Governo investe mais de meio bilhão em ações culturais no estado em 2024

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, vai lançar um pacote de investimentos em eventos culturais e ações de fomento ao microempreendedorismo. O Impulso Goiás, executado pelas secretarias da Retomada e da Cultura, será destinado ao fortalecimento das economias locais em regiões turísticas do estado.

O Governo estadual vai investir R$ 546 milhões por meio de festivais consagrados como o TeNpo, Fica e Canto da Primavera; do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO); de leis de apoio à cultura e de ações em parceria com o sistema Fecomércio e Sesc.

O evento de anúncio, que será realizado no Centro Cultural Oscar Niemeyer nesta quinta-feira (1º), vai marcar a abertura do calendário cultural 2024, com a divulgação da programação do Carnaval em Goiás pelas prefeituras dos municípios de Jaraguá, cidade de Goiás, Aruanã, Caiapônia, Pirenópolis, Britânia, Três Ranchos, entre outras.

Também na esplanada, os foliões poderão fazer a customização dos abadás do pré-carnaval da Liga Oficial dos Blocos, que acontecerá no próximo sábado (03/02), com apoio do Governo do Estado e do Sesc. Alunos de moda da UEG e costureiras que se formaram na confecção com benefícios do programa Goiás Social vão atender gratuitamente os interessados.

 

Veja também:

Cinema Gratuito em Goiânia: Cine Cultura apresenta filmes premiados em festival neste fim de semana

A 24ª Edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental ocorreu no mês de junho, com a exibição de diversos filmes em sua programação. Mas se você não conseguiu ir até a Cidade de Goiás prestigiar a sétima arte, você tem mais uma chance de assistir alguns dos filmes premiados no festival, e o melhor, totalmente gratuito. Neste sábado e domingo, (22 e 23/7), o Cine Cultura realizará a mostra com curtas, médias e longas-metragens da última edição do FICA.

 

O evento contará com 15 produções audiovisuais com temática ambiental, selecionados das mostras Becos da Minha Terra, Cinema Goiano e Washington Novaes. Os destaques são para os longas Aya, De Simon Coulibaly Gillard, que venceu o prêmio de Melhor Filme do Festival, e Adrian Cowell: 50 anos no Brasil, ganhador da categoria de Melhor Filme Goiano. 

 

Confira a programação:

 

22/07 – Sábado

16h30: Mostra Becos da Minha Terra – duração total: 55 min.

– Melhor Som: “Mole” (06 min, livre, dir: Emilliano Freitas)

– Melhor Roteiro: “Pensão Alimentícia” (16 min, livre, dir: Silvana Beline)

– Melhor Montagem: “Caminharte” (16 min, livre, dir: Helder Antônio, Lucinete Morais, Vincent Gielen)

– Melhor Direção e Melhor Filme: “Darcy e Lena” (17 min, livre, dir: Jadson Borges)

 

17h45: Mostra do Cinema Goiano – total: 120 min.

– Melhor Som e Fotografia: “João de Barro” (23 min, 12 anos, dir: Absair Weston)

– Melhor Roteiro: “Trans_formação de identidades da noite” (26 min, livre, dir: Patrick Mendes)

– Melhor Animação: “Vírus” (09 min, livre, dir: Lucas Montes Silva)

– Melhor Filme Experimental e Montagem: “Afro X” (12 min, livre, dir: Gleyde Lopes e Alexandre Lopes)

– Melhor Ficção: “Entredentes” (20 min, 16 anos, dir: Daniel Duarte)

– Melhor Documentário, Direção, Atuação e Trilha Musical: “Marta Kalunga” (30 min, livre, dir: Marta Kalunga, Lucinete Morais e Thaynara Rezende)

 

20h15: Mostra de Cinema Ambiental Washington Novaes

– Melhor Filme: “Aya” (Bélgica/França, 91 min, livre, dir: Simon Coulibaly Gillard)

 

23/07 – Domingo

14h30: Mostra do Cinema Goiano – total: 120 min.

– Melhor Som e Fotografia: “João de Barro” (23 min, 12 anos, dir: Absair Weston)

– Melhor Roteiro: “Trans_formação de identidades da noite” (26 min, livre, dir: Patrick Mendes)

– Melhor Animação: “Vírus” (09 min, livre, dir: Lucas Montes Silva)

– Melhor Filme Experimental e Montagem: “Afro X” (12 min, livre, dir: Gleyde Lopes e Alexandre Lopes)

– Melhor Ficção: “Entredentes” (20 min, 16 anos, dir: Daniel Duarte)

– Melhor Documentário, Direção, Atuação e Trilha Musical: “Marta Kalunga” (30 min, livre, dir: Marta Kalunga, Lucinete Morais e Thaynara Rezende)

 

16h50: Mostra Becos da Minha Terra – duração total: 55 min.

 

– Melhor Som: “Mole” (06 min, livre, dir: Emilliano Freitas)

– Melhor Roteiro: “Pensão Alimentícia” (16 min, livre, dir: Silvana Beline)

– Melhor Montagem: “Caminharte” (16 min, livre, dir: Helder Antônio, Lucinete Morais, Vincent Gielen)

– Melhor Direção e Melhor Filme: “Darcy e Lena” (17 min, livre, dir: Jadson Borges)

 

18h: Mostra de Cinema Ambiental Washington Novaes – total: 102 min.

– Prêmio do Júri Jovem: “À Beira do Rio das Almas” (Brasil, 16 min, livre, dir: Taize Inácia)

– Melhor Curta-metragem: “Febre da Mata” (Brasil, 10 min, livre, dir: Takumã Kuikuro)

– Melhor Direção e Prêmio do Júri Popular: “Rejeito” (Brasil, 76 min, livre, dir: Pedro de Filippis)

 

20h: Mostra de Cinema Ambiental Washington Novaes

– Melhor Filme Goiano: “Adrian Cowell: 50 anos no Brasil” (104 min, livre, dir: Vicente Rios)

 

Serviço:

Mostra de Filmes do 24 FICA 

Onde: Cine Cultura, Centro Cultural Marietta Telles Machado – Praça Dr. Pedro Ludovico Teixeira, 2 – St. Central

Quando: 22 e 23 de julho 

Horário: Sábado às 16:30, 17:45 e 20:15 / Domingo às 14:30, 16:50, 18:00 e 20:00 

ENTRADA GRATUITA

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

 

Foto: Reprodução/ Secult

 

Gabriel O Pensador faz show neste sábado no Fica substituindo Criolo

O Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica), que acontece na cidade de Goiás, terá uma mudança em sua programação musical. O rapper Criolo cancelou sua apresentação por motivos de saúde, mas para substituí-lo, o talentoso Gabriel O Pensador fará um show imperdível neste sábado (17).

Gabriel O Pensador é um dos artistas mais importantes do hip hop brasileiro. Com sua poesia positiva e rimas contundentes, ele é reconhecido como um dos maiores letristas do rap nacional. Além disso, é um artista multifacetado, autor de seis livros e sempre engajado em diversas causas sociais.

Neste show comemorativo dos 25 anos do álbum Quebra-cabeça, Gabriel trará para o público grandes sucessos como Cachimbo da Paz, Festa da Música e Dança do Desempregado. Será uma oportunidade única para os fãs verem de perto a performance cativante desse ícone da música brasileira.

O Fica é um evento promovido pelo Governo de Goiás em parceria com a Universidade Federal de Goiás e outras instituições. Além das atrações musicais, há também exibições de filmes e debates sobre questões ambientais.

Se você está em Goiás neste sábado (17), não perca o show de Gabriel O Pensador no Fica. Será uma noite inesquecível com um dos artistas mais importantes do hip hop brasileiro.

 

Serviço

24° Edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica)

Show Gabriel O Pensador

Quando: 17 de junho de 2023, às 22h

Onde: Praça de Eventos, Centro Histórico da cidade de Goiás

Entrada franca

Para acessar o site clique AQUI

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Divulgação

Criolo é atração confirmada no FICA 2023

O cantor Criolo será uma das atrações musicais do  24º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica), que será realizado de 13 a 18 de junho, na Cidade de Goiás. O cantor faz um show gratuito no dia 17 de junho, sábado, na Praça de eventos e apresenta sucessos da sua carreira.

O Fica será realizado entre os dias 13 e 18 de junho de 2023, na cidade de Goiás. Promovido pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), com correalização da Universidade Federal de Goiás (UFG), por meio da Fundação Rádio e Televisão Educativa (FRTVE), o evento também conta com a parceria da Secretaria de Estado da Retomada, Goiás Social, Universidade Estadual de Goiás (UEG), Instituto Federal de Goiás (UFG), Serviço Social do Comércio (Sesc) e Prefeitura da cidade de Goiás.

Sobre o artista

Criolo, cujo nome real é Kleber Cavalcante Gomes, é um renomado rapper brasileiro nascido em São Paulo. Sua carreira começou no final dos anos 90, e ele ganhou destaque nacional com o lançamento do álbum “Nó na Orelha” em 2011, que recebeu aclamação crítica e foi considerado um marco no rap brasileiro.

Ele é conhecido por sua habilidade lírica, abordando temas sociais, raciais e políticos em suas letras. Entre seus principais sucessos estão as músicas “Subirusdoistiozin”, “Não Existe Amor em SP” e “Boca de Lobo”. Sua música combina elementos de rap, samba, MPB e outros gêneros, o que contribui para sua influência e relevância no cenário musical brasileiro.

 

SERVIÇO:

24° Edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica)

Onde: Cidade de Goiás

Quando: 13 a 18 de junho de 2023

Entrada franca

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

FICA 2023 já tem data para acontecer na cidade de Goiás

O tradicional Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) já tem datas para acontecer em 2023. A 24ª edição será realizada entre os dias 13 e 18 de junho, na cidade de Goiás. Promovido pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), o evento contará este ano com correalização da Universidade Federal de Goiás (UFG), por meio da Fundação Rádio e Televisão Educativa (FRTVE).

fica

Os últimos ajustes do plano de trabalho do festival foram feitos durante reunião nesta quinta-feira (16/03), no Centro Cultural da UFG. A programação contará com debates de grandes nomes do cinema nacional e internacional, shows, feiras e atividades de cunho ambiental.  

Além das atividades culturais, o Fica 2023 contará ainda com a produção de um dossiê que vai ajudar na preservação da memória, permanência e continuidade do festival como política pública efetiva na cidade de Goiás. “Será um Fica histórico, tanto do ponto de vista cultural, mas também social, porque entramos com essa parceria com a UFG para promovermos ações que ficarão para a cidade e para o Estado”, explica a secretária interina de Estado da Cultura, Yara Nunes. 

A 24º edição do evento será realizada em parceria também com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Universidade Estadual de Goiás (UEG), Instituto Federal de Goiás (IFG) e Prefeitura da cidade de Goiás. 

 

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Investimento do Governo de Goiás em turismo, cultura e preservação do patrimônio histórico de Vila Boa chega a R$ 13,6 milhões

Com a realização de grandes eventos, como o Fica, a Procissão do Fogaréu e as Cavalhadas, o Governo de Goiás investiu R$ 13,6 milhões na preservação histórica e cultural da Cidade de Goiás. A antiga Vila Boa, Patrimônio Cultural Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), também tem recebido recursos para restauração de prédios históricos e a criação de estruturas para os turistas que percorrem o Caminho de Cora Coralina.

Os recursos para potencialização dos atributos da cidade têm sido destinados desde 2019, segundo o governador Ronaldo Caiado. “Todo goiano se sente representado ao estar na Cidade de Goiás. Uma obra lá significa ter o resgate daquilo que foi o início do nosso Estado. É a mãe de todas as cidades de Goiás”, afirma.

Após dois anos de suspensão em função da pandemia de Covid-19, o Fica 2022 foi realizado entre 24 de maio e 5 de junho, com o tema “Meio ambiente e saúde: onde estamos e para onde vamos”. O evento contou com quatro mostras competitivas, com exibição de mais de 50 filmes nacionais e internacionais, além de shows gratuitos com artistas, como Vanessa da Mata, Manso, entre outros. 

A Procissão do Fogaréu recebeu aporte de R$ 260 mil por meio do Programa Estadual de Incentivo à Cultura – Goyazes. O evento foi acompanhado por milhares de pessoas, em um grande espetáculo teatral a céu aberto. As antigas Cavalhadas também serão realizadas na antiga Capital depois de 70 anos. O evento está previsto para os dias 11 e 12 de outubro, com a inclusão do município no circuito que é realizado anualmente em todo o Estado. 

Turismo
Segundo divulgado pelo Governo de Goiás, o Caminho de Cora Coralina – única trilha de poesias do mundo -, receberá R$ 2,1 milhões em investimentos para estruturação. O objetivo neste sentido é proporcionar melhores condições para quem deseja desbravar os cerca de 300 quilômetros do percurso.

Na palma da mão
Acesse https://linktr.ee/curtamaisdf e fique por dentro do que há de melhor em conteúdo. O Curta Mais é a multiplataforma mais completa e confiável de cultura, gastronomia, entretenimento, política e negócios.

Foto: Secom

FICA terá programação especial de astronomia com entrada gratuita

 

A programação do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) segue com muita diversidade e cultura. A partir desta quarta-feira (1º/6), o festival conta com atividades ofertadas pela Gunstar Team Corporation, a primeira Organização de Astronomia Cultural do Estado de Goiás, e realizará observações de estrelas, palestras e exposição de meteoritos até sábado (4/6).

É a primeira vez que atividades de astronomia cultural integram o Fica. A programação começa nesta quarta-feira com a palestra sobre Astronomia Cultural e o Museu de Meteorítica em dois horários: das 8h às 11h30 e das 13h às 17h30. Já no sábado será realizado o Ponto de Astronomia Cultural: exibição de vídeo amador “Educação e Astronomia em Épocas de Pandemia”, das 9h às 12h.

A observação de estrelas com o uso de telescópios também deve atrair turistas, participantes do Fica e até os moradores da cidade, que poderão observar os astros que ficam acima da eterna Vila Boa de uma outra forma.

Toda a programação é gratuita e não é necessário fazer inscrição prévia. Para conferir os horários e locais de todas as atividades, acesse o site do Fica ou acompanhe o perfil do Fica no Instagram (@fica.goias).

Confira a programação:

Quarta-feira (01/06)

Palestra – Astronomia Cultural e Museu de Meteorítica

Horário: 08h às 11h30 e das 13h às 17h30

Local: Quartel do XX

 

Museu de meteoritos e observação de estrelas

Horário: 19h às 22h30

Local: Pátio da Igreja Santa Bárbara

 

Quinta-feira (02/06)

Palestra: Astronomia cultural e Museu de meteorítica

Horário: 13h às 17h30

Local: Quartel do XX

 

Museu de meteoritos e observação de estrelas

Horário: 19h às 22h30

Local: Pátio da Igreja Santa Bárbara

 

Sexta-feira (03/06)

Museu de Meteoritos e Observação de Estrelas

Horário: 13h às 22h

Local: Pátio da Igreja Santa Bárbara

 

Sábado (04/06)

Ponto de Astronomia Cultural: exibição de vídeo amador “Educação e Astronomia em Épocas de Pandemia”

Horário: 09h às 12h

Local: Quartel do XX

Museu de meteoritos e observação de estrelas com apresentação de DJ

Horário: 14h às 18h

Local: Largo da Carioca

Museu de meteoritos e observação de estrelas

Horário: 20h à 00h

Local: Praça de Eventos

 

Imagem: Chuva de meteoros em Aragoiânia, Goiás / Arquivo Pessoal

 

Fica terá mostra de filmes produzidos por vilaboenses

A 23º edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) traz uma exibição especial para valorizar e divulgar os talentos da cidade de Goiás. A mostra Becos da Minha Terra nasceu com o intuito de valorizar cineastas vilaboenses, apresentando histórias do município de Goiás e de seus moradores pela perspectiva de realizadores locais, e neste ano vai oferecer R$ 19 mil em premiação. 

Com um curso técnico e uma graduação em cinema disponíveis à comunidade, a cidade é hoje um polo de produção audiovisual. A inserção desta mostra na programação do festival, a partir da edição de 2021, é ainda uma forma de reconhecimento da relação da antiga Vila Boa com a história do Fica, além de ser um espaço exclusivo de divulgação e premiação dos filmes produzidos na cidade.  

A mostra é destinada a curtas-metragens realizados na cidade de Goiás, com duração de até 30 minutos e cujo diretor seja residente na cidade. A exibição dos filmes acontecerá na sexta-feira (03/06), das 17h30 às 18h30, no Cine Teatro São Joaquim. 

cine

O júri da mostra é composto por: Ana Carolina Soares, fundadora da produtora A Itinerante Filmes (2016), onde é realizadora de projetos autorais e atualmente desenvolve os longas metragens; Simone Elias, que trabalhou como assistente de direção em diversos longa-metragens a partir de 2006 e, em 2010, criou a produtora audiovisual independente Andara Filmes, dirigiu o curta Artistas no Centro e as duas temporadas da série Cantoras do Brasil (2012 /2013); Matheus Pestana é diretor de Programação Online da Cinelimite, uma fundação sem fins lucrativos dedicada a expandir o acesso à história do cinema brasileiro nos Estados Unidos e relações públicas do programa educacional da Flip, a Festa Literária Internacional de Paraty, junto à Associação Casa Azul.

 

Imagem: Divulgação

Indígenas de 5 etnias se reúnem em Tenda Multiétnica durante o FICA

O Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) promove, de 1º a 4 de junho, a IV Tenda Multiétnica. O espaço, que será montado no Largo do Chafariz, na cidade de Goiás, contará com danças tradicionais, oficinas de arco e flecha, de artesanato e de línguas indígenas, além de apresentações e rodas de debate sobre cultura, luta e resistência dos povos do Cerrado. 

Participarão da Tenda estão povos indígenas de origem Iny/Karajá; Tapuia; Avá-Canoeiro; Tapirapé e Xavante. Além de indígenas, também participam quilombolas das comunidades do Cedro/Mineiros, Kalungas, Recantos Dourados e camponeses. 

Segundo o Professor da UEG, Murilo Mendonça, responsável pela produção, o  principal objetivo é consolidar o espaço de debate e organização em torno das pautas dos povos indígenas, quilombolas e camponeses, buscando fortalecer a luta e resistência dos povos convidados.

No sábado (4/6), a Tenda ainda será palco de um dos diálogos mais importantes do Fica 2022: Carreli-Krenak: Pontes entre a Tradição e o Futuro, com o escritor e líder indígena, Ailton Krenak, e o antropólogo documentarista, Vincent Carelli.

Ailton

Imagens: Divulgação / Portal Goiás

Veja também:

10 atrações imperdíveis para curtir no FICA 2022

10 atrações imperdíveis para curtir no FICA 2022

É quase impossível encontrar com um goiano que nunca tenha ouvido falar (ou que não tenha história para contar) sobre o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, o tradicional Fica, que acontece há mais de 20 anos em Goiás Velho. Referência no Brasil e no mundo, o Festival chega a sua 23º edição em 2022, com uma super programação. 

Iniciado na última terça-feira (24), o Fica deste ano terá duração de 13 dias, com cerimônia de encerramento e entrega das premiações marcada para o dia 6 de junho. Essa é a maior programação de toda a história do Festival e está recheada de atrações incríveis.

Se você está com a agenda cheia, mas ainda sim quer aproveitar o melhor do Fica 2022, nós vamos te ajudar! Fizemos uma seleção com 10 atrações imperdíveis deste ano, confira: 

1- Tenda Multiétnica

De 1 a 4 de junho, acontece, dentro da programação do Fica, a IV Tenda Multiétnica. O espaço, que será montado no Largo do Chafariz – na cidade de Goiás -, contará com oficinas, apresentações e rodas de debate sobre cultura, luta e resistência dos povos do Cerrado. 

Participarão da Tenda estão povos indígenas de origem Iny/Karajá; Tapuia; Avá-Canoeiro; Tapirapé e Xavante. Além de indígenas, também participam quilombolas das comunidades do Cedro/Mineiros, Kalungas, Recantos Dourados e camponeses. 

2- Feiras de Artesanato de Gastronomia Artesanal e de Artes Visuais

Os amantes dos sabores e das belezas artesanais goianas poderão aproveitar para se deliciar, apreciar e adquirir peças de artistas locais durante o Festival. 

As Feiras de Artesanato de Gastronomia Artesanal e de Artes Visuais ocorrerão de  30/05 (segunda) a 04/06 (sábado), das 18h às 23h, no Mercado Municipal. 

3- Sessão Especial do filme “Eami”

A ficção latino-americano, premiada no Festival de Roterdã deste ano, será exibida pela primeira vez no Brasil dentro da programação do Fica. O filme será exibido no dia 30/05 (segunda-feira), às 20h no Cine Teatro São Joaquim. 

4- 1º Encontro das Escolas de Cinema do Brasil Central (UEG)

Com o tema “Outras Centralidades possíveis”, o evento será realizado de 1º a 3 de junho, nas modalidades online e presencial. O I Encontro das Escolas de Cinema do Brasil Central  é realizado pela Universidade Estadual de Goiás (UEG), instituição que é parceira do Fica e que está oferecendo diversas atividades de cinema e meio ambiente durante todo o Festival. 

Criado a partir da proposta de cooperação econômica do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC), o Encontro tem como objetivo reunir representantes de instituições de ensino de Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Tocantins e Minas Gerais.  

5- Invasão de Carnaval 

O primeiro sábado do Festival terá uma programação imperdível para os amantes de carnaval.  O Mercado Municipal receberá, das 11h às 15h, apresentações de cinco escolas de samba e blocos de carnaval, em ação conjunta com bares e restaurantes que servirão comida ligada ao universo do samba, como feijoada e quitutes de boteco.

6- Trilha no Parque Natural Municipal da Estrada Imperial

Amantes do ecoturismo também têm espaço garantido na programação. Além das atividades formativas oferecidas na área, o Fica 2022 promoverá uma trilha no parque da Estrada Imperial, com saída do Largo do Rosário, às 8h. As inscrições devem ser realizadas no site fica.go.gov.br. 

7- Manifestações culturais goianas 

Valorizar a cultura local faz parte do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental e em 2022 as manifestações culturais goianas estão incluídas. Confira as atrações: 

Domingo (29/05)

Grupo de Catira da Cidade de Goiás

Horário: 16h

Local: Mercado Municipal

Orquestra de Violeiros: Um Patrimônio de Vila Boa

Horário: 17h

Local: Mercado – Cidade de Goiás – GO

Segunda-feira (30/05) 

Congo Vilaboense

Horário: 18h

Local: Mercado Municipal – Cidade de Goiás – GO

8- Museu de meteoritos e observação de estrelas

O Fica deste ano terá atividades ofertadas pela Gunstar Team Corporation, a primeira Organização de Astronomia Cultural do Estado de Goiás. De quarta (01/06) a sábado (04/05), a equipe do Gunstar realizará observações de estrelas, palestras e exposição de meteoritos. Para conferir os horários e locais de todas as atividades, acesse fica.go.gov.br ou acompanhe o perfil do Fica no Instagram (@fica.goias).

9- Diálogo Carelli-Krenak: Pontes entre a Tradição e o Futuro, com Ailton Krenak e Vincent Carelli

No sábado, dia (03/06), a partir das 10h, a Tenda Multiétnica do Fica 2022 receberá uma das atividades mais esperada do evento; o diálogo, do antropólogo e documentarista, Vincent Carelli com o escritor, ambientalista e líder indígena, Ailton Krenak (que neste ano é um dos homenageados do Fica).

Os dois irão debater perspectivas de tradição e futuro, a partir da análise comentada do filme de Carelli “Adeus Capitão”, que será exibido no Cine Teatro São Joaquim na sexta-feira (02/05), às 19h. 

Tanto o diálogo quanto a exibição do filme serão abertas ao público, dispensando necessidade de inscrição. 

10- Show Vanessa da Mata

E para encerrar a programação do sábado (04/05) com estilo, a Praça de Eventos da cidade recebe o show gratuito da turnê “Quando Deixamos Nossos Beijos na Esquina”, da cantora Vanessa da Mata.

Fica 2022: Primeiro fim de semana terá invasão de carnaval e apresentações culturais

A 23º edição do Festival de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) segue a todo vapor e, neste primeiro fim de semana do evento (27 a 29), haverá diversas atrações, que vão do circo ao carnaval, em vários pontos da cidade: Teatro São Joaquim, Mercado Municipal, palco da Praça do Coreto e o Convento do Rosário.

 

No sábado (28), a alegria corre solta com uma programação carnavalesca: “Fica e o Samba no Mercado”, das 11h às 15h, no Mercado Municipal. A apresentação terá cinco escolas de samba e blocos de carnaval em ação conjunta com bares e restaurantes, que servirão comida ligada ao universo do samba como feijoada e comida de boteco.

 

No domingo (29), as apresentações culturais continuam, com destaque para as manifestações da cultura goiana, como o Grupo de Catira da cidade de Goiás e a Orquestra de Violeiros: Um Patrimônio de Vila Boa no Mercado Municipal.

 

A programação completa das atrações deste fim de semana estão disponíveis no site da Secult.

 

Fica

 

O festival tem quatro mostras de cinema competitivas, com exibição de mais de 50 filmes nacionais e internacionais. Ao todo, serão 13 dias de programação, que estão sendo realizadas presencialmente na cidade de Goiás, além de algumas atividades e filmes disponibilizados on-line. O Fica conta ainda com diversas apresentações culturais. Todas as atividades são gratuitas e com público limitado.

 

*Agência Cora Coralina

 

Foto: Secult

 

Concerto da Orquestra Jovem de Goiás marca abertura do Fica 2022

A cerimônia de abertura da  23ª edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) foi realizada na noite desta terça-feira, (24/05), no Cine Teatro São Joaquim, na cidade de Goiás. O evento, que é promovido pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), com co-realização do Serviço Social do Comércio (Sesc) e parceria da Universidade Estadual de Goiás (UEG- Campus Cora Coralina) e Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), terá 13 dias de atividades presenciais e online até dia 05 de junho. 

A solenidade de abertura teve participação especial do grupo da Orquestra Jovem de Goiás, sob regência do maestro Gustavo Aprígio, que fez um concerto especial com músicas que marcaram grandes produções cinematográficas. Os jovens musicistas emocionaram o público, sendo aplaudidos de pé ao final da apresentação.

O professor da UEG, e um dos coordenadores do Fica 2022, Marcelo Costa, abriu o momento de falas refletindo sobre a importância cultural, social e econômica do Fica. Ele também destacou as ações formativas de audiovisual e meio ambiente que serão oferecidas em parceria com a universidade nesta edição, além da realização da 4º Tenda Multiétnica. 

“Que as vozes que daqui irão emergir possam povoar as mentes e os corações daqueles e daquelas que querem um lugar melhor para viver para si e para as gerações que ainda virão. Afinal de contas, onde nós estamos e para onde vamos?”, questionou Marcelo, repetindo a temática central do Fica deste ano. 

Representando o governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado, que não pôde comparecer à cerimônia por estar com Covid-19, o secretário de Estado da Retomada, César Moura, apontou em seu discurso que incentivar o setor da cultura, com seriedade e respeito aos profissionais que nela atuam, é marca registrada do governo Caiado. Ele lembrou ainda dos R$ 60 milhões em dívidas deixadas pela gestão passada ligadas ao segmento cultural, que foram quitadas pela atual gestão. 

Na oportunidade, o secretário convidou ao palco para uma parabenização especial o coordenador-geral do Fica, Wellington Dias, e a secretária de Cultura da cidade de Goiás, Raíssa Coutinho, pelos esforços na organização do evento. “Precisamos mostrar que essa é uma forma de gerar emprego e renda para nossa cidade”, ressaltou César. 

Marcelo Carneiro, secretário de Cultura do Estado de Goiás, agradeceu a equipe da Secult, do Sesc Goiás, UEG, Semad e da Prefeitura da cidade de Goiás pelo empenho dos órgãos para organização do festival. Ele lembrou das dificuldades que a pandemia trouxe para o setor cultural e encerrou sua fala com uma reflexão sobre a temática do evento em 2022. “Precisamos nos atentar que precisamos muito mais do meio ambiente do que do ato de consumir. Que o desapego se faça presente no coração de cada um para o despertar de consciência que o planeta clama”, disse. 

O reitor da UEG, Antônio Cruvinel Neto, ressaltou o compromisso de acreditar e promover um desenvolvimento sustentável através de atitudes responsáveis, reforçando também a parceria da universidade com o Fica e os múltiplos benefícios gerados a partir dessa união para a comunidade acadêmica e para o enriquecimento da programação do festival. 

Já a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Andréa Vulcanis, pontuou que o Fica “exerce um papel importantíssimo no desenvolvimento cultural da cidade de Goiás”. Ela destacou ainda que as ações que serão promovidas pela Semad dentro do festival são uma parte da significativa transformação que tem sido realizada na pasta em busca da preservação ambiental em todo o Estado. 

O vice-presidente da Fecomércio e do Sesc-Senac em Goiás, Ademildo de Godoy, esteve representando Marcelo Baiocchi, presidente da Federação. Em suas colocações, Ademildo frisou o impacto positivo que o Fica gera para o comércio local e anunciou interesse e disposição do Sistema Fecomércio em prosseguir apoiando o desenvolvimento cultural do Estado de Goiás por meio de parcerias com o governo. “A Federação do Comércio quer contribuir não só com o Fica, mas com todo projeto que venha promover a cidadania das pessoas. Eventos como este devem ser apoiados e por isso nós estamos aqui”, concluiu. 

O prefeito da cidade de Goiás, Aderson Gouvea, destacou que o Fica é um patrimônio cultural dos Vilaboenses e dos goianos e lembrou ainda que o festival foi um dos primeiros de cinema ambiental a serem criados no mundo, sendo um dos mais importantes da atualidade. 

Homenageada da noite

Cumprindo com a programação de abertura do Fica 2022, o secretário de Cultura do Estado de Goiás, Marcelo Carneiro, entregou o troféu de homenagem à Maria Luiza da Silva Oliveira, em reconhecimento às contribuições realizadas ao povo vilaboense. Ela é militante das causas sociais, ambientais e educadora popular bastante conhecida na cidade de Goiás devido seus saberes medicinais sobre as plantas do Cerrado. Atualmente é coordenadora da Pastoral da Saúde da Diocese de Goiás, que tem atuação em mais de 20 comunidades.

Maria Luiza fez um discurso repleto de agradecimentos ressaltando a importância de todos que de alguma forma contribuem e reconhecem seu trabalho. “São essas pessoas que me dão ânimo e que me encorajam para continuar minha missão”, pontuou, agradecendo as auxiliares que atuam com ela na Casa de Agricultura Familiar. 

O prefeito da cidade de Goiás, Aderson Gouvea, ressaltou a importância de homenagear o trabalho de Maria Luiza, que, segundo ele, representa o objetivo do festival. “É a valorização do bioma Cerrado, da fauna e da flora. É a valorização do povo, com sua cultura, seus saberes e fazeres”, enfatizou.

O maior Fica da história

Para a 23° edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, o Governo de Goiás, com co-realização do Sesc Goiás, preparou uma programação estendida de 13 dias, que, além da exibição de filmes e oficinas, ofertará shows de diversos cantores vilaboenses, apresentações artísticas e culturais espalhadas pela cidade, encontro multiétnico, espetáculo de teatro, feira gastronômica, mostras de fotografia e muito mais. 

A programação do Fica 2022 contará ainda com participação de Ailton Krenak e Vincent Carelli num debate de cinema sobre tradição e futuro, que ocorrerá no penúltimo dia do evento (04/06) na Tenda Multiétnica. A noite será encerrada com show da cantora Vanessa da Mata, na Praça de Eventos da cidade.

 

Imagem: Divulgação

Edição de 2022 do FICA começa nesta terça em Goiás

As cortinas do Cine Teatro São Joaquim, na cidade de Goiás, se abrirão nesta terça-feira (24/05) para dar início a 23° edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica), realizado pelo Governo de Goiás por meio da Secretaria de Estado de Cultura de Goiás (Secult). A cerimônia de abertura começa às 19h, com a participação de diversas autoridades envolvidas na concepção do festival, que este ano terá a maior programação de sua história, com 13 dias de atividades gratuitas.  

“O festival é um verdadeiro encontro de culturas que transcende fronteiras em torno do fazer cinema”, afirmou o governador Ronaldo Caiado. O chefe do Executivo estadual destacou que o Fica valoriza os profissionais que atuam no mercado audiovisual. “Como forma de reconhecimento, o Estado vai distribuir mais de R$ 350 mil em prêmios para as produções que se destacarem na edição 2022, fruto de parceria com o Serviço Social do Comércio de Goiás (Sesc Goiás)”. 

O secretário estadual de Cultura, Marcelo Carneiro falou sobre o empenho para realizar a 23ª edição do festival, após dois anos de pandemia da Covid-19. “Finalmente, podemos convidar o público de volta às salas e aos palcos para assistir e celebrar a arte goiana, fortalecendo e consolidando o nosso papel cultural junto aos convidados de diferentes Estados e países. Estamos empreendendo muito esforço para dar esse presente ao público, à cidade de Goiás e ao nosso Estado”, afirmou. 

Também estão previstas para a noite de abertura homenagens à moradora de Goiás, Maria Luiza Oliveira, em reconhecimento ao trabalho na área da saúde, com medicina natural e atendimento a diversas populações; ao líder indígena e ambientalista, Ailton Krenak e a Bartolomeu Marinho, projetista do Cine Cultura, que morreu em decorrência da Covid-19, no ano passado.

Parceria com o Sesc Goiás

Pelo segundo ano consecutivo, o Sesc Goiás é co-realizador do Fica, organizando ações junto à Secult. Para a realização do festival neste ano, a entidade investiu R$ 652 mil, enquanto o governo estadual empregou mais de R$ 4 milhões. A união de forças tem garantido conquistas ao setor cultural, um dos mais afetados pela pandemia de Covid-19. 

O presidente do Sistema Fecomércio Sesc-Senac, Marcelo Baiochi, falou sobre a importância da retomada presencial do festival para fazer jus à proposta do evento e aos anos em que a programação teve de ser adequada aos formatos online e híbrido. “Nada mais justo que celebrar a retomada da vida cultural, com um Fica de programação ampliada como nenhum anterior”, pontuou. 

Já para o diretor regional do Sistema Fecomércio Sesc-Senac, Leopoldo Veiga Jardim, o tema deste ano, Meio Ambiente e Saúde: Onde Estamos e Para Onde Vamos traz uma oportunidade para discutir o futuro a partir do agora. “Se a natureza reage sob a forma de climas que se tornam extremos, somente a reflexão e a vontade de transformar estilos de vida podem nos salvar. Na esfera das realizações humanas, nenhum campo da vida possui o condão de provocar, tocar e engajar como a cultura”.

O Fica 2022 também é realizado por meio de parceria com a Universidade Estadual de Goiás (UEG), com as secretarias estaduais do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e da Retomada, além da Prefeitura da cidade de Goiás. 

 

Imagem: Secult

Veja também:

Confira a programação completa do FICA 2022

23ª edição do Fica acontece em Junho na Cidade de Goiás

Com programação ampliada e 100% presencial, a 23ª edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) acontece entre os dias 24 maio a 5 de junho na Cidade de Goiás. O anúncio foi feito nesta terça-feira (5/4), durante evento realizado no Teatro Goiânia, na capital. Com investimento de R$ 5 milhões, o Fica 2022 é promovido pelo governo de Goiás, via Secretaria de Estado de Cultura (Secult), em coparceria com o Sesc, e apoio da Universidade Estadual de Goiás (UEG).

O evento no Teatro Goiânia também contou com outros anúncios para a área da Cultura. Na ocasião, foi celebrado o Acordo de Cooperação Técnica (ACT), entre o Estado e a prefeitura da cidade de Goiás, para a celebração do Fica, com a presença do governador Ronaldo Caiado; do secretário de Estado de Cultura de Goiás, César Moura; presidente da Fecomércio, Marcelo Baiocchi; o diretor regional do Sesc-Senac, Leopoldo Veiga Jardim.

Referência nacional e internacional e um dos principais e mais importantes projetos do calendário cultural do Estado, o Fica chega esse ano com novidades em treze dias de atrações. A programação contará com mostras de filmes internacionais, nacionais, regionais e locais, mostra de videoclipes, feiras de artesanato, gastronomia e artes visuais, artistas regionais e nacionais, palestras e apresentações musicais, e show de encerramento com a cantora Vanessa da Mata.

vanessa
(Foto: Divulgação)

Além disso, o evento terá ações de formação na área de audiovisual, cultura, incluindo artes plásticas e literatura para celebrar o centenário da Semana de 22, meio ambiente e, pelo primeiro ano, atividades de ecoturismo que contarão com importantes nomes para formação no segmento, circuito radical e o primeiro passeio ciclístico do Caminho de Cora Coralina.

O Fica tem como foco o meio ambiente e premia obras em vídeo e película, numa grande amostragem do cinema que descreve uma trajetória de êxito que se materializa pelo crescente número de países participantes. A programação do evento reúne mostras competitivas e paralelas de filmes, e uma enriquecedora troca de experiência por meio de debates e oficinas.

O evento aquece o turismo e a economia local e gera uma série de atividades, o que agrega produtores, realizadores e divulgadores do cinema ecológico, além de valorizar os artistas locais.

 

Imagem: Léo Iran

Edição do FICA 2021 acontece em formato híbrido e começa no próximo dia 14

No dia 14 de dezembro começa a 22ª edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA). Neste ano, o evento será realizado no formato híbrido, com atividades presenciais e online. O evento, promovido pelo Governo de Goiás, terá a exibição de 52 produções até 19 de Dezembro, com encerramento e show do músico Renato Teixeira. Foram investidos R$ 1,5 milhão pela gestão estadual e quase R$ 340 mil pelo Sesc Goiás, que também é parceiro do evento.

A cerimônia de abertura começa às 19h, no Cine Teatro São Joaquim e estarão presentes o governador Ronaldo Caiado, o secretário de Cultura de Goiás, César Moura, o presidente da Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio), Marcelo Baiocchi, diretor regional do Sesc Goiás, Leopoldo Veiga Jardim, o prefeito da cidade de Goiás, Anderson Gouvea, entre outras autoridades. O evento terá a presença de público convidado, porém, para acessar ao local será necessário mostrar o comprovante de vacinação.

 

Segundo o gerente de Fomento ao Audiovisual e Criatividade da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), Wellington Dias, o festival registrou este ano total de 600 inscrições, das quais 52 foram selecionados para concorrer aos principais prêmios. “Nós temos filmes para a mostra principal, a Washington Novaes, mas temos ainda Becos da minha terra, a mostra do cinema goiano”, contou.

fica
Lançamento do FICA 2021 (Foto: Secom)

Além de produções brasileiras, foram selecionados para concorrer no FICA 2021 filmes da França. Reino Unido, Sérvia e Irã. Todas as obras vão receber um valor pela exibição. Os vencedores das mostras vão receber prêmios que vão de R$ 2 mil a R$ 30 mil.

Prêmios

O gerente da Secult informou que o total dos prêmios ultrapassa R$ 200 mil. Também foram disponibilizados R$ 222 mil para o pagamento dos artistas locais da cidade de Goiás, que representam mais do que o Ministério do Turismo com o governo federal disponibilizaram para a cidade de Goiás, através da Lei Adir Blanc.

O FICA 2021 vai comemorar ainda os 20 anos da conquista do título de Patrimônio Cultural da Humanidade, concedido pela Unesco à cidade de Goiás.

 

Imagem: Secom Goiás

Veja também:

Secretaria de Saúde pedirá comprovante de vacina para eventos em Goiás