Cidade da região norte de Goiás com imenso Lago Azul se destaca na preservação de onças

A Reserva Particular de Desenvolvimento Sustentável Legado Verdes do Cerrado, localizada em Niquelândia, norte do Estado, pertencente à Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), divulgou um balanço impressionante dos registros de espécies da fauna e flora encontradas em seu território. Resultado de investimentos em pesquisas científicas e do modelo de negócios que combina o uso do solo com a conservação, a reserva já catalogou mais de 1.600 espécies, entre fauna e flora.

Entre os destaques está a descoberta de uma nova espécie de planta com propriedades que podem ser usadas no desenvolvimento de medicamentos para tratamento de câncer e AIDS.

Dos registros feitos até o momento, 1.500 espécies são da flora, enquanto 90 são animais e 80 são microalgas. As plantas catalogadas representam cerca de 12% da flora do bioma Cerrado, o que demonstra a importância da reserva para a preservação da diversidade vegetal.

Um dos destaques é a descoberta da Erythroxylum niquelandense, uma nova espécie de planta com potenciais aplicações no tratamento de doenças como câncer e AIDS. Essa descoberta foi publicada em um artigo científico assinado pelo professor Marcos José da Silva, da Universidade Federal de Goiás, e pela pesquisadora Maria Iracema Bezerra Loiola, da Universidade Federal do Ceará.

Um dos projetos que contribuíram para a catalogação das espécies vegetais na reserva foi o “Biodiversidade, endemismo e conservação no Legado Verdes do Cerrado”, coordenado por Marcos José da Silva. Esse projeto catalogou 851 espécies vegetais, e as iniciativas internas de pesquisa, juntamente com os parceiros, complementaram os registros, totalizando as 1.500 espécies catalogadas até o momento. Essas pesquisas são realizadas no Centro de Biodiversidade do Legado, que também produz espécies nativas para reflorestamento e paisagismo, uma iniciativa pioneira no país.

Fauna

Além da diversidade da flora, a reserva também abriga mais de 80 espécies da fauna. Dentre os animais catalogados, destacam-se as onças-pintadas e pardas, que foram registradas por meio de câmeras de monitoramento de fauna, além de outros métodos de registro, como avistamento direto. As onças-pardas, em particular, foram registradas em diferentes pontos da reserva, o que permitiu observar várias atividades desses animais. Outras espécies de destaque incluem a jaguatirica, a anta e várias espécies de aves, como o logo-guará.

A parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG) também resultou no registro de 25 espécies de anuros (sapos, rãs e pererecas), sendo sete exclusivas do Cerrado, e 40 espécies de peixes, incluindo duas registradas pela primeira vez no estado de Goiás. Recentemente, a reserva instalou 20 armadilhas fotográficas em diferentes pontos do território, visando ampliar o conhecimento e a catalogação de novas espécies.

O Legado Verdes do Cerrado é uma área de 32 mil hectares, sendo aproximadamente 80% composta por cerrado nativo. Dividida em dois núcleos, a reserva realiza pesquisas científicas, ações de educação ambiental e atividades econômicas sustentáveis, como a produção de plantas e o reflorestamento.

O objetivo é combinar o desenvolvimento econômico com a preservação do meio ambiente. Com esses esforços, a reserva busca não apenas a conservação do Cerrado, mas também contribui para a ciência e mostra o potencial da biodiversidade desse bioma.

Sobre Niquelândia

Com 9.843,247 km² em área, Niquelândia é o maior município goiano em território. A cidade, que fica a 300 km de Goiânia, capital do estado, tem cerca de 46 mil habitantes, de acordo com dados do IBGE em 2022.

A cidade possui uma das maiores reservas de níquel do mundo. As minas são exploradas por duas grandes mineradoras: Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) e a Anglo American, do Grupo Anglo American. A economia do município é voltada para a mineração. Niquelândia se destaca não apenas por ser a maior cidade goiana em extensão, mas também por ser o maior produtor de níquel do estado e um dos maiores do mundo.

Além do níquel mais 120 minérios explorados na cidade. Entre eles podemos destacar o ouro, o cobre, o cobalto, a mica, o ferro, o manganês, o cristal, o amianto, o diamante, o quartzo, o calcário, o mármore, até o urânio e outros minerais radioativos.

A região também tem forte produção de pecuária com destaque para a produção do gado leiteiro e de corte, suinocultura, piscicultura, avicultura e apicultura. Além disso, a região também tem destaque para o turismo em torno do Lago Serra da Mesa.

lago

 

 

Veja também:

 

 

 

Pérola do Cerrado goiano reúne encantos naturais, harmonia com a fé, agronegócio e muita aventura sobre duas rodas

Edéia é uma cidade encantadora localizada no estado de Goiás, Brasil. Situada a aproximadamente 120 km da capital do estado, Goiânia, e a cerca de 325 km de Brasília, Edéia é um lugar que vale a pena visitar.

A cidade tem uma população estimada de 11.747 pessoas, de acordo com o Censo de 2022. A economia de Edéia é baseada principalmente na agropecuária, com destaque para o cultivo de soja e cana-de-açúcar, produção leiteira e criação de bovinos.

A história cultural de Edéia é fascinante. A cidade nasceu às margens do córrego Alegrete em 1913, quando Cândido Martins da Rocha, Leandro Martins dos Anjos e José Alves de Faria, proprietário da primeira casa comercial nas proximidades dos rios Turvo e dos Bois, deram início à povoação denominada Santo Antônio do Alegrete, que mais tarde se tornou Alegrete e, posteriormente, Edéia.

 

A arquitetura de Edéia é marcada pela presença da Igreja Matriz, um marco importante na região central da cidade. Esta igreja é um símbolo da forte religiosidade da cidade, onde o cristianismo é a religião predominante. De acordo com o censo do IBGE de 2010, 7412 habitantes se declararam católicos, 2557 evangélicos e 170 disseram que são espíritas.

 

A presença desta igreja na cidade é um testemunho da forte religiosidade em Edéia é um lembrete da importância da fé na vida da comunidade local. Seja você um visitante ou um residente, a Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida é um local que vale a pena visitar para apreciar sua bela arquitetura e experimentar a vibrante comunidade religiosa de Edéia.

 

Edéia é um destino turístico em ascensão que oferece uma variedade de atrações para todos os tipos de visitantes. A cidade é conhecida por sua participação anual no Circuito Goiano de Motocross, um evento que atrai entusiastas do esporte de todo o estado e de vários outros.. A pista de motocross de Edéia é considerada a 2ª melhor do estado de Goiás.. Isso se deve à sua construção e manutenção de alta qualidade, que oferece aos pilotos um desafio emocionante e aos espectadores uma experiência de visualização emocionante.

Além do motocross, Edéia também é o lar de uma usina sucroalcooleira de grande porte nacional, a Usina Tropical do Grupo BP. Esta usina é uma parte vital da economia local e uma grande empregadora na região. Os visitantes interessados em aprender mais sobre a indústria sucroalcooleira podem encontrar uma visita à usina informativa e educativa. A usina é responsável pela produção de etanol, um biocombustível renovável, a partir da cana-de-açúcar. Durante a visita, os visitantes podem ter a oportunidade de ver o processo de produção em primeira mão e aprender mais sobre a importância da indústria sucroalcooleira para a economia local e nacional.

Então, o que fazer em Edéia? 

 

Em Edéia, há uma variedade de atividades para todos os gostos. Comece seu passeio pela Praça Mirella Diniz no Setor Samambaia, um local de lazer e convívio social que reflete o espírito comunitário da cidade. Aqui, você pode desfrutar de um ambiente tranquilo, ideal para um piquenique em família ou um relaxante passeio ao fim da tarde.

Para os amantes da gastronomia, Edéia oferece uma experiência culinária autêntica. O Jhonis Bar e Restaurante é uma excelente escolha, onde você pode saborear pratos típicos da região, experimentando os sabores locais em um ambiente acolhedor e familiar.

Além disso, se sua visita coincidir com o Circuito Goiano de Motocross, não perca a chance de assistir a este emocionante evento. É uma oportunidade única para vivenciar a adrenalina e a paixão do motocross, um esporte que atrai uma grande multidão de entusiastas e competidores de toda a região.

Edéia, com sua comunidade hospitaleira e gama de atividades, é um destino ideal para quem busca uma experiência fora do comum em Goiás. Seja para relaxar, explorar a cultura local ou se aventurar em eventos esportivos, Edéia promete ser um local memorável para sua próxima aventura!

 

Leia também:

 

Destinos turísticos surpreendentes em Goiás para ir de carro, explorar e se encantar com a beleza do cerrado

10 Filmes extraordinários para aquecer o clima: O guia definitivo para noites românticas – Curta Mais

 

Destinos turísticos surpreendentes em Goiás para ir de carro, explorar e se encantar com a beleza do cerrado

À medida que 2024 se aproxima, a tendência de viagens de carro ganha um impulso significativo, refletindo um desejo crescente de explorar e viver experiências enriquecedoras. Uma pesquisa realizada pela Booking.com com mais de 27 mil viajantes de 33 países revelou insights fascinantes sobre as tendências de viagem para o próximo ano. Os brasileiros estão entre as nacionalidades que mais valorizam as viagens como uma extensão vibrante de suas vidas. Com 88% sentindo-se mais vivos do que nunca durante as férias, muitos anseiam por destinos que permitam reinventar-se e abraçar novos aspectos de suas personalidades​​.

Diante desse cenário, a equipe do Curta Mais, um guia especializado em Goiás, mergulha em locais próximos a Goiânia que estão no radar dos turistas para as férias de janeiro. Além da proximidade, estes destinos oferecem uma mistura única de aventura, tranquilidade e beleza natural, alinhados com as preferências dos viajantes modernos por experiências refrescantes e autênticas, conforme indicado pela tendência de 41% dos brasileiros que buscam destinos próximos à água para escapar das altas temperaturas e encontrar relaxamento​​.

 

  • O que Oferece: Cristalina é um tesouro geológico, famosa por suas pedras preciosas e artesanatos minerais. Além disso, a cidade é um paraíso natural, oferecendo belíssimas cachoeiras e atrações como a Pedra Chapéu do Sol e o Adventure Park, onde é possível praticar mergulho e explorar garimpos.

  • Por que os Goianos Vão Amar: A proximidade de Goiânia e a combinação de atividades culturais e aventuras na natureza tornam Cristalina um destino ideal para escapadas de fim de semana e exploração de riquezas naturais e culturais.

  • Foto: Goiás Turismo 

 

  • O que Oferece: Salto Corumbá é conhecido por sua impressionante cachoeira de 50 metros de altura e um total de sete quedas d’água. O local também oferece infraestrutura com restaurante, hotel, camping, além de atividades como tirolesa e rapel.

  • Por que os goianos vão amar: Este destino é perfeito para os amantes da natureza e aventureiros, oferecendo a combinação ideal de tranquilidade, beleza natural e atividades emocionantes.

  • Foto: Prefeitura Municipal

 

  • O que Oferece: Alto Paraíso serve como portal para a Chapada dos Veadeiros, famosa por suas cachoeiras deslumbrantes e paisagens exuberantes. A cidade também é conhecida por seu turismo exotérico e estudos holísticos.

  • Por que os goianos vão amar: A combinação única de beleza natural, espiritualidade e aventura faz de Alto Paraíso um destino mágico e inesquecível, perfeito para quem busca uma experiência de viagem transcendental.

  • Foto: Prefeitura Municipal

 

  • O que oferece: Pirenópolis combina o charme de uma cidade histórica com a beleza natural de mais de 82 cachoeiras. A cidade mantém muitas de suas características originais, incluindo ruas de paralelepípedos e construções históricas.

  • Por que os goianos vão amar: Pirenópolis é um refúgio que oferece uma viagem no tempo e contato direto com a natureza, ideal para quem aprecia história e paisagens naturais deslumbrantes.

  • Foto: Guia Destinos 

 

  • O que oferece: Famosa pelo maior lago subterrâneo da América Latina, Cocalzinho de Goiás também é conhecida pela Caverna dos Ecos, Tirolesa dos Pireneus, e a vinícola Fazenda Pirineus Vinhos e Vinhedos.

  • Por que os goianos vão amar: A combinação de aventura, natureza e experiências gastronômicas torna Cocalzinho um destino diversificado, perfeito para aventureiros e apreciadores de vinho.

  • Foto: Marcos Aleotti

 

  • O que Oferece: A Cidade de Goiás, Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, oferece uma viagem pela história com suas ruas de paralelepípedos e casarões coloridos, além de museus como o de Arte Sacra.

  • Por que os goianos vão amar: Este destino é ideal para quem ama a história e a arquitetura, oferecendo um mergulho cultural em um dos mais belos cenários históricos do Brasil.

  • Foto: Governo de Goiás

 

  • Rio Quente, Goiás:

  • O que oferece: Rio Quente é famoso por suas águas termais e o Hot Park, oferecendo uma combinação única de relaxamento em águas quentes naturais e diversão em um parque aquático.

  • Por que os goianos vão amar: A mistura de lazer e relaxamento em um cenário natural e único faz do Rio Quente um destino perfeito para famílias e viajantes de todas as idades.

  • Foto: Prefeitura Municipal

 

  • O que oferece: Vila Propício é conhecida por suas mais de 50 cavernas para exploração, além da Cachoeira Rio dos Patos e o Lago Azul, perfeitos para banhos refrescantes e mergulho.

  • Por que os goianos vão amar: Aventura e contato com a natureza intocada são as marcas de Vila Propício, tornando-a ideal para exploradores e amantes de atividades ao ar livre.

  • Foto: Prefeitura Municipal

 

  • O que oferece: Formosa atrai aventureiros com suas paisagens naturais, como o Buraco das Araras e várias cachoeiras. O destino também é conhecido por seus sítios arqueológicos.

  • Por que os goianos vão amar: A diversidade de atrações naturais e históricas em Formosa oferece uma escapada emocionante para quem busca aventura e conexão com a natureza.

  • Foto: Prefeitura Municipal de Formosa

 

  • O que oferece: O Rio Araguaia, com suas águas termais e praias fluviais em cidades como Aragarças, Aruanã e São Miguel do Araguaia, é um verdadeiro refúgio natural.

  • Por que os goianos vão amar: A tranquilidade e beleza do Rio Araguaia oferecem uma experiência única de contato com a natureza, ideal para relaxamento e atividades ao ar livre.

  • Foto: Prefeitura de São Miguel do Araguaia

 

  • O que oferece: Este parque é um paraíso para os amantes de cavernas, com destaques como a Caverna Angélica e a Cachoeira do Rio São Bernardo.

  • Por que os goianos vão amar: A oportunidade de explorar algumas das maiores cavernas da América Latina atrairá os entusiastas de aventuras subterrâneas e da natureza.

  • Foto: Ministério do Turismo

 

Em 2024, os viajantes brasileiros estarão em busca de experiências únicas que combinam lazer, personalização, escape do calor, turismo surpresa e autenticidade, e uma exploração profunda da gastronomia local. A tendência é que essas viagens sejam influenciadas pela mídia e influenciadores, com a conveniência de pagamentos digitais. A preocupação com o calor extremo está levando 56% dos brasileiros a escolher locais mais frescos, preferencialmente perto da água. Paralelamente, 49% dos turistas buscam experiências autênticas e surpreendentes em destinos menos conhecidos.

Diante dessas tendências, os destinos em Goiás, como Cristalina, Salto Corumbá, Alto Paraíso e outros, surgem como opções ideais. Esses locais oferecem uma mistura perfeita de aventura, relaxamento, autenticidade e riqueza gastronômica. Eles não só atendem às expectativas dos viajantes modernos, mas também proporcionam experiências únicas e memoráveis, refletindo o espírito vibrante e diversificado de Goiás. Portanto, ao planejar suas férias para 2024, considere esses destinos para uma experiência de viagem inesquecível.

Leia também:

 

As Ladras na Netflix: A revolução da comédia policial que você não pode perder – Curta Mais

10 Filmes extraordinários para aquecer o clima: O guia definitivo para noites românticas – Curta Mais

 

Cerrado pode entrar nas discussões da COP28

A 28ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, mais conhecida como COP 28, será realizada entre os dias 30 de novembro e 12 de dezembro em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. O evento que discute algumas das principais questões socioambientais do planeta, pode incluir em seus assuntos a preservação do Cerrado. 

O pedido de inclusão da pauta foi assinado por mais de 45 pesquisadores de todo o mundo, incluindo cinco professores  da Universidade Federal de Goiás (UFG). A carta foi publicada na revista científica Nature Ecology & Evolution na última segunda-feira, dia 6.

dd4f0beab6c52722f8ee853e0d763c08.png
Foto: Divulgação

“Tradicionalmente existe essa ideia de que o Cerrado é um bioma menos importante porque não tem ‘florestas’ ou ‘matas’ em maior proporção, e a imagem que as pessoas e os tomadores de decisão têm é de que são áreas abertas que não têm muita biodiversidade”, afirma o professor José Alexandre Felizola Diniz Filho, do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) e vice-coordenador do PPGEcoEvol, que foi um dos signatários do pedido.

O texto aponta que o mundo se preocupa em salvar as florestas, e se esquece de outras riquezas naturais que também merecem proteção. O Cerrado brasileiro, por exemplo, é um bioma cheio de vida e de benefícios para o planeta, mas é ignorado por não valorizarem a sua diversidade e os seus serviços ecossistêmicos.

O Cerrado em Goiás
O Cerrado é predominantemente o principal bioma de Goiás. Originalmente, o Cerrado cobria cerca de 70% do território do estado, mas com o desmatamento e falta de preservação, o bioma tem diminuído cada vez mais, ano após ano.

Além de Goiás, o ecossistema cobre 22% do território brasileiro, e é o maior da América Latina, e o segundo maior do mundo.

37a32745801ec2ec17ff73f9c2346b90.png

Foto: Divulgação

Mudas de pequi sem espinhos estão disponíveis para a população. Saiba como ter uma

A revolucionária introdução de variedades de pequi sem espinhos, que emergiu como uma alternativa promissora para produtores e apreciadores dessa fruta emblemática do Cerrado, entra em uma nova fase. A Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), em colaboração com a Embrapa Cerrados, abre um novo ciclo de aquisições para mudas dessas variedades. A novidade agora é a disponibilização de um formulário eletrônico para facilitar e organizar o processo de compra.

Para participar, os interessados devem preencher o formulário que está na seção “Aquisição de Mudas de Pequi” no portal da Emater. O processo requer a indicação da quantidade de mudas pretendidas e cada exemplar tem o valor de R$ 50,00. É importante ressaltar que a resposta ao formulário não garante aquisição imediata, devido à demanda e capacidade operacional. A Emater estabelecerá comunicação posterior com os requerentes para detalhar o cronograma de entrega.

Em novembro de 2022, foram lançadas seis variedades de pequi, metade delas desprovida de espinhos, com o intuito de proporcionar maior segurança e comodidade tanto no cultivo quanto no consumo. Inicialmente, o foco estava nos agricultores familiares e viveiristas, mas agora expande-se para o público em geral.

Maria José Del Peloso, diretora de Pesquisa Agropecuária da agência, salienta o compromisso da Emater em democratizar o acesso a essas mudas, promovendo a participação de viveiros na propagação das plantas. “Além de suprir diretamente a demanda, estimulamos os viveiros a estabelecer jardins clonais, o que amplifica significativamente nossa capacidade de atendimento ao mercado”, explica Maria José.

Os viveiristas parceiros que já dispõem de mudas para multiplicação e comercialização são uma fonte alternativa para aquisição. A lista inclui estabelecimentos como o Viveiro Agroplantas em Guapó, o Viveiro JNL em Santa Rita do Novo Destino, o Viveiro Agrometa Reflorestamentos em Goiânia, o Viveiro Benesi & Martins e o Viveiro AG Agro, ambos em Goianésia. Eles oferecem mudas enxertadas das novas cultivares e são contatáveis através de telefones e e-mails fornecidos pela Emater.

Essa inovação representa não só um avanço na horticultura do Cerrado, mas também uma oportunidade de negócio e um impulso para a biodiversidade local, considerando o pequi como um dos frutos mais tradicionais e representativos da região.

Os interessados podem procurar por mudas enxertadas das referidas cultivares junto aos seguintes viveiristas, que já adquiriram mudas da Emater para fins de multiplicação e comercialização: Viveiro Agroplantas (Guapó-GO) Contato: (62) 3552-1407 | (62) 98170-4740 E-mail: [email protected] Viveiro JNL (Santa Rita do Novo Destino-GO) Contato: (62) 98168-7259 E-mail: [email protected] Viveiro Agrometa Reflorestamentos (Goiânia-GO) Contato: (62) 99266-5419 E-mail: [email protected] Viveiro Benesi & Martins (Goianésia-GO) Contato: (62) 99364-9393 E-mail: [email protected] Viveiro AG Agro (Goianésia-GO) Contato: (62) 3353-4706 | (62) 98416-8277 E-mail: [email protected]

Pirenópolis se transforma na capital gastronômica do Cerrado na 14ª edição de seu festival Lendário

Pirenópolis prepara-se para sediar a 14ª edição do seu tradicional Festival Gastronômico. O evento, que teve sua última edição em 2018, retorna com força total este ano e promete agitar a cena culinária da cidade entre os dias 20 e 28 de outubro.

A “Arena Gastronômica”, montada na pitoresca “Beira Rio”, será o epicentro das festividades nos dias 20, 21 e 22 de outubro. O espaço contará com stands de degustação, produtos, serviços e aulas-shows ministradas por chefs renomados, incluindo o paulista Ale Sotero. As noites serão embaladas por atrações musicais, incluindo DJs, Grace Carvalho, Heróis de Botequim e Banda Liga Joe.

O tema do festival deste ano é “Original do Cerrado”. Mais de 30 estabelecimentos locais participarão, cada um oferecendo pratos e menus especiais inspirados na culinária regional. Ingredientes tradicionais do Cerrado, como baru, pequi e guariroba, serão os destaques nos cardápios.

O evento é uma parceria entre o SINDTUR GO, representando todos os empreendimentos de turismo e hospitalidade da região, e a São Bento Produções. A coordenação geral do projeto fica a cargo dos empresários Fred Costa e Hugo Siqueira.

Empreendimentos que marcarão presença:

  • Buteko do Chaguinha
  • Marinho Restaurante
  • Passiflora cantina vegetariana
  • Pé di Café
  • Sushi Central Pirenópolis
  • E muitos outros!

Agenda da Arena Gastronômica:

  • 20/10 (sexta-feira): Abertura às 17h com DJ Igor Dias, seguida de aulas-show e encerramento com o show de Grace Carvalho.
  • 21/10 (sábado): Início às 16h, com destaque para o Cortejo com as crianças do Pequi Sonoro e show dos Heróis de Botequim às 21h30.
  • 22/10 (domingo): Atividades a partir das 16h, com shows e aulas-show, finalizando com a Banda Liga Joe às 20h30.

SERVIÇO:

  • Local: “Beira Rio”, próximo à “Aldeia da Paz”, no coração de Pirenópolis.
  • Contato: (62) 99320-9720 / [email protected]
  • Mais informações: @festivalgastronomicopiriofc

7 praias de mar apaixonantes, que fazem os goianos suspirar e que são opções perfeitas para ir de carro

Ah, Goiás! Terra de paisagens deslumbrantes, cultura rica e um povo acolhedor. Mas se tem uma coisa que nosso amado estado não tem, é o mar. Aquele vasto azul, com sua água salgada e ondas a perder de vista. Mas, quem disse que os goianos não podem mergulhar de cabeça em praias paradisíacas no final do ano?

A água salgada, além de ser um convite para um mergulho refrescante, traz inúmeros benefícios para a saúde. Rica em minerais, ajuda na desintoxicação do corpo, relaxa os músculos e, segundo muitos, revitaliza a alma. Quem nunca sentiu uma sensação de renovação após um dia inteiro à beira-mar?

E o final do ano no litoral reserva surpresas inesquecíveis. As praias se transformam em verdadeiros palcos de celebração, com suas festas à beira-mar, fogos de artifício refletindo nas águas e a promessa de um novo ciclo que se inicia ao som das ondas. É uma experiência que, sem dúvida, todos deveriam viver ao menos uma vez.

Então, para você, goiano de coração, que sonha em trocar, nem que seja por alguns dias, o cerrado pela brisa marinha, preparamos uma lista imperdível. Vamos descobrir juntos 7 praias de mar para tornar seu final de ano absolutamente inesquecível? Embarque conosco nessa aventura salgada!

Além disso, decidimos adiantar essa matéria especialmente para você! Queremos que tenha tempo suficiente para se programar, organizar as malas e pegar a estrada. Dessa forma, não haverá desculpas como “não tive tempo” ou “não deu para planejar”. E aqui vai uma notícia ainda melhor: todas as praias que vamos citar são acessíveis de carro. Assim, você pode montar seu próprio roteiro, fazer paradas pelo caminho e transformar essa viagem em uma aventura completa. Preparado para sentir a areia nos pés e o vento do mar no rosto? Goiás pode não ter mar, mas os goianos têm o espírito aventureiro e a vontade de descobrir novos horizontes!

 

Praia

Praia da Aviação, Praia Grande, São Paulo: 975,5 km

Uma das mais movimentadas da cidade, a Praia da Aviação costuma receber muitos turistas durante o verão. A orla possui belos coqueiros, além de uma extensa faixa de areia, portanto, é ótima para tomar sol, caminhar e brincar com as crianças. Suas águas possui algumas ondas mais fortes, portanto é preciso ter atenção com os pequenos. Também conta com alguns quiosques e restaurantes que oferecem cadeiras e guarda-sóis.

Praia

 

Praia do Gonzaga, Santos, São Paulo: 979,9 km

Praia de Gonzaga é sem dúvida a mais famosa de Santos. Se encontra na ilha de São Vicente, de frente para a Baía de Santos. É uma praia urbana, a dois passos do centro da cidade. O que há de tão especial nesta praia? Primeiro, a posição, no bairro histórico de Gonzaga, fundado no final de 1800. Um bairro movimentado, onde é fácil encontrar lojas de todos os tipos e até mesmo um shopping center a uma curta distância da praia. Ali há também muitos restaurantes e clubes para se refrescar com uma bebida entre um mergulho e outro ou para experimentar a culinária brasileira. A uma curta caminhada da praia, há dois dos lugares mais emblemáticos deste bairro: a Praça da Independência, que fica a algumas centenas de metros de distância, e a Praça das Bandeiras, que fica bem no calçadão, separada da areia apenas por uma faixa de palmeiras altas, e que deve o seu nome a uma fileira de bandeiras de todos os estados brasileiros que todos os dias balançam com a brisa. 

Embora a localização seja importante para uma praia urbana, a Praia do Gonzaga, oferece areias douradas muito extensas, que dão lugar não apenas às muitas toalhas e guarda-sóis, mas também a redes para jogar beach volley (confirmando a famosa habilidade dos brasileiros para o esporte) e barracas, ou seja, quiosques na praia que vendem sucos de frutas e lanches típicos. Além disso, as águas da Praia do Gonzaga são calmas e agradáveis, e é por isso que muitas famílias a escolhem para passar um dia de relaxamento e diversão para todos.  Mas isso não é tudo, porque a Praia do Gonzaga é mesmo uma praia dos recordes! Atrás dela ficam os Jardins da orla, que são os maiores jardins à beira-mar do mundo (o título foi concedido pelo Guinness Livro dos Recordes), que atravessam 7 bairros de Santos. São mais de 5 quilômetros de comprimento e até 50 metros de largura, formando uma faixa de palmeiras e amendoeiras.

 

praia

Praia das Astúrias, Guarujá, São Paulo: 996,2 km

A Praia das Astúrias é uma das mais belas e procuradas praias do Guarujá. Astúrias está localizada próxima a uma área nobre do município de Guarujá, devido a localização central, o local ganhou fama e atualmente é uma das praias do litoral paulista mais procuradas pelos banhistas. Com cerca de 1000 metros de extensão, Astúrias tem o mar com águas calmas e uma faixa de areia branca e fofinha. Quem costuma viajar com a família vai encontrar na Praia das Astúrias o local ideal para a criançada se divertir com segurança.Astúrias é frequentadas por tartarugas marinhas, é muito comum observar os animais nadando bem pertinho da orla.

 

praia

Praia da Enseada, Bertioga, São Paulo, 1.006,9 km

Localizada no centro de Bertioga, sua orla segue até o bairro do Indaiá. Praia urbana com parque para crianças, ciclovia, calçadão e alguns coqueiros espalhados pela orla. Ela é organizada, possui um jardim preservado e é bem iluminada. Para quem só quer curtir o visual, existe uma pequena praça com bancos coloridos para descanso. A areia é clara e dura é há um amplo espaço para a prática de esportes e também para a realização de eventos culturais, shows e campeonatos. Existem alguns ambulantes e quiosques especializados em comida típica e frutos do mar. O mar é agitado em alguns trechos, com ondas que atraem os surfistas. A área do Canal da Bertioga é imprópria para banhos. Faz parte da paisagem da praia, casas, edifícios, lanchonetes e outros pontos comerciais

 

maresias

Maresias, São Sebastião – São Paulo: 1063, 9 km

É a praia mais badalada e movimentada do litoral Norte de São Paulo. Tem quatro quilômetros de areias finas e claras e mar muito verde. Durante o dia, surfistas aproveitam o mar de ondas fortes, e muita gente jovem curte o clima de paquera na areia. As famílias marcam presença no canto esquerdo, mais sossegado. Depois do pôr do sol, o movimento migra para a Rua Sebastião Romão César e avança madrugada afora, nas boates.

 

castelhanos

Praia de Castelhanos, Ilhabela – São Paulo: 1.073,8 km

Considerada uma das praias mais belas do Brasil, a Praia de Castelhanos é um dos principais roteiros turísticos da Ilha e também a favorita da turma off road. Isso porque o acesso principal é por uma estrada de 15km que corta a Ilha no sentido Oeste a Leste, por meio da exuberante flora da Mata Atlântica do Parque Estadual de Ilhabela, e só veículos 4×4, motos ou bicicletas são permitidos. Para os mais corajosos, é possível fazer a trilha a pé. Também é possível chegar de barco, e várias agências de passeios oferecem roteiros de flexboat parando em outras praias paradisíacas no caminho, como a Praia da Fome e Saco do Eustáquio.

ilha

Ilha das Couves, Ubatuba – São Paulo: 1096,5 km

 A ilha das Couves é uma ilha brasileira pertencente ao município de Ubatuba, litoral norte do estado de São Paulo. Tem área de 58 hectares e está localizada a 2,3 quilômetros da costa. De propriedade particular e habitada por uma família de caseiros, Couves está sujeita a bruscas mudanças climáticas. A ilha apresenta uma orla de costões rochosos e encostas com vegetação rasteira e flora típica de Mata Atlântica. Há duas maneiras de chegar à Ilha das Couves: através da praia de Picinguaba (local mais próximo para se chegar a ilha) ou na cidade de Ubatuba. O percurso de barco até a Ilha das Couves dura em média 20 minutos. Suas águas do entorno contém rica fauna marinha, a qual inclui salemas, budiões, frades, garoupas e arraias. A ilhota raramente recebe a visita de baleias.

 

Trindade em 48 Horas: Do sagrado ao profano, descubra os segredos mais bem guardados da cidade goiana que abriga a segunda maior romaria católica do Brasil

Trindade, situada no coração de Goiás, na região metropolitana de Goiânia,  é mais do que os olhos podem inicialmente perceber. Famosa por sua profunda tradição religiosa, a cidade atrai peregrinos de todos os cantos do Brasil, buscando conexão e paz. Mas esse município goiano, embora revestido de espiritualidade, esconde tesouros que vão além das preces. 

 

A apenas 16 km da capital, Goiânia, Trindade está estrategicamente localizada na região Centro-Oeste do Brasil. Abrangendo uma área total de cerca de 719 km², a cidade é o nono município mais populoso de Goiás, com uma população estimada em 142.431 habitantes em 2022. Emoldurada por um clima tropical e uma vegetação predominantemente de cerrado, Trindade ostenta um IDH de 0,699, considerado médio em comparação ao restante do país.


A cidade brilha sob a luz da fé, tendo como sua joia mais preciosa o Santuário Basílica do Divino Pai Eterno. Esse monumento, erguido em reverência à descoberta de uma medalha ilustrando o Divino Pai Eterno por Ana Rosa e Constantino Xavier, transformou Trindade em um pólo de devoção. A história ressoa ainda hoje nas paredes da basílica, ecoando as orações daqueles que visitam a cidade durante a Festa do Divino Pai Eterno.

Uma jornada através do tempo: a origem de Trindade

Antes da chegada dos colonizadores portugueses, a região era habitada por diversos grupos indígenas, como os goyazes. Com a busca incansável dos bandeirantes por metais preciosos, a área que hoje conhecemos como Trindade tornou-se parte da Capitania de Goiás. A cidade cresceu em torno da agropecuária após o declínio do ciclo do ouro e, com o tempo, consolidou-se como um importante polo econômico e social.

Foi o  medalhão encontrado por Ana Rosa e Constantino Xavier  que, não apenas instigou a devoção ao Divino Pai Eterno, mas também deu início à construção de uma capela coberta por folhas de buriti. O medalhão foi posto à vista de todos, atraindo ainda mais devotos. Para amplificar sua adoração, uma réplica maior da imagem foi criada pelo escultor José Joaquim da Veiga Vale.

Além de sua rica tapeçaria histórica e religiosa, Trindade também promete aos visitantes experiências culturais, gastronômicas e recreativas. Entre os hotéis-fazenda pacíficos e os pontos turísticos vibrantes, a cidade é um mosaico de tradições e inovações. Portanto, ao planejar sua próxima escapada, considere Trindade. Em apenas 48 horas, você pode se apaixonar por esta joia goiana. Confira:

 

Opções de hospedagem e lazer

 

1- Vila Barro Branco 

Espaço familiar reúne todos os aspectos rústicos da fazenda com as características importantes de um hotel 5 estrelas. Esse espaço ecológico é ótimo para descanso e lazer, piscina aquecida com borda infinita, sauna, wine garden e ofurô são atrações exclusivas para hóspedes. 

 

Endereço: Rodovia GO- 060, Rod. dos Romeiros, KM 30, Trindade – GO, 75380-000

Telefone: (62) 98409-1000

 

Detalhes do local:

– Wi-Fi gratuito

– Café da manhã pago

– Estacionamento

– Acessível

– Piscina externa

– Ar-condicionado

 

2- Chácara Toca do Coelho

O melhor lugar para relaxar com sua família e amigos! Não se trata de um espaço para festas e eventos, e sim para descanso e lazer com sua família!

 

Endereço: Rua Terra Prometida, qd 2 – lote 42 – Condomínio Canaã, Trindade – GO, 75381-476

Telefone: (62) 3092-6298

 

Detalhes do local:

– Acesso ao lago

– Cozinha

– Wi-Fi

– Estacionamento incluído

– Piscina privativa

– TV

– Máquina de lavar na acomodação por Gratuito

– Câmeras de segurança na propriedade

 

Saiba mais 

 

3- Domus Bangalo/condomínio de luxo

O Domo na Terra Santa é uma completa e luxuosa acomodação construída sobre um deck de madeira com vista para a mata e amplo espaço externo, para curtir o contato com a natureza com todo o conforto e privacidade. Está localizado entre o município de Trindade e Santa Bárbara, a 30km da capital Goiânia. 

 

Detalhes do local:

– Cozinha

– Wi-Fi

– Estacionamento incluído

– Piscina

– TV

– Máquina de Lavar

– Ar-condicionado

– Câmeras de segurança na propriedade

 

Saiba mais 

 

Opções de pontos turístico 

  •  

1- Igreja Matriz do Divino Pai Eterno 

A Igreja Matriz do Divino Pai Eterno é uma igreja católica histórica de Trindade, inaugurada em 1912  como o primeiro Santuário do Divino Pai Eterno. Se localiza em frente a Praça da Matriz, umas das praças mais importantes de Trindade. 

 

Endereço: Praça do Santuário, 238 – Centro, Trindade – GO, 75380-000

Telefone: (62) 3505-1129

 

2- Portal da Fé

O Portal da Fé é uma linda atração turísticas, muitos param para tirar fotos ao final de grandes caminhadas em Romaria, já que o local é onde a estrada dos romeiros termina.

 

Endereço: Av. Raimundo de Aquino, 1000 – Vila Pai Eterno, Trindade – GO, 75388-254

Telefone: (62) 99189-6338

 

3- Santuário Basílica do Divino Pai Eterno

 

O Santuário Basílica do Divino Pai, sendo a única basílica dedicada ao Divino Pai Eterno. A Casa do Pai representa a fé dos fiéis em uma emocionante devoção. 

 

Endereço: Praça Dom Antônio Ribeiro de Oliveira, s/n – Santuário, Trindade – GO, 75388-564

 

Opções de passeio 

 

1- Arca park

O Arca Parque oferece dias divertidos e cheios de comunhão em família e muito mais. O Arca Parque tem atrações para todas as idades e todos os gostos com direito a muito contato com a natureza e com os animais, sem falar das opções de brinquedos aquáticos para complementar essa experiência incrível.

 

Endereço: Rodovia dos Romeiros, Km 30 Complexo Terra Santa, Trindade, Goiás – 35 min de Goiânia

Telefone: (62) 4000-2899

Horário de Funcionamento: 

Geralmente aos Sábados, Domingos e feriados, das 10h às 17h30

 

2- Pesque Pague do Arquiron

Uma excelente opção para quem gosta de pesca esportiva – pesque e solte. O local oferece uma experiência divertida e relaxante. As áreas de pesca são bem cuidadas e possuem variedade de peixes. O local também oferece opções de alimentação, como churrasco. 

 

Endereço: Avenida Craíbas , chácara 3 – Jardim Imperial II, Trindade – GO, 75391-726

Telefone: (62) 99397-1038.

Horário de Funcionamento: Segunda a domingo 9h00 às 19h00 

 

3- Sorveart

Empresa goiana que sempre buscou garantir a qualidade de seus produtos, seus criadores focaram seus objetivos na satisfação dos clientes e na acessibilidade da oferta dos produtos no mercado competitivo, conta com uma grande variedade de produtos e vários pontos de vendas no estado de Goiás, Distrito Federal e Mato 

 

Endereço: Rua Aleixo Antonio Alves, 964 – St. Oeste, Trindade – GO, 75380-000

Telefone: (62) 3505-3071

Horário de Funcionamento: 

Domingo a Sexta 10h00 Às 22h00 

Sábado 10h00 às 23h00

 

Opções de Restaurante 

 

1- Restaurante Cerrado Goiano 

Pratos goianos no fogão a lenha, além de carnes grelhadas e sobremesas em espaço rústico de clima familiar.

 

Opções de serviço: Refeição no local · Para viagem · Entrega sem contato

Endereço: Av. Raimundo de Aquino, 597 – Vila Pai Eterno, Trindade – GO, 75380-000

Telefone: (62) 3991-9393

Horário de Funcionamento:

Segunda a Sexta 11h00 às 14h00

Sábado e Domingo 11h00 às 14h30

 

2- Restaurante Vovó Zica – Comida Afetiva

Restaurante com comida goiana com buffet variado quente e frio e churrasco na brasa.

 

Endereço: Av. Constantino Xavier, 22 – Ana Rosa, Trindade – GO, 75380-000

Telefone: (62) 99829-9621

Horário de Funcionamento:

Segunda a Sexta 11h00 às 14h00

Sábado e Domingo 11h00 às 14h30

 

3- Restaurante Dora

Comidas típicas com alta gastronomia goiana a mais 39 anos fazendo oque a de melhor na culinária.

 

Endereço: Av. Pres Jk Q A, 2760 – Vila Emanoel, Trindade – GO, 75380-000

Telefone: (62) 3505-1802

Horário de Funcionamento:

Segunda a domingo 11h00 às 14h30

  •  

Opções de restaurante para Jantar 

 

1- Restaurante e Adega Bentos

Preços bons, comida bem saborosa, lugar bem agradável, possui bastante variedades de vinhos.

 

Endereço: R. Dr. Irany Ferreira, 406 – Centro, Trindade – GO, 75380-000

Horário de Funcionamento: 

Segunda e Terça 11h00 às 17h00

Terça a Sábado 11h00 às 00h00

Domingo 11h00 às 18h00

 

2- Pizzaria Casarão

Excelente massa, fina, crocante e muito bem recheada, atendimento espetacular e ambiente muito agradável.

 

Endereço: 232, R. Padre Redentorista, 64 – St. Central, Trindade – GO, 75380-000

Telefone: (62) 3506-1108

Horário de Funcionamento: Terça a Domingo 18h00 às 00h00 

 

3- A Brasileira Restaurante

Comida brasileira maravilhosa, lugar bem localizado e aconchegante

 

Endereço: Vl Willian – R. Dr Irani A Ferreira Q 1, 744 – vila willian, Trindade – GO, 75380-000

Telefone:  (62) 99218-2221

Horário de Funcionamento: 

Segunda a Quarta 11h00 às 15h00

Quinta a Domingo 11h00 às 15h00 / 18h00 às 00h00

 

Se tiver tempo antes de partir, dê uma última caminhada pela cidade ou faça algumas compras de lembranças incríveis da sua visita. Além disso, adapte este roteiro de acordo com seus interesses e preferências pessoais, e aproveite ao máximo sua estadia em Trindade!

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

 

>Veja Também<

Trindade se torna oficialmente a Capital da Fé no Brasil

 

Romaria de Carros de Bois de Trindade vira Patrimônio Cultural do Brasil 

 

8 lugares para conhecer o município de Trindade

Conheça a cidade goiana onde o Cerrado tece histórias e o vento convida à aventura

Nas entrelinhas do Cerrado, a 120 km de Goiânia, Jandaia se revela como um soneto da natureza. Em seu seio, o Sul Goiano canta melodias da Mesorregião, ecoando entre o Morro do Segredo e a Serra do Boqueirão. Com apenas 6.272 habitantes, a cidade se estende majestosamente por 864,1 km², vestida com um manto verde de árvores.

Nas mãos da natureza, Jandaia foi esculpida com serras que desenham o horizonte: Paiol Queimado, Canabrava, Lajeado, Sumidouro e Barro Alto. Nestas alturas, os ventos dançam, atraindo entusiastas do parapente, que, nos meses de abril e maio, colorem os céus em seus saltos arrebatadores.

O apelo desta cidade está gravado em sua geografia; um motivo pelo qual, em abril de 2023, ela tornou-se anfitriã da primeira etapa do Circuito Centro-Oeste de Parapente. Este encontro celebrou a bravura dos céus com a participação dos mais proeminentes pilotos do país.

Rampa de Jandaia: Onde o chão encontra o céu, o ponto de decolagem se desdobra sobre a paisagem. Com o cenário pitoresco de Jandaia como pano de fundo, a rota para esta rampa é uma promessa de aventura. A decolagem é facilitada por um terreno inclinado, onde a grama sintética se encontra com o céu, e o pouso é uma dança suave em prados amplos.

Alma da Cidade: Jandaia é abraçada por rios e riachos, com o Lago Lambari refletindo a alma da cidade. Praças como a Matriz e São Sebastião são os corações palpitantes onde histórias são compartilhadas e lembranças criadas.

Pegadas no Cerrado: Integrando-se à região, Jandaia caminha ao lado de outras joias de Goiás, oferecendo uma fusão de aventura, ecoturismo, tecnologia e cultura.

Histórico Sussurro: Desde sua origem na fazenda Água Limpa até sua transformação em Jandaia, a cidade tem histórias profundamente entrelaçadas com o solo do Cerrado e as promessas feitas sob o olhar protetor de divindades.

Pulsar Econômico: A vitalidade de Jandaia é alimentada pela agropecuária, com campos de cana-de-açúcar e soja, e fortalecida por gigantes industriais como DENUSA e Jandaia Calcário.

Refúgios de Descanso: Enquanto o dia se despede, o Hotel Jandaia e a Pousada Jandaia aguardam os visitantes com promessas de conforto. Opções adicionais em Indiará também oferecem acolhimento caloroso.

Créditos da imagem de capa: Governo de Goiás

Deseja estar conectado com as maravilhas do nosso Brasil? Junte-se aos nossos grupos exclusivos e descubra os tesouros escondidos do Cerrado AQUI.

Conheça a cidade goiana onde o cerrado sussurra lendas e os lagos espelham o céu de Goiás

 

Localizada a 280 km de Goiânia e 270 km de Brasília, Uruaçu, cujo nome em tupi-guarani traduz-se como “pássaro grande”, é uma cidade que combina rica herança cultural com belezas naturais espetaculares. Além de estar convenientemente posicionada na Rodovia Belém-Brasília (BR-153), este município de Goiás se destaca no cenário nacional com o Lago Serra da Mesa, um dos maiores lagos artificiais do país.

Patrimônio e História

Fundada originalmente como Sant’Ana em 1931, Uruaçu ganhou sua atual denominação em 1953. A cidade, que começou como um simples povoado, viu um crescimento robusto após a inauguração da BR-153 nos anos 50. A história de Uruaçu é preservada em locais como o Museu Prada Carrera e o Centro Cultural Quilombola Uruaçu, que valoriza a cultura afrodescendente.

A tradição é vivamente retratada no Memorial Serra da Mesa, considerado patrimônio nacional. Este espaço recria, em tamanho natural, aldeias indígenas da Tradição Uru e uma vila cenográfica, capturando a essência urbana da época.

Aventuras Naturais

O Lago Serra da Mesa é apenas o começo do que Uruaçu tem a oferecer em termos de belezas naturais. Cachoeiras, trilhas, parques como o Parque das Araras e o Parque dos Buritis, além de praias como a Praia Generosa, aguardam os visitantes. A cidade é um convite à exploração, seja a pé, de bicicleta através da Ciclovia do Cerrado, ou até mesmo de barco.

Conexões e Geografia

Uruaçu não é apenas privilegiada pela sua proximidade com capitais, mas também pela sua interligação a outras cidades do norte goiano, graças à sua localização estratégica na BR-153 e GO-237.

Cultura Vibrante

Uruaçu pulsa com vida cultural. Seja nas festividades tradicionais, na arte do artesanato local representada pelas Marias-Negras, ou nas feiras como a Feira do Sol, a cidade tem algo para todos.

Esporte na Veia

Para os entusiastas do esporte, Uruaçu não desaponta. O futebol é uma paixão local, representada pelo Uruaçu Futebol Clube (UFC), mas o esporte na cidade vai além, com clubes e associações promovendo uma variedade de atividades, desde natação a ciclismo.

Descobrir Uruaçu é se aventurar por riquezas históricas, culturais e naturais no coração do Brasil. Uma cidade que tem tanto a ensinar quanto a deslumbrar.

História

Sua história começa no ano de 1910 quando o Cel. Gaspar Fernandes de Carvalho comprou uma fazenda enorme para abrigar seus filhos, parentes e empregados. Terras a perder de vista cheia de índios, animais silvestres e muitos ciganos.

A origem do povoamento desta região foi à fazenda Passa Três, adquirida pela família Fernandes, e situada no interior do Município de Pilar de Goiás, à margem da estrada real de tropeiros e comerciantes procedentes do sul. Por sua localização, atraiu rapidamente numerosas famílias das regiões vizinhas. 

Hoje Uruaçu é o berço da cultura goiana com suas dezenas de Folias, grupos de danças quilombolas, ciganas e indígenas. Muitos escritores, artistas plásticos e artesãos registram as belezas da antiga Santana. A cidade cresceu economicamente também e hoje as ruas são um verdadeiro burburinho de automóveis e pessoas que circulam enriquecendo a paisagem da terra do Lago de Serra da Mesa.

 

Para aguçar a curiosidade de conhecer o local, listamos os principais atrativos de Uruaçu, com fotos, confere aí…

 

Lago Serra da Mesa

Foto: Guia do Turismo Brasil

Os rios Maranhão e das Almas foram represados para a construção da Usina Hidrelétrica de Serra da Mesa. Se situa em Minaçu, mas a água banha outros 10 municípios, Uruaçu é um deles.

Além de vários impactos ambientais na região, o lago trouxe muito investimento em turismo na região, praias se formam e loteamentos são feitos. Muitos vão para a pesca, outros para a festa.

 

Memorial Serra da Mesa

Foto: Museu Cerrado

O Memorial foi construído com o objetivo de resgatar a história da região impactada pela construção do Lago de Serra da Mesa: as cidades de Niquelândia, Colinas do Sul, Campinorte, Minaçu e Uruaçu. Também tem como proposta, promover a educação ambiental e ser um centro de referência da cultura goiana, especialmente da região de Serra da Mesa. As obras ocupam uma área de 20 mil metros quadrados, próxima do Lago Serra da Mesa e da rodovia GO-237, que liga Uruaçu a Niquelândia.

 

Praia Generosa

Foto

Foto: Diêgo Martins

A praia de água doce fica às margens do Lago Serra da Mesa e é palco de muitas festas, em época de temporada, além de opção de lazer para os uruaçuenses durante o ano inteiro.

 

Cachoeira Zé Mineiro

Cachoeira do Zé Mineiro - Foto: Silvio Quirino - Foto: Goiás Turismo

Foto: Silvio Quirino

 

Cachoeira Dona Nina

Cachoeira Dona Nina - Foto: Silvio Quirino - Foto: Goiás Turismo

Foto: Silvio Quirino

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Leve na Viagem

10 Flores do Cerrado que vão deixar a sua primavera mais encantadora

Considerado o segundo maior bioma da América do Sul e com clima dividido em duas estações bem definidas, uma seca e outra chuvosa, o Cerrado possui uma vegetação com características predominantes, como árvores de tronco grosso e tortuoso, além de gramíneas e arbustos, claro, lindas e exóticas flores. 

 

A primavera é a estação em que a natureza renova suas com novas e lindas cores e perfumes. No Brasil, uma das regiões mais ricas em biodiversidade e beleza natural é o Cerrado, que abriga uma variedade de lindas e diferentes flores, que podem tornar a primavera ainda mais encantadora. 

 

Vamos explorar 10 flores do Cerrado que contribuem para a magia da primavera com suas belezas únicas que valem a pena admirar. Conheça essas preciosidades da natureza que tornarão a sua primavera mais bonita.

 

1- Flamboyant/ Flamboiã

A flor é nativa da ilha de Madagascar, se espalhou pela zona tropical da África continental, e logo depois, devido a sua grande beleza, levada a outros continentes, como Europa e as Américas. Se adaptou bem em nosso país devido ao clima tropical. Devido a sua beleza, é uma flor muito usada como decoração em regiões tropicais e subtropicais de todo o mundo

 

2- Flor de Ipê

Muito querida e admirada pelos goianos, o ipê possui lindas flores que podem ser encontradas em várias cores, como roxo, rosa, branco, verde e o mais conhecido amarelo. Suas flores são livres ou em tríades levemente perpendiculares, unidas em conjuntos em formato buquê. As flores aparecem após a queda das folhas, o que acontece no período mais seco, geralmente de junho a agosto, no inverno, podendo variar nas zonas mais próximas ao litoral.

 

3- Flor do Pequi 

O pequizeiro é uma árvore da família das cariocaráceas nativa do cerrado brasileiro. Seu fruto é muito utilizado na culinária de algumas regiões do país, principalmente no Norte de Minas Gerais, estado maior produtor do fruto. Logo antes de oferecer o nosso querido pequi, o pequizeiro oferece também lindas flores que florescem a partir de agosto e seu fruto a partir de novembro. 

 

4- Algodão do Cerrado

O algodão do cerrado é uma planta nativa do cerrado, ela perde todas as suas simples folhas na época de seca. Além de ser utilizada como decoração, a flor possui também propriedades medicinais.

 

5- Lobeira

Exibem lindas flores de simetria actinomorfa, ou seja, que apresenta simetria radial, ou seja, pode ser dividida em várias partes iguais. Possui um formato de estrela, com cinco pétalas de um violeta intenso que combina perfeitamente com seu amarelo vivo no centro. É nativa brasileira, mas não é encontrada apenas no Brasil.

 

6- Caliandra

Estas plantas florescem durante todo o ano, mas a melhor floração ocorre na primavera e no verão. Eles podem ser facilmente podados. Calliandra é frequentemente alimentada por lagartas, como as larvas da statira. Está disponível em muitas cores vibrantes, como rosa, branco, etc.

 

7- Sempre Vivas

Também chamada de chuveirinho, essa flor é muito cultivada para servir de decoração, sendo também encontrada nas cores vermelha, amarela, branca, azul, rosa, roxa e lilás. Após colhidas e secas conseguem resistir consideravelmente ao tempo sem se estragar ou perder sua cor, daí a origem do nome “sempre viva”.

 

8- Flor de cagaita 

A Cagaiteira é uma árvore de médio a grande porte, floresce entre os meses de agosto e setembro e frutifica nos meses de setembro e outubro. Seu uso pode ser alimentar, medicinal e, por ser muito bonito na época de floração, também é utilizado para decoração.

 

9- Canela de Ema

A canela de ema é uma planta hermafrodita comum no cerrado. Ela possui crescimento lento, cerca de 4 centímetros ao ano. É uma espécie em extinção em vários locais do Brasil. 

 

10- Orquídea Koellensteinia

As flores geralmente são esbranquiçadas ou com manchas vermelhas ou roxas, suas folhas e pétalas são parecidas entre sí, mais ou menos planas. 

 

A natureza do Brasil abriga tesouros incríveis. Desde a delicada e vibrante Flor de Ipê até a majestosa Caliandra. A primavera é uma época de renovação e esperança, e ao apreciar a rica diversidade das flores do cerrado somos lembrados da importância de preservar e proteger este lugar. Ao fazer nossa parte para conservar esse ambiente natural único, garantimos que as futuras gerações também possam desfrutar da maravilha e da magia que essas flores trazem à nossa primavera. Portanto, lembre-se sempre de valorizar e respeitar a biodiversidade do Cerrado e contribuir para sua preservação. 

 

Fonte: Uol, Wikipédia

Fotor: Reprodução

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

 

>Veja Também<

 

Descobrindo o Cerrado Brasileiro: os melhores lugares para visitar

 

Porque Goiânia é conhecida como a Capital do Cerrado

 

Chapada dos Veadeiros: a majestade do Cerrado goiano

Goiás está entre os melhores lugares do mundo para apreciar as estrelas

O universo sempre intrigou o homem. Desde as mais antigas civilizações até os tempos modernos, olhar para o céu estrelado foi uma fonte de inspiração, questionamento e admiração. E, no cenário atual de turismo, o Astroturismo está ganhando cada vez mais corações e mentes. Pessoas do mundo inteiro estão em busca de lugares especiais para observar estrelas, e Goiás se destaca no mapa global.

 

Astroturismo: Uma Visão Global

 

A crescente demanda por astroturismo reflete a necessidade das pessoas de se reconectar com a natureza e o universo. Locais com baixa densidade populacional, afastados da poluição luminosa e do desenvolvimento industrial, tornaram-se refúgios para aqueles que desejam vislumbrar o cosmos em toda a sua glória. 

 

De vastos desertos, como o Atacama no Chile e o Saara em Marrocos, a paisagens costeiras deslumbrantes como Nuweiba no Egito, a busca pelo céu perfeito levou viajantes a lugares surpreendentes. Tenerife, na Espanha, com seus picos vulcânicos, a misteriosa Wadi Rum na Jordânia e a savana serena do Parque Nacional Kruger na África do Sul são alguns dos lugares incríveis onde o céu se ilumina como em nenhum outro lugar.

 

Chapada dos Veadeiros: A Joia Estrelada de Goiás

 

Embora esses locais internacionais possam ser deslumbrantes, não há necessidade de ir tão longe para vivenciar o espetáculo celestial. A Chapada dos Veadeiros, em Goiás, é uma prova viva disso.

 

O vilarejo de São Jorge é mais do que apenas a entrada do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. É um santuário para os amantes do céu. Rodeado pela majestosa natureza do cerrado de altitude e longe das luzes da cidade, é o cenário perfeito para um céu estrelado.

 

E, como se a natureza exuberante e a atmosfera mística não fossem suficientes, São Jorge tem algo especial para os aficionados por astronomia: o Mirante da Estrela. A apenas 3 km de distância, é um ponto de encontro para meditação e observação das estrelas, oferecendo uma visão panorâmica do cosmos.

 

Mas não é só São Jorge que brilha em Goiás. De acordo com uma pesquisa da Booking.com, outros lugares como Caraíva na Bahia, o Rio de Janeiro e Jericoacoara no Ceará, além da deslumbrante Fernando de Noronha em Pernambuco, também são destinos top para os observadores de estrelas

 

A próxima vez que você pensar em lugares para observar estrelas, considere Goiás. Em meio às cachoeiras, esportes radicais e uma atmosfera mística, você encontrará um céu que fala diretamente à alma, relembrando-nos da vastidão do universo e da nossa pequena, mas significativa presença nele. E enquanto você estiver em Goiás, não se esqueça de aproveitar suas paisagens e os maravilhosos patrimônios culturais.

 

Explore, admire e reconecte-se com o cosmos na Chapada dos Veadeiros!

 

5 motivos que fazem da Chapada dos Veadeiros um local místico com fama de receber extraterrestres

A região central do Brasil abriga uma das maravilhas naturais mais intrigantes e magníficas: a Chapada dos Veadeiros. Localizada no estado de Goiás, a aproximadamente 230 km de Brasília e 420 km de Goiânia, esta vasta área de preservação apresenta uma riqueza geológica, ambiental e cultural inigualável. Reconhecido pela UNESCO como Patrimônio Natural da Humanidade, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros deslumbra não apenas pela sua biodiversidade, mas também pela história de bilhões de anos impressa em suas rochas e pelas lendas e tradições que capturam a imaginação de todos que o visitam.

Os cenários de cachoeiras cristalinas, canyons profundos e vastos campos de cerrado revelam apenas parte da magia deste destino. O parque é um portal para a ancestralidade do planeta, repousando sobre uma colossal placa de cristal de quartzo que remonta a aproximadamente 1,8 bilhão de anos. Este fato, por si só, já é um motivo de fascínio, mas quando somado às lendas locais, histórias de avistamentos de óvnis e a crença na energia espiritual que flui através da região, a Chapada se torna uma experiência única para os amantes do turismo de aventura e espiritualidade.

Aqui, os viajantes podem se perder nas trilhas que levam a mirantes panorâmicos, banhar-se nas águas purificadoras de suas cachoeiras e vivenciar a conexão com a natureza e o cosmos de uma forma que poucos lugares no mundo oferecem. Seja você um entusiasta do ecoturismo, um aventureiro em busca de paisagens estonteantes, um místico em busca de energias sagradas ou simplesmente alguém que deseja se desconectar da rotina e se reconectar consigo mesmo, a Chapada dos Veadeiros é o seu destino.. Não apenas pela sua curiosa localização, o parque é rodeado de lendas e curiosidades que intrigam moradores e visitantes. Alguns dos principais fatos curiosos sobre o local, você confere abaixo:

1. Grande energia espiritual

Conhecida como uma região holística e um dos principais pontos energéticos do planeta. Dentre os motivos, pode-se citar as exuberantes paisagens, a abundância de aflorações de quartzo (o que faz a chapada ser vista como um centro de concentração de energia) e o fato de ela ser cortada pelo Paralelo 14 S, o mesmo que passa por Machu Picchu. 

2. Gigantesca Placa de Cristal de Quartzo

Acredita-se que a região está sob uma gigantesca placa de cristal de quartzo e outras pedras capazes de canalizar energias. Dizem que a placa tem 4 mil metros quadrados, cercada por rochas e paredões. Os místicos acreditam que a força dos cristais protege a cidade de qualquer profecia apocalíptica. 

O quartzo provoca uma alteração nas vibrações do local em que se encontra, desintegrando as energias negativas ao redor, atraindo energias positivas e forças vitais. Desse modo, o mineral é usado por muitos como amuleto pessoal, produzindo uma purificação do nosso campo de energia e afastando forças e energias negativas. 

É muito comum encontrar esses cristais brotando do solo, perto do curso de suas águas cristalinas. Alguns dizem, inclusive, que essas águas são curativas, devido à vibração especial de suas moléculas. 

Os guias dizem que nos anos de 1960, cientistas da Nasa (a agência espacial norte-americana) teriam ligado para Brasília perguntando o que havia exatamente no solo de uma certa região ao norte de Goiás (justamente onde fica a chapada), pois ali havia um brilho impressionante, registrado por fotos de satélite. Chegaram à conclusão de que o brilho vinha do cristal de quartzo, já que toda a vizinhança está assentada sobre uma imensa placa desse minério. Ele é tão abundante por lá que pode ser visto à flor da terra, em pedrinhas translúcidas reluzentes. 

3. Paralelo 14

A Chapada dos Veadeiros é bem mística e Macchu Picchu (Peru) também. Os dois locais possuem algo em comum: Paralelo 14 a sul do plano equatorial terrestre. No Brasil, tal linha passa por Mato Grosso, Goiás e Bahia, além de também outras cidades sagradas pelo mundo. 

Dizem que a cidade favorece o aparecimento de óvnis e ETs por passar pelo Paralelo 14”. Há uma famosa placa que marca a localização exata onde passa a linha do Paralelo 14, no Jardim Zen, na rodovia que liga a cidade de Alto Paraíso de Goiás à Cavalcante. Os mais “iluminados” dizem que túneis subterrâneos levam daqui até a cidade peruana, outra região super mística e que foi criada só Deus sabe como com tamanha precisão há milhares de anos. 

Machu Picchu tem mistério devido ao fato dos Incas terem sumido “de repente” do Planeta Terra. Já na Chapada dos Veadeiros, conhecida pela sua paisagem exuberante, se dá pelo fato de acreditar que no Jardim de Maytrea possui um portal que pode levar pessoas a outra dimensão de lugar e tempo, que a energia do local pode curar doenças e ajudar muitas coisas. 

4. Aparições Extraterrenas

O lugar místico tem histórias envolvendo naves espaciais e ET’s. Alto Paraíso passou a ser chamada de “Capital Brasileira do Terceiro Milênio” e não foi à toa. Seus moradores dizem que ela foi escolhida para receber a visita de seres “superiores” e que os ET’s vivem aparecendo por lá.. 

Há muita gente que acredita (e jura que já viu) seres extraterrestres e seres intraterrestres. Sim, os intraterrestres seriam aqueles que habitam as cavernas no fundo da terra, remanescentes da civilização de Atlântida. Moradores contam sobre avistarem óvnis e curas espirituais. 

Folclore ou não, o site Ufo Gênesis reconhece a região como um dos quatro principais destinos ufológicos no Brasil, junto com a Chapada dos Guimarães, a Serra do Roncador e Chapada Diamantina. Sendo assim, concluímos que os ETs preferem as chapadas! 

Os moradores afirmam que, quanto mais ermo e mais tarde da noite, maior a chance de um óvni aparecer… Segundo os ufólogos existem ETs de todos os tipos, bons e maus, grandes e pequenos e, que, ao contrário do que se diz, eles não são verdes, mas cinzas. Dizem que alguns vem para capturar terráqueos para experiências, mas na maioria das vezes estão em missão de paz. 

Há muitas histórias de observação de objetos voadores não identificados, incluindo registros oficiais publicados em revistas especializadas. 

5. Fim do Mundo

A vizinhança fez a fama de Veadeiros ultrapassar fronteiras e rodar o globo. Pouco antes da virada do milênio, em 1999, falava-se por lá que o mundo beirava o fim e o único lugar a ser poupado do apocalipse seria lá. 

A teoria era de uma comunidade religiosa que existia em Alto Paraíso, os Cavaleiros de Maytrea, que acreditavam que o mar se agitaria e provocaria um tsunami global. A chapada, por estar no ponto mais alto do Planalto Central, cerca de 1.700 metros acima do nível do mar, e bem no meio do continente sul-americano, resistiria incólume à catástrofe. Resultado: um batalhão entrou na onda e seguiu para lá em busca da salvação. 

Novamente atraindo curiosos e profetas, em 2012, as pousadas se encheram com a ideia de que aquele seria o último ano de nossas vidas, que segundo o calendário maia, indicaria o encerramento um ciclo de 5.125 anos, interpretado por muitos como o “fim do mundo“, que era aguardado no dia 21 de dezembro.

 

Fotos: Marcos Aleotti/Curta Mais

Duca Pantaleão, da Praça é Nossa, promete fazer o público de rir em Goiânia

O humorista Duca Pantaleão, da Praça É Nossa, volta a Goiânia para uma apresentação, ao lado de Gv Silva, nesta quinta-feira, 21,  na Cerrado Cervejaria, a partir das 21h. Os ingressos podem ser comprados pela plataforma Sympla e custam R$ 20 a meia entrada solidária individual, e R$ 60 a mesa com quatro lugares, além das taxas.

Com duas horas de duração, o artista conta ao público sua história de superação das drogas de forma bem humorada, usando dois microfones.

Além do stand-up, Pantaleão também atua no programa “A Praça é Nossa”, é integrante do “Trio dos Malandros”, juntamente com Raphael Carvalho e Jeferson Farias. Ele é autor de quatro livros infantis publicados: “Consegui publicar meus livros e vou sempre colocando meus projetos em execução. Comecei a viver depois das drogas e estou muito feliz”.

 O evento é produzido pelo Guardians Comedy Club.

Serviço

Show com Duca Pantaleão da Praça é Nossa e Gv Silva

Local: Guardians Comedy Club

Data: 21 de setembro

Abertura da Casa: 20h

Apresentações: a partir das 21h

Endereço: Av. T-3, 2456 – St. Bueno, Goiânia. 

Reservas de mesa:  55 (62) 98235-5089

Ingressos: https://www.sympla.com.br/evento/duca-pantaleao-e-gv-silva/2131549

Cervejaria goiana ganha sete medalhas em premiação e garante vaga em competição internacional

Especialista em cervejas artesanais em Goiás, a Colombina conquistou sete medalhas na etapa Centro-Oeste da 3ª Copa Cerveja Brasil, torneio organizado pela Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), cujo resultado saiu na sexta-feira (15), em Brasília (DF). 

 

Cervejas premiadas

Colombina Session Ipa e Colombina Ipa – 2 medalhas de ouro;

Colombina Gynhattan uma American Wheat com Cagaita, Colombina 1929 uma Golden Ale com Noz Moscada e Limões, Colombina PitDog uma New England Com Abacaxi, Milho e Batata – 3 Medalhas de prata; 

Colombina Cold Brew Lager e Colombina Catharina Sour Maracujá e Amora – 2 Medalhas de bronze

 

World Beer Cup 2024 e Copa Cervezas de America 2024

Com o resultado da competição, a Colombina garantiu sua vaga na World Beer Cup 2024 e Copa Cervezas de America 2024, que acontecerá em dezembro, na cidade de São Paulo. 

“A premiação é uma tradução dos nossos esforços e investimentos como empresa em pessoas/time e melhores práticas. Somos muito atentos as tendências do mercado, buscamos desde o início trabalhar na linha da inovação trazendo o regionalismo, o orgulho pela nossa terra e pelo cerrado transbordarem em nossa comunicação e em nossos produtos. Nossa intenção sempre foi levar Goiás e o Cerrado para o mundo através de nossos produtos”, afirmou Patrícia Mercês, CEO da Cervejaria Columbina, ao Guia Curta Mais.

Créditos: Patrícia Mercês (CEO da Cervejaria Colombina)

Em fevereiro de 2024, a marca completará uma década. Inicialmente, o formato era de fabricação e fornecimento de chopp para festas. Entretanto, só em 2014, iniciou a fabricação de cervejas artesanais combinadas com frutos do Cerrado. A empresa familiar pertence à Patrícia, à irmã Fernanda e à mãe Maria Alice. A fábrica fica no Parque Primavera, em Aparecida de Goiânia. São 35 colaboradores diretos.

 

Créditos da imagem de capa: Cervejaria Colombina 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

 

>Veja Também<

https://www.curtamais.com.br/goiania/os-carros-mais-rapidos-do-brasil-chegam-a-goiania-para-etapa-da-imperio-endurance-brasil

https://www.curtamais.com.br/goiania/terezopolis-de-goias-na-grande-goiania-ganha-primeiro-condominio-fechado-sustentavel

https://www.curtamais.com.br/goiania/lei-paulo-gustavo-em-goias-secult-divulga-editais-com-recursos-de-mais-de-62-milhoes