As 10 raças de cachorros mais indicadas para apartamento

Hoje em dia,  morar em apartamentos vem se tornado cada vez mais frequente. Quem ama cachorros como nós, não dispensa a companhia de um. Mas apesar do amor, há também a dificuldade de criar um cachorro dentro de um apartamento, muitas vezes, pequeno.

Muita gente tem vontade de ter um cachorro no apartamento, mas tem dúvidas quanto às raças que melhor se adaptam ao ambiente com menos espaço e bem mais restrito que de um quintal ou de uma chácara.

Para tirar essas dúvidas preparamos uma lista com 10 raças que são mais adaptáveis a este tipo de ambiente. Confira:

 

1. Bichon Frisé

bichon

O  Bichon Frise não vai ter mais que 30 centímetros de altura. É uma raça bem peluda, que adora brincar e que precisa de exercícios diários. Perdem menos se comparados com raças semelhantes, tornando-os ideais para pessoas com alergias.

 

2. Boston Terrier

boston

O  Boston Terrier raramente ultrapassa 35 centímetros. Esses cães podem ser particularmente hiperativos, por isso precisam de caminhadas diárias para se manterem felizes. Se você puder mantê-los bem exercitados, você verá que esses “cavalheiros americanos” são maravilhosos, gentis e carinhosos.

 

3. Yorkshire Terrier

yorkshire

Considerada uma das melhores raça de cachorro para apartamento, o pequeno “Yorkie”, possuí características ideais para a vida em pouco espaço. Essa raça tem variações de tamanho, porém, não muda muito, eles têm em média 20 cm, são muito inteligentes e também, não precisam de longas caminhadas.

4. Cavalier King Charles Spaniel

cavalier

Adoram carinho e são muito apegados aos seus donos.  A maior preocupação vem com o adestramento, pois eles podem ser difíceis de treinar. Se for dado  tempo ao ar livre e reforços positivos, rapidamente se tornarão animais de estimação dignos de confiança.

 

5. Maltês

maltes

Malteses são extremamente dóceis e companheiros, porém são difíceis de adestrar. Adaptam-se ao estilo de vida do dono com rapidez independente de onde viva. Os cuidados com escovação, tosa e banho são grandes quando se opta por deixar o pelo longo.

6. Dachshund

Dachshund

São os menores cães de caça e conhecidos como Salsichinhas no Brasil. São  fofos e alegres. Suas pernas curtas permitem que sejam exercitadas dentro de casa mesmo, se necessário.

7. Shih Tzu

Shih

O Shih Tzu foi criado para ser um cachorrinho amigável. Eles são ótimos companheiros, carinhosos e calmos. Dificilmente latem, se encaixam em qualquer ambiente.  São animais  amigáveis com os donos, estranhos, outros animais de estimação e até mesmo crianças. Este cão foi praticamente criado para ser o companheiro de apartamento perfeito.

 

8. Pug

pug

Reconhecidos pelo focinho achatado, os Pugs são animais de estimação brincalhões, leais e preguiçosos. Pugs, geralmente, não latem, o que significa que não é necessário treinamento especial para manter os vizinhos felizes. Devido à inatividade, tranquilidade e tamanho, os Pugs são bons cachorros para apartamento.

 

9. Lulu da Pomerânea

lulu

Esta raça é uma bolinha de pelo cheia de energia. Precisam de passeios diários para gastar energia e escovações semanais. Eles também latem muito, por isso é necessário treinamento.

 

10. Lhasa Apso

Lhasa

O Lhasa Apso acha que é um cachorro grande, mas para a sorte do seu apartamento, eles raramente crescem mais do que 35 centímetros. A socialização e o treinamento precoces são necessários para trazer o melhor desta raça amigável e leal. Apesar do tamanho, a raça é considerada um cão de guarda e sempre alerta.

Outra opção é adotar um cãozinho. Mas vale lembrar que adotar um cachorrinho exige responsabilidade e amor independentemente do seu tamanho ou necessidades específicas. Cada raça mencionada tem características únicas que precisam ser compreendidas para garantir uma convivência pacífica e feliz com seu novo amigo peludo.

Receba no seu WhatsApp as melhores dicas da cidade e as notícias mais interessantes em primeira mão!

10 plantas que não precisam de sol perfeitas para ambientes fechados

Em um mundo cada vez mais dominado por ambientes fechados e espaços urbanos, a busca por plantas que florescem em condições de pouca luz se torna essencial para trazer um toque de natureza para nossos lares e escritórios. 

Se você tem um cantinho na sua casa que parece precisar de um pouco mais de vida, as plantas podem ser a solução. A falta de luz solar direta não precisa ser um obstáculo para cultivar lindas plantas em ambientes internos. A natureza tem soluções para todos os ambientes, incluindo aqueles com pouca exposição ao sol. 

Vamos conhecer 10 plantas incríveis e resilientes que se dão bem em ambientes fechados, que não só sobrevivem, mas florescem com uma iluminação limitada, oferecendo uma solução perfeita para quem procura integrar a natureza ao seu cotidiano, mesmo quando longe da luz solar abundante, trazendo vida e frescor para dentro de casa, sem preocupação.  

Ao escolher cultivar essas plantas, estamos não apenas decorando nossos espaços, mas também investindo em nossa qualidade de vida, pois cada planta também proporciona benefícios para a saúde e bem-estar ao criar um ambiente mais equilibrado e acolhedor.

 

Veja Também:

10 plantas frutíferas ideais para quem mora em apartamento

Plantas típicas do cerrado que você pode cultivar em vasos dentro de casa ou em pequenos quintais e varandas

10 espécies de plantas tóxicas para evitar se tiver Pets em casa

Fãs de Friends vão amar: Airbnb no Brasil tem apartamento disponível para locação idêntico ao de personagem da série

Que a série Friends se passa em Nova York, isso todo mundo sabe. Porém os fãs brasileiros da sitcom também têm a oportunidade de se hospedar no apartamento de Monica Geller sem precisar sair do país, tal qual Rachel Green!

A fã do sitcom americano, Giovanna Previdi, 36, resolveu decorar um apartamento seguindo fielmente a decoração da residência da personagem. Localizado na capital gaúcha, Porto Alegre, o imóvel está disponível para aluguel no site do Airbnb com diárias de R$579 por noite.

Apê

“Minha preocupação maior é com quem é fã de Friends. Eu quero que as pessoas tenham momentos felizes no Apê da Mônica. Já tivemos uns três pedidos de casamentos, comemoração de aniversários e até encontro de noiva com madrinhas, como uma despedida de solteira.”, contou Previdi em entrevista ao Pequenas Empresas, Grandes Negócios.

Para a criação do local, Giovana Previdi reassistiu todos os episódios de Friends anotando cada detalhe da decoração. A empreendedora alerta aos interessados que embora seja precisamente inspirado, o apartamento não é idêntico ao retratado na série. “Ter um apartamento idêntico seria absurdo, porque o apartamento da série não existe. O prédio da série foi inspirado em um que existe, mas o apartamento em si, não”, explica.

janela

 

Giovana comprou o apartamento em junho de 2021 com apoio da família. Miriam Berti, 66, sua mãe, investiu na reforma e seu irmão, Felipe Previdi, 30, engenheiro civil, liderou as obras. Ela e seu companheiro, Alexandre Borges, já tinham experiência prévia com Airbnb quando resolveram recriar o espaço, no começo de 2020.

quarto

Sobre a série

A série estreou em 22 de setembro de 1994 e hoje se encontra no Top 10 de melhores sitcons do mundo. Finalizada em maio de 2004, a obra traz a história de seis jovens unidos pela amizade, tentando se reerguer em Nova York. Rachel Green, a amiga mimada que deixa o noivo no altar, chega para viver com a amiga Monica Geller, irmã de Ross, palentólogo abandonado pela esposa. Do outro lado do corredor do apartamento de Monica, moram Joey e Chandler. O grupo é completo por Phoebe. 

Imagem: Reprodução Airbnb

Conheça o apartamento da ex-bbb Jade Picon

Após passar mais de dois meses confinada no Big Brother Brasil 2022, a influenciadora digital, Jade Picon, eliminada do programa dia 08 deste mês, recebeu Renata Capucci, em seu apartamento, que fica em um bairro nobre de São Paulo. A ex-bbb não mora em uma mansão, como já havia sido comentado dentro do reality show.

 

“Como eu acabei de chegar, não tem nem 12 horas, vou te mostrar onde coloquei as coisas. A mala com os lookinhos que eu levei, mais mala, tem aqui os tênis… Então, esse aqui é o meu quarto da bagunça. Qualquer coisa que for chegando, eu vou colocando aqui, depois eu organizo. Não moro mais com os meus pais, então isso que é bom, eu vou deixando, deixando… Vai acontecer um dia, um dia eu desfaço as malas”, comentou Jade. 

 

Enquanto a influenciadora ainda estava no programa, o irmão de Jade, Leo Picon, abriu as portas do apartamento da sister, fazendo um tour pelo local.

 

No vídeo publicado no Instagram da ex-bbb, Leo explicou que mora no mesmo prédio que a irmã e mostrou algumas partes do imóvel, como o quarto, a sala de estar e o banheiro de Jade.

 

“Aqui é o primeiro lugar que ela veio morar sozinha. Ela veio morar num prédio onde tem toda a assistência, serviços”, contou ele, destacando a coleção de tênis e maquiagem da influencer.

 

“Olha o que ela tem de pincel”, se chocou Leo. Em seguida, o influenciador contou que já chegou a morar brevemente com a irmã após a última viagem dos dois e mostrou a coleção de conchas de Jade.

 

“Essas conchas a Jade pegou na praia ao longo da vida dela. Aqui são os cristais da Jade, toda essa misticidade, eu já sinto essa energia”, brincou ele, revelando também que a sister é adepta à meditação e aos trabalhos manuais.

 

Foto: Reprodução

10 ótimos motivos para morar em Goiânia

O Índice de Bem-Estar Urbano (IBEU), feito em 2016 e desenvolvido pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), listou Goiânia como a 2° cidade com a maior qualidade de vida no Brasil. Ficou atrás de Vitória (ES), grande campeã, e na frente de Florianópolis (SC), que levou o terceiro lugar. A pesquisa avalia itens como mobilidade, condições ambientais, habitacionais, serviços públicos e infraestrutura. 

 

Quem mora por aqui tá cansado de saber das qualidades dessa terra e os motivos de Goiânia despertar tanto interesse por aí.  E nós, do Curta Mais, como somos apaixonados pela Capital, listamos 10 motivos que farão você ter vontade de se tornar um “goiano do pé rachado” e vir de mala e cuia pra cá. Saiba aqui:

 

Para você também ler:

32 parques e bosques de Goiânia que provam que vivemos em uma verdadeira área verde

Porque Goiânia é conhecida como a capital das feiras

7 motivos para visitar a Praça Cívica em Goiânia

A melhor rota Art Déco para fazer de bicicleta em Goiânia

6 lugares para visitar em Goiânia sem precisar sair da Avenida Anhanguera

 

1. Custo de vida abaixo da média 

 

E já pensando na mudança, seja a compra de um apartamento, casa ou até um aluguel, uma das coisas boas por aqui é o preço dos imóveis por metro quadrado.  O valor é considerado um dos mais baratos do país. Sem contar que é um dos destinos mais desejados por investidores e moradores de outros estados.

 

Em uma pesquisa realizada em 2019, pelo índice FipeZap, Goiânia está como a capital com o aluguel mais baixo entre 11 capitais brasileiras. Para entender melhor, em muitos casos, com o mesmo valor investido em um apartamento na cidade de São Paulo, é possível realizar uma compra de um imóvel com o dobro de tamanho em uma região nobre na capital.

 

Então, além da recepção calorosa dos goianienses, o novo morador também terá um imóvel barato e de ótima qualidade.

 

Ficheiro:Prédios no Setor Bueno.jpg – Wikipédia, a enciclopédia livre
Foto: Divulgação/Reprodução

 

2. É cidade grande, mas tem cara de interior

 

O clima de cidade do interior prevalece em Goiânia mesmo diante dos seus  mais de 728.000 km². É comum ouvir por aqui a expressão: “Goiânia é ovo”. 

 

O tratamento cordial dos moradores e o trânsito ameno comparado com as demais capitais, também contribuem com essa característica. Aqui, mesmo em horário de pico, dificilmente o goianiense permanece em uma via por mais de 2 ou 3 horas no trânsito como é visto em outras regiões brasileiras.

 

E ainda, para deixar ainda mais o clima interiorano, em alguns bairros populares da capital é muito comum que grande parte dos vizinhos se conheçam e tenham boa relação de amizade. 

 

Obras do BRT provoca interdição da Avenida Goiás por 30 dias
Foto: Divulgação/Reprodução

 

3. Arquitetura encantadora

 

Alguns dos pontos turísticos da capital foram construídos sobre as formas do movimento Art Déco, que embelezam ainda mais a cidade. Os lugares que podem ser vistos e apreciados de perto são, Teatro Goiânia, O Grande Hotel, Lago das Rosas, Praça Cívica e alguns estabelecimentos localizados no centro da capital.

 

Para quem não sabe, este movimento é um estilo de artes visuais, arquitetura e design internacional que nasceu na Europa em meados de 1910, antes da Primeira Guerra Mundial. E que chegou em Goiânia, através do arquiteto e urbanista Atílio Corrêa Lima, que encontrou na Art Déco, uma alternativa para expressar o progresso que a nova capital – que se erguia na década de 1930 – representava para o Estado de Goiás.

 

Música clássica abre a programação de outubro do Teatro Goiânia | Perfil  dos Municipios
Foto: Curta Mais/Reprodução

 

4. Culinária regional e variada

 

A culinária local é um dos grandes destaques dessa lista. Da pamonha ao famoso X-Salada, dificilmente um turista não se rende aos temperos locais e pode até ser motivo de mudança definitiva. 

 

Além destes pratos, a “jantinha” também é muito conhecida entre os goianienses e sempre é uma opção para quem não quer mexer com as panelas no horário do jantar. Costumeiramente, as “jantinhas” são acompanhadas de arroz, feijão tropeiro, mandioca, vinagrete e espetinho de carne de sua preferência. Tem como resistir? 

 

Pit dogs em Goiânia: opções que todo mundo deveria conhecer
Foto: Divulgação/Reprodução

 

5. Capital das “feiras de rua”

 

Um  bom lugar para encontrar um desses pratos típicos goianienses é nas “feiras de rua”. Em qualquer dia da semana, há sempre uma feirinha estacionada em alguma rua ou praça da capital. Seja durante o dia ou à noite, cada lugar oferece sua especialidade, sejam eles: pratos goianos, artesanatos, bijuterias, hortifrutigranjeiros e até para a venda de roupa barata.

 

São dezenas de feiras espalhadas em Goiânia e que já se tornaram tradição e ‘point’ entre goianienses e brasileiros de todas as regiões. Inclusive, um dos principais exemplos é a Feira Hippie, localizada na Praça do Trabalhador e considerada a maior feira ao ar livre da América Latina. O lugar atrai turistas e moradores com produtos baratos e de ótima qualidade e alguns dos seus consumidores realizam compras em atacados para revender em suas lojas posteriores.

 

Goiânia, capital das feiras: conheça as feiras livres, especiais e  orgânicas da cidade - Curta Mais
Foto: Divulgação/Reprodução

 

6. Capital arborizada

 

Área verde é o que não falta em dezenas de parques e praças que a capital oferece. Com 28 parques espalhados pela região, os lugares se tornam rotina de diversos moradores que reservam parte do dia para cuidar de sua saúde. Seja na manhã ou final de tarde, os goianienses realizam caminhada ou corrida no parque mais próximo ao local onde moram.

 

Sem contar, que muitos deles têm o costume de visitar o ambiente para contemplar a beleza natural e aproveitar um dia incrível acompanhado de família e amigos. Hoje, um dos parques mais visitados e conhecidos, é o Parque Flamboyant (Jardim Goiás) e o Bosque dos Buritis (Setor Oeste).

 

Pobre Bosque dos Buritis | Diário da Manhã
Foto: Divulgação/Reprodução

 

7. Programação para as crianças

 

Inclusive, as famílias com os filhos pequenos podem aproveitar os parques com playgrounds muito bem preservados. 

 

Para quem preferir, a cidade também possui outros centros culturais que são interessantes para os pequenos e fazem o dia deles serem inesquecíveis. Além dos museus, Goiânia conta com o Parque Mutirama, localizado no Setor Central, no qual, há brinquedos gratuitos e com preços acessíveis para a diversão das crianças em todas as idades.

 

Há também o Zoológico, no qual podem visitar de perto e com toda segurança, animais grandes e ferozes. O Planetário, onde a criança pode conhecer várias histórias espaciais. E, por fim, os teatros, no qual a capital concentra inúmeras companhias teatrais que realizam espetáculos infantis e infanto-juvenis com preços acessíveis para toda a família.

 

Mutirama reabre ao público neste fim de semana com 50% da capacidade |  Goiás Atual
Foto: Prefeitura de Goiânia/Reprodução

 

 8. Programa à noite

 

E depois de passar o dia nos parques da cidade, não pense que a diversão acaba por aí.

À noite, Goiânia é repleta de eventos culturais, restaurantes badalados, bares para todos os gostos e bolsos, casas de show e baladas que vão até o amanhecer.

Os setores Marista, Bueno e Sul são bastante frequentados por quem busca aproveitar a vida noturna diversificada da capital.

7 excelentes 'barladas' em Goiânia para quem não quer perder o melhor dos  dois mundos - Curta Mais
Foto: Divulgação/Reprodução

9. Além da música sertaneja

 

E por mais que Goiânia acabe sendo conhecida como a terra dos sertanejos, quem é goianiense sabe que a música vai muito além deste gênero.

Felizmente, a capital construiu um cenário alternativo, onde músicas do gênero Rock e MPB também nasceram em solo goiano e acabou se espalhando pelo país. As bandas, como Pedra Letícia, Boogarins, Carne Doce começaram sua carreira na capital e hoje fazem sucesso por onde passa. Assim, como, os músicos Alok, Manso, Arthur Henrique e Devito que já estrelaram competições nacionais com suas músicas fora do sertanejo.

E ainda, para provar que Goiânia não se resume apenas a um gênero musical, a criação de festivais e eventos alternativos é uma prova disso. Além do Festival Villa Mix, o Festival Bananada, Vaca Amarela, Goiânia Noise e tantos outros são exemplos de eventos que expande ainda mais a diversidade da música e reúne um público mais eclético.

Review Festival Bananada - Um Festivalzão de Música Independente na Terra  do Pequi e do Sertanejo - Projeto Pulso
Festival Bananada. Foto: Divulgação/Reprodução

10. Uma opção de refúgio: Interior de Goiás

E por fim, é impossível falar de Goiânia sem comentar os lugares paradisíacos que há em volta. Seja em um fim de semana ou um feriado, os goianienses não pensam duas vezes antes de se refugiar para estes lugares.

 

Em poucas horas, é possível chegar na Chapada dos Veadeiros; nas águas quentes de Caldas Novas, ver o charme das ruas e das casas coloniais de Pirenópolis ou visitar cachoeiras com quedas d’água surpreendentes; E também conhecer a história da Cidade de Goiás, e muito mais. Esses são os destinos perfeitos para quem dá um “pausa” na rotina por alguns dias.

Cidade de Goiás suspende locação de imóveis para turistas e decreta novas  restrições | Diário de Goiás
Cidade de Goiás. Foto: Divulgação/Reprodução

 

Foto: Divulgação

 

Conheça a tendência chamada ‘urbanjungle’ que transforma apartamentos em pequenas florestas

Decorar a casa com muitas plantas está na moda há alguns anos. Digite #urbanjungle ou qualquer hashtag sobre o assunto no instagram e veja como essa tendência global está mudando os espaços de moradia.

 

A bióloga e professora Lorena Dall’Ara Guimarães entrou nessa em 2015, quando reformou o apartamento, em Goiânia. Nascida e criada no campo, nutre amor especial por plantas. Então, a arquiteta Carla Pires, que comandou a reforma, projetou uma pequena floresta para a sala dela.

 

e33aa0cfd79b9b6bc38d5f2792c50afb.JPG

Lorena Dall’Ara cultiva plantas por todo o apartamento

 

Lorena conta que, com o passar dos anos, o projeto se expandiu para todo o apartamento. Com a pandemia, a quantidade de plantas aumentou bastante. “Virou uma espécie de movimento entre amigos, que me presenteiam à distância com mudas”, explica.

 

Outro sintoma da pandemia no jardim particular da Lorena foi que as plantas cresceram em excesso. “Minha casa está virando uma espécie de refúgio na mata porque deixamos de fazer as podas necessárias”, relata. Para ela, o resultado é de acolhimento e aconchego.

 

Para a jardineira Aline Atássio, da Vereda Jardinagem, mais do que beleza, um ambiente com plantas traz inúmeros benefícios. “Acalma, estimula a criatividade e promove reconexão com a natureza, necessária nos dias corridos de hoje.”

 

Carla Pires acha que trazer a natureza para dentro de casa humaniza os espaços. “E melhora a qualidade de vida em vários aspectos”, observa a arquiteta. “E sempre cabe mais uma planta”, garante Lorena que expõe as espécies até em garrafas!

7a6bd8f99bff57afcba81a58e5f8e7ff.JPG

Um projeto de arquitetura definiu os lugares dos vasos na sala de Lorena

 

Ciência delicada

Com tanta planta diferente para manter, Lorena diz que intercala as regas e outros cuidados com o companheiro, Guilherme, e com a ajudante, Meire. “Algumas gostam mais de sol, outras menos. Há aquelas que precisam de água todos os dias, outras que pedem adubo. Ter plantas é uma ciência delicada, que exige muito comprometimento, encantamento e experimentação”, define. 

 

“Acho que sou mesmo a louca das plantas”, diverte-se Lorena. A bióloga diz que conversa com elas. “Pergunto se estão com sede, com calor, se estão com frio, se gostam das músicas que ouço, peço ajuda para resolver alguma situação, faço minhas preces com elas e faço carinho nelas.”

d802d87e875ffed3aa5cb5ce3f02f596.JPG

Lorena gosta de ouvir música e contemplar as plantas

 

Entre as espécies que Lorena cultiva também há plantas herdadas da avó, ganhadas da mãe e geradas a partir de sementes ou mudas. “Gosto muito da jiboia porque é poderosa, resistente e se alastra com facilidade.” 

 

Para quem está começando, Lorena sugere começar com plantas fáceis de cuidar, como as suculentas, que não precisam ser regadas todos os dias, mas pedem boa iluminação. “Elas são encantadoras! Têm várias formas, cores e enfeitam e alegram qualquer ambiente.”

 

Fotos: acervo pessoal

 

Bonito e prático

Para compor um ambiente com várias plantas em vasos, é importante partir de alguns fundamentos para que o resultado, além de bonito, funcione no dia a dia. A engenheira ambiental e diretora de inovações da In Plant Paisagismo, Sarah Carneiro, orienta começar pelas medidas do espaço e do tempo que você tem disponíveis.

 

Observe também a quantidade de luz natural e a ventilação e escolha plantas cujas necessidades caibam na sua rotina, recomenda Sarah. “Se puder se dedicar ao cuidado diário, você pode apostar em uma planta mais delicada. Caso contrário, opte por espécies mais rústicas e resistentes”, diz. 

 

Também é interessante exibir um mix de tons de verde nesses projetos. Sarah sugere misturar plantas com texturas e colorações diferentes, além de espécies variegatas, que apresentam partes mais claras nas folhas.

 

Segundo a jardineira Aline Atássio, folhagens típicas de biomas da Amazônia e Mata Atlântica, como os filodendros e as alocasias, são as queridinhas do momento. E que, sabendo dos cuidados de cada planta, elas podem ser cultivadas, mesmo no clima seco do Cerrado.

 

Para conseguir o efeito florestinha, Aline explica que é importante criar composições, usando plantas de tamanhos e formatos diferentes. Já a unidade nos vasos ajuda a deixar tudo mais organizado e harmônico. Os de cimento e terracota, por exemplo, ficam bem bonitos! A dica é agrupá-los também.

 

Aline diz que, para facilitar a vida de quem tem muitas plantas, o ideal é colocá-las em lugares de fácil manutenção, de preferência que não seja necessário retirar do lugar para regar. “E tenha o momento de rega como um ritual prazeroso, não uma obrigação”, completa.

 

Cuide da sua floresta

. Comece aos poucos. Não compre mais plantas do que o tempo que você tem para cuidar delas. 

. Luz solar é vital para qualquer ser vivo! Plantas no breu são uma das principais causas de doenças e perdas.

. Para saber se é hora de regar, faça o teste do dedo: toque a terra, pressione e observe. Se o dedo ficar sujo de terra, significa que ainda há umidade. Repita o teste no dia seguinte. Se continuar limpo, a planta precisa de água.  

. Excesso de água pode levar ao apodrecimento das raízes. 

 

Espada e lança-de-são-jorge

Resistente é a palavra que define essas plantas! Podem sobreviver a longos períodos sem água e a locais com pouca iluminação.

Preço médio da planta: 30 reais cada

2514c37b61839758ef1146be4da3f3f9.jpeg


Suculenta

Também resiste a longos períodos sem água, mas gosta de sol. Muitas apresentam colorações diferentes e o sol intensifica a produção e a manutenção das cores e folhas vistosas.

Preço médio da planta: 7 reais

7ca66c7dc3627122d4cf52b228eae8df.jpeg

 

Licuala

Exótica e elegante, ela se adapta bem a ambientes com iluminação indireta. Pode atingir até 3 metros de altura.

Preço médio da planta: 90 reais

ab9d61b752296bd3dbc7c91398f05f2c.jpeg

 

Begonia Maculata 

As folhas alongadas, assimétricas e com bolinhas brancas identificam essa planta muito usada como item decorativo.

Dica: molhe apenas a terra e não as folhas.

Preço médio da planta: 200 reais

fe4b195cabc79d41345e4503901d7c84.jpeg

 

*As plantas encontradas no mercado podem variar de preço, de acordo com tamanho, qualidade etc.

 

Fontes: Aline Atássio, jardineira da Vereda Jardinagem; Sarah Carneiro, engenheira ambiental e diretora de inovações da In Plant Paisagismo. Fotos: @inplant_decora e @inplant_seujardim

Seu Waldemar tem evolução positiva e deixa UTI

Nesta quinta-feira (23), Seu Waldemar deixou a UTI. Agora ele segue o tratamento em apartamento, sob cuidados médicos. 

Por nota, a assessoria do apresentador informou que ele está animado e conversando bastante com familiares e a equipe do hospital. “Agora é momento de repouso e renovação das forças, mediante os 32 dias passados em tratamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI)”, diz um trecho. 

Seu Waldemar já se recuperou do coronavírus, agora recebe tratamento de uma nova infecção. 

Ver essa foto no Instagram

Um ótimo dia de cada vez… Obrigado, Deus!

Uma publicação compartilhada por Seu Waldemar (@seuwaldemar) em 23 de Abr, 2020 às 11:29 PDT

7 fatos que vão te convencer a fazer a sua própria horta orgânica em casa

Que tal aproveitar seu tempo em quarentena para criar uma horta super legal em casa? Fazendo isso, você ocupa o tempo livre, têm opções de plantinhas orgânicas (sem agrotóxicos) e, a longo prazo, economiza na compra do mês.

Durante a pandemia o ato de ir ao mercado, embora não recomendado é inevitável. Por isso, em muitas cidades os mercados estão funcionando. Assim, os tópicos a seguir contam com itens para você inserir na lista de compras e que podem facilmente ser encontradas em grandes redes de varejistas. Lembrando que na época de coronavírus, sugerimos que comprem dos pequenos comerciantes (se possível), que estão sofrendo mais com todo esse caos gerado. Antes de sair de casa anote tudinho, pois não queremos que você saia muitas vezes, ok? 

Pensando nisso criamos uma série com 7 fatos que vão te convencer a ter uma hortinha orgânica em casa + Bônus (vídeos explicativos). Vamos lá? Mãos à obra!

 

1. Fica tudo lindo 

Uma horta torna sua casa e/ou quintal mais bonitos e, lidar com as plantas, também é considerado por muitos especialistas uma atividade terapêutica que melhora o humor, ocupa a mente e auxilia no combate à depressão. Sem contar os benefícios à saúde que os alimentos livres de agrotóxico proporcionam.

ef0669355ef3959ddfd453c6685c2807.jpg Foto: Reprodução

Viu só? Plantas só dão benefícios!

 

2. Decida o local
Para quem mora em casa e possui quintal, é possível gastar muita energia e criatividade na criação de uma horta mais elaborada. Já quem mora em apartamento, precisará encontrar um cantinho para alojar as plantas, seja uma bancada, na lavanderia, na parede (hortas verticais), em pallets e, até mesmo, em vasos suspensos.

Horta Vertical

6c743e27b57ffc91c0bfb1ed1b7a82ec.jpg Foto: Viva Decora/Reprodução

Horta Suspensa: Quintal

64f4eea4378ae0a8ddd7387c82fca4e9.jpg Foto: Decoração Virtual/Reprodução

Horta Suspensa: Apartamento

03e8f6b0c581af7e7610977da86ee671.jpg Foto: Rio Verde Empreendimentos/Reprodução

 

3. Escolha o que você deseja plantar
Pesquise sobre as plantinhas que deseja ter e se elas se adaptariam ao local, ao seu tempo disponível para cuidados e a quantidade de luz disponível na sua casa. Para encontrar essas informações, você não precisa ir longe, geralmente os pacotes de sementes contém informações sobre “Quando plantar/ Como Plantar/ Como Cuidar/ Irrigação” e, ainda apresentam informações sobre a adubagem, aparência e formas de consumo da planta. No site da Feltrin, são disponibilizadas algumas informações: Sementes Feltrin.

Garrafas Pet com hortaliças e temperos variados

be06ac892635e1805bf9b3060e833310.jpg Foto: Revista Artesanato/Reprodução

 

4. Defina os Utensílios
Você também precisará de alguns utensílios, basicamente de Vasos, Terra e Pratos Coletores de Água. No entanto, tudo dependerá do tipo de horta que você escolher, pois, quanto mais rebuscada, maior a quantidade de material (e mais bonito o resultado). Logo, antes de sair de casa, pense na necessidade de comprar pazinhas, regadores, areia, pedrinhas e, caso a sua hortinha seja diferenciada: pallets, canos, caixotes, arames, ganchos, madeira, etc.
Lembrando que, se optar por pratos coletores de água, pense em alternativas para evitar que ela fique armazenada. Não queremos criar lares para o mosquito da dengue, ok? (areia no prato + água sanitária já ajuda bastante).

Horta em Canos de PVC

2d841670a6d2a6f27472f9a21a68e07e.jpg Foto: Reprodução

Horta em Caixotes

d45d41db572fe77f80c366fd64e54a63.jpg Foto: Reprodução

 

5. Compre as sementes e materiais 
Definido o que você precisará, chegou a hora de adquirir as sementes e os utensílios. Caso você more em casa e tenha quintal, os utensílios serão diferentes daqueles a serem usados em apartamentos. Verifique sua necessidade e não gaste além do necessário, ok?

79fc35d5519a8b8d72c8278a1fb528f4.jpg Foto: Reprodução

Vá até o mercado, compre, volte embora (durante o trajeto, envolva álcool em gel + o mínimo de contato com pessoas o máximo que conseguir).

Aliás? Chegou em casa: lave as mãos, as roupas e tome banho.

 

6. Plante
Muita gente acredita que plantar é só encher um vaso com terra, lançar as sementes e regar diariamente. Bem, é quase isso!
Porém, algumas pessoas preferem fazer a atividade de forma mais adequada:
– Forrar o fundo do vaso com cascalho (pedrinhas) para facilitar a drenagem da água
– Colocar, nessa sequência, areia + a terra preparada com adubo + algum composto orgânico (madeirinhas, folhas, etc). 
– Lançar as sementes.
– Regar conforme necessidade da planta.
A escolha do método ficará ao seu critério (lembrando que nos sachês de sementes já é ensinado sobre a forma de plantar cada vegetal).

Montando um vaso para plantio

9cada98944523b4e938662867f0ed2a5.jpg Foto: Blog Plantei/Reprodução

 

7. Bônus (tutoriais)

Se ainda ficou alguma dúvida, trouxemos alguns vídeos que darão ideias sobre qual tipo de horta escolher e como realizar todo o preparo da terra, plantio e cuidados diários.  Divirtam-se!

 

5 temperos para vaso

 

Dicas para montar uma mini horta em casa

 

Como fazer uma horta suspensa?

 

Como preparar a terra para a sua horta

Como fazer uma horta – Guia Completo

 

Goianos criam plataforma que ‘Desenrola’ e desburocratiza o processo para aluguel de imóveis

A Desenrola, nova plataforma para aluguel de imóveis comerciais e residenciais pela internet, foi lançada em agosto na Região Metropolitana de Goiânia e foi criada para desburocratizar a relação entre proprietários, inquilinos e imobiliárias.

A imobiliária do futuro
Unindo a praticidade da internet com um atendimento humanizado e personalizado para facilitar a vida de quem quer alugar, a Desenrola dispensa tudo aquilo que as imobiliárias tradicionais costumam exigir: fiador, burocracia e cheque caução. Agora o interessado em alugar um imóvel pode buscar, favoritar, indicar e alugar pelo site da plataforma, com agilidade e em alguns cliques. E os proprietários de imóveis contam com a tranquilidade, a segurança e a garantia do pagamento todo dia 25 de cada mês.

Sim, ela Desenrola tanto a vida do locador, quanto do locatário!

A Brasil Brokers, um dos maiores e mais completos Grupos do mercado de intermediação e consultoria imobiliária, criou a Desenrola como uma solução para seus clientes fugirem da cansativa burocracia na hora de alugar um imóvel e também para proprietários de imóveis conseguirem alugar com maior agilidade e segurança.

5f2cc1f5f06692f9f5524c20b706d944.jpeg

 

Como Funciona

Locatário
O cliente entra no site da Desenrola, escolhe a região e o tipo de aluguel, faz um tour 3D pelo imóvel escolhido e, ali mesmo, já conversa com o atendimento via Whatsapp. Aí é só enviar a documentação por e-mail, Whatsapp ou levar no atendimento físico. Após uma análise de crédito (seguro fiança) é autorizada a locação. Um processo simplificado e que resolve em no máximo 24h. 

Locador
É feito um cadastro do imóvel e o valor de locação é escolhido pelo locador (a Desenrola, aconselha sobre o valor de mercado) com a assinatura do contrato sendo feita on-line mesmo (existe também a opção de assinatura presencial). Após isso uma equipe da Desenrola vai até o imóvel fazer o tour 3D, as fotografias e a vistoria. Todo o processo leva 4 horas para ser resolvido e o imóvel já começa a ser anunciado.

 

Investindo e crescendo
O investimento inicial na plataforma Desenrola gira em torno de R$ 10 milhões ao longo de dois anos. A intenção, de acordo com Daniel Guerbatin, cofundador, é expandir para outros 5 estados do País, entre eles Mato Grosso, que já Desenrola a partir de outubro de 2019.

De portas abertas para parcerias
Além dos imóveis da Brasil Brokers, a Desenrola também abre espaço para parcerias com outras imobiliárias, que podem listar os imóveis no site sem custo. O objetivo é que até 60% dos imóveis disponíveis na plataforma Desenrola pertençam a terceiros e que a carteira própria represente até 40% do volume total.

Gostou? então saiba mais em https://www.desenrola.com.br

2f60fe1a65beeb3c57293c9c1194f409.png

Siga Curta Mais nas redes sociais:

Curta Mais no Facebook

Curta Mais no Instagram

Curta Mais no Twitter

Cooperativas Habitacionais viram tendência em Goiânia com imóveis a preço de custo

Comprar um imóvel é sempre custoso e burocrático, pois além do valor da construção, pagam-se o financiamento bancário, corretagem imobiliária e por aí vai.
Um apartamento que custaria R$ 250 mil, para o comprador acaba saindo o dobro.

Mas há alguns anos as Cooperativas Habitacionais começaram a mudar esta realidade. Com elas não há custos na ponte entre comprador e construtora, logo todas as despesas extras são excluídas da conta. O cooperado paga apenas o valor real do imóvel.

d563dcbae87dbec10706315ab22332be.jpegGran Bueno, entregue em 2018 pela CooperaCinco

A CooperaCinco, com 12 anos de experiência no mercado, é uma das principais na cidade e já ajudou centenas de goianos a adquirirem imóveis a preço de custo.
Mas afinal, como funciona uma Cooperativa Habitacional?
Neste sistema de associação as pessoas se reúnem com o objetivo de construir custeando o valor cooperativamente. A Cooperativa é uma organização sem fins lucrativos.

Exemplo disso é o novo empreendimento da Cooperacinco no Setor Marista. O valor do metro quadrado previsto inicialmente é em torno de 30% mais barato que o praticado na região.

66dbf658d5de0b3060e7b9c78ca54f4b.jpegProjeção da fachada da Cooperativa M137, no Setor Marista

Mas e a qualidade? A escolha de determinados materiais é decidida por um conselho consultivo eleito e formado pelos próprios cooperados, ou seja, os apartamentos são entregues com acabamentos diferenciados.

E tudo isso com a certeza de que o imóvel será concluído, pois é feito um contrato com as mesmas garantias de uma compra “normal”, entre construtora e Cooperativa, para executar e administrar a obra.

Gostou? saíba mais em www.cooperacinco.com.br ou nos perfis @cooperacinco (Instagram) e Facebook

 

2f60fe1a65beeb3c57293c9c1194f409.png

Siga Curta Mais nas redes sociais:

Curta Mais no Facebook

Curta Mais no Instagram

Curta Mais no Twitter

Epic City Home é o prédio mais caro e luxuoso da história de Goiânia

Apenas pouquíssimos endinheirados poderão morar no mais novo e cobiçado endereço de Goiânia. Antes mesmo de existir, o Epic City Home já é o lançamento imobiliário com o metro quadrado mais caro da história da cidade, R$ 10.000,00 o m². Previsto para ser entregue em maio de 2023, o prédio terá vista privilegiada para o Vaca Brava – no último terreno em torno do parque com área de 3.000m².

O empreendimento sem precedentes no mercado de alto padrão, também terá o maior apartamento já construído na capital. A cobertura, considerada uma mansão suspensa, terá impressionantes 1.360m² com direito a piscina panorâmica na sacada, 7 vagas de garagem, jardim suspenso, além de outros mimos. O único felizardo poderá adquirir essa exclusividade pela bagatela de R$ 13 milhões – o apartamento mais caro de Goiânia (sem contar o investimento em móveis e decoração).

O novo arranha-céu da capital é superlativo em todos os aspectos e promete ser um divisor no mercado imobiliário regional se consolidando como o prédio mais luxuoso da cidade com a maior grife da arquitetura nacional, Arthur Casas. “A construção do embasamento e sua relação com o entorno também é forte, um volume que surge da topografia existente e se projeta em direção ao parque, que setoriza e organiza os diferentes usos do empreendimento”, ressalta um dos arquitetos brasileiros mais importantes do mundo na atualidade que tem no portfólio, verdadeiras obras de arte como Hotel Emiliano e Shopping Cidade Jardim, em São Paulo.

 
 
 
 
 
Visualizar esta foto no Instagram.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por City Soluções Urbanas (@cityinc) em 27 de Fev, 2019 às 1:21 PST

Arthur Casas: primeira obra de arte do badalado arquiteto em Goiânia.

Além da inédita cobertura, o Epic City Home também terá apartamentos de 333m² a 875m², sendo que nove Pool Penthouse terão piscina privativa e panorâmica na sacada.

O paisagismo é outro destaque. Seguindo tendências mundiais de mobilidade das fachadas, ‘green building’ e a estética de casas suspensas, o empreendimento terá plantas que envolvem toda sua estrutura, se fundindo com o próprio verde do Parque Vaca Brava.

Os superlativos continuam na área de lazer com uma academia especialmente projetada pela arquiteta especialista em academias, Patrícia Totaro, com equipamentos de nível internacional, quadra de tênis com dimensões oficiais, e uma piscina de uso comum com vista exclusiva do parque, privilégio para poucos.

Por trás do mais novo marco arquitetônico e imobiliário da capital goiana, estão duas marcas de credibilidade, a City Soluções Urbanas e a OM Incorporadora – empresas que transformaram o mercado imobiliário de alto padrão, trazendo experiências mundiais para a arquitetura da cidade

O anúncio do prédio mais caro da história de Goiânia, dá sinais claros que o mercado de luxo por aqui parece ter superado de vez a crise econômica. Antes mesmo do lançamento oficial do empreendimento, já tem muita gente interessada.

Epic

Epic

Epic

Epic

Epic

Epic

Epic

Siga o Curta Mais nas redes sociais:

Curta Mais no Facebook

Curta Mais no Instagram

Curta Mais no Twitter

Opus Incorporadora oferece apartamentos decorados em Goiânia prontos parar morar com condições especiais

Imagine morar em um apartamento de alto padrão, localizado em bairro nobre, assinado por um famoso arquiteto e decorado sob medida, pronto para morar, levando só a roupa do corpo! Esta é a proposta da Opus Incorporadora que acaba de disponibilizar seu desejado estoque de imóveis decorados.

A opção atende em cheio o público que busca praticidade e agilidade na escolha do lugar para morar. No menu de opções, apartamentos de 214 até 528m² nas melhores localizações da cidade com condições exclusivas e especiais.

Todos os apartamentos possuem um tour virtual 3D que pode ser visto diretamente do seu smartphone. Basta solicitar o link do empreendimento desejado pelo WhatsApp 62 99694-9360 ou agendar sua visita aos decorados com nossos consultores de vendas.

Se você quer mudar hoje mesmo só levando a roupa do corpo, é bom correr. São apenas 5 unidades disponíveis.

opus

Opus Boulevard de Roses, Setor Oeste. (Fotos: Divulgação/Opus)

Palais

Palais Du Parc, Setor Marista.

Wonderful

Wonderful, Setor Bueno.

Park

Park Line, Setor Marista.

A Primavera chegou! Confira 10 flores e plantas fáceis de cultivar em seu apartamento

Com calor, chuva, e mais calor… a verdade é que estamos na Primavera e as flores e plantas encantam com toda sua beleza e aromas. Um ambiente florido fica mais bonito, alegre, proporciona bem-estar, mais umidade ao ar e claro, elas dão um charme a mais a qualquer decoração. Lindas e coloridas, as flores embelezam qualquer ambiente.

Para quem mora em apartamento, pode ser um pouco mais difícil escolher plantas que se adaptem ao local.

Mas pensando em te ajudar, listamos algumas flores fáceis de cultivar em ambiente interno. Confira essas dicas:

 

1 – Violeta

Ela pode ser cultivada em vasos pequenos e não deve não pegar luz solar direta. É delicada e precisa de uma quantidade água apenas para deixar o solo úmido.

e59cdd6a1e97925750bfce9027086438.jpg

2 – Gérbera

Colorida e resistente, deve ser colocada perto de janelas para receber muito sol e precisa ser regada regularmente.

6a4fa645a1355401e8e8308cfe035543.jpg

3 – Bromélia

É uma planta que precisa de bastante iluminação. Ela não teve ser colocada sob o Sol diretamente e não pode ser encharcada de água.

4cda4720f0bae9dfa62bd06007ad35aa.jpg

 

4 – Rosa de Pedra

Também conhecida como Echeveria, de seu nome científico, essa planta se assemelha muito ao formato de uma flor. Assim como a ”Lança de São Jorge”, regue a cada duas semanas, sem direcionar a água para as folhas. Essa espécie não necessita de muito sol.

rosa

 

5 – Avencas

As avencas são frágeis, não é recomendável que elas sejam expostas a ventos excessivos. Necessita de umidade, calor e luminosidade indireta.

fe4927b0f44da5bc7ae281410e6839b3.jpg


6 – Orquídea

Prefira vasos de barro aos de plástico e coloque-as em lugar bem arejado, longe do ar-concionado. Um vez por semana, lave a sua planta em água corrente e evite molhar as pétalas.

56ab346824a53bcfe742a0deb1573c72.jpg

7 – Fícus

Essa planta precisa de muita luz, por isso escolha com cuidado o cômodo no qual ela deve ficar. Na hora de regar, certifique-se que a terra do vaso está completamente úmida.

27b7f53e6c83d2d3a8a94f7515d3cd33.jpg

 

8 – Rosa

Essa flor precisa de um solo rico em matéria orgânica. Deve-se escolher um vaso com cerca de 30 cm pois as rosas possuem raízes longas, a regagem deve ser feita todos os dias até o aparecimento da primeira folhagem e depois disso, apenas 2 vezes na semana.

459b93b21ad21adb0a616420ab3a9f9e.jpg


9 – Azaléias

Pelo menos por 4 horas por dia, a azaléia precisa de luz direta do Sol. Regue um pouco a cada dia, de preferência pela manhã, excesso de vento pode matar essa planta.

 

fa1bc0b722846821cef4088413fcad09.jpg

10 – Samambaias

Não é bom colocá-las diretamente sob a luz Sol, as samabaias precisam de luz indireta. A regagem deve ser feita todos os dias, mas sem excesso.

67c67c957fcf5a7dd5e6ced09ddf80db.jpg

 

Goiânia ganha primeiro prédio com (incrível) jardim vertical na fachada

Pouco depois de subir no pódio do ranking de sustentabilidade do país, Goiânia se prepara para ser coroada com um dos projetos mais inovadores e sustentáveis de sua história.

É o Opus Verti, primeiro empreendimento residencial da cidade a promover completa integração entre natureza e seus apartamentos. Com projeto paisagístico assinado por Benedito Abbud, o edifício traz o conceito exclusivo de jardim vertical na fachada, composto por uma vegetação irrigada por sistema automatizado.

ac400c13f9eed5bdf444d37423bcab85.jpg

 

A ideia da Opus Incorporadora neste projeto é dividir arquitetura sofisticada com a natureza em pleno Setor Marista, nosso bairro mais arborizado. “Buscamos inspiração nos projetos mais sofisticados do mundo para criar a maior integração já vista entre um apartamento e a natureza”, afirma Abbud.

O projeto encabeça a cada vez mais forte tendência de resgatar a aura dos bosques e parques ecológicos na fachada de empreendimentos verticais. Como é também o caso do estúdio Capela Garcia Arquitetura, na cidade de Barcelona, na Espanha, que criou um projeto que incorpora esse conceito:

Disponível em duas tipologias, o Opus Verti conta com apartamentos que têm entre 282 m² e 337m², 4 amplas suítes com sala de banho, closet isolado, cozinha ampla com espaço para ilha gourmet e integração total com o living, hall privativo, elevador social com paradas nos dois andares da opção duplex, varanda gourmet e estrutura para iluminação, climatização, áudio e vídeos automatizados.

Todas as varandas serão voltadas para o sol nascente e terão bosques privativos com vista privilegiada do Bosque do Clube dos Oficiais.

132f351a04ea72ab30102ee2724e711c.jpg

c6908b3ee83299bcf2d248a4c8bf2abd.jpg

01b59ed9207c04945539c5870aebfbaf.jpg

E a inovação marca presença também na área comum do empreendimento, que terá um novo conceito em área comum, com confraria gourmet, empório com churrasqueira e forno de pizza, academia climatizada com equipamentos de última geração, piscinas adulto e infantil climatizadas, sauna envidraçada, clube do livro, playground e salão de jogos.

A previsão de entrega é dezembro de 2018.

SERVIÇO
Opus Verti – Opus Incorporadora
Site
Facebook
Instagram
Endereço: Rua 148, Setor Marista – Goiânia (GO)
Mais informações: (62) 3999-8100

 

Goiânia ganha primeiro bosque e lago ornamental particulares no coração da cidade

No mês do meio ambiente, Goiânia recebe o empreendimento que promete mudar a sua paisagem sem tirar os olhos do aspecto que a destaca ante as grandes metrópoles: somos a segunda cidade mais arborizada do mundo, atrás apenas de Edmonton, no Canadá.

Entregue neste dia 1º num dos endereços mais cobiçados da capital, o Botanic Consciente Life é primeiro edifício residencial com bosque e lago ornamental particulares da cidade. São 1.622 plantas de mais de 30 espécies distribuídas em 600 metros quadrados de área verde em pleno Setor Marista. O lago terá um suave fluxo de correnteza que, aliado a um cardume de carpas, garantirá seu frescor e limpeza constante.

A proposta, idealizada pela Consciente Construtora e Incorporadora em parceria com a JFG Incorporações e Santos Sampaio Empreendimentos Imobiliários, além de reduzir os impactos ambientais, é promover qualidade de vida criando uma atmosfera livre da correria e do estresse das grandes metrópoles.

A experiência remete aos já tradicionais parques e bosques da cidade, com a comodidade e segurança que somente um condomínio fechado pode proporcionar.

O complexo, com apartamentos de 160m², também conta com espaço crossfit, espaço gourmet, piscina e quadra de esportes.

Mais informações:

Site

Facebook

Instagram

Endereço: Avenida D, esquina com as rua 13 e 24, Setor Marista

Telefone: (62) 3086-5000