Conheça uma cidade goiana com atrativos turísticos intocados e um dos climas mais agradáveis de Goiás

Emancipado em 14 de novembro de 1958, este cidade goiana de 828,874 km² surge como um tesouro a ser explorado em Goiás.

Com uma população que alcançou 4.457 habitantes em 2022, a cidade destaca-se tradicionalmente por sua economia pautada na pecuária e agricultura. Mas hoje atrai amantes do ecoturismo e daqueles que gostam de lugares ainda pouco conhecidos, além de ter um dos melhores climas de Goiás!

Cidade goiana tem um dos melhores climas de Goiás

Foto: Prefeitura de Divinópolis de Goiás

Localizada a 651 km de Goiânia, Divinópolis de Goiás reserva aos visitantes uma experiência única.

O ecoturismo é a joia da coroa, oferecendo um Cerrado preservado, rios sinuosos, cachoeiras imponentes e cavernas misteriosas.

Este é um convite para aventureiros e amantes da natureza, com oportunidades para rapel, escaladas, trilhas deslumbrantes e mergulhos em águas cristalinas.

O município está apenas começando a desbravar suas riquezas naturais, tornando tudo intocado e primorosamente preservado.

Cidade goiana tem um dos melhores climas de Goiás

Foto: Goiás Turismo

Sua proximidade com o município de São Domingos e o Parque Estadual de Terra Ronca fazem de Divinópolis de Goiás um destino imperdível em 2024!

 

Conheça mais sobre essa cidade goiana com atrativos turísticos intocados e um dos climas mais agradáveis de Goiás

 

Natureza Preservada

A cidade pertence à Região das Águas e Cavernas do Cerrado é a que agrega o maior número de municípios. São 11 destinos com vocação para o Ecoturismo – com Cerrado preservado, rios, cachoeiras e cavernas – uma tendência mundial no cenário pós pandemia.

Cidade goiana tem um dos melhores climas de Goiás

Foto: Prefeitura de Divinópolis de Goiás

Divinópolis é um espetáculo para os sentidos, com rios Paranaíba, São Marcos e São Bento a banhar suas terras. A cidade, elevada a 800 metros acima do nível do mar, proporciona um dos climas mais agradáveis de Goiás.

Essa altitude privilegiada resulta em temperaturas amenas e uma atmosfera revigorante, tornando-a um refúgio ideal para quem busca escapar do calor intenso das planícies.

 

Cultura e História

Além de sua exuberante natureza, Divinópolis de Goiás é um tesouro cultural e histórico. Destaca-se como um polo de turismo religioso na região, celebrando festividades marcantes.

As festas de Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora do Rosário, realizadas em junho, bem como o aniversário da cidade em 14 de novembro, são eventos populares que cativam moradores e visitantes.

 

Turismo Religioso

As festas religiosas são momentos especiais, permeados por devoção e tradição. Divinópolis de Goiás se enche de cor e fé durante as celebrações, atraindo peregrinos e turistas em busca de vivenciar essas experiências únicas.

O município respira espiritualidade, proporcionando um mergulho na cultura local.

 

Hospedagem Aconchegante

Para quem busca uma estadia tranquila e um contato próximo com a natureza, a região oferece diversas opções de hospedagem.

Pousadas e hotéis fazenda acolhedores são o complemento perfeito para dias de exploração e noites serenas.

Nestes refúgios, os hóspedes podem desfrutar de momentos de relaxamento e bem-estar, imersos na beleza natural que caracteriza Divinópolis de Goiás.

 

Divinópolis de Goiás emerge como um destino turístico promissor, destacando-se não apenas por sua natureza intocada e clima agradável, mas também pela riqueza de sua cultura e história.

À medida que mais viajantes descobrem os encantos dessa cidade goiana, é possível que Divinópolis de Goiás se estabeleça como uma pérola no mapa do turismo brasileiro, oferecendo uma experiência autêntica e memorável a todos que a visitam.

 

São Domingos – conheça a cidade vizinha

Cidade goiana tem um dos melhores climas de Goiás

Foto: Goiás Turismo

São Domingos, a cerca de 18 km de Divinópolis, oferece diversas opções de atividades ao ar livre, como trilhas ecológicas, escaladas em rochas, banhos em águas termais e passeios de barco. O município também é conhecido por suas belezas naturais, com atrativos como cachoeiras e grutas que atraem turistas.

Algumas atrações turísticas da região, dentre elas: Cachoeira Rio São Bernardo, Caverna da Angélica, Gruta Terra Ronca, Caverna São Mateus II, Lago São Domingos, Morro do Moleque e a Caverna Vasconcelos, entre outros.

Cidade goiana tem um dos melhores climas de Goiás

Foto: Goiás Turismo

Outra atração imperdível é a Festa do Divino Espírito Santo, que acontece todos os anos em São Domingos. A festa é uma das mais tradicionais da região e atrai milhares de turistas de todo o país, com suas procissões, missas, danças folclóricas e comidas típicas.

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

Goiás, um estado vasto e repleto de encantos, oferece aos viajantes muito mais do que a rota turística convencional. Em 2024, pensamos que você merece explorar cidades ainda pouco exploradas, verdadeiros tesouros escondidos que prometem surpreender até os viajantes mais experientes.

Este guia exclusivo destaca 10 destinos que merecem um lugar no roteiro de qualquer amante de viagens e principalmente de quem ama paisagens estonteantes!

O turismo em Goiás vai muito além das paisagens icônicas e dos destinos mais conhecidos como: Pirenópolis e Alto Paraíso.

Este estado, marcado pela riqueza cultural e belezas naturais, reserva surpresas inigualáveis em suas cidades menos exploradas.

Então, se você está em busca de novas experiências e deseja fugir do comum em 2024, preparamos uma lista especial.

 

De Aloândia a Colinas do Sul, cada cidade apresenta sua própria história e atrativos únicos, prontos para cativar viajantes em busca de destinos autênticos.

 

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

 

Confira:

 

Aloândia

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

Foto: divulgação/Cachoeira do Itambé, Aloândia

Aloândia, muitas vezes esquecida dos roteiros turísticos, revela-se um refúgio natural com suas trilhas deslumbrantes e cachoeiras belíssimas.

Os amantes do ecoturismo encontram em Aloândia o equilíbrio perfeito entre aventura e serenidade, enquanto exploram as belezas o que essa joia escondida tem a oferecer.

A cidade tem grande potencial para turístico, e sua principal atração é a Cachoeira do Itambé, com cerca de 60 metros de altura. O lugar é ideal para a prática de rapel.

 

Piranhas

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

Foto: divulgação

Em Piranhas, passado e presente se entrelaçam harmoniosamente. Essa cidade, com seu centro histórico preservado e uma vibrante cena contemporânea, oferece uma experiência única.

Piranhas está situada a aproximadamente 320km de Goiânia e possui inúmeras riquezas naturais como a cachoeira Três Tombos. Esse nome se dá ao peixe piranha, que há muito tempo atrás, existia em grande abundância no rio que corta a cidade. Os principais Pontos Turísticos: as Cachoeiras: Corgão, Paraíso, Três Barras, Piancó, Alvorada, Garimpo, e 3 Tombos, Grimaldas, Santa Marcia, do Macaco.

A cidade abriga ainda o Salto São Domingos, considerada a segunda maior cachoeira do estado de Goiás e uma das mais belas do país. Uma de suas outras belas atrações é o Morro de Mesa.

 

Baliza

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

Salto Paraguassu. Foto: Goiás Turismo

Baliza, um verdadeiro paraíso para os aventureiros, espera para ser descoberta.

Rodeada por uma paisagem que desafia limites, esta cidade oferece oportunidades emocionantes, desde trilhas desafiadoras até a exploração de grutas misteriosas.

Canyons do Rio Araguaia. Foto: Trilhas do Cerrado

Para quem busca adrenalina e contato direto com a natureza, Baliza é o destino ideal. Atrativos como os Canyons do Araguaia e o Salto Paraguassu, são oásis de beleza única, que compõem as paisagens goianas.

 

Caiapônia

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

Foto: Goiás Turismo

Caiapônia, que fica a 318 km de Goiânia e 549 km de Brasília, é marcada por  belas paisagens e ecoturismo.

A cidade, que é a terceira maior em extensão do Estado de Goiás, teve a população estimada em 2023 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 16.513 habitantes.

É cada lugar paradisíaco em Caiapônia, que o povo só acredita vendo!

 

Mineiros

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

Fenômeno da bioluminescência no Parque das Emas. Foto: Turismo de Natureza

Mineiros, com sua rica herança cultural e calorosa hospitalidade, é uma parada obrigatória. Seja explorando museus que contam a história local ou interagindo com a comunidade acolhedora, essa cidade revela a essência genuína de Goiás.

Em Mineiros brotam inúmeras nascentes de água, algumas subterrâneas como o aquífero Guarani.

Mineiros está localizada a 430 km de Goiânia, e a 650 km de Brasília-DF. É considerada o Portal do Parque Nacional das Emas.

Na cidade existem inúmeras nascentes d´água, algumas delas subterrâneas, como: o aquífero Guarani formando vários rios, Rio Verde, Formoso e Jacuba.

Mineiros tem cerca de 120 cachoeiras catalogadas, podemos destacar a Cachoeira da Pinguela, do Sucuri e a dos Dois Saltos. Existe também um conjunto de serras, cortadas pelos rios Formiguinha, Diamantino e Matrinchã.

Além de tudo isso, possui uma rica variedade de fauna, flora, piscinas naturais, grutas e abrigos, destacando-se o Morro da Pedra Aparada e o Parque Nacional das Emas.

Outro lugar de grande atrativo é a comunidade do Cedro, onde se mantêm tradições do povo negro. Ali existe um laboratório de plantas medicinais do cerrado.

 

Mambaí

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

Foto: Carpe Mundi

Mambaí, cercada por cenários naturais intocados, oferece um retiro sereno para aqueles que buscam reconectar-se com a natureza.

Com suas trilhas pitorescas, rios tranquilos e uma vida selvagem exuberante, Mambaí é um pacato município de Goiás, a 300 km de Brasília, com cachoeiras surreais como o maravilhoso Poço Azul.

Outras atividades de aventura ao ar livre são permeadas pelas paisagens do Cerrado brasileiro, tornando o local um promissor destino de ecoturismo no território goiano.

São mais de 200 cavernas catalogadas, 20 cachoeiras de fotogenia impecável e um refúgio na natureza que ainda não alcançou o turismo de massa da Chapada dos Veadeiros – mas que possui atrativos naturais tão lindos quanto ou até mais.

 

São Domingos

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

Foto: Prefeitura de São Domingos

São Domingos é um local de raras belezas, vistas exuberantes e formações naturais como você nunca viu! Portal do Parque Estadual de Terra Ronca, a cidade vai te encantar!

São Domingos está na porção do estado conhecida como Nordeste Goiano. Faz divisa com o estado da Bahia e é parte da Microrregião do Vão do Paranã.

A cidade é cercada pela Serra Geral, antes banhada pelo Rio São Domingos, que hoje é quase uma ilha, devido a construção da barragem da hidroelétrica.

O local possui mais de uma centena de nascentes de água cristalina, todas provenientes das Veredas dos Buritis. Além de belíssimas cachoeiras, grutas, cavernas, vistas impressionantes e o Lago de São Domingos, que forma uma prainha deliciosa.

Na região está uma das maiores formações de cavernas da América Latina e do mundo.

 

Nova Roma

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

Remansão, em Nova Roma. Foto: Reprodução/ Pedro Henrique Fama e Danilo Meireles

Em Nova Roma, as montanhas ganham vida, revelando um cenário de beleza indescritível.

Com 3.264 habitantes, a cidade é considerada um elo que liga a região das Águas e Cavernas do Cerrado com o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Fica bem no meio das duas principais cidades das regiões!

A 110 km de Alto Paraíso e a 120 km de São Domingos (Portal do Terra Ronca). Uma dessas formas de ligação entre os locais, é através de uma balsa fluvial do estado que desliza pelo Rio Paranã.

Nova Roma é um paraíso de águas cristalinas que guarda mistérios, como registros geológicos de uma geleira, além de charmes como ver uma cachoeira (Cachoeira do Rio Morcego) da pitoresca praça da cidade. Ainda pouco conhecida, é dona de paisagens lindas com banhos revigorantes, cachoeiras e o icônico Rio Paranã.

Um dos atrativos mais procurados da cidade, o Remansão tem acesso muito fácil, oferece um banho delicioso e uma paisagem singular para contemplação. O Remansao fica a 18 km da cidade por estrada de terra transitável durante todo ano e possui uma área muito ampla para banho, entretenimento, lazer e encontros sociais.

Ideal para quem busca escapar do cotidiano e do óbvio!

 

Cavalcante

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

Foto: Goiás Turismo

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

Foto: Goiás Turismo

Cavalcante, verdadeira pérola na Chapada dos Veadeiros, cativa os aventureiros com suas cachoeiras majestosas e trilhas desafiadoras.

Cavalcante é um município goiano localizado a 500 km de Goiânia, com cerca de 9.583 habitantes e área territorial de aproximadamente  6.948,780 km².

Abriga uma parte da comunidade Kalunga, dentro do Sítio Histório e Patrimônio Cultural Kalunga, principalmente Vão de Almas, Povoado Engenho (Engenho II, etc.), Tinguizal, Fazenda Ema e Vão do Moleque. Dentre suas atrações turísticas destacam-se várias cachoeiras, como as do Rio Prata, de Santa Bárbara, da Capivara, e as várias cachoeiras da fazenda Veredas e da Ponte de Pedra.

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

Foto: Goiás Turismo

Apesar de não possuir ainda um acesso em seu território, Cavalcante também abriga cerca de 60% da área total do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

O cenário deslumbrante da região promete experiências inesquecíveis para os amantes da natureza, tornando Cavalcante um destino essencial em 2024.

 

Colinas do Sul

10 cidades pouco exploradas em Goiás que você precisa conhecer em 2024

Foto: Goiás Turismo

Colinas do Sul, oferece um refúgio tranquilo para aqueles que buscam paz à beira d’água.

Localizada entre a Chapada dos Veadeiros e o Lago de Serra da Mesa a nordeste de Goiás, Colinas do Sul limita-se ao norte com o município de Cavalcante, ao sul com o município de Niquelândia, a leste com os municípios de Campinaçu e Minaçu e a oeste com o município de Alto Paraíso.

Está a cerca de 480 quilômetros de Goiânia e a 270 quilômetros de Brasília. Possui cerca de 4.030 habitantes e uma área territorial de 1.707,519 km². É próxima ao distrito de São Jorge (município de Alto Paraíso), à barragem da Usina Hidrelétrica Serra da Mesa, ao espelho d’água Cana Brava.

Possui potencial turístico devido à grande quantidade de rios, cavernas, termas, hotéis, pousadas ligadas, também à pesca esportiva. A principal manifestação cultural colinense é a festa da Caçada da Rainha, típica também em outros municípios da região.

Os atrativos turísticos do local são o Lago Serra da Mesa, um dos cartões postais da cidade, com águas cristalinas; a Reserva Particular do Patrimônio Natural Cachoeira das Pedras Bonitas, ideal para fazer trilhas e tomar banho nas quedas d’água; o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, um dos parques mais conhecidos e belos do Brasil pode ser acessado a partir de Colinas do Sul. e as águas termais existentes no local.

Colinas do Sul é uma cidade que oferece um pouco de tudo para os visitantes. É um ótimo lugar para quem procura um destino de natureza e aventura, e também oferece uma boa infraestrutura turística.

 

Em 2024, vá além do comum e conheça as 10 cidades pouco exploradas de Goiás. Cada uma dessas joias oferece uma experiência única, repleta de cultura, aventura e belezas naturais.

Que essa lista inspire suas próximas viagens, proporcionando momentos inesquecíveis e encontros autênticos com o coração pulsante de Goiás.

Conheça a família goiana que produz picolés e sorvetes artesanais há quase 50 anos

A Praça do Coreto, no coração do centro histórico de Goiás Velho, é um dos destinos turísticos mais emblemáticos da cidade. Além de suas igrejas e casarões históricos, o local atrai moradores e visitantes durante quase todo o ano, para tomar sorvete com uma família goiana muito especial. Eles produzem picolés e sorvetes artesanais há quase 50 anos!

Conheça a família goiana que produz picolés e sorvetes artesanais há quase 50 anos

Foto: divulgação

A família Barbosa da Silva assumiu o ponto que fica justamente em baixo do coreto. Os sorvetes são caseiros, artesanais e deliciosos!

A sorveteria, situada em baixo do coreto, é uma construção típica que se integra à história da cidade e, há 45 anos, é palco de muitos encontros saborosos do antigo”Goiás Velho”.

O estabelecimento, com suas portas abertas todos os dias, é parte intrínseca da narrativa local.

Visitar a Cidade de Goiás e não tomar um sorvete na Sorveteria do Koreto, é como ir à Roma e não ver o Papa!

Gumercino Barbosa da Silva, aos 48 anos e um dos administradores do estabelecimento, compartilha a história familiar que se entrelaça com a trajetória da sorveteria.

Seu pai, também Gumercino, adquiriu o local há quatro décadas e meia, dando início a um negócio que, hoje, pertence a ele e a seus cinco irmãos.

“É uma emoção servir um produto que toca as pessoas. Para muitos, aqui foi o local onde experimentaram o primeiro sorvete de suas vidas. Existe uma história”, relata Gumercino em uma entrevista para o site Terra.

Conheça a família goiana que produz picolés e sorvetes artesanais há quase 50 anos

Foto: divulgação

A família, inicialmente composta por onze irmãos, deixou a vida no campo para trabalhar com o pai na cidade. Desde então, a sorveteria tem sido o pano de fundo de suas vidas. “O coreto existe há quase cem anos e sempre foi uma sorveteria. Antes do meu pai comprar, ele era bem pequeno, não tinha a parte de cima”, relembra Gumercino.

Durante todo o ano, a sorveteria recebe uma movimentação constante, mas é no verão que a visita se intensifica, especialmente durante o Carnaval e o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA).

Conheça a família goiana que produz picolés e sorvetes artesanais há quase 50 anos

Foto: divulgação

Os sorvetes e picolés, em sua maioria elaborados com frutas típicas do cerrado, são produzidos artesanalmente pela própria loja.

“São todos naturais. Compramos as frutas diretamente dos produtores do Cerrado e realizamos um procedimento para congelá-las e garantir durabilidade. Os sabores mais populares são cajazinho, murici e mangaba”, revela Gumercino.

Os preços são acessíveis, cada picolé custa R$ 5 e as bolas de sorvete de creme são comercializadas por R$ 5.

Aberta em 1923, a sorveteria está na família Barbosa da Silva, atuais proprietários, desde 1955, mantendo a tradição de fabricar os melhores sorvetes de massa e picolés, 100% feitos com frutos naturais, do Cerrado e outras regiões.

Conheça a família goiana que produz picolés e sorvetes artesanais há quase 50 anos

Foto: divulgação

 

Sabores de sorvetes e picolés artesanais produzidos pela família goiana Barbosa da Silva

Delícias típicas como Castanha Barú, Cajazinho, Mangaba, Cupuaçu, entre outros sabores divinos você encontra na Sorveteria do Koreto, além do delicioso Empadão Goiano, feito da forma mais tradicional da cidade.

Os produtos são caseiros mesmo, com nada ou quase nada de produtos industrializados na sua fabricação.

 

Praça do Coreto

A praça Dr. Tasso de Camargo, popularmente conhecida como Praça do Coreto, está localizada na região central (centro histórico) da Cidade de Goiás. A praça é ponto de encontro dos moradores da cidade, especialmente em dias festivos.
Está próxima à outros monumentos importantes da cidade, como a Catedral de Santana, o Palácio Conde dos Arcos, a Casa da Real Fazenda e o Museu da Boa Morte.

Embora esteja localizada no centro histórico da cidade, a Praça do Coreto foi construída no início do século XX e foi alterada diversas vezes. O Coreto foi construído na gestão do prefeito Lincoln Caiado de Castro, em 1923 e foi desenhado por Wiaker Sócrates do Nascimento.

 

Mais Informações

Sorveteria Koreto

EndereçoR. Moretti Foggia, 180 – Centro, Cidade de Goiás – GO 

Telefone(62) 99141-1188

Maior praia artificial da América Latina fica em Goiás e atrai turistas do país inteiro

No coração do Planalto Central, a apenas 80 km do aeroporto internacional de Brasília, encontra-se o Bali Park, um refúgio paradisíaco inaugurado em 2022. Com a maior praia artificial da América Latina, o parque em Goiás se destaca e atrai visitantes do país inteiro.

Situado às margens do Lago Corumbá IV, em Luziânia (GO), este oásis do Cerrado, surge como uma opção irr

esistível para aqueles que buscam alívio em meio ao calor intenso que caracteriza a região Centro-Oeste do país.

 

Atrações de Destaque

A estrela principal do Bali Park é a sua praia artificial, aclamada como a maior da América Latina, com impressionantes 24 mil m² de extensão. As areias brancas e macias proporcionam aos visitantes uma experiência única, à beira do lago, criando uma atmosfera de praia à beira-mar.

Maior praia artificial da América Latina fica em Goiás e atrai visitantes do país inteiro.

Maior praia artificial da América Latina fica em Goiás e atrai visitantes do país inteiro. Foto: divulgação

Outra atração de destaque é a piscina com ondas, que transporta os visitantes para a familiar sensação do balanço das águas do mar. Para os amantes de aventura e natureza, o parque oferece uma variedade de atividades emocionantes, incluindo tirolesa, wakeboard – o primeiro cable park em um lago aberto com 360 metros de percurso e rampas radicais – e stand-up paddle.

 

Diversão para Todas as Idades

Maior praia artificial da América Latina fica em Goiás e atrai visitantes do país inteiro.

Maior praia artificial da América Latina fica em Goiás e atrai visitantes do país inteiro. Foto: divulgação

A Ilha Kids é especialmente projetada para a criançada, apresentando escorregadores e jogos aquáticos que garantem risadas e alegria. Enquanto os pequenos exploram, os adultos podem desfrutar das cinco quadras de areia, dedicadas a esportes como beach tennis, futevôlei e vôlei de praia.

Além disso, o Bali Park oferece oportunidades para passeios de caiaque e catamarã, proporcionando momentos tranquilos e pitorescos em meio à natureza exuberante. Para aqueles que buscam um oásis sombreado para descanso, os bangalôs VIP oferecem uma experiência exclusiva.

 

Localização

O Bali Park está estrategicamente localizado na Rodovia Lucena Roriz, S/N, Lago Corumbá IV, em Luziânia (GO). A facilidade de acesso, aliada à beleza natural circundante, faz do parque um destino imperdível para turistas e moradores locais em busca de entretenimento e relaxamento.

Clique aqui para acessar a localização.

Investimentos prometem ampliar turismo em Mambaí

No extremo nordeste goiano, Mambaí se destaca como uma joia pouco conhecida, mas que promete brilhar ainda mais com investimentos significativos. A cidade, localizada em uma região montanhosa da Serra Geral e próxima a Terra Ronca, está se tornando um polo de turismo de aventura no Brasil.

Uma das grandes limitações de Mambaí sempre foi a logística, especialmente devido à condição das rodovias. Contudo, a notícia da pavimentação da BR-030, conectando a cidade a Cocos, na Bahia, sinaliza uma transformação significativa. A expectativa é de que tanto o escoamento de produção quanto o turismo na região, conhecida por suas cachoeiras e cânions, experimentem um aumento substancial.

O vice-governador Daniel Vilela, participou da solenidade que lançou o edital de pavimentação do trecho, nesta quarta-feira (22/11), no Ministério de Transportes, em Brasília.

Foto: divulgação/Prefeitura de Mambaí

Mambaí, com pouco mais de 7 mil habitantes, já se destaca como um destino primordial para os entusiastas do turismo de aventura no Brasil. O município abriga mais de 200 cavernas, incluindo a impressionante Lapa do Penhasco, com 1,7 km de extensão, situada em um vale fechado com escarpas de 80 metros de altura. O acesso à caverna envolve uma caminhada íngreme e passa por uma lagoa que corta os paredões internos, proporcionando uma experiência única.

O destaque na região é a tirolesa, uma das mais altas do Brasil, com 102 metros de altura e 320 metros de extensão. Esta aventura radical atravessa o cânion do Córrego das Dores, oferecendo uma vista lateral espetacular da Lapa do Penhasco. É uma recompensa única para os corajosos que desejam desfrutar das maravilhas naturais suspensos na tirolesa.

Além das cavernas e cânions, Mambaí oferece um complexo incrível de cachoeiras. A Cachoeira do Funil, situada no Rio Venturas, proporciona aos visitantes uma experiência única, permitindo a chegada à queda d’água por dentro de uma caverna que desemboca aos pés da cascata.

Foto: divulgação/Prefeitura de Mambaí

Foto: divulgação/Prefeitura de Mambaí

O prefeito de Mambaí, Joaquim Barbosa Filho, celebrou a novidade da pavimentação da estrada, expressando sua alegria e a importância dessa obra aguardada há mais de 50 anos. Ele destaca que essa conquista não só beneficia os goianos, mas também os baianos, fortalecendo o setor agropecuário e abrindo novas perspectivas para a região.

Foto: divulgação/Prefeitura de Mambaí

Com esses investimentos, Mambaí está pronta para se firmar como um dos destinos mais atrativos para os amantes do turismo de aventura no Brasil.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Prefeitura de Mambaí

Cidade goiana acolhedora ás margens do Rio Vermelho encanta visitantes

Itapirapuã, uma joia escondida do estado de Goiás, revela-se como um refúgio tranquilo e acolhedor à margem do sereno Rio Vermelho.

Com uma população de aproximadamente 8.002 habitantes, a cidade se destaca por suas belezas naturais e um estilo de vida que preserva a simplicidade e a hospitalidade característica do interior do Brasil.

 

Pontos Turísticos de Destaque

Rio Itapirapuã | Esse é um rio localizado dentro da cidade d… | Flickr

Rio Itapirapuã. Foto: reprodução/Flickr

  • Rio Itapirapuã: O rio que batiza a cidade não apenas empresta seu nome, mas também oferece cenários pitorescos, perfeitos para um passeio relaxante à beira d’água.

  • Rio Vermelho: Outro curso d’água significativo na região, o Rio Vermelho, contribui para a paisagem serena da cidade, proporcionando um ambiente propício para momentos de contemplação e lazer.

  • Águas de São João: A apenas 21 km de Itapirapuã, este local se revela como um oásis de tranquilidade, oferecendo oportunidades para relaxamento e contato direto com a natureza.

  • Praça Túlio Varnes (Praça da Matriz): O coração pulsante da cidade, esta praça central é um ponto de encontro para moradores e visitantes, representando um local onde a comunidade se reúne e celebra.

  •  

História

a3beb62f797e1ee19b354d7614f21a5a.png

Foto: Prefeitura de Itapirapuã

O início do povoamento do município deu-se em 1892, com a construção de uma linha telegráfica, pelo Exército Brasileiro, entre a Capital de Goiás e Mato Grosso, quebrando o isolamento da região com o País.

No ano seguinte, construída a estação telegráfica, sob a orientação dos Drs. Eduardo Sócrates e Eugênio Jardim, foram surgindo os primeiros moradores, entre eles o fundador Domingos Félix, que iniciaram a formação de roças e pastagens, erguendo-se o povoado que recebeu o topônimo de “ITAPIRAPUÔ, de origem indígena, que significa “pedra branca do poço do peixe”, por estar próxima a um profundo poço, no leito do rio, onde se formam um redemoinho no encontro das águas com grande bloco de pedra branca.

Depois de mais de meio século de quase estagnação, o povoado recebeu o primeiro impulso progressista, em 1952, com a venda de uma gleba de terras pela Prefeitura de Goiás à firma Engenharia Barreto Neto S/A, que, loteada, incentivou a entrada e a fixação de novas famílias, crescendo o movimento comercial por ser ponto de ligação entre as cidades de Goiás e Jussara (distrito na época). Em 12 de novembro de 1953, pela Lei nº 137, da Câmara Municipal de Goiás, o povoado foi elevado à categoria de distrito, integrando o Município de Goiás.

Já bastante desenvolvido, urbanística e economicamente, o Distrito de Itapirapuã obteve sua autonomia político-administrativa, pela lei Estadual nº 2113, de 14 de novembro de 1958, instalando-se oficialmente em janeiro de 1959.

 

Tradições e Festividades

Notícias de Itapirapuã-GO: O DESFILE GAROTA RALLY DE BÓIAS 2017 SERÁ HOJE,  SEXTA-FEIRA, 08/09Foto: Notícias de Itapirapuã

Além de suas belezas naturais, Itapirapuã destaca-se por suas festas tradicionais, que oferecem uma imersão na cultura local. A Festa de São Sebastião, a Festa Agropecuária, a Festa de São Domingos e o Rally de Boia são eventos anuais que não apenas celebram tradições locais, mas também atraem visitantes em busca de experiências autênticas.

 

Acesso e Localização

Localizada a 193 km de Goiânia, a capital do estado, Itapirapuã é facilmente acessível pela GO-070. O trajeto, que leva os viajantes por Goianira, Inhumas, Itauçu, Itaberaí, Goiás e Uvá, proporciona uma jornada pitoresca através de paisagens diversificadas, preparando o visitante para a serenidade que encontrará ao chegar.

Ao explorar Itapirapuã, os visitantes têm a oportunidade de experimentar a simplicidade e a hospitalidade que caracterizam as cidades do interior. A cidade, embora pequena, se destaca como um destino encantador, onde as belezas naturais se entrelaçam com tradições vivas, criando uma experiência memorável para quem a visita.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Reprodução/Flickr

Conheça destinos paradisíacos ainda pouco explorados em Goiás

Goiás, embora sem litoral, deslumbra com paisagens de tirar o fôlego, águas cristalinas, termais, cavernas e canyons, tudo que um amante do turismo espera! Ainda existem no estado muitos lugares que são pouco explorados e nós vamos contar para você!

É um estado repleto de belezas naturais e históricas que, muitas vezes, são esquecidas na hora de escolher um destino turístico.

Por isso, o Curta Mais, sempre em busca do melhor de Goiás, selecionou alguns lugares ainda pouco explorados que irão despertar seu desejo de viajar agora!

Canyons do Rio Araguaia

81e508fc68fdb882ba4bfb104196c48d.jpg

Fotos: Reprodução/Trilhas do Cerrado

O Rio Araguaia nasce nas proximidades do Parque Nacional das Emas e na borda da Serra do Caiapó, mais especificamente no município de Mineiros. Mais de 200 km abaixo da nascente, o rio passa por uma brusca mudança de altitude em que o relevo é caracterizado por formações rochosas de arenito.

O rio se estreita em um cânion de 50 km de extensão com paredes rochosas que protegem praias. É nesse trecho de serra, longe dos lotados destinos, que é possível navegar entre as paredes rochosas. Ali existe um passeio de barco, em formato de expedição, chamado Jangadão Ecológico e nós contamos tudo aqui.

Mais informações

Goiás Turismo – Agência Estadual de Turismo

Instagram: @goiasturismo | @goiasturismonoticias

Telefone: (62) 3201-8100

 

Atendimento ao Turista de Baliza

Telefone: (66) 99690-0658

Endereço: Avenida Goiás, nº 200, Centro, Baliza

 

Trilhas do Cerrado – Agência de Turismo

Telefone: 64999752400

Instagram: trilhasdocerradotur

Email: [email protected]

Site: trilhasdocerrado.com.br

 

Mambaí

9b8c0fcfb54600244d64dc79195e009c.jpg

Cachoeira do Funil. Foto: Reprodução/Luciano Soares

Mambaí. Você já ouviu falar? A cidade, que fica em uma ramificação montanhosa da Serra Geral e no mesmo complexo rochoso de Terra Ronca, divisa com a Bahia, é um tesouro desconhecido para a maioria dos goianos. O município fica localizado a 530 km de Goiânia e a 357 km de Brasília, e já é visto como um dos principais destinos para os amantes do turismo de aventura no Brasil.

A cidade de pouco mais de 7 mil habitantes desponta como um polo de turismo de aventura e não é por acaso: a região abriga mais de 200 cavernas, entre elas a Lapa do Penhasco, que possui 1,7 km de extensão e fica em um vale cego com escarpas de 80 metros de altura. A caminhada para chegar até o lugar inclui uma descida íngreme, passando pelas águas de uma lagoa que rasga os paredões internos da caverna.

Mais informações:

CAT Mambaí: (62) 3481-1251

Agência de Turismo: Bruno Fabrício Lopes de Queiroz – (62) 3484-1355

Onde ficar:

1. APM Hotel – (62) 3484-1599

2. Cerrado Hotel – (62) 3484-1355

3. Chalés Cores do Cerrado – (61) 99689-0341

4. Hotel Bahia – (62) 3484-1155

5. Hotel Savana – (62) 3481-3622

6. Maris Hotel – (62) 3343-1101

 

Salto Paraguassu

ebb733bda633729a47306d6f1765ab93.jpg

Foto: Reprodução/Redes sociais do Salto Paraguassu

O Salto Paraguassu, é uma cachoeira localizada no município de Baliza, em Goiás, a 38 km do centro da cidade e a aproximadamente 458 km da capital goiana.  Com duas quedas de quase 100 metros de altura, rodeada por um paredão que impressiona qualquer um, o Salto Paraguassu é parada obrigatória para quem vai conhecer a região.

Para chegar na Salto Paraguassú não precisa fazer trilha, já que os carros chegam a 100 metros do Salto. Antes de chegar no local há um mirante, com uma vista incrível para a cachoeira! O local se assemelha a uma prainha, onde é possível acampar e fazer suas refeições como café da manhã, observando essa maravilha da natureza. Nós contamos tudo sobre esse paraíso aqui.

Mais Informações

Telefone: (66) 99648-8417 (WhatsApp)

Endereço: R. 3, 8 – Jardim Primavera, Baliza – GO

Instagram: @saltoparaguassu

 

Baliza

38631f330be1632da66040c7204f2cac.jpg

Foto: Reprodução/Niratan Fotografia

Goiás possui várias cidades que escondem muitos tesouros da natureza, alguns inclusive quase intocáveis. Uma das menores cidades do estado, há 418km de Goiânia e há 630km de Brasília, com apenas cerca de 5 mil habitantes (5.280 mais precisamente, estimada pelo IBGE/2020), possui uma imensa lista de pontos turísticos históricos e naturais que vão te deixar de queixo caído.

A cidade que fica a 1km do Rio Araguaia, teve seu apogeu na época do Garimpo e já recebeu nomes importantes como o Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon em 1930; a família real brasileira composta pelo Príncipe Dom Pedro de Alcântara Orleans e Bragança e seus filhos, que em 1936 passaram alguns dias como hóspedes da família Jacobson e o interventor federal Dr. Pedro Ludovico em 1940.

Baliza esconde vários espetáculos naturais, alguns deles quase intocáveis. Regiões turísticas pouco exploradas, mas que são verdadeiros paraísos de Goiás. Cânions, cachoeiras, corredeiras, construções histórias e ruas de pedras fazem parte deste cenário incrível.

Atendimento ao Turista de Baliza

Telefone: (66) 99690-0658

Endereço: Avenida Goiás, nº 200, Centro, Baliza

 

Parque Estadual Terra Ronca

d280abefc292cff9e6730367809b1fe9.jpg

Foto: Reprodução/José Humberto de Paula

Localizado no município de São Domingos, o Parque Estadual de Terra Ronca (PETER) foi criado em 1989 para preservar a fauna, a flora, os mananciais e, em particular, o complexo cavernícola da região, com grande potencial para o ecoturismo e para pesquisas científicas.

O PETER abriga uma infinidade de cavernas, no parque são mais de 260 cavernas e grutas catalogadas, uma verdadeira riqueza espeleológica. Entre os atrativos turísticos do PETER estão as grutas Angélica, Terra Ronca I e II, São Bernardo e São Mateus. Mas também é possível fazer boia-cross no Rio São Vicente, rapel e tomar banho nas cachoeiras das Palmeiras e São Bernardo, e na cidade de São Domingos é possível fazer trilhas e visitar nascentes e veredas – uma das trilhas recomendadas é a subida do Morro do Moleque.

O CAT (Centro de Atendimento ao Turista) fica no centro de São Domingos, onde os guias podem ser contratados e você pode obter mais informações da cidade.

Secretaria de Turismo de São Domingos: (62) 3425-1516

 

Parque Nacional das Emas

bffbdbdf6e1f9164450bd69730fa538d.jpg

Foto: Reprodução/Ary Bassous

Cupinzeiros naturalmente coloridos, safari, boia-cross, natureza exuberante e muita, muita aventura. Este são alguns dos atrativos que o visitante pode encontrar e curtir no deslumbrante Parque Nacional das Emas, localizado entre os municípios de Serranópolis (GO), Mineiros (GO), Chapadão do Céu (GO) e Costa Rica (MS). Por lá é possível presenciar o fenômeno raro e único da bioluminescência, quando os cupinzeiros ficam cheios de pontos brilhantes durante à noite, criando um cenário mágico e de encher os olhos.

Para os que querem presenciar esse espetáculo natural da bioluminescência, a época ideial de pico, é entre os meses de outubro e novembro. Além da beleza do fenômeno, o Parque Nacional das Emas é um destino sem igual para os que curtem turismo de aventura e esportes radicais. Já está louco pra conhecer o Parque? Então pode clicar aqui e ver nosso guia com tudo que precisa saber para visitar esse paraíso!

 

Nova Roma

90e8d87ae8b2502445649c264d299f69.jpg

Foto: Danilo Meireles | Pedro Henrique

Fundada em 1958, Nova Roma é uma cidade pequenininha no interior de Goiás que tem muito charme e encantos naturais. Com 3.264 habitantes, a cidade é considerada um elo que liga a região das Águas e Cavernas do Cerrado com o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Fica bem no meio das duas principais cidades das regiões! A 110 km de Alto Paraíso e a 120 km de São Domingos de Goiás (Portal do Terra Ronca). Uma dessas formas de ligação entre os locais, é através de uma balsa fluvial do estado que desliza pelo Rio Paranã.

Nova Roma é um paraíso de águas cristalinas que guarda mistérios, como registros geológicos de uma geleira, além de charmes como ver uma cachoeira (Cachoeira do Rio Morcego) da pitoresca praça da cidade. Ainda pouco conhecida, é dona de paisagens lindas com banhos revigorantes, cachoeiras e o icônico Rio Paranã. Contamos tudo sobre esse paraíso aqui.

 

Região Pinga Fogo

75de1eed831ddbcd563a4da97a6de15b.jpg

Foto: Reprodução/André Monteiro

A Região Pinga Fogo fica nos arredores do Parque Nacional das Emas (patrimônio da Unesco), próximo ao município de Mineiros, Goiás, com acesso pela BR-364 e posteriormente pela GO-341.  Situada a mais precisamente, 50 km de Mineiros, na Serra dos Caiapós, a região é um fantástico conjunto de serras, cortadas pelos rios Formiguinha, Diamantino, Ribeirão Grande e Matrinchã. Dentro da sua área possui muitas veredas de buritis (Mauritia flexuosa), com diversas nascentes de águas cristalinas.

A região, que está numa das maiores altitudes goianas, com uma variação de 700 m a 1.100 m, é detentora de muitos atrativos naturais. Os destaques vão para a Pedra Aparada, a Casa de Pedra do Zé sem Chapéu, o Mirante da Trilha do Vale Encantado e as Piscinas Naturais do Vale Encantado.

 

Mais Informações

CAT (Centro de Atendimento ao Turista) – Mineiros/GO

Telefone: (64)3661-0006

Endereço: Quinta Avenida, ao lado da Biblioteca Municipal de Mineiros

 

Cachoeira Paredão do Céu

9039ad68357532fe9b4040ff43a1d01d.jpg

Cachoeira Paredão do Céu vista de baixo. Foto: Pedro Henrique Fama

Atrativo encantador que remete a paisagens cinematográficas, trata-se uma cachoeira belíssima com ótimo poço para banho, entrecortada por rochas calcarias ela fica a aproximadamente 35 km do centro da cidade e o acesso é de moderado a difícil. Além da cachoeira, o atrativo oferece diversos mirantes naturais e cânions surpreendentes.

Instagram: @paredaodoceu

Localização: Povoado Amendoim, Município de Nova Roma Goiás

Cachoeira do Guardião

Foto: Reprodução/@cachoeiradoguardiaonachapada

Foto: Reprodução/@cachoeiradoguardiaonachapada

A Cachoeira do Guardião, também conhecida como Cachoeira do Curriola, está localizada na Comunidade Kalunga do Vão do Moleque, na Chapada dos Veadeiros, Goiás. Pouco explorada, essa cachoeira é deslumbrante, originando-se de um impressionante paredão com uma piscina natural cercada pela exuberância verde da natureza, assemelhando-se a uma pintura.

Um “trampolim” natural de pedra adiciona charme, ideal para fotos incríveis ou um mergulho nas águas azul-esverdeadas (verifique a segurança com um guia). A entrada custa R$ 80, e a diária de um guia local é em média R$ 200. Guias podem ser encontrados nos Centros de Apoio ao Turista de Alto Paraíso, Cavalcante e na Comunidade dos Kalungas do Engenho II.

Mais Informações

Valores: R$80 de entrada (com opção de camping na casa do Seu João, o proprietário)

R$200 em média a diária de um guia local.

Funcionamento: Época de seca (aproximadamente maio a novembro)

Instagram: @cachoeiradoguardiaonachapada

CAT Cavalcante: (62) 3494-1507

CAT Alto Paraíso: (62) 3446-1159

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Reprodução/Metrópoles

Novidade! Goiás lança passaporte para turistas documentarem suas viagens no estado

No próximo dia 22 de novembro, das 8h às 13h, a Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (ALEGO), apresenta uma novidade empolgante para os amantes de viagens. O “Passaporte do Turismo Goiano” permite aos viajantes documentar suas viagens no estado.

O documento é ilustrado com fotos dos atrativos turísticos das onze regiões que abrangem os 95 municípios do Mapa do Turismo Goiano. No formato padrão de um passaporte, o documento oferece espaços para anotações das visitas, incluindo data e assinatura da pessoa que recebe o turista.

3e262c9df12264a9295b474818687288.jpg

Capa do Passaporte do Turismo Goiano. Foto: divulgação/ALEGO

Além de ser uma lembrança personalizada de cada visita, as informações registradas nas visitações serão compiladas para gerar dados estatísticos. Esses dados serão essenciais para orientar futuras ações de promoção do turismo em Goiás.

Se você é um entusiasta de viagens e está em busca de uma forma única de documentar suas aventuras em Goiás, o “Passaporte do Turismo Goiano” promete ser um companheiro inseparável em suas futuras explorações pelo estado.

 

Lançamento do Passaporte

O evento de lançamento contará com a participação de instituições públicas e privadas, empresários do setor turístico e profissionais ligados à cadeia de serviços, incluindo representantes da hotelaria, agentes de viagens e guias turísticos. 

O Fórum, com o tema “A Força das Parcerias nas Entregas do Turismo Goiano”, tem como objetivo apresentar um balanço das atividades de 2023, destacando a parceria entre a Comissão de Turismo, Goiás Turismo, Sebrae, CETUR e as Regiões Turísticas que compõem o Mapa do Turismo Goiano.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Agência de Notícias Cora Coralina

Se você precisa relaxar e ter um pouco de paz vá conhecer esse lugar inexplorado de Goiás

A Nascente do Rio Bom Jesus é sem dúvidas um dos lugares mais lindos do estado de Goiás. As águas cristalinas cercadas pela mata virgem, deixam o lugar verdadeiramente encantado. Portanto se você precisa relaxar e ter um pouco de paz vá conhecer esse lugar inexplorado de Goiás!

a51ac6e16204ede969929f111b5187c7.jpg

Foto: divulgação/Hotel Fazenda da Vovó

Apenas a 16 km de Padre Bernardo, a 276 km de Goiânia e 129 km de Brasília, a nascente encontra-se no Hotel Fazenda da Vovó, situado na acolhedora cidade de Mimoso. Com seus cerca de 2 mil habitantes, Mimoso de Goiás é um daqueles lugares que guardam segredos naturais capazes de surpreender até os mais viajados.

1182d45f11a77483cea2d4cb2caef788.jpg

Foto: divulgação/Hotel Fazenda da Vovó

A Nascente do Rio Bom Jesus oferece uma experiência única, proporcionando um contato próximo com a natureza. Uma piscina natural e uma pequena cachoeira, embaladas pela suave correnteza, garantem momentos revigorantes. A água, cristalina como a do famoso Poço Azul de Formosa, é cercada por uma vasta mata virgem, acrescentando um toque de serenidade ao ambiente.

Veja este vídeo do Instagram do Hotel Fazenda da Vovó:

O diferencial deste local é sua acessibilidade. Ideal para todas as idades, a estrutura do local inclui estacionamento, lanchonete, banheiros e áreas cobertas com mesas e cadeiras.

b93fa60684f24dfe845d0b5e86a29358.jpg

Foto: Reprodução/Leve Sem Destino

É permitido levar alimentos e realizar churrascos, com churrasqueiras disponíveis para uso. Vale mencionar que bebidas não são permitidas, mas a lanchonete supre essa necessidade com sucos, refrigerantes, cervejas e drinks.

205d5b2d0dd7d9fedb7b8db0d21555c3.jpg

Foto: divulgação/Hotel Fazenda da Vovó

Uma dica valiosa: leve dinheiro em espécie, pois a fazenda não aceita cartões ou PIX. E faça sua reserva com antecedência através do WhatsApp.

 

Mais Informações

Como Chegar: siga pela Via Estrutural (DF-095) em direção a Brazlândia. Os últimos 14 km, ao adentrar Padre Bernardo, são em estrada de chão batido, mas acessível a carros pequenos. Chegando à porteira da Fazenda da Vovó, siga sempre à direita.

Horário de Funcionamento: Sábados, domingos e feriados, das 09h30 às 17h30

Contato: (61) 99988-5554

Instagram: @fazendahoteldavovo

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: divulgação/Hotel Fazenda da Vovó

Se você ama comer uma costela derretendo precisa conhecer esses lugares em Goiânia

A costela, considerada por muitos como a parte mais saborosa e macia da carne bovina, é uma iguaria que desperta desejos irresistíveis. Se você é daqueles que, de vez em quando, sente a necessidade incontrolável de saborear uma costela de encher os olhos, este roteiro é perfeito para você. Desfrute ao máximo esses lugares incríveis em Goiânia!

Se há um consenso entre os apreciadores da culinária, é que a arte de preparar uma costela suculenta envolve um ingrediente essencial: paciência. E foi justamente com esse tempero que elaboramos cuidadosamente essa lista. Utilizando nossa experiência em desbravar os melhores sabores da cidade, somada às sugestões de amigos e leitores que compartilham do amor por uma costela bem preparada, apresentamos uma seleção especial.

Vamos começar essa jornada gastronômica pelos melhores locais em Goiânia que elevam a experiência de degustar uma costela ao mais alto patamar. Boa leitura e bom apetite!

 

Costela de Vaca

Preview

Endereço: Rua Santarem Q13, L17 – Setor Serrinha – Goiânia

Telefone: (62) 98297-7121 Instagram: @costeladevaca_original

Costela na Brasa

Preview

Endereço: Av. C-233, 129 – Jardim América, Goiânia – GO

Telefone: (62) 3092-2473

 

Instagram: @costelanabrasa

 

Costelaria Rocha

Endereço: Av. C-104, 672 – Jardim América, Goiânia – GO

Telefone: (62) 3286-5382

 

Instagram: @costelariarocha

 

Costela e Cia

Preview

Endereço: Av. C-208, 319 – Jardim América, Goiânia – GO

Telefone: (62) 3092-8370

 

Instagram: @costelaeciagyn

 

Costelaria do Gaúcho

Foto

Endereço: Av. C-197 – Jardim América, Goiânia – GO

Telefone: (62) 3285-8174

 

Instagram: @costelaria_do_gaucho

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: divulgação/

Você precisa conhecer essa cidade goiana no feriado

A apenas 120 km de Goiânia e 324 km de Brasília, a encantadora cidade de Jandaia revela-se um verdadeiro tesouro para os amantes da natureza e da aventura. O local atrai milhares de turistas para a prática de parapente e nós achamos que você precisa conhecer essa cidade goiana durante o feriado! Siga lendo para saber tudo sobre esse local maravilhoso…

Aninhada na planície central da Mesorregião do Sul Goiano, entre o imponente Morro do Segredo e a majestosa Serra do Boqueirão, Jandaia é o destino ideal para quem busca uma experiência única neste feriado.

Com uma população de 6.272 habitantes, a cidade destaca-se pela alta taxa de arborização e suas diversas serras, como a do Paiol Queimado, da Canabrava, do Lajeado, do Sumidouro, Barro Alto e Morro do Segredo. Esses cenários magníficos fazem de Jandaia um ponto de referência para os apaixonados por parapente, atraindo entusiastas de todo o Brasil nos meses de abril e maio.

9a068c12175dbc6ae34ca16852937f17.jpg

Foto: Reprodução/Prefeitura de Jandaia

A cidade tornou-se tão reconhecida no cenário do parapente que, em abril de 2023, sediou com sucesso a primeira etapa do Circuito Centro-Oeste de Parapente. O evento reuniu os 100 melhores pilotos de vários estados brasileiros, consolidando Jandaia como um destino privilegiado para os amantes desse esporte emocionante. A Rampa de Jandaia, localizada estrategicamente, tornou-se o ponto de encontro favorito dos aventureiros.

01e4864e219ffb793a8a9636540f33f1.jpg

Foto: Reprodução/Prefeitura de Jandaia

 

Turismo de Aventura

A apenas 120 km de Goiânia, a rampa de decolagem em Jandaia é facilmente acessível por meio de uma rodovia asfaltada e ampla que cobre quase todo o trajeto. O percurso até a rampa proporciona uma passagem pela pitoresca cidade de Jandaia, seguida por uma estrada de terra que serpenteia por trás da montanha até chegar a uma fazenda.

47112d49bfa3522f4d6de37a03842e47.jpg

Foto: Reprodução/Cia do Vento

A subida de aproximadamente 8 km até a rampa, mais adequada para veículos 4×4, oferece vistas deslumbrantes. A rampa em si é excepcionalmente inclinada, revestida com grama sintética, possibilitando até duas decolagens simultâneas. A área lateral dedicada à checagem de equipamentos facilita até duas verificações simultâneas, proporcionando uma experiência de voo livre segura e emocionante.

Prefeitura Municipal de Jandaia

Foto: Reprodução/Cia do Vento

O pouso acontece em uma extensa pastagem situada em frente à rampa, oferecendo um terreno amplo e seguro para a aterrissagem. Jandaia, com sua infraestrutura bem planejada, garante uma experiência de parapente que alia adrenalina e segurança.

5967cf32cab245d8c22feae8e66582ef.png

Foto: Reprodução/Prefeitura de Jandaia

Além das serras e da rampa de parapente, Jandaia é abençoada pelos rios Capivari, Turvo e Galheiros, além de diversos riachos. O destaque vai para o deslumbrante Lago Lambari, considerado o principal cartão postal da cidade. As quatro praças espalhadas pela cidade, com ênfase na Praça da Matriz e na Praça São Sebastião, contribuem para o charme e bem-estar da população.

56e7b74c05d0c32ef2ea44f4980fa34a.jpeg

Foto: Reprodução/Prefeitura de Jandaia

Recentemente integrada à Região Pegadas no Cerrado, composta por municípios vizinhos, Jandaia oferece uma ampla gama de opções de turismo. São 27 trilhas balizadas nas normas da ABNT NRB, proporcionando aventuras de ecoturismo, turismo de aventura e experiências culturais únicas.

As festas tradicionais, como a Cavalgada e a Festa Junina, além do fomento ao artesanato e à gastronomia regional, enriquecem o calendário de eventos de Jandaia, tornando-a um destino cativante durante todo o ano.

31ac5b566285462c017e731fd4f7eb7d.png

Foto: Reprodução/Prefeitura de Jandaia

 

Hospedagem

Para quem deseja prolongar a experiência, Jandaia oferece duas opções de hospedagem em novembro de 2023: o Hotel Jandaia (Contato: (64) 99216-7909 / (64) 3563-1118) e a Pousada Jandaia (Contato: (62) 98125-4435). Alternativamente, opções adicionais podem ser encontradas na cidade de Indiara, a apenas 20 km de distância, incluindo o Hotel Samambaia (Contato: (64) 98136-0827) e a Pousada Jacira (Contato: (64) 98166-2031).

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Reprodução/Prefeitura de Jandaia

Roteiro perfeito para o goianiense aproveitar em um bate-volta no feriado

Você está sonhando com um feriado tranquilo, longe de preocupações e próximo à natureza? E está com calor por aí? Nós também!

Por isso, o Curta Mais preparou um roteiro exclusivo com 10 destinos turísticos, todos a até 300km de Goiânia, ideais para um bate-volta inesquecível!

São cidades encantadoras com cachoeiras magníficas, voos de tirolesa, parques aquáticos e programas perfeitos para toda a família. É hora de arrumar as malas e escolher o destino que mais combina com você!

 

Bora ver?

 

1. Corumbá de Goiás – A 113 km de Goiânia

Corumbá de Goiás – Wikipédia, a enciclopédia livre

Foto: Reprodução/Wikipédia

A joia de Corumbá de Goiás é o Salto de Corumbá, um complexo com sete cachoeiras incríveis. Com área de camping e pousada com restaurante, é um paraíso repleto de belezas naturais. Destaque para a Salto Corumbá, com 50 metros de queda, a preferida dos visitantes.

Como chegar: A 113 km de Goiânia, com acesso pela GO.

Informações: Prefeitura de Corumbá – (67) 3234-3401

 

2. Pirenópolis – A 128 km de Goiânia

O que fazer em Pirenópolis, Goiás | Roteiro de 2 dias ⋆ Viajoteca

Foto: Reprodução/Viajoteca

Pirenópolis, rica em história e natureza, é um dos destinos favoritos dos goianienses. Além do Centro Histórico tombado pelo IPHAN, explore a Cachoeira Santa Maria, rodeada por uma praia de areia branca, e outras como Abade, Dragões, Rosário e Usina Velha.

 

Como chegar: A 128 km de Goiânia, com acesso pela GO-431.

Informações: Turismo e CAT Centro – 3331-2633

 

3. Cocalzinho de Goiás – A 136 km de Goiânia

Encante-se com as belas paisagens de Cocalzinho de Goiás - Conteúdo, Clube  Candeias

Foto: Reprodução/Clube Candeias

Cocalzinho de Goiás, às margens do Rio Corumbá, é um paraíso de cachoeiras, como Caiapós, Morrinho dos Pireneus, Pedro Belo e Sete Grota. Experimente a adrenalina na tirolesa Voo dos Pireneus, com 567 metros. A cidade também é famosa pelos vinhos da Fazenda Pireneus e pela grandiosa Caverna dos Ecos.

 

Como chegar: A 136 km de Goiânia, pela BR-060, BR-153 e BR-414.

Informações: Prefeitura de Cocalzinho – (62) 3339-1538

 

4. Cidade de Goiás – A 142 km de Goiânia

Cidade de Goiás volta a ser capital do estado nesta segunda

Foto: Reprodução/Agência Cora Coralina de Notícias

A Cidade de Goiás, berço de Cora Coralina, é ideal para passeios tranquilos, explorando o Centro Histórico e museus. As Cachoeiras das Andorinhas são um destaque imperdível.

 

Como chegar: A 142 km de Goiânia, pela GO-070.

Informações: (62) 3371-7713 – [email protected]

 

5. Paraúna – A 156 km de Goiânia

Paraúna, em Goiás, é destino incrível e cheio de misticismo - Dia Online

Foto: Reprodução/Prefeitura de Paraúna

Paraúna guarda cachoeiras deslumbrantes, como a dos Sonhos, com três quedas em sequência, e a do Desengano, um pequeno cânion. A Cachoeira do Cervo, com 14 metros de queda, também é um espetáculo.

 

Como chegar: A 156 km de Goiânia, pela BR-060 e GO164/GO-320.

Informações: Prefeitura de Paraúna – (64) 3957-7033

 

6. Caldas Novas – A 171 km de Goiânia

O que fazer em Caldas Novas (GO): pontos turísticos e passeios

Foto: divulgação

Caldas Novas é famosa por suas águas termais. Parques aquáticos, resorts e o encantador Jardim Japonês tornam o destino perfeito para a família.

 

Como chegar: A 171 km de Goiânia, pela BR-153, GO-217, GO-139 e GO-213, ou pela GO-020 e GO-139.

Informações: Secretaria de Turismo de Caldas Novas – (64) 3454-3524

 

7. Rio Quente – A 179 km de Goiânia

Ceará vs. Goiás: o duelo de resorts | Exame

Foto: divulgação

Rio Quente, ex-distrito de Caldas Novas, é conhecido pelo Rio Quente Resorts e o incrível Hot Park. A Praia do Cerrado, a maior praia artificial com águas quentes do mundo, é uma atração gratuita para os hóspedes.

 

Como chegar: A 333 km de Brasília, pela GO-020 até Bela Vista de Goiás, depois GO-139 e GO-507.

Informações: (64) 3452-7021

 

8. Vila Propício – A 188 km de Goiânia

Turismo em Goiás

Foto: Goiás Turismo

Com o segundo maior complexo de cavernas do Centro-Oeste, Vila Propício é um paraíso natural. A Cachoeira Rio dos Patos e o deslumbrante Lago Azul são imperdíveis.

 

Como chegar: A 188 km de Goiânia, pela BR-060, BR-153 e GO-338.

Informações: (62) 3320-0184

 

9. Formosa – A 281 km de Goiânia

Cidade de Formosa: conheça cinco belezas naturais - PagBem

Foto: Reprodução/Pagbem

Formosa é o paraíso dos aventureiros, com cachoeiras, grutas, quedas livres e trilhas. O Recanto das Cachoeiras e a Lagoa Feia são pontos ideais para relaxar.

 

Como chegar: A 281 km de Goiânia, pela BR-153 e GO-118.

Informações: CAT de Formosa – (61) 9686-0142

 

10. Cristalina – A 282 km de Goiânia

O que fazer em Cristalina: 10 melhores opções - vamosporai.com

Foto: Reprodução/Vamos Por Aí

Cristalina é o ponto de equilíbrio do mundo, segundo muitos místicos. O Balneário das Lajes, a Cachoeira do Arrojado e a famosa Pedra do Chapéu do Sol são atrações que encantam.

 

Como chegar: A 282 km de Goiânia, pela BR-352.

Informações: (61) 3612-7658

 

Seja qual for a sua escolha, prepare-se para um bate-volta cheio de descobertas e experiências únicas. Embarque nessa aventura e aproveite o feriado de uma maneira inesquecível!

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa:  Goiás Turismo

Praia de água doce cristalina na divisa de Goiás e Tocantins é um oásis que está atraindo turistas do mundo inteiro

Na divisa entre Goiás e Tocantins, próximo à cidade de Campos Belos, reside um tesouro turístico pouco explorado: a encantadora Praia do Pequizeiro, um verdadeiro oásis escondido em Lavandeira, Tocantins. Este destino pitoresco está rapidamente se tornando um segredo bem guardado para os amantes da natureza e aventureiros de todo o mundo.

 

Preview

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopequizeiro

Apesar de não ser uma típica praia de mar, a Praia do Pequizeiro deslumbra os visitantes com suas paisagens de tirar o fôlego. A água cristalina, uma característica única deste local, convida os turistas a um mergulho revigorante em meio ao calor característico da região. Além disso, os aventureiros têm a opção de montar suas próprias barracas, aproveitando a área de camping disponível no local e passando noites sob um céu estrelado.

 

Poço do Paraíso Aurora do Tocantins

Foto:  Reprodução/Aventuras Pelo Nosso Mundo

Situada em uma propriedade privada, a Praia do Pequizeiro requer uma pequena taxa de entrada para os visitantes: R$ 30 para um dia de visita e R$ 75 para aqueles que desejam acampar. Para vivenciar plenamente todas as maravilhas deste local único, é altamente recomendável contar com a orientação de um guia local.

A região das Serras Gerais, onde esta praia de água doce está localizada, é um verdadeiro tesouro natural. Cenários adornados por rios sinuosos, serras majestosas, cachoeiras encantadoras e trilhas desafiadoras aguardam os exploradores. Com cerca de 200 cavernas catalogadas, a área também é um paraíso para os espeleólogos e amantes da geologia.

 

114f6dafbfb51eb85225b46b528860f4.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopequizeiro

5dba71e873d8f6dd40be74146bad889a.png

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopequizeiro

 

A Praia do Pequizeiro recebe visitantes todos os dias, incluindo fins de semana e feriados, das 08h às 17h. Se você está em busca de um refúgio longe das multidões, onde a beleza da natureza é a principal atração, esta praia paradisíaca se revela como o destino perfeito para uma escapada inesquecível.

 

Deixe-se encantar pela serenidade e beleza intocada deste esconderijo natural entre Goiás e Tocantins.

 

Confira este vídeo do lugar:



 

Mais Informações

Praia do Pequizeiro

Onde: Lavadeira, Tocantins

Como chegar:

Horários: todos os dias das 8h às 17h

Telefone: (63) 992428086

Valores: Day Use R$ 30,00

Camping R$75,00

Instagram: @praiadopequizeiro

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa:  Reprodução/Instagram @praiadopequizeiro

Confira o roteiro e as dicas das cachoeiras escondidas de Goiás

Em um cenário onde a natureza revela seus segredos, Goiás se destaca como um tesouro de cachoeiras ocultas, esperando serem descobertas pelos exploradores mais aventureiros. Entre as paisagens escondidas do cerrado, essas quedas d’água majestosas fluem em piscinas naturais, criando um refúgio sereno para os viajantes. Confira o roteiro e as dicas das cachoeiras escondidas de Goiás!

Em nossa jornada, vamos guiá-lo por trilhas secretas e revelar o roteiro completo para desvendar essas maravilhas naturais. 

 

Confira:

 

Cachoeira Veredas

Foto: Marcos Alleotti

Trata-se de um lugar mágico com paisagens de perder o fôlego na região norte da Chapada. Formada por dentro de um cânion, esse belezura tem incríveis 90 metros de queda, com um grande e belo poço, onde há pontos mais rasos e outros mais profundos. Não por acaso, ela é também chamada de Veredão, devido à imponência de seu salto.

Fazenda Veredas é o lugar ideal para pessoas de todas as idades que querem relaxar, se divertir e entrar em contato com a natureza. A fazenda tem excelente estrutura e fica em uma área privilegiada. Além de pousada, área de camping, piscina, restaurante, o local possui sete cachoeiras espalhadas por toda a área da fazenda, cada uma com sua própria beleza e paisagem única. São elas: a Veredas, a Poço Encantado, a Véu de Noiva, a Veredinhas, a Troca de Onça, a Cobiçada e a Cachoeira Canyon.

Como chegar

A Cachoeira Veredas se localiza na Fazenda Veredas, a 5 quilômetros da Cidade de Cavalcante que fica a 322 quilômetros de Brasília, a 498 de Goiânia e a 85 de Alto Paraíso.

O acesso a cidade é feito pela estrada GO-118. Depois que passar por Alto Paraíso, você deve seguir mais 65 km até Teresina de Goiás, de onde você pegará um trecho de 20 km até Cavalcante.

Em seguida segue em estrada de chão, observar sinalização indicando Fazenda Veredas. Da recepção até perto da cachoeira é possível fazer o percurso de carro por menos de dois quilômetros até a base da Serra  Santana, aonde se encontra a cachoeira, em meio aos cânions. 

 

Distância da trilha: 800 metros (ida);

Dificuldade da trilha: Nível médio a difícil;

Maiores informações(62) 99668-1330 e (61) 99649-1330  

SiteClique aqui.

 

Cachoeira Caracol

443fe42d9ed4c8b25b3c93ee4240d074.jpg

Foto: Ion David

A cachoeira está na Chapada dos Veadeiros, em Goiás, cerca de 20 km de Alto Paraíso, por estrada de terra. E lá vai uma dica valiosa: só vá se você NÃO tiver medo de altura, ok?

A Cachoeira Caracol é uma formação única, gerada por dobras geológicas incríveis e pela erosão causada pela ação da água no solo argiloso entre as camadas de metasiltito, mais resistentes, que se mantiveram rígidas, formando um visual fantástico.

A trilha é tranquila, nível fácil, cerca de 2,5 km (ida e volta). Mas é necessário fazer uma pequena escalada para acessar esse verdadeiro espetáculo geológico, que é o último ponto da trilha. Um escadinha de ferro foi instalada nas rochas e aparelhos de segurança são disponibilizados para realizar a subida. Então, quem tem medo de altura já vai preparado para o desafio!

Entrada no atrativo custa R$ 80 e o acesso só é permitida com guia credenciado pelo estabelecimento. É importante lembrar que no período de chuvas, o complexo pode fechar e abrir a qualquer momento. É imprescindível confirmar antes de ir.

 

Mais Informações

Telefone: (61) 999658738

Site: clique aqui

Instagram: @complexoriocaldeira

 

É possível fazer agendamento online

 

Cachoeira Água Fria

águaFoto: Aldeide Jales

A Cachoeira da Água Fria é um paraíso quase escondido. Considerada de acesso difícil e rara beleza, possui queda de 110 metros de altura e fica em Formosa, a 281 km de Goiânia e 125 km de Brasília. A imponente cachoeira das águas esverdeadas exige fôlego e preparo físico dos visitantes.

O esforço começa já no início, depois de 30 km em estrada de chão o acesso se dá por uma ponte suspensa, que leva a caminhada pelo leito do rio, passando por trechos em mata aberta e por vários poços que se formam ao longo do caminho, alternando em acessos por dentro do rio em determinados pontos e com trilha de aproximadamente 10 km, o que demanda horas de caminhada. 

Para visitar é imprescindível a contratação de um guia e necessário pegar autorização prévia uma vez que a mesma está localizada em uma propriedade particular.

A diária do guia custa R$250,00 para um grupo de até doze pessoas e é aconselhável utilizar calça e blusa de manga longa.

 

Cachoeira do Guardião

Foto: @cachoeiradoguardiaonachapada

 

Localizada na Comunidade Kalunga do Vão do Moleque, essa cachoeira é simplesmente deslumbrante e pouquíssimo explorada.

Aberta para visitação em 2018, a Cachoeira do Guardião ou Curriola encanta todos que têm a oportunidade de conhecê-la!

Por estar localizada em uma área remota da Comunidade Kalunga, em Cavalcante, apenas guias experientes sabem de sua existência e como chegar até lá. Essa cachoeira possui uma piscina natural com águas azuis profundas que chegam a atingir até 12 metros de profundidade.

Se você está animado para visitar esse lugar único, é importante se programar bem. Recomendamos chegar cedo, pois o sol bate na cachoeira entre 10h e 14h, o que é o momento ideal para aproveitar ao máximo esse paraíso escondido.

No entanto, chegar até a Comunidade Kalunga do Vão do Moleque requer algum esforço. A estrada é de difícil acesso e com pouca sinalização, sendo necessário um veículo 4×4 e a companhia de um guia credenciado.

O valor para entrada no atrativo é de R$ 80 e a diária de um guia local custa em média R$ 200. Você pode encontrar guias nos Centros de Apoio ao Turista das cidades de Alto Paraíso, Cavalcante e na Comunidade dos Kalungas do Engenho ll, que fica no caminho.

Como chegar: 

1- De Alto Paraíso de Goiás, pegue a BR 010, em direção a Cavalcante.

2- De Cavalcante pegue a GO 241 até a Comunidade Kalunga de Vão do Moleque ( São 64 km). 

3- Pegue a trilha de aproximadamente 3km até a cachoeira. (A visitação é somente com Guias credenciados, e o atrativo fica fechado durante os períodos de chuvas.)

 

Mais Informações

Local: Comunidade Kalunga Vão do Moleque, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros, Goiás.

Valores: R$80 de entrada (com opção de camping na casa do Seu João, o proprietário bom de prosa)

R$ 200 em média a diária de um guia local.

Funcionamento: época de seca (mais ou menos maio à novembro)

Instagram: @cachoeiradoguardiaonachapada

CAT Cavalcante: (62) 3494-1507 

CAT Alto Paraíso: (62) 3446-1159

 

Cachoeira Paredão do Céu

9039ad68357532fe9b4040ff43a1d01d.jpg

Cachoeira Paredão do Céu vista de baixo. Foto: Pedro Henrique Fama

Atrativo encantador que remete a paisagens cinematográficas, trata-se uma cachoeira belíssima com ótimo poço para banho, entrecortada por rochas calcarias ela fica a aproximadamente 35 km do centro da cidade e o acesso é de moderado a difícil. Além da cachoeira, o atrativo oferece diversos mirantes naturais e cânions surpreendentes.

Instagram: @paredaodoceu

Localização: Povoado Amendoim, Município de Nova Roma Goiás

 

Salto Paraguassu

ebb733bda633729a47306d6f1765ab93.jpg

Foto: Reprodução/Redes sociais do Salto Paraguassu

O Salto Paraguassu, é uma cachoeira localizada no município de Baliza, em Goiás, a 38 km do centro da cidade e a aproximadamente 458 km da capital goiana.  Com duas quedas de quase 100 metros de altura, rodeada por um paredão que impressiona qualquer um, o Salto Paraguassu é parada obrigatória para quem vai conhecer a região. 

Para chegar na Salto Paraguassú não precisa fazer trilha, já que os carros chegam a 100 metros do Salto. Antes de chegar no local há um mirante, com uma vista incrível para a cachoeira! O local se assemelha a uma prainha, onde é possível acampar e fazer suas refeições como café da manhã, observando essa maravilha da natureza. Nós contamos tudo sobre esse paraíso aqui.

Mais Informações

Telefone: (66) 99648-8417 (WhatsApp)

Endereço: R. 3, 8 – Jardim Primavera, Baliza – GO

 

Instagram: @saltoparaguassu

 

Cachoeira Pedra Rolada, Curralinho, Quati e Cânion Sucuri

b4079711aadee7e6d97ece8b70876616.jpg

Cachoeira Curralinho. Foto: Wender Macieira (Guia Zubu)

As cachoeiras da Chapada dos Veadeiros, em Goiás, são muito conhecidas nacionalmente, mas essas quatro que descobrimos são acessíveis somente pela água e você precisa conhecer. Que tal remar no paraíso? O mais novo atrativo da Chapada é á remo, com canoas deslizando através da barragem da Serra da Mesa até o Rio Tocantinzinho por cerca de 10 km, é possível avistar esses verdadeiros paraísos, bem escondidinhos.

As cachoeiras Curralinho, Pedra Rolada, Quati e Cânion Sucuri são incríveis e acredite… a água é quentinha, ideal para um banho bem relaxante!

Mais especificamente a 5 km do município de Colinas do Sul, 30km do Distrito de São Jorge e 70km de Alto Paraíso, fica a Fazenda Chapada Visão, que é de onde os barcos saem para as cachoeiras. É importante agendar o passeio com antecedência para não dar viagem perdida.

 

Mais Informações

Agência Chapada Va’a

Telefones/WhatsApp: (61) 981167921 | (61) 91484414

Instagram: @chapada_vaa

 

Fazenda Chapada Visão

Localização: Clique Aqui

 

Sítio Curicaca

Instagram: @sitio.curicaca

 

CAT – Centro de Apoio ao Turista de Colinas do Sul

Endereço: R. Dois – Colinas do Sul, GO, 73740-000

Telefone: (62) 3486-1117

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa:  Trilheiros do Brasil

Praia paradisíaca que esconde um segredo de cair o queixo fica bem pertinho de Goiás

No coração da tranquila fronteira entre Goiás e Tocantins, próximo à cidade de Campos Belos, encontra-se um tesouro turístico esperando para ser desvendado. Conheça a Praia do Puça, uma jóia escondida em Lavandeira, Tocantins, que reserva um segredo ainda mais fascinante: a Prainha do Segredo, a apenas 200 metros de caminhada.

Estes destinos espetaculares estão prontos para proporcionar uma experiência única aos visitantes que se aventuram por suas águas cristalinas e paisagens de cai o queixo.

eb8d1d8fcb4187797b4dde0bef1a226f.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

Apesar de não estar à beira do mar, a Praia do Puça surpreende com suas areias douradas e águas incrivelmente cristalinas. A tentação de um mergulho refrescante é irresistível, especialmente sob o calor característico da região. Para os mais aventureiros, a opção de montar acampamento em meio a esse paraíso natural é uma possibilidade, graças à área de camping bem equipada disponível no local.

9fcfe71ea4e3a6dabd6c4c92b397ab86.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

O local não apenas oferece um ambiente perfeito para relaxar, mas também conta com uma infraestrutura impecável. Banheiros limpos, restaurantes que servem pratos regionais deliciosos e áreas de descanso estilosas tornam a estadia ainda mais agradável. No entanto, é essencial lembrar que a entrada na Praia do Puça é permitida mediante uma taxa de R$ 30 para passar o dia e R$ 80 para acampar durante a noite.

52ace465e815b7b7aecdbefdd6e97af9.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

A beleza da Praia do Puça é apenas o começo. A região das Serras Gerais, onde está situada, é um verdadeiro paraíso natural, com rios sinuosos, serras majestosas, cachoeiras encantadoras, trilhas desafiadoras e aproximadamente 200 cavernas catalogadas.

Para aproveitar ao máximo essa experiência única, é altamente recomendável contratar um guia local. Além de enriquecer a jornada com informações históricas e curiosidades locais, um guia proporciona uma exploração segura e informativa.

b92fc5711939f241c7a132f2ad56d795.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

É fundamental estar preparado ao visitar este paraíso intocado. Não há aceitação de cartões, e é proibido trazer som automotivo, garantindo assim um ambiente tranquilo e relaxante para todos os visitantes.

4a7aac08ebff2af08fed19d02f4543ab.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

Além da experiência natural, a culinária local é um deleite para os sentidos. Delicie-se com pratos autênticos como galinha capirira, moqueca de peixe, costelinha de tambaqui e mandioca frita com carne de sol, preparados com ingredientes frescos e saborosos que refletem a riqueza da região.

Por conta da sua popularidade crescente, a Praia do Puça tende a ficar bastante movimentada, especialmente na hora do almoço. Portanto, a dica é chegar cedo para garantir um lugar tranquilo para relaxar e apreciar a beleza natural ao redor.

17e7dcabd4d812448789ab8bee027fa8.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

E, se você estiver pronto para explorar ainda mais, a apenas 200 metros de distância, a Prainha do Segredo aguarda para surpreendê-lo com sua própria magia.

b92fc5711939f241c7a132f2ad56d795.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

Uma viagem para esses destinos é mais do que uma escapada, é uma jornada para descobrir o encanto escondido entre as fronteiras de Goiás e Tocantins. Aventure-se e deixe-se maravilhar por esse paraíso secreto na Terra!

 

Mais Informações

Praia do Puça e Prainha do Segredo

Onde: Lavandeira, Tocantins

Como chegar: clique AQUI

Horários: todos os dias das 8h às 17h

Telefone: (63) 99122-5278

Valores: Day Use R$ 30

Camping R$80

Instagram: @praiadopucaoficial

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial