, sendo o primeiro museu da cidade. Além de sua significativa relevância cultural, o edifício foi tombado como Patrimônio Arquitetônico e Histórico Estadual em 1998, destacando a importância de sua arquitetura e contribuição histórica para o estado de Goiás, e em 2004 foi tombado pelo Iphan.

O acervo do Museu Zoroastro Artiaga é diversificado, abrangendo peças históricas, artísticas e culturais relacionadas à região. Visitantes têm a oportunidade de explorar exposições que refletem a rica herança de Goiânia e suas contribuições para a história do Brasil.

Com suas exposições permanentes e temporárias, o museu proporciona uma experiência enriquecedora para todos que buscam compreender a história e a cultura da região.

O Museu Zoroastro Artiaga não apenas é uma joia arquitetônica em estilo Art Decó, mas também desempenha um papel crucial na preservação e divulgação da rica história e cultura de Goiânia e do estado de Goiás.

 

Veja também:

 

7 restaurantes no centro de Goiânia que você precisa conhecer

Para quem está em busca de uma experiência culinária excepcional no coração da capital goiana, está no lugar certo. O centro da cidade abriga uma variedade de restaurantes que prometem satisfazer os paladares mais exigentes.

Prepara-se para uma jornada que irá encantar o seu paladar e deixar na memória o sabor de culinárias únicas. Veja as 7 dicas que o Curta Mais preparou.

Acanto Restaurantes 

Combinando tradição e inovação, o Acanto Restaurantes transformam ingredientes locais em verdadeiras sinfonias de sabor, oferece saladas, grelhados, risotos, crepes, massas, sucos e açaí na tigela, ambiente casual com opção de encomendas.

 

Endereço: R. 15, 32 – St. Central, Goiânia – GO, 74030-060

Horário de funcionamento: Segunda-feira a sábado das 11h às 15h.
Telefone: (62) 3229-3712

 

Restaurante Sabor d´Casa

Um tesouro culinário dedicado à riqueza e tradição da culinária árabe semanalmente em ambiente despojado e enxuto de rotatividade.

 

Endereço: R. 24, 406 – St. Central, Goiânia – GO, 74030-060

Horário de funcionamento: Segunda-feira a sábado das 11h às 14h30

Telefone: (62) 3093-5462

 

Restaurante Center Grill

A cozinha caseira do dia a dia no buffet com churrasco de carnes diversas em um espaço simples de rotatividade.


Endereço: Rua 4 n 310 Qd 55 Lt 09 – St. Central, Goiânia – GO, 74020-060

Horário de funcionamento: Segunda-feira à sábado das 11h às 14h30

Telefone: (62) 3213-0183

 

Restaurante Dona Fiinha

Comida a quilo com pratos clássicos como feijoada, frango com quiabo e feijão tropeiro em um espaço simples.

Endereço: Rua 9 n 528 Qd 24 Lt 64 – St. Central, Goiânia – GO, 74013-040

Horário de funcionamento: Segunda-feira à sábado das 11h às 14h15

Telefone: (62) 3922-2612

Restaurante popular

O restaurante popular oferece refeições mais acessíveis e de boa qualidade. Um local voltado a atender às necessidades nutricionais básicas de seus clientes, proporcionando um ambiente acolhedor e uma culinária deliciosa. 

Endereço: Rua 72 Qd 128 – St. Central, Goiânia – GO, 74045-120

Horário de funcionamento: Segunda-feira à sábado das 11h às 14h30

Telefone: (62) 3224-6150 

 

Danove Restaurante

 

Altamente recomendado para os amantes da culinária, destacando-se por seu churrasco e ótimo atendimento. O serviço de qualidade é um dos principais fatores para o sucesso do estabelecimento.

Endereço: Rua 9 n 468 – St. Central, Goiânia – GO, 74013-040

Horário de funcionamento: Segunda-feira à sábado das 11h às 14h

Telefone: (62) 3223-5305

 

Restaurante Cabaça de Mel

A Cabaça de Mel oferece aos seus clientes uma alimentação de qualidade, feita com todo o cuidado e com ingredientes de qualidade. Além de oferecer todo o conforto em seus ambientes.

 

Endereço:Centro de Convenções, portão 3, Avenida Paranaíba, 1631- St. Central, Goiânia – GO, 74025-010 

Horário de funcionamento: Segunda-feira à sexta-feira das 11h às 14h45

Telefone: (62) 3095-2111

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher. 

Goiânia recebe mais uma edição do Chorinho nesta sexta com entrada gratuita

Nesta sexta-feira (26/5), a Secretaria Municipal de Cultura (Secult) da Prefeitura de Goiânia apresenta mais uma edição do projeto Chorinho. O evento será realizado na antiga Estação Ferroviária, localizada na Praça do Trabalhador, no centro da capital. A primeira apresentação da noite, marcada para as 19h20, será do Quinteto Flor do Cerrado, seguida, às 20h30, pelo cantor de samba Fernando Boi. As atrações são gratuitas e abertas ao público. 

De acordo com o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, a realização do Chorinho “é mais uma programação cultural feita com investimento e dedicação para que a população aproveite momentos de boa música, lazer e entretenimento com segurança. Tudo muito bem organizado com apoio da Guarda Civil Metropolitana, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros para que o Chorinho, já tão tradicional na nossa cidade, aconteça com a qualidade que Goiânia merece”, ressalta.

No total, em 2023, serão 12 edições com a apresentação de 24 bandas, de abril a setembro. “Produzimos o Chorinho com todo cuidado e carinho para que seja um evento familiar, seguro, com estrutura de banheiros, tenda, cadeira, e, claro, diversão garantida”, afirma o secretário municipal de Cultura, Zander Fábio.

Chorinho

O Chorinho é promovido quinzenalmente pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult), da Prefeitura de Goiânia, e reúne em média duas mil pessoas por edição para show de choro e samba. Realizado desde 2003, anteriormente na porta do Grande Hotel, mas agora na Antiga Estação Ferroviária, o projeto conta, em 2023, com 12 edições e apresentação de 24 bandas (duas por sexta). Por conta da pandemia, o evento esteve suspenso, tendo seu retorno em novembro de 2021.  

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Goiânia recebe encontro com mais de 100 brechós e entrada gratuita

Na próxima quarta-feira (24), no feriado da padroeira de Goiânia, a capital será palco de um dos maiores eventos de moda sustentável da região: o Encontro de Brechós. Mais de 100 estabelecimentos se unirão em frente ao icônico Grande Hotel, localizado na esquina da Rua 3 com a Avenida Goiás, Centro. A entrada é gratuita.

O Encontro de Brechós, que já está em sua 7ª edição, acontece a partir das 10h, e oferece aos visitantes a oportunidade de encontrar uma vasta seleção de peças seminovas e até mesmo novas, em excelente estado de conservação. As opções são variadas, abrangendo roupas femininas, masculinas, infantis e plus size, com estilos que vão desde o popular até as renomadas marcas de grife. Aqueles que optam por adquirir itens em brechós podem economizar até 80% em suas compras, uma alternativa acessível e ecologicamente consciente.

Desde sua criação, o Encontro de Brechós já comercializou aproximadamente 600 toneladas de roupas em bom estado de conservação, promovendo uma economia circular e sustentável na cidade. Além disso, o evento tem desempenhado um papel fundamental na geração de renda complementar para mais de 200 pessoas, principalmente mulheres empreendedoras que encontram no universo dos brechós uma oportunidade de negócio.

O evento contará com uma programação diversificada para atender a todos os públicos. Além das inúmeras opções para renovar o guarda-roupas, os participantes poderão desfrutar de atrações musicais ao longo do dia, uma área dedicada às crianças e uma praça de alimentação repleta de delícias gastronômicas.

 

SERVIÇO:

Encontro de Brechós

Quando: 24 de Maio

Onde: Esquina da Rua 3, com a Avenida Goiás, Centro de Goiânia.

Horário: das 10 às 19 horas

Entrada franca

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Ponto de encontro tradicional e gratuito do Carnaval em Goiânia é histórico e fala muito sobre juventude da cidade

Quem chega em Goiânia para passar o carnaval, mesmo sabendo que a cidade não guarda tradições como Rio de Janeiro ou Salvador, tem como parada obrigatória a Rua do Lazer na região central. O que poucos turistas sabem é que a via histórica tem arquitetura inspirada nas ruas francesas e reúne a juventude goianiense para momentos de lazer a mais de cinco décadas. 

carnaval

Imagem: reprodução J. Lee Aguiar

Nem sempre a rua foi dedicada ao lazer, alegria e calmaria. Antigamente carros passavam no local. Foi em 1977, sob governo do então prefeito Chiquinho de Castro, que ela foi reprojetada para ser uma via exclusiva aos pedestres.

Rua

Imagem: Marcos Aleotti Fotografia – Curta Mais 

Aquele pedaço da Rua 8 se tornou palco de convivência social. Na década de 1980, a instalção de lanchonetes, discotecas e um cinema serviu de atrativo aos jovens da época.

Rua

Com origem francesa, o Art Déco se instalou naqueles pequenos metros de rua. Alguns bancos foram dispostos ali de forma a se encaixar nas calçadas a fim de trazer uma singela menção aos bistrôs parisienses. Outra importante referência à capital francesa é desenhada pela imponente fachada rosa do Goiânia Palace Hotel, fundado em 1935.

goiânia

Imagem: reprodução Goiânia Palace Hotel

goiania

Ao entrar na espécime de praça, o visitante se depara com a placa “Rua do Lazer: Sentir em qualquer canto um encanto qualquer”. Aos frequentadores locais, a charmosa Rua do Lazer é como um pedaço de casa rodeado por pessoas novas. Um centro jovem e alternativo que exibe uma Goiânia que vai além do pequi e sertanejo.

Com monitoramento por camêras, a Rua do Lazer foi revitalizada durante a gestão do ex-prefeito Iris Rezende. A ‘Nova Rua do Lazer’ foi inaugurada em 2019. Para o ex-prefeito, aquela reforma de revitalização seria um ponto de vida ao centro de Goiânia.

Hoje o lugar serve como um dos principais points aos jovens goianos. Suas dependências e redondezas abrigam áreas de esporte e cultura, lojas de discos e um café-bar batizado como “Zé Latinhas”. Durante o período de carnaval, o local é sede de carnaval gratuito com diferentes atrações e cerveja gelada.

Carnaval

carnaval

Imagem: reprodução J. Lee Aguiar

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Pauta desenvolvida pela estagiária de jornalismo Julia Macedo com a supervisão da jornalista Fernanda Cappellesso.

 

Primeiro hotel de Goiânia nasceu luxuoso e se tornou point da alta sociedade da cidade

A construção do primeiro hotel de luxo em Goiânia começou no ano de 1935,  mas a construção só foi entregue em janeiro de 1937. O Grande Hotel Goiânia foi um dos três primeiros prédios da cidade. 

 

Uma combinação de estilos modernistas com habilidade fina e materiais ricos, o hotel é um simbólico prédio do movimento arquitetônico Art Déco. Em sua inauguração, o Grande Hotel era um monumento que representava luxo, glamour e exuberância. Para os cidadãos goianos era sinal de crescimento social, econômico e tecnológico.

grande

 

O prédio conta com 60 quartos no total, distribuídos em três pavimentos. Dentre essa dezena de quartos, quatro deles são de alto luxo.  O restaurante-bar se tornou, na época, o ponto de encontro da sociedade goianiense.

 

Foi posicionado estrategicamente, entre as principais avenidas Tocantins, Araguaia e Independência, contendo dois eixos, a Avenida Goiás e a Avenida Anhanguera.

 

Em 1991, o hotel foi tombado como Patrimônio Histórico e Cultural de Goiás, sendo um dos 20 bens formadores do patrimônio do estilo arquitetônico do estado.  O local Foi tombado como patrimônio histórico de Goiânia pelo IPHAN em 18 de novembro de 2003

 

Por muitos anos, o hotel foi símbolo importante do centro de Goiânia. Um grande polo cultural, hospedou inúmeros visitantes que chegavam à cidade, seja a passeio ou a negócios. O hotel tinha a capacidade de proporcionar o ambiente ideal para que os artistas se encontrassem com um público desprovido de formalidades. 

 

Durante as noites, Maria Nazaré Jubé Jardim tocava piano para animar as reuniões que aconteciam no interior do hotel e fazer com que o público se sentisse acolhido. Os eventos sociais eram frequentes nos salões do Grande Hotel, principalmente nos sábados a noite. 

 

Ao longo dos anos, o local foi perdendo sua identidade arquitetônica e cultural. No ano de 2004 as instalações passaram por reformas para receber a Casa Cor. De sua construção original só resta a estrutura da fachada. 

Hoje o espaço abriga o Núcleo Centro Cultural Grande Hotel, onde são realizados cursos e qualificações para jovens, adultos e crianças. O Núcleo integra a Secretaria Municipal de Cultura (Secult).

 

Leia também: 

Maior bairro de Goiânia tem mais habitantes que muitas cidades de Goiás e se destaca pela presenças de casas aconchegantes

 

 

grande

Centro de Goiânia terá sessão de cinema gratuita voltada para o público infantil neste domingo

 

O Cinealmofada realiza a quarta e última sessão desta edição do projeto, neste domingo (25/09), no telão montado em frente ao Centro Cultural Marietta Telles Machado, na Praça Cívica. Realizada com o apoio do Cine Cultura, a iniciativa terá atividades com foco nas crianças.

 

A programação totalmente gratuita começa  às 18h com pintura facial e esculturas com balões. Ainda haverá uma edição especial do concurso de almofadas mais criativas. Os três vencedores ganharão brindes e pipoca.

 

O filme escolhido para ser exibido foi a animação “O Menino e o Mundo”, de Alê Abreu, que foi indicado ao Oscar de 2016. O longa traz a história de um menino que deixa sua aldeia e descobre um mundo fantástico dominado por máquinas-bichos e estranhos seres. Uma inusitada animação que retrata as questões do mundo moderno através do olhar de uma criança.

 

O Cinealmofada é um projeto contemplado pelo Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás e uma realização da Barroca Filmes e Coletivo Cine Cultura.

 

Serviço

Cinealmofada | Temporada 2022 – Sessão 4

Data: 25 de setembro (domingo)

Local: Praça Cívica, em frente ao prédio do Centro Cultural Marietta Telles Machado.

Horário: 18h (Com pintura facial e escultura com balões)

Entrada Franca

 

 

 

 

Foto: Divulgação

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

 

Chorinho volta a acontecer nesta sexta no Centro de Goiânia

O Chorinho retorna com sua programação cultural em Goiânia, nesta sexta-feira (16), no Centro Cultural Frei Confaloni, na Antiga Estação Ferroviária, localizada na Praça do Trabalhador. As atrações acontecem quinzenalmente e seguem até novembro, sempre às sextas a partir das 19h. Com entrada gratuita, o evento é realizado pela Secretaria Municipal de Cultura de Goiânia (Secult).

Tradição na cidade, o Chorinho acontecia na calçada do Grande Hotel, na Avenida Goiás. Mas desde quando foi retomado, no ano passado após dois anos suspensos por conta da pandemia da Covid-19, a Secult anunciou que o projeto seria itinerante, com edições na Praça do Trabalhador, na Praça Universitária e no Palácio de Cultura. Mas após ampla participação do público no Centro, o secretário municipal de Cultura, Zander Fábio, decidiu manter as apresentações no mesmo local.

Para esta sexta, a programação do evento conta com apresentação do músico Júlio Lemos, que entoa canções brasileiras em formato acústico, e o grupo Heróis de Botequim (foto).

O prefeito Rogério Cruz lembra que a realização do Chorinho “é pensada com muito carinho, pois é um evento aguardado e querido pela população”. “Mais uma programação cultural feita com muita dedicação para que os goianienses aproveitem momentos de boa música, lazer e entretenimento, com estrutura e segurança. Tudo muito bem organizado para que o Chorinho aconteça com a qualidade que a população merece”, ressalta.

Confira abaixo a programação completa:

Dia 16 de Setembro

Júlio Lemos Brasil Acústico

Heróis de Botequim

 

Dia 30 de Setembro

Casca Grossa

Lucas Borges

 

Dia 14 de Outubro

Grupo Saci

Lucas e Os Caras

 

Dia 28 de Outubro

João Garoto e Grupo Brasileirinho

Chá de Gim

 

Dia 11 de Novembro

Grupo Ariá

Os Meninos

 

Dia 25 de Novembro

Brasil in Trio e convidados

Beaju – Clara Nunes 80 Anos

 

Horários:

Grupo de choro: das 19h20 até 20h20

Grupo de samba: das 20h30 até 22h

 

Imagem: reprodução Diário da Manhã

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Centro de Goiânia será palco para samba raiz, forró e MPB nesta véspera de feriado

Nesta terça-feira (6), o Quintal do Jajá recebe programação com roda de samba raiz, forró e um show acústico de MPB. A entrada na casa será no valor de R$ 10 por pessoa e o local funcionará das 18 horas à meia-noite. O espaço, fica na Rua 15, nº 538, no Setor Central, em frente à Praça Dr. Carlos de Freitas. O som ficará por conta de Ricardo Coutinho e outros músicos convidados, que farão uma roda de samba raiz, forró e MPB a partir das 20 horas.

 

No repertório, estarão presentes sucessos de Chico Buarque, Dona Ivone Lara, Diogo Nogueira, Zeca Baleiro, Adoniran Barbosa, Zeca Pagodinho, Vinicius de Moraes e Toquinho, entre outros artistas brasileiros renomados. O compositor, cantor e violonista Ricardo Coutinho tem mais de 20 anos de carreira e começou sua trajetória na música em Brasília. Após fazer uma pausa, voltou a tocar em Goiânia, há mais de 15 anos.

 

No início de sua carreira, ele tocou rock e pop, tendo integrado a banda de rock Veto Popular. Após deixar a banda, dedicou-se ao samba e à MPB, principalmente, e fundou o grupo de samba Balaio de Bambas, no qual atua como vocalista. Para aproveitar ainda mais a véspera do feriado, o público do estabelecimento poderá pedir diversos petiscos e bebidas enquanto aprecia o show.

 

Entre as opções de tira-gostos, estão croqueta suína, tábua de frios, pasteizinhos variados, linguiça recheada e batata frita especial. O Quintal do Jajá disponibiliza o telefone (62) 98484-7100 para quem quer fazer reservas de mesas, conseguir mais informações ou tirar dúvidas. Esse número também atende pelo WhatsApp. O espaço cultural e gastronômico fica na Rua 15 nº 538, no Setor Central, em frente à Praça Dr. Carlos de Freitas.

 

Foto: Divulgação

Centro de Goiânia será palco para forró e roda de samba com entrada gratuita

Nesta quinta-feira (18), o Quintal do Jajá recebe programação com roda de samba raiz, baião, samba-rock e forró, além de um show acústico de MPB. A casa, terá entrada gratuita e funcionará das 18 horas à meia-noite, fica na Rua 15 nº 538, no Setor Central, em frente à Praça Dr. Carlos de Freitas.

As apresentações terão início às 20 horas, com a roda de samba comandada por Ricardo Coutinho e outros músicos convidados. Juntos, eles interpretarão sucessos de Adoniran Barbosa, Beth Carvalho, Chico Buarque, Zé Keti, Dona Ivone Lara, Seu Jorge, Alceu Valença, Luiz Gonzaga, Gonzaguinha e outros artistas de renome. Logo depois, Coutinho fará um show intimista de MPB, no formato voz e violão, tocando canções de nomes como Oswaldo Montenegro, Lenine e Zeca Baleiro.

Happy Hour

Além dos shows, o espaço cultural e gastronômico terá promoções nesta quinta-feira, que serão válidas das 18 às 20 horas, período do Happy Hour. Um exemplo são petiscos que poderão ser pedidos com desconto nesse horário. Entre as bebidas, o público terá à disposição duas marcas de cerveja com desconto. Já para os amantes de drinks, o estabelecimento terá outra ação promocional: o cliente que pedir dois drinks iguais ganhará o terceiro.

 

Serviço

O que: Roda de samba raiz, baião, samba-rock e forró e show de MPB no Quintal do Jajá com Ricardo Coutinho e convidados

Quando: 18 de agosto (quinta-feira)

Horário: de abertura da casa: 18h / apresentação às 20h

Onde: Quintal do Jajá (Rua 15, nº 538 – Setor Central)

Contato: (62) 98484-7100

Entrada: gratuita

 

 

Foto: Divulgação

 

Centro de Goiânia recebe apresentações culturais durante o fim de semana

O Centro de Goiânia recebe apresentações culturais nesse final de semana. Com entrada gratuita, a “Ocupação Brasileirado” se apresenta no Teatro Goiânia e na Vila Cultural Cora Coralina. Nesta sexta-feira (01), às 18h30, o palco recebe o grupo “Passarinhos do Cerrado”, criado em 2006. Com a proposta musical baseada na cultura popular brasileira, tendo como referência as manifestações do Centro-Oeste e Nordeste do país, o grupo apresenta músicas para todas as idades.

 

Além do show, a programação terá também atividades para adultos e crianças. Na sexta-feira haverá oficina de música infantil para a criançada, logo após show com o Caboclo Roxo, oficina de danças brasileiras, exibição do filme “O coco, a roda, o pneu e o farol de Mariana Brennand.

No sábado (2), haverá uma contação de Histórias de Alumbramento, pela Cia Carne de Língua para o público infantil, em dois horários, às 10h e às 12h. O dia será encerrado com a caravana da Cia Donz de Teatro Musical. Toda a programação é gratuita e aberta ao público. É só chegar e escolher a sua atividade do dia.  

 

Sexta:

9h30 – Oficina de música infantil para deficientes visuais- Julia Holanda (GO)

13h- Show Caboclo roxo (GO)

14h- Oficina Danças Brasileiras – Antônio Meira (SP)

14h – Filme: O Coco, a Roda, o Pnêu e o Farol Mariana Brennand (RJ)

18h30 –Show Passarinhos do Cerrado (GO)

 

Sábado:

10h – Histórias de alumbramento – Cia Carne de Língua (SP)

12h -Histórias de alumbramento – Cia Carne de Língua (SP)

 18h – Caravana – Cia Dons de Teatro Musical (SP)

 

Domingo:

18h – Caravana – Cia Dons de Teatro Musical (SP)

 

Serviço

O que: Ocupação de Cultura Popular Brasileira Teatro Goiânia

Quando: 27 de junho a 27 de julho

Onde: Teatro Goiânia e Vila Cultural Cora Coralina

 

Para mais informações acesse @brasileirado.cultura

 

Foto: Rafaella Passos/ Passarinhos do Cerrado

‘O Mágico de Oz’ será exibido em sessão gratuita de cinema ao ar livre em Goiânia

O clássico filme “O Mágico de Oz” foi a obra selecionada pelo público para abrir a terceira edição do Cinealmofada, que começa neste domingo (26), a partir das 19h. O local é o mesmo das edições passadas, a Praça Cívica, em tela de projeção montada no Centro Cultural Marieta Telles Machado, sede do Cine Cultura e do Museu da Imagem e do Som de Goiás.
 
As duas últimas edições do Cinealmofada aconteceram nos anos de 2012 e 2014 e reuniram milhares de pessoas que apreciam o cinema como forma de lazer, reflexão e expressão cultural. Há 8 anos a Praça Doutor Pedro Ludovico Teixeira, chamada comumente de Praça Cívica, foi a tela preenchida com olhos atentos de pessoas que levavam suas almofadas e apetrechos, bebidas e petiscos, para acompanhar uma programação especial, criada com a participação do público e com o principal propósito de ocupar o espaço público comum com arte, por meio de obras cinematográficas que marcaram gerações.

O Cinealmofada 3ª Temporada é um projeto contemplado pelo Edital de Dinamização de Espaços Culturais do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás, apresentado pelo Fundo de Arte e Cultura de Goiás, Secretaria do Estado de Goiás e Governo de Goiás. Uma realização da Barroca Filmes e Coletivo Cine Cultura, apoiado pelo Cine Cultura. As sessões contarão com espaços destinados a pessoas com deficiência, as falas dos organizadores serão interpretadas em Libras e os filmes serão legendados.

A edição de 2022 acontece todo último domingo dos meses de junho, julho (31), agosto (28) e setembro (25), sempre às 19 horas. 

Sobre o filme

A trama narra a história de Dorothy e seu cachorro Totó que são levados para a terra mágica de Oz quando um ciclone passa pela fazenda de seus avós no Kansas. Eles viajam em direção à Cidade Esmeralda para encontrar o Mago Oz e no caminho encontram um Espantalho, que precisa de um cérebro, um Homem de Lata sem um coração e um Leão Covarde que quer coragem. O Mago pede ao grupo que tragam a vassoura da Bruxa Malvada do Oeste a fim de ganharem sua juda.

O filme se tornou um clássico do cinema e conta com músicas marcantes como ”Somewhere Over the Rainbow”, cantada pela protagonista, interpretada pela atriz Judy Garland.

Imagem: Divulgação IMDb

 

Centro de Goiânia terá sessões de cinema ao ar livre com entrada gratuita

Começa, a partir de 26 de Junho, a 3ª Edição do Cinealmofada na praça Cívica, centro de Goiânia. A programação acontece sempre nos últimos domingos de cada mês, em junho (26), julho (31), agosto (28) e também em setembro (25), sempre às 19h e com entrada gratuita. A projeção será montada no Centro Cultural Marieta Telles Machado, sede do Cine Cultura e do Museu da Imagem e do Som de Goiás.

O projeto contará com espaços destinados a pessoas com deficiência, as falas dos organizadores serão interpretadas em Libras e os filmes serão legendados. Segundo a produtora Camilla Margarida, um dos principais objetivos do Cinealmofada é a democratização do cinema e a valorização dos espaços destinados ao cinema independente. De acordo com Camilla, o projeto nasceu em 2012 justamente porque o Cine Cultura estava fechado para reforma, e, naquele ano, sem perspectiva de reabertura.

Sobre o evento, Camilla ainda complementa: “O Cinealmofada é isso! É um cinema democrático, é livre para todo mundo, é na praça, é ao ar livre, um lugar onde as pessoas não se constragem em ir. Então, a ideia é, de fato, criar esse ambiente acolhedor, aberto para os mais diversos tipos de público, sem restrições sociais, com todos os aspectos de acessibilidade garantidos’’.

Sessões temáticas

Ao todo serão quatro sessões abertas de cinema, com exibições dos filmes mais votados pelo público, escolhidos entre uma lista de 12 títulos, pré-definidos pela equipe de curadores. Para cada sessão, os produtores do evento definiram um tema, quais são:

Sessão 1 (26 de junho): A chegada do trem à estação: o primeiro cinema e o descortinamento de um mundo novo;

Sessão 2 (31 de julho):  A cidade é uma só: filmes que proponham reflexões sobre as relações entre as pessoas e os espaços urbanos;

Sessão 3 (28 de agosto): De volta para o futuro: filmes que investigam a materialidade da memória por e a partir do cinema;

Sessão 4 (25 de setembro): O cinema e o mundo: filmes que construam universos ampliando o horizonte do olhar. 

Votação popular

Assim como nas edições anteriores, o público é soberano na escolha dos filmes, a partir de uma lista tríplice criada pela equipe de curadoria. E esse é outro diferencial do projeto: a possibilidade de participação do público, que define qual obra cinematográfica ocupa a tela e preenche a noite de domingo da audiência presente.

A primeira enquete, para escolha do filme a ser exibido na sessão de abertura (26/06), ficará disponível na internet, nas redes sociais do CineAlmofada, nos dias 14 e 15 de junho. O resultado da votação será divulgado no dia 16 de junho.

Os filmes disponíveis para votação para a sessão do dia 26/06 já estão sendo divulgados, são eles: O Grande Ditador (1940 – Direção: Charlie Chaplin – Duração: 2h05); O Mágico de Oz (1939 – Direção: Victor Fleming – Duração: 1h52); Especial Buster Keaton, com Vizinhos Vigilantes (1920 – Duração: 18 minutos) e Sete Oportunidades (1925 – 56 minutos).

 O Cinealmofada é um projeto contemplado pelo Edital de Dinamização de Espaços Culturais do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás 2018, apresentado pelo Fundo de Arte e Cultura de Goiás, Secretaria do Estado de Goiás e Governo de Goiás. Uma realização da Barroca Filmes e Coletivo Cine Cultura, apoiado pelo Cine Cultura. 

Para mais informações e conferir as próximas votações, acesse o perfil oficial do projeto no Instagram.

 

Imagem: Divulgação assessoria

Goiânia recebe Feira de Vinil neste fim de semana com entrada gratuita

Neste sábado, 14, Goiânia recebe a 3ª Edição do Centrão, evento que une arte, cultura e música, e a tradicional Feira de Vinil que reúne expositores que estarão vendendo discos para todos os gostos, incluindo títulos raros, importados e promocionais.

O evento, que acontece na Rua 8, começa a partir das14h e segue até as 23h com discotecagem de seis DJs como Renato Vital, Mauricio Motta, Ivan Pedro, Gordogroove, Electrovinil e Pridjey.

A feira retorna à capital depois de alguns meses, trazendo várias novidades em discos, além de comidas, bebidas e drinks para todos os gostos, oferecidos pelos bares Zé Latinhas e Casa Liberté, que contribuem na produção do evento juntamente com o Müquifü Cultural.

O Centrão, que teve sua primeira edição em agosto do ano passado, visa contribuir para a revitalização e ocupação cultural do centro de Goiânia.

SERVIÇO:

3ª Edição do Centrão – Feira de Vinil

Quando: sábado, 14 de Maio

Onde: Rua 8, Centro

Programação:

Renato Vital – 14h

Mauricio Motta – 15h30

Ivan Pedro – 17h

Electrovinil – 18h30

Gordogroove – 20h

Pridjey – 21h30

23h – Encerramento

Entrada franca

 

Imagem: Divulgação Müquifü Cultural

 

Na palma da mão

Acesse linktr.ee/guiacurtamais e fique por dentro do que há de melhor em conteúdo. O Curta Mais é a multiplataforma mais completa e confiável de cultura, gastronomia, entretenimento, política e negócios de Goiás.