Filme de maior bilheteria de Tarantino está (perdido) na Netflix

Django Livre é o trabalho de maior faturamento de Quentin Tarantino, pelo menos por enquanto. Além disso, é considerado um dos melhores filmes da década de 2010. O título pode passar despercebido para muitos assinantes no extenso catálogo da Netflix mas é uma verdadeira obra prima que merece ser vista por todos, gostando ou não do estilo único e não linear do diretor norte-americano que tem no currículo outras pérolas como Pulp Fiction, Bastardos Inglórios e Era Uma Vez em Holywood – ganhandor de dois Oscar em 2020.

No longa, Django (Jamie Foxx) é um escravo comprado pelo caçador de recompensas Dr. King Schultz (Christoph Waltz), que promete a liberdade do escravo em troca do serviço para encontrar seus próximos alvos. A trama conta, ainda, com o plano do protagonista para resgatar sua esposa Broomhilda (Kerry Washington) das mãos do poderoso fazendeiro Calvin Candie (Leonardo DiCaprio).

A obra reúne diversos elementos presentes nos trabalhos anteriores do diretor, como cenas engraçadas, lendas alemãs, referências ao pop e muito sangue.

Além de ser um sucesso nas bilheterias, arrecadando mais de 420 milhões de dólares, o filme garantiu mais um Oscar de melhor roteiro original para Tarantino (que havia conquistado o primeiro com Pulp Fiction) e o segundo Oscar de Christoph Waltz como melhor ator coadjuvante, após a vitória com seu papel em Bastardos Inglórios. Como se isso fosse pouco, ambos também ganharam o Globo de Ouro nas mesmas categorias.

Receba no seu WhatsApp as melhores dicas da cidade e as notícias mais interessantes em primeira mão!

O filme de ação que conquistou Quentin Tarantino está na Netflix

Anualmente, Quentin Tarantino presenteia seus fãs com sua indicação de filme favorito, uma tradição aguardada ansiosamente pelos fãs do renomado diretor de cinema. Hoje, um dos filmes indicados pelo diretor como um espetáculo chega ao catálogo da Netflix. Trata-se de “Top Gun: Maverick”.

Quentin Tarantino pode ser visto como uma bússola confiável para muitos amantes de cinema, afinal, Tarantino é um realizador, roteirista, produtor, ator, diretor de fotografia e crítico de cinema americano. É vencedor de dois Oscars de Melhor Roteiro Original e foi eleito o 19° maior diretor de cinema dos últimos 25 anos segundo o levantamento da Quartz através do Metacritic. Com um currículo de peso como esse, a indicação do diretor pode ser seguida cegamente.

Durante uma entrevista ao podcast Reelblend, Tarantino não poupou elogios a “Top Gun: Maverick”, dirigido por Joseph Kosinski e estrelado por um elenco de peso, incluindo Tom Cruise, Miles Teller, Jennifer Connelly e John Hamm. O filme é sequência do clássico e icônico filme de 1980. Com entusiasmo, o cineasta descreveu a experiência proporcionada pelo filme, agora disponível na Netflix, como “um verdadeiro espetáculo cinematográfico”, algo que ele acreditava não ser possível testemunhar novamente nas salas de cinema.

Ao longo do podcast, Tarantino não poupou elogios ao filme. Ele deu destaque para a direção de Kosinski, que se assemelha ao estilo de direção de Tony Scott, diretor do primeiro filme, que infelizmente já faleceu. Ele expressou admirável respeito pelo trabalho do diretor, afirmando que este filme é a forma mais próxima de reviver o estilo cinematográfico único de Scott. 

No longa podemos acompanhar Pete “Maverick” Mitchell de volta depois de mais de 30 anos de serviço como um dos principais aviadores da Marinha. Apesar de ser conhecido como o capitão mais desobediente da Marinha, o Almirante Kazansky, conhecido como “Iceman”, acredita que Maverick ainda tem algo a oferecer à marinha. É então que, a pedido do Almirante, ele assume o posto de professor da nova elite de pilotos de caça. Agora, no mundo contemporâneo das guerras tecnológicas, Maverick precisa provar que o fator humano ainda é essencial.

 

 

Lançado três décadas após o original, “Top Gun: Maverick” não apenas se tornou um dos maiores sucessos de 2022, mas também uma produção que transcendia expectativas. Com uma arrecadação global de 1,493 bilhão de dólares, o filme conquistou o título de maior bilheteria do ano, um feito notável antes de ser ultrapassado por “Avatar: O Caminho da Água” em 2023. 

Tarantino também falou sobre a paciência de Tom Cruise, que estava ansioso aguardando o momento ideal para retomar o universo de “Top Gun”. Cruise revelou ao cineasta que a demora na produção da sequência era uma busca pela abordagem mais adequada, uma busca que, segundo Tarantino, alcançou seu objetivo. 

A novidade é empolgante para os fãs que, assim como Tom Cruise, estavam ansiosos para o filme. Agora, existe a oportunidade de desfrutar de “Top Gun: Maverick” no conforto de suas casas, já que o longa-metragem está disponível no catálogo da Netflix.

 

>Veja Também<

Blonde: Filme sobre a vida de Marilyn Monroe estreia na Netflix e exalta atuação brilhante de Ana de Armas

‘Agente Oculto’: o filme mais caro da história da Netflix acerta na ação e erra no roteiro

Uma Linda Vida: o filme da Netflix que vai aquecer seu coração

Quentin Tarantino + Netflix: Veja o top 5 de suas obras no serviço de streaming

Como diz Seu Jorge e Selton Melo em Tatantino’s Mind (curta-metragem brasileiro) kubrick, Scorsese e Kurosawa são mestres, faixa vermelha, samurais…
Mas dentro da nova geração de cineastras, Tarantino está entre os maiores. 

O diretor estadunidense é responsável por clássicos como Cães de Aluguel (1992), seu primeiro trabalho como diretor, e Django Livre (2012), seu filme mais premiado. 

Assistir pela primeira vez um filme de Quentin Tarantino é sempre um momento marcante; é amar ou odiar!

Mas há quem nunca tenha visto um filme do aclamado diretor, por isso fizemos um top 5 do que tem disponível na Netfix pra você enviar pra aquele seu amigo que ainda não viu ou pra (re)ver esses clássicos. 


1 – Cães de Aluguel 

Criminoso reúne seis bandidos para grande roubo de diamantes. Algo sai errado e um deles é ferido durante roubo e os bandidos precisam descobrir quem foi que os traiu, o que gera enorme tensão no grupo e enfraquece a todos.
 

2 – Django Livre

No sul dos Estados Unidos, anos antes da Guerra Civil, um ex-escravo Django faz uma aliança inesperada com o caçador de recompensas Schultz para caçar os criminosos mais procurados do país e resgatar sua esposa de um fazendeiro que força seus escravos a participarem de competições mortais.

 

3 – Bastardos Inglórios

Durante a Segunda Guerra Mundial, na França, um grupo de judeus americanos conhecidos como Bastardos espalha o terror entre o terceiro Reich. Ao mesmo tempo, Shosanna, uma judia que fugiu dos nazistas, planeja vingança quando um evento em seu cinema reunirá os líderes do partido.

 

4 – Os Oito Odiados

Em busca de abrigo para se proteger de uma nevasca, dois caçadores de recompensas, um prisioneiro e um homem que alega ser xerife conhecem quatro estranhos.

 

5 – Um Drink no Inferno (roteiro)

Dois irmãos criminosos sequestram um pastor e sua família e cruzam a fronteira, chegando ao México. Eles se escondem em uma boate mexicana, mas descobrem que os frequentadores do local são vampiros. Nesse ele participa como ator e roteirista, mas quem assina a direção são Robert Rodriguez e Sarah Kelly, mas ele é tão bom que merece estar na lista mesmo assim.

 

Siga Curta Mais nas redes sociais:

Curta Mais no Facebook

Curta Mais no Instagram

Curta Mais no Twitter

Filme de Tarantino com Brad Pitt e Leonardo DiCaprio recebe seis minutos de aplausos no Cannes

Em uma junção maravilhosa e divertida de Brad Pitt e Leonardo DiCaprio, o filme ‘Era uma vez em Hollywood’ está chegando nos cinemas para atrair uma geração inteira de fãs e a sua exibição no Cannes provou isso. O Festival, que aconteceu nesta terça-feira (21/05), teve uma das mais longas aclamações neste ano, depois da estreia do longa-metragem!

Produzido por Quentin Tarantino, o filme também conta com a participação de Robbie, Kurt Russell, Al Pacino e o falecido Luke Perry, em um de seus últimos papéis nas telonas. O cineasta voltou a tomar conta do Cannes depois de vinte e cinco anos, com o filme ‘Pulp Fiction’, e levou Brad Pitt e Leonardo DiCaprio juntos para o mais glamouroso tapete vermelho do mundo.

No produção, o Leonardo DiCaprio interpreta um astro da televisão enquanto o Brad Pitt é seu dublê. Acompanhando a indústria cinematográfica do final dos anos 60, figuras reais como Sharon Tate e a família Manson também aparecem.

Depois de receberem solicitações em excesso, dezenas de pessoas acabaram sendo rejeitadas na porta do evento. Ao final da exibição, o filme recebeu uma salva de palmas em pé que durou seis minutos!

Trailer

Lançamento: 15 de agosto 

 

Siga Curta Mais nas redes sociais:

Curta Mais no Facebook

Curta Mais no Instagram

Curta Mais no Twitter

 

Capa: Divulgação / Era uma vez em Hollywood

Novo filme de Tarantino ganha pôster com Leonardo DiCaprio e Brad Pitt

Novo filme de Tarantino, Once Upon a Time in Hollywood, ganha pôster com Leonardo DiCaprio e Brad Pitt. 

a76b7ecbff2c0f8d1bc3de0b0418d0c0.jpg

Divulgação

O novo filme roteirizado e dirigido por Quentin é ambientado em Los Angeles no ano de 1969 e é o primeiro desde que ele se desvinculou da Miramax da The Weinstein Company após o produtor ter sofrido denúncias de abuso sexual.

A estreia do filme está prevista para o fim de julho, mas os fãs já estão à espera, afinal, Tarantino é sinônimo de sucesso e irreverência. Tudo indica que o pôster antecipa a divulgação do trailer oficial que deve ser lançado essa semana. Enquanto esperam, divirtam-se com o teaser.

Siga Curta Mais nas redes sociais:

Curta Mais no Facebook

Curta Mais no Instagram

Curta Mais no Twitter

Capa: Divulgação

Festival de filmes de máfia no Cinemark começa amanhã

A rede Cinemark continua sua programação especial que revisita os clássicos do cinema. Essa nova edição, que vai se focar nos filmes de Máfia, começa a valer a partir de amanhã (08) e vai até o final de junho.

 

Os filmes são exibidos sempre nos domingos, às 12h10; nas terças-feiras, às 20h30 e nas quartas-feiras, às 21h15.

 

Eis os filmes que estarão em cartaz e suas respectivas datas.

 

Cassino

 

8ae99333ad4a33f1766ca4b10791e0a1.jpg

 

Drama/Filme biográfico

Duração: 2h 58m

Direção: Martin Scorsese

Dias: 08 a 18 de maio

 

 

Os Bons Companheiros

 

d4c0339812d8031775db078c5d1990a8.jpg

 

Filme policial/Drama

Duração: 2h 28m

Direção: Martin Scorsese

Dias: 22 de maio a 1 de junho.

 

 

O Poderoso Chefão – Parte 2

 

f4d435e5381fb0592a874250b1406420.jpg 

 

Filme policial/Drama

Duração: 3h20m

Diretor: Francis Ford Coppola

Dias 05 a 15 de junho

 

 

Pulp Fiction – Tempos de Violência

 

922b85d0c19269dacc6da866b45c05c1.jpg

 

Filme policial/Drama

Duração: 2h58m

Direção: Quentin Tarantino

Dias 19 a 29 de junho

 

 

Mais informações:

 

Cinemark Passeio das Águas

Telefone: (62) 3605-8162

 

Cinemark Flamboyant

Telefone: (62) 3515-1819

Quentin Tarantino planeja filmar Kill Bill 3

Um de seus filmes mais revolucionários segundo ele mesmo, Kill Bill Vol. 1 e 2 arrecadaram milhões de dólares em bilheterias pelo mundo todo em suas estreias e até hoje são considerados grandes obras do cinema. Mas segundo Tarantino, nem tudo que foi escrito acabou sendo filmado e muito material ainda existe e claro, muita história a ser contada sobre “ A noiva”. Em recente entrevista ao site Variety ele comentou que mostrou à Uma Thurman muito do que não foi utilizado no filme e segundo ele a atriz e grande amiga ficou animadíssima com a possibilidade de contar novas histórias na pele de Beatrix Kiddo, um dos personagens mais marcantes de sua carreira. “Eu não ficaria surpreso se “a noiva” fizer mais uma aparição. Eu estou falando com Uma sobre isso. Mostrei para ela algumas coisas que eu tinha escrito para o filme, mas não usei”

 

Existem rumores de que a possível continuação teria seu enredo baseado na vingança de Nikkia Bell, filha de Vernita Green, mas até agora nada foi cornfirmado.

Só nos resta torcer para que novidades cheguem logo e possamos ver mais um belo trabalho desse diretor que sempre nos emociona com filmes que são marcados pelo belíssimo trabalho de fotografia e trilha sonora que nos transporta para dentro da trama.

Kill

 

Kill