Corte de árvores na Rua 148 revolta moradores do Setor Marista

Moradores do Setor Marista estão indignados com a retirada de dezenas de árvores na Rua 148, nas imediações do Clube de Engenharia. Caminhões da Prefeitura de Goiânia foram flagrados neste sábado (08/06), levando o que sobrou das árvores. A via sempre foi conhecida pelo seu alto índice de arborização.

A situação despertou a revolta de quem passou pela região. Nas redes sociais, a reação dos internautas também foi de reprovação. “Uma das ruas mais bonitas da cidade sendo destruída”, criticou um usuário do Instagram. “Logo no mês em que é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. Parabéns pela homenagem”, ironizou outro.

Diversos estudos apontam que a redução do número de árvores e de áreas verdes comprometem a manutenção do microclima e da fauna, além da capacidade natural de redução de materiais tóxicos do meio ambiente. O resultado é uma pior qualidade de vida aos habitantes.

Procurada pelo Curta Mais, a Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) informou, em nota, que autorizou a retirada de 18 árvores nas ruas 132 e 148, sob a condição de que o proprietário do imóvel faça o plantio de outras 22 árvores para a calçada do local. “A substituição acontece nessa época do ano por ser o momento de estiagem, propício para o manejo arbóreo dentro da cidade”, diz o texto.

O órgão da Prefeitura de Goiânia também informou que a retirada as árvores retiradas apresentavam problemas “fitossanitários, tais como, cerne exposto, necrose nos troncos, desprendimentos de galhos, presença de cupins, além disso, o sistema radicular das mesmas encontra-se em conflito com passeio público”.

Segundo a Amma, as árvores cortadas “estavam em final de ciclo biológico e foram plantadas há anos”. Segundo a nota, elas apresentavam riscos de queda e os galhos poderiam causar danos a veículos e pedestres. Segundo o texto, o proprietário do imóvel deve plantar árvores “que causam menos impacto à mobilidade e ao calçamento, gerando segurança para a população”.

Goiânia terá edição especial do Chorinho no fim de semana

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), promove no próximo sábado (27/4) o “Esquenta Centraliza”, com uma edição especial do Chorinho, a partir das 18h, no Grande Hotel, na Avenida Goiás, esquina com a Rua 3, no Centro da capital.

Sobem ao palco João Garoto e Grupo de Choro Brasileirinho, Sons Duo Brasil e Débora di Sá.

O projeto Chorinho volta ao Grande Hotel de forma especial para comemorar o Dia Nacional do Choro, celebrado no dia 23 de abril, data em que acontece mais uma edição do Centraliza, projeto realizado pela Prefeitura de Goiânia. “Estamos começando as ações do Centraliza.

O esquenta é só uma prévia das atrações que teremos no domingo. Todas elas gratuitas para a população, que poderá aproveitar shows, performances circenses, atividades esportivas e muito mais. Venham para o Centro, aproveitar com a família e os amigos um fim de semana de diversão e alegria”, afirma o prefeito Rogério.

Centraliza no Domingo

No domingo (28/4), o projeto Centraliza conta, a partir das 8h, com apresentações de circo com malabarista, equilibrista, mágico, palhaços, brincadeiras com as crianças e adultos, perna de pau, pintura de rosto facial e oficina de balões e personagens da Patrulha Canina.

Às 10h, tem espetáculo com Chocolate e Pimentinha, às 11h tem Banda Cascavelvet e Show Casquinha Rock. Para encerrar o domingo, às 17h30, tem Banda Liga Joe.

“O projeto Centraliza é uma excelente oportunidade para que as pessoas frequentem o Centro e aproveitem eventos promovidos na rua, ao ar livre, de graça, com acesso a todo o público. Vale pontuar que a Prefeitura oferece estrutura com banheiros, segurança, palco, iluminação e grandes atrações tanto da Cultura quanto de outras secretarias que também estão envolvidas para que quem esteja no Centraliza possa curtir e aproveitar bastante. Fiquem com nosso convite e saibam que serão muito bem-vindos”, pontua o secretário de Cultura, Eduardo de Souza.

Projeto Centraliza – Programação Cultural

Sábado – 27 de abril – Esquenta Centraliza
18h – Edição especial do Chorinho – Semana Nacional do Choro

Shows: João Garoto e Grupo de Choro Brasileirinho / Sons Duo Brasil / Débora di Sá

Domingo – 28 de abril
8h – Abertura Oficial

8h30 – Performances circenses (malabarista, equilibrista, mágico, palhaços, brincadeiras com as crianças e adultos, perna de pau, malabarista, pintura de rosto facial e oficina de balões e personagens da Patrulha Canina
10h – Espetáculo Circense com Chocolate e Pimentinha
11h – Banda Cascavelvet e Show Casquinha Rock
17h30 – Banda Liga Joe

Distribuição de pipoca e algodão-doce. Toda programação é gratuita para crianças, jovens e adultos.

Goiânia alcança o pódio da sustentabilidade e conquista segundo lugar no ranking do Centro-Oeste

Goiânia foi reconhecida como uma das principais sustentáveis do Centro-Oeste, conquistando o segundo lugar no Ranking Cidades Sustentáveis, que tem como base 40 indicadores oficiais que compõem o Internacional Organizations for Standardization (ISO) 37120.

A premiação foi anunciada pelo prefeito Rogério Cruz (Republicanos) durante o lançamento da campanha ambiental e artística “O mar começa aqui”. “Nossa cidade é rica em água, com seus vários mananciais que a cortam. Somos a capital mais verde do Brasil e fomos reconhecidos, recentemente, pela ONU como cidade árvore do mundo”, destacou.

O prefeito ressaltou, ainda, que a atual gestão trabalhar para tornar a capital mais sustentável, por meio do plantio de milhões de árvores plantadas. “Estamos abertos a projetos e queremos melhorar cada vez mais”, disse.

A primeira colocada no ranking foi Brasília, seguida por Goiânia, Cuiabá (MT), Itumbiara (GO) e Rio Verde (GO).  No total, foram avaliados 319 municípios com mais de 100 mil habitantes, a partir de 40 indicadores.

Michel Magul deixa cargo na Prefeitura de Goiânia para disputar mandato de vereador

O suplente de vereador Michel Magul (MDB) deixou o comando da Secretaria de Prioridades Estratégicas de Goiânia para disputar uma vaga na Câmara Municipal. A exoneração foi publicada na noite de segunda-feira (18/03), no Diário Oficial.

Conforme determina a legislação eleitoral, auxiliares que pretendem concorrer a cargos eletivos devem se desincompatibilizar de seus cargos até o início de abril. Secretário-executivo, Gustavo Cruvinel passa a responder pela pasta até que o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) defina quem será o novo titular do órgão.

Magul disputou mandato de vereador nas eleições de 2020, mas não foi eleito.  Ele já ocupou outras pastas na gestão de Rogério Cruz, como Planejamento Urbano e Comunicação.

Brilho renovado: Bosque do Goiânia 2 ganha nova iluminação e melhorias

As lâmpadas da Área de Preservação Permanente (APP) do Bosque do Goiânia 2 foram substituídas por iluminação com tecnologia LED em 17 pontos localizados em volta da pista de caminhada. O espaço também recebeu novas lixeiras, bancos e pergolados. As obras foram entregues nesta segunda-feira (11/03).

De acordo com o prefeito Rogério Cruz, as melhorias vão garantir maior segurança e qualidade de vida aos moradores da Região Norte da Capital. “Essa era uma área emblemática, onde havia descarte irregular de resíduos e tentativas de desmatamento ilegal. Sem retirar nenhuma árvore, modernizamos a infraestrutura para garantir maior segurança para a unidade e os frequentadores”.

O prefeito também comemorou o recente título que a Capital recebeu da Organização das Nações Unidas (ONU). “Se recebemos o título de Cidade Árvore do Mundo é porque estamos trabalhando nesse sentido e com diversas ações, dentre elas, um número expressivo de mudas de árvores”, disse.

Segundo o presidente da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), Luan Alves, a Prefeitura tem trabalhado para oferecer mais conforto e segurança nos parques. “São lugares para prática de esportes, para encontro de amigos e passeios familiares. É mais qualidade de vida para o cidadão”, afirmou.

A assessora técnica da Superintendência de Gestão Ambiental e Licenciamento da Amma, Wanessa Castro, ressaltou a importância da área para a fauna local e a manutenção do ecossistema. “Aqui nada da vegetação pode ser retirada. É uma área que faz parte da bacia do Rio Meia Ponte, portanto serve de recarga para o lençol freático com uma vegetação nativa que colabora para a sobrevivência da fauna e flora de Goiânia”, explicou Wanessa.

Moradores, como a biomédica Brígida Gontijo, expressaram a satisfação com as melhorias. “Aqui estava um breu e agora, além de muito bonito, o bosque está mais seguro”, disse a moradora da Rua do Cravo.

Publieditorial

Covid-19, dengue ou gripe: quais os sintomas de cada doença e como tratar cada uma

Febre, dor de cabeça, mal-estar e fraqueza são sintomas comuns de várias doenças, a exemplo da Covid-19, dengue e da gripe. Portanto, muitas pessoas podem ficar em dúvida em como diferenciar essas enfermidades. É importante saber que, embora sejam igualmente causadas por vírus, a transmissão delas ocorre de maneiras diferentes e todas contam com tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), sobretudo com a realização de exames, como nos casos de Covid-19 e dengue.

Segundo o secretário de Saúde da Prefeitura de Goiânia, Wilson Pollara, em caso de suspeita dessas enfermidades, é importante aumentar a hidratação e evitar a automedicação. “Também é possível realizar testes para identificá-las e fazer o tratamento adequado”, diz o titular da SMS, ao enfatizar que o diagnóstico correto só pode ser feito pelo médico. “Busque assistência na unidade de saúde mais próxima, uma vez que a Capital conta com unidades de urgência e emergência, além de Unidades da Saúde da Família (USFs) e Centros de Saúde (CSs) preparados para atender a demanda existente em Goiânia”, destaca.

Gripe
A gripe é uma doença causada pelo vírus da influenza que conta com mutações. Os sintomas mais comuns são a febre, dor de garganta, tosse, dores de cabeça, dores no corpo, cansaço e mal-estar. Em alguns casos, podem ocorrer calafrios, coriza, congestão nasal e diarreia, principalmente em crianças. Diferente da Covid-19, a gripe tem período de incubação mais curto. Ou seja, seus sintomas surgem de forma rápida, e a piora no quadro é aguda.

Dengue
O mosquito fêmea do Aedes aegypti é responsável pela transmissão da dengue. Os sintomas clássicos dessa doença infecciosa são a febre de início repentino, dores de cabeça, dores no corpo e mal-estar. Além desses sintomas, a dengue também causa dores nas articulações, manchas avermelhadas pelo corpo, diarreia, dores musculares e dores nos olhos. Em algumas pessoas pode estar presente a dor abdominal, irritabilidade, náusea e vômito.

Covid-19
A Covid-19 é uma infecção causada pelo coronavírus (Sars-CoV-2). Os principais sintomas da forma leve da doença são tosse, dor de garganta ou coriza, perda de paladar e olfato, dor abdominal, febre, calafrio, dor muscular, fadiga e dor de cabeça. Há pacientes que não apresentam sintoma.  Já os sintomas graves envolvem falta de ar, dores no peito e cansaço/fadiga ao realizar atividades básicas do dia a dia (como andar). O vírus passa por mutações e, consequentemente, há o desenvolvimento de novas variantes. Os sintomas podem variar conforme a variante.

 

Como diferenciar essas doenças?
O quadro respiratório é a principal forma de diferenciar a gripe, dengue e Covid-19. Afinal, sintomas respiratórios, como tosse, dor no peito, falta de ar, alterações do olfato e paladar não estão presentes na dengue. Contudo, a gripe e o Covid-19 nem sempre são tão fáceis de diferenciar. Por isso, é importante manter os mesmos cuidados quando a suspeita é de alguma dessas doenças, evitando também a contaminação de outras pessoas.

O que fazer ao perceber esses sintomas?
Ao perceber os sintomas da gripe, dengue ou Covid-19, é importante aumentar a hidratação e evitar a automedicação. Além disso, quando houver suspeita, é possível realizar testes para identificar a doença e, consequentemente, fazer o tratamento adequado. O diagnóstico correto só pode ser feito pelo médico. Por isso, sempre que possível, busque atendimento médico. Outro ponto importante é observar a evolução dos sintomas. Na presença de quadros que envolvam falta de ar, dificuldades para respirar, prostração, dores abdominais e vômitos freqüentes e sangramento de mucosas procure atendimento médico de urgência.

Saiba identificar os sintomas:

Covid-19
– Falta de ar
– Dificuldades para respirar
– Prostração
– Dor de cabeça
– Tosse
– Coriza
– Dor no corpo
– Dores abdominais e vômitos

Dengue
– Febre alta
– Dor no corpo e nas articulações
– Dor atrás dos olhos
– Mal-estar
– Dor de cabeça
– Manchas vermelhas no corpo

Os sinais de alarme (indicam gravidade) da dengue são caracterizados principalmente por:

– Dor abdominal intensa e contínua
– Vômitos persistentes
– Acúmulo de líquidos
– Sangramento de mucosa
– Irritabilidade

Gripe
– Febre
– Coriza
– Dor de garganta
– Tosse
– Dor no corpo
– Dor de cabeça
– Dores articulares
– Diarreia
– Vômito
– Fadiga
– Prostração
– Rouquidão
– Olhos avermelhados e lacrimejantes

Publieditorial


Avenida 85 em Goiânia: qual o tamanho de uma das mais famosas vias da cidade e quanto custa para asfaltá-la

As obras de revitalização asfáltica da Avenida 85, em Goiânia, avançam rumo à reta final. A via, que possui 4,53 quilômetros, começando na Praça Cívica, no Setor Central, já conta com 63,33% dos trabalhos concluídos. O projeto conta com investimento de R$ 7,5 milhões e faz parte do programa 500 Km. “As ações continuarão durante o período noturno, começando sempre após o horário de pico, para evitar transtornos no trânsito”, afirma o secretário de Infraestrutura, Denes Pereira.

Atualmente, os trabalhos estão concentrados no trecho entre o Viaduto Latif Sebba e a Praça Cívica. Restam somente 2,4 quilômetros para a conclusão total das obras. A via atravessa os bairros Marista, Sul, Bueno, Bela Vista e Setor Serrinha. Considerando os dois sentidos, o projeto revitalizará 9,08 quilômetros.

Segundo a Seinfra, as obras nos locais onde serão colocados pavimentação rígida, rente aos pontos de ônibus da avenida, serão feitas após o período chuvoso, previsto para a segunda quinzena de março e início de abril. O mesmo tipo de pavimento será colocado rente aos pontos de ônibus da Avenida 24 de Outubro, em Campinas, onde já foi realizado o recapeamento. “Por determinação do prefeito Rogério Cruz, serão recuperados mais de mil quilômetros de asfalto por meio dos programas 500 km e 630 km”, explica o titular da Seinfra.

Publieditorial

BRT em Goiânia terá 10 ônibus 100% elétrico ainda este ano

Goiânia contará com ônibus elétrico 100% nacional no BRT Norte-Sul. Os veículos são dotados com ar-condicionado, carregador de celular e acesso à internet Wi-Fi. Com a conclusão das últimas plataformas, a expectativa é que o que o trecho 2 seja entregue ainda no primeiro semestre de 2024.

Na última semana, o prefeito Rogério Cruz esteve em São Bernardo do Campo (SP), onde vistoriou o modelo de ônibus que vai operar na capital goiana. “Serei o gestor que vai entregar o BRT”, afirmou, ao lembrar que a maior obra de mobilidade urbana da história de Goiânia foi iniciada em 2015 e sofreu paralisações recorrentes nas últimas gestões.

O prefeito também lembrou que Goiânia foi projetada para 50 mil habitantes, mas conta atualmente com mais de 1,5 milhão de pessoas. “Diante desse crescimento, o poder público não conseguiu acompanhar tamanho desenvolvimento e sofre consequências em áreas, como transporte público e infraestrutura. Mas trabalhamos com afinco para dar respostas a essas e outras demandas da população. Essa transformação vem ocorrendo nos últimos três anos e já temos respostas a apresentar”, completou Rogério Cruz.

Entre os resultados, o gestor destacou investimentos superiores a R$ 13 milhões mensais no sistema de transporte e a criação de bilhetes especiais, como Bilhete Único, Cartão Família e Passe Livre do Trabalhador.

Ônibus-Piloto
A comitiva liderada pelo prefeito foi recebida pelos executivos do consórcio das empresas fabricantes Eletra, Scania, Weg e Caio e conheceu o ônibus-piloto, que possui 15 metros de comprimento. “Além dos 10 ônibus elétricos que vão compor o BRT Norte- Sul, vão chegar mais 50 convencionais. Estamos trazendo o que há de mais moderno para o nosso BRT Norte/Sul, esse modelo é um protótipo construído para a nossa operação. Nossos usuários terão uma experiência única ao utilizar nosso BRT”, detalhou o presidente da CMTC, Tarcísio Abreu.

Também integraram a comitiva, o titular da Seinfra, Denes Pereira; o subsecretário de Políticas para Cidades e Transporte da Secretaria-Geral de Governo (SGG), Miguel Angelo Pricinote; e o presidente da Metrobus, Francisco Caldas.

Publieditorial

Uma das primeiras vias de Goiânia, Avenida 24 de outubro, está de cara nova

As obras de revitalização do asfalto da Avenida 24 de Outubro, em Goiânia, foram concluídas em 2 de março, metade do prazo previsto originalmente. De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana (Seinfra), o pavimento rígido nas áreas de ponto de ônibus será realizado no período de estiagem.

Segundo o prefeito Rogério Cruz, há um acompanhamento constante do andamento das obras de infraestrutura da Capital. “Essa fiscalização tem sido importante para garantir a qualidade do trabalho realizado e, principalmente, fazer com que a execução esteja dentro do prazo previsto, evitando maiores transtornos para a população”, afirma.

Os trabalhos foram iniciados em 1º de fevereiro deste ano, com prazo para conclusão em 60 dias, ou seja, para o dia 2 de abril. A obra foi orçada em R$ 4.290.544,78 e faz parte do Projeto 500 KM, dentro do programa Goiânia Adiante, que é o maior pacote de investimento da história do município. Ao todo, são R$ 1,7 bilhão investidos na área da Saúde, Educação e Infraestrutura Urbana.

O titular da Seinfra, Denes Pereira, explica que foram concluídos os serviços de fresagem e revitalização do asfalto. Após o período de estiagem será feita a confecção do pavimento rígido, nas paradas de ônibus. “O trabalho está sendo feito durante a noite para evitar congestionamento no tráfego e para não atrapalhar o comércio da região”, pontua.

Prazos
A Prefeitura de Goiânia também entregou a revitalização da Avenida T-9 em cerca da metade do prazo previsto inicialmente. A obra intervenção foi lançada em 6 de novembro do ano passado, com previsão de entrega de 120 dias com custo total de R$ 10 milhões. Os trabalhos foram concluídos no dia 14 de janeiro, em menos de 70 dias.

Outra importante obra de infraestrutura que foi entregue antes do prazo previsto foi o recapeamento da Avenida Anhanguera, concluída com 90 dias de antecedência. Os 12,6 quilômetros do Eixo, entre os terminais Jardim Novo Mundo e Padre Pelágio, foram beneficiados com recurso e maquinários próprios do município.

O prefeito Rogério Cruz tem realizado vistorias semanais nas obras de infraestrutura na capital. O objetivo é acompanhar os trabalhos e garantir que a qualidade e o andamento das intervenções estejam dentro do cronograma previsto para cada projeto.

Publieditorial

Cirurgia de laqueadura pode ser feita de graça em Goiânia; saiba como

Método ofertado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) como estratégia de planejamento familiar, a cirurgia de laqueadura pode ser feita de forma gratuita em Goiânia. Para realizar o processo, as mulheres devem seguir diversas etapas, que envolvem requisitos específicos e considerações médicas importantes.

“O primeiro passo é procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS), onde as pacientes recebem orientações iniciais sobre métodos contraceptivos disponíveis”, explica o diretor-técnico da Maternidade Nascer Cidadão, Rogério Cândido.

Caso a mulher opte pela cirurgia de laqueadura tubária – que é irreversível -, é necessário passar por avaliações clínicas e psicológicas para garantir que a decisão seja tomada de forma consciente e informada. “Depois disso, as pacientes são encaminhadas via regulação da Secretaria Municipal de Saúde para o procedimento em uma das maternidades municipais da Capital”, orienta Rogério.

O médico destaca, ainda, que outra opção para as mulheres é a realização da laqueadura no período do parto. “A cirurgia pode ser feita no pós-parto normal imediato por meio de procedimento minimamente invasivo, com incisão periumbilical e, se for cesariana, a laqueadura poderá ser feita durante o ato cirúrgico, porém é vedado indicar cesariana para fazer esse tipo de procedimento contraceptivo”, explica.

Nova legislação
Rogério lembra que, durante o processo de avaliação da paciente, são analisados diversos critérios médicos para determinar a elegibilidade para a cirurgia. “Isso inclui a análise do estado de saúde geral, histórico obstétrico, condições clínicas pré-existentes e aconselhamento sobre os riscos e benefícios do procedimento”, assinala Rogério. Recentemente, a mudança na Lei nº 14.443/2022 trouxe benefícios significativos para mulheres que desejam fazer a laqueadura. Rogério explica que essa legislação ampliou o acesso e delimitou prazos de espera para o procedimento, garantindo maior agilidade e eficiência no atendimento às demandas das pacientes.

“A idade mínima para mulheres optarem pela cirurgia de laqueadura tubária baixou para 21 anos, independentemente do número de filhos vivos; também foi definido um prazo mínimo de 60 dias entre a manifestação de vontade e o ato cirúrgico”, destaca Rogério. Além disso, não é mais necessário o consentimento expresso de ambos os cônjuges para a realização de laqueadura tubária.

Outra mudança que a lei trouxe é que o histórico de cesarianas sucessivas anteriores não é mais requisito para a realização de laqueadura tubária durante a cesárea, sendo a esterilização cirúrgica em mulher durante o período de parto garantida, desde que observados o prazo mínimo de 60 dias entre a manifestação da vontade e o parto, além das devidas condições médicas.

Pós-cirúrgico
Segundo o médico, o tempo de recuperação de uma cirurgia de laqueadura depende da técnica cirúrgica utilizada. “A cirurgia laparoscópica tem uma recuperação mais rápida do que a cirurgia convencional, em média, são indicados 15 dias de repouso após a cirurgia. Após a realização da laqueadura tubária, é comum que a mulher sinta desconforto abdominal e pélvico nos primeiros dias, neste caso, o repouso é de 30 dias para atividades físicas e para relação sexual”, afirma.

Planejamento familiar
Quando se fala em planejamento familiar, a disponibilidade da laqueadura pelo SUS desempenha um papel crucial. A Lei nº 9.263/1996 estabeleceu o planejamento familiar como um direito e orienta ações de atenção sexual e reprodutiva nos serviços de saúde de todo o País, incluindo a contracepção. “Hoje, nós temos diversos métodos contraceptivos para planejamento familiar: hormonais (orais e injetáveis), de barreira (diafragma e preservativos), dispositivo intrauterino (DIU), laqueadura e vasectomia, que são métodos de esterilização cirúrgicos e definitivos, e cabe a cada pessoa optar pelo método que melhor lhe atender.

Para Rogério, oferecer a cirurgia de laqueadura pelo SUS é uma medida fundamental para permitir que as mulheres exerçam controle sobre sua fertilidade e tomem decisões informadas sobre sua saúde reprodutiva. É importante lembrar que, ao procurar uma unidade básica de saúde para fazer uma laqueadura, é necessário apresentar documentos pessoais (RG e CPF), cartão SUS, comprovante de residência e certidão de nascimento, no caso de filhos vivos, para atendimento.

Publieditorial

Ação Mulher leva serviços gratuitos de saúde, orientação jurídica e psicológica a Região Oeste de Goiânia

Mulheres da Região Oeste de Goiânia receberam neste sábado (09/03), atendimentos nas áreas de saúde e assistência social, em mais uma edição do programa Ação Mulher. A iniciativa foi realizada no CMEI Buena Vista I.

Na ocasião, foram disponibilizados serviços, como vacinação, prevenção de saúde bucal e sexual, aferição de pressão arterial, além de atendimentos de beleza e atividades lúdicas. As mulheres também receberam orientações jurídicas e psicológicas.

O evento, realizado pela Prefeitura de Goiânia, ofereceu orientações sobre o Cadastro Único (CadÚnico) para benefícios sociais. Mulheres interessadas em cursos profissionalizantes nas áreas de beleza, alimentação, costura e estética também foram cadastradas.

“É uma prioridade irmos aos bairros e atender às demandas das mulheres”, ressaltou a secretária de Políticas para Mulheres, Kátia Hyodo.

A Secretaria Municipal de Educação também esteve presente fazendo matrículas para a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Publieditorial

Após tramitação conturbada, Câmara aprova empréstimo de R$ 710 milhões para a Prefeitura de Goiânia

Com a galeria lotada, a Câmara Municipal de Goiânia aprovou nesta quinta-feira (07/03), o pedido de empréstimo de R$ 710 milhões para a Prefeitura. O projeto recebeu 24 votos favoráveis e sete contrários. Votaram contra o texto os vereadores Aava Santiago (PSDB), Igor Franco (SD), Kátia Maria (PT), Lucas Kitão (PSD), Paulo Magalhães (União Brasil), Sargento Novandir (Avante) e William Veloso (PL).

A tramitação do projeto encaminhado pelo Executivo durou mais de 100 dias e foi marcada por embates. Diversos parlamentares e o Ministério Público de Goiás (MP-GO) cobraram que o Paço enviasse amis informações sobre o uso do montante, principalmente sobre a execução de obras públicas.

No projeto original, o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) pedia R$ 1 bilhão, mas o valor foi reduzido após impasses na tramitação. Nesta semana, vereadores contrários ao empréstimo tentaram duas vezes uma liminar para barrar a votação, mas ambas foram negadas pela Justiça. A Procuradoria-Geral da Prefeitura de Goiânia prevê que a primeira parcela do empréstimo esteja nos cofres da Prefeitura em até 45 dias.

Goiânia recebe Mutirão com diversos serviços veterinários gratuitos

Neste fim de semana, dias 24 e 25 de fevereiro, Goiânia recebe um Mutirão com diversos atendimentos veterinários, na Praça da Vitória, na Vila Jardim São Judas Tadeu. Oferecidos pelo Centro de Saúde e Bem-Estar Animal, a equipe multidisciplinar da Unidade de Pronto Atendimento Animal (UPAVet) oferecerá vários serviços para a população de baixa renda que levar o seu pet.

A iniciativa é da prefeitura por meio da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma).

“Os atendimentos serão de clínica médica para consultas de rotina, agendamento de consultas e castração”, explica o presidente da Amma, Luan Alves. Para receber atendimento, o tutor do animal deve apresentar, para fins de cadastro, os seguintes documentos: cópia do Cadúnico, comprovante de endereço e documentos pessoais como CNH ou carteira de identidade.

O superintendente de Bem-Estar Animal da Amma e médico veterinário, Messias Fabiano, explica ainda que a população poderá, conforme o andamento da consulta, receber encaminhamento para exames de rotina e imagem, tais como ultrassom e radiografia. “Estes serviços abrangentes visam garantir o bem-estar e a saúde dos animais, fornecendo uma gama completa de cuidados veterinários durante o evento”, considera.

UPAVet

Fora do Mutirão, os mesmos atendimentos são oferecidos na UPAVet de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h. A entrega de senhas para triagem é das 7h às 8h e das 13h às 14h. São oferecidas castração para cães e gatos e consultas com especialistas em oftalmologia e neurologia, além das consultas ambulatoriais.

Para receber atendimento, o tutor do animal deve apresentar na recepção, para fins de cadastro, os seguintes documentos: cópia do CadÚnico, comprovante de endereço e documentos pessoais como CNH ou carteira de identidade. O telefone para contato é: (62) 3291-2202.

 

Veja também:

Eleições 2024: saiba quem são os pré-candidatos à Prefeitura de Goiânia

A quase oito meses do primeiro turno das Eleições 2024, o cenário em Goiânia ainda não está totalmente definido quando se trata dos nomes que vão disputar a Prefeitura. Com uma diversidade de trajetórias e ideologias, os postulantes que se apresentaram até o momento têm buscado ampliar suas frentes partidárias. O Curta Mais Política levantou os nomes dos principais pré-candidatos ao Executivo da Capital. Confira:


Adriana Accorsi (PT)
Primeira pré-candidata oficialmente confirmada, a deputada federal aceitou o convite do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, para concorrer à Prefeitura de Goiânia. Bem colocada nas pesquisas de intenção de voto (oscilando entre a primeira e a terceira colocação), Adriana tem como principal desafio formar uma frente partidária que alcance além dos partidos de esquerda.

Gustavo Gayer (PL)
O partido do ex-presidente Jair Bolsonaro convidou o deputado federal para concorrer à prefeitura. Vice-campeão de votos em 2022, Gayer também tem ocupado as primeiras colocações nas últimas pesquisas e, assim como Adriana, tem pela frente o desafio formar uma base que consiga ir além do seu ciclo político. No caso dele, o bolsonarismo.

Jânio Darrot (MDB)
O ex-prefeito de Trindade pretende disputar o Executivo de Goiânia com o apoio do governador Ronaldo Caiado (UB) e do vice-governador Daniel Vilela (MDB). Recentemente, Jânio foi alvo de uma operação de busca e apreensão realizada pela Polícia Civil, o que desidratou sua pré-campanha. No entanto, o político garante que manterá seu nome na disputa.

Leonardo Rizzo (Novo)
O empresário do ramo imobiliário anunciou que vai disputar a Prefeitura de Goiânia. Na ocasião, Rizzo afirmou que vai defender as pautas do partido e “criar soluções para a cidade”. Ele concorreu ao Senado nas eleições de 2022, quando obteve pouco mais de 1% dos votos.

Matheus Ribeiro (PSDB)
O jornalista anunciou o lançamento de sua pré-candidatura para o dia 2 de março. Se for confirmado, será sua segunda eleição. Em 2022, foi candidato a deputado federal e obteve 46.961 votos, ficando na suplência do partido. Conforme apurado pelo Curta Mais, Matheus tem a preferência do ex-governador Marconi Perillo para concorrer ao Paço.

Rogério Cruz (Republicanos)
O partido deu aval para o atual chefe do Executivo buscar a reeleição em Goiânia. Ex-vereador, Cruz foi eleito vice-prefeito em 2020 e assumiu o cargo de prefeito após a morte do titular da chapa, Maguito Vilela (MDB).

Vanderlan Cardoso (PSD)
O senador tem afirmado que vai disputar a Prefeitura de Goiânia pela terceira vez. O parlamentar aparece tecnicamente empatado com Adriana Accorsi e Gustavo Gayer nas principais pesquisas de intenção de voto. No entanto, Vanderlan enfrenta resistências dentro do próprio partido, uma vez que parte do PSD pretende caminhar com o candidato apoiado pela base de Ronaldo Caiado.

Outros nomes
Além das pré-candidaturas citadas, outros nomes correm por fora. Entre os caiadistas, por exemplo, os nomes do ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Vitti (União Brasil) e Ana Paula Rezende (MDB), filha do ex-prefeito Iris Rezende, têm sido lembrados com frequência. No PSDB, além de Matheus Ribeiro, também são comentados os nomes da vereadora Aava Santiago, do ex-deputado federal Valdivino de Oliveira, e da ex-secretária estadual de Educação, Raquel Teixeira.

Na esquerda, outros políticos também anunciaram que pretendem disputar o cargo. Fábio Tokarski, ex-deputado estadual, garante que concorrerá pelo PCdoB. O presidente do Partido Verde (PV), Cristiano Cunha, também se apresenta como pré-candidato ao Paço Municipal.

Castelinho do Lago das Rosas, ícone cultural de Goiânia, será restaurado

Durante vistoria realizada na quarta-feira (24/1) no Castelinho do Lago das Rosas, o prefeito Rogério Cruz anunciou a transformação do espaço após sua completa recuperação.

Atualmente sob a responsabilidade da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), o Castelinho será direcionado à Secretaria Municipal de Cultura (Secult) para abrigar diversas atrações e eventos culturais.

“O espaço será utilizado para atrações e eventos especiais, voltados a toda população da cidade. Queremos trazer segurança para esses locais tão bonitos e conhecidos como o Lago das Rosas e o nosso Castelinho. Fica aqui a nossa determinação para que esse processo, em parceria com a Cultura, transforme esse local em um ponto de referência para a população goianiense”, expressou o prefeito Rogério Cruz, ao destacar a importância histórica do Castelinho para Goiânia.

Castelinho, no Lago das Rosas, era alvo constante de pichações e depredações (Foto: Domingos Ketelbey – Mais Goiás)

Atualmente em processo de revitalização pela Amma, o local passa por pintura e reestruturação dos banheiros, que agora contam com grades em suas janelas e portas reforçadas para evitar futuros danos.

“Esse espaço, histórico para a cidade, frequentemente é alvo de pichações e depredações, e precisa ser ocupado e resgatado pelo poder público, além de ser utilizado pela população que frequenta a unidade de conservação”, afirmou o presidente da Amma, Luan Alves.

O secretário municipal de Cultura, Zander Fábio, destacou que o Castelinho receberá um extenso trabalho de arte urbana, com o uso de incentivos municipais e federais.

“Vai ser feito um grande trabalho de arte urbana, o maior que uma Prefeitura já fez em Goiânia. Vamos promover um chamamento para que artistas de grafite realizem intervenções no local e, assim, evitar pichações e depredações neste patrimônio público”, explicou o titular da Secult.

 

Veja também: