WhatsApp libera novo (e muito esperado) recurso

O WhatsApp liberou nesta terça-feira (16) um novo recurso para seus usuários. Agora é possível “favoritar” os seus principais contatos no aplicativo de mensagens.

A novidade, disponível tanto para mensagens quanto para chamadas, já começou a ser disponibilizada (veja abaixo como configurar).

Com o novo recurso, no topo do aplicativo, aparecerá a opção “Favoritos”, que estará ao lado de outros filtros, como “Todas”, “Não lidas” e “Grupos”.

A novidade possibilita encontrar rapidamente pessoas e grupos na aba exclusiva para eles.

“Seu melhor amigo ou o grupo da família, sejam quais forem seus “favoritos”, eles serão os mesmos nas suas conversas e ligações, assim você pode ligar rapidamente para eles usando também a aba Ligações”, disse a empresa.

Como favoritar contatos no WhatsApp

Como favoritar contatos no WhatsApp

Para mensagens, abra o WhatsApp e, no topo do app, selecione o filtro “Favoritos” e coloque aqueles contatos que devem ser “favoritados”;

Para ligações, vá à aba “Ligações”, toque em “Adicionar favorito” e, por fim, selecione os contatos que deverão aparecer no topo do app.

Segundo a empresa, também é possível administrar seus favoritos acessando “Configurações” > “Favoritos” > “Adicionar aos favoritos”.

 

Veja o anúncio oficial do WhatsApp:

Agora ficou muito mais fácil visualizar seus favoritos no WhatsApp. A partir de hoje, você pode encontrar rapidamente as pessoas e os grupos mais importantes na parte superior da sua aba Ligações e como um filtro para suas conversas.

Seu melhor amigo ou o grupo da família, sejam quais forem seus “favoritos”, eles serão os mesmos nas suas conversas e ligações, assim você pode ligar rapidamente para eles usando também a aba Ligações.

Para adicionar aos seus “favoritos”:

  • Na tela de conversas, selecione o filtro “favoritos” e depois selecione seus contatos ou grupos lá.
  • Na aba Ligações, toque em “Adicionar favorito” e depois selecione seus contatos ou grupos.
  • Ou, simplesmente gerencie seus “favoritos” acessando Configurações > Favoritos > Adicionar aos favoritos. Você pode reordená-los a qualquer momento.

Estamos lançando esse recurso para os usuários hoje, e ele estará disponível para todos nas próximas semanas.

Leia também:

Um dos filmes mais emocionantes de todos os tempos está (escondido) na Netflix

Filme mais perturbador de 2023 chega ao top 10 da Netflix

Filme de maior bilheteria de Tarantino está (perdido) na Netflix

WhatsApp não será mais compatível em 15 modelos de celulares; veja se o seu está na lista

Com o avanço tecnológico contínuo, celulares mais antigos estão prestes a perder suporte para o WhatsApp, um dos principais aplicativos de mensagens instantâneas do mundo.

A partir deste mês de julho, determinados modelos de smartphones podem não mais executar o aplicativo devido à falta de compatibilidade com versões atualizadas dos sistemas operacionais iOS e Android.

Segundo o Centro de Ajuda do WhatsApp, essa medida se deve à incapacidade dos dispositivos obsoletos de receber atualizações críticas de segurança e ajustes de software. Os sistemas operacionais suportados continuarão sendo Android OS 5.0 e superiores, iOS 12 e superiores, além de KaiOS 2.5.0 e superiores, incluindo JioPhone e JioPhone 2.

A lista de dispositivos que não terão mais suporte ao WhatsApp inclui modelos como Samsung Galaxy S3 Mini, Galaxy X Cover 2, Galaxy Trend Lite; LG Optimus L3 II Dual, LG Optimus L5 Dual, LG Optimus L7 Dual, LG Optimus F3Q, LG Optimus L2 II, LG Optimus F6; iPhone SE, iPhone 5, iPhone 6, iPhone 6S Plus; e outros como Alcatel Go Flip 2, Grand S Flex, Grand Memo, Xperia M.

Usuários afetados serão notificados para atualizar seus sistemas operacionais, se ainda não o fizeram. No Android, a atualização pode ser verificada em “Configurações” > “Sistema”. No iOS, é necessário acessar “Ajustes” > “Geral” > “Atualização de Software” e ativar as “Atualizações Automáticas” para baixar as novas versões do iOS.

Esta mudança visa garantir a segurança e a funcionalidade contínua do WhatsApp para todos os usuários compatíveis com os requisitos técnicos mais recentes.

 

 

 

*Com informações portal Terra

Veja também:

Saiba como driblar quem oculta a confirmação de leitura do WhatsApp

Inteligência Artificial em Goiânia prevê doenças cardíacas antes dos sintomas

A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) iniciou o uso de Inteligência Artificial (IA) para prever doenças cardiovasculares graves, como acidente vascular cerebral (AVC) e infarto. Através desta tecnologia, é possível identificar pacientes com mais de 60% de chances de desenvolver essas condições antes do aparecimento dos sintomas, possibilitando intervenções preventivas no momento adequado.

A iniciativa, inicialmente implementada no Distrito Sanitário Oeste de Goiânia, já apresenta resultados promissores. Com a análise de prontuários, mais de 7 mil pessoas foram identificadas com algum nível de risco cardiovascular. Dentre essas, 546 pacientes foram classificados como de alto risco, recebendo prioridade no acesso aos serviços de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

“A utilização de algoritmos de predição e inteligência artificial nos permite identificar, de forma precoce, indivíduos que possuem maior probabilidade de desenvolver doenças cardíacas graves”, afirmou o secretário de Saúde, Wilson Pollara. “Isso nos possibilita direcionar esforços para uma abordagem preventiva mais eficaz, reduzindo o impacto dessas condições na saúde da população”, complementou.

Identificação e Monitoramento

Após a identificação do paciente com alto risco de desenvolver uma doença cardíaca, a secretaria inicia uma segunda etapa: ir até ele. Essa parte do trabalho é realizada pelos agentes comunitários de saúde, por meio da busca ativa. O processo está no início, mas será gradual, garantindo que as pessoas recebam o acompanhamento necessário.

“Esse agente de saúde visita os lares dentro de sua área de atuação e auxilia a família no preenchimento de duas fichas: uma domiciliar e outra individual. Na ficha domiciliar, são registradas informações gerais, como as condições estruturais da residência, o número de moradores e o responsável financeiro. Já na ficha individual, são detalhados os hábitos de vida, padrões de alimentação, presença de comorbidades, doenças crônicas, entre outras informações relevantes para a saúde individual”, explicou a superintendente de Gestão de Rede da SMS, Cynara Mathias.

Em seguida, o paciente é agendado para uma consulta com o clínico geral. “A partir dessas consultas, precedidas por eletrocardiograma realizado na própria unidade de saúde, o clínico geral avalia o nível de risco, classificando-o como baixo, médio ou alto, e determina se é necessária uma atenção secundária ou terciária. Estamos estabelecendo uma linha de cuidados para monitorar de perto esses pacientes”, disse Cynara.

Desafogamento

O secretário ressaltou que os custos desse sistema preventivo são consideravelmente menores para os cofres públicos. “Ao tratar os pacientes com medidas clínicas antes de um eventual infarto, evitamos a necessidade de procedimentos cirúrgicos”, apontou. Além disso, Pollara acredita que essa iniciativa terá um impacto positivo no atendimento da rede de saúde, aliviando sua sobrecarga.

“Os pacientes serão tratados de maneira mais simples nas unidades básicas, que possuem uma capacidade de atendimento significativamente maior”, finalizou.

 

 

Veja também:

Nova atualização do WhatsApp facilita a comunicação entre pessoas de diferentes idiomas; saiba como

Uma das aplicações de mensagens mais utilizadas no mundo é o WhatsApp, que tem a função de manter a comunicação entre diferentes pessoas, sejam familiares, amigos ou colegas de trabalho, que precisam trocar informações de forma imediata.

Além disso, pode ser divertido para conversas entre entes queridos, permitindo o compartilhamento de fotos, vídeos, áudios, criação de stickers, envio de mensagens temporárias, publicação de histórias e até a criação de enquetes dentro de chats em grupo.

Este aplicativo recebe atualizações constantes que melhoram a experiência dos usuários, especialmente em termos de segurança e outros serviços úteis para comunicações mais profissionais.

Uma das ferramentas do WhatsApp é a transcrição de mensagens de voz, que permite aos usuários obter um texto escrito do conteúdo de um áudio, útil em ambientes ruidosos onde é difícil ouvir o que a outra pessoa está comunicando.

A empresa está trabalhando para aprimorar a nova atualização do WhatsApp que inclui uma função de tradução de áudios. Este recurso permite a transcrição e tradução automática do conteúdo das mensagens de voz, sem necessidade de aplicativos de terceiros. A ferramenta pode identificar o idioma do áudio e traduzi-lo para o idioma configurado pelo usuário.

Essa função poderia funcionar como um tradutor em tempo real; por exemplo, se você receber uma mensagem de voz em um idioma que não entende, o aplicativo poderá transcrevê-la para o idioma que você utiliza.

De acordo com o portal WaBetaInfo, a função será capaz de identificar o idioma da mensagem de voz para transcrevê-la inicialmente nos idiomas disponíveis, como inglês, espanhol, português, russo e hindi.

A funcionalidade estará disponível inicialmente para os idiomas inglês, espanhol, português, russo e hindi. Atualmente, essa ferramenta está em fase de teste na versão beta 2.24.13.8 para dispositivos Android e pode não estar acessível para todos os usuários até a próxima atualização oficial.

 

 

*com informações O Globo

Veja também:

 

Saiba qual é a Rede Social mais usada pelos brasileiros (e não é o Whatsapp)

Desde 2020, os hábitos digitais têm mudado significativamente em todo o mundo. Durante e após a pandemia de Covid-19, o consumo de informações nas mídias sociais aumentou e permaneceu alto. No Brasil, essa tendência se consolidou com o TikTok, que agora supera o WhatsApp em tempo de uso mensal.

De acordo com um levantamento da Data AI Intelligence, os brasileiros passam, em média, 30 horas mensais no TikTok, enquanto o WhatsApp registra 24 horas. O YouTube e o Instagram seguem empatados com 22 horas mensais, o Facebook com 12 horas e o X (antigo Twitter) com 3 horas. O ranking dos nove aplicativos mais usados é completado pelo Pinterest (2 horas), Telegram (1 hora) e LinkedIn (menos de uma hora).

O TikTok, lançado em setembro de 2016 pela empresa chinesa ByteDance, experimentou um crescimento meteórico, atraindo milhões de usuários globalmente. A plataforma se destaca por ser dinâmica e acessível, permitindo que usuários criem e compartilhem vídeos curtos que rapidamente se tornam virais. Seu algoritmo facilita esse processo, diferenciando-se de outras redes como o Instagram.

Perfil

No Brasil, o perfil mais comum de usuário do TikTok é o heavy user, com 8 em cada 10 pessoas acessando o aplicativo pelo menos uma vez por dia. Uma pesquisa realizada pelo Opinion Box revelou que 40% dos usuários se juntaram ao TikTok no último ano, e 1 em cada 3 espera passar ainda mais tempo na plataforma no próximo ano.

Contudo, apenas 11% dos usuários postam diariamente, enquanto 30% raramente publicam e outros 30% nunca postam, preferindo apenas assistir aos vídeos.

O sucesso do TikTok no Brasil também se reflete no tipo de conteúdo consumido. Segundo a pesquisa, 54% dos usuários assistem a vídeos de humor e descontração, evidenciando a preferência por conteúdos leves e divertidos. A plataforma se consolidou como a principal rede social no país, moldando novos padrões de consumo de mídia e interação digital.

 

 

Veja também:

Novidade no WhatsApp resolve um problema antigo de privacidade

O WhatsApp divulgou nesta quinta-feira (13) uma novidade que já estava disponível para alguns usuários há algum tempo mas que para muitos deve chegar atualização só agora. A visualização única agora permite que suas mensagens de voz desapareçam depois de abertas.

Para usar a nova função, basta tocar e deslizar para cima no ícone de microfone e depois tocar no ícone de visualização única.

Você pode enviar fotos, vídeos e mensagens de voz que desaparecem da conversa no WhatsApp depois que a pessoa com quem você está conversando abre o arquivo uma vez. Basta usar o recurso de visualização única.

Leia também: Novo canal do Curta Mais no WhatsApp traz o melhor de Goiânia na palma da mão

Arquivos de mídia de visualização única

As fotos e os vídeos enviados usando esse recurso não ficam salvos nas fotos nem na galeria da outra pessoa. Além disso, não é possível encaminhar, compartilhar nem copiar esses arquivos. nem fazer capturas de tela ou gravações. Contudo, a pessoa com quem você está conversando pode usar uma câmera ou outro aparelho para tirar uma foto ou gravar um vídeo do arquivo de mídia antes que ele desapareça.

Você pode enviar fotos, vídeos e mensagens de voz que desaparecem da conversa no WhatsApp depois que a pessoa com quem você está conversando abre o arquivo uma vez.

Arquivos de mídia de visualização única

As fotos e os vídeos enviados usando esse recurso não podem ser encaminhados e não ficam salvos nas Fotos nem na Galeria da outra pessoa.

Enviar arquivos de mídia de visualização única

  1. Abra uma conversa individual ou em grupo.
  2. Toque no ícone “câmera” para tirar uma foto ou gravar um vídeo, ou selecione um arquivo de mídia nos seus Álbuns.

Se preferir, toque no ícone “+” e, em seguida, toque em:

Câmera para tirar uma foto ou gravar um vídeo com sua câmera.

Fotos e vídeos para selecionar uma foto ou um vídeo nas Fotos ou nos Álbuns do seu aparelho.

  1. Toque no ícone “visualização única”.

Quando a visualização única estiver ativada, o ícone ficará verde.

  1. Toque no ícone “enviar”.

Você verá a confirmação Mensagem aberta na conversa depois que a pessoa visualizar a foto ou o vídeo.

Observação: o WhatsApp precisa ter acesso às Fotos e à Câmera do seu aparelho para enviar arquivos de mídia. Para conceder as permissões, abra os Ajustes do iPhone e toque em Privacidade e Segurança.

whatsapp privacidade

Imagem: Divulgação.

Enviar mensagens de voz de reprodução única

  1. Abra uma conversa individual ou em grupo.
  2. Toque no ícone de microfone.
  3. Deslize o ícone de microfone para cima para ativar a gravação com as mãos livres.
  4. Toque e segure a gravação.
  5. Toque no ícone “visualização única”.

Quando a visualização única estiver ativada, o ícone ficará verde.

  1. Toque no ícone “enviar”.

Só é possível saber se a pessoa para quem você enviou a mensagem abriu a mensagem de voz, a foto ou o vídeo de visualização única se as confirmações de leitura dessa pessoa estiverem ativadas.

Abrir mensagens de voz e arquivos de mídia de visualização única

  1. Toque na mensagem de visualização única.
  2. Visualize a foto ou o vídeo ou ouça a mensagem de voz.
  3. Deslize ou toque no ícone “voltar” para sair do visualizador de mídia.

A confirmação mensagem aberta será exibida na conversa no lugar da foto, do vídeo ou da mensagem de voz. Os arquivos de mídia recebidos com o recurso de visualização única não ficarão salvos no seu rolo da câmera. Não será possível abrir a mensagem novamente após sair do visualizador de mídia.

Fixar mensagens no topo de uma conversa

Você sabia que é possível fixar até três mensagens no topo de uma conversa do WhatsApp? O WhatsApp acaba de anunciar esta novidade que promete facilitar a vida de quem se perde em meios às conversas do dia a dia. O recurso veio junto a nova atualização na última semana.

A mensagem fixada pode ser exibida em um banner no topo da conversa por um período de 24 horas, 7 dias ou 30 dias. Toque no banner com a mensagem fixada para abrí-la na conversa.

Se a conversa tiver mais de uma mensagem fixada, o banner mostrará o número de mensagens fixadas. A mensagem fixada mais recente será exibida. Toque no banner para mostrar a mensagem seguinte. Saiba mais.

Escola do Futuro de Goiás oferece vagas em cursos técnicos para 5 municípios goianos

As inscrições para os cursos técnicos de nível médio na área de tecnologia, nas cinco unidades da Escola do Futuro de Goiás (EFG), estarão abertas até o dia 21 de junho. São oferecidas 204 vagas para as pessoas das unidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Mineiros, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso de Goiás. Os cursos disponibilizados abrangem as áreas de Marketing e Mídias Sociais, Ciências de Dados e Desenvolvimento Web e Mobile, eles serão ofertados de forma presencial, online ou EAD. As inscrições podem ser feitas diretamente pelo site da EFG.

Os cursos oferecidos pela Escola do Futuro de Goiás preparam os estudantes dos dias de hoje para um mercado de trabalho cada vez mais competitivo e tecnológico. Com objetivo de contribuir para a melhora da renda financeira dos estudantes futuramente, oferecendo uma metodologia educativa que combina teoria e prática, com laboratórios modernos e bem preparados para os seus alunos.

Os moradores do Estado de Goiás a partir de 16 anos, que estejam cursando do 2° ao 3° ano, com matrícula comprovada, ou que já finalizaram o Ensino Médio têm o direito de se inscrever. O processo seletivo será feito exclusivamente pelo próprio edital, N° 009/2024, acompanhe:

  • Processo seletivo

Ocorre em três etapas:

  1. Inscrição no site da EFG
  2. Avaliação da Média do Enem ou Média Global do último ano cursado no Ensino Médio;
  3. Entrega da documentação exigida no ato da matrícula.
  •  Vagas disponíveis

São oferecidas 204 vagas distribuídas nas seguintes unidades:

– Goiânia;

– Aparecida de Goiânia;

– Mineiros;

– Santo Antônio do Descoberto;

– Valparaíso de Goiás.

  • Objetivos e benefícios

A Escola do Futuro de Goiás visa formar profissionais aptos a dominar tecnologias inovadoras, com cursos que possuem três eixos tecnológicos, são eles:

  1. Informação e Comunicação;
  2. Gestão e Negócios;
  3. Produção Cultural e Design.

As Escolas do Futuro de Goiás são uma iniciativa pública e gratuita do Governo de Goiás, um programa administrado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI) e pelo Centro de Educação, Trabalho e Tecnologia (CETT/UFG). Esse tipo de projeto é feito visando a melhor aprendizagem, qualidade de ensino e oportunidade aos estudantes dos dias atuais. 

Por exemplo, o curso de Programação de Computadores, que é disponibilizado para Goiânia, auxiliará o estudante na aprendizagem a respeito do desenvolvimento de algoritmos, utilizando o raciocínio lógico e computacional, e da codificação dos mesmos em linguagem de programação.

Critérios para Inscrição

Podem se inscrever:

– Moradores do Estado de Goiás;

– A partir de 16 anos;

– Com Ensino Médio completo ou que estejam cursando o 2º ou 3º ano até o ato da matrícula.

Primeiro hospital de inteligência artificial do mundo está prestes a ser inaugurado

A China está prestes a inaugurar algo incrível: o primeiro hospital de inteligência artificial do mundo. Isso mesmo, um lugar onde robôs inteligentes ajudam no atendimento de milhares de pacientes todos os dias.

O que é um hospital de inteligência artificial?

Um hospital de inteligência artificial é um lugar onde a tecnologia avançada é usada para ajudar nos cuidados médicos. No caso do hospital chinês, chamado “Hospital Agente”, robôs médicos serão capazes de atender cerca de três mil pacientes por dia. Esse projeto inovador foi criado pela Universidade Tsinghua, em Pequim, e promete economizar muitos recursos graças à sua automação.
Liu Yang, que lidera a equipe responsável por esse complexo projeto, explica que o hospital trará muitos benefícios.

Com a inteligência artificial, médicos humanos não precisarão de dois anos para alcançar o mesmo nível de atendimento, pois os robôs já estarão preparados para oferecer diagnósticos e tratamentos precisos. Os testes iniciais mostraram que esses robôs têm uma taxa de acerto de 93,06% em diagnósticos médicos, o que é impressionante.

Como funciona o hospital de inteligência artificial?

Os pesquisadores chineses já testaram esses robôs médicos, que foram treinados com muitos dados de medicina. Esses robôs podem fazer diagnósticos, exames, tratar doenças e acompanhar os pacientes. Yang acredita que o hospital estará em pleno funcionamento no segundo semestre deste ano. Inicialmente, o hospital terá 14 médicos e 4 enfermeiros robôs para atender aos pacientes.

Para garantir que tudo funcione bem e seja seguro, é fundamental seguir as regulamentações médicas e validar completamente a tecnologia. Também é importante encontrar maneiras de colaborar entre os robôs e os médicos humanos, para garantir que os pacientes recebam o melhor atendimento possível.

Avanços da inteligência artificial na saúde

A criação do hospital de inteligência artificial é um marco, mas essa tecnologia já está fazendo grandes avanços em outras áreas da medicina. Por exemplo, na Inglaterra, pesquisadores da University College London (UCL) e do Barts Health NHS Trust usaram inteligência artificial para medir o fluxo sanguíneo dos pacientes em poucos segundos. Isso ajuda a prever o risco de morte por doenças cardiovasculares e AVC.

Eles analisaram mais de mil imagens de exames de rotina usando uma técnica automatizada de inteligência artificial. Com essa tecnologia, os pesquisadores conseguiram identificar rapidamente o melhor tratamento para cada paciente. Isso é especialmente útil em exames de ressonância magnética cardiovascular, cujas imagens são difíceis de analisar manualmente.

James Moon, professor da UCL, destaca que a inteligência artificial já está realizando tarefas que antes eram difíceis para os médicos. Por exemplo, medir o fluxo sanguíneo manualmente é um processo demorado e tedioso, mas a IA pode fazer isso de maneira rápida e precisa. Essa tecnologia está trazendo a medicina de precisão, ajudando a identificar problemas como ataque cardíaco e insuficiência cardíaca antes mesmo que os sintomas apareçam.

O médico americano Peter Kellman, que não participou do estudo, elogiou essa nova técnica, dizendo que ela demonstra o grande potencial da inteligência artificial para melhorar a detecção precoce de doenças cardíacas. Ele acredita que essa tecnologia pode salvar muitas vidas no futuro, tornando os tratamentos mais eficazes e personalizados.

Em suma, a inteligência artificial está transformando a medicina, tornando os diagnósticos mais rápidos e precisos e ajudando a salvar vidas. O hospital de inteligência artificial na China é apenas o começo de uma nova era na saúde, onde a tecnologia e os cuidados humanos trabalham juntos para oferecer o melhor atendimento possível.

Confira também:

Descubra como a Inteligência Artificial se Tornou um Trampolim para a Geração de Empregos

Inteligência Artificial: o futuro já bate à porta

Como um simples beijo pode ser um perigo para a sua saúde

Como a evolução da tecnologia tornou o PDF parte essencial de muitos processos

A evolução tecnológica, sem dúvidas, mudou de forma significativa como gerimos e executamos processos, tanto pessoais quanto profissionais. Com isso, certamente ganhamos muito em eficiência e mesmo sustentabilidade ao otimizar tarefas. E é justamente esse contexto que torna o PDF uma parte essencial de boa parte das atividades.

Desenvolvido pela Adobe Systems, tornou-se popular e confiável graças à sua versatilidade e facilidade de uso. Só para ilustrar, trouxemos um breve resumo de como essa ferramenta se consolidou como indispensável em muitos aspectos.

Segurança

Ao mesmo tempo em que facilita, a tecnologia também traz preocupações, sobretudo com os dados. Prova disso é o reforço sistemático contra ataques cibernéticos. O PDF faz sua parte, pois oferece várias opções de segurança, desde criptografia de documentos a assinaturas digitais. São táticas que protegem informações sensíveis e garantem a integridade dos documentos. Se coloque no lugar de um advogado que precisa enviar um contrato confidencial a um cliente, por exemplo.

O profissional pode salvar o documento como um PDF e usar as opções de criptografia e restringir o acesso apenas ao cliente. Ah e este, por sua vez, pode assinar tudo digitalmente, garantindo a autenticidade.

Viabiliza a digitalização de documentos

A tecnologia, entre tantos outros pontos, favorece (e muito) na eficiência e economia com a digitalização de documentos. Assim, não é mais necessário imprimir tantos papéis e tampouco separar um espaço gigante para armazenar arquivos.  O PDF, como formato universal que mantém a formatação original do documento, é a escolha preferida para isso, mesmo em grande escala.

É o caso de uma biblioteca que precisa digitalizar seus livros antigos para preservá-los e torná-los acessíveis online. Para isso, podem usar scanners para digitalizar as páginas e salvar os arquivos como PDFs.

Compartilhamento e acessibilidade

Falando em compartilhamento, a internet facilitou bastante o envio de informações, assim como sua guarda na nuvem, por exemplo. Mais uma vez,  o PDF desempenha um papel crucial, pois permite o compartilhamento fácil e seguro. Além disso, os PDFs documentos podem ser protegidos por senha, garantindo a segurança das informações.

Na prática, um professor, por exemplo, precisa enviar um exame para seus alunos. Para personalizar, pode converter PDF em Word, fazer os ajustes e, depois, voltar ao arquivo fixo para finalmente enviar por e-mail. Como o PDF mantém a formatação e é protegido por senha, garante que o exame seja apresentado corretamente e apenas os alunos que receberam a senha possam acessá-lo.

Funcionalidades avançadas

Embora o projeto original do PDF seja de um formato estático, o formato acabou evoluindo para suportar recursos avançados, como:

  • formulários preenchíveis;
  • inserção de links internos e externos;
  • adição de multimídia e scripts interativos.

Tais funcionalidades são bem úteis, entre outros trabalhos, para um designer que precisa apresentar um novo produto a um cliente. Então, consegue criar uma apresentação em PDF com imagens, links para especificações e vídeos do produto em uso.

O PDF é compatível com todos os dispositivos

Um dos objetivos do PDF é justamente ser compatível com qualquer plataforma ou dispositivo. Isso faz com que a pessoa receba o arquivo na mesma formatação do original. Isso universaliza o compartilhamento de  documentos, uma vez que nenhuma das partes precisa se preocupar com  compatibilidade do software.

Quer um exemplo disso na prática? Suponhamos que você criou um relatório todo detalhado sobre um determinado projeto no Microsoft Word Windows. Daí, precisa enviar a um colega que, por sua vez, usa um Mac. Como o editor de texto geralmente não funciona no iOS pela ausência do pacote Office, possivelmente haverá problemas de formatação pela diferença nos sistemas operacionais.

Mas, se você converter o relatório para PDF, o documento será exibido da mesma forma em ambos os sistemas, garantindo a consistência.

Armazenamento compacto e eficiente

Lembra do armazenamento em nuvem que comentamos mais acima? Pois é, isso não seria possível se só pudéssemos salvar tudo em seus formatos originais. Imagine o tamanho de um arquivo com 32 slides do Powerpoint! Ou mesmo uma tabela em Excel cheia de gráficos. Por isso, o PDF entra em ação pela capacidade de compactar eficientemente arquivos.

Mas, além do armazenamento, ainda facilita o envio por e-mail ou mesmo o upload em sites (processo que fica até mais rápido). Aliás, este é o motivo pelo qual profissionais, como fotógrafos, organizam seus portfólios em PDF para enviar a um cliente em potencial.

Acessibilidade

A acessibilidade de textos e mesmo sites é garantida por lei no Brasil. Neste sentido, as pessoas podem converter seus arquivos originais em formatos totalmente acessíveis, desde textos simples a braille. Consequentemente, promovem a inclusão das pessoas com deficiências visuais, por exemplo.

Conformidade com as normas técnicas

A princípio, muitos setores possuem requisitos legais e normativos para a manutenção de seus registros. O PDF, de modo geral, atende a, pelo menos, uma boa parte deles devido à sua natureza de preservação a longo prazo. Ainda, a capacidade de manter a integridade do documento.

Só para exemplificar, uma pessoa contadora consegue salvar registros financeiros para fins de auditoria em PDF.

Celular Nokia ”tijolão” está de volta ao mercado!

O Nokia 3210, famoso celular dos anos 2000, que era popularmente conhecido no Brasil como ‘tijolão’, ganhou uma nova versão. O anúncio foi feito pela HMD Global, responsável por produzir os aparelhos da Nokia, e já pode ser adquirido na Europa por 79 euros, cerca de R$ 485 reais em uma conversão direta.

O novo modelo traz uma série de novidades em relação ao aparelho original, como uma tela TFT de 2,4 polegadas, 64 MB de RAM, e 128 MB de armazenamento interno, que pode ser expandido para até 32 GB via microSD. Ele também conta com o sistema operacional S30+ , com suporte para Cloud Apps.

Ele agora também conta com uma câmera traseira de 2 megapixels com flash LED, Bluetooth 5.0, conexão USB-C e uma bateria removível de 1.450 mAh. Claro que um dos principais apps não iam ficar de fora: o Snake. O novo Nokia 3210 traz uma versão moderna do jogo, com gráficos coloridos e uma ambientação 3D.

Novo Nokia 3210 segue tendência da empresa

O Nokia 3210 não é o primeiro aparelho da empresa a ganhar uma versão mais moderna nos dias atuais. Em 2021, o Nokia 6310 voltou ao mercado como um modelo repaginado, mas que mantinha a simplicidade em seus elementos. Para se ter uma ideia, a sua câmera conta com apenas 0,3 MP, já a sua tela tem uma resolução modesta de 320 x 240 pixels.

Entretanto, a iniciativa tem causado alvoroço entre os fãs dos antigos aparelhos. Há até mesmo um desejo do público gamer para que a empresa lance uma nova versão daquele que é considerado um dos celulares mais famosos entre os jogadores, o Nokia N-Gage.

Confira a ficha técnica do novo Nokia 3210:

Sistema operacional: S30+;

Tela: 2,4 polegadas com resolução QVGA de 320 x 240 pixels;

Processador: Unisoc T107;

Armazenamento interno: 128 MB, expansível para até 32 GB via cartão micro SD;

RAM: 64 MB;

Bateria: removível de 1.450 mAh;

Câmera traseira: 2 MP, com flash LED;

Conexões: 4G, Bluetooth 5.0, Rádio FM;

Portas: USB-C e 3,5 mm para fones de ouvido;

Cores: azul, amarelo e preto.

O Nokia 3210 (2024) está disponível na Europa e ainda não há previsão para chegada dele ao Brasil.

 

 

*Fonte: Tecmundo

Veja também:

Dona do ChatGPT vai criar novo ”Google”

Um novo buscador na Internet para chamar de seu! A OpenAI pode estar prestes a anunciar o próprio serviço de busca para competir diretamente com o Google. O novo serviço, cujo nome ainda não foi revelado, é uma extensão direta e conectada ao famoso ChatGPT.

O produto deve extrair informações diretamente da web e incluir citações em suas respostas, como o Google tenta fazer com a ferramenta SGE, que conta com o auxílio de IA. As informações são dos portais Reuters, The Information e Bloomberg.

O momento do possível anúncio também é interessante: seria feito um dia antes do Google I/O, conferência anual para desenvolvedores realizada pela empresa de Sundar Pichai. Inclusive, o Google deve apresentar novidades que incrementam o buscador com IA, segundo fontes próximas à EXAME, que estará presente no evento em Mountain View, Califórnia.

O motivo por trás do novo projeto da OpenAI

Desde sua abertura em 2022, o ChatGPT tem tido problemas para oferecer informações atualizadas. Esse sempre foi o forte do Google, que pôde facilmente incorporar as informações em tempo real da internet em ferramentas como o chatbot Gemini.

Já a OpenAI teve que fechar uma parceria com o Bing, da Microsoft e passou a oferecer respostas mais precisas para assinantes pagos. Outra tentativa foi a criação de plug-ins, mas a iniciativa foi interrompida em abril.

O novo produto da empresa de Sam Altman não só precisa competir com gigantes estabelecidos como o Google, mas também com startups que já usam IA para otimizar buscas.

Segundo fontes, a “busca do ChatGPT” deve também competir com a Perplexity, startup de IA avliada em US$ 1 bilhão e fundada por um ex-pesquisador da OpenAI. A empresa já oferece hoje um serviço de busca que oferece citações, imagens e respostas geradas por IA.

 

*Fonte: Exame

Veja também:

 

Essas são as 10 cidades mais inteligentes do mundo!

Em abril, foi divulgada a quinta edição do Smart City Index, índice elaborado pelo Institute for Management Development (IMD) que traz as cidades mais inteligentes do mundo. São avaliados aspectos econômicos, tecnológicos, ambientais e de qualidade de vida.

O levantamento considera dados coletados em 142 cidades por todo o mundo. São colhidas respostas de 120 residentes em cada município.

De acordo com o IMD, uma cidade inteligente é “um ambiente urbano que aplica a tecnologia para aumentar os benefícios e diminuir as deficiências da urbanização para seus cidadãos.”

O estudo revela um panorama de como a infraestrutura e a tecnologia em determinado local podem impactar sua performance e a qualidade de vida de seus moradores.

Segundo o instituto, na maioria das cidades do topo da lista, foram registrados investimentos contra desigualdades e a favor da inclusão, além de esforços no sentido da inovação.

“Com muito poucas exceções, as cidades no top 20 estão geograficamente localizadas em áreas onde ambientes sociais e econômicos são relativamente previsíveis, mesmo com o clima global geral de incertezas”, diz o levantamento.

Confira, a seguir, as 10 cidades mais inteligentes do mundo:

Zurique, Suíça


Oslo, Noruega

Canberra, Austrália

Genebra, Suíça

Singapura

Copenhague, Dinamarca

Lausanne, Suíça

Foto: reprodução 3em3

Londres, Inglaterra

Helsinque, Finlândia

 

Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos

 

 

*Fonte: Exame; CNBC

Veja também:

 

Apple perde a liderança no mercado de smartphones global

A Apple perdeu sua liderança no mercado global de smartphones, enquanto que a Samsung recuperou sua posição como a maior fabricante desses dispositivos do mundo em volume no primeiro trimestre deste ano, de acordo com a pesquisadora de mercado International Data Corporation (IDC).

A mudança de posição acontece apenas três meses após a fabricante do iPhone ter conquistado o primeiro lugar do ranking pela primeira vez, e se deve à queda de 10% nas vendas de celulares da fabricante americana nos três primeiros meses de 2024, já que rivais chineses de custo mais baixo, como a Xiaomi, tiveram um rápido crescimento.

A IDC estimou que as remessas globais do iPhone caíram 10%, para 50,1 milhões, nos primeiros três meses de 2024, ficando aquém da estimativa média de 51,7 milhões dos analistas compilada pela Bloomberg, o que deu à Apple uma participação de mercado de 17,3%.

A queda de 9,6% em relação ao ano anterior é a mais acentuada para a Apple desde que os bloqueios da Covid afetaram as cadeias de suprimentos em 2022, disseram os pesquisadores.

A fabricante de iPhone com sede em Cupertino, na Califórnia, tem lutado para sustentar as vendas na China desde o lançamento de seu modelo mais recente, o iPhone 15, em setembro. O ressurgimento de rivais como a Huawei e a Xiaomi, e a proibição imposta por Pequim de dispositivos estrangeiros no local de trabalho pesaram sobre as vendas.

A queda nas remessas do iPhone é significativa, uma vez que o mercado móvel geral registrou seu melhor crescimento em anos. Os fabricantes de smartphones enviaram 289,4 milhões de aparelhos no período, marcando um aumento de 7,8% em relação ao ponto mais baixo de um ano atrás, quando muitos fabricantes estavam lutando contra um excesso de aparelhos não vendidos.

O crescimento mais forte do mercado veio de dois fabricantes chineses, na mais recente indicação das dificuldades da Apple na China, maior mercado de smartphones do mundo.

A Samsung, que lançou seu mais recente telefone Galaxy S24 em janeiro, teve uma participação de 23% depois que as remessas caíram pouco menos de 1% em relação ao ano anterior, para 60,1 milhões.

Já as vendas da Xiaomi aumentaram 34%, e a empresa passou a atingir uma participação de mercado de 14%, já que o grupo de eletrônicos com sede em Pequim viu seu desempenho melhorar após uma onda de publicidade em torno da estreia de seu carro elétrico.

”O mercado de smartphones está emergindo da turbulência dos últimos dois anos mais forte e mudado”, disse Nabila Popal, diretora de pesquisa da IDC.

Nabila acrescenta:

”Embora a Apple tenha sido super-resistente e tenha visto um grande crescimento em remessas e participação nos últimos anos, será um desafio para ela manter o ritmo de crescimento e o pico de participação que teve em 2023. À medida que o mercado se recupera ainda mais em 2024, a IDC espera que o Android cresça muito mais rápido do que a Apple”.

Durante a pandemia, o iPhone da Apple mostrou a maior resistência, já que os consumidores deixaram de comprar smartphones da maioria de seus rivais com Android. Esse acúmulo de estoques levou a preços agressivos por parte de concorrentes chineses como a Xiaomi, que levou meses para esgotar os estoques e agora está começando a aumentar as remessas novamente.

O surpreendente retorno da Huawei à proeminência no ano passado — com seu próprio chip fabricado na China e o sistema operacional HarmonyOS na série Mate 60 — vem corroendo a participação da Apple no mercado premium da China desde agosto.

”O aumento da concorrência na China é uma grande parte do declínio da Apple no primeiro trimestre”, ressaltou Nabila.

Em outros lugares, várias regiões começaram o ano com excesso de estoque de iPhone após grandes remessas nos últimos meses de 2023, acrescentou ela.

Os preços médios de venda de aparelhos celulares estão aumentando, pois os consumidores optam cada vez mais por modelos premium que pretendem manter por mais tempo, segundo pesquisadores da IDC.

Estratégias para aumentar as vendas

A Apple, que mantém consistentemente o ASP mais alto do setor, liderou esse processo, com os consumidores mostrando uma preferência distinta por seus modelos de nível superior. Ainda assim, este ano, a empresa recorreu a descontos incomuns para estimular as vendas, com alguns parceiros varejistas na China chegando a descontar US$ 180 do preço normal.

Em março, a Apple abriu uma grande loja nova no centro do centro financeiro de Xangai, com a presença do CEO Tim Cook. A China abriga a maior rede de varejo da empresa fora dos EUA e responde por cerca de um quinto das vendas, em grande parte impulsionadas pelo iPhone.

Muitos dos participantes que conversaram com a Bloomberg no evento de Xangai haviam adquirido seus iPhones há mais de dois anos. E, embora esses fãs da Apple tenham dito que pretendiam permanecer no ecossistema da empresa, alguns disseram que também considerariam o sucessor do Mate 60 da Huawei ou opções de dispositivos dobráveis de concorrentes.

 

*Fonte: O Globo

Veja também:

 

Miss Inteligência Artificial: novo concurso de beleza vai premiar em R$ 100 mil a melhor modelo digital

Mulheres geradas por inteligência artificial (IA) poderão participar do primeiro concurso de beleza voltado para esse nicho. Os critérios a serem julgados para coroar as figuras femininas criadas tecnologicamente serão beleza, tecnologia e influência social.

As três primeiras colocadas receberão prêmios totalizando mais de US$ 20 mil (R$ 100 mil), sendo que a vencedora receberá US$ 5 mil em dinheiro, além de programas de mentoria de IA.

No critério de beleza, as competidoras serão julgadas por alguns dos aspectos clássicos, incluindo respostas únicas a uma série de perguntas como “se você pudesse ter um sonho de tornar o mundo um lugar melhor, qual seria?”.

Em tecnologia, as modelos ganharão pontos pela habilidade e implementação de ferramentas de IA usadas para criar obras-primas digitais, o que inclui o uso de prompts e detalhes visuais em torno de mãos, olhos e planos de fundo.

Já no âmbito de influência social, as concorrentes serão avaliadas com base em seus números de envolvimento com os fãs, na taxa de crescimento do público e na utilização de outras plataformas, como o Instagram.

O júri será formado por duas influenciadoras geradas por IA e que fazem sucesso nas redes sociais: Aitana Lopez e Emily Pellegrini. Além delas, o consultor André Bloch e a historiadora Sally-Ann Fawcett serão os jurados do concurso de beleza pioneiro.

A plataforma Fanvue, que organiza a premiação, espera receber milhares de inscritos na competição. Do total de inscritos, serão escolhidas 10 modelos. Depois, as três finalistas serão anunciadas em uma cerimônia de premiação on-line em maio.

“É realmente emocionante estar envolvido em um prêmio que parece tão futurista. Curiosamente, existem tantos paralelos entre os concorrentes da vida real e os criadores de IA, e como eles se envolvem com seu público”, disse a historiadora Sally-Ann Fawcett, ao jornal britânico Daily Mail.

Para participar, basta se inscrever nesse link.

 

*Fonte: Correio Braziliense

Veja também:

 

Goiás está com 700 vagas abertas para cursos gratuitos de Tecnologia

As Escolas do Futuro de Goiás estão com mais de 700 vagas abertas para cursos em tecnologia presenciais e on-line nas unidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Mineiros, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso de Goiás.

As inscrições devem ser feitas até 26 de abril para os cursos on-line e até 6 de maio para os presenciais, exclusivamente pelo site efg.org.br/editais. Podem se inscrever pessoas acima de 16 anos com ensino fundamental completo.

As vagas são distribuídas da seguinte maneira: 202 em Goiânia, sendo 30 direcionadas para cursos técnicos, 89 para capacitação e 83 para qualificação; 149 em Mineiros, sendo 30 vagas para cursos técnicos, 29 para capacitação e 90 para qualificação; e 360 em Santo Antônio e Valparaíso, sendo 90 vagas de qualificação e 90 de capacitação, em cada unidade.

“Cada uma das Escolas do Futuro de Goiás tem R$ 7 milhões investidos apenas em laboratórios. São escolas de primeiro mundo voltadas para o ensino técnico, a fim de dar oportunidades rápidas de trabalho aos goianos, e em áreas do mercado que pagam bem. Por isso, sob determinação do governador Ronaldo Caiado, investimos pesado na área”, diz o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, José Frederico Lyra Netto.

Foto: Secti

 

Áreas

Entre os cursos disponíveis estão: Desenvolvimento de Jogos para Dispositivos Móveis, Pilotagem de Drone, Desenvolvimento Web, Robótica Educacional para Docentes, Impressão de Peças 3D, além de cursos básicos como Pacote Office, Técnicas de Vendas e mídias sociais. Há oportunidades também para o Decolab, iniciativa que oferta cursos voltados ao empreendedorismo.

As Escolas do Futuro de Goiás são unidades de ensino profissionalizante do Governo de Goiás, ligadas à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), e que buscam proporcionar oportunidades rápidas de trabalho em áreas do mercado bem remuneradas.

Sob a gestão da Universidade Federal de Goiás, essas unidades são fundamentais para o desenvolvimento tecnológico e a formação de talentos em Goiás.

 

Veja também: