Estes 5 alimentos são remédios naturais para gripe e garganta inflamada

Com o tempo seco e amplitude térmica (marcada por manhãs e noites mais frias e tardes quentes), a imunidade tende a cair para a maioria das pessoas.  É comum aparecerem as indesejáveis gripes e dores de garganta.

Por isso, para evitar e combater as dores de garganta, o Curta Mais selecionou sete alimentos, aprovados pela ciência, que podem ajudar na prevenção das dores de garganta. São eles: mel, gengibre, maçã, couve, alho, cenoura e cebola.

 

Conheça o multiprocessador de aliementos que você PRECISA ter em casa. Compra confiável e com desconto aqui.

 

1 – Mel

Possui a capacidade de aliviar dores e cuidar da saúde da garganta, fortalecendo e evitando a ação de bactérias no local.

 

2 – Gengibre

A raiz possui propriedades anti-inflamatórias, ajudando a prevenir as dores. Além disso, o gengibre é um alimento termogênico, sendo um grande aliado na perda de peso.

 

3 – Maçã

A fruta possui propriedades adstringentes, limpando a garganta e todo o caminho até a faringe. A maçã também faz muito bem para a saúde da voz, cuidando das pregas vocais.

 

4 – Couve

A verdura é essencial para manter a imunidade alta, além de ser rica em vitaminas, cálcio e ferro.

 

5 – Alho

Possui propriedades antibacterianas muito eficazes para evitar as dores de garganta.

 

6 – Cenoura

A cenoura é rica em vitaminas C e A e uma grande aliada para manter o sistema imunológico em alta, podendo ser consumida crua ou cozida.

 

7 – Cebola

Possui propriedades anti-inflamatórias e ajuda a eliminar o excesso de muco na garganta, ajudando até quem está com sinusite.

 

Mas lembre-se, nenhum alimento deve substituir o tratamento médico e um profissional deve ser consultado sempre que necessário.

Estes alimentos vão te ajudar a dormir um sono profundo

Dificuldades para pegar no sono? Antes de recorrer a medicamentos, experimente mudar sua alimentação. Certos alimentos podem ajudar você a relaxar e cair no mundo dos sonhos mais facilmente. 

Segundo a nutricionista Pauline Corrêa, nossos corpos funcionam em um ciclo conhecido como ritmo circadiano, uma espécie de relógio interno que regula o sono. Certos nutrientes têm o poder de influenciar positivamente esse relógio. Evite alimentos pesados e gordurosos antes de dormir. O menu perfeito para um boa noite de sono é este:

 

  1. Mel

Começando pelo mel, um adoçante natural que contém glicose. Esta substância sinaliza ao cérebro para reduzir a função da orexina, neurotransmissor associado à vigilância.

 

  1. Aveia

Grãos integrais como aveia, por exemplo, são fontes ricas em magnésio. Eles promovem o relaxamento muscular e têm sido associados à melhoria da qualidade do sono, especialmente em idosos.

 

  1. Bananas

As bananas são uma ótima opção noturna por serem ricas em potássio e magnésio, ambos relaxantes musculares naturais. Além disso, fornecem vitamina B6, que auxilia na produção de melatonina.

 

  1. Kiwi

Uma excelente fonte natural de melatonina, o hormônio do sono. Consumir uma unidade de kiwi fresco algumas horas antes de dormir pode ajudar a melhorar a qualidade do sono.

 

  1. Chá de camomila, melissa ou mulungu

Esses chás são excelentes opções para beber antes de dormir, pois ajudam a reduzir a ansiedade e promovem a indução do sono.

 

  1. Ovos

Ricos em proteínas completas que contêm todos os aminoácidos essenciais incluindo o triptofano.

 

  1. Espinafre

Fonte excelente de magnésio e pode ajudar na realização de um sono tranquilo.

 

  1. Peixe

Peixes, como salmão, atum e truta são ricos em ômega 3 e vitamina D que melhoram a qualidade, sendo grandes aliados contra a insônia.

 

  1. Nozes

Castanhas, como nozes e amêndoas, contém melatonina natural e são ricas em magnésio.

 

  1. Abacate

Uma fruta rica em nutrientes, como gorduras saudáveis, vitaminas (como vitamina B6) e minerais (como magnésio). Esses componentes podem contribuir para um sono de qualidade. As gorduras saudáveis do abacate ajudam a promover a sensação de saciedade, evitando desconforto digestivo durante a noite. Além disso, a presença de vitamina B6 está associada à produção de melatonina, o hormônio do sono. Recomenda-se consumir um quarto de abacate ou meio avocado algumas horas antes de dormir para permitir a digestão adequada e a absorção dos nutrientes.

Ao considerar estas opções alimentares em sua dieta noturna, provavelmente você estará dando passos largos rumo a uma noite mais pacífica. Lembre-se sempre de buscar equilíbrio e evitar grandes refeições antes de dormir para não sobrecarregar seu sistema digestivo.

Leia também: 10 alimentos naturais para turbinar suas manhãs e espantar o cansaço

Vitamina K, presente no brócolis, pode proteger contra demência, diz estudo

Um estudo feito na Arábia Saudita mostra novas evidências de que a alimentação tem papel importante na prevenção de doenças neurodegenerativas. De acordo com os cientistas da Universidade AlMaarefa, a vitamina K pode proteger idosos do Alzheimer e outras formas de demência. As informações são do portal Metrópoles.

O nutriente está presente principalmente em vegetais folhosos verde-escuros, como brócolis, couve e espinafre, e também é encontrado no agrião, rúcula, repolho, alface, nabo, azeite, abacate, ovo e fígado. Na pesquisa, os cientistas analisaram o funcionamento do sistema cognitivo e o comportamento de camundongos com idade avançada durante 17 meses. Metade deles recebeu suplementação com vitaminas do complexo K, e a outra metade, dieta tradicional, para comparação.

Os que receberam a vitamina apresentaram melhora da memória espacial e da capacidade de aprendizagem, além de redução significativa do comprometimento cognitivo – a transição entre cognição normal e demência –, e de depressão e ansiedade. Os resultados do estudo, ainda não publicado em revista científica, foram apresentados no encontro anual da Associação Americana de Anatomia, nos Estados Unidos.

“A vitamina K2 demonstrou um impacto muito promissor em impedir alterações comportamentais, funcionais, bioquímicas e histopatológicas relacionadas ao envelhecimento do cérebro senil”, escreveu o principal autor do estudo, Mohamed El-Sherbiny, em um comunicado.

Ao examinar o tecido do cérebro dos animais os pesquisadores observaram o aumento da tirosina, aminoácido que ajuda a preservar as funções cognitivas.

Os resultados do estudo, ainda não publicado em revista científica, foram apresentados no encontro anual da Associação Americana de Anatomia, nos Estados Unidos.

Os pesquisadores ponderaram que mais pesquisas precisam ser feitas para comprovar os benefícios do nutriente, mas destacaram que a vitamina K “pode ser proposta como abordagem promissora para atenuar os distúrbios relacionados à idade e preservar as funções cognitivas em indivíduos idosos”.

 

Veja também:

5 Benefícios do açafrão para praticantes de esporte

A curcumina, mais conhecida como açafrão, composto ativo da cúrcuma (Curcuma Longa L.), contém em sua composição fitonutrientes antioxidantes chamados curcuminóides com ação anti-inflamatória e antioxidantes no organismo quando consumidos em dosagens adequadas. Segundo a  nutricionista Ana Caroline de Sousa  benefícios deste nutriente para praticantes de atividade físicas ou atletas, é a prevenção danos musculares além de uma boa recuperação muscular após o exercício físico (combatendo radicais livres), por sua ação anti-inflamatória. Atualmente, precisa-se de mais estudos comprobatórios sobre a utilização dessa suplementação e seus benefícios para os esportistas. 

 

Qualidades em geral

1.Combate a depressão: Segundo alguns estudos têm demonstrado que compostos presentes no açafrão, tais como  crocina e o safranal tem ação semelhante com antidepressivos a fluoxetina e imipramina, pois ajudam a inibir a recaptação da dopamina e da noradrenalina, dois tipos de neurotransmissores que regulam o humor.

2.Ajuda no controle da diabetes: As características antioxidantes, antimicrobianas e anti-glicêmicas da curcumina presente nesta especiaria auxiliam na regulação da insulina, controle e equilíbrio dos níveis de açúcar no sangue e triglicérides. Além disso, previnem o desenvolvimento de resistência à insulina ou sensibilidade à insulina, fortalecem o sistema imunológico, influenciam positivamente a gordura corporal e mitigam o estresse, contribuindo, assim, para a cura e prevenção do diabetes.

3. Alivia os sintomas da TPM: Graças às suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, a cúrcuma pode ajudar a reduzir a dor, inchaço e outras formas de desconforto associadas ao ciclo menstrual.

5. Ajuda no tratamento do Alzheimer: Foi descoberto quando os cientistas perceberam que a incidência da doença de Alzheimer é muito menor na Índia do que nas culturas ocidentais. De fato, vários estudos descobriram que a prevalência de Alzheimer na Índia era 4,4 vezes menor em adultos (70 a 79 anos) do que em outros países Ocidente.

6.Suporte ao sistema imunológico: A cúrcuma pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico, fornecendo propriedades antimicrobianas e estimulando a atividade das células do sistema imunológico.

Qualidades para esportistas

Agindo como um anti-inflamatório é bastante utilizado por praticantes de esportes pois acelera a recuperação, confira a lista de benefícios: 

1.Propriedades anti-inflamatórias: A cúrcuma contém curcumina, um composto com propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar a reduzir a inflamação no corpo. Isso pode ser benéfico em condições inflamatórias, como artrite.

2.Saúde das articulações: A cúrcuma pode beneficiar a saúde das articulações, ajudando a reduzir a inflamação nas articulações e aliviar desconfortos associados ao treinamento intensivo.

3.Propriedades antioxidantes: A curcumina atua como um antioxidante, combatendo os radicais livres que podem ser gerados durante o exercício vigoroso. Isso pode ajudar a prevenir danos oxidativos às células.

4.Aumenta a longevidade. Muitos estudos indicam que essas propriedades encontradas no açafrão são atribuídas principalmente aos carotenoides – crocina e safranal – com propriedades antioxidantes e coletores seletivos de radicais livres.

5.Protege o coração: O açafrão evita o acúmulo de colesterol “ruim”, o que protege o coração e evita que você tenha um ataque cardíaco ou derrame. Além disso, a ciência descobriu que a curcumina reduz o risco de insuficiência cardíaca.

Para melhores respostas sobre o que a suplementação pode proporcionar em atletas iniciantes ou avançados, é fundamental uma avaliação completa de todos os parâmetros que abrangem a prática, como: dosagem, tempo de uso, efeitos colaterais e tipo de atividade física/intensidade, já que os efeitos anti-inflamatórios significam um forte aliado na recuperação muscular, variando de acordo a modalidade esportiva é aconselhável consultar um profissional de saúde, especialmente se você tiver condições médicas específicas para fazer um acompanhamento.

 

7 alimentos para começar o ano com o pé direito

Os preparativos para a chegada do novo ano estão em pleno andamento, e muitas pessoas recorrem a tradições específicas para atrair boas energias. As simpatias de réveillon frequentemente envolvem alimentos considerados amuletos de proteção, sorte e harmonia.

De acordo com o espiritualista de religião de matriz africana, Juan Batista T’Ṣànģó, a escolha dos ingredientes e a preparação devem ser feitas com pensamento positivo, buscando boas vibrações. “?O preparo dos alimentos a mesa é o início para um ano próspero, é importante saber o que comer na virada, para que a abundância caminhe sempre ao lado da pessoa”, explica.

Seguem algumas dicas para uma ceia de ano-novo cheia de significado:

Portanto, ao escolher e preparar esses alimentos com pensamentos positivos, busca-se criar uma atmosfera propícia para iniciar o novo ano com boas vibrações e significados especiais.

Banana-nanica corre risco de extinção no Brasil? Entenda o que dizem os cientistas

Mais de 100 bilhões de bananas são consumidas todos os anos pelos seres humanos. A maioria delas são do tipo banana-nanica. O alimento já faz parte da nossa dieta há séculos, mas isso pode acabar mudando num futuro não tão distante assim.

A banana-nanica, conhecida internacionalmente como Cavendish, é a variedade dominante no mercado global devido à sua resistência a algumas das principais doenças e à sua longa vida útil. Agricultores favorecem seu cultivo devido à sua alta produtividade em relação a outras variedades, ocupando o mesmo espaço de terra.

Entretanto, cientistas têm emitido sérios alertas sobre o risco iminente de extinção da banana-nanica devido a uma infecção chamada mal-do-Panamá, causada pelo fungo Fusarium oxysporum. Essa doença tem início nas raízes da bananeira e se espalha, comprometendo a capacidade da planta de absorver água e realizar a fotossíntese, representando uma ameaça significativa à produção global de bananas.

Reportado pela Business Insider, o risco de extinção da banana-nanica, também conhecida como Cavendish, é uma preocupação crescente para a indústria global.

Apesar de sua popularidade devido à resistência a várias doenças e à longa durabilidade, essa variedade está enfrentando uma ameaça séria na forma do mal-do-Panamá, uma infecção fúngica causada pelo Fusarium oxysporum.

A doença começa nas raízes da bananeira e, posteriormente, se espalha, prejudicando a habilidade da planta de absorver água e realizar a fotossíntese. Isso coloca em risco não apenas a produção, mas também a diversidade de bananas disponíveis no mercado global, levando os cientistas a buscar soluções urgentes para evitar a possível extinção dessa variedade tão comum em todo o mundo.

A banana-nanica, conhecida internacionalmente como Cavendish, é a variedade dominante no mercado global devido à sua resistência a algumas das principais doenças e à sua longa vida útil. Agricultores favorecem seu cultivo devido à sua alta produtividade em relação a outras variedades, ocupando o mesmo espaço de terra.

Entretanto, cientistas têm emitido sérios alertas sobre o risco iminente de extinção da banana-nanica devido a uma infecção chamada mal-do-Panamá, causada pelo fungo Fusarium oxysporum. Essa doença tem início nas raízes da bananeira e se espalha, comprometendo a capacidade da planta de absorver água e realizar a fotossíntese, representando uma ameaça significativa à produção global de bananas.

Reportado pela Business Insider, o risco de extinção da banana-nanica, também conhecida como Cavendish, é uma preocupação crescente para a indústria global. Apesar de sua popularidade devido à resistência a várias doenças e à longa durabilidade, essa variedade está enfrentando uma ameaça séria na forma do mal-do-Panamá, uma infecção fúngica causada pelo Fusarium oxysporum.

A doença começa nas raízes da bananeira e, posteriormente, se espalha, prejudicando a habilidade da planta de absorver água e realizar a fotossíntese. Isso coloca em risco não apenas a produção, mas também a diversidade de bananas disponíveis no mercado global, levando os cientistas a buscar soluções urgentes para evitar a possível extinção dessa variedade tão comum em todo o mundo.

Banana geneticamente modificada pode ser o futuro

A possibilidade de extinção das bananas-nanicas não seria algo inédito na história do planeta. Outra espécie popular chamada Gros Michel, considerada pelos especialistas como a principal banana de exportação na primeira metade do século passado, simplesmente desapareceu.

O antecessor do fungo Fusarium oxysporum começou a infectar bananas em 1876. Na década de 1950, tinha dizimado completamente a espécie Gros Michel. Com isso, os produtores precisaram buscar uma substituta.

Agora preocupação retorna. Em 1997, os cientistas detectaram uma nova cepa dessa doença na Austrália. Mas foi a partir de 2015 que a condição se espalhou pela Índia e pela China. Ela já alcançou a África e recentemente chegou também à América do Sul.

Por isso, cientistas estão buscando formas de salvar a banana-nanica da extinção. Uma das opções é criar uma espécie geneticamente modificada chamada QCAV-4 , que promete ser altamente resistente ao fungo e outras doenças.

 

*Fonte: Olhar Digital

 

 

Veja também:

Estudo aponta qual é a fruta mais saudável do mundo

 

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

 

Estudo aponta qual é a Fruta mais saudável do mundo

Um estudo feito pela William Paterson University, nos EUA, revelou quais são os alimentos mais saudáveis do mundo. Lideram o top 10 apenas vegetais verdes, a exemplo do agrião, do espinafre e da couve. Para chegar à conclusão, a pesquisa analisou em torno de 41 opções, e a primeira fruta surgiu somente na 28ª colocação.

De acordo com os estudiosos, a fruta mais saudável do mundo é o limão.

limao

Ele se destaca entre 41 opções de alimentos analisados, mostrando que pode satisfazer 100% das necessidades nutricionais em apenas 100 calorias. Rico em vitamina C, potencializa efeitos do sistema imunológico, além de trazer contribuições para pele, coração e intestino.

O limão também é um poderoso antioxidante capaz de fortalecer o sistema imunológico, combater infecções e proteger as células contra danos oxidativos. O ácido cítrico presente em grande parte do limão melhora a digestão dos alimentos e estimula a produção de enzimas digestivas. Além disso, ele é um estimulante de colágeno natural para o corpo e protege a pele dos afeitos nocivos do Sol.

Estudo

Os especialistas analisaram a densidade de nutrientes de 41 alimentos. Durante a avaliação, notaram a concentração de 17 substâncias positivas ao bom funcionamento do organismo nos itens examinados e colocaram a proporção de vitaminas e fibras, entre outros componentes benéficos, em relação ao número de calorias.

Em outras palavras, quanto maior for a proporção, mais saudável será o alimento.

 

Veja também:

11 frutas do cerrado que todo mundo deveria conhecer

4 vitaminas de frutas que vão te dar mais energia

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Escola canadense de Goiânia arrecada 7,5 toneladas de mantimentos e distribui para moradores da região metropolitana

A Escola Canadense Maple Bear Goiânia conseguiu, com a participação de alunos, a arrecadação de aproximadamente 7,5 tolenadas de alimentos que foram distribuídos à pessoas em situação de vulnerabilidade social na capital, Trindade, Senador Canedo e Aparecida de Goiânia. A ação, realizada durante o III Jogos Internos da escola (JIMB), superou a do ano passado, quando foram angariados 4 toneladas.

Essas doações foram distribuídas para o Lar Francisca de Lima (Goiânia), Projeto “Uma Gotinha de Amor” (Trindade), aos moradores do Residencial Terra Bela (Senador Canedo) e para a Ocupação Alto da Boa Vista (Aparecida de Goiânia).

alimentos

Para encerrar a ação deste ano, foram entregues 150 cestas básicas, na manhã deste domingo (11/12), aos moradores do Residencial JK, em Goiânia, e contou com a participação de colaboradores da instituição, além de alunos e pais de alunos.

“É uma oportunidade de nos vermos como irmãos, nossos iguais. Esse é o verdadeiro amor, mesmo com as nossas diferenças”, afirma a diretora pedagógica, Sabrina Oliveira.

maple

O evento foi realizado em parceria com o Grupo de Mãos Dadas, que desde 2013 atua no bairro promovendo a solidariedade. “Atuamos de forma permanente, desenvolvendo diversas ações colaborativas junto a famílias de comunidades em situação de vulnerabilidade social. Nosso trabalho tem por objetivo o apoio fraterno, o auxílio e incentivo à capacitação para o trabalho, o desenvolvimento da autonomia individual, a disseminação do interesse pela cultura, além de promover cuidados com a saúde, resgate da autoestima e qualidade de vida, para que os apoiados possam transformar a sua realidade e, conseqüentemente, transformar o mundo em que todos nós vivemos“ diz Bárbara Nogueira, fundadora e presidente da ONG.

A manhã solidária contou também com a parceria do “Mais Eu Sorvetes e Açaí” que, junto com a escola, distribuiu 600 sorvetes para a comunidade. “Essa cesta ajuda demais a gente, chegou na hora certa. Sou mãe de três filhos, não tenho ninguém que ajuda em casa. Então essa doação é maravilhosa”, agradeceu Daiane Nascimento, que recebeu a doação e está desempregada atualmente.

A arquiteta Cassiane Nery, mãe de três alunos da escola Maple Bear Goiânia, também participou da ação junto com o marido e os filhos. “Além de toda essa ação, de arrecadação, doação, da importância desse ato, um dos intuitos de vir é mostrar para os meus filhos essa outra realidade, cultural, educacional, social. Pessoas fundamentais que nos ajudam no dia a dia com seus trabalhos e vivem uma outra vida, diferente das que nossos filhos levam. Essa realidade é muito maior do que eles acham que é o normal”, conta Nery.

maple

“É a primeira vez que participo de uma ação desse tipo. Me aqueceu o coração. Quero fazer isso mais vezes”, afirma o estudante Mateus Nery, aluno do 9º ano da Maple Bear Goiânia.

A escola também participa todos os anos de outras ações de solidariedade, como a distribuição de chocolates e cestas básicas na Páscoa e de brinquedos no Dia das Crianças. A Maple Bear Goiânia, em parceria com os pais da escola, ainda distribui materiais escolares que os alunos utilizaram no ano letivo e estão em bom estado.

“Essa experiência colabora para uma cultura de bem, de solidariedade, união e, acima de tudo, de comprometimento com a educação. Promovemos, todos os anos, esse envolvimento entre escola, pais, alunos e a comunidade externa e o resultado tem sido cada vez mais satisfatório. Tudo por um Brasil melhor, que valorize o ensino e dê oportunidades ao próximo”, finaliza a CEO da Maple Bear Goiânia, Mônica Siqueira.

maple

8 alimentos que podem nos deixar mais bonitos

Tem vezes que a gente quer cuidar da beleza, mas o bolso não ajuda. Se você não consegue nesse momento investir em tratamentos caros para a pele e cabelos, saiba que alguns alimentos presentes na sua cozinha podem ser ótimos aliados nos cuidados pessoais. 

 

Confira dicas de ingredientes que vale a pena usar para melhorar o visual e a saúde.

 

1. Mel

 

ddab2e86700dd2b2ef88cb76dc9418f7.jpg

 

O mel é um grande promotor da saúde da pele. Por conta de sua característica umectante, ele ajuda a pele a absorver e reter a umidade. Alguns tipos de mel, como o de Manuka, tem ação antibacteriana, o que significa que pode ser um grande aliado na batalha contra a acne.

 

Além disso, uma máscara de mel pode ser um ótimo método para revigorar a pele do rosto. Basta passar uma camada no rosto limpo, deixar descansar e depois tirar tudo.

 

2. Açaí

 

8ea456521185ceffed98329a3df5c6da.jpg

 

A frutinha roxa típica da América do Sul tem níveis muito altos de antioxidantes, o que ajuda a combater o envelhecimento precoce e melhora o fluxo sanguíneo. Algumas lojas de produtos naturais vendem pó de açaí, que pode ser usado como um bom esfoliante natural no rosto.

 

3. Ovos

 

d64afbdc4f112d191b673286a21be62f.jpg

 

Sabe aquela textura meio estranha das claras dos ovos? Isso se deve à quantidade de alta de proteína presente nesta parte, o que pode ajudar a fechar os poros e retardar o envelhecimento da pele. Há muitos tratamentos de beleza feitos em casa que incluem a clara dentro da rotina.

 

4. Abacate

 

779f6b20896e08ca2476da9a040fcc43.jpg

 

O abacate pode ser um ótimo aliado para a saúde dos cabelos. Uma boa forma é misturá-lo com leite de coco e passar nos fios, deixando descansar por 15 minutos antes de levar. Isso ajuda a selar as pontas e deixar o cabelo com uma aparência muito melhor.

 

5. Aveia

 

f1f5ca9cf1eb3849c4fca27989d98b14.jpg

 

A aveia é considerada um alimento muito completo e saudável. Ela também é útil para a pele, e por isso costuma ser um ingrediente usado em cosméticos que ajudam a acalmar a pele irritada ou inflamada. Seu poder nutritivo vem de sua mistura de flavonoides, fenóis e um tipo de polifenóis chamados avenantramidas. 

 

A partir da farinha de aveia, dá para criar em casa algumas máscaras faciais bem eficientes. Uma boa ideia é combinar com mel e fazer uma mistura muito calmante para a pele do rosto.

 

6. Óleo de coco

 

3dcd611117d61802044bc2f6607a31a2.jpg

 

Aqui também temos um ingrediente que está sempre aparecendo em cosméticos e produtos para cabelo. O óleo de coco tem uma capacidade incrível como hidratante, além de ter muitos antioxidantes e ser antifúngico. Dá para usar no rosto e nos fios sem problemas.

 

7. Cúrcuma

 

6154ee72f4ead4ad1a757bf568f9eb48.jpg

 

A raiz de açafrão (também chamada de cúrcuma) não serve apenas para fazer um curry delicioso. Este vegetal é um dos mais completos da natureza: ele tem propriedades anti-inflamatórias, anti-sépticas, antioxidantes e adstringentes. Ao ser colocado na pele, ajuda a combater as rugas e ou atenuar cicatrizes de acne. Contudo, ele deve ser diluído com outros ingredientes, para não manchar a pele.

 

8. Vinagre de maçã

 

a506e460b2eda45211443cde3715ece1.jpg

 

O vinagre de maçã é realmente um líquido muito especial, cuja função vai muito além de temperar os legumes. Ele contém alfa-hidroxiácidos naturais, que ajudam a remover a sujeira que pode se acumular na pele. Por isso, também costuma ser usado como um tônico que torna a pele mais saudável com o uso constante. 

 

Ele também é bastante usado no cabelo, que fica mais brilhoso depois de uma boa enxaguada com vinagre. Mas lembre-se de lavar bem depois para não ficar cheirando a salada.

 

 

 

Foto: Reprodução

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

7 alimentos infalíveis para não ter mais insônia

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a insônia afeta 40% dos brasileiros. A privação do sono pode prejudicar a saúde, uma vez que afeta o sistema imunológico e aumenta os riscos de desenvolver doenças como hipertensão, diabetes, depressão e obesidade.

A alimentação é uma forte aliada na produção de substâncias importantes como vitaminas B6, magnésio e triptofano indispensáveis para a qualidade do sono.

É uma faca de dois gumes, pois uma má qualidade de sono te faz ter escolhas alimentares piores. Mas é mais fácil começar pela escolhas adequada dos alimentos.

Para te ajudar, nessa lista separamos sete alimentos que contribuem para noites de sono revigorantes. Confira:

1. Grãos integrais

insonia

Grandes fornecedores de carboidrato, contêm vitaminas e minerais que podem auxiliar numa melhor absorção de triptofano.

2. Castanhas e sementes

insonia

São fontes ricas em triptofano. Além disso, são fornecedoras de magnésio, que auxilia no combate dos efeitos do hormônio do estresse.

3. Aveia

insonia

É fonte de melatonina, conhecida popularmente como hormônio do sono. A substância auxilia a adormecer mais facilmente.

4. Grão-de-bico, ervilha, feijão, lentilha e soja

insonia

Fontes ricas de triptofano, além de vitaminas do complexo B, que ajudam no bom funcionamento do sistema nervoso.

5. Banana

insonia

Rica em triptofano, carboidratos e magnésio, responsáveis pelo auxílio na produção de hormônios como a serotonina e melatonina, que contribuem para a qualidade do sono.

6. Frutas vermelhas e kiwi

insonia

São ricas em antioxidantes, que favorecem o controle e o tratamento dos distúrbios do sono.

7. Maracujá

insonia

O maracujá tem propriedades calmantes, que atuam diretamente no sistema nervoso central, produzindo efeito analgésico e relaxante muscular.

Alimentos gordurosos, frituras, refrigerantes e bebidas com cafeína devem ser evitados no período noturno, pois deixam o corpo em alerta ou são de difícil digestão.

 

Com informações de terra.com.br

Créditos das Fotos

Foto 1: Reprodução/Damagrinha

Foto 2: Reprodução/Fina Forma

Foto 3: Reprodução/Armazém Cerealista

Foto 4: Reprodução/SaúdeRJ

Foto 5: Reprodução/Terra

Foto 6: Reprodução/Discovery Brasil

Foto 7: Reprodução/Dieta na medida certa

Fieg + Solidária atinge marca de 71 mil pessoas atendidas

A Fieg + Solidária promoveu esta semana mais uma entrega de donativos a entidades filantrópicas parceiras do projeto e responsáveis pela distribuição às famílias. O drive thru da solidariedade aconteceu na Casa da Indústria e entregou 80 pacotes de alimentos e fardos de macarrão instantâneo, beneficiando as entidades Casa de Eurípedes – Hospital Espírita Eurípedes Barsanulfo; Grupo Espírita Seareiros do Bem (Gesb); Maanaim Ação Social e Ministério Servindo a Deus com Fidelidade. 

Com as doações, o programa de responsabilidade social da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) chegou à marca de 71 mil pessoas assistidas desde o início do projeto, que ganhou forças durante a pandemia. Para o presidente da Fieg, Sandro Mabel, o número é resultado da união das empresas junto à equipe da Fieg + Solidária. “A missão de auxiliar pessoas carentes do Estado de Goiás fez surgir um grupo de empresas solidárias que abraçaram o projeto social da Fieg. A união entre as duas partes resultou nessa grande quantidade de pessoas assistidas. Estamos trabalhando e correndo atrás da ajuda de mais empresas para dobrar esse número. Tudo é possível ao que crê”, salientou.

Segundo a presidente da Fieg Jovem, Thais Santos, que conduz as distribuições de alimentos, a marca expressiva diz muito sobre o trabalho árduo desenvolvido pela Fieg + Solidária. “Não é fácil atingir esse quantitativo. Estamos em crise financeira e nem todos podem ajudar. Mas, graças a Deus, contamos com um exército de pessoas solidárias que carregam no coração a vontade de ajudar os mais vulneráveis. E a Fieg + Solidária trabalha diariamente para conquistar parcerias e continuar auxiliando o máximo de famílias possíveis. Estamos felizes com esse resultado”, afirmou.

Solidariedade premiada

Num reconhecimento público das ações da Fieg + Solidária, a presidente de honra do programa de responsabilidade social da indústria goiana, advogada Raquel Ribeiro, recebeu na semana passada o troféu do 7º Prêmio das Mulheres Mais Admiradas de Goiás, na categoria Presidente de Entidades, realizado pela Contato Comunicação. Na foto, Raquel exige a premiação ao lado de Adriana Godinho, da Contato, e Ivana Menezes, distinguida na categoria Moda. Para a advogada, a conquista é de todos que compõem o programa e se dedicam à solidariedade. “Essa conquista é de todos da Fieg + Solidária. O trabalho realizado por essa equipe demonstra o tamanho do amor que todos têm com as famílias vulneráveis. Sou grata pelo reconhecimento ao trabalho social da Fieg + Solidária e peço que Deus continue abençoando esse projeto maravilhoso”, disse Raquel. 

Foto: reproduzida do portal da Fieg 

Leia também: 
Fieg alerta para importância do papel do administrador de empresas frente aos gargalos fiscais no Brasil  
Câmara da Indústria da Construção firma novas parcerias e melhora prestação de serviços à categoria em Goiás

 

Cientistas brasileiros criam luva capaz de detectar pesticidas em alimentos

Cientistas da Universidade de São Paulo (USP) criaram um dispositivo sensor vestível embutido em uma luva de borracha sintética capaz de detectar resíduos de pesticidas em alimentos. O trabalho, apoiado pela Fapesp, foi idealizado e liderado pelo químico Paulo Augusto Raymundo-Pereira, pesquisador do Instituto de Física de São Carlos (IFSC-USP).

O dispositivo tem três eletrodos, localizados nos dedos indicador, médio e anelar. Eles foram impressos na luva por meio de serigrafia, com uma tinta condutora de carbono, e permitem a detecção das substâncias carbendazim (fungicida da classe dos carbamatos), diuron (herbicida da classe das fenilamidas), paraquate (herbicida incluído no rol dos compostos de bipiridínio) e fenitrotiona (inseticida do grupo dos organofosforados). No Brasil, carbendazim, diuron e fenitrotiona são empregados em cultivos de cereais (trigo, arroz, milho, soja e feijão), frutas cítricas, café, algodão, cacau, banana, abacaxi, maçã e cana-de-açúcar. Já o uso de paraquate foi banido no país pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A análise pode ser feita diretamente em líquidos, apenas mergulhando a ponta do dedo contendo o sensor na amostra, e também em frutas, verduras e legumes, bastando tocar na superfície da amostra.

Sergio Antonio Spinola Machado, professor do Instituto de Química de São Carlos (IQSC-USP) e coautor da pesquisa, diz que não há nada semelhante no mercado e que os métodos mais utilizados atualmente para detecção de pesticidas se baseiam em técnicas como cromatografia (técnica analítica de separação de misturas), espectrofotometria (método óptico de análise usado em biologia e físico-química), eletroforese (técnica que utiliza um campo elétrico para separação de moléculas) ou ensaios laboratoriais.

“No entanto, essas metodologias têm custo alto, demandam mão de obra especializada e um tempo longo entre as análises e a obtenção dos resultados. Os sensores são uma alternativa às técnicas convencionais, pois, a partir de análises confiáveis, simples e robustas, fornecem informação analítica rápida, in loco e com baixo custo.”

Na luva criada pelo grupo, cada dedo é responsável pela detecção eletroquímica de uma classe de pesticida. A identificação é feita na superfície do alimento, mas em meio aquoso. “Precisamos da água, pois é necessário um eletrólito [substância capaz de formar íons positivos e negativos em solução aquosa]. Basta pingar uma gotinha no alimento e a solução estabelece o contato entre este e o sensor. A detecção é feita na interface entre o sensor e a solução”, detalha a química Nathalia Gomes, pesquisadora do IQSC-USP e integrante da equipe.

Sensores da luva

O processo de verificação de presença de pesticidas é simples. Coloca-se um dedo de cada vez na amostra: primeiro, o indicador; depois, o médio e, por último, o anelar. No caso de um suco de frutas, basta fazer a imersão dos dedos no líquido, um de cada vez. A detecção é feita em um minuto e, no caso do dedo anelar, em menos de um minuto.

“O sensor no dedo anelar usa uma técnica mais rápida. Ele é composto por um eletrodo de carbono funcionalizado, enquanto os dos outros dois dedos por eletrodos modificados com nanoesferas de carbono [dedo indicador] e carbono printex, um tipo específico de nanopartícula de carbono [dedo médio]. Após a detecção, os dados são analisados por um software instalado no celular”, explica Raymundo-Pereira.

luva
(Foto: Nathalia Gomes / USP)

O pesquisador ressalta que a incorporação de materiais de carbono conferiu seletividade aos sensores, uma das propriedades mais importantes e difíceis de alcançar em dispositivos semelhantes. “Uma escolha criteriosa de materiais à base de carbono permitiu a detecção sensível e seletiva de quatro classes de pesticidas dentre os mais empregados na agricultura: carbamatos, fenilamidas [subclasse das fenilureias], compostos de bipiridínio e organofosforados. Assim, um dos diferenciais da invenção está na capacidade de detecção seletiva em presença de outros grupos de pesticidas, como triazinas, glicina substituída, triazol, estrobilurina e dinitroanilina. Com os métodos tradicionais isso não é possível.”

Outro destaque do dispositivo está na possibilidade de detecção direta, sem exigir preparo de amostra, o que torna o processo rápido. Além disso, o método preserva o alimento, permitindo o consumo após a análise.

A luva não tem prazo de validade e pode ser usada enquanto não houver danos nos sensores. Osvaldo Novais de Oliveira Junior, professor do IFSC-USP e coautor da pesquisa, explica que os sensores podem ser danificados por solventes orgânicos (como álcool e acetona) ou por algum contato mecânico impróprio na superfície do sensor (um objeto que o arranhe, por exemplo).

Mercado

Raymundo-Pereira salienta que o produto é inovador e que já está em andamento o processo de requisição de patente junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi). Ele afirma que não há um procedimento simples para a detecção de pesticidas, principal razão pela qual os testes para discriminação de diferentes classes de pesticidas e outros contaminantes ainda não estão disponíveis no mercado. Para ele, o uso de dispositivos como a luva, que permitem a análise química de materiais perigosos in loco, seria relevante em aplicações alimentares, ambientais, forenses e de segurança, permitindo um rápido processo de tomada de decisão no campo.

“Representantes das agências internacionais que fazem o controle da entrada de alimentos nos diversos países do mundo já usam luvas para manipulá-los. Imagine se tivessem um sistema de sensoriamento de pesticidas embutido? Alimentos contendo pesticidas proibidos seriam descartados já na fronteira. O dispositivo pode ser usado durante a colheita também.”

Segundo o pesquisador, o custo do dispositivo é basicamente o custo da luva, sem o sensor. “Os sensores custam menos de US$ 0,1. O custo principal é a luva. Usamos uma luva nitrílica porque é menos porosa que a de látex. Com a pandemia, o preço dela disparou. E o custo individual subiu. Mas, ainda assim, o dispositivo que criamos é um produto muito barato. Mais acessível que os testes feitos atualmente.”

 

 

*Agência Fapesp

Imagem: Divulgação USP

Veja também:

Cientistas brasileiros descobrem molécula capaz de ajudar no combate contra o câncer

Parque Mutirama terá bilheteria solidária durante todo o mês de outubro

Em virtude do Dia das Crianças, celebrado no dia 12 de outubro, o Parque Mutirama promove, durante todo o mês, a bilheteria solidária. A ação social busca arrecadar brinquedos (em perfeito estado) ou 1kg de alimentos não perecíveis, que serão doados para crianças e famílias em situação de vulnerabilidade. Em troca da doação, o usuário ganha entrada gratuita para o parque, sem ter que pagar pela admissão.

mutirama

Localizado ao lado do Parque Botafogo, o Mutirama está em uma área criada e planejada desde a fundação de Goiânia, estando no Centro da cidade. Em suas instalações, consta o planetário, que pertence à Universidade Federal de Goiás, e o Parque dos Dinossauros, contendo réplicas em tamanho real. Além disso, o local conta com mais de 32 instalações, incluindo a tradicional roda-gigante, montanha-russa, trenzinho e autorama.

No mês de setembro, a Prefeitura de Goiânia, em parceria com a Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul), também anunciou que o teleférico iria passar por reformas e que a retomada da atração ocorreria ainda em 2021, após quatro anos inativado.

 

Imagem: Agetul

Veja também:

Lugares e passeios em Goiânia para levar as crianças nas férias

10 alimentos naturais para turbinar suas manhãs e espantar o cansaço

Mais uma manhã chegou, bate aquela preguiça de levantar e ir para o trabalho. Nessas horas, muitos brasileiros pensam que só o Café vai poder salvar e deixar o dia mais animado para suportar a longa rotina pela frente. Mas já pensou nas pessoas que não gostam de tomar café? O que tomar pela manhã?

O importante é substituir a bebida por outra que te faça bem e complemente com um alimento saudável. Pular o café da manhã não é uma boa opção e pode dificultar as escolhas alimentares ao longo do seu dia, além de bagunçar os seus ‘’sinais de fome’’ e saciedade do seu corpo. Um dos maiores problemas que as pessoas relatam é que elas sentem fome de manhã, mas não têm tempo para prepará-lo.

A refeição é fundamental para começar as atividades diárias com disposição e vigor. E desprezá-la, além de ser prejudicial à saúde, também pode contribuir para o ganho de peso. Por isso, separamos para você uma lista com opções saudáveis, essenciais para o seu dia e para aqueles que não gostam de tomar o café puro. Temos certeza que o seu dia vai ser bem melhor e bem longe de ser cansativo. Confira:

 

Suco de Beterraba

beterraba é um alimento muito saudável que deveria estar incluído em nossa dieta habitual, pois é rica em ferro, vitamina B e C, potássio e carotenos. Matéria-prima utilizada na dilatação dos vasos sanguíneos e na oxigenação dos tecidos do corpo, contribuindo para um melhor desempenho tanto físico quanto mental. Acrescentar uma beterraba pequena no suco de laranja ou bater com água e maçã deixa o café da manhã mais saudável e energizante.

 suco

 

Iogurte natural com geleia de fruta

Alternativa rápida e que não precisa de nenhum preparo a não ser colocar a geleia dentro do pote de iogurte natural. Deixe um bom estoque de iogurte natural na geladeira, melhor se forem embalagens individuais para facilitar ainda mais. Você ainda pode levar uma banana, maçã, pêssego, ameixa, uvas ou pera para comer a caminho do trabalho. Essas frutas são ótimas e práticas.

 iogurte

 

Banana

Além de prevenir cãibras musculares e ser um ótimo pré-treino, a banana também auxilia na concentração, segundo estudiosos da Universidade do Texas. Tudo graças ao alto nível de potássio, um mineral essencial para manter o cérebro e os nervos funcionando perfeitamente.

 banana

 

Abacate

O abacate é uma fruta popular no Brasil e traz muitos benefícios para a saúde. Mesmo sendo conhecido por ser bastante calórico e rico em gorduras, ele é um aliado das dietas de emagrecimento, além de ser uma excelente fonte de fibras, vitaminas e minerais. E o melhor de tudo é que essa fruta é super versátil e pode ser consumida em várias formas: pura, em saladas, em pratos salgados ou em uma deliciosa vitamina, ideal para o café da manhã.

 abacate

 

Água com Limão

O consumo de água com limão pelas manhãs, em jejum, é uma prática recomendada pela medicina indiana e começou a ser adotada por muita gente que não, necessariamente, segue os preceitos orientais. A mistura de água com limão ativa o metabolismo e o sistema imunológico e tem propriedades diuréticas e antioxidantes, além de hidratar o corpo e auxiliar no emagrecimento. A fruta cítrica é reconhecida por ajudar na digestão e na eliminação de substâncias inúteis ao organismo, na absorção e na reabsorção de nutrientes e na produção de algumas vitaminas do complexo B.

água

 

Chá Verde

O chá verde pode ser consumido como um diurético natural, que ajuda a desinchar e acelerar o metabolismo. Caso seja sensível ao amargor, comece adoçando com mel até que consiga beber puro. Além disso, o chá-verde é versátil e pode ser apreciado quente ou gelado. Se você busca praticidade, existem bebidas prontas para o consumo que são ótimas opções para qualquer hora do dia. No café da manhã, é aconselhável não tomar em jejum, o chá com o estômago completamente vazio para não causar irritação no estômago.

 chá

 

Suco de Guaraná

O guaraná é um fruto que também possui cafeína e teobromina, responsáveis por aumentar a disposição e a energia, além de estimular a concentração, diminuir o cansaço e o sono.

 suco

 

Mamão e Iogurte natural e cereais

O mamão é uma fruta excelente para começar o dia. Ele é rico em fibras, que ajudam seu intestino a funcionar diariamente e, consequentemente, ajuda na diminuição do mau humor e até a dar aquela secada na barriga, já que ele reduz o inchaço dessa região que acontece quando você fica muitos dias sem ir ao banheiro.

 mamão

 

Tapioca com Queijo Branco

Para variar o cardápio, a tapioca com queijo branco é uma boa pedida. Ela tem amido, uma fonte de carboidratos, que, por sua vez, fornece energia às células do corpo. A opção também é bastante utilizada pelos intolerantes ao glúten.

 tapioca

 

Carboidratos complexos


Pão integral, granola, aveia: os carboidratos complexos possuem altas quantidades de fibra, além de liberarem glicose na corrente sanguínea de forma gradual, sendo uma ótima fonte de energia (e ótimo pré-treino para quem costuma malhar pela manhã). Por possuírem um período de digestão mais longo, estes carboidratos mantém o corpo saciado por mais tempo, além de prevenirem o inchaço do abdômen.

carboidratos

 

Imagens: Reprodução / Getty Images / Pinterest

Goiânia recebe exposição de carros antigos com drive thru solidário, neste domingo

Neste domingo, 26 de Setembro, Goiânia recebe o Drive Thru Solidário, uma exposição de carros antigos, com mais de 60 exemplares de época como o Opala, Fusca, Maverick, Calhambeques e veículos preparados, que prometem encantar a todos que passarem pelo local. Entretanto, o objetivo do evento, é a arrecadação de alimentos não perecíveis que serão distribuídos à famílias em situação de vulnerabilidade social e instituições filantrópicas de Goiânia.

 

A exposição acontece no estacionamento do Clube dos Oficiais da Polícia Militar e Bombeiros de Goiás, no setor Sul, a partir das 10h, com entrada gratuita. Para participar, o visitante só precisa levar o mínimo de dois (2) kg de alimentos não perecíveis, como arroz, feijão e macarrão.

 

A iniciativa é uma ação em parceria com a Associação dos Oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Goiás (Assof), Clube do Bem e o Retrô Car Club, e será realizada com todos os protocolos de segurança contra a disseminação da Covid-19, e com o uso de máscara sendo obrigatório.

 

 

SERVIÇO:

 

Evento: DRIVE THRU SOLIDÁRIO – Exposição de veículos antigos e preparados

Local: Estacionamento do CLUBE DOS OFICIAIS DA POLÍCIA MILITAR E BOMBEIROS DE GOIÁS, situada na Rua 132 250-294 – Setor Sul, Goiânia – Go.


Data: Domingo, 26 de setembro


Horário: das 10h às 18h


Entrada: doação de 2kg de alimento não perecível

 

Mais informações: (62) 99285-3025

 

drive

 

 

Imagem: Divulgação

 

Veja também:

 

Aparecida de Goiânia recebe 14ª Exposição de Orquídeas e Rosas do Deserto

 

OVG distribui mais de mil cestas básicas para famílias carentes ao longo do Caminho de Cora

Ronaldo Caiado inicia entrega de 250 mil cestas básicas para famílias impactadas pela pandemia