Goiás recebe 1ª unidade da gigante chinesa Weichai na América Latina

O cenário industrial de Goiás está prestes a dar um salto significativo com a tão aguardada chegada da Weichai, gigante chinesa internacionalmente reconhecida no setor de equipamentos industriais e líder global na indústria de motores.

O governador Ronaldo Caiado anunciará oficialmente essa parceria estratégica durante uma solenidade na sede fabril da Stemac, localizada na BR-153, em Itumbiara, nesta quinta-feira (8/2).

Goiás recebe 1ª unidade da gigante chinesa Weichai

Foto: SECOM Goiás

A instalação da Weichai, representa um marco para Goiás e é fruto da bem-sucedida missão à China liderada pelo governador em novembro do ano passado.

A Weichai, integrante do grupo Shandong Heavy Industry, é uma potência nos mercados globais, detentora de marcas renomadas como Baudouin Moteurs, PSI, Sinotruk, entre outras. Esta será a primeira unidade da Weichai na América Latina, consolidando Goiás como um polo estratégico para investimentos desse porte.

Numa parceria inicial com a Stemac Grupos Geradores, a Weichai focará na importação, comercialização e assistência técnica de motores a diesel e gás natural.

Contudo, as próximas etapas prometem transformar essa unidade em um centro multifuncional, abarcando a produção local de caminhões, ônibus, máquinas de construção e agrícolas, bem como o desenvolvimento de novas tecnologias de propulsão e mobilidade.

Esse avanço representa não apenas uma expansão econômica significativa para Goiás, mas também um passo em direção à diversificação e sustentabilidade. A parceria entre a Weichai e a Stemac Grupos Geradores sinaliza um comprometimento com a inovação, eficiência e a promoção de tecnologias mais limpas.

A expectativa é que a presença da Weichai em solo goiano atraia investimentos subsequentes, estimule a geração de empregos locais e proporcione oportunidades para o desenvolvimento tecnológico no estado.

A solenidade liderada pelo governador Caiado é mais do que uma mera formalidade; é o início de uma era promissora para a indústria e a economia goiana.

 

Weichai Power- Novidade em Goiás

Atualmente, a Weichai fatura cerca de US$ 52 bilhões por ano, possui 100 mil funcionários e está instalada na província chinesa de Shandong. É dona das marcas italianas de iates Ferretti e da Lovol, além de fabricar máquinas de construção e equipamentos agrícolas.

Weichai Power Co., Ltd. é uma desenvolvedora e fabricante chinesa de motores diesel em Weifang, Shandong, na República Popular da China.
Também fabrica empilhadeiras e peças automotivas com motores não diesel.

 

História

A Weichai Power foi fundada em 23 de dezembro de 2002. Suas ações começaram a ser negociadas na Bolsa de Valores de Hong Kong em 2004 e na Bolsa de Valores de Shenzhen em 2007.

Em 2009, Weichai comprou o fabricante francês de motores marítimos Moteurs Baudouin . Em 2012, concordou em comprar uma participação de 25% no fabricante alemão de empilhadeiras KION Group por 738 milhões de euros ; a participação cresceu para 38,25% em 2016.

Weichai se tornou o primeiro patrocinador da Scuderia Ferrari da China em janeiro de 2013; o patrocínio terminaria em 2016.

A empresa apareceu na lista Fortune 500 pela primeira vez em 2021, classificada em 425.

Weichai fez parceria com a Bosh, uma empresa de engenharia com sede em Gerlingen , Alemanha , para o desenvolvimento estratégico de motores diesel.

Desde 1999, ambas as empresas assinaram um acordo para compartilhar pesquisa e desenvolvimento em motores de novas tecnologias, como células de combustível e combustíveis alternativos .

Em 2023, Weichai e BYD eram fabricantes de veículos elétricos com sede em Xi’an e também o maior fabricante de veículos elétricos do mundo. Ambas as empresas planejam desenvolver nova tecnologia de veículos elétricos, como Weichai planejou desde 2010 para se concentrar em novas opções de energia.

Desde então, a empresa investiu aproximadamente US$ 550 milhões em pesquisa e desenvolvimento de novas potências energéticas, como células de combustível elétricas, híbridas e de hidrogênio.

 

Leia Também

Divisa de Goiás e Tocantins guarda uma prainha pouco conhecida que parece um oásis no Cerrado

Você precisa conhecer essa praia paradisíaca que fica bem pertinho de Goiás

Menor rio da América Latina fica pertinho de Goiás e impressiona com águas azuis cristalinas

 

História de Itumbiara, Goiás – onde será instalada a fábrica da Weichai

Segundo reza a tradição, lá pelos idos de 1824, o Deputado Imperial Marechal Raymundo José da Cunha Mattos, fez votar uma Lei na Câmara da Corte, autorizando a abertura de uma “estrada variante”, que partindo da Estrada Geral do Anhanguera, do povoado de Uberaba, antiga Farinha Podre como era conhecida. Dirigindo-se à Goiás e passando pelos povoados Santa Maria e Monte Alegre, atravessando o rio Paranaíba.

Lá se construiu um Porto de passagem em balsa, pelo sr.Hipólito Pereira Salgado até alcançar a estrada Geral em Bonfim hoje a cidade de Silvânia. Junto a esse porto no rio Paranaíba formou-se um povoado.

Vieram em seguida outras famílias, e logo tiveram a ideia de construir uma capela.

 

A origem da padroeira da cidade, segundo reza a tradição

Em 1840, o Sr. Antônio Rodrigues estava gravemente doente, seu irmão João Rodrigues fez uma promessa a Santa Rita de construir uma Capela, com invocação à Santa, caso seu irmão fosse curado do mal que tanto o atingia.

Seus votos foram atendidos e cumpriram a promessa.

Os irmãos João Rodrigues e Antônio Rodrigues, construíram uma capela, para colocar a imagem prometida de Santa Rita. Assim deu origem a Padroeira da cidade.

Em 02 de agosto de 1842, a Igreja de Santa Rita de cássia foi elevada a Paróquia pelo Bispo de Goiás, Dom Prudêncio.

 

Doação das terras para origem da cidade

Dois moradores tornaram-se fazendeiros devido a posse de terras: o primeiro o Sr. Joaquim Bernardes da Costa, proprietário da Fazenda Água Suja; o segundo Luiz Cândido de Paula, proprietário da Fazenda Trindade, os fazendeiros doaram partes de suas terras a Igreja de Santa Rita de Cássia, em 17 de janeiro de 1852.

Santa Rita do Paranahyba (Itumbiara), foi solenemente instalada em 12 de outubro de 1909, para tanto passou por:
– Povoado 1824.
– Porto em 21 de abril de 1842.
– Elevado a categoria de Arrayal e Freguesia pertencente ao município de Morrinhos pela Resolução n° 18 de 02 de agosto de 1852.

– Villa de Santa Rita do Paranahyba e constituindo município autônomo , deixando de pertencer a Morrinhos, em 15 de julho de 1909, e

– Categoria de cidade de Santa Rita do Paranahyba em 27 de julho de 1915, pelo Deputado Estadual Possidônio Xavier Rabello.

– Mudança do nome da cidade, por Decreto Lei n° 8305 de 31 de dezembro de 1943, a cidade passa a denominar Itumbiara (tupi guarani – Caminho da Cachoeira), pelo prefeito Dr. José Gomes de Lima.

Ponte Affonso Penna, inaugura em 15 de novembro de 1909, o marco do desenvolvimento de Itumbiara.

Foi palco de duas Revoluções 1930 e 1932.

Revolução de 1930, teve suas pilastras de sustentação de seus cabos de aço, de prisão de revolucionários adeptos de Getúlio Vargas (Adelino Lopes de Moura, Coronel Sidney Pereira de Almeida e Carlos Marquez).

Revolução de 1932, embora Getúlio Vargas, então Presidente do Brasil, tenha sufocado os Revolucionários Paulista. A ponte Affonso Penna guarda ainda hoje, através de perfurações de bala, marcas desse episódio da História do Brasil.

Em 1973, a ponte Affonso Penna, foi entregue a empresa FURNAS, que no ano de 1974, foi transladada, rio abaixo a 2 km, para fazer acesso da vila residencial da empresa com o canteiro de obras da construção da Hidrelétrica de Itumbiara, no município de Araporã em Minas Gerais. Foi inaugurada em 1980.

Tombamento da Ponte Affonso Penna, com Patrimônio Histórico, em 29 de novembro de 2012, no Palácio Gustavo Capanema, o Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, aprovou a propositura de “TOMBAMENTO DA PONTE PÊNSIL AFFONSO PENNA, INCLUSIVE OS PILARES REMANESCENTE DA CONSTRUÇÃO ORIGINAL“, situada nos municípios de Itumbiara/GO e de Araporã/MG.

O Governo do Dr. Urbano Coelho de Gouveia, atendendo os pedidos de moradores, sancionou a Lei n° 349 de 16 de julho de 1909, elevando o Distrito a Villa e Município de Santa Rita do Paranahyba.

O mesmo Governo criou o Termo Judiciário, baixando Decreto designando o dia 12 de outubro do mesmo ano de 1909, para a instalação e posse do Primeiro Conselho Municipal de Intendência, nesta mesma data Santa Rita foi desmembrada do Município de Morrinhos.

O primeiro Conselho de Intendência, assim ficou constituído: Presidente Jacintho Brandão; Secretário Coronel Sidney Pereira de Almeida e membros, Josino Antônio de Gusmão, Joaquim Firmo de Velasco, Joaquim Timotheo de Paula, Olegário Herculano de Aquino e Antônio Joaquim da Silva.

 

Fique ligado para mais detalhes sobre como essa parceria transformadora entre Goiás e a Weichai impactará o cenário industrial e o desenvolvimento sustentável do estado.

Itumbiara recebe espetáculo de dança neste domingo com entrada gratuita

A renomada Quasar Cia de Dança, celebrando seus 35 anos de contribuição à cultura brasileira, apresentará gratuitamente o espetáculo “Menos da Metade” no Teatro Municipal Maria Pires Perillo, em Itumbiara, no domingo, 07/01, às 19h. O evento marca o início da temporada de 2024 e é uma oportunidade única para o público do sul do estado vivenciar a expressividade artística da companhia.

O coreógrafo Henrique Rodovalho, diretor artístico da Quasar, desafia sua própria trajetória ao abordar, neste espetáculo inédito, uma temática urgente e relevante: a destruição do bioma Cerrado. Rompendo com suas abordagens habituais, Rodovalho busca, por meio da dança, sensibilizar o público sobre a relação crítica entre a humanidade e o meio ambiente.

Fotos: Layza Vasconcelos

“Menos da Metade” trata da urgência da sobrevivência e da importância da preservação ambiental. O espetáculo reflete sobre a devastação do Cerrado, destacando como a degradação desse ecossistema impacta diretamente a existência humana. Segundo Rodovalho, menos da metade da flora característica do estado ainda subsiste.

No palco, dez bailarinos se transformam em uma ponte entre a audiência e a natureza do Cerrado, tecendo uma narrativa que busca envolver e fazer sentir a grandiosidade e fragilidade desse bioma ameaçado. Através de movimentos e expressões corporais, eles evocam a beleza, a contorção, as temperaturas, as texturas e as fragrâncias desse ambiente tão rico.

Fotos: Layza Vasconcelos

Rodovalho compartilha sua motivação para essa obra singular: “Tenho pensado nesse trabalho há bastante tempo, e cada vez mais percebo a necessidade dele. Este ano, estamos vivendo condições climáticas extremas em todo o Brasil, com secas devastadoras e chuvas destruidoras. A ideia é levantar questões sobre a real necessidade de desmatar mais terras, em um estado que está perdendo seus biomas.”

A Quasar Cia de Dança acredita no poder transformador da arte e, por meio de “Menos da Metade”, busca despertar a consciência do público e estimular ações em prol da preservação do Cerrado. A destruição se converte em esperança, e a indiferença se transforma em ação. O espetáculo conta com o patrocínio da Belcar Caminhões, por meio do Programa Estadual de Incentivo à Cultura – Goyazes, evidenciando a parceria entre a cultura e o setor privado na promoção de diálogos fundamentais para o futuro sustentável.

 

Entenda a missão do Governo de Goiás na China

O governador Ronaldo Caiado está em uma missão oficial na China desde o dia 1º de novembro, visando fortalecer acordos que foram construídos nos últimos meses. Durante essa viagem, pelo menos duas grandes empresas devem ser oficialmente instaladas em Goiás, marcando uma fase histórica de investimentos, modernização e inovação tecnológica no estado.

A missão internacional tem uma agenda intensa, abrangendo quatro cidades chinesas, incluindo visitas a multinacionais, universidades e reuniões com líderes políticos e econômicos do país. O objetivo principal é atrair investimentos estrangeiros que estejam alinhados com o crescimento e desenvolvimento de Goiás.

“Goiás está crescendo em um ritmo semelhante ao da China, por isso precisamos buscar investimentos estrangeiros capazes de gerar resultados tão grandiosos quanto nosso estado merece”, afirmou o governador Ronaldo Caiado.

A missão começou em Xangai, onde Caiado visitou o Centro de Exposições de Planejamento Urbano da cidade e a sede da mineradora CMOC. Em outubro, a multinacional firmou novos investimentos de R$ 3 bilhões nas cidades goianas de Catalão e Ouvidor.

5e0ecbb820a27bb928c551b063300b43.jpg

Foto: divulgação/Secom Goiás

Em Xangai, Caiado também oficializou a instalação da Chint Power em Itumbiara, no sul de Goiás. A Chint é uma renomada fornecedora de sistemas de energia solar e soluções em energia inteligente, que operará focada na produção de medidores de água, energia e células fotovoltaicas.

A comitiva goiana viajou para Shenzhen para visitar a sede da Huawei, líder global em tecnologia, onde assinou um acordo de compartilhamento de tecnologias de última geração, incluindo técnicas de captação de imagens oftalmológicas em alta resolução e produção de carros conectados à internet 5G.

221e629642a13992c6e279f874c8832f.jpeg

Foto: divulgação/Secom Goiás

Em Shenzhen, Caiado também teve reuniões com executivos da BYD, a maior fabricante de veículos elétricos do mundo, para discutir a fabricação de ônibus elétricos em Goiás.

3b6be5edeea0ebdf040d1be36c6da76b.jpeg

Foto: divulgação/Secom Goiás

A próxima parada da missão será em Weifang, onde o governador realiza uma visita técnica à Weichai Group, líder mundial na produção de motores elétricos para caminhões. A empresa está em negociações com o Governo de Goiás para instalar uma fábrica em Itumbiara.

A viagem terminará em Pequim, onde Caiado visitará a Tsinghua University para fortalecer as parcerias na área de educação e pesquisa. Além disso, o governador terá reuniões com a CREC4, uma gigante multinacional das áreas de infraestrutura, mineração, construção civil, transportes e mercado imobiliário, com o objetivo de estabelecer parcerias para impulsionar o desenvolvimento industrial e econômico de Goiás.

A missão conta com a presença da coordenadora do Goiás Social, primeira-dama Gracinha Caiado, do secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima, do secretário de Infraestrutura, Pedro Sales, do secretário de Indústria e Comércio, Joel de Sant’Anna Braga, da diretora-geral da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Adryanna Caiado, além de outras autoridades políticas e representantes do setor comercial.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto da capa: Divulgação/SECOMGO

Cidade goiana é um verdadeiro paraíso para amantes de pescaria do Tucunaré

Você já pensou em respirar ares goianos enquanto desfruta da pescaria perfeita, cercado por uma paisagem deslumbrante e história rica? Itumbiara, localizada no sul de Goiás, a apenas 205 km da capital Goiânia, é o destino ideal para esta experiência.

Itumbiara: um encontro entre história e natureza

Com raízes fincadas profundamente na história brasileira, Itumbiara surge como um município estrategicamente localizado. Fundada oficialmente em 12 de outubro de 1909, a cidade era inicialmente conhecida como Santa Rita do Paranaíba, um distrito estabelecido em 1852, que cresceu exponencialmente graças à sua localização privilegiada e à fertilidade das terras circundantes. Hoje, com cerca de um século de existência, Itumbiara não é apenas um local histórico, mas um cenário que convida a explorar a cultura e as belezas naturais.

O Rio Paranaíba: ponto de encontro dos pescadores

Ao longo das águas tranquilas do Rio Paranaíba, encontramos o coração pulsante de Itumbiara. O nome da cidade, oriundo do tupi-guarani, significa “Caminho da Cachoeira”, uma homenagem vibrante à natureza exuberante da região.

Os amantes da pesca encontram aqui um paraíso, com uma rica biodiversidade aquática. Destaque para o tucunaré, uma espécie que se destaca não apenas por sua beleza, mas também pelo desafio que proporciona aos pescadores esportivos.

Para aqueles que estão começando na prática ou que preferem não trazer seu equipamento, a cidade oferece uma variedade de lojas especializadas prontas para equipá-los com tudo que é necessário, desde varas a iscas. É a garantia de diversão e adrenalina em um dos pontos mais convidativos para a pesca no Brasil.

O ecoturismo como marca da cidade

Mas Itumbiara vai além das águas do Paranaíba. A cidade apresenta uma rica tapeçaria verde, pontilhada por parques ecológicos e outras atrações que agradarão a toda a família.

Aqui, é possível encontrar montanhas convidativas e espaços verdes que servem como o palco perfeito para um piquenique em família, um passeio relaxante ou até mesmo uma trilha exploratória.

Infraestrutura e hospitalidade: a marca de Itumbiara

Além de ser um ponto de encontro natural para turistas, Itumbiara se destaca por sua infraestrutura desenvolvida. O município oferece uma vasta gama de serviços de qualidade, desde educação até saúde, garantindo bem-estar tanto para os que a visitam quanto para aqueles que escolhem a cidade como lar. Além disso, a hospitalidade local e a rica gastronomia são outros pontos que cativam a todos, tornando a estadia em Itumbiara uma experiência enriquecedora.

A pesca do tucunaré

Descobrir Itumbiara é mergulhar em uma rica tradição pesqueira que atrai entusiastas de todos os cantos do Brasil. É neste cenário que o tucunaré se destaca, tornando-se a verdadeira estrela das águas do Rio Paranaíba.

O Magnífico Tucunaré

No mundo da pesca, poucos peixes são tão celebrados quanto o tucunaré. Este peixe robusto, conhecido por sua incrível resistência e cores vibrantes, pode ser encontrado em diferentes tamanhos, variando de modestos 20 cm a impressionantes exemplares de mais de 80 cm. A pesca do tucunaré é mais que um esporte, é uma arte que envolve técnica, paciência e muita adrenalina.

Equipando-se para a Aventura

Seja você um veterano da pesca esportiva ou um novato empolgado, Itumbiara está pronta para recebê-lo com braços abertos e muitas lojas especializadas. Nestes estabelecimentos, é possível encontrar de tudo: desde varas modernas até uma vasta gama de iscas, garantindo que cada pescador tenha a melhor experiência possível em suas expedições pesqueiras.

Dicas para uma Pescaria Bem-Sucedida

A pesca do tucunaré em Itumbiara pode ser uma experiência inigualável para pescadores esportivos. Pescadores experientes dizem que a escolha acertada da isca, o domínio da técnica adequada e a atenção às condições climáticas e do ambiente aquático são vitais para aumentar as chances de uma pescaria bem-sucedida.

Lembre-se, contudo, que o respeito às normas e regulamentações locais é fundamental. A prática da pesca responsável, que inclui a devolução dos peixes capturados ao seu habitat natural, contribui para a preservação da espécie e para garantir que as futuras gerações também possam desfrutar dessa experiência única.

Eventos e Encontros

A cidade sedia tradicionais encontros de pescadores, proporcionando momentos de confraternização, troca de experiências e, claro, muita pesca. Esses eventos são uma excelente oportunidade para aprender com os mais experientes e, quem sabe, iniciar-se no apaixonante mundo da pesca esportiva. Em Itumbiara, cada jornada às margens do Paranaíba promete ser uma aventura inesquecível, onde cada lance da vara pode resultar em um encontro com o majestoso tucunaré.Se a pesca esportiva está em seu coração, não há lugar melhor para vivenciar essa paixão que as águas acolhedoras de Itumbiara. Preparado para a aventura?

Se você é um aficionado por pescaria, um amante da natureza ou simplesmente alguém em busca de uma experiência rica em cultura e história, Itumbiara é o seu destino. Então, que tal começar a planejar sua próxima aventura neste encantador pedaço de Goiás?

Os principais pontos turísticos da cidade são: 

Rio Paranaíba

 

O rio Paranaíba é um curso de água que nasce no estado de Minas Gerais, no Brasil, sendo um dos formadores do rio Paraná.

 

Cachoeira do Salitre

 

Cachoeira do Salitre é uma cachoeira localizada no município de Itumbiara, no interior do estado brasileiro de Goiás. Está localizada na zona rural do município, nos limites com Buriti Alegre. É um dos principais atrativos turísticos naturais do município.

 

Farol da Beira Rio

 

O Farol compõe a famosa avenida Beira Rio. É uma estrutura de referência é um cartão postal.

 

Ponte Affonso Penna

 

A Ponte Pênsil Affonso Penna é uma ponte pênsil localizada na divisa dos estados brasileiros de Goiás e Minas Gerais. Foi projetada e construída pelo engenheiro José Luiz Mendes Diniz. É a ponte pênsil mais antiga do Brasil e o principal símbolo do município de Itumbiara.

 

Saiba mais 

O Ranking Connected Smart Cities, que identifica as cidades mais inteligentes e com maior potencial de desenvolvimento no país, posicionou Itumbiara como a 8ª cidade mais inteligente e com maior potencial de desenvolvimento na Região Centro-Oeste do país,. Em Goiás, a cidade ocupa a 3ª posição.

Não se esqueça de seguir nossas dicas e notícias para tornar sua viagem ainda mais especial. Clique aqui e junte-se a um de nossos grupos para receber atualizações em primeira mão.

Leia também: Viva México: a comédia que deixou o presidente mexicano irritado com a Netflix – Curta Mais

Cidade goiana no entorno de Brasília é um paraíso escondido para quem quer sentir a paz interior – Curta Mais

 

Descubra a conexão entre uma cidade goiana e uma mineira que são consideradas ‘cidades-irmãs’

Você já ouviu falar de Itumbiara? Esse município brasileiro, localizado no sul do estado de Goiás, é conhecido como a “cidade irmã” do município mineiro de Araporã. Elas ficam a apenas 1 km de distância. Mas o que significa ser uma cidade-irmã e qual é a importância desse título?

Cidade-irmã é um conceito bastante interessante, que visa estabelecer mecanismos de cooperação internacional entre cidades, visando expandir as relações econômicas, culturais e políticas entre elas. Na Europa, esse conceito é conhecido como Geminação de Cidades. Através dessa relação, cidades de diferentes regiões do globo podem se conectar e compartilhar semelhanças em termos de demografia e formação histórica, estabelecendo laços duradouros.

Prefeitura de Itumbiara

Foto: Prefeitura de Itumbiara

Itumbiara é o décimo terceiro município mais populoso de Goiás, com cerca de 106.845 habitantes. Além disso, é considerada o portal de entrada do estado. Sua localização estratégica próxima a Minas Gerais e São Paulo faz dela um dos maiores exportadores do estado. Isso se deve ao fato de que Itumbiara possibilita o escoamento da produção agrícola do sudoeste goiano através das regiões Sul e Sudeste.

Conhecida como a “cidade irmã” de Araporã, município mineiro, Itumbiara estabelece uma parceria especial com essa cidade vizinha. Essa relação permite que ambas as cidades se beneficiem mutuamente, trocando conhecimentos, experiências e fortalecendo seus laços econômicos, culturais e políticos.

Mas e Araporã, o que você conhece dessa cidadezinha mineira?

Turismo em Minas Gerais

Foto: Turismo em Minas Gerais

Esse município do interior de Minas Gerais é cheio de curiosidades interessantes! Com uma população estimada em quase 7 mil habitantes, Araporã está localizada na região norte do Triângulo Mineiro, a apenas 125 km de Uberlândia e 700 km da capital Belo Horizonte. Está a apenas 1 km de Itumbiara, em Goiás, e a 400 km de Brasília, no Distrito Federal.

E sabia que Araporã já foi detentora do maior PIB per capita do estado? Isso se deve à presença de uma grande usina hidrelétrica no município. 

E as duas cidades estão às margens do Rio Paranaíba, que permite um visual incrível, além de potencial turístico para a região.

 

Conheça alguns pontos interessantes para visitar:

 

  • Rio Paranaíba

 

A Ponte Pênsil Afonso Pena no Rio Paranaíba - Blog Cachaça Canela-de-ema

Foto: Blog Cachaça Canela de Ema

 

O Rio Paranaíba é um curso de água que nasce no estado de Minas Gerais, no Brasil, sendo um dos formadores do rio Paraná.

  • Cachoeira do Salitre

 

Cachoeira do Salitre - O que saber antes de ir (ATUALIZADO 2023)Foto: Trip Advisor

 

Cachoeira do Salitre é uma cachoeira localizada no município de Itumbiara, no interior do estado brasileiro de Goiás. Está localizada na zona rural do município, nos limites com Buriti Alegre. É um dos principais atrativos turísticos naturais do município.

 

  • Farol da Beira Rio

Blog Itumbiara: Se interessar a alguém, segue abaixo o horário de  funcionamento do Farol de Itumbiara

Foto: Blog Itumbiara

 

O Farol compõe a famosa avenida Beira Rio. É uma estrutura de referência é um cartão postal.

 

  • Ponte Affonso Penna

A Ponte Pênsil Affonso Penna é uma ponte pênsil localizada na divisa dos estados brasileiros de Goiás e Minas Gerais. Foi projetada e construída pelo engenheiro José Luiz Mendes Diniz. É a ponte pênsil mais antiga do Brasil e o principal símbolo do município de Itumbiara.

 

  • Cachoeira do Salto

Cachoeira do SaltoFoto: Turismo em Minas

A mais bela queda d’água da região com cerca de 15m de altura onde a natureza se manifesta com o seu belo esplendor.

 

  • Lago da Represa de Furnas

Lago de FurnasFoto: Turismo em Minas

O lago atinge até 450 metros de profundidade por 1,8 mil metros de largura, cerca de duas vezes e meia maior que a Baía de Guanabara (RJ). As águas do lago são limpas e quando há muito vento até pequenas ondas se formam.

Além de esportes aquáticos e pesca, ainda é possível ver uma variedade de pássaros e animais silvestres nas proximidades da margem do lago e da mata.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Diário de Itumbiara

Cidade goiana bem pertinho de Minas Gerais é um destino imperdível para os amantes de ecoturismo

Itumbiara é uma cidade incrível no sul de Goiás, bem na divisa com Minas Gerais. Essa cidade tem muito a oferecer para quem a visita, seja para turismo ou para morar.A cidade é conhecida por belezas naturais, como o Rio Paranaíba, que é um dos principais rios da região e oferece diversas atividades de lazer, como pescaria e passeios de barco. 

 

Além disso, Itumbiara tem uma paisagem encantadora, com muitas áreas verdes e montanhas.Mas,  também é muito desenvolvida, com um comércio forte e uma infraestrutura completa. Itumbiara tem muitos serviços de qualidade, como hospitais, escolas e universidades, e muitas opções de lazer. 

 

Itumbiara é uma cidade que tem um laço especial com o município mineiro de Araporã, sendo considerada sua “cidade irmã”. Localizada ao sul da capital de Goiás, Goiânia, a cidade está a uma distância de 204 quilômetros. Para quem está em Brasília, a viagem até Itumbiara é de 411 quilômetros. Com uma população de 106.845 habitantes, Itumbiara é o décimo terceiro município mais populoso do estado de Goiás.

Com aproximadamente um século de existência, a cidade foi construída com o objetivo de interligar a localidade goiana à cidade mineira de Uberaba. Na ocasião, a região do Rio Paranaíba recebeu construções governamentais para a arrecadação de rendas, a fim de forçar o fluxo do trânsito naquela área. Este fato, somado à fertilidade daquelas terras, contribuiu para que um pequeno povoado se formasse ali.

O território foi batizado como distrito de Santa Rita do Paranaíba em 21 de agosto de 1852. Uma Lei Estadual de 12 de julho de 1909 a elevou ao posto de município. A localização estratégica de Itumbiara influenciou fortemente no crescimento da cidade.

A cidade é a porta de entrada estratégica para o estado de Goiás, sendo também um dos principais pólos exportadores. A localização privilegiada, próxima a Minas Gerais e São Paulo, é o fator chave para o sucesso na distribuição da produção agrícola do sudoeste goiano, alcançando com facilidade as regiões Sul e Sudeste do país.

No tupi-guarani, Itumbiara significa “Caminho da Cachoeira”. Fazendo jus ao seu nome, o ecoturismo é o grande responsável pelo turismo na cidade. Seu grande destaque é o Lago da Represa do Rio Paranaíba, onde acontecem os tradicionais encontros entre pescadores e equipes de pesca para a prática esportiva.

Caso você não possua todo o equipamento necessário para a pesca, não se preocupe! Na cidade, existem diversas lojas especializadas que oferecem desde varas de pesca até iscas, garantindo que todos possam desfrutar da atividade. As represas da região são um verdadeiro paraíso para os pescadores, com espécies de peixes como tucunaré, pacu, pirapitinga e piau. O destaque, sem dúvida, fica para o tucunaré, um peixe esportivo que proporciona muita diversão para os amantes da pesca. 

A pesca de tucunarés no Rio Paranaíba, em Itumbiara, pode ser uma atividade emocionante e gratificante para pescadores esportivos. Ao escolher a isca certa, a técnica adequada e prestar atenção nas condições climáticas e de água, você pode aumentar suas chances de pegar um tucunaré. Lembre-se de seguir as leis e regulamentos locais de pesca e sempre praticar a pesca responsável.

O município oferece tudo o que é necessário para uma experiência inesquecível para os amantes da pesca. Além disso, conta com outras atrações turísticas, como seus parques ecológicos e museus, confirmando a diversão para toda a família.

Os principais pontos turísticos da cidade são: 

  • Rio Paranaíba

O rio Paranaíba é um curso de água que nasce no estado de Minas Gerais, no Brasil, sendo um dos formadores do rio Paraná.

 

  • Cachoeira do Salitre