Brasileiros poderão comprar passagens aéreas por R$ 200 a partir de fevereiro; saiba como

É oficial: Dia da Consciência Negra é feriado no Brasil

O Dia da Consciência Negra, comemorado no dia 20 de novembro, foi oficialmente sancionado pelo Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT)  como Feriado Nacional, válido em todo território do país. A nova lei foi publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira, 22.

Antes, a data era considerada ponto facultativo, e valia como feriado em apenas em alguns estados e municípios. Com a sanção, a data passa a valer em todas as cidades do país.

O Dia da Consciência Negra celebra o dia em que um dos maiores líderes da resistência contra a escravidão no Brasil, Zumbi dos Palmares, foi morto, durante o período do Brasil Colônia. O líder foi morto no ano de 1695, após ser traído por um de seus companheiros, Antônio Soares, que denunciou um de seus esconderijos, então foi emboscado e morto.

Projeto de Lei
O projeto foi proposto pelo Senador Randolfe Rodrigues (sem partido-AP). O reconhecimento do 20 de novembro como feriado nacional foi aprovado pelo Congresso Nacional no mês passado. Com 286 votos a favor e 121 contrários.

Criado pela então presidente Dilma Rousseff em 2011, o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra começou a ser já comemorado no dia 20 de novembro, mas na época, não chegou a se tornar um feriado.

Google revela os termos mais buscados de 2023 no Brasil

O Google lançou, nesta semana, a lista dos termos mais buscados em 2023. Tudo que foi pesquisado revela o que mais chamou atenção durante o ano, desde coisas divertidas até política, esportes e famosos.

Os rankings mostram o que as pessoas do mundo todo e aqui no Brasil mais pesquisaram, com algumas coisas parecidas e outras bem diferentes entre os dois. Dá uma olhada nos resultados principais e nas categorias que foram divulgadas.

O que mais o povo brasileiro buscou no Google em 2023

Por aqui, a política ficou bem em alta o ano todo, muito por conta das eleições de 2022 e a transição de governo. Personalidades políticas e não políticas dominaram as pesquisas no Brasil em 2023. Artistas e pessoas da midia também marcaram presença na lista.

Neste ano, o Google trouxe umas categorias especiais só pro Brasil,  um exemplo é aquela famosa pergunta “O que é…?”, se tornando uma categoria. As modinhas das redes sociais, com tutoriais e explicações que todo mundo quis saber.

Pagamento antecipado do Bolsa Família agosto de 2023? Veja se o adicional do auxílio será pago

 Inscritos pelo calendário Bolsa Família 2023 Agosto estão com expectativa de receberem de forma antecipada neste segunda (14). No entanto, a antecipação do Bolsa Família só pode ser liberada pelo governo Lula e Caixa Econômica Federal.

Consulta Bolsa Família (Auxílio Brasil) pode ser feita:

Aplicativo Auxílio Brasil (Android e iOS). Ministério da Cidadania, por meio do número 121. Central de Atendimento da Caixa, número 111.

Como sacar o Bolsa Família

Aplicativo Caixa Tem;

Novo cartão do Auxílio Brasil;

Antigo cartão do Bolsa Família;

Saque sem cartão gerando o código pelo Caixa Tem;

Saque em agência bancária da escolha do beneficiário.

Valores da parcela Além do valor mínimo de R$ 600,

O Novo Bolsa Família ainda traz valores adicionais (R$ 150 e R$ 50). Sendo:

Pelo menos R$ 600 por família;

Adicional de R$ 150 para cada criança de até 6 anos;

Adicional de R$ 50 adicionais para crianças com mais de 7 anos e jovens com menos de 18;

Adicional de R$ 50 adicionais para gestantes.

Consulte Calendário Bolsa Família Agosto:
Número final do NIS 1 – 18 de agosto
Número final do NIS 2 – 21 de agosto
Número final do NIS 3 – 22 de agosto
Número final do NIS 4 – 23 de agosto
Número final do NIS 5 – 24 de agosto
Número final do NIS 6 – 25 de agosto
Número final do NIS7 – 28 de agosto
Número final do NIS 8 – 29 de agosto
Número final do NIS 9 – 30 de agosto
Número final do NIS 0 – 31 de agosto

Horário de Verão volta a ser discutido no Brasil

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva fez uma enquete nas redes sociais, nesta segunda-feira (7), perguntando ao público sobre a volta do horário de verão. “Governo que consulta a população. O que vocês acham da volta do horário de verão?”

O tema divide opiniões: há quem ame e quem odeie. Mas, até as 18h45, o placar estava folgado: 73,1% dos usuários pediam a volta do horário de verão, e 26,9% se manifestaram contra.

O horário de verão foi instituído no Brasil durante a gestão de Getúlio Vargas, em 1931 e 1932, mas só passou a ser adotado sem interrupções a partir de 1985. A medida foi criada para aproveitar a iluminação natural nos dias mais longos para poupar energia e reduzir o risco de apagões.

A suspensão do horário de verão já era estudada no governo de Michel Temer, mas foi implantada durante a gestão de Jair Bolsonaro.

No post de Lula, diversos usuários questionaram que a decisão sobre a volta ou não do horário de verão teria de ser embasada não em preferências, mas em estudos e avaliações técnicas, que apontariam se a medida seria ou não vantajosa para o sistema elétrico.

Economiza energia ou não?

O Jornal Estadão publicou um estudo do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) que apontam que a aplicação do horário de verão neste ano não traz benefícios para a operação do sistema elétrico nacional.

A análise sobre a possibilidade de retomar o mecanismo, extinto em 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro, foi feita a pedido do Ministério de Minas e Energia (MME) em agosto. Apesar do parecer, a decisão sobre a medida caberá ao governo federal.

 

*Com informações G1

PRF informa que Brasil não tem mais nenhum bloqueio em rodovias federais

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou, às 20h31 (horário de Brasília) desta quinta-feira (3), que não há mais nenhum bloqueio (fluxo totalmente impedido) nas rodovias federais do Brasil. Há três dias, manifestantes que defendem um golpe após a vitória do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) ocupam as estradas do país. As informações são do portal UOL.

Ainda há 24 interdições, ou seja, fluxo parcialmente impedido. Os estados que estão com interdições são o Amazonas, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará e Rondônia.

A corporação informou, ainda, que 936 manifestações foram desfeitas e 3.500 multas foram aplicadas.

Em Goiás, foram encerrados todos os bloqueios totais nas rodovias federais que cortam o estado já na quarta-feira, 2. De acordo com a PRF, as rodovias federais são locais de maior visibilidade, com maior concentração de pessoas gerando uma situação de maior complexidade para desmobilização.

 

 

Imagem: Lucas Lacaz Ruiz

Manifestantes pró-Bolsonaro bloqueiam rodovias em Goiás

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) bloqueiam rodovias em Goiás em protesto à vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). As manifestações começaram logo após o resultado da eleição, na noite de domingo (30), e se estende até esta segunda-feira (31). Caminhões e caminhonetes interditaram as estradas e papelão e pneus foram queimados. As informações são do G1 Goiás.

A Triunfo Concebra informou ao portal que há pontos de manifestação na BR-060 no km 101, em Anápolis, e outro na BR-153, no km 703, em Itumbiara, no sul do estado.

Em Anápolis, o bloqueio é total, com 8,5 km de congestionamento nos dois sentidos. Já no sul do estado, a interdição é parcial, com aproximadamente 8 km de fila de carros em ambas direções.

A Polícia Rodoviária Federal confirmou que também há manifestação na BR-040, nos km 94, em Cristalina e no km 19 em Luziânia. Após negociação, houve uma liberação parcial por 15 minutos no trecho do km 74, porém os dois sentidos da rodovia estão bloqueados.

pro

Alguns manifestantes afirmam que não aceitam o resultado das eleições. Não há registro de violência durante os atos.

 

 

Imagens: G1

Homem tatua rostos de Lula e Bolsonaro no antebraço e viraliza na internet

A principal disputa política do Brasil atualmente é protagonizada por Luiz Inácio Lula da Silva(PT) e Jair Messias Bolsonaro(PL); candidatos a presidência do Brasil, ambos já tiveram mandatos como chefe-de-estado e contrastam politicamente, sendo os dois mais pretendidos pelos eleitores de acordo com pesquisas eleitorais.

 

Um morador de São Paulo, no entanto, decidiu unir os rivais ideológicos e eternizar, na própria pele, os rostos do petista e do militar da reserva em seu antebraço, com cada uma das metades da face se completando em uma tatuagem, utilizando uma técnica hiper-realista de desenho em cores.

 

O trabalho teria sido realizado por Ubiratan Amorin e Paulinho de Deus, dois tatuadores estabelecidos na Zona Leste da cidade de São Paulo, com o primeiro citado sendo o responsável por publicar o vídeo do trabalho feito, rendendo diversos compartilhamentos e comentários diversos sobre o intuito da intervenção.

 

A identidade do rapaz que estampou os rostos dos presidenciáveis na pela não foi revelada, com Ubiratan acrescentando que o homem não queria ter o nome, motivo da tatuagem ou o perfil divulgado, como informou o UOL.

 

Mesmo assim, o autor aproveitou para brincar com seus seguidores na legenda do vídeo onde mostra o trabalho: “Os dois caras mais amados do nosso Brasil! O amor foi tanto que o cliente eternizou na pele”, ironizou na postagem, que já ultrapassa 18 mil curtidas.

 

Confira o vídeo

 



 

Foto: Reprodução

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Lula é capa da Time, critica Bolsonaro e diz que presidente da Ucrânia é tão responsável pela guerra quanto Putin

O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), é capa da revista norte-americana Time, uma das mais prestigiadas do mundo. A revista classifica o petista como “o líder mais popular do Brasil, que busca retornar à Presidência”.

Na publicação, Lula – que é pré-candidato à Presidência nas eleições de outubro, afirmou que o atual chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (PL), estimula o racismo no Brasil. “Não diria que ele tem culpa pelo racismo porque o racismo é crônico no País. Mas ele estimula. Bolsonaro despertou o ódio e o preconceito”, declarou.

A revista quis saber o que Lula pensa sobre a invasão russa na Ucrânia e o que ele faria se fosse presidente do Brasil para tentar amenizar o conflito. O petista criticou a postura do presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e disse que ele é tão responsável quanto o presidente russo, Vladimir Putin, pelo conflito. “Fico vendo o presidente da Ucrânia na televisão como se estivesse festejando, sendo aplaudido em pé por todos os parlamentos. Esse cara é tão responsável quanto o Putin porque numa guerra não tem apenas um culpado”, disse.

No texto da entrevista, a Time também cita a reviravolta na trajetória política de Lula, que foi condenado e preso após as investigações da Operação Lava Jato. Em seguida, a revista relata que o ex-presidente foi solto após o Supremo Tribunal Federal (STF) considerar que ele foi julgado por um juiz que atuou de forma enviesada, o que afetou a defesa. A Time conta, ainda, que Lula vai disputar as eleições contra Bolsonaro e cita que o petista lidera todas as pesquisas de preferência do eleitorado.

Na palma da mão
Acesse https://linktr.ee/guiacurtamais e fique por dentro do que há de melhor em conteúdo. O Curta Mais é a multiplataforma mais completa e confiável de cultura, gastronomia, entretenimento, política e negócios de Goiás.

Imagem: Reprodução / Revista Time

PSB oficializa indicação de Alckmin para ser vice na chapa de Lula

O PSB oficializou nesta sexta-feira (08/04), a indicação do nome do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, como vice-presidente na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de outubro. “Não temos a menor dúvida de que Lula reúne as melhores condições para articular forças políticas amplas, capazes de dar à resistência democrática a envergadura que permitirá vencer o bolsonarismo”, diz trecho da carta entregue pelo PSB ao PT.

Na ocasião, Lula disse que o PSB participará do processo de criação do plano de governo. “Essa chapa não será só para disputar as eleições. Teremos uma grande tarefa pela frente para recuperar o País”, disse o ex-presidente.

Geraldo Alckmin também defendeu a aliança com o PT. “O momento grave que vivemos exige generosidade, grandeza política, desprendimento e união. Vamos somar esforços para a reconstrução do Brasil”, declarou.

Além de Lula e Alckmin, também estiveram presentes no evento a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, o presidente do PSB, Carlos Siqueira, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, entre outras lideranças.

Foto: André Ribeiro / Futura / Press / Estadão Conteúdo

 

Luiza Trajano está entre as 100 pessoas mais influentes do Mundo, segundo a revisa Time

A revista semanal americana Time acaba de publicar a sua lista das 100 pessoas mais influentes de 2021 e traz a empresária brasileira Luiza Helena Trajano entre os nomes.  

A presidente do conselho do Magazine Luiza,  aparece na categoria “titãs”, ao lado de Simone Biles e da dramaturga e produtora Shonda Rhimas.

 

“Em um mundo de negócios ainda dominado por homens, a brasileira Luiza Trajano conseguiu transformar o Magazine Luiza, que começou como uma loja única em 1957, em um gigante do varejo com dezenas de bilhões de dólares. É uma grande conquista – uma entre muitas”, diz uma trecho do texto. 

E ainda completa: “Em um mundo onde bilionários queimam fortunas em aventuras espaciais e iates, Luiza se dedica a um tipo diferente de odisséia. Ela assumiu o desafio de construir um gigante comercial e ao mesmo tempo construir um Brasil melhor”. 

Em 2020, o presidente Jair Bolsonaro e o Youtuber Felipe Neto também faziam parte da lista de 100 pessoas mais influentes do mundo da Time. Outros brasileiros que também já estiveram entre eles foram os ex-presidentes do Brasil Fernando Henrique Cardoso, Lula (2004 e 2010), Dilma Rousseff (2011 e 2012) e o então juiz Sérgio Moro (2016).

Veja a lista completa das 100 pessoas mais influentes do mundo segundo a Time

Leia também: 

Neymar dá resposta sincerona à Patrícia Pillar e web repercute a treta – Curta Mais

Anitta é a primeira brasileira a se apresentar no VMA – Curta Mais

 

 

Lula aparece de sunga ao lado da namorada e internet não perdoa: ‘lua cheia’

Comemorando a absolvição no caso do sítio de Atibaia, Lula e sua namorada Rosângela da Silva, a Janja (54), posaram para um foto em clima de romance na noite de lua cheia deste último domingo. O clima foi feito no Ceará, onde o ex-presidente cumpre agenda. Na foto, feita por Ricardo Stuckert, postada no Twitter de Janja, ela escreve: “Boa noite com essa lua cheia no Ceará!”

Mas como a internet não perdoa, seguidores acabaram reparando em um outro detalhe. O look de Lula que, aos 75 anos, aparece bronzeado, de pernas à mostra e… de sunga!

As brincadeiras e memes, claro, foram inevitáveis. Confira as mais hilárias:

20 Filmes e séries para te ajudar a entender a história política do Brasil

 

O cenário histórico-político brasileiro se mostra, para muitas pessoas, confuso. Às vezes, as aulas de história não são claras o suficiente para que o cidadão brasileito consiga fazer uma leitura crítica do que acontece em Brasília e nos paços estaduais e municipais. Para Auxiliar quem procura entender um pouco mais sobre o assunto, preparamos uma lista com filmes clássicos sobre a personagens e momentos da hitória brasileira que deveriam ser compreendidos e entendidos por todos.

 

Confira: 

 

 1,Democracia em vertigem, de Petra Costa (2019)

 

Neste retrato de um dos períodos mais dramáticos da história do Brasil, o político e o pessoal estão entrelaçados pela narração de Petra Costa. Através de relatos de seu complexo passado familiar e acesso sem precedentes a líderes do passado e do presente – incluindo os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, a cineasta analisa a ascensão e a queda desses governantes e a polarização da nossa nação

 

O Filme pode ser assistido na Netflix https://www.netflix.com/title/80190535

 

Confira o trailler

 

2.   “O que aconteceu com o Brasil?”, de Kennedy Alencar (2019)

 

Documentário, produzido pela rede de notícias BBC World News, explica ao espectador estrangeiro o que aconteceu de 2013 a 2018. Idealizado por Alencar, veterano da cobertura política, What Happened to Brazil… traça uma linha do tempo das manifestações de junho de 2013 até a eleição de Jair Bolsonaro.

 

O documentário pode ser assistido no site oficial https://www.bbc.com/reel/playlist/what-happened-to-brazil

Confira o trailler

 

3.  O jardim das aflições, de Josias Teófilo (2017)

 

Aparentemente, este longa metragem não tem nada haver com a história política do Brasil. Ledo engano. O filme conta a vida,  a obra e o pensamento filosófico de Olavo de Carvalho, considerado o guru do presidente Jair Bolsonaro. O filme mostra sua rotina de trabalho, com produção de livros políticos e de filosofia e também de peças jornalísticas.

 

O filme pode ser assistido no Google Play https://play.google.com/store/movies/details/O_Jardim_das_Afli%C3%A7%C3%B5es?id=CdSqFR5roi0&hl=en_US&gl=US

 

Confira o trailler

4. Documentário: Auto de resistência, de Natasha Neri e Lula Carvalho (2018)

 

Este documentário trata da justiça brasileira que, como todos sabemos, tem uma relação bem próxima com a política. Retrata os homicídios praticados pela polícia contra civis, no Rio de Janeiro, em casos registrados como “autos de resistência”. Ele acompanha a trajetória de personagens que lidam com essas mortes em seus cotidianos, desde o momento em que um indivíduo é morto, passando pela investigação da polícia, até as fases de arquivamento ou julgamento por um tribunal do júri.

 

Pode ser assistido na Apple TV e no Now.

 

Confira o trailler

5. Bacurau, de Kléber Mendonça Filho (2019)

 

É um filme que leva à reflexão do momento em que vivemos.  É uma produção de ficção científica brasileira. No roteiro, moradores de Bacurau,  um pequeno povoado do sertão brasileiro, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa, Domingas, Acácio, Plínio, Lunga e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa.

 

O filme está disponível no Globo Play https://globoplay.globo.com/bacurau/t/R6ymtCdFmc/

Confira o trailler

6.   Excelentíssimos, de Douglas Duarte (2018)

 

Um registro dos fatos, personagens e articulações por trás da maior crise política do país desde a redemocratização, o filme foi gravado dentro do Congresso Nacional ao longo dos meses em que corria o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

 

O filme pode ser assistido no Now Online https://www.nowonline.com.br/filme/excelentissimos/316672

 

Confira o trailler

 

 

7. Divino amor, de Gabriel Mascaro (2019)

 

Em um Brasil regido pelas regras evangélicas, Joana, uma escrivã de cartório, usa sua posição no trabalho para salvar casais que chegam para se divorciar. Ela faz de tudo para levar os clientes a participarem de uma terapia religiosa de reconciliação no grupo “Divino Amor”.Tudo é em nome de um projeto maior para a manutenção da família sagrada dentro da fé e da fidelidade conjugal.

 

O filme está disponível no Google Play https://play.google.com/store/movies/details/Divino_Amor?gl=BR&hl=en&id=Yj1kFExLOco.P

 

Veja o trailler

 

8. Polícia Federal: A lei é para todos, de Marcelo Antunez (2017)

 

Este filme biográfico retrata a Operação Lava Jato do início do processo até a condução coercitiva do ex-presidente Lula. O roteiro explora uma série de investigações sobre a corrupção que abalou o Brasil nos últimos anos.

 

O filme está disponível no Globo Play https://globoplay.globo.com/policia-federal-a-lei-e-para-todos/t/nzBxw7zZgS/

 

Veja o trailler

 

9. Torre das donzelas, de Susanna Lira (2018)

 

Um grupo de mulheres revisita sua história quarenta anos após terem sido presas durante a ditadura militar na Torre das Donzelas, como era chamada a penitenciária feminina do Presidio Tiradentes, em São Paulo. A ex-presidente Dilma é uma das entrevistadas.

 

O filme pode ser visto no Vivo Play https://www.vivoplay.com.br/details/movie/torre-das-donzelas-7133823

 

Confira o trailler

 

10. Getúlio (2013)

 

Getúlio Vargas passa seus 16 últimos dias pressionado por uma crise política em decorrência das acusações de que teria ordenado o atentado contra Carlos Lacerda. O presidente avalia os riscos existentes até tomar a decisão de se suicidar.

 

O filme pode ser assistido no Netflix https://www.netflix.com/title/80187186

 

Confira o trailler no link

 

11. O Homem da Capa Preta (1986)

 

Tenório Cavalcanti, polêmico e violento político da Baixada Fluminense, desafia os poderosos da região nos anos 1950 e 60. Com uma metralhadora e usando capa preta e cartola, faz justiça com as próprias mãos.

 

O filme pode ser visto na Vivo Play https://www.vivoplay.com.br/details/movie/o-homem-da-capa-preta-12378569

 

Confira o trailler

 

12. Jango (1984)

 

A trajetória política de João Goulart, o 24º presidente brasileiro, que foi deposto por um golpe militar nas primeiras horas de 1º de abril de 1964.

 

O filme pode ser assistido no youtube https://www.youtube.com/watch?v=SaU6pIBv9f4

Veja o trailler

13. O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias (2006)

 

Em 1970, Mauro é um garoto de 12 anos que adora futebol e jogo de botão. Um dia, sua vida muda completamente quando seus pais saem de férias de forma inesperada. Na verdade, os pais de Mauro foram obrigados a fugir por serem militantes de esquerda perseguidos pela ditadura militar. O casal decide deixá-lo com o avô paterno, que falece justamente no mesmo dia em que o garoto chega em São Paulo. Assim, Mauro acaba ficando com Shlomo, um velho judeu solitário que é seu vizinho

 

Onde assistir:  No Google Play https://play.google.com/store/movies/details/O_Ano_Em_Que_Meus_Pais_Sa%C3%ADram_de_F%C3%A9rias?id=3ud4mAmlvNU

 

Trailler:

 

14. Pra Frente, Brasil (1982)

 

Após ser confundido com um ativista político, um pacato cidadão da classe média é preso e torturado por agentes federais durante a euforia do milagre econômico brasileiro e da Copa do Mundo de 1970.

 

O filme pode ser visto no youtube https://www.youtube.com/watch?v=6mDZOFECKwI

 

15. Eles Não Usam Black-Tie (1981)

 

Otávio é um militante sindical que organiza um movimento grevista para resistir às práticas exploradoras de uma metalúrgica, na qual seu filho Tião também trabalha. Mas, com a namorada grávida, o jovem resiste à greve para não perder o emprego

 

O filme está disponível na Globo Play https://globoplay.globo.com/eles-nao-usam-black-tie/t/nCzttxfSvD/#:~:text=Eles%20N%C3%A3o%20Usam%20Black%2DTie%20%7C%20Assista%20online%20ao%20filme%20no%20Globoplay

 

Assista o Trailler

 

16. O Que é Isso Companheiro? (1997)

 

O jornalista Fernando e seu amigo César abraçam a luta armada contra a ditadura militar no final da década de 60, após a publicação do AI-5. Os dois se alistam em um grupo guerrilheiro de esquerda e, em uma das ações do grupo militante, César é ferido e capturado pelos militares. Fernando então planeja o sequestro do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Charles Burke Elbrick, para negociar a liberdade de César e de outros companheiros presos

 

O filme está disponível na Globo Play https://globoplay.globo.com/o-que-e-isso-companheiro/t/7TXqxPchRv/#:~:text=Assista%20online%20ao%20filme%20no%20Globoplay

Veja o trailler

 

17. Tropa de Elite 1

 

Tem como tema a violência urbana na cidade brasileira do Rio de Janeiro e as ações do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. O filme é baseado no livro Elite da Tropa, de Rodrigo Pimentel e André Batista, em parceria com Luiz Eduardo Soares.

 

O filme está disponível na Netflix https://www.netflix.com/watch/70100721?trackId=13752289&tctx=0%2C0%2C7df167e493246f3e9c08233e7eae7e7c09ec2e0c%3A036acb393937e330710727037796f5e6fddf3837%2C7df167e493246f3e9c08233e7eae7e7c09ec2e0c%3A036acb393937e330710727037796f5e6fddf3837%2Cunknown%2C

 

Veja o trailler

 

18.  Tropa de Elite 2

 

Depois de uma operação fracassada, Nascimento é afastado do Bope e agora trabalha como subsecretário de Inteligência na Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro. No novo cargo, o ex-capitão é arrastado para uma disputa política sangrenta que envolve funcionários do governo e grupos paramilitares.

 

O filme está disponível na Globo Play https://globoplay.globo.com/v/6684939/#:~:text=Tropa%20de%20Elite%202%20%2D%20O,%C3%89%20Outro%20Assista%20online%20%7C%20Globoplay

 

Confira o trailler

 

19. Lula: O filho do Brasil

 

Baseado em fatos reais, o filme conta a trajetória de Luiz Inácio Lula da Silva desde sua infância no interior de Pernambuco até os tempos de militância sindical em São Paulo nos anos 80 e sua prisão durante a ditadura militar, aos 35 anos

 

O filme está disponível na Globo Play https://globoplay.globo.com/lula-o-filho-do-brasil/t/mrbMK2rGrP/

 

Confira o trailler

 

 

20. ‘José & Sarney’ (2020)

 

O documentário retrata a vida e obra do político, escritor e ex-presidente da república José Sarney. O roteiro conta com depoimentos do historiador Wagner Cabral; do advogado, escritor, jornalista e ex-deputado federal, Joaquim Haickel; do membro da AML, Benedito Bogéa Buzar; de Marly Sarney, esposa de José Sarney; Dedeco Mendes, amigo do ex-presidente; do advogado e jornalista Joaquim Haickel e de do membro da AML, Benedito Buzar.

O documentário pode ser visto no youtube https://www.youtube.com/watch?v=mpLFKdktAlg

No programa ‘Conversa com Bial’ jornalista veterano Boris Casoy diz que não perdoa Bolsonaro

O jornalista Boris Casoy foi o entrevistado da noite de ontem, 19 de julho, do programa da Tv Globo ‘Conversa com Bial’. A entrevista polêmica, como a maior parte dos posicionamentos do jornalista que celebra 65 anos de carreira, logo foi parar nos assuntos mais comentados do twitter. Entre os motivos está a declaração de Casoy sobre o posicionamento do presidente da república Jair Bolsonaro sobre o combate a pandemia de Covid-19 e aquisição de vacinas. 

 

‘Apareceu essa bobagem, essa besteira muito estimulada pelo presidente da República. Eu não perdoo Bolsonaro, ele pode ter as virtudes que tiver,  mas isso anula as virtudes’, disse o jornalista ao comentar que as vacinas são importantes e que as fake news estão prejudicando a vacinação contra a Covid-19 no Brasil.

 

Casoy recordou ainda que ele e a irmã gêmea foram vítimas da poliomielite quando crianças e que só sobreviveram porque os pais tiveram condições financeiras de levá-los para os Estados Unidos para realizar operação e tratamento. ‘ Se houvesse vacina, eu e minha irmã gêmea não teríamos sido vítimas da poliomielite. Cada criança salva é um cidadão lá na frente’, destacou o jornalista

 

Na entrevista, Casoy explicou também o apoio dado por ele ao Golpe de 1964.  De acordo com ele, o que o levou, de fato a apoiar o golpe que acabou com implantação de anos de ditadura no Brasil foi o medo do comunismo. ‘ Já tinha acontecido em Cuba, tinha sinais, muita gente que queria aquilo, certamente iludida, imaginando que era igualdade e fraternidade, uma tremenda ilusão. Tinha pânico daquilo”, continuou Boris.

 

Ele disse ainda que, na sua cabeça, o apoio a 64 representava ‘uma limpeza, uma revolução contra a corrupção e a favor da democracia”. Coisas que, segundo ele, foram sendo abandonadas.’Havia uma promessa de realização de eleições, apareceram os candidatos e as coisas foram se complicando, a gente ficou sabendo da tortura. Você passa a não concordar com uma série de fatores que foram levados a efeito por esse golpe e ficou mais de 20 anos. Não era isso que a gente imaginava’, explicou. 

 

Sobre o momento político recente do país, o apresentador também elogiou a Operação Lava Jato e criticou a soltura do ex-presidente Lula. Segundo Casoy, a realização da Lava Jato foi o momento em que mais sentiu esperança de que as coisas poderiam mudar no Brasil, mas que houve erros e destacou que, na sua opinião,  a soltura de Lula foi um erro. 

 

Polêmico, Casoy também recordou a pergunta histórica ao presidente Fernando Henrique Cardoso, em 1985. Na ocasião, o jornalista  questionou FHC se ele acreditava em Deus e o futuro presidente da república se enrolou, sem conseguir responder claramente. Para muitos, esta pergunta fez o candidato perder a eleição da prefeitura para Jânio Quadros. 

 

Boris contou que esteve em um jantar com FHC antes do debate e o mesmo havia deixado claro o quanto a pergunta lhe complicaria. Segundo Casoy, ele ainda tentou avisar de forma discreta ao político sua intenção, mas não conseguiu se fazer entender 100%. 

Pedro Bial diz que só entrevistaria Lula com detector de mentiras; veja o vídeo

O jornalista e apresentador Pedro Bial, que atualmente comanda o programa de entrevistas Conversa com Bial nas madrugadas da TV Globo, disse que só entrevistaria o ex-presidente Lula se pudesse usar um polígrafo (detector de mentiras).

“O Lula já disse que gostaria de fazer o programa comigo, mas teria que ser ao vivo”, revelou Pedro Bial no Manhattan Connection, da TV Cultura, após ser questionado sobre quais personalidades não aceitariam participar de seu programa de entrevistas. “Pode até ser ao vivo, mas teria que ter um polígrafo acompanhando todas as falas dele”, completou sobre o ex-presidente.

Sucessor de Jô Soares, nas madrugadas da Globo, Bial rapidamente ficou entre os assuntos mais comentados da web após a fala. No Twitter, internautas subiram a tag “Jô Soares”, pedindo a volta do “Programa do Jô”.  “O Bial é o típico falso intelectual. Fala umas abobrinhas e tem gente que já o coloca como “culto”. Dizer que já tivemos Jô Soares em programas de entrevistas, esse sim inteligentíssimo, para um forçado Bial, que tem capacidade pra ficar no máximo num BBB da vida”, escreveu uma pessoa. “Quem nasceu Pedro Bial nunca vai chegar a Jô Soares”, disse outro.

Após a polêmica, Bial ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Assista ao trecho da entrevista: